Numa Inglaterra sem direitos garantidos a mulheres, a órfã Angélique reconstrói sua vida com muita coragem e empoderamento

No livro ‘A duquesa’, Danielle Steel dá lições de força e recomeços através da vida de uma jovem abandonada pela família

image003.jpgA duquesa Angélique Latham é uma bela jovem de 18 anos, órfã de mãe, e filha preferida do duque de Westerfield, Philip Latham. Fruto do segundo casamento do pai, a jovem possui dois irmãos pouco tolerantes à predileção pela meia-irmã. Com a morte de Philip, Angélique é expulsa do castelo de Belgrave por Tristan, primogênito que herdou todo o patrimônio da família. A única opção da caçula é se tornar babá de uma família na região de Hampshire. Após longos meses, a jovem é mandada embora vítima de injustiça e machismo, não restando alternativa a não ser tentar a vida em Paris, único lugar em que ainda há oportunidades para uma jovem sem carta de referência ou apoio de família e amigos.

Da tradicional comunidade rural inglesa para o movimentado centro urbano parisiense, o livro ganha ainda mais fôlego quando Angélique encontra a prostituta Fabienne. Ela está ferida, e conta para a protagonista sobre as condições de trabalho nas quais vivem as prostitutas da cidade. A partir daquele momento, a vida da renegada duquesa de Westerfield começa a se transformar. Angélique usa o dinheiro deixado pelo pai para abrir um bordel na grande Paris. Le Boudouir foge dos moldes violentos dos outros estabelecimentos e se torna uma referência na cidade, mas para garantir que suas funcionárias, e até mesmo ela, sejam respeitadas, Angélique precisa driblar preconceitos e violências.

A narrativa bem conduzida por Danielle Steel levanta questões sobre a estruturação da nobreza europeia, os preconceitos aristocráticos e o machismo estrutural que perseguem a jovem Angélique. Independente e corajosa, ela se transforma de jovem indefesa em forte empresária que, apesar de tudo o que viveu, permanece gentil e com um coração enorme, agrega lições de coragem e empoderamento sem deixar de lado a forte denúncia à sociedade descrita com destreza por Steel.

Danielle Steel é considerada a grande dama do romance. Dona de um estilo inconfundível e amada por uma legião de leitores em diversos países, seus livros foram traduzidos para 43 idiomas e publicados em 69 países. Seus vários best-sellers incluem Uma mulher livre, Reencontro em Paris, Um dia de cada vez, Um homem irresistível, O segredo de uma promessa, O anel de noivado, Vale a pena viver, Cinco dias em Paris, entre outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s