Os 7 pecados no cuidado com a barba

Por Grecin*

Ter uma barba exige muito mais do que atitude e cara de mal. O estilo está em alta, mas se não souber cuidar, a barba fica desleixada e esquisita. Confira os 7 principais erros de quem quer manter o visual barbado – e veja como evitá-los:

Barba desenhada

image006

Apesar de ser um complemento perfeito ao estilo e à aparência, a barba definitivamente não serve para testar nossos dotes artísticos – a não ser no mundo da ficção, como o personagem Seneca Crane (Wes Bentley) da série de filmes Jogos Vorazes. Usar os pelos do rosto para formar desenhos acaba em tragédia estética. A simplicidade, na maioria das vezes, é a melhor opção.

 Barba de bode

image007

Além de datado, o look não cai bem para a maioria dos homens por ser o “centro das atenções” no rosto – nem para o galã Brad Pittficou bem o “bodinho”. A barba perfeita tem que manter o equilíbrio natural com os outros elementos para não se sobressair além do normal.

Queixo liso

image008

O contrário também não é recomendado para os homens que buscam um visual atraente (a menos que você seja o Frank Zappa). Deixar a parte do queixo sem nenhum pelo, enquanto o restante do rosto tem a barba cheia é um dos erros de quem quer inovar. Uniformidade, às vezes, é a alma do look.

Grama selvagem

image009

Cuidado é tudo quando o assunto é barba. É preciso apará-la, nutri-la, higieniza-la, até mesmo harmonizar a cor dos fios com produtos específicos para isso, enfim, dedicar-se para que ela não se transforme em algo descontrolado e fora dos padrões estéticos – como chegou a fazer o ganhador do Oscar, Matthew McConaughey. Ou seja, não basta apenas deixar crescer, tem que participar!

Acessórios

image010

Laços, presilhas, piranhas, lacinhos, elásticos e chuquinhas. Se você acha que algum desses itens combina com seu look barbado, pense novamente. A barba não serve para ser enfeitada com acessórios coloridos e chamativos, pois eles desvirtuam o potencial de beleza dessa aliada dos homens.

Barba sem bigodes

image011

Se em algumas ocasiões é aceitável (e até recomendável) esbanjar um belo bigode, o contrário não segue a mesma lógica. Exibir um rosto barbado sem bigode dá a impressão de que algo ficou de fora na hora de montar o visual. E, com a barba, a regra é clara: melhor sobrar do que faltar.

Pescoço peludo

image012

Deixar a barba “escapar” para o pescoço demonstra uma falta de cuidado com o corte final. Em muitos casos, a barba cresce no pescoço da mesma forma que no rosto, mas não pode ser cultivada assim – o ideal é tira-la com a maquininha e, para quem quer ter um aspecto mais formal, finalizar com a lâmina de barbear.

BÔNUS! Estilo Náufrago

image013

Quem teve a paciência, o cuidado e a dedicação de deixar os pelos faciais crescerem por anos também precisa seguir algumas regras básicas. O look se torna uma marca registrada, o que pode ser um problema caso… Não, na verdade, se alguém conseguir chegar nesse estágio, não há nada que outros mortais possam opinar: ele é o Senhor da Barba.

*Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s