Arquivo da categoria: Livros

Galera lança thriller juvenil cheio de referências pop e de política internacional

image004 (1).jpgAutora do best-seller “Anatomia de um excluído”, a autora Andrea Portes tem como forte característica de seus textos um humor sarcástico e esperto, além de toneladas de citações de cultura pop. Em “Liberdade”, que chega às livrarias em abril pela Galera, ela conduz o leitor habilmente por um thriller de espionagem juvenil com uma protagonista inteligente e mordaz – que parece sempre estar numa  divertida conversa informal com o leitor –, e ainda cheio de referências de bandas, filmes de arte e muita política internacional.

Na trama, Paige Nolan é uma jovem extraordinária: aos 17 anos, fala diversas línguas, é faixa preta em diferentes categorias de luta e tem uma consciência política bem acima da média. Isso ela aprendeu com os pais, jornalistas e ativistas acostumados a denunciar violações de direitos humanos pelo mundo. Os dois morreram durante uma missão na Turquia, ou pelo menos isso é o que Paige acredita, já que os corpos nunca foram encontrados.

Quando ela decide bancar a heroína numa lanchonete e derruba dois brutamontes com as próprias mãos, acaba chamando a atenção de uma agência de espionagem secreta. A missão designada para ela: encontrar Sean Raynes, um de seus heróis, que agora vive na Rússia, e descobrir que informações confidenciais ele anda escondendo.  Sean foi o homem responsável por expor técnicas inconstitucionais de espionagem usadas pelo governo americano – qualquer semelhança com a história de Edward Snowden não é mera coincidência. Apesar de resistente à ideia de trair o homem a quem admira, ela acaba aceitando, já que a tal agência alega ter informações privilegiadas sobre seus pais, que ainda estariam vivos.

Assim, depois de um treinamento intensivo, Paige embarca para a Rússia em sua primeira missão. Além da narrativa de thriller que prende o leitor, a autora capricha no humor em observações hilárias sobre o comportamento e a cultura russa e americana, e seus contrastes. Em meio a amizades surpreendentes, lealdades duvidosas e a perseguição da máfia russa, a protagonista vai desafiar suas convicções.

Andrea Portes é a autora best-seller de “Anatomia de um excluído” e da graphic novel “Superbad”. Ela cresceu em Nebraska, se formou na Bryn Mawr College e mora em Los Angeles.

Anúncios

Bertrand Brasil lança “O inimigo”, novo livro da série Jack Reacher, de Lee Child

image003.jpgA série Jack Reacher, de Lee Child, se destaca no mercado dos thrillers contemporâneos como uma das franquias mais bem sucedidas da atualidade. São mais de 100 milhões de exemplares vendidos no mundo e duas adaptações cinematográficas lançadas até agora. Nas telonas, o agente é interpretado por Tom Cruise. Este mês, a Bertrand lança o décimo livro do destemido policial do exército em mais uma investigação, desta vez ambientada nos primeiros dias da década de 90.

A virada do ano de 1990 foi atípica para a 110ª Unidade Especial da Polícia do Exército. Isso porque um general de alta patente foi encontrado morto em um motel de beira de estrada, na Carolina do Norte. Os primeiros indícios apontam para um “inocente” ataque cardíaco, mas quando Jack Reacher vai ao local investigar, percebe que estão faltando algumas peças neste quebra-cabeça.

A vítima estava viajando de Frankfurt para os Estados Unidos em razão de uma conferência. Os motivos que o levaram até o motel são desconhecidos, mas ele desviou do seu caminho de origem para dirigir mais de 500 quilômetros até o local em que foi morto. Sua pasta pessoal também desapareceu. Mas o caso começa a  ficar realmente complicado quando Jack vai até a casa da viúva do coronel comunicar o ocorrido e descobre que ela foi assassinada horas após a morte do marido.

Acompanhado de uma jovem tenente, Reacher embarca em uma caçada mortal que os leva dos humildes campos de um entreposto militar rural às tortuosas ruas de Paris, para um confronto com um inimigo desconhecido em meio a uma conspiração aterrorizante.

Lee Child é britânico de Coventry, e um leitor voraz desde a infância. Já ganhou oito prêmios, sendo o mais recente oSpecsavers’ National Book Award na categoria melhor livro policial do ano. Os livros da série Jack Reacher podem ser lidos em qualquer ordem, já foram traduzidos em mais de 40 idiomas e estão disponíveis em mais de 100 países no mundo.

Autora de “A probabilidade estatística do amor à primeira vista” volta com novo romance juvenil

image004.jpgAutora de “A probabilidade estatística do amor à primeira vista” – que chega aos cinemas em breve –, Jennifer E. Smith volta às prateleiras com uma história sobre primeiro amor e perdas.  Em “Sorte grande”, a protagonista Alice não acredita muito na sorte: quando criança, seus pais morreram com treze meses de diferença, nos dias 13 de julho e 13 de agosto. Ela foi morar com os tios, e seu primo Leo logo virou melhor amigo. Junto com Teddy, eles formam um trio inseparável desde crianças. Mas a questão é que, há pouco mais de três anos, Alice está completamente apaixonada por Teddy.

No aniversário de 18 anos do menino, Alice decide dar um presente, quase como piada: um bilhete de loteria. Os números contam a história deles: há quantos anos se conhecem, datas de aniversários, endereços e o famigerado 13.  Mas a sorte desta vez se vira a favor deles, e Teddy ganha uma bolada de 150 milhões de dólares. No auge das comemorações, no entanto, um beijo ameaça mudar toda a dinâmica de amizade da dupla. Além disso, com tanto dinheiro em jogo, os personagens entram numa espiral de realizações de sonhos, loucuras e também muitas dores de cabeça.

Jennifer E. Smith é autora de “A probabilidade estatística do amor à primeira vista”,  “Ser feliz é assim”, “A geografia de nós dois” e “Olá, adeus e tudo mais”, todos publicados pela Galera. Formou-se em redação criativa pela Universidade de St. Andrews, na Escócia, e, atualmente, trabalha como editora em Nova York.

Thriller psicológico “A farsa” chega às livrarias pela Bertrand Brasil

Para leitores de “A garota do trem”, em “A farsa”, quatro amigas viajam de férias para as montanhas do Nepal, mas só duas voltam para casa

image003.jpgJane Hughes recomeçou a vida em uma cidade no interior do País de Gales, onde trabalha em um abrigo de animais. Seu nome de batismo, Emma Woolfe, ficou esquecido no passado, quando uma desastrosa viagem de férias com suas melhores amigas para um hotel nas montanhas do Nepal, terminou com a morte de duas delas.  Cinco anos depois, parece que essa história está preparada para voltar à tona. Em mais um dia normal de trabalho, Jane recebe uma carta anônima de alguém que sabe os seus segredos e esse alguém está disposto a infernizá-la. As mensagens se tornam frequentes e a única saída é procurar Al, a outra amiga sobrevivente, com quem Jane não fala desde o desastre.

Envolto em segredos, “A farsa” é um thriller psicológico nos moldes de “A garota no trem”. A narrativa, dividida entre o passado e o presente de Emma, mostra que o hotel no Nepal não era tão inofensivo quanto parecia. Em um lugar sem comunicação com o mundo externo, a amizade entre as cinco mulheres é lentamente colocada à prova até, finalmente, se romper. “A farsa” chega às livrarias pela Bertrand Brasil.

C. L. Taylor mora em Bristol. Começou a escrever ficção em 2005. Seus contos receberam muitos prêmios e foram publicados em diversas revistas literárias e publicações direcionadas para o Público feminino. Saiba mais em www.cltaylorauthor.com.

Nova trama do universo Assassin’s creed fala sobre origem do confronto entre Templários e Assassinos

image004 (3).jpgNesta nova história original do universo do game Assassin’s creed, a autora Christie Golden leva leitores e gamers às origens do conflito entre Assassinos e Templários, algo que pode mudar totalmente a forma como encaramos o embate milenar. “Heresia” venceu o Prêmio Scribe de 2017 e traz como protagonista o Templário de alto escalão Simon Hathaway.

Membro do salão sagrado interno dos Templários e novo Chefe da Divisão de Pesquisa Histórica das Abstergo Industries, Simon é prático e racional, mas ao mesmo tempo tem uma curiosidade voraz por um de seus antepassados. Gabriel Laxart lutou ao lado de Joana D’Arc e, ao entrar no Animus, Simon pretende saciar seu desejo vivendo a história dele em primeira mão. Mas ele não estava preparado para o que veria. Sua descoberta sobre a profundidade do conflito entre Templários e Assassinos e uma revelação sobre hereges e detentores da fé pode afetar toda a Ordem dos Templários no presente.

Fenômeno entre os gamers, os jogos da franquia Assassin’s creed já venderam mais de 90 milhões de cópias pelo mundo. O sucesso da história que envolve assassinos e um programa que permite o acesso às memórias de seus ancestrais não foi diferente na transposição para os livros: foram mais de 1,5 milhão de exemplares vendidos só no Brasil.

Christie Golden, best-seller do New York Times e vencedora de vários prêmios, já escreveu mais de 35 romances e diversos contos nos gêneros de ficção científica, fantasia e terror — entre eles, mais de 10 romances da célebre série Star Trek e três da saga Star Wars. Já publicou também diversos romances sobre o universo de games, seja Assassin’s creed ou World of Warcraft.

Divertido e ilustrado, o infantojuvenil “Diário de uma pestinha” fala sobre construção de personalidade

image004 (2).jpgA autora Virginy L. Sam apresenta aos pequenos leitores o diário divertido e cheio de ilustrações de uma protagonista que pode ensinar muito sobre obediência, a construção da própria personalidade e a busca por espaço. Em “Diário de uma pestinha”, Fafinha, de 12 anos, narra seu dia a dia, suas aventuras e dá dicas de como ser um pestinha perfeito.

A menina acredita em algumas verdades (para ela) incontestáveis: a vida é feita para a diversão, os adultos nem sempre estão certos, o mundo não é nada parecido com a escola, é preciso ser fiel a si mesmo e ser diferente é bom.

Assim, ela guia o leitor por seu cotidiano ao lado dos pais, avós, amigos e professores, e o convida a participar de sua “Confraria de pestinhas”. Desde que acredite ser você mesmo é ousar não fazer as mesmas coisas que todo mundo.

Virginy L. Sam é diretora de televisão e cinema e autora de peças, músicas, esquetes e romances. Ela também ensina teatro a crianças e adolescentes. Marie-Anne Abesdris é designer e ilustradora formada pela l’École d’arts appliqués Olivier de Serres de Paris. Ela mora em Lille, no norte da França e oferece oficinas de artes e ilustrações em escolas.

Referência nos romances de época, Judith McNaught volta às prateleiras com “Um reino de sonhos”

image004.jpgRoyce Westmoreland, duque de Claymore, é o campeão do rei da Inglaterra. Conhecido como “Lobo Negro” e com fama de matador sanguinário, ele foi enviado para tomar as terras da Escócia, mas, pelo caminho, encontra duas jovens abadessas e as sequestra. As mulheres são as irmãs Brenna e Jennifer, filhas do líder do clã Merrick, um dos inúmeros inimigos do Lobo.

Jennifer é geniosa e atrevida, foi obrigada a viver por dois anos em uma abadia graças às mentiras de seu meio-irmão. Seu sonho é ser respeitada e poder lutar pelo bem de seu clã. Mas seu pai tinha outros planos para ela, assim como o Lobo, que, encantado por sua coragem e determinação, acaba se apaixonando pela jovem prisioneira. Em meio a essa tempestuosa relação, Jenny e Royce serão obrigados por uma aliança política a se casarem.

“Um reino de sonhos” abre a série “Dinastia Westmoreland” e marca o retorno de Judith McNaught às livrarias este mês, pela Bertrand Brasil. Considerada uma referência dos romances de época, a autora já vendeu mais de 30 milhões de exemplares. Seus livros são aclamados pelos fãs e o retorno de novas publicações da autora no Brasil era um pedido constante dos amantes do gênero. 

Judith McNaught nasceu em 1944. Antes de iniciar a carreira de escritora, trabalhou com comunicação e finanças, tornando-se a primeira mulher a assumir o cargo de produtora executiva da rádio CBS no estado do Texas. Publicou mais de quinze romances, entre eles “Alguém para amar” e “Tudo por amor”.

Verus lança “A garota dos pesadelos”, livro que encerra a série Anna Vestida de Sangue

image005.png

Cas é um caça-fantasma, ofÍcio transmitido por sua família através das gerações. Durante um de seus trabalhos, ele conhece Anna, um espírito bem diferente daqueles que está acostumado a enfrentar. Em vida, ela era filha de imigrantes finlandeses, mas morreu no dia do seu baile de formatura.  Cas disposto a ajudá-la a descobrir os mistérios que rondam sua morte, mas ele acaba se apaixonando pelo fantasma. No fim de “Anna vestida de sangue”, livro que abre a duologia de Kendare Black, a protagonista se sacrifica para salvar Cas.

Em “A garota dos pesadelos”, continuação da série, já se passaram meses desde que Anna desapareceu, mas Cas não consegue seguir em frente. Ele a vê em todos os lugares e teme que algo ruim possa ter acontecido com a garota. Anna o salvou em mais de uma oportunidade, agora chegou a vez dele de retribuir o favor.

Kendare Blake se formou em escrita criativa na Universidade Middlesex, em Londres, e é autora de seis romances. Ela nasceu na Coreia do Sul, mas não fala uma palavra de coreano, já que foi adotada ainda bebê por um casal americano.  Atualmente mora em Kent, no estado de Washington.

Record lança coletânea de contos clássicos de Conan Doyle

Publicados originalmente em revista britânica, textos deram notoriedade ao criador de Sherlock Holmes

image005.jpgOs 15 contos que compõem esta coletânea foram publicados originalmente na revista “The Strand Magazine”, que circulou na Inglaterra de 1891 a 1930 e lançou grandes nomes da literatura, como Agatha Christie, Rudyard Kipling, Graham Greene e Georges Simenon.

Arthur Conan Doyle já tinha lançado dois romances, mas só ganhou notoriedade ao publicar na revista o conto “Escândalo da Boêmia”, que dá nome a este livro. Desde então, o famoso e infalível detetive Sherlock Holmes, morador da Baker Street, e seu fiel escudeiro Watson se tornaram um fenômeno da cultura mundial.

Com tradução de Leonardo Alves, a partir das versões originais da revista, e organização de Mário Feijó, doutor em Literatura e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a antologia chega às livrarias em março, pela Record.

SOBRE O AUTOR:

Sir Arthur Conan Doyle nasceu em Edimburgo, na Escócia, em 1859. Originalmente, trabalhou como médico, mas, com o sucesso após a publicação de seu primeiro romance, Um estudo em vermelho, sobre o detetive Sherlock Holmes e seu fiel escudeiro, o Dr. Watson, Doyle pôde se dedicar mais profundamente a sua verdadeira paixão: a escrita. Autor de romances, contos, escritos de ficção científica e de não-ficção, conquistou milhões de fãs no mundo inteiro e até hoje sua obra é adaptada para diversas mídias e formatos, acarretando sempre em sucesso de público. Foi nomeado cavaleiro por sua participação na Guerra dos Bôeres, na qual atuou como cirurgião.

Bertrand Brasil lança “Um segredo doce e amargo”, romance de Barbara Delinsky

image003.jpgQuando criança, Nicole convidou sua melhor amiga, Charlotte, para passar as férias em sua casa de veraneio. Esse foi o começo de memoráveis verões em uma ilha no Maine. Por muitos anos elas foram inseparáveis, mas a vida as levou para caminhos diferentes. Nicole casou com Julian e agora mantém um blog de gastronomia. Charlotte se tornou escritora e já viajou o mundo com o seu trabalho.

Dez anos depois, elas estão juntas novamente para realizar um projeto em comum. Nicole foi convidada para produzir um livro com receitas típicas da ilha que costumava frequentar na infância. Para ajuda-la no projeto, ela convida Charlotte. Por mais que voltar àquele lugar traga à tona a emoção dos velhos tempos, segredos do passado podem mudar a vida das duas para sempre.

Barbara Delinsky é autora best-seller do New York Times, com mais de trinta milhões de exemplares vendidos no mundo todo. Atualmente, vive com a família na Nova Inglaterra. Para saber mais, acesse www.barbaradelinsky.com.