Arquivo da categoria: Show

The Dollar Bills lança o single “Betting” dia 06 de agosto no Kabul

Tha Dollar Bills realiza show dia 06 de agosto, no Kabul. (Foto: Divulgação)
Tha Dollar Bills realiza show dia 06 de agosto, no Kabul. (Foto: Divulgação)

Com o R&B como principal referência, a banda The Dollar Bills surgiu em 2012 e desde então vem fazendo shows, crescendo musicalmente e agora compondo repertório próprio. Recentemente disponibilizaram na internet o single “Betting e é justamente para marcar esse lançamento que eles se apresentam dia 06 de agosto (quinta) no Kabul, em São Paulo.

The Dollar Bills é formado por Fernanda Peviani (voz), Guilherme Momesso (baixo), Patrick Maia(bateria) e Sergio Castelani (guitarra). Eles ainda contam com a participação de Henrique Guimarães (Trombone), Nilton Dussax (Sax), Léo Cunha (Percussão) e Carol Artigas (Teclado).

Nesse show, além de “Betting”, o grupo vai tocar versões que fazem parte do repertório do EP “The Pocket Sessions” (2013) e do sofisticado “The Round Sessions”, um pocket show disponível no site da banda, como “Ain`t No Sunshine” (Bill Withers), “Blues Suede Shoes” (Elvis Presley) e “Can`t Buy Me Love” (Beatles), entre outras.

Mais informações: www.thedollarbills.com

Serviço

Show: The Dollar Bills – Lançamento do single “Betting”

Data: 06 de agosto (quinta)

Horário: 22h

Local: Kabul (Rua Pedro Taques, 128 – Consolação – São Paulo)

Preço: R$10 até 21h30 e R$15 depois das 21h30

Capacidade: 200 pessoas

Censura: 18 anos

Maglore faz show de lançamento do álbum “III” no Auditório Ibirapuera dia 02 de agosto

A apresentação contará  com a participação especial de Helio Flanders, do Vanguart, e Leonardo Marques, do Transmissor

A turnê de lançamento de III (Deck), do grupo baiano Maglore, aterrissa no Auditório Ibirapuera no dia 2 de agosto, domingo, às 19h. Canções que mesclam rock, MPB e pop, combinados com letras de apurado trabalho poético, são apresentadas pelo trio Teago Oliveira, na guitarra e voz, Felipe Dieder, na bateria e percussão, e o novo integrante Rodrigo Damatti, no baixo.

Maglore realiza show neste domingo, em São Paulo. (Foto: Azevedo Lobo)
Maglore realiza show neste domingo, em São Paulo. (Foto: Azevedo Lobo)

No show de lançamento, eles apresentam todo o repertório de III, bem como sucessos do segundo CD Vamos pra Rua. As participações especiais, que já são parcerias musicais consolidadas em shows e projetos anteriores, são o guitarrista da banda de indie rock Vanguart, Helio Flanders, com os seus teclado, guitarra, violão e voz, e Leonardo Marques, que pré-produziu o disco e faz parte de duas faixas, Tudo de Novo e O Sol chegou, com teclado, guitarra percussão e backing vocal

O terceiro álbum de Maglore traz 11 músicas que chamam a atenção pela poesia das letras, compostas em sua maioria pelo guitarrista e cantor Teago. O baixista Rodrigo também colabora com composições, como Serena Noite e Tudo de Novo.Mantra, cujo videoclipe no Youtube já tem mais de 50 mil visualizações, é outro destaque pelo tratamento singelo e sensível que dá a questões introspectivas. Temáticas de amor também são frequentes, apresentadas com uma roupagem mais animada, como em Se Você Fosse Minha, ou nas românticas Dança Diferente e Aconteceu.

A entrada de Rodrigo no Maglore, bem como a saída do tecladista Léo Brandão, conferiu a formação de power trio ao grupo, trazendo novas possibilidades de instrumentação muito bem aproveitadas em III. Os arranjos garantem a coesão estética do disco, pré-produzido em um processo de imersão de duas semanas em uma fazenda no interior de São Paulo, e valorizam a simplicidade. As faixas foram gravadas ao vivo em fita de rolo, processo analógico que confere às músicas um tratamento diferenciado, escolha que reflete o cuidado artístico com o trabalho.

A banda Maglore surgiu em Salvador, em 2009, originalmente no formato de quarteto, com Léo Brandão no teclado e Nery Leal no baixo. Lançaram naquele ano o EP Cores ao Vento, e passaram a tocar em concursos e festivais baianos. O sucesso das canções levou à gravação do álbum Veroz, considerado uma revelação em 2011 pelo jornal O Globo e indicado ao Prêmio da Música Brasileira no ano seguinte. Os videoclipes de duas músicas de Veroz, A Sete Chaves e Demodê, entraram na programação dos canais MTV, Multishow e Play TV. O segundo projeto, Vamos pra Rua, foi lançado em 2013 e conta com participação especial de Carlinhos Brown e Wado.

Os integrantes da banda vieram para São Paulo em 2012, em busca da consolidação artística já alcançada na Bahia, e passaram a morar juntos, dando ao grupo uma unidade musical ainda mais rebuscada. Rodrigo, o novo integrante, adicionou ao trabalho desenhos melódicos no baixo, que chamam a atenção. “A entrada dele na banda foi muito natural, porque já tocava com o Felipe no Cerveja Café, que hoje não existe mais. Não o colocamos para suprir uma saída, ele praticamente já era da banda”, explica Teago. Sobre o disco novo, ele diz: “Escolhemos o nome III não só por ser o terceiro da nossa trajetória, mas também por termos nos tornado um trio. Passamos por um processo de transformação muito grande, e o número três tem uma relação cabalística com isso”.

 

SERVIÇO

Maglore – Lançamento do CD III  

Com Helio Flanders e Leonardo Marques

Dia 2 de agosto (domingo), às 19h

Duração: 90 minutos (aproximadamente)

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia entrada)

Classificação indicativa: Livre.

Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Capacidade: 800 lugares

Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera

(Entrada para carros pelo Portão 3)

Fone: 11.3629-1075

info@auditorioibirapuera.com.br

www.auditorioibirapuera.com.br

Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamentos / Transporte:
Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5,00 por duas
horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h
Ônibus:

Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz

Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras

Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro

Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela

Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz

Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana

O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que venha de táxi ou transporte público

Horários da bilheteria:

Quinta-feira: das 11h às 20h

Sexta-feira e sábado: das 11h às 22h

Domingo: das 11h às 20h

Ingressos

Sistema Ingresso Rápido, pelo site www.ingressorapido.com.bre pontos de venda espalhados por todo o Brasil.

Formas de Pagamento: American Express, Visa, MasterCard, Dinners Club, Aura, Hipercard, Elo, Vale Cultura Sodexo e Vale Cultura Ticket, todos os cartões de débito e dinheiro. Não aceita cheques.

O serviço de reservas pelo site do Auditório está suspenso temporariamente para adequação ao aumento da demanda e melhor atendimento ao usuário.

Meia Entrada:

– Estudantes: apresentar na entrada Carteira de Identidade Estudantil.

– Professores da Rede Estadual, Aposentados e Idosos acima de 60 anos: apresentar RG e comprovante.

– Menores de 12 anos, acompanhados pelos pais, têm direito a 50% de desconto do valor da inteira, quando Censura Livre.

Nila Branco apresenta DVD “Sete Mil Vezes”

Oitavo trabalho da cantora reúne muito rock, pop e MPB em composições inéditas e conta com participações de Marcus Biancardini e Fabiano Lin

Nila Branco. (Foto: Flávio Isaac)
Nila Branco. (Foto: Flávio Isaac)

Com quase 30 anos de estrada, diversos shows pelo país e cinco CDs, Nila Branco começa o segundo semestre de 2015 com novidade: o lançamento do DVD “Sete Mil Vezes”, terceiro da carreira e homônimo do último disco, de 2012. O trabalho, gravado no Centro Cultural da Universidade de Goiás, em Goiânia, em 2014, tem um repertório que mistura Rock, Pop e MPB e contou com uma mega produção e participações especiais, como do músico Marcus Biancardini, parceiro de Nila na canção “Contos de Lua Cheia”, e do vocalista da banda Casa Bizantina, Fabiano Lin, em “Seja Breve”.

A apresentação foi aberta ao público de todo o Brasil com inscrições feitas pelo site e pelas redes sociais de Nila, o que permitiu que fãs de todo o Brasil prestigiassem o novo trabalho, recheado de músicas inéditas e composições autorais, num resgate das raízes mineiras e goianas da artista.

Com direção musical de Leandro Carvalho, direção geral de Lorena Falanque e concepção artística da própria Nila, o DVD alterna momentos intensos, outros leves e outros divertidos, que revelam a liberdade e maturidade musical adquirida nos anos de carreira.

SHOPPING PÁTIO GUARULHOS OFERECE SHOW GRATUITO DE KIKO ZAMBIANCHI EM HOMENAGEM AO DIA DOS PAIS

Kiko Zambianchi faz show em homenagem ao Dia dos Pais. (Foto: Divulgação)
Kiko Zambianchi faz show em homenagem ao Dia dos Pais. (Foto: Divulgação)

A comemoração do Dia dos Pais no Shopping Pátio Guarulhosserá pra lá de especial. No dia 5 de agosto, às 19h30, haverá um show gratuito do cantor e compositor Kiko Zambianchi na Praça de Alimentação.

O artista completou recentemente 28 anos de carreira musical e, para o visitante do Shopping Pátio Guarulhos levará um repertório que inclui os maiores sucessos de sua carreira, como as músicas “Rolam as Pedras”, “Primeiros Erros” e “Eu te Amo Você”.

Show de Kiko Zambianchi em homenagem ao Dia dos Pais

Data: 5 de agosto

Horário: 19h30

Entrada: gratuita

Estacionamento gratuito

Telefone: 2458-8100

Site: www.shoppingpatioguarulhos.com.br

Avenida Rosa Molina Pannochia, 331, Guarulhos

China apresenta o álbum “TELEMÁTICA” no Sesc Santo Amaro dia 31

O cantor e compositor pernambucano toca sucessos de sua trajetória e canções do seu quarto trabalho

Um dos destaques da música de Pernambuco, o cantor, compositor e apresentador CHINA mostra as faixas do seu recente disco “TELEMÁTICA “ pela primeira vez no Sesc Santo Amaro. A apresentação acontece dia 31 de julho, às 21h, na unidade do Sesc.

China apresenta hoje seu novo trabalho no Sesc Santo Amaro. (Foto: Leco de Souza)
China apresenta hoje seu novo trabalho no Sesc Santo Amaro. (Foto: Leco de Souza)

Com três discos e um EP gravados, todos com destaque na imprensa nacional, o músico é um pesquisador dos ritmos presentes nas mais diversas culturas, que se destaca também como produtor musical. Seu mais recente trabalho, “TELEMÁTICA”, mostra uma música contemporânea construída entre reflexões sociais e políticas, adversidades vividas e um novo amor. Recheado de sintetizadores, elementos eletrônicos, guitarras retrôs e participações especiais de integrantes da Mombojó, do baixista PJ (Jota Quest), do pianista Vitor Araújo e do saxofonista turco Ilhan Ersain (Wax Poetics), o CD conta com 13 faixas e foi produzido pelo próprio China.

No show, o artista mostra as composições de “TELEMÁTICA”. As treze faixas serão mescladas com músicas dos discos “Simulacro” e “Moto Contínuo”, ambos lançados anteriormente e disponíveis para download gratuito.

Matheus Câmara (guitarra), Felipe Faraco (baixo), Bruno Cupim (bateria) e Gabriel Izidoro (guitarra), acompanham China em sua apresentação no Oi Futuro Ipanema. No palco, o músico pernambucano solta a voz em “Arquitetura de Vertigem”, “Sem Paz” , “Panorama” e algumas músicas ainda não gravadas.

Saiba +: http://chinaina.com.br/

Vespas Mandarinas lança compacto no TEX Redneck Bar dia 30 de julho

“o o v o e n j a u l a d o” traz a participação especial de Mark Arm do Mudhoney

Desde o lançamento de seu primeiro álbum, “Animal Nacional” (Deck / 2013), o grupo paulista Vespas Mandarinas não parou. Eles têm rodado o Brasil com seu show, lançaram, ainda, um DVD ao vivo e a versão em vinil de “Animal Nacional”. Recentemente, chegou às lojas o compacto em vinil, “o o v o e n j a u l a d o”, pela Polysom, com duas faixas inéditas. Na próxima quinta, 30 de julho, eles fazem o show de lançamento desse trabalho em São Paulo, no TEX Redneck Bar.

Banda Vespas Mandarinas se apresentam dia 30 de julho, no TEX Redneck Bar. (Foto: Divulgação)
Banda Vespas Mandarinas se apresentam dia 30 de julho, no TEX Redneck Bar. (Foto: Divulgação)

O compacto traz, no lado A, a versão em inglês da música “Um Homem Sem Qualidades” (“A Man Without Qualities”), que traz a participação especialíssima de Mark Arm, vocalista e guitarrista do Mudhoney, um dos pioneiros do grunge dos anos 90. O baixo é executado por Lee Marcucci, um dos membros fundadores da banda Tutti Frutti. O lado B, “Estrada Escura”, é uma canção escrita nos anos 1990 por Taciana Barros e Michel Kuaker. A música traz um toque da psicodelia brasileira da década de 60 com um ar contemporâneo.

Além dessas, no repertório do show estão as músicas de “Animal Nacional”, entre elas os sucessos “Cobra de Vidro”, “Não Sei o que Fazer Comigo”, “Santa Sampa”, “O Herói Devolvido” e “Um Homem Sem Qualidades”, já cantadas em coro por onde passam. E, ainda, apresentarem a inédita “Questão de Ordem” e fazem releituras de “Acrilic on Canvas”, da Legião Urbana, e “Pânico e Solidão” e “Nesse Deserto”, da banda Cabine C. 

A banda, formada por Thadeu Meneghini (baixo e voz), Chuck Hipolitho (guitarra e voz) e André Déa (bateria), conta com as participações do compositor/guitarrista Nevilton e do guitarrista Estevan Sinkovitz, da banda Marrero.

 

Serviço

Show: Vespas Mandarinas – Lançamento do Compacto “o o v o e n j a u l a d o” 

Local: TEX Redneck Bar

Endereço: Rua Augusta, 1053  – São Paulo/SP

Data: 30 de julho (quinta-feira)

Horário: 23h 

Ingressos: R$30,00 (A entrada na casa é gratuita, mas para assistir ao show é necessária a compra do ingresso)

Venda de Ingressos somente no local e no dia do show

Informações: (11) 99479-4409 / http://texbar.com.br

Censura: 18 anos

PROJETO REDENÇÃO

“Começamos com música de excelente qualidade sem saber que este fato se tornaria uma marca do nosso projeto. Estivemos abertos a todo tipo de som, todo tipo de tribo, sempre prezando o bom gosto musical, o talento, a seriedade e o caráter de quem iria fazer o projeto conosco. Não imaginávamos que nos tornaríamos o único projeto musical levando qualidade e sem restrições de entrada e saída para quem quisesse participar, comenta Eli Moreira idealizador do projeto.”

A diversidade musical, que sempre foi o nosso lema, toca muito o coração das pessoas: corais, orquestras, mpb, pop, rock, jazz…. Pela formação de Eli Moreira, fundador do projeto, literatura e teologia acabam ganhando uma estética de fácil entendimento e sendo assim entendemos que isso é só o começo…

O Projeto Redenção é um espaço de música, arte e reflexão. Ele usa da diversidade de estilos, para exprimir a riqueza e a criatividade em suas apresentações. Atualmente a agenda do projeto é tão concorrida que para se conseguir uma data leva-se mais de um ano. Não existe um compromisso do projeto com nenhum interesse além da arte e da espiritualidade. Alguns dos cantores mais representativos de música cristã contemporânea estiveram, estão ou ainda se apresentarão no Projeto Redenção.

Projeto Redenção acontece nesta segunda-feira (27). (Foto: Eli Soares)
Projeto Redenção acontece nesta segunda-feira (27). (Foto: Eli Soares)

Num tempo em que o censo indica que a maior igreja evangélica é a de evangélicos sem igreja. Denominações se unem como acontecia no passado para realizar ações em prol de alguma causa comunitária. O Projeto Redenção não é uma igreja e por esta razão reúne jovens de todas as denominações evangélicas ou não para ouvir e ver arte!

Além dos projetos musicais que o “Redenção” mantém, procuramos ainda estender as mãos para quem realmente precisa. No Bairro “Cerejeiras” em SP, um pouco mais pra dentro do Jd. Ângela, e também em Diadema, mantemos creches com crianças carentes,  (Instituto Anima) lugares totalmente esquecidos pela sociedade e pelas autoridades públicas que são sustentados pelas doações de parceiros ou pessoas que simpatizam com o nosso trabalho.

A experiência de vir ao “Redenção” é mais do que ouvir uma boa música e a poesia da Bíblia. É ter um encontro com a possibilidade de resgatar toda beleza que jamais experimentamos.

Toda segunda-feira às 20h30 um artista ou banda é nossa convidada – pela arte que apresentam, não só pelo estilo ou pela fama. As poesias de suas músicas falam de um sentido real e objetivo para a vida, de um encontro com nossas origens.

A entrada é gratuita, lembrando que toda doação é bem-vinda e necessária para nos ajudar nos nossos sonhos e projetos sociais.

Você é o nosso convidado especial.

Venha fazer parte do nosso projeto!

 

Projeto Redenção – (11) 3881.1818

Av.Jabaquara, 123 – Saúde SP

Segundas-feiras as 20:30hs

www.projetoredencao.com.br

Esteban apresenta novo álbum “Saca La Muerte De Tu Vida” em São Paulo, dia 01 de Agosto

Esteban apresenta novo álbum “Saca La Muerte De Tu Vida” em São Paulo

Rodrigo Tavares, ou simplesmente Esteban, apresenta o show do seu projeto mais recente, “Saca La Muerte De Tu Vida”, dia 01 de Agosto, noTeatro Mars em São Paulo.

Esteban Tavares se apresenta dia 01 de agosto em São Paulo. (Foto: Gustavo Vara)
Esteban Tavares se apresenta dia 01 de agosto em São Paulo. (Foto: Gustavo Vara)

São três anos do lançamento do primeiro CD “¡Adiós Esteban!” e Tavares traz uma continuação do seu trabalho como cantor e compositor no que diz respeito à parte lírica, porém trouxe grandes novidades sonoras, mantendo o rock como ponto principal. As 13 faixas, todas compostas pelo cantor, de “Saca La Muerte De Tu Vida” estão recheadas de influências da música gaúcha, argentina, uruguaia e também do rock americano tocado na Flórida por bandas como Copeland e Anberlin. O show contará com a participação de Tay Galega, que gravou a música “Tango Novo” com Tavares, para o novo CD e Caroline Figueredo.

“Entre os dois lançamentos eu ouvi muita coisa e isso me influenciou muito sonoramente. Até mesmo no jeito de se pronunciar as palavras, sendo mais direto, como os argentinos, e tentei alinhar com o nível de produção que os americanos fazem”, conta Tavares.

A banda que acompanha Tavares (vocal, violão, guitarra e piano) é formada por Paulinho Goulart (acordeon e piano), Marcio Sujeira (bateria), Jorge Dorfmann (baixo e piano) e Bridy (vocal e guitarra). O repertório é focado em seu último álbum, mas suas principais músicas do disco “Adiós, Esteban!” e dos EPs “Smokers in Airplanes” e “Liquid Love Reality” não ficam de fora.

Serviço:
Local: Teatro Mars – Rua
João Passalaqua, 80 – Bela Vista - SP
Data: 01 de
Agosto         
Horário: Abertura da casa,
20h
Preços: Pista Meia e Promo:
R$40 / Pista Inteira: R$ 80
Camarote Meia e Promo: R$ 60 / Camarote Inteira: R$
120
Camarote – Meet&Greet: R$ 150

Henrique e Juliano trazem show “Na Balada” ao Espaço das Américas

Show acontece no dia 1 de agosto e conta com a participação de importantes DJ’s brasileiros

A zona oeste da capital paulista terá um excelente começo de mês em agosto. É no primeiro dia do mês que o Espaço das Américas, consagrado como uma das maiores e melhores casas de shows de São Paulo, recebe Henrique e Juliano, dupla que ganhou, recentemente, status de “astros da música sertaneja”.
Os irmãos estouraram em abril de 2014 e transformaram-se nos artistas mais comentados do universo sertanejo, “Cuida bem dela”, uma das músicas mais tocadas nas rádios de todo o Brasil, é deles e estará presente no repertório deste show. Além desta, o público poderá ouvir músicas como “Até você voltar”, “Mudando de assunto”, “Recaídas”, “não tô valendo nada”, “Gordinho saliente”, entre outros grandes sucessos de Henrique e Juliano.
Henrique e Juliano se apresentam em São Paulo no dia 1º de agosto. (Foto: Divulgação)
Henrique e Juliano se apresentam em São Paulo no dia 1º de agosto. (Foto: Divulgação)
Enquanto Henrique e Juliano não sobem ao palco, o público vai se aquecendo a partir das 22h ao som dos DJ’s Adriano Pagani, residente de uma das principais baladas do litoral norte de São Paulo; Leo Cury, estrela das principais festas do país e Make U Sweat, projeto formado por Dudu Linhares, Guga Guizelini e Pedro Almeida.
Os ingressos para esta ‘balada’ são de pista, camarote premium e camarote open bar, e vão de R$90,00 a R$400,00 reais, disponíveis no https://www.ticket360.com.br/evento/4051/henrique-&-juliano-na-balada.
Para mais informações, acesse www.espacodasamericas.com.br.
Instagram: @espacodasamericas.
Serviço Henrique e Juliano – Na Balada | Espaço das Américas
Data: 01 de agosto de 2015 (sábado);
Abertura da casa: 21h00;
Início do 1º show: 22h00;
Censura: 18 anos;
Local: Espaço das Américas;
Endereço: Rua Tagipurú, 795 – Barra Funda
Call center Ticket360: (11) 2027-0777
Bilheterias oficiais SEM taxa de conveniência:
Espaço das Américas – Ticket360
Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda
Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h00 às 19h00.
Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito
Villa Country – Ticket360
Av. Francisco Matarazzo, 774 – Água Branca
Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h00 às 22h00 e aos domingos, das 13h00 as 22h00.
Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito

TV Brasil apresenta show de Elza Soares no Festival Latinidades neste sábado (25/7)

Emissora traz o espetáculo “A Voz e a Máquina” realizado esta semana após estreia da cinebiografia da cantora

Com sua voz inconfundível, Elza Soares ainda hipnotiza o público nos palcos. Para celebrar a diva, uma das homenageadas da oitava edição do Festival Latinidades, a TV Brasil exibe o show “A Voz e a Máquina” neste sábado (25), às 22h40.

Elza Soares terá o show transmitido pela TV Brasil. (Foto: Divulgação)
Elza Soares terá o show transmitido pela TV Brasil. (Foto: Divulgação)

A apresentação da cantora foi gravada na abertura do evento na última quarta-feira (22). A performance especial de Elza fechou o primeiro dia do festival no Cine Brasília logo após a estreia do documentário “My Name Is Now” sobre a vida e a carreira da artista.

Quantas Elzas existem por aí? Mas, eu resisto à dor, à pancada, ao desafio, às humilhações. Preconceito? Será que você também acreditava que eu chegaria onde cheguei? Será? Que para chegar ao ponto em que cheguei, como lutei. Negra, mulher, pobre….”, revela Elza em uma das passagens do filme. Além da voz marcante que a consagrou na MPB, a artista se destaca na luta por igualdade e liberdade.

Embalada pelo clima do evento dedicado à Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, que tem seu dia justamente comemorado neste sábado, Elza canta acompanhada pelos arranjos e as batidas eletrônicas do DJ Ricardo Muralha. Mostrando-se conectada ao contemporâneo, Elza mistura o samba com house e techno. 

No repertório, a cantora resgata canções tradicionais como “Cálice” (Chico Buarque), “Brasil” (Cazuza), “Chega de Saudade” (Tom Jobim e Vinícius de Moraes), “Paciência” (Lenine), “Odara” (Caetano Veloso) e “Você abusou” (Antônio Carlos & Jocafi).

Responsável pela missão de registrar este momento para os telespectadores, o diretor Ricardo Barros lembra que a ideia foi mostrar a íntegra do espetáculo, em ângulos que favoreçam captar a essência de uma musa em cena. “O repertório conta com mais de vinte músicas e passeia por vários estilos”, explica.

Além do suingue e do timbre característico, o show é talhado à alma artística multifacetada da intérprete, que assim se define: “sou negra, índia. Sou samba, jazz, blues, funk, rock in roll, bossa, rap, soul, choro, sou punk. Sou claro. Sou escuro. Sou o sagrado. Sou o profano. Bendita. Maldita. Sou tudo. Sou nada. Sou Elza. Elza eu sou”.