Arquiteta fala sobre decoração de quarto de bebê

Criar a decoração de quarto de bebê é um prazer, mas também pode ser sinônimo de muito nervosismo para os pais de primeira viagem. Por isso, a arquiteta Leila Dionizios fala sobre decoração de quarto de bebê e dá algumas dicas para deixar o cômodo bonito e aconchegante para o novo morador da casa.

Leila Dionizios Arquitetura dá dicas para decorar o quarto do bebê. (Foto:  Leila Dionizios Arquitetura)
Leila Dionizios Arquitetura dá dicas para decorar o quarto do bebê. (Foto: Leila Dionizios Arquitetura

Cores: o quarto do bebê deve ser um lugar tranquilo e relaxante, por isso vale a pena investir em cores sóbrias e neutras, como branco, bege e os tons pastéis. “No caso de optar por cores como azul e rosa, escolha tons bem suaves. Deixar cores mais fortes por conta dos acessórios pode ser uma boa ideia. Assim também se torna desnecessário a atualização constante do cômodo, porque as cores neutras são clássicas e atemporais”, explica Leila.

Móveis: os móveis do quarto de bebê devem ser de boa qualidade, proporcionando mais segurança ao recém-nascido e a mãe. Um bebê não precisa de muitos móveis além de um berço e uma cômoda para guardar suas coisas, portanto não há necessidade de encher o quarto de coisas. “Outra ideia boa é adquirir um jogo de móveis para quarto que possa acompanhar a criança por muitos anos, como aqueles em que o berço vira cama. Mas antes de comprar os móveis é preciso medir o quarto para saber a metragem disponível”, lembra a arquiteta.

Paredes: além de escolher as cores, as paredes também podem ganhar algumas decorações, como papel ou adesivo de parede, que embelezam e dão vida e personalidade ao cômodo. “O ideal é optar por algo mais clássico e sutil, para não haver necessidade mudança tão cedo”, comenta Leila. As paredes também podem receber prateleiras e nichos, que servem para colocar objetos decorativos, mas também são importantes locais de armazenamento em espaços muito pequenos. “Ter uma prateleira perto de onde se troca o bebê é importante. O local é ideal para colocar todos os itens necessários para a troca da fralda”.

Decorações: um erro muito comum em se tratando de quartos de bebês é o excesso. “Muita gente enche o quarto de móveis, brinquedos, decorações e informações, esquecendo-se de que, na verdade, aquele é um espaço de descanso e desenvolvimento da criança”, comenta Leila. Portanto, deixe os excessos de lado e proporcione um ambiente tranquilo para o bebê. Escolha os acessórios decorativos com carinho e atenção para dar personalidade ao cômodo. Outro erro comum é concentrar a decoração em um personagem do momento. “O problema é que o personagem logo fica fora de moda e a decoração acaba defasada muito rapidamente”.

Tenha espaço livre: o quarto do bebê não é só para ele dormir, mas também para crescer. Por isso, manter o máximo de espaço livre é importante, pois em algum momento ele começará a engatinhar, depois andar e brincar sozinho. “Conforme vai crescendo, a necessidade do bebê vai mudando e ele precisa ter um espaço especial reservado para ele, onde poderá brincar e se desenvolver”, finaliza Leila.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s