SkyDome

Por Rodrigo Bocatti

Em 2016, a Kinship marcou presença na Brasil Game Show com dois estandes na área de Indie, em um as crianças podiam se divertir com jogos interativos e em outro foi montada uma arena PvP de 4×4, para os gamers poderem testar o SkyDome, lançamento da época. No ano passado, a empresa voltou, porém com um espaço nove vezes maior e o jogo veio totalmente renovado.

splash-art-2-skydome-forgeborn_57bu.jpg
SkyDome, da Kinship, foi um dos lançamentos da BGS 2017. (Foto: Divulgação)

“Em 2016, viemos com um protótipo de quatro meses e depois da BGS, que saímos com um feedback positivo, e de seis pessoas fomos para 14, ficamos um ano desenvolvendo e pegamos tudo do ano passado e jogamos no lixo, só o conceito deixamos para desenvolver”, afirmou Matheus Zanetti, desenvolvedor da Kinship.

Apesar do crescimento, a empresa se considera indie e vê o mercado brasileiro de gamers em crescimento. “Consumimos 1.3 bilhão de dólares por ano e temos, mas criamos 300 companhias agora e teve um crescimento de 300%, nos últimos 8 anos”, comentou Zanetti.

O SkyDome foi um dos grandes sucessos da última edição da BGS, com filas e muitos comentários positivos, a Kinship se firmou com uma das melhores desenvolvedoras de games nacionais. “Queremos dar a cara a tapa, mostrar que existimos e que o jogo é todo feito aqui no país”, finalizou.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s