Arquivo da categoria: Cultura Geek

PES x FIFA

Por Henrique Moita

A muito tempo, vem sendo travada uma batalha nos campos de futebol virtual. Essa disputa se dá entre duas grandes empresas no mundo dos videogames, EA e Konami, que nos entregam anualmente as famosas franquias FIFA e PES (Pro Evolution Soccer), respectivamente.

Lembro que comecei a jogar PES quando, na época, ele ainda era conhecido por aqui como Winning Eleven, nome que ainda é usado no Japão. Nessa época eu tinha um PS2 destravado, por tanto, eu não tinha simplesmente um Winning Eleven, eu tinha um Winning Eleven com o famoso Bomba Patch, 100% atualizado, com todos os times da primeira divisão do futebol brasileiro, e às vezes, contava até com alguns times da segunda divisão. Por esse motivo, sempre fui muito fã da franquia.

Mas, no ano de 2013 a Konami resolveu nos presentear com o terrível PES 2014. E isso ocorreu logo depois de um dos melhores jogos da franquia até hoje já lançados que foi o 2013. Nesse momento a EA agarrou a ótima oportunidade que teve e começou a crescer muito com a sua franquia do FIFA e desde então, ambas empresas vem competindo pra ver quem lança o melhor jogo de futebol e eu venho acompanhando de perto essa disputa. Deixei de ser um fã apenas do PES e comecei a comparar os jogos anualmente, para decidir qual dos dois comprar. Então chegamos ao intuito desse post, comparar ambos os jogos lançados pelas duas empresas, FIFA19 x PES 2019, levando em conta diversos critérios. Logo depois do critério, terá quem eu acho que leva a melhor na comparação, seguido da explicação.

Vamos então as comparações:

  • Gráficos: KONAMI (PES 2019)

Uma das coisas que parece que a Konami mais se dedica, ano após ano é na qualidade gráfica do seu jogo. As faces dos jogadores que ela consegue o licenciamento beiram a perfeição, enquanto a EA fica um pouco atrás nesse quesito, mostrando, muitas vezes faces que nem parecem com jogadores reais. E olha que nessa lista tem nomes muito famosos, como o próprio Neymar. Até Cristiano Ronaldo, garoto propagando desse FIFA19, está muito mais bem feito no PES do que no FIFA;

  • Licenciamento: EA (FIFA19)

É extremamente difícil competir com a EA nesse quesito, eu diria quase impossível, pelo menos por enquanto. FIFA19 leva ampla vantagem na questão dos licenciamentos, contanto com diversas ligas, das mais até as menos conhecidas, incluindo seleções femininas. Quando a questão é exclusividade então, a EA dá um baile na concorrência, contando com a Premier League, a famosa liga inglesa, totalmente licenciada, com os menus e aparências na tela personalizados. A Konami nesse quesito está bem pra trás, mas vem correndo atrás do prejuízo. Esse ano, conseguiu a licença de diversos campeonatos menores, o que é muito importante para a venda nesses países, e também trouxe a exclusividade de diversos times brasileiros o que é extremamente importante para nós, ainda mais quando a própria EA não dá muita bola para o futebol brasileiro em seus jogos e não chega nem a licenciar os jogadores dos times, nos oferecendo nomes e jogadores genéricos para os times aos quais ela pode colocar no jogo. Sei que isso não é muito culpa da EA e sim da burocracia que ela tem que enfrentar para licenciar jogadores brasileiros, mas não custava nada fazer um esforço e conseguir isso também.

  • Narração: EA (FIFA19)

Essa comparação é até um pouco fácil de fazer. Por mais que muitos jogadores de FIFA não gostem da narração do jogo, principalmente por ela ser feita por alguém que não é narrador, que é o caso do Tiago Leifert, não tem como negar que a EA está muito à frente nesse quesito. A narração do Tiago é muito mais fluida que a do Milton Leite (narrador do PES), que por vezes chega a ser meio travada e deixa diversos momentos sem qualquer fala, enquanto a narração da EA quase nunca para, tem diversas curiosidades sobre muitos times e jogadores durante a partida, tornando ela muito mais dinâmica e próximas da realidade. Isso é algo na qual a Konami tem que trabalhar e muito para fazer ficar bom. Muitos jogadores brasileiros do PES preferem colocar a narração argentina ou até mesmo a japonesa.

  • Jogando off-line: EA (FIFA19)

Esse critério foi bem difícil de escolher o vencedor, resultando quase em um empate, mas resolvi dar a vitória para EA, por um simples motivo: Alex Hunter.

O modo história, criado pela EA, dividido em três parte, na qual a última é contada nesse FIFA 19 foi uma sacada excelente da empresa para vender mais. Eu, assim como muitos, fiquei curioso para saber o que mais poderia acontecer com Hunter na sua jornada para se tornar um ídolo mundial no futebol. Nessa versão, também saberemos mais da história da sua meio irmã Kim Hunter e do seu amigo de categoria de base Danny Willians.

Esse modo fez com que o jogo da EA ganhasse nessa categoria, pois, tirando isso, ambos oferecem modos de jogos normais e alguns até divertidos, como o jogo sem regras da EA ou até mesmo o mix de 4 times da KONAMI.

  • Jogando On-line: EA (FIFA19)

Esse modo, ao contrário do off-line, foi bem fácil de determinar o ganhador, por um simples motivo: a KONAMI não tem servidores dedicados ao jogo.

Esse fator faz com que as partidas on-line do PES apresentem muitos lags, pois depende muito da conexão de ambos os jogadores e todos nós sabemos como a internet aqui no nosso país está bem longe de estar entre as melhores.

  • Atualizações dos Times: EA (FIFA19)

Esse também ficou bem fácil de se determinar o vitorioso, até porque, quem inventou essas atualizações, foi a própria EA. A KONAMI copiou a ideia, mas ainda falta muito para chegar aos pés da concorrência. Mas isso não torna o jogo menos atualizado, por um simples motivo, que será nossa próxima comparação.

  • Edição do jogo: KONAMI (PES 2019)

Como o jogo da KONAMI não é atualizado com tanta frequência como o da EA e mesmo quando é, ainda falta algum foco nos times da América do Sul, a própria empresa disponibiliza um menu para podermos editar o jogo inteiro, praticamente.

Nele, podemos colocar os famosos option files, tão conhecidos dos jogadores da KONAMI, onde fica parecendo que o jogo é totalmente licenciado, com a possibilidade de adição e edição de novos jogadores, times, escudos, etc. Nesse modo também existe a parte na qual você mesmo pode fazer as suas transferências, caso não queira esperar a atualização do jogo. Novamente, esse foco é melhor nos times sulamericanos, pois os times europeus até que recebem uma boa atenção da empresa.

Enfim, esses foram os itens que eu avaliei para determinar qual jogo é “melhor”. Em conclusão, caso você queira jogar um SIMULADOR de futebol, creio que o FIFA19 será a sua escolha. Agora, caso você queira um jogo mais ARCADE, para uma diversão maior, certamente o PES 2019 te agradará mais. Porém, gostaria de deixar claro que ambos os jogos são muito bons, mas obviamente, não são perfeitos, você vai ver reclamações de ambas as comunidades, mas o que importa no final é a sua diversão, afinal, é para isso que servem os jogos.

Anúncios

Jogadores se preparam para o “Dia D” no Black Desert Online

O servidor sul-americano do game comemora a chegada do Campo Sombrio com eventos especiais e um Diário de Viagem inédito

Aqueles que jogaram o Black Desert Online recentemente já devem ter passado algumas horas testando o Campo Sombrio, o modo Battle Royale do game. E agora, no próximo dia 27 de fevereiro, o novo modo de jogo será lançado oficialmente no servidor sul-americano do game e, para comemorar, a publisher preparou uma serie de missões especiais para os aventureiros do MMORPG.

Essas missões terão diferentes objetivos, como coletar itens, eliminar inimigos, sobreviver a batalhas e muito mais. Aos jogadores, basta completar a missão diária para receber uma Adaga de Ouro, ou então completar todas as fases para obter uma Caixa de Acessórios de Alta Qualidade II.

Campo Sombrio chega no fim do mês para os jogadores de Black Desert. (Foto: Divulgação)

Quem prefere explorar o mundo vasto e lúdico do Black Desert Online também não ficará sem novidades nos próximos dias, já que a partir da última atualização do game, na manhã de 13 de fevereiro, é possível acompanhar um inédito Diário de Viagem, com registros das incríveis aventuras vividas por Igor Bartali no mundo de Black Desert há cerca de 50 anos. Revivendo suas aventuras, os personagens receberão novas missões que, ao serem completadas, recompensarão os jogadores com um status bônus em seu personagem e toda sua Família.

Nos próximos dias, também será possível aproveitar a data mais romântica no Black Desert Online: o Dia de São Valentim, quando personagens poderão processar Chocolate e aproveitar seus efeitos in-game. Garrafas com Mensagens – que podem conter missões, itens e pergaminhos de chefes – também poderão ser encontradas no oceano durante uma sessão de pescaria. Tudo isso enquanto queimas de fogos de artifício ocorrem em grandes cidades deste vasto universo, Velia, Heidel e Calpheon.

Para os que ainda não fazem parte do time de aventureiros do MMORPG que chegou para revolucionar o gênero, o Black Desert SA preparou uma chave de acesso especial que permite jogar gratuitamente durante o período do evento Desafio do Nível 56. Após criar uma nova conta e resgatar o código “Achieve56levels” no site oficial do game, basta alcançar o nível 56 com um personagem dentro de 14 dias para receber um passe de jogo permanente. Mais detalhes sobre todos os conteúdos, eventos e promoções em: https://blackdesert.playredfox.com

Museu do Videogame Itinerante pela primeira vez no Shopping Metrô Itaquera

Evento reúne mais de 300 consoles, torneio de jogos, concurso de cosplay e campeonato de Just Dance

O Shopping Metrô Itaquera promove evento totalmente gratuito e aberto ao público, que resgata 46 anos de história dos videogames durante os dias 9 a 24 de fevereiro. Além da exposição com mais de 300 consoles de todas as gerações, visitantes contarão com torneios de jogos antigos, concurso de cosplay e torneio de Just Dance.

Diegho San, o brasileiro que é bicampeão mundial de Just Dance, será uma das atrações do Museu do Videogame Itinerante, durante o período de duração do evento no centro de compras. A atração traz mais de 300 consoles de todas as gerações em exposições, dezenas de videogames antigos para jogar, além de contar com o Palco Just Dance, simuladores de corridas, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes e as áreas PlayStation VR, Nintendo Switch e Xbox One X. 

Museu Intinerante do Videogame chega ao Shopping Itaquera. (Foto: Divulgação)

A exposição totalmente interativa resgata quatro décadas de história da evolução dos videogames. De acordo com Cleidson Lima,  curador do Museu do Videogame, entre as relíquias estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogame fabricado no Brasil); o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).

Um dos diferenciais do Museu do Videogame Itinerante é que, além de conhecer consoles e jogos raros, os visitantes também podem jogar em alguns videogames que fizeram história, tais como o Telejogo Philco-Ford, Atari 2600 , Odyssey, Nintendinho 8 bits, Master System, Mega Drive, Sega CD, Super Nintendo, Neo Geo, Panasonic 3DO, Turbografx, Nintendo 64, Game Cube, Sega Dreamcast, Xbox, Playstation 1, PlayStation 2, entre outros. 

Além das ilhas de antiguidades, o Museu do Videogame Itinerante também tem espaço para as novas gerações de consoles. Os visitantes poderão conhecer e jogar lançamentos da PlayStation em totens multimídia com PlayStation 4 já conhecidos nos grandes eventos de games no Brasil e no exterior. É possível também pilotar supermáquinas em cockpits para PS4 que trazem gráficos como se estivesse em uma pista real. 

Outra área de destaque será a do PlayStation VR, na qual os visitantes poderão experimentar a nova tecnologia de realidade virtual para os consoles PlayStation 4. Para os amantes da Nintendo, o evento contará ainda com a área do Switch, novo console da companhia japonesa que será uma mistura de console e portátil. Atração é o novo console da Microsoft: o Xbox One X.

Para aqueles que curtem dançar e suar a camisa, uma outra atração no evento será o palco Just Dance. Nele, o jogador é desafiado a imitar os mesmos movimentos de dançarinos profissionais virtuais e, assim, alcançar a melhor pontuação no ranking do evento. Os mais bem colocados poderão, inclusive, participar do concurso Just Dance, da Ubisoft, e faturar brindes e prêmios.

Um dos momentos mais aguardados será o concurso de cosplay, atividade em que as pessoas se caracterizam e interpretam seus personagens preferidos de anime (animações japonesas), mangá (quadrinhos japoneses) ou videogames.

Para mais informações sobre o Museu do Videogame, basta acessar o endereço www.facebook.com/museudovideogameitinerante ou o site www.museudovideogame.org.

Serviço

Museu do Videogame Itinerante

Data: 09 a 24 de fevereiro

Local: Shopping Metrô Itaquera (Av. José Pinheiro Borges, Itaquera, Praça de Eventos em frente à Nike)

Horário: De segunda-feira a sábado, das 10 às 22 horas, domingos e feriados, das 14 às 20 horas

Entrada gratuita

ENTREVISTA MICHAEL B. JORDAN, TESSA THOMPSON E FLORIAN MUNTEANU

Por Henrique Moita

Graças a Warner, nós do Diversório, tivemos a oportunidade de participar de uma mesa redonda com os atores principais da franquia Creed, Michael B. Jordan (Adonis Creed), Tessa Thompson (Bianca) e Florian Munteanu (Viktor Drago). Todos nos receberam muito bem, foram muito simpáticos e fizeram questão de expressar todo o carinho que eles têm pelos fãs brasileiros, que de acordo com eles mesmo, são os melhores e mais calorosos do mundo.

Michael, falou um pouco do seu personagem e como era carregar o legado de uma franquia de sucesso, como foi a franquia estrelada por Sylvester Stallone, Rocky. De acordo com o ator, fazer esse segundo filme, foi um pouco mais “fácil” do que o primeiro, pois no anterior ainda tinha um certo peso, por se tratar de um spin-off de um grande sucesso. Ele também falou que essa franquia não tenta competir com a franquia original, pois ela tem sua própria história para ser contada.

Um fato muito interessante sobre esse filme é que os atores, tanto Michael quanto Florian, deixaram claro que eles não consideram o personagem de Florian, Viktor, um “vilão”. Eles o consideram mais como um antagonista e em certo ponto, ambos acham que a personagem deveria ter ganho a luta final, por acreditarem que ele tinha motivos “melhores” para querer a vitória do que o próprio Adonis

Michael B. Jordan e Tessa Thompson participaram de mesa redonda sobre “Creed”. (Foto: Divulgação)

 Para os atores inclusive, era algo que está se tornando recorrente, mas não de uma maneira ruim, em algumas produções atuais, onde o filme não possui um vilão propriamente dito, mas sim um antagonista que, ao passar as suas ideias, chegam a fazer o público até se questionar se o que eles estão pensando e tramando está totalmente errado, como o personagem interpretado pelo próprio Michael B. Jordan, Killmonger, no filme Pantera Negra.

Para Florian, ainda assim o longa foi um pouco mais “difícil” de ser realizado, pelo mesmo motivo citado por Michael: ele era o “cara novo” no filme. Para ele, era o primeiro, então ele ainda tinha esse peso nas costas para carregar. Ainda mais interpretando um filme de um personagem tão icônico como Ivan Drago, interpretado por Dolph Lundgren.

Florian também falou que estava realizando um sonho em poder estar no Brasil, pois ele cresceu ouvindo o seu pai falando do país, principalmente sobre futebol e que ele esperava, assim como Michael em poder voltar o mais rápido possível, de preferência, sem essa “correria” que foi a primeira vez, já que eles estavam aqui para o painel da Warner, na CCXP.

 Tessa veio separada dos dois atores principais e foi também uma agradável surpresa para todos nós. Ela mesma tinha surgido de surpresa na própria CCXP no painel do novo filme do MIB, o qual ela protagonizará junto com Chris Hemsworth.

Na rodada de perguntas direcionadas a ela, Tessa falou que gostava muito da sua personagem na franquia de Creed, Bianca, e falou o quanto é importante para as mulheres que as atrizes estão interpretando cada vez mais personagens marcantes em grandes produções e que mesmo quando o foco da história não são elas, como é o caso de Creed, a história delas chega a ser tão interessante quanto a do personagem principal.

  Todos os atores falaram que gostariam de poder transformar Creed em uma franquia tão boa quanto foi Rocky, mas que obviamente, por questões contratuais eles não podiam revelar se veremos Michael e companhia voltando as telas para nos mostrar mais da história de Adonis.

Pessoalmente, acho que se continuassem com a história, a Warner estaria fazendo mais um fanservice. Mas como já me tornei um grande fã dessa franquia, espero que meu “service” seja atendido e que possamos voltar a ver mais desses incríveis personagens. Inclusive, quem sabe, mostrando mais da ligação criada por Adonis e Viktor.

Quadrinhos mensais da Disney voltam ao mercado brasileiro em março

A Editora Culturama é a nova responsável pela publicação das histórias em quadrinhos mensais da Disney no Brasil. A empresa vai publicar, em um primeiro momento, cinco revistas, todas com aventuras inéditas. Entre os personagens principais estão Mickey, Minnie, Donald, Tio Patinhas, Pateta, Margarida, Peninha, entre outros.

As primeiras revistas começam a ser comercializadas em março e iniciarão do número 0. “Pensamos em zerar as edições, pois queremos marcar esse novo momento pelo qual as HQ’s estão passando. Sabemos que esse produto tem uma tradição e não vamos acabar com isso. Convidamos o Paulo Maffia, ex-editor da Abril, para fazer parte da equipe, pois ele tem conhecimento e experiência. Nossa ideia é manter os pontos positivos das revistas que eram produzidas e acertar os pontos negativos”, afirma Fabio Hoffmann, diretor da Culturama.

Quadrinhos da Disney voltam a ser publicados no Brasil. (Foto: Divulgação)

No futuro, a editora pretende ter uma produção própria de histórias em quadrinhos Disney. “Hoje, a maioria das histórias vem da Itália e da Dinamarca, por isso, estamos analisando a possibilidade de criar roteiros aqui no Brasil, principalmente do Zé Carioca, que é um personagem muito querido pelo público” acrescenta Hoffmann.

Sobre as edições colecionáveis em capa dura, que eram produzidas anteriormente, Hoffmann esclarece  que esse tipo de produto não está contemplado no contrato firmado com a Disney. “Temos algumas ideias além das revistas mensais, mas tudo precisa ser aprovado previamente”.

Cartoon Network e Turma da Mônica lançam tirinhas digitais com cross entre personagens

Jake, Gumball, Ben10 e outros personagens favoritos do Cartoon entraram de vez no mundo dos quadrinhos com historinhas divertidas junto com a turminha

Os personagens do Cartoon Network e da Turma da Mônica vão ganhar as redes sociais com tirinhas digitais divertidas e exclusivas. Isso mesmo! Você verá a Magali fazendo cosplay de Steven Universo; o Xaveco com o Irmão do Jorel; o Cebolinha com o Clarêncio; a Mônica com as Meninas Superpoderosas e muito mais.

cross entre os personagens é parte da estratégia multiplataforma do Cartoon Network e uma iniciativa inédita entre as duas marcas, ampliando a parceria que já dura 14 anos. “Depois do sucesso que tivemos com o especial ‘Surra de Sansão’ em novembro, enxergamos uma grande oportunidade de conexão com os fãs também em conteúdo digital, por isso, esta é a primeira de outras ações que ainda estão por vir”, conta Adriana Alcântara, diretora sênior de conteúdo e produção nacional do Cartoon Network.

Turma da Mônica realiza crossover com personagens do Cartoon Network. (Foto: Divulgação)

Os personagens escolhidos e as temáticas envolvidas no conceito criativo das tirinhas estão diretamente relacionadas às iniciativas do Cartoon Network para 2019 e temáticas que são comuns entre as duas marcas, como é o caso do universo de cosplay, por exemplo. “Tentamos focar nas nossas propriedades conhecidas pelo público, como Steven Universo e Hora de Aventura; apresentar as novas, como O Mundo de Greg; ressaltar as que já são sucesso como Ben 10 e comemorar os 20 anos das Meninas Superpoderosas. E claro, valorizar as que são made in Brazil, como Irmão do Jorel”, explica a executiva. Todo trabalho foi desenvolvido em conjunto com as áreas criativas das duas marcas para alinhar as linguagens e criar um conteúdo que fizesse sentido para o mundo dos quadrinhos.

“Somos mais que parceiros do Cartoon Network, somos verdadeiros fãs do canal. Temos uma longa e sólida relação e trazer as duas famílias de personagens para as histórias em quadrinhos, que são nosso formato mais tradicional, foi mais um desafio que tivemos a honra de participar. Esperamos que o público goste do resultado tanto quanto nós”, revela Mônica Sousa, diretora executiva da MSP.

Em novembro de 2018, o Cartoon Network dedicou o mês inteirinho para a dona do coelho mais famoso do mundo, com uma iniciativa especial que começou no cinema, passou pela TV, foi para as redes sociais e fechou com um caminhão cheio de Sansão circulando pelas ruas de São Paulo. O resultado foi incrível! Com esta iniciativa, o canal cresceu em novembro 19% entre as crianças de 4-11 em relação ao mês anterior. E o especial esteve presente entre os 15 melhores programas do Cartoon Network entre as crianças com TV Paga de 4-11 anos em novembro. ¹

showpage de Turma da Mônica no site do Cartoon Network recebeu mais de 65 mil visitas ao longo do mês de novembro. Os vídeos de Turma da Mônica Toy representaram 14% do consumo total de vídeos do site no período.

‘The Big Bang Theory’ e ‘Young Sheldon’ estreou sexta no Globoplay

Maior plataforma de streaming brasileira disponibiliza as comédias para seus assinantes a partir do dia 25

Uma das comédias mais bem-sucedidas e longevas da TV mundial chega ao Globoplay nesta sexta-feira, 25. ‘The Big Bang Theory’ estreia na plataforma de streaming simultaneamente a ‘Young Sheldon’, spin-off da série que há 12 anos mantém uma legião de fãs no mundo todo. Os assinantes Globoplay poderão assistir online aos episódios das duas produções.

The Bing Bang Theory está disponível no GloboPlay. (Foto: Divulgação)

‘The Big Bang Theory’ estreou em 2007 nos Estados Unidos e se tornou um fenômeno global. A série mostra as situações divertidas e um tanto embaraçosas em que os amigos Leonard (Johnny Galecki) e Sheldon (Jim Parsons), dois jovens e brilhantes físicos que dividem o mesmo apartamento, se envolvem quando Penny (Kaley Cuoco), jovem aspirante a atriz, se muda para o apartamento ao lado. Nesta semana, serão disponibilizados os episódios das quatro primeiras temporadas.

Assinantes do GloboPlay podem assistir Young Sheldon. (Foto: Divulgação)

A primeira temporada de ‘Young Sheldon’ também entra no catálogo da plataforma nesta sexta. A comédia, derivada de ‘The Big Bang Theory’, mostra a infância de Sheldon, desta vez interpretado por Iain Armitage. Na série, os fãs da atração acompanham a vida do garoto quando ainda frequentava a escola e a relação com a família no Texas. ‘Young Sheldon’ estreou em 2017 nos Estados Unidos e é narrada por Jim Parsons, intérprete do físico em ‘The Big Bang Theory’.


Far Cry New Dawn: Trailer de História



 Os problemas acabam de se tornar reais. Enfrente bandidos implacáveis e suas líderes, As Gêmeas, enquanto tentam sobreviver em um perigoso ambiente pós-apocalíptico. Forme alianças inesperadas, monte um arsenal mortal a partir de sucatas de equipamentos e outras armas, e acabe com qualquer ameaça. Por um tempo houve paz e prosperidade, mas tudo está um caos novamente! Far Cry New Dawn chega ao PS4, Xbox One e PC em 15 de fevereiro de 2019.

Mais informações em www.farcrygame.com