Editora Todavia lança livros de J. D. Salinger em ebooks pela primeira vez no Brasil

As novas edições de O apanhador no campo de centeio (1951), Nove histórias (1953) e Franny & Zooey (1961), publicadas pela Todavia no ano passado e traduzidas por Caetano W. Galindo, já estão disponíveis em formato e-book nas principais plataformas. É a primeira vez no Brasil que as publicações do grande autor norte-americano ganham versão digital. 

Reverenciado por milhares de leitores, J. D. Salinger cativou o público com histórias que capturam toda a irrefreável energia da juventude, os dilemas familiares, sociais e espirituais da vida moderna, bem como as angústias e alegrias do amor, da indiferença e da liberdade. Agora, em versão digital, um dos maiores escritores do século XX chegará às mãos de mais leitores. 

De J. D. Salinger, a Todavia publicará ainda, no ano que vem, Erguei bem alto a viga, carpinteiros & Seymour: uma introdução (1963) – em livro físico e e-book. 

O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO
O livro dos jovens de todas as gerações

É Natal, e Holden Caulfield foi expulso de mais uma escola. Com uns trocados e seu indefectível boné vermelho, ele traça um plano incerto: vagar três dias por Nova York. Este livro marcou gerações com sua visão crua da adolescência, sua prosa ágil e desbocada, seu humor feroz e anárquico e a inimitável voz do adolescente raivoso e idealista que quer desbancar o mundo.

NOVE HISTÓRIAS 
O livro que redefiniu a arte do conto

Nas nove narrativas curtas aqui reunidas os Estados Unidos do pós-guerra aparecem com inédito frescor literário conforme acompanhamos os efeitos, às vezes sutis, do conflito na vida de indivíduos e famílias. Do cultuado “Um dia perfeito para peixes-banana”, ao emocionante “Para Esmé — com amor e sordidez”, os contos dão a justa medida do talento inesgotável de Salinger.

FRANNY & ZOOEY 
Um retrato da vida em família e do fim da infância

Salinger continua a explorar os meandros da família Glass. Em “Franny”, a mais jovem dos Glass se encontra com o namorado, mas o que prometia ser um fim de semana aprazível acaba se tornando uma descida ao mal-estar espiritual que a domina. Em “Zooey”, encontramos Franny em meio a um colapso nervoso, e cabe a seu irmão tentar ajudá-la.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s