Arquivo da categoria: Teatro

Ricky Vallen traz show inédito com novidades de seu próximo álbum para o Teatro J. Safra

image003.jpg
Rick Vallen. (Foto: Divulgação)

Ricky Vallen, acompanhado por um trio de instrumentistas, sobe ao palco do Teatro J. Safra no dia 28 de abril para uma apresentação inédita do show “O Terceiro Sinal”. O cantor, que se apresentou recentemente no Rio de Janeiro, preparou para este espetáculo um repertório exclusivo baseado em clássicos da MPB adicionados às novidades do seu próximo álbum, “Meu Ponto Cardeal”, que ainda não foi lançado.

O público pode esperar por representações de grandes compositores da música brasileira e, entre as canções estão: “Atrás da Porta” (Chico Buarque/Francis Hime), “Um dia, um adeus” (Guilherme Arantes), “Sangrando” (Gonzaguinha) e “Você não me ensinou a te esquecer” (Fernando Mendes / Caetano Veloso).

Já entre as novidades do repertório autoral estão “Nada demais” – que fez parte da trilha sonora da novela “Guerra dos Sexos” – e sucessos da carreira de Vallen, como: “Sei lá”, “Vidro Fumê” e “Pra ser Amor”, que marcaram sua trajetória em trilhas sonoras de novelas da TV Globo. Além disso, apresenta também a faixa inédita “Pedaço de Carne”.

SERVIÇOS

Ricky Vallen

Data: 28 de abril de 2017

Horário: 21h30

Classificação: 10 anos

Duração: 80 minutos


Valores

Plateia Premium: R$100,00

Plateia Vip: R$80,00

Mezanino: R$60,00

Mezanino com visão parcial: R$40,00

 

Teatro J. Safra

Endereço: Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo – SP

Telefone: (11) 3611-3042

Abertura da Casa: 2 horas antes de cada horário de espetáculo, com serviço de lounge-bar no saguão do Teatro.

Capacidade da casa: 627 lugares

Acessibilidade para deficiente físico

Wi-fi

Estacionamento:

Valet Service (Estacionamento próprio do Teatro) – R$ 25,00

Horário de Funcionamento da bilheteria

Quartas e quintas – 14h às 21h

Sextas, Sábados e Domingos – 14h até o horário dos espetáculos

Vendas on-line: www.teatrojsafra.com.br ou http://www.compreingressos.com/teatros/497-Teatro-J+-Safra

Aceita os cartões de crédito: Amex, Dinners, Elo, Mastercard, Visa e Hipercard.
Não aceita cheques.

O Moscow State Ballet, apresenta o espetáculo “O QUEBRA NOZES”

O Moscow State Ballet apresenta o grandioso “O Quebra-Nozes”. O espetáculo já foi aplaudido por mais de 5 milhões de pessoas em 18 países, vem pela primeira vez ao Brasil com 50 componentes, entre eles, dez solistas principais dos grandes teatros da Rússia, corpo de baile, assistentes e técnicos. Foi confeccionada para a programação brasileira maravilhosas cenografias e deslumbrantes figurinos.

ViewImage (1).jpg
Moscow State Ballet chega com o “Quebra-Nozes” no Brasil. (Foto: Divulgação)

O Quebra-Nozes tornou-se uma das composições mais famosas de Tchaikovsky por transformar o ballet clássico em um conto de fadas. O espetáculo é um clássico russo, inédito no Brasil, repleto de música e um corpo de baile impecável. Este ballet tem capturado a imaginação de muitas gerações ao longo dos anos e continua a atrair audiências em todo o mundo, cheio de mistério e romance. O espetáculo é uma verdadeira fábula sobre a transição da infância para a adolescência,  baseado no tema imortal do amor e as forças do mal.

Conta a história de Marie, uma garotinha um tanto triste, cujo padrinho Drosselmeyer lhe dá um boneco (O Quebra-Nozes), como um presente na véspera de Natal, que se transforma em um príncipe. No espetáculo destacam-se a magia das danças espanhola, árabe, russa, chinesa, a valsa das flores e a dança da fada. O Quebra-Nozes é considerado por muitos como um dos maiores ballets clássicos de todos os tempos.

O espetáculo é composto por figurinos e cenários impecáveis.

A iniciativa de trazer a cia. ao Brasil foi do produtor Augusto Stevanovich  com apoio do ministério da cultura da Rússia e diretores dos grandes teatros. A sua intenção faz parte de uma campanha de popularizar o ballet russo em todo o Brasil e preservar a herança da coreografia russa e da Europa Ocidental. Outros espetáculos de dança farão parte desta programação especial que deverá estender-se até setembro de 2017. Nesta turnê, Augusto será o responsável pelos bailarinos, assistentes e técnicos durante a programação pelo Brasil.

Conciliar tradição e inovação é a proposta da companhia. Há séculos que os braços e pernas da Europa e do mundo se movimentam entre as primeiras posições do ballet clássico. As dificuldades da arte superam o físico – afinal, fazer pliês e botar os pés em meia-ponta numa apertada sapatilha não são tarefas para qualquer um. Manter a tradição por tantos séculos e ainda torná-la atraente para especialistas e leigos é outro grande desafio desta arte, cujo poder de emocionar atravessa culturas e gerações, encantando jovens , adultos e idosos, instruídos ou não. Para manter o frescor, a dança tradicional incorporou pequenos toques de contemporaneidade.

Linguagens

Os 50 solistas da companhia são os responsáveis pelo encontro entre o erudito e o moderno. “Todos sabemos que o artista que recebe treinamento somente em dança contemporânea não pode bailar os clássicos. Quem é preparado em dança clássica pode assimilar qualquer outro tipo de linguagem. É muito útil que o bailarino se expresse de uma forma a outra”.

A concepção de um novo espetáculo leva de um a dois meses. Nesse período, a rotina de ensaios é árdua: pela manhã, os bailarinos ensaiam por uma hora e 15 minutos em média. Após ligeiro descanso, são cinco horas de treinos sem parar. Em dias de apresentação, iniciam aquecimentos e ensaios 4 horas antes de cada espetáculo, ainda há um período de relaxamento antes de fazer a maquiagem e vestir o figurino.

“Adicionar toques de modernidade ao clássico, sem que a essência se perca no meio do caminho, é um desafio. É um processo complexo. Temos que pensar, ao mesmo tempo, em questões diferentes, como financiamento, seleção dos artistas, onde estudar e ensaiar, preparação do figurino, técnicos etc. Assim como a vida, os problemas são resolvidos um de cada vez. Os desafios são permanentes e somente encarando-os conseguimos elevar o nível do trabalho. Devemos trabalhar sem descanso para manter o nível alcançado e superá-lo, na medida do possível”, afirma o produtor Augusto Stevanovich

Para quem deseja integrar o casting da cia., a paixão pela dança é o pré-requisito fundamental. “É preciso estar bem preparado fisicamente, ter o porte necessário para um bailarino e querer trabalhar no teatro russo, ciente da orientação da companhia. Os aspirantes a bailarinos devem amar a profissão, ser disciplinados e se dedicar ao trabalho.

Temporada 2017

No ano de 2017 a cia. excursionará pelas 4 regiões do Brasil. São mais de 50 profissionais oriundos dos grandes teatros da Rússia que se revezarão, divididos em 3 grupos, seguindo a programação entre as cidades.

“Levar o espetáculo do Amazonas ao Rio Grande do Sul, do Mato Grosso ao Rio de Janeiro é um grande desafio. Essa emoção fica marcada para toda vida e fideliza nosso público. Além de fazer com que cada vez mais pessoas queiram assistir ao Ballet”, comenta Augusto.

SERVIÇO:

O Quebra-Nozes

Local em São Paulo – Tom Brasil

Dias e horários – dia 30 de abril às 19h

Produção – AS Entertainment

Produtor brasileiro – Augusto Stevanovich

Censura: a partir dos 12 anos

Valores: de R$160,00 (inteira) a R$300 (Inteira)

Duração: 2h com intervalo de 15 minutos

Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio
COMO COMPRAR:

Pela internet:

www.balletdarussia.com ou www.ingressorapido.com.br 

Por telefone: 11- 40031212

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: TOM BRASIL – Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sábado das 10:00hs às 20:00hs – Domingos e Feriados das 10:00hs às 18:00hs. Em dias de show a bilheteria terá seu horário estendido em 30 minutos após o início do espetáculo.

Depois de grande sucesso no Rio de Janeiro, musical “O Leão e a Bailarina” chega pela primeira vez a São Paulo

Com figurinos inspirados nos anos 20,  espetáculo infantil apresenta o “nosso circo” com histórias narradas por um palhaço lúdico que mostra que sonhar sempre vale a pena

 A magia circense de “O Leão e a Bailarina” chega a cidade de São Paulo, no dia 01 de abril de 2017, em temporada inédita no Teatro J. Safra, com apresentações sempre aos sábados e domingos. O espetáculo, que já foi sucesso de bilheteria no Rio de Janeiro no início do ano, ficará em cartaz na capital paulistana até dia 14 de maio.

image002.jpg
J.Safra recebe pela primeira vez, em São Paulo, o espetáculo “O Leão e a Bailarina”. (Foto: Divulgação)

O musical, escrito e dirigido por Fred Trotta, é narrado pelo palhaço Fuinha, que conta as histórias e várias aventuras de um leão que se apaixona por uma bailarina e acaba ganhando um rival muito perigoso. A história de “O Leão e a Bailarina”, começa quando Esthefany, a nova bailarina, chega ao circo e encanta a todos com sua beleza, simplicidade e talento. Principalmente Leônidas, o leão e maior atração do “Nosso Circo”. Ao perceber isso, o cruel e malvado Domador Hans, resolve usar o leão em seu terrível plano de vingança para acabar com o circo.

A principal mensagem que o autor do musical quer passar para os espectadores é que sonhar sempre vale a pena. E que, assim como no circo, as histórias são como sonhos: se contados de um em um, nunca morrem. Fred Trotta também assina o cenário e as seis músicas autorais do espetáculo. Os figurinos de Anna Paula Guimarães para os dez personagens da peça, são inspirados nos anos 20, assim como os diversos elementos circenses em cena.

O “Leão e a Bailarina” fez uma apresentação no Festival de Teatro Infantil TTC em 2010 e ganhou o Prêmio de Melhor Espetáculo Júri Popular, Prêmio Especial pelo Conjunto da Obra, além de indicações nas categorias Direção, Atriz, Cenário e Figurino.

Ficha Técnica:

Texto, Letras e Direção: Fred Trotta

Figurinos: Anna Paula Guimarães

Cenário: Fred Trotta

Adereços: Danilo Monteiro e Yuri Bomfim

Edição Musical: Zé Neto

Produção: Rodrigo Mosquito

Elenco:

Andressa Garcia
Anna Paula Guimarães
Luiz Nunes
Karlla Guimarães
Fred Trotta
Natasha Oliveira
Danilo Monteiro

Beatriz Patury

Lucas Patcheri

Yuri Bonfim

Realização e Produção:
Faz Assim Produções e Mosquito Produções

SERVIÇO:
O Leão e a Bailarina
Temporada: 01 de abril à 14 de maio de 2017.
Horário: Sábados e domingos, às 16h.
Classificação: Livre (Recomendado para crianças a partir de 2 anos)
Duração: 60 minutos


Valores:
Plateia Premium: R$50,00
Plateia Vip: R$50,00
Mezanino: R$40,00
Mezanino com visão parcial: R$30,00

Teatro J. Safra: Endereço: Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3611-3042

Abertura da Casa: 2 horas antes de cada horário de espetáculo, com serviço de lounge-bar no saguão do Teatro.

Capacidade da casa: 627 lugares

Acessibilidade para deficiente físico

Wi-fi

Estacionamento:
Valet Service (Estacionamento próprio do Teatro) – R$ 25,00
Horário de Funcionamento da bilheteria
Quartas e quintas – 14h às 21h
Sextas, Sábados e Domingos – 14h até o horário dos espetáculos
Vendas on-line: www.teatrojsafra.com.br ou http://www.compreingressos.com/teatros/497-Teatro-J+-Safra

Aceita os cartões de crédito: Amex, Dinners, Elo, Mastercard, Visa e Hipercard.
Não aceita cheques.

Raimundos lança DVD Acústico em São Paulo

No dia 06 de maio (sábado), os Raimundos sobem ao palco do Teatro Bradesco, em São Paulo, para o show de lançamento do DVD Acústico.

Gravado em Curitiba em novembro de 2016, o DVD Acústico contou com as participações de Dinho Ouro Preto, Ivete Sangalo, Alexandre Carlo (Natiruts), Marcão (Charlie Brown Jr.) , Oriente e Fred Castro.

O público participou ativamente da escolha do repertório por meio de votação na internet e entre as 10 canções selecionadas não podiam faltar “Puteiro em João Pessoa” e “Esporrei na Manivela”.

Acustico_1.jpg
Raimundo gravará novo DVD no Teatro Bradesco. (Foto: Pablo Vaz)

Fãs de todo o país lotaram o local para ver de perto mais um capítulo da história de um dos maiores expoentes do rock nacional. E a completa interação entre banda e público transformou as duas noites de gravação em uma inesquecível celebração, fazendo com que todos se emocionassem e os fãs se sentissem parte essencial nessa história. Foi um momento para realmente ficar na história dos “mininus” de Brasília.

Acompanhados por Marcão, ex-guitarrista do Charlie Brown Jr, no violão, Jorge Bittar, no piano, e Renato Azambuja, na percussão, os Raimundos abriram o show com “Gordelícia”, do álbum Cantigas de Roda. Os novos arranjos para os antigos sucessos dos Raimundos também foram enriquecidos com a participação de Alexandre Brasolim e Juliane Weingartner (violinos), Samuel Pessatti e Péricles Gomes (cellos), Felippe Pipeta (trompete), Pedro Vithor (sax barítono) e Will (trombone).

Na sequência “Palhas do Coqueiro”, “O Pão da Minha Prima” e “Papeau Nuky Doe”. O repertório, que mesclou canções de todas as fases da carreira dos Raimundos, também contou com “Rapante”, “Sereia da Pedreira”, “El Mariachi”, “Opa Peraí Caceta” e “Nega Jurema”.

Rick, filho mais velho de Digão, participou de “I Saw You Saying”. Ao ver o filho ao piano, Digão não conteve a emoção e foi às lagrimas nas duas noites de gravação. Outro momento marcante foi a participação de Fred Castro, baterista da formação original, em “Selim” e “Cintura Fina”. Apesar de mais tranquilo na segunda noite, a emoção dele e dos ex-companheiros de banda era visível.

Os outros convidados se dividiram nas duas noites de gravação. Na primeira noite, a banda Oriente, de Niterói, dividiu o palco com os Raimundos em “Dubmundos” e incendiou o teatro com muita energia. Em “Liberdade de Expressão” foi a vez de Alexandre Carlo (Natiruts) subir ao palco e emocionar os fãs com seu timbre de voz marcante.

Dinho Ouro Preto cantou “Mulher de Fases”, faixa constante no repertório dos shows do Capital Inicial. A participação que mais gerou expectativa foi a de Ivete Sangalo. A cantora baiana foi só elogios à banda e esbanjou simpatia em “Baculejo” e“A Mais Pedida”. Ivete ainda se arriscou na bateria em uma jam e ganhou a todos com seu carisma.

Para fechar as duas noites, a banda escolheu as pesadas – e mais votadas pelo público – “Puteiro em João Pessoa”, “Esporrei na Manivela” e “Eu Quero Ver o Oco”. Mas, mesmo deixando as distorções e guitarras de lado, as versões acústicas mantiveram o peso característico das canções e da banda ao vivo.

Agora a banda traz a São Paulo o peso de suas canções e a energia de suas performances ao vivo em versões acústicas. Os Raimundos e Fred Castro, convidado especial para o show de lançamento, prometem não deixar ninguém parado do primeiro ao último acorde. Afinal isso aqui é Rock ‘n’Roll!

O DVD e a turnê Acústico mostram a alma de uma banda, suas canções e seu público. A alma de uma banda que não entrega os pontos e se reinventa a cada novo trabalho. Uma banda que tem lugar de honra na história do rock nacional e nos corações de seus fãs.

A venda de ingressos para única apresentação, em São Paulo, já está disponível pelo site ingressorapido.com.br. Os ingressos também podem ser adquiridos nas bilheterias do Teatro Bradesco.

Serviço
Duração: 120min.
Classificação: 14 anos

Raimundos – Lançamento DVD Acústico
Dia 6 de maio
Sábado, às 21h30
Teatro Bradesco (Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São Paulo)
http://www.teatrobradesco.com.br

Capacidade: 1439 pessoas
Acesso para deficientes

Estacionamento:
Isento até 15 minutos
Compras no Záffari acima de R$ 40,00 = 3h de isenção
Self: Primeiras 2 horas = R$ 12,00
Hora adicional = R$ 2,00
Valet Parking: 1ª hora = R$ 16,00
Hora adicional = R$ 10,00
Motos: Primeiras 2 horas = R$ 10,00
Hora adicional = R$ 2,00

CANAIS DE VENDAS OFICIAIS:
Ingresso Rápido: 4003-1212
http://www.ingressorapido.com.br
Bilheteria Teatro Bradesco: Rua Palestra Itália, 500 / 3º piso – Bourbon Shopping São Paulo
Horário de funcionamento: Domingo a Quinta das 12h às 20h, Sexta e Sábado das 12h às 22h

Marcela Tavares no Teatro Santander

A humorista e facebooker apresenta o novo show de humor “Danos Morais” em São Paulo

A atriz e facebooker Marcela Tavares apresenta o novo show “Danos Morais” em 24 de Março, às 23h59, no Teatro Santander, em São Paulo.

Neste novo show, Marcela Tavares apresenta textos inéditos, com piadas fortes, que nos faz pensar e rever conceitos de uma maneira extremamente bem humorada (há controvérsias). Os assuntos vão de política, sexo, feminismo, redes sociais até histórias do cotidiano que geram identificação imediata e hilária por parte do público.

imagem_release_883555.jpg
Marcela Tavares realiza única apresentação no Teatro Gazeta. (Foto: Rodrigo Lopez)

“Danos Morais” não é um solo de stand-up comum. O espetáculo conta com momentos de grande interação com a plateia. A facebooker usa recursos como projeções interativas, sons, vídeos e internet para criar uma atmosfera de profunda imersão do público no espetáculo. Durante a apresentação os momentos de improviso são um show aparte. Marcela interage com o público transformando-os em parte integrante do espetáculo. Sempre com muito bom humor e descontração.

Ps1: 60% da renda deste show será revertida para o pagamento de advogados

Ps2: Estudantes de direito pagam o dobro

Ps3: Advogados não pagam, mas também não entram

Ps4: Os outros 40% são pra comprar um.

Danos Morais 

com Marcela Tavares

Direção: Felipe Halliday

Arte e sonoplastia: Johnny Ferro

Assessoria de Imprensa: Chris Florez (Namoska Comunicação) 

Data/Horário: 24 de Março (Sexta-Feira), às 23h59

Local: Teatro Santander
Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 Itaim Bibi, São Paulo – SP

Gênero: Comédia / Stand-up e Improviso

Duração: 60 minutos

Capacidade: 1.090 lugares

Classificação: 16 anos

Bilheteria: Domingo a Quinta: 12h às 20h ou até inicio do espetáculo.
Sexta e Sábado: 12h às 22h.

Estacionamento: no local

Acesso para deficiente, portadores de mobilidade reduzida e obesos

Mais informações: (11) 4003-1022

Barbixas estreiam nova temporada do Improvável no Tuca, dia 23 de março

Espetáculo comemora 10 anos em cartaz e foi visto por mais de um milhão de pessoas nas apresentações que acontecem todos os fins de semana em diversas cidades do país

A Cia. Barbixas de Humor estreia no dia 23 de março, às 21h30, sua 9ª temporada do Improvável, no Teatro Tuca (PUC/SP). O espetáculo comemora, em 2017, dez anos em cartaz. Criado pelo trio de humoristas Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento e Elidio Sanna (os Barbixas), Improvável é um espetáculo de improvisação teatral que se utiliza de jogos e cenas artísticas com vertente humorística.

imagem_release_884159_medium (1).jpg
Barbixas comemoram 10 anos de carreira. (Foto: Divulgação)

Carro-chefe da Cia. Barbixas, o espetáculo Improvável foi visto por mais de um milhão de pessoas em apresentações que acontecem todos os fins de semana em diversas cidades do país. O canal dos Barbixas no Youtube ultrapassou a marca de 670 milhões de visualizações, conta com 2,6 milhões de inscritos e registra uma média de oito milhões de acessos por mês.

Os Ingressos custam R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia) e podem ser adquiridos na bilheteria do TUCA (Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes, de terça a domingo das 14h às 20h) ou pela internet, no site http://www.ingressorapido.com.br. Informações pelo telefone (11) 4003-1212.

 

Ficha Técnica
Gênero: Humor
Duração: 70 minutos
Idade Indicativa: 14 anos
Elenco: Anderson Bizzocchi, Daniel Nascimento, Elidio Sanna
Direção: Cia. Barbixas de Humor
Direção de produção: Joca Paciello
Produção executiva: Jefferson Lima

Serviço
Espetáculo Improvável
Cia. Barbixa de Humor
Local: Teatro TUCA
Endereço: Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes, São Paulo – Capital
Data: Todas as quintas-feiras, a partir de 23 de março
Horário: 21h30
Ingressos: R$70,00 (inteira) | R$ 35,00 (meia)
Bilheteria do TUCA: de terça a domingo das 14h às 20h. Pela Internet: site http://www.ingressorapido.com.br
Informações: (11) 4003-1212

Redes sociais
YouTube
http://www.youtube.com/barbixas
Visualizações: 674 milhões
Inscritos: 2,6 milhões
Vídeos novos todas as terças e quintas-feiras às 8h.

Twitter
http://twitter.com/barbixas
Seguidores: 1,7 milhão 

Facebook
http://www.facebook.com/barbixas
Seguidores da página: 900 mil

Instagram
https://www.instagram.com/ciabarbixas/
Seguidores: 74 mil

SHREK, O MUSICAL RETORNA A SÃO PAULO PARA NOVA TEMPORADA

O espetáculo da Broadway que já passou por 15 países, recebe nova montagem do Teatro Jovem da Hebraica

Depois do sucesso de 2013, Shrek – O musical está de volta a São Paulo para nova temporada, a partir do dia 12 de março, no Clube Hebraica. É uma produção do Hebraica de São Paulo, com adaptação de Maiza Tempesta e direção artística de Marcelo Klabin. A montagem é uma parceria do Teatro da Hebraica com o TeenBroadway e reúne mais de 40 atores em cena.

image003.jpg

Shrek é um assustador e rabugento ogro verde que ama a solidão de seu pântano. De repente, ele é surpreendido quando um bando de criaturas de contos de fada são despejadas em seu lar por ordem do excêntrico Lord Farquaad. Shrek, então, resolve ir até Duloc, lar de Lord Farquaad, para tentar conseguir o seu pântano de volta. No caminho, ele conhece um irreverente Burro Falante e juntos eles recebem a missão de resgatar a temperamental princesa Fiona, que espera ansiosamente seu príncipe encantado.

A montagem, que regressa para capital paulista, teve sua estreia em 2008, na Broadway, e já foi assistida por cerca de milhares espectadores. No elenco, estão Dalia Halegua, Edu Herrera, Caio Zalc e José Dias. O espetáculo fica em cartaz até 30 de abril, com seções sempre aos domingos às 16h30, além de duas especiais aos sábados (25/3 e 08/4) às 20h30.

Shrek é uma montagem original da Broadway, com músicas de Jeanine Tesori, textos e letras de David Linsay-Abair baseado no filme produzido pela DreamWorks em 2001, e no livro “Shrek!”, de William Steig, publicado em 1990.

 

SERVIÇO – SHREK: O MUSICAL

Data: A partir de 12 de Março

Horário: 16h30

Local: Clube Hebraica – Teatro Arthur Rubinstein (capacidade 528 pessoas)

Valor: R$ 30,00 para sócios, estudantes, associados TeenBroadway e terceira idade e R$ 60,00 para convidados.

Vendas e Informações: Alo Ingresso (http://www.aloingressos.com.br/) ou (11) 3818-8888 (central de atendimento)

Comédia “O Homem das Cavernas” reestreia no Teatro Folha

O texto de Rob Becker é um sucesso de público e crítica nos quase 40 países em que é encenado

“O Homem das Cavernas”, de Rob Becker, é um sucesso mundial que conquistou milhões de pessoas em quase 40 países e em mais de 15 idiomas diferentes. O ator Norival Rizzo faz a versão brasileira e volta a atuar no espetáculo que na primeira temporada em 2010 alcançou sucesso de crítica e público. A reestreia acontecerá no dia 14 de março no Teatro Folha, com sessões as terças e quartas-feiras.

O_Homem_das_Cavernas_Divulga_o.jpg
“O Homem das Cavernas” estreia em março, no Teatro Folha. (Foto:Evaristo Sánchez)

A peça é uma brincadeira divertida e perspicaz sobre as formas como homens e mulheres se relacionam, conseguindo que ambos os sexos morram de rir e se reconheçam. O ator Norival Rizzo interpreta personagem que repensa sua vida amorosa enquanto, inspirado no homem das cavernas, disseca as diferenças entre homens e mulheres.

Com um efeito pacificador nos desentendimentos entre homens e mulheres, a primeira montagem estreou em São Francisco, em 1991, e foi rapidamente levada para Dallas, Washington, Philadelphia e Chicago, antes de sua estreia na Broadway, em 1995. Depois de dois anos e meio e 702 apresentações no teatro Helen Hayes Theater, “O Homem das Cavernas” entrou no livro dos recordes como o monólogo que mais tempo ficou em cartaz na história da Broadway.

Rob Becker escreveu “O Homem das Cavernas” depois de um período de três anos de estudo informal de antropologia, pré-história, psicologia, sociologia e mitologia. Usou como base as informações para criar um texto com grande capacidade de comunicação com o público.

O diretor Alexandre Reinecke conta que a montagem será apresentada com novo cenário e figurino, mas manterá o estilo da direção visto na primeira temporada em 2010. “Faço uma grande parceria com o Norival. Já o dirigi em outros espetáculos e esta experiência serve para esta remontagem, que faz uma um paralelo divertido e pertinente entre o homem das cavernas e o homem contemporâneo”, observa o diretor, que também trabalhou com Norival Rizzo nas peças “Adultérios”, de Woody Allen, e “O Sucesso a Qualquer Preço”, de David Mamet.

O ator Norival Rizzo observa que a sua percepção sobre um texto teatral muda constantemente, de acordo com as novas experiências vividas e com o tempo de realização de uma temporada. O texto é o mesmo, mas a percepção para a obra resulta em outras nuances na atuação. “Agora estou percebendo muitos detalhes diferentes no espetáculo”, conta o ator que em 2005 recebeu o Prêmio Shell de Melhor Ator pelo espetáculo “Oração Para um Pé-de-Chinelo”, de Plínio Marcos, e direção de Reinecke.

Hoje a peça “O Homem das Cavernas” pode ser visto nos seguintes países: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Croácia, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Guatemala, Hungria, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letônia, Lituânia, México, Holanda, Noruega, Polônia, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos, Argentina, Coréia e China.

SERVIÇO: O HOMEM DAS CAVERNAS

Local: Teatro Folha

Estreia: 14 de março

Temporada até: 31 de maio

Apresentações: terças e quartas-feiras, 21h

Ingresso: R$50,00

Duração: 75 minutos

Classificação etária: 12 anos 

A CULPA É NOSSA, NÃO DO CABRAL! ESTREIA NO PALCO DO CITIBANK HALL

O grupo faz única apresentação, dia 04 de março, às 21h

Os humoristas Fabiano Cambota, Thiago Ventura, Nando Vieira e Rodrigo Marques trazem a comédia A Culpa é Nossa, Não do Cabral para o palco do Citibank Hall, em São Paulo. Em única apresentação, no dia 04 de março, os meninos do famoso programa “A Culpa é do Cabral”, do canal Comedy Center, apresentam o melhor de seu stand up e o resultado é um festival de piadas.
ViewImage (1).jpg
“A Culpa é Nossa, Não do Cabral” realiza apresentação única no Citibank Hall. (Foto: Divulgação)
 Clientes dos cartões Citi e Diners Club contam com pré-venda exclusiva entre os dias 31 de janeiro e 02 de fevereiro. A venda para o público em geral estará disponível a partir do dia 03 de fevereiro. Os ingressos poderão ser adquiridos pela internet (www.ticketsforfun.com.br), nospontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria do Citibank Hall. O show é realizado pela TIME FOR FUN.
Um goiano, um gaúcho, um pernambucano e um paulista. Quatro comediantes de peso com histórias, formações e origens diferentes dividem o palco e comentam, ao melhor estilo stand up, as diferenças regionais no Brasil. O resultado é inevitável: Uma enxurrada de piadas, observações e diferentes pontos de vista. O show proporciona risadas com sotaques para todos os gostos.
Baseado no programa A Culpa é do Cabral, do canal a cabo Comedy Center, o show apresenta um panorama do melhor humor feito em território tupiniquim. Com um formato dinâmico e muita interatividade com o público, A Culpa é Nossa, Não do Cabral prova que o importante é mostrar que o melhor do Brasil é a zoação entre os brasileiros.
Fabiano Cambota
Fabiano Cambota é músico e comediante. É vocalista e letrista da Pedra Letícia, banda de apoio do Programa do Porchat (Record). Possui dois solos que misturam comédia stand up e música: “O circo de um homem só” e “Canto, conto e causo.  Se apresenta nos principais festivais e noites de comédia do país, como Risadaria, Curitiba Comedy Club e Palco Stand Up da Virada Cultural Paulistana. Faz parte do elenco do Comedians Club, em São Paulo.
Thiago Ventura
Administrador de empresas e ex-bancário, Thiago Ventura se dedica à comédia stand up desde 2010. Está em cartaz em São Paulo com o show solo “Isso é tudo que eu tenho“, no Teatro Shopping Frei Caneca. Fenômeno de público e crítica por onde passa, já participou dos maiores festivais de comédia do Brasil, entre eles o palco de comédia stand up da Virada Cultural Paulistana e Risadaria, o maior festival de humor da América Latina. Fez shows para os brasileiros no Japão e nos Estados Unidos. Faz parte do elenco do Comedians Club, a principal casa de comédia do país.
Nando Viana
Publicitário e roteirista, o gaúcho radicado em São Paulo, está na comédia desde 2009. Faz parte do mais antigo e tradicional grupo de comédia de São Paulo, o Comédia ao Vivo, viaja o país com seu solo e participou dos maiores festivais de Comédia do Brasil. Seu DVD está na plataforma Netflix. Faz parte do elenco do Comedians Club, em São Paulo.
Rodrigo Marques
Pernambucano, jornalista e redator publicitário, entrou na comédia stand-up em 2010 e mudou para São Paulo em 2016, mas antes disso já participava das melhores noites da comédia na capital. No Recife teve uma noite fixa de humor por 4 anos. Participou de duas temporadas do programa República do Stand-up do Canal Comedy Central e Faz parte do elenco do Comedians Club, em São Paulo.
Para mais informações sobre A Culpa é Nossa, Não do Cabral:
A CULPA É NOSSA, NÃO DO CABRAL!
Realização: TIME FOR FUN
Copatrocínio: Skol
Transportadora oficial: Gol Linhas aéreas inteligentes
Data: Sábado, dia 04 de março de 2017, às 21h
Local: Citibank Hall SP – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP).
Capacidade: 3.841 lugares.
Duração: Aproximadamente 1h40.
Ingressos: De R$ 25 a R$ 120 (ver tabela completa).
Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.
De 12 a 13 anos: Permitida a entrada acompanhados dos pais ou responsáveis legais.
De 14 anos em diante: Permitida a entrada desacompanhados.
Abertura da casa: 1h30 antes do espetáculo.
Acesso para deficientes
Ar-condicionado
Venda de ingressos no site: www.ticketsforfun.com.br
Venda a grupos: grupos@t4f.com.br
Meio preferencial de pagamento: Citi.
Estacionamento (terceirizado): R$ 50.