A roupa certa para aliviar o calor

Peças íntimas podem virar acessórios nessa época do ano

O verão veio pesado e seja para ficar em casa ou dividir um apê no litoral com os amigos, tudo que a gente mais quer é uma roupa confortável e fresquinha. Nessas horas, pijamas, babydolls, camisolas e peças outwear que sejam leves e garantam conforto são a melhor pedida. “É preciso estar atento ao tecido, corte e modelo porque tudo isso influencia diretamente no bem estar”, explica Juliana Moraes, da marca Água Fresca Lingerie (AFL).

A109S50 - SUTIA TRIANGULO CORTEJO - R$99%2c90.jpg
Água Fresca Lingerie lança coleção de babydolls frescas. (Foto: Divulgação)

Assim como no inverno a procura por pijamas quentinhos cresce, nesse período, há alta demanda pelas peças de verão. “São pessoas que buscam opções para viagens, mulheres que estão à caça de opções comportadas de babydoll e pijamas para viagens de turma”, conta Juliana Moraes. Para não errar na escolha, o ideal é optar por tecidos que permitam a trranspiração, como algodão, composto por uma fibra natural. Viscolycra, seda e cambraia também são bastante usuais no calor.

Outra opção queridinha para quem pretende viajar: a kaftã. “Além de elegante, são feitas de tecidos leves e proporcionam uma sensação de bem estar para quem está usando. Pode até ser usada como saída de praia”, afirma Júlia Zingoni, estilista da AFL. Ela ressalta que em todas as coleções da marca, a equipe de estilo se preocupa em criar diferentes modelagens da peça, tanto na versão curta quanto longa, para que ela possa oferecer conforto e elegância. “Para o verão, investimos em estampas alegres que componham looks harmoniosos e a cara da estação”, afirma.

Lingerie à mostra…

Transparências e decotes tornam-se os queridinhos das mulheres nos dias de calor intenso. Mas, se essas roupas, um tanto reveladoras, ajudam a resolver o problema do calor, criam um desafio na escolha de qual sutiã usar. A sorte é que, o que antes era considerado uma gafe, já é permitido no mundo fashion: deixar o sutiã aparecendo. “Se escolhidos a cor e o modelo certos, o underwear pode virar um acessório importante na produção”, afirma Júlia. Segundo ela, uma opção de look básico e sem risco de erro é usar uma regata neutra ou colorida, com a alça do sutiã aparecendo. “Para essa produção, é importante que a cor do sutiã combine com a roupa e que ele esteja em bom estado. Afinal, ninguém quer mostrar algo que está velho ou desgastado. Se usada do jeito certo, essa produção fica cheia de estilo”, garante.

Júlia explica que o interessante para essa composição é utilizar sutiãs mais trabalhados ou em cores mais marcantes. Renda e candy colors (tons suaves de rosa, verde, amarelo, azul e lilás, “emprestados” dos doces) e até, para as mais ousadas, cores neon. “Lingeries com viés esportivo, similares aos tops, têm sinal verde para aparecer no decote ou na lateral de uma blusa. Todos eles fazem ótimos pares com regatinhas básicas mais cavadas, blusas transparentes ou as mais soltinhas”, pontua. Por outro lado, ela alerta que os sutiãs ‘cor da pele’, por mais que sejam grandes curingas no dia a dia da mulher, devem continuar escondidos. “As terríveis alças de silicone que, de invisíveis, não têm absolutamente nada, também não devem ficar à mostra”.

O tomara que caia também tem lugar garantido no verão.  É peça coringa e pode ser usada com transparências ou com cavas maiores. “Atende tanto a mulher moderna que quer, realmente, que a o sutiã componha a produção, quanto a mais básica, que prefere peças de cores neutras como branco e preto”, afirma a estilista. Ela conta que há modelos com costas largas em tule, se assemelhando a um top, tornando a peça ainda mais versátil.

Segundo a estilista, tudo deve ser levado em conta para compor um look harmonioso: cores, texturas e materiais. Para quem não quer parecer tão sexy e correr o risco de ser vulgar, a estratégia é deixar aparecer o sutiã com peças mais larguinhas, sugere a estilista. “Afinal, a peça já é bastante reveladora, não há tanta necessidade de marcar as formas do corpo”.

… ou escondida

Mas vale lembrar que certos ambientes formais pedem produções mais sóbrias, mais sisudas, que não combinam com sutiãs à mostra. “Por mais que os tempos estejam mudados, alguns locais como órgãos públicos, escritórios de advocacia ou ambientes religiosos não vêem com bons olhos esse tipo de abertura. Os sutiãs à mostra fazem parte de produções mais descontraídas, leves e lúdicas”, alerta Julia. Ela acrescenta que o visual é muito bem vindo em festas, cinema com amigos, jantar romântico ou até num ambiente de trabalho ligado ao mundo fashion, artístico ou criativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s