Arquivo da categoria: Arquitetura e Design

Cerâmica Atlas apresenta nova coleção com texturas e nuances inspiradas em pedras e tijolos

14 novos revestimentos cerâmicos com impressão em alta definição permitem personalizar ambientes internos e externos com beleza e praticidade

Opção imbatível para quem busca beleza e praticidade, os revestimentos com texturas e nuances inspiradas em pedras e tijolos vêm ganhando cada vez mais força em projetos residenciais e corporativos. Alinhada com esta tendência, a Cerâmica Atlas, referência nacional em pastilhas e revestimentos, apresenta uma nova safra de peças cerâmicas com o visual de tijolos aparentes, mármores e pedras.
ViewImage.jpg
Peça Fiji, no formato 12 cm x 24 cm, é um dos destaques da nova coleção (Foto: Guilherme Gongra)
Para proporcionar uma aparência tão fidedigna ao revestimento, a Atlas aposta na impressão em alta resolução. Após a preparação da massa, as peças recebem em sua superfície um acabamento impresso a partir de imagens transmitidas via computador à máquina-impressora. Isso permite reproduzir detalhes como veios, texturas e variações de tonalidade muito próximas aos apresentados pelos materiais naturais, além de permitir à Atlas estabelecer uma base infinita para exercer sua criatividade em novas peças ou fabricar materiais sob encomenda, o que eleva o potencial produtivo a um nível inédito na cinquentenária história da empresa.
No intuito de oferecer soluções completas para diferentes tipos de espaços, os novos revestimentos permitem personalizar fachadas, ambientes internos e externos, inclusive piscinas, com excelente custo-benefício, pois dispensa os cuidados exigidos pelos materiais naturais, seja na aplicação ou na manutenção, além de apresentar uma maior durabilidade do que estes materiais, reforçada pela pequena absorção de água do material cerâmico (entre 3 e 6%).
As peças também oferecem diferentes opções de combinações e paginação, com as variações em junta reta (sob encomenda, mediante consulta), amarrada e à granel. Um exemplo da variedade de opções é a referência Fiji, cujo visual que remete ao da pedra natural e que pode ser encontrada nos formatos 10 x 10 cm ou 12 x 24 cm.
Anúncios

Dicas certeiras para escolher a bancada da cozinha

Com grande experiência em projetos de cozinha, a arquiteta Luciana Tomás orienta os pontos que devem ser observados para a bancada dos sonhos

Na hora de projetar a cozinha, mil perguntas e mil opções permeiam as escolhas para equipar um dos ambientes mais queridos da casa. Há tempos, a bancada ganhou o status de elemento funcional e deixou de ser apenas o espaço onde está a cuba. Saindo da tradicional receita ‘parede + janela’, tornou-se elemento central que recebe os familiares e os amigos em torno do fogão.

ViewImage.jpg
Luciana Tomás dá dicas para uma bancada na cozinha. (Foto: Divulgação)

Para esclarecer dúvidas e ajudar na escolha da bancada perfeita para cada estilo, a arquiteta Luciana Tomás, que atua principalmente na capital paulista, destaca que a escolha do projeto deve relacionar quatro pontos fundamentais – estética, durabilidade, praticidade e higiene.

No que diz respeito ao visual, a profissional explica que a bancada deve combinar com tudo na cozinha. “Durante a fase do projeto, é sempre importante colocar juntas todas as amostras dos materiais. Azulejos, armários, revestimentos e a pedra da bancada devem apresentar harmonia entre cores e acabamentos”, conta Luciana.

Ainda sobre os materiais, a arquiteta lista algumas características a serem consideradas. Embora bastante higiênico, o aço inox na bancada pode riscar com mais facilidade. Luciana indica como boas soluções:

·  Granito – dê preferência ao preto, que por ser um material poroso, não apresenta manchas de absorção de água, gordura ou outros alimentos. Para as demais cores de granitos, a sugestão é que o acabamento escolhido seja o brilhante, pois apresentam poros mais fechados;

·    Porcelanatos – indicados por sua resistência;

·   Pedras compostas: de várias marcas e opções de materiais, apresentam resistência e amplia a possibilidade para um design mais moderno ao projeto.

Pensando na cuba, Luciana explica que o modelo escolhido define o vão a ser feito na bancada. Assim, ela pontua que a peça deve ser escolhida desde o início do projeto para que seja estudada a melhor adaptação dentro da bancada.

Com relação à torneira, a orientação é posicionar o jato d’água na direção do ralo. “Para não errar, consulte as especificações do fabricante da peça”, relaciona. Instaladas na própria bancada, na parede ou, em alguns casos, diretamente na cuba de inox, a distância da torneira em relação à cuba pode variar de acordo com o modelo. “No caso do granito, é normal prevermos um distanciamento aproximado de 3cm entre a cuba e torneira de mesa, para não afetar a resistência da pedra que corre o risco de quebrar se a medida for menor que isso”, completa.

Luciana ainda enumera cuidados que devem ser implementados visando a conservação dos materiais utilizados na bancada:

·    Para a limpeza da cuba de aço inox, use panos e buchas macias e evite produtos de limpeza como polidores e saponáceos, que podem prejudicar a superfície do material;

·    Granito: é um produto poroso, mas a selagem anual da pedra garante a impermeabilidade para a não absorção de líquidos. Vale ainda destacar que não devem ser usados, durante a limpeza, produtos químicos abrasivos ou limpadores com ingredientes ácidos. Alimentos como, vinagre, suco de limão e refrigerante também podem danificar o granito caso a limpeza não seja feita de imediato;

·   Porcelanatos: efetuar a limpeza com água e detergente neutro.

·   Pedras compostas: pano úmido e produtos de PH neutro.

Altenburg lança estampas para a primavera!

Novo design celebra a próxima temporada, em malha 100% algodão e tratamento antipilling

Não importa como anda o mundo, a solução para Bem Viver é buscar alegria e leveza sempre!

Mas como encontrar boas vibrações para nos abastecermos de energia positiva? Transformar a casa em nosso porto seguro pode ser o primeiro passo! Pensando assim, a Altenburg encontrou na simplicidade da natureza, motivos para tornar o quarto ainda mais agradável e lança novas estampas para a temporada da renovação: a Primavera.

imagem_release_1033932.jpg
Altenburg apresenta nova coleção de malha. (Foto: Divulgação)

Coleção Premier Malha, em 100% algodão, fio penteado e tratamento antipilling, que evita a formação daquelas indesejáveis bolinhas, traz um design de encher os olhos e perfumar a alma.

As constelações que aparecem em noites de céu limpo, a vibração das flores que brotam nessa estação e as mensagens de motivação dos animados cartazes de lambe-lambe aparecem em estampas joviais, para revigorar o décor e estimular o Bem Viver. Geométricos também ganham espaço, imitando tramas e pontos de costura, criando um visual moderno e versátil.

Uma cartela de cores especial foi escolhida para as peças lisas, que são coordenadas às estampas: Rosa Spring, Lilás Alvorada, Bege Dolce, Azul Flint e Branco. Eis os tons que compõem os quentes finais de tarde da Primavera.

As novidades chegam ao mercado em setembro, nas lojas multimarca de cama, mesa e banho, em todo o Brasil, nas Altenburg Store de São Paulo, São Bernardo, São Roque, Balneário Camboriú, Joinville e Blumenau, além da loja virtual, no http://www.altenburgstore.com.br .

Central de Relacionamento: 0800-729 1588.

Dia dos Pais é com móveis diferentes

Quer inovar no presente para o “cara” que você ama no Dia dos Pais? O Espaço Varandas traz versatilidade em formato de móveis.
Se quem você ama também ama futebol, o Espaço Varandas surpreende com um chaise ofurô do time preferido dele. Feitos por encomenda, você pode escolher o time do seu pai para conquistá-lo ainda mais. Caso seja um pai que gosta de tomar aquela cervejinha com os amigos, que tal uma chaise com porta cooler? Já, para os pais que gostam de aconchego, uma mesa pizza cabe tanto no seu bolso quanto naquela varanda gourmet pequena.
imagem_release_1012359.jpg
Espaço das Varandas sugere móveis para o Dia dos Pais. (Foto: Divulgação)

DECORE O ESPAÇO PREFERIDO DO PAI QUE ADORA FUTEBOL, CARROS OU UM AMBIENTE MAIS RÚSTICO PARA RELAXAR

O Dia dos Pais é comemorado no dia 13 de agosto, e a K&G Papel de Parede e Decorações tem sugestões para deixar o cantinho do papai aconchegante com painéis fotográficos e papéis de parede

Se você tem um pai digno de admiração mostre seu carinho ao decorar o espaço favorito dele com painéis fotográficos e papéis de parede da K&G Papel de Parede e Decorações. Lembre-se de se certificar de que a escolha das cores ou estampas seja conforme o gosto ou o hobby do paizão.

Muitos pais adoram carros, fazem questão de ensinar os filhos a dirigirem e veem o veículo como algo além de um meio de transporte. Para estes paizões, a opção é o painel fotográfico 8-957 com o carro esportista Audi R8 com predominância da cor cinza.

Agora, para os pais que são fãs de futebol o mural 8-953 é a alternativa ideal. O painel traz um jogador cheio de energia que cria uma atmosfera emocionante de uma partida de futebol, além de entrelaçar as luzes da cidade à noite com o esporte na rua. Decore o cômodo que o pai mais goste de ficar e relembre momentos sobre o esporte, como quando ele comprou a primeira bola ou faça um “quiz” para saber se o paizão conhece mesmo o futebol nacional, assim passarão um tempo juntos.

E para os pais que têm escritório em casa ou gostam de trabalhar neste local, os papéis de parede da coleção Nature At Home são de palha natural e oferecem um aspecto autêntico, simples e rústico.

Marrs Green: a favorita na opinião popular

Há um ditado que diz: A voz do povo é a voz de Deus. Muitas vezes, essa máxima prevalece. Eleita pela Pantone, a cor Greenery foi desbancada pela Marrs Green, que caiu no gosto dos consumidores

ViewImage.jpg
Canto de leitura projetado por Carmen Calixto tem poltrona estofada com tecido na cor Marrs Green. (Foto: Henrique Queiroga)

A Pantone, fornecedora profissional de padrões de cores para a moda e o design, determinou o Greenery, um verde musgo, como a cor de 2017. Mas, após uma pesquisa realizada pelo projeto World’s Favourite, descobriu-se que entre os consumidores, outra cor, com tom até similar ao Greenery, é mais popular: o Marrs Green.

Formado pela mistura de tons de verde, azul e cinza, essa cor – de fato – caiu no gosto popular e a prova disso é que seu uso já se faz presente em diversas composições do décor. “Desde que usada de maneira correta, esse tom combina com todos os estilos de decoração proporcionando aos espaços alegria e leveza”, explica a arquiteta Carmen Calixto.

Certamente esses foram os motivos que fizeram com que a Marrs Green fosse eleita a favorita de milhares de pessoas em mais de cem países. Porém, por ser um tom que não passa desapercebido, é importante ficar atento a alguns detalhes, como explica a arquiteta Carmen: “O Marrs Green é uma cor fresh, mas marcante. Sendo assim, para não errar, é indicado usá-la de maneira pontuada. Caso a pessoa opte por usar em grandes áreas – como numa parede, por exemplo – é interessante mesclá-la com o tom branco para não criar uma sensação de ambiente infantil e também para não enjoar”, comenta Carmen.

Uma outra boa dica para não errar no uso dessa cor é usá-la em adornos. “Os adornos, por serem peças menores, criam elementos de cor na composição sem – no entanto – demarcá-la demais. Em nossa loja, os objetos em Marrs Green têm tido grande saída e isso se deve ao seu alto poder de personalizar os espaços transmitindo uma agradável sensação de frescor e aconchego aos ambientes”, destacam Míriam Gatti, designer de produto, e a arquiteta Gabriela Brasil, sócias-proprietárias da loja Oca Brasil.

Na Oca, cachepôs, vasos e porta velas nesse tom são os itens mais procurados. “São objetos que despertam um sentimento afetivo, de lembranças do lar e de momentos agradáveis; principalmente relacionados à espiritualidade e a natureza”, encerram Míriam e Gabriela.

Aser Decor sugere papeis de parede diferenciados para todos os tipos de ambientes

Variações de cores, texturas e estampas podem criar um visual moderno, tradicional, aconchegante ou espaçoso

Os papeis de parede são tendências e excelentes alternativas para aqueles que pretendem mudar a decoração da casa sem gastar muito. Existe uma variedade de opções que vão dos mais clássicos ao despojado, dentre eles estão os desenhos geométricos, neutros, com flores, listras e estampas de animais.

Papel de parede quarto.jpg
Aser Decor sugere papeis de parede para os mais variados ambientes. (Foto: Divulgação)

Segundo Daniel Palhares, proprietário da Aser Decor, diferente do que muitas pessoas pensam, os papeis de parede não estão restritos apenas as salas e living, também estão presentes na cozinha, quarto e até no lavabo. “ Para decorar um ambiente devemos levar em conta o gosto do proprietário da casa, mas não basta apenas gostar do designer, é preciso pensar no tamanho do local, móveis e decoração que irão compor o espaço”, afirma.

A escolha do papel de parede também faz toda a diferença, alguns modelos fazem com que os cômodos pareçam maiores ou menores, mais ou menos iluminados. As variações de cores, texturas e estampas podem criar um visual moderno, tradicional, aconchegante ou espaçoso.

Além das vantagens estéticas e econômicas, a instalação do papel de parede é simples e não deixa cheiro e nem resíduos na casa. “Depois de aplicado permanece perfeito por mais de cinco anos, uma duração maior que de algumas tintas”, ressalta o empresário.

Os papeis de paredes custam podem ser adquiridos pelo site http://www.aserdecor.com.br ou pessoalmente na loja  da Aser Decor,  localizada na Av.  Pompeia, 887, São Paulo, de segunda a sexta-feira, das 9 às 19hrs, e aos sábados das 9 às 14hrs.

Como usar plantas naturais na decoração

Especialista indica algumas espécies ideais para ter em casa

A beleza, requinte e personalidade de um espaço, depende diretamente da escolha dos elementos que vão compor o ambiente. Saber identificar aquilo que converge com as próprias preferências e alinhá-lo ao conforto, praticidade e elegância, exige um olhar crítico. Para a professora do curso de Design de Interiores do Centro Europeu, Jordana Fraga, o uso de plantas naturais como itens de decoração, é uma ótima opção para ressignificar e dar vida ao espaço.

decorsuculentas.jpg
Jordana Fraga, do Centro Europeu, dá dicas de como utilizar plantas na decoração. (Foto: Divulgação)

Segundo a especialista, cada canto da casa ou apartamento precisa trazer felicidade ao morador, sensação transmitida com frequência pelas plantas. Ela atribui o êxito da tarefa especialmente às espécies naturais, que, quando utilizadas em consonância às condições disponíveis – espaço, iluminação e pontos hidráulicos, por exemplo – podem transformar um espaço.

Avaliadas as circunstâncias do local, há algumas plantas “coringa”, que funcionam bem em diferentes tipos de ambientes. As suculentas são um exemplo disso. “Você consegue montar seu próprio vaso com suculentas para uma mesa lateral ou de centro, transformando aquilo em uma marca personalizada”, sugere. Outra possibilidade é reservada às orquídeas, cuja sofisticação as tornam clássicos e, por consequência, uma aposta certeira. “Assim como as orquídeas, os lírios têm uma durabilidade mais longa, de seis meses, e são ideais para ambientes fechados”, complementa.

A professora, ainda faz uma ressalva. Assim como as cores, móveis e revestimentos, as plantas devem corresponder ao perfil do local. “É importante que as escolhas de flores e plantas estejam de acordo com as preferências e necessidades dos moradores ou frequentadores do espaço. Ter esse cuidado garante a total harmonia na composição do ambiente”, finaliza.  

ESPAÇO DA VIVERE RECEBE 6ª EDIÇÃO DA MOSTRA ARTE & DECORAÇÃO

Assinados pelo arquiteto Gustavo Martins e pela paisagista Catê Poli os ambientes ganham decoração que destaca o charme da casa dos anos 40

A tradicional Mostra Da Vivere Arte & Decoração inaugura sua 6º edição, em Campos do Jordão Na edição 2017, o Espaço Da Vivere conta com ambientes inspirados no charme da região, reconhecida pelo clima frio e aconchegante. “A ideia foi interferir o mínimo possível na arquitetura original, valorizando alguns elementos arquitetônicos e buscando um resultado cênico para os ambientes”, destaca o arquiteto Gustavo Martins, responsável pela decoração da casa construída na década de 1940.

ViewImage.jpg
Espaço da Vivere inaugura 6ª Mostra  de Arte & Decoração. (Foto: Divulgação)

O preto e branco foram as cores definidas como base deste projeto. À partir delas, diferentes padrões geométricos criam movimentos inspiradores nos lounges e no espaço de leitura. Na Gourmeteria, ambiente central considerado o coração da casa, chamam atenção o mobiliário Florense e a bancada em Staron, superfície lançada recentemente pela Samsung.  Recheado de design, os destaques do espaço ficam por conta da Poltrona Sotto, Luminária Sputnik e Arandela Globo, respectivamente assinadas pelos designers Ronald Sasson, Ana Neute e Marcelo Caruso para a Itens. Quadros de Fernanda Naman , telas da Liberal Marini e tapetes da Hariz, para a  Christiane Brito Maison – Moveis e objetos, complementam o espaço.

Já a paisagista Catê Poli, em seu espaço de 40m² criou dois lounges externos bem contemporâneos e confortáveis para receber os convidados dos eventos. Os destaques dos espaços ficam por conta do gazebo de aço da Gattai e do Sofá Caçua, assinado peço designer Sergio Matos, para a Artefacto Beach & Country. Ainda no jardim, podem ser encontrados diversos tipos de plantas, como costelas-de-adão, guaimbês, zamioculcas, crássulas, suculentas, lavandas, aspargos rabo-de-gato e orquídeas Phaleonopsis.

Uma parede em branco serviu como tela para a artista Gislaine Eras apresentar seu trabalho na mostra com a obra “A originalidade nos pequenos detalhes”. Na instalação, ela utilizou uma caneta posca em várias espessuras, na cor preta. Outra obra de arte que poderá ser conferida na Da Vivere é a Seleta – feita em tinta acrílica, óleo e areia, com predominância das cores branco, preto, amarelo nápoles, vermelho cadmiun, e cinza, do artista brasileiro Joarez Filho.

A Mostra já conta com importantes eventos programados para os cinco finais de semana de julho, todos voltados a arquitetos e decoradores. Ao fim da exposição, a elegante casa se torna cenário ideal para receber eventos corporativos, oficinas de gastronomia, música erudita e ações de networking após a famosa temporada de inverno de Campos do Jordão. “O Da Vivere está preparado para receber grupos de até 70 pessoas, e sedia também apresentações de produtos e serviços durante todo o ano”, complementa Bruno Alvim, diretor da marca.

Arquitetos convidados: Área externa – Catê Poli, Área Interna– Gustavo Martins/ Artistas Convidados: Gislaine Eras, Joarez Filho/Realização: Teaser, Programa Tudo com Estilo/ Patrocínio:Blum, Florense/ Apoio Área Externa: Artefacto Beach & Country, Casa Mansur, Gattai Estruturas em Aço/ Apoio Área Interna: Christiane Brito Maison – Moveis e objetos, Elite Superfície, Itens, Samsung Staron/ Buffet: Buffet Cintra, Enoteca Decanter SJC.

SERVIÇO
ESPAÇO DA VIVERE
6ª EDIÇÃO DA MOSTRA ARTE & DECORAÇÃO
Duração: 1 mês
Entrada Gratuita – com agendamento
Tel: (12) 3923-4040
Rua Alexandre Machado, 22 – Capivari, Campos do Jordão
www.davivere.com.br

Quarto que abraça

Criar um quarto que ultrapasse as barreiras do aconchego e permita uma experiência única de prazer e relaxamento não é fácil, mas é possível! O segredo está na decoração

No final de um longo dia de trabalho tudo o que se deseja é chegar em casa logo, tomar um banho, jantar e, enfim, relaxar no quarto para recarregar as energias para o dia seguinte. Por isso mesmo, esse ambiente é um dos mais importantes da casa. Não é à toa que os projetos contemplam nesse espaço uma decoração mais acolhedora.

Mas para que as pessoas se sintam realmente à vontade nesse ambiente é necessário ser criterioso com a decoração. Ela faz toda a diferença para criar um clima intimista e relaxante. A designer de interiores Melina Mundim tem o dom e a sensibilidade em captar tudo que é necessário para criar um quarto que ultrapassa o conceito de conforto e faz as pessoas se sentirem abraçadas, culminando no máximo de descanso. “Para um quarto ser realmente acolhedor e relaxante ele precisa assumir a função primordial: ser um quarto. Local de recolhimento. Para tanto, no máximo uma poltrona para leitura. Depois dessa premissa, a composição certa de materiais e texturas ajuda o olhar a também ver o aconchego”, destaca a designer.

Apto Lourdes
Projeto Melina Mundim: Cortina de madeira com reposteiro em linho, cama fofinha, criado mudo em madeira maciça, iluminação indireta da arandela e abajur ajudam a criar um clima extremamente acolhedor ao quarto. (Foto: Rodrigo Tozzi)

Melina conta quais recursos lança mão para garantir uma atmosfera tão prazerosa no quarto: “Um dos principais requisitos é a iluminação. De preferência a indireta com arandelas, abajures e sancas. Não é necessário iluminação geral no quarto, nem de muita iluminação. A luz deve sempre ser amarela”.

Outras opções amarram a decoração e ajudam a tornar o quarto mais confortável. “Para aquecer o espaço, uso papel de parede ou revestimentos como tijolinhos, bem como painéis de madeira. Cabeceiras de tecido também são um coringa para este efeito. Uma cama fofinha é muito convidativa para o descanso. As cortinas também fazem diferença. Sempre que possível, utilizo as de tecidos pesados e fartos”, detalha a designer.

A profissional aponta que quartos multiuso desfavorecem o descanso, mas esclarece que o perfil do morador é quem vai determinar o tipo ideal de projeto. “Eu gosto de criar ambientes com sentimento. Tenho a preocupação de como o espaço vai ser utilizado, se estará agradável para a convivência familiar. Gosto muito de casa com história, com lembrança” completa Melina.

Em um de seus vários projetos, em destaque na foto acima, com o intuito de criar um quarto que fosse o mais acolhedor possível para um viúvo que viaja muito a trabalho, a designer trabalhou com tons sóbrios que combinassem com a personalidade do cliente, porém, com pitadas de texturas. “O papel de parede é de palha marrom. A cortina de madeira com reposteiro em linho, bem masculino. O criado mudo em madeira maciça de design dá personalidade. A iluminação indireta da arandela e abajur ajudam no clima acolhedor, ao mesmo tempo em que as peças são em metal”, enumera Melina.