Arquivo da categoria: Livros

Romance gay fala sobre racismo e relacionamento abusivo

Publicado de forma independente em 2018, o livro vendeu mais de 20 mil exemplares e figurou em 1º lugar dos mais vendidos na categoria LGBT da Amazon. Agora, Querido Ex é publicado pela Editora Galera Record, pioneira na inserção da diversidade na literatura

(Foto: divulgação)

Publicado de forma independente em 2018, Querido Ex chega às livrarias pela Editora Galera Record. O sucesso, escrito por Juan Jullian, já vendeu mais de 20 mil exemplares, esteve em 1º lugar, durante 100 dias seguidos, na lista dos mais vendidos na categoria LGBT da Amazon e, com a censura na venda de livros dessa temática na Bienal do Rio de Janeiro, em 2019, o título vendeu 10.00 e-books em um só dia. A história, que atraiu essa legião de leitores, reflete sobre problemas reais, como homofobia, racismo e relacionamento abusivo, mas regada de referências do mundo pop – de Lady Gaga à Nicki Minaj – e uma boa comédia agridoce. Afinal, o que você faria se o seu ex-namorado virasse, do dia para noite, a maior celebridade do país? Essa nem mesmo Taylor Swift seria capaz de responder.

Haviam se passado seis dias desde que o casal chegou de uma viagem inesquecível e, quando até um pedido de casamento parecia possível de acontecer, o ex resolve terminar o relacionamento! Após dois anos tentando se encaixar na vida, nos planos e nos desejos, de quem agora é uma subcelebridade nacional, o nosso protagonista decide escrever dezenas de cartas (quase um exposed do querido ex). Cursando Macroeconomia pela terceira vez, vivendo na caótica e belíssima cidade do Rio de Janeiro, o autor dos desabafos nos convida a se aventurar nesse conto – não muito de fadas – de um garoto carioca pós-moderno.

Não é fácil perceber que está vivendo em um relacionamento abusivo. Por isso, apenas quando decide depositar suas mágoas no papel, o protagonista reflete sobre os comportamentos do seu ex, antes completamente naturalizados, mas que não eram nada saudáveis. Pior, eram preconceituosos. Os comentários gordofóbicos e machistas sobre sua amiga não eram raros, a tentativa em diminuir a aparência do protagonista já eram de praxe. Sua militância era de telão. Agora que o namorado preto, de cabelo crespo, deu lugar ao seu parceiro branco, que mais parece ter saído de uma revista masculina, a subcelebridade – e também a sua mãe – devem estar satisfeitos. O casamento já tem até data marcada.

Os abusos, porém, ultrapassavam a questão estética. Nos seus relatos, ele descreveu o enorme desgasto psicológico em estar com alguém que só tentava diminuí-lo. Porém, como já esperado, existiam os momentos bons, que apesar de não compensar os ruins, acabavam sendo aceitáveis. Para, além disso, o protagonista também relata traições e a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) no tratamento contra o HIV. Fazendo uma referência ao livro de Lucas Rocha, um romance LGBT que trata sobre o tema, publicado também pela Editora Galera, Juan Jullian escreve que “no final do dia, você ainda tem a vida inteira”. 

As reflexões, motivadas pelo luto, acabam guiando uma incrível jornada de autoconhecimento. Através da história de um protagonista gay e negro, Juan Jullian consegue inserir em Querido ex (Ed. Galera) debates necessários equilibrados com situações cômicas. Será que o seu querido ex vai receber suas cartas? As suas duas mães (sim, o protagonista tem duas mães!) vão comparecer no casamento da nova subcelebridade do país? Para saber a resposta, é importante estar preparado para o plot twist no final do livro.

Galera Record lança boxes de Sarah J. Mass e Colleen Hoover

Os quatro volumes da série Corte de Espinhos e Rosas e os sucessos de Collen Hoover chegam às livrarias, em formatos de boxes, pela Editora Galera Record. Com novo projeto gráfico, o Box Corte de Espinhos e Rosas apresenta a história de Feyre, filha de um casal de mercadores, que é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. A narrativa, guiada pela incrível criatividade de Sarah J. Mass, convida o leitor a conhecer um mundo onde humanos foram escravizados por fadas durante séculos. Com três obras de sucesso reunidas, o Box Collen Hoover apresenta boas histórias românticas alinhadas com importantes reflexões, como machismo e relacionamento abusivo.

(Foto: divulgação)

Box Corte de Espinhos e Rosas

A obra de Sarah J. Mass, best seller do New York Times, traz uma releitura fascinante do clássico A Bela e a Fera, mas diferente do conto de fadas, a autora revela personagens corajosas e cheias de nuances. Nesse universo místico, o leitor conhece um mundo onde humanos foram escravizados por fadas durantes séculos e, agora, vivem uma relação difícil.

Corte de Espinhos e Rosas

Corte de névoa e fúria

Corte de Asas e Ruína

Corte de Gelo e Estrelas

Autora: Sarah J. Mass

Tradução de Mariana Kohnert 

1.416 págs | Preço:  R$ 199,00

Editora Galera | Grupo Editorial Record

(Foto: divulgação)

Box Colleen Hoover

Equilibrando a narrativa romântica com temas extremamente relevantes, confundindo realidade com ficção, Colleen Hoover apresenta em seus livros histórias sensíveis com poderosos personagens. Neste Box, a autora best-seller convida os leitores a mergulharem nas suas três obras de sucesso que conquista corações por onde passa.

Novembro, 9
É assim que acaba
Tarde demais

Autora: Colleen Hoover

Tradução de Ryta Vinagre,Priscila Catão e Alda Lima

974 págs | Preço:  R$ 99,90

Editora Galera | Grupo Editorial Record

LEGO vira coleção de livros infantis

“Faça seu próprio filme” e “Rações em cadeia” são títulos da Catapulta Editores

(Foto: divulgação)

Unir diversão, criatividade e aprendizado é a proposta dos livros LEGO, da Catapulta Editores. Os títulos “Faça seu próprio filme” e “Reações em cadeia” são recomendados para crianças a partir de oito anos. As obras são práticas e oferecem diversas atividades para brincar quantas vezes quiser.

Imagine uma pilha de blocos que as crianças podem transformar em 10 incríveis máquinas com diferentes ações. Essa é a proposta do livro “Reações em Cadeia”. A cada página, as 33 peças LEGO fazem parte da história e construção de itens que os pequenos poderão fazer com a obra.

No título, as crianças podem criar até 10 projetos fascinantes, com diferentes tipos de movimentos. Trampolim impulsionador, rampas elevatórias e dominó são alguns deles. Os projetos podem ser combinados entre si para gerar reações maiores.

(Foto: divulgação)

O livro “Faça seu próprio filme” funciona como um guia para iniciantes em animação stop-motion. A obra contém dicas, truques e orienta a usar celular, tablet ou computador para criar clipes curtos e engraçados. O título também traz truques para quem possui habilidades mais avançadas, como iluminação, efeitos sonoros e ângulos de câmera.

Com a obra, é possível produzir até 10 “minifilmes”, guiados pelas 78 páginas de ideias para inspirar as crianças. O livro inclui 36 elementos LEGO, cenários de papel destacáveis e cartões moldados para animação.

A coleção LEGO, “Reações em cadeia” e “Faça seu próprio filme”, está disponível no nosso e-commerce (www.catapultalivros.com.br). Além disso, é possível encontrá-la nas principais livrarias do país, em lojas físicas ou online, pelo preço sugerido de R$ 89,90 cada título.

DarkSide Books lança Antologia Dark, uma homenagem ao rei do terror Stephen King

COLETÂNEA REÚNE CONTOS DE AUTORES BRASILEIROS QUE SE INSPIRARAM NA OBRA DE KING

(Foto: divulgação)

Dono de um legado incomparável que reúne mais de 60 livros, venda de mais de 300 milhões de exemplares e 50 prêmios, Stephen King é responsável por inspirar grandes nomes do terror contemporâneo. Para enaltecer o autor e sua obra, a DarkSide Books lança “Antologia Dark”, uma homenagem e um agradecimento por suas palavras terem formado leitores e transformado vidas.

Editada e organizada por Cesar Bravo — autor de “VHS: Verdadeiras Histórias de Sangue” e “Ultra Carmem” e tradutor de “The Dark Man” —, a antologia traz histórias inspiradas nos grandes clássicos de King: “Cemitério Maldito”, “O Iluminado”, “A Dança da Morte”, “Carrie: A Estranha”, “A Torre Negra”, entre outros.

Esse é o primeiro volume de uma coleção que vai promover a importância do conto no universo do horror e o diálogo entre autores nacionais e grandes mestres da literatura dark. Além de Cesar Bravo, entre os autores que assinam os contos de “Antologia Dark” estão Cláudia Lemes, Vitor Abdala, Ferréz, Carol Chiovatto, Everaldo Rodrigues, Marco de Castro, Ilana Casoy, Fernando Toste, Alexandre Callari, Antonio Tibau, André Pereira, Soraya Abuchaim e Andrea Killmore (Ilana Casoy e Raphael Montes).

As ilustrações exclusivas são do brasileiro Hokama Souza — já conhecido dos darksiders pelo seu trabalho em “Medo Clássico: Edgar Allan Poe Volume 2”.

E, dando sequência à coletânea, o próximo homenageado será ninguém menos que o genial e maldito Edgar Allan Poe, considerado o grande nome da literatura fantástica e de horror.

Criador dos super-heróis da Marvel, Stan Lee publica livro pela Editora Record

A mente criativa por trás de Vingadores, Pantera Negra, Homem-Aranha, Quarteto Fantástico e Homem de Ferro, apresenta Um truque de luz, junto com a autora Kat Rosenfield e cocriação de Luke Lieberman e Ryan Silbert.

(Foto: divulgação)

Nia é uma hacker talentosa, mas solitária, que vive em completo isolamento com seu rigoroso pai. Proibida, desde sempre, a ter contato com o mundo externo, tudo que ela conhece são apenas representações da realidade, demonstradas na sala virtual de sua casa ou pela internet. Especialista em redes sociais, ela é extremamente popular e tem mais de um milhão de amigos, mas nenhum sabe a verdade sobre ela. Até que Nia conhece Cameron Ackerson, através de um jogo na internet, e o futuro dos dois adolescentes de 17 anos muda completamente.

Cameron buscava a fama como Youtuber, focado em explorar os mistérios do lago Erie, onde seu pai desapareceu sem deixar nenhuma pista. Porém, no meio de uma live diretamente de seu barco, o adolescente é atingido em cheio por um raio de tempestade que parece desafiar as leis da física. A cicatriz no rosto e as inúmeras lesões nos nervos não foram as únicas mudanças provocadas pelo acidente, agora ele possui um surpreendente talento cibernético: a capacidade de manipular computadores e eletrônicos com a mente.

O adolescente sempre foi um gamer, um programador e combinava componentes de softwares, mas isso é bem diferente. Agora ele é capaz de hackear os sistemas da própria casa, sincronizar a cafeteira com o horário que sua mãe acorda e até as luzes e o volume da TV diminuem quando ela cai no sono no sofá. Seu cérebro está avivado pelo fluxo de dados, enviando, recebendo, processando e resolvendo problemas. Porém, Cameron e Nia querem fazer algo maior: a Operação Justiça Cósmica. O objetivo é consertar tudo que há de incorreto nas relações humanas e isso vai chamar atenção de forças perigosas, colocando em risco o futuro do mundo.

Será que Nia vai desafiar o pai e ficar livre da sua prisão particular? Em um universo pautado pela tecnologia, é possível dizer que os personagens sejam humanos? E os poderes de Cameron serão o suficiente para driblar as autoridades desse e do outro mundo? As respostas, repletas de aventuras alucinantes em um universo criado pela imaginação sem limites, são reveladas em Um truque de luz (Ed. Record), primeiro volume da série Alianças de Stan Lee. Ao final do livro, Ryan Silbert e Luke Lieberman convidam os leitores a conhecerem o processo criativo do livro e a magia de trabalhar com Stan Lee.

“Dos X- -Men, os intermediários que Stan teve para tratar do movimento pelos direitos civis, ao Pantera Negra, que dava uma perspectiva de consciência social para o futuro, até as reflexões do Surfista Prateado sobre as trevas que nos movem, sobre os conflitos no Vietnã e além, Stan percebeu a oportunidade de seus simples “e se” levantarem questões muito maiores a respeito de quem somos e de como optamos por viver.
Vimos essa mágica tomar forma em primeira mão.”
– Ryan Silbert e Luke Lieberman, Um truque de luz.

Com a marca de Jo Nesbø

O inspetor Harry Hole está de volta em Faca, eletrizante trama com a assinatura de um dos maiores nomes do thriller da atualidade

(Foto: divulgação)

Uma mulher é encontrada morta em sua casa. As janelas estão todas trancadas, assim como a porta. Tudo relacionado ao caso deixa a Divisão de Homicídios da polícia de Oslo em choque, sem saber por onde começar a investigação. Enquanto isso, na manhã posterior ao assassinato, Harry acorda com sangue nas mãos, mas não se lembra de nada da noite anterior. Ele está se afundando cada vez mais na bebida desde que Rakel o deixou.

O famoso Harry Hole agora trabalha preenchendo papelada e resolvendo casos menores, mas isso não o impede de se envolver pessoalmente na investigação. A arma do crime, uma faca, e seu caráter pessoal o fazem pensar em um único nome… Enquanto isso, uma mulher presta queixa por estupro. Svein Finne está de volta, a primeira prisão de Harry, o primeiro serial killer, e tudo leva Harry a crer que os casos estão conectados e que Finne é o responsável.

Porém, no desenrolar da investigação, Harry começa a recuperar fragmentos da memória da noite do crime e se convence cada vez mais de que pode ter se envolvido de alguma forma no assassinato. Quando os jornais noticiam que ele é o culpado, Harry terá de fazer de tudo para provar sua inocência e descobrir o verdadeiro culpado, mesmo que isso custe sua vida.

Faca é o caso mais difícil do inspetor Harry Hole, que precisa lidar com questões pessoais em um livro para os maiores fãs da série e para os recém-chegados. Um caso que apenas a mente mais brilhante – e mais transtornada – da polícia de Oslo pode solucionar.

‘O Mal Nosso de Cada Dia’, que deu origem ao novo longa da Netflix, é lançado pela DarkSide Books

O LIVRO DO NOVO AUTOR DA EDITORA, DONALD RAY POLLOCK, FOI ADAPTADO PARA O FILME ‘THE DEVIL ALL THE TIME’

(Foto: Divulgação)

Donald Ray Pollock, o novo autor da DarkSide® Books, constrói com maestria uma trama hiperviolenta, ambientada numa cidadezinha de Ohio (EUA), no pós-Segunda Guerra no livro “O Mal Nosso de Cada Dia”, que será lançado em 30 de julho. A história é repleta de personagens estranhos e bem construídos em um cenário devastador, cruéis o suficiente para cometerem crimes com a casualidade de quem troca de roupa. Mas isso não é tudo. Há muito mais por trás das manchas de sangue, da avareza e da mesquinharia: o desespero e as limitações de uma cidade pequena, a frustração de seus habitantes, a síntese de quem não equilibra luz e sombra dentro de si.

Pollock cresceu em pequenas cidades de Ohio, como a representada em “O Mal Nosso de Cada Dia”, seu primeiro romance, publicado quando ele já tinha 56 anos. Antes disso, ele trabalhava como motorista de caminhão. Aos 45 anos, começou a estudar e a escrever. Hoje, Pollock se insere na linhagem dos grandes contadores de histórias da América, como John Steinbeck e seu realismo, William Faulkner e Flannery O’ Connor e o magistral gótico sulista e Cormac McCarthy e seu visceral “Onde os Velhos Não Têm Vez”.

Em setembro, a Netflix lança uma adaptação cinematográfica de “O Mal Nosso de Cada Dia”. A produção original “The Devil All The Time” conta com direção do brasileiro Antonio Campos (Afterschool e The Sinner) e produção do ator Jake Gyllenhaal. O elenco é protagonizado por Sebastian Stan (Capitão América), e traz ainda Tom Holland (Homem-Aranha), Robert Pattinson (O Farol), Bill Skarsgard (It: A Coisa), Mia Wasikowska (Alice no País das Maravilhas) e Eliza Scanlen (Objetos Cortantes).

“O Mal Nosso de Cada Dia” pode ser encontrado em livrarias físicas e on line. E na DarkStore, a loja on line da DarkSide. Quem adquirir o livro na DarkStore (promoção exclusiva) ganha também um caderno que traz na capa a placa da cidadezinha da história: https://www.darksidebooks.com.br/o-mal-nosso-de-cada-dia.

Sinopse:

Em uma cidade esquecida no interior de Ohio, a esposa de Willard Russell está à beira da morte, não importa o quanto ele beba, reze ou faça sacrifícios e oferendas. Com o passar dos anos, seu filho Arvin, uma criança negligenciada, torna-se um homem frio e cruel. Em torno deles, circula um nefasto e peculiar grupo de moradores — um insano casal de assassinos em série, um pastor que come aranhas e um xerife corrupto —, todos entrelaçados numa viciante narrativa da mais corajosa e sombria lavra americana.

Se você é apaixonado por histórias sombrias e sinistras, O Mal Nosso de Cada Dia é o som e a fúria da nova literatura. Feche os olhos e comece a rezar.

O IMPÉRIO DOS GIBIS: A Incrível História dos Quadrinhos da Ed. Abril

Os jornalistas Manoel de Souza e Maurício Muniz revelam fatos inéditos e bastidores surpreendentes da editora que revolucionou a cultura no Brasil por meio das HQs

(Foto: Divulgação)

Por sete décadas, a Editora Abril foi a mais importante empresa do mercado editorial brasileiro, com uma trajetória iniciada em 1950, quando seu fundador, o italiano Victor Civita, lançou com sucesso seu primeiro produto, a edição inicial da revista Pato Donald…

Ou, ao menos, esta é a versão oficial, que não corresponde exatamente à realidade: o Pato Donald não foi a primeira publicação da Abril, uma empresa fundada antes do que se imagina, em 1947, e sem qualquer envolvimento de Victor.

Estes e outros fatos obscuros e surpreendentes sobre a editora são finalmente revelados pelos jornalistas Manoel de Souza e Maurício Muniz no livro O IMPÉRIO DOS GIBIS: A INCRÍVEL HISTÓRIA DOS QUADRINHOS DA ED. ABRILda recém-inaugurada editora Heroica.

O projeto, da dupla de especialistas no ramo da cultura pop e geek, exigiu mais de 18 meses de pesquisa, buscas em mais de 300 periódicos e documentos antigos, conversas com 46 figuras-chave na história da Abril em 63 horas de entrevistas gravadas e a leitura de mais de 2 mil quadrinhos lançados pela empresa ao longo de sete décadas. Tudo isso para apresentar um panorama que se confunde com a própria história do mercado editorial brasileiro, desde os tempos em que o material de reprodução dos gibis demorava seis meses para chegar ao país em longas viagens de navio, até a revolução da era dos computadores, em que se tornou possível baixar arquivos de revistas em poucos minutos pela internet. Editora que encantou gerações Por anos, a Abril foi responsável pela publicação, no Brasil, das principais franquias dos quadrinhos, como Disney (com Pato Donald, Mickey e Zé Carioca), Marvel (Capitão América, Homem-Aranha e Wolverine), DC (Batman, Superman e Mulher-Maravilha) e MSP (com os personagens de Mauricio de Sousa).

Aliás, o famoso criador da Mônica elogiou bastante O IMPÉRIO DOS GIBIS numa live transmitida em 4 maio, Dia Mundial do Livro. Nesse bate-papo patrocinado pela Câmara Brasileira do Livro, Mauricio de Sousa indicou O IMPÉRIO DOS GIBIS como uma obra essencial para conhecer o mercado de quadrinhos no Brasil – inclusive ficando surpreso com a quantidade de detalhes que o livro traz sobre seu conturbado relacionamento com a Abril. O setor de quadrinhos da editora dos Civita encantou gerações, mas escondeu brigas internas, polêmicas, estratégias de mercado um tanto questionáveis e traições que parecem saídas de um romance de intrigas políticas. Hoje pode parecer difícil de acreditar, mas os quadrinhos infantis da Abril foram alvo até de rigorosa atenção dos órgãos de censura durante o governo militar! Primeira tiragem esgotou-se em 48 horasO IMPÉRIO DOS GIBIS foi viabilizado originalmente por meio da plataforma de financiamento coletivo Catarse, conseguiu reunir quase 600 apoiadores e arrecadou o dobro do valor inicialmente pretendido. Isso possibilitou a impressão de uma tiragem inicial de 1.200 exemplares – que, para surpresa dos autores, esgotou-se em 48 horas por meio de vendas realizadas pelo site da Heroica, em abril de 2020. Agora, a segunda tiragem, recém-impressa, está disponível para venda e pronta entrega com exclusividade em www.editoraheroica.com.br.

O volume de 544 páginas ainda vem acompanhado de marcador de páginas e 30 cards exclusivos, tamanho 10 cm x 15 cm, que mostram capas das mais importantes revistas em quadrinhos da Editora Abril.

SERVIÇO
O Império dos Gibis: A Incrível História dos Quadrinhos da Ed. Abril
Autores: Manoel de Souza e Maurício Muniz
544 páginas (480 PB e 64 COR)
Lombada quadrada
Formato: 15,6 x 22,8 cm
Capa em Cartão 250g
Miolo PB em Pólen Soft 70g
Miolo COR em Offset 90g
Preço até 31/7: R$ 84,90 (frete incluso e pagamento em até 12 vezes)
Vendas: 
www.editoraheroica.com.br

E-book “A Garota do Lago” chega com exclusividade no aplicativo Skeelo

Suspense brilhante e assombroso absorve os leitores com reviravoltas inesperadas

(Foto: Divulgação)

O Skeelo, maior plataforma de livros digitais do país, disponibiliza para seus assinantes a versão exclusiva do e-book “A Garota do Lago”. Escrito por Charlie Donlea, que brinca com a mente dos leitores, levando-os a deduzir a todo momento possíveis suspeitos, o livro de ficção cativa da primeira à última página e tece um conto curioso sobre duas mulheres fascinantes: uma viva e outra morta, ambas vítimas de crimes à procura de justiça, redenção e, em última instância, paz.

O acesso aos livros do Skeelo é disponibilizado como benefício aos clientes de telefonia pós-paga das operadoras Claro, TIM, Oi, Nextel e Algar Telecom e também tem parceria com o Banco do Brasil e empresas de TV por assinatura. Mensalmente o aplicativo oferece a seus usuários um título best-seller, sendo possível a troca prévia de acordo com o interesse pessoal de cada leitor. O catálogo inclui mais de 1000 títulos disponíveis.

Para mais informações acesse: http://www.skeelo.app

Garota Chocrível: o diário de uma adolescente dos anos 80

Conheça uma época sem wi-fi e divirta-se com as paquerinhas, o walkman e as brincadeiras ao ar livre de quase 40 anos atrás no lançamento autobiográfico de Márcia Marques

(Foto: Divulgação)

Eu – Diário de uma garota Chocrível conecta a realidade dos anos 80 com os adolescentes do novo milênio por meio da tecnologia. No e-book e aplicativo da Série Chocrível, o público moderninho mergulha em uma época sem internet e no auge de grandes nomes da música nacional e internacional. A obra é resultado da reunião dos diários da adolescência de Márcia Marques, escritora da obra e criadora da Série Chocrível.

Desde a separação dos pais durante a infância até os conflitos e desafios de uma garota na adolescência, Maia de Oliver, protagonista da história, narra sua trajetória em busca do próprio destino e do “feliz para sempre” dos contos de fadas. Com as amigas Vic e Carol, Maia enfrenta as paqueras, o primeiro beijo, o desafio do vestibular e a dor da morte.

“Estou atordoada com toda a conversa sobre o meu futuro, e me assusto mais ainda quando ele me fala da morte.
– É isso mesmo, filha – falou.
– Um dia seu pai não vai estar mais aqui, e você com seus irmãos darão continuidade às empresas – continuou falando.
Levei um choque de REALIDADE.
Não posso nem imaginar nada disso.
– Venha tomar conta do que é seu. A escolinha não é sua – ele insistiu.
– Você tem que pensar no futuro, um dia ele chega – continuou falando.” (Eu – Diário de uma garota Chocrível, pág.364 e 365)

Além da lições aprendidas pela protagonista, a obra apresenta um dicionário maranhês que auxilia na compreensão da história e enriquece o vocabulário do leitor. Já o aplicativo de realidade aumentada propõe um álbum de figurinhas virtual, entretenimento clássico da época.

Eu – Diário de uma garota Chocrível é dedicado a adolescentes curiosos sobre a cultura dos anos 80 ou para os adultos saudosistas daquela geração. Além da diversão garantia, a obra deixa a inspiração para que, no futuro, diários da década de 2020 sejam também ponto de partida para novas produções nostálgicas como é a Série Chocrível.

 Ficha Técnica:
Título
: Eu – Diário de uma garota Chocrível
Autor: Márcia Marques
ISIN: B083THJBR7
Páginas: 346
Preço: R$19,79
Link de venda:  https://amzn.to/3ddNaYD

Sinopse: Maia de Oliver é uma garota comum com uma história incomum. É sonhadora e adora a vida que leva. Vive feliz com a família numa pequena cidade cercada de amigos, onde semeou seus maiores sonhos. A separação dos pais deixa marcas que só se manifestariam anos mais tarde, onde busca respostas sobre a decisão da mãe em deixá-la para trás. Desde então, passa a morar com o pai e conta com o apoio de sua nova mulher para realizar muitas aventuras na adolescência. Até que tudo desmorona de novo. Entre os momentos difíceis, ela encontra na escola verdadeiras amizades e uma forma de se expressar através da dança, um sonho distante dos planos traçados para sua vida. Vic e Carol, suas melhores amigas, compartilham momentos mágicos e muito divertidos nessa história apaixonante, onde Maia conhece seu paquera oficial e fica sem saída com um beijo roubado. Seu diário, o confidente, guarda todos os seus segredos e os sentimentos mais profundos quando ela se depara com o fim de seu mundo.