Babi A. Sette publica releitura de Cinderela

Da mesma autora de Senhorita Aurora, Meia-Noite, Evelyn! conta a história de um casal improvável com uma ideia brilhante. Os amantes de um bom romance de época vão se apaixonar por essa obra publicada pela Verus Editora.

(foto: divulgação)

Um conto de fadas para adultos com temas que nunca estarão numa história infantil: esse é o aviso de Babi A. Sette, autora de Meia-noite, Evelyn! (Verus Editora), no início do livro. A releitura de Cinderela revela uma história de amor, nada convencional, entre Evelyn, que sonha em se casar por amor, e o lorde Harry, que sonha em não se casar. Mas o destino não vai se importar muito com o planejamento dos dois. O romance de época, porém, vai além disso. A autora consegue tratar de temas sensíveis que, apesar de antigos, perduram até os dias de hoje. Em nota, ao fim do livro, ela faz uma breve reflexão sobre o crime de abuso infantil (assunto abordado durante a obra), assim como as conquistas a favor das vítimas e as problemáticas existentes até hoje.

Em Meia-noite, Evelyn!, Evelyn Casey precisa se casar. Do contrário, corre o risco de perder tudo o que mais ama no mundo: as terras onde cresceu, a casa pela qual lutou e, principalmente, a tutela da meia-irmã, Violet. Esse caos é culpa de três homens: o padrasto, que morreu na ruína; o irmão dele, conde Derby; e Harry Montfort, o mulherengo e inconsequente filho de seu padrasto. Mas como encontrar um príncipe em um mundo onde não existe fada madrinha?

Harry Montfort odeia os nobres, o reino e a alta sociedade inglesa, apesar de muito a contragosto ser um duque. Ele está satisfeito com a vida de empresário bem-sucedido em Nova York. Mas, quando o maldito tio entra com um pedido na Câmara dos Lordes para assumir o título que Harry abandonou e a própria rainha o convoca, ele se vê obrigado a retornar à Inglaterra para exorcizar de vez os fantasmas do passado.

Mas Harry não contava que a breve estadia no reino fosse virar um pesadelo — é o que acontece quando a monarca exige que ele se case e assuma suas responsabilidades como duque. E contava menos ainda que fosse cruzar com uma ruiva impulsiva e cheia de personalidade: Evelyn Casey, a filha de sua madrasta, que, por sinal, ainda não arranjou um lorde apaixonado.

Uma vez reunidos, Evelyn e Harry entendem que um casamento de aparências é a solução para todos os seus problemas. Mas será que um deles — ou os dois — cometeria a loucura de se apaixonar? Em Meia-Noite, Evelyn! (Verus Editora), temos um casal com a ideia perfeita, que tem tudo para dar certo. Mas o coração não costuma obedecer de bom grado à razão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s