Clube do Livro é um grande aliado da saúde mental durante a pandemia

O processo da leitura e discussões em torno do conteúdo é terapêutico e transformador, diz psicólogo

Livros estão auxiliando as pessoas a manterem a saúde mental. (Foto: divulgação)

Segundo pesquisa do instituto Ipsos, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial e cedida à BBC News Brasil, 53% dos brasileiros declararam que seu bem-estar mental piorou um pouco ou muito no último ano. Ou seja, pensar em caminhos que favoreçam a saúde psíquica é algo emergente. Pensando nisso, Thaísa Passos, que é gerente global de marketing da S.I.N. Implant System, iniciou um “Clube do Livro” junto a colaboradores da empresa, onde acontecem encontros virtuais que propõem debates em torno de livros, como forma de driblar as difíceis emoções que vêm à tona durante o período de home office.

As obras, escolhidas sob medida para estimular o desenvolvimento pessoal, são sempre adquiridas pela empresa e entregues na residência de cada participante do clube de leitura. “Sabemos que os bons livros são um convite à troca de ideias”, diz a executiva. “E ter vários pontos de vista sobre a narrativa é extremamente enriquecedor”, conclui. Ela ressalta que o objetivo é envolver a todos e abrir espaço para que cada um fale sobre seus sentimentos e perspectivas, afinal, em grupo, existe o apoio e a colaboração mútuos. 

A partir do recebimento do livro, o time é incentivado a ler dois capítulos escolhidos para o encontro literário virtual, que ocorre semanalmente. Na data agendada, os participantes ligam suas câmeras e, durante uma hora, discutem as temáticas abordadas, refletindo sobre como aquele conteúdo poderia agregar no seu dia a dia, e como os impactou.

Os encontros literários têm sido um sucesso e funcionado como verdadeiro antídoto para os tempos sombrios da pandemia. Segundo Júlio Cesar Nascimento, mestre em Psicologia Clínica pelo Núcleo de Psicanálise da PUC-SP, a experiência é transformadora. “Ler um livro e se reunir para conversar livremente sobre ele é tão gostoso como assistir o BBB e depois comentar os fatos ocorridos”, diz o especialista. “Isso porque somos analíticos: extraímos satisfação do ato de refletir sobre a realidade. No caso do Clube do Livro, o que acontece são ‘fofocas’ em torno da leitura”, continua. “A boa leitura captura naturalmente nossa curiosidade e, de repente, somos impactados por ela. Quando compartilhamos nossas impressões sobre esta atividade, a experiência passa a ser extremamente rica e prazerosa”, conclui. 

Na S.I.N., o saldo da experiência tem sido extremamente positivo. “Sinto que o Clube do Livro tem o poder de nos conectar mais e, assim, estamos superando essa fase cheia de complexidades, da melhor forma”, diz Thaísa. “Tem sido tão empolgante que pretendo transformar o projeto em algo permanente, mesmo após a pandemia”, comemora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s