MC POCAHONTAS LANÇA O CLIPE DE “NÃO SOU OBRIGADA”

Música traz mensagem de empoderamento e liberdade feminina

Depois do vertiginoso sucesso do último lançamento, “Quer Mais?”, parceria com MC Mirella, que possui mais de 80 milhões de visualizações na internet, MC Pocahontas não para. A cantora lançou o clipe do novo single “Não Sou Obrigada”, já disponível no canal oficial da artista no Youtube. A música, que já está em todas as plataformas digitais, traz mensagem de empoderamento e liberdade feminina, em um debate que é cada vez mais atual e necessário.

A proposta dessa temática surgiu a partir da busca pela desconstrução de alguns estereótipos machistas e seus paradoxos, exibidos ao longo da gravação. O tempo todo há um jogo de ressignificação: a mulher vista como objeto de desejo, nunca como um ser individual, com pensamentos, postura, sentimentos e ideias únicos, não possui mais espaço hoje, ela não é obrigada a nada.

De acordo com Pocahontas, o objetivo é trazer uma reflexão sobre a atual condição que vivemos e mostrar que as mulheres podem ser elas mesmas, independente do que as pessoas vão achar. “Quis trazer com essa música uma mensagem de empoderamento e liberdade. Somos o que somos e podemos fazer o que quisermos, somos livres e donas de nossas escolhas e vontades. Chega de padrões dizendo o que é certo ou errado, nós é que devemos decidir isso. Não somos obrigadas a nada”.

No clipe, a mulher é livre, dona de si, de seu corpo e de suas escolhas. Empoderada, ela não aceita imposições, explora e se expõe da forma como quer, sem ligar para opiniões ou paradigmas pré-estabelecidos. Rótulos não são aceitos, muito menos imposições. A mulher não é obrigada a nada, ela decide o que quer, ninguém mais.

De acordo com o diretor Phill Mendonça, a proposta estética buscou fugir do convencional e teve influências de Nicki Minaj e Card B, grandes inspirações na carreira de Pocahontas. “Escolhemos seguir um caminho bem estético, explorando alguns temas para apoiar o discurso de empoderamento do corpo feminino e a desconstrução do homem hétero machista”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s