La Casa de Papel – parte 4

Quarta parte de “La Casa de Papel” finalmente está disponível. (Foto: Reproução/Internet)

Por Henrique Moita

Aqui a gente não perde tempo e já maratonamos a quarta parte da “La Casa de Papel”. Gostaria de ter feito logo quando lançou, mas 4 horas da manhã é pesado né. Mas assim que possível, assisti os episódios, e agora vamos a minha opinião sobre a temporada em si e seguindo, como fizemos nas duas matérias anteriores à essa, farei uma lista com cinco momentos, na minha opinião, mais marcantes dessa temporada.

Obviamente, a matéria estará cheia de SPOILERS, então, esteja avisado!

Começando pela crítica:

Quando assisti ao trailer de divulgação dessa temporada, admito que fiquei bem hypado para que ela estreasse o mais rápido possível. Às 4 da manhã, lá estava eu assistindo os dois primeiros episódios. E vou te falar, por sorte a série não segue o ritmo desses episódios, que são consideravelmente massante.

Temos a resposta do que aconteceu com Nairóbi após tomar o tiro e também o que sucede os eventos após a captura de Raquel, mas não tem nenhuma ação. A série da uma acalmada a um nível que nunca tinha acontecido. Literalmente, não acontece nada de muito importante que faça você ficar preso nos episódios. Porém isso muda após um grande evento. No princípio ele não parece lá grande coisa, mas com o desenrolar vimos a enorme consequência que isso tomou.

Começa com Tóquio assumindo o comando do grupo e dando um “golpe de estado” em Palermo. Com isso, ele tenta sair do Banco da Espanha e acaba se tornando, temporariamente, um dos reféns. Então, como ele mesmo disse, resolve liberar o caos dentro do banco, para que ele possa assumir novamente o controle. E faz isso com um simples conselho a Gandia, o chefe de segurança do governador do banco, fazendo com que ele se liberte.

Aí sim…aí a série começa. Por ser um ex-militar, Gandia tem treinamento e dá um enorme trabalho para o bando e para o Professor. Se “La Casa de Papel” tivesse começado desse ponto, ela seria praticamente perfeita, porém, com a enrolação principal, perde uns pontinhos preciosos. Durante os episódios, ainda temos os flashbacks costumeiros, mostrando mais dos detalhes dos dois assaltos e somos apresentados a novos personagens que farão muita diferença durante a temporada.

A temporada inclusive fecha em aberto, pois ainda não acabou o assalto, eles inclusive, nem começaram a planejar sua saída. Porém vai ficar beeeem difícil, tendo Sierra descoberto o esconderijo do Professor. Com todos esses detalhes sem desfecho só nos resta esperar e ver como toda essa história vai se concluir. Infelizmente não temos nem pistas de quando se iniciam as gravações e imagino que nem a própria Netflix deva saber, devido ao surto do coronavirus e a Espanha sendo um dos países mais afetados por ela.

Uma consideração sobre “La Casa de Papel – parte 4”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s