Maze Runner -A Cura Mortal

Por Marcela França
O último filme da trilogia Maze Runner -A Cura Mortal começa exatamente onde o segundo filme parou: com Thomas, Newt, Brenda, Jorge e Vince tentando resgatar Minho das mãos de CRUEL de um trem que está indo para última cidade não infectada. O plano saí como o planejado e tudo parece estar perfeito, porém quando chegam na base do Braço Direito, eles percebem que resgataram o vagão errado e que Minho continua no controle de CRUEL.
MV5BZWU0ZTIzYzQtZDkzNy00NTdjLWE5N2UtNWZhYzM0YTMxNmY4XkEyXkFqcGdeQXVyNDg2MjUxNjM@._V1_SX1777_CR001777971_AL_-750x380.jpg
“Maze Runner – A Cura Mortal” chega aos cinemas. (Foto: Divulgação)
Mesmo com Vince pedindo para que fiquem e fujam junto com eles para uma ilha,  Thomas e companhia partem em direção à essa cidade para resgatar o Minho, porém o que eles não imaginam é que enfrentarão diversos desafios durante essa jornada. E para Thomas significará enfrentar o seu maior ponto fraco: Teresa.
Como o restante da franquia, A Cura Mortal mostra uma versão completamente dos livros de James Dashner. O que pode gerar um certo desconforto e revolta para os fãs da saga literária, que defendem tanto a importância dos filmes serem iguais ou parecidos aos livros. Apesar disso, o filme consegue explicar as pontas soltas que os outros filmes deixaram para trás. Como por exemplo, como os planos de CRUEL começaram, o porque do labirinto, quais eram os seus objetivos e como tudo fracassou no final.
Maze Runner – A Cura Mortal procura ser elétrico, envolvente com cenas de parar o coração durante os ataques dos Cranks. Mas consegue também mexer muito com o telespectador com o seu desfecho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s