Arquivo da categoria: Turismo

Esqui, snowboard e muito mais: temporada de inverno de Park City vai além dos roteiros tradicionais e conta com atrações variadas

Cidade ganhará ainda um novo restaurante no começo de dezembro

Quando se pensa em um destino de neve, o esqui e o snowboard vêm automaticamente à mente. No entanto, Park City, que abriga as mundialmente famosas estações Deer Valley Resort e Park City Mountain Resort, em Utah, nos Estados Unidos, oferece uma série de outras atividades que garantem uma experiência de inverno inesquecível. Há desde a possibilidade de aproveitar os rios de águas cristalinas para pescar, ou praticar “fly fishing”, como dizem os locais, até seguir na neve, fazendo os famosos passeios de snowmobile, espécie de moto que desliza sobre o gelo, ou o dog sledding, opção divertida para conhecer a natureza e paisagens de tirar o fôlego por meio de um trenó puxados por cães.

E as experiências não param por aí. Após abrigar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, o Parque Olímpico de Utah segue aberto para que os visitantes possam sentir a emoção vivenciada pelos atletas no eletrizante bobsled, uma das atrações do local. O esporte, que consiste na descida de uma espécie de cápsula por uma estreita pista, pode ser feito por todos os corajosos que não se intimidam com a velocidade de mais de 100 km por hora. Se a pedida for por algo mais tranquilo, é possível praticar o “snow biking”, mountain bike com bicicletas com pneus especiais e adaptados à neve. E que tal diversão nas alturas em um passeio de balão sobre as montanhas para ter uma visão completamente diferente da região? Alegria na certa para todos!

Snowboarder on Groomer p.jpg
Park City abre temporada de inverno. (Foto: Divulgação)

Além da série de opções, Park City conta com uma agenda repleta de novidades e eventos em sua temporada de inverno. Em fevereiro, do dia 1º a 10, a cidade serve de palco para o FIS World Championships, campeonato mundial de snowboard, freestyle e freeski. Organizado pela Federação Internacional de Esqui (FIS) e pelo US Ski & Snowboard e em parceria com a Utah Sports Commission, o evento atrairá mais de 1.300 atletas de todo o mundo para o maior evento esportivo de inverno no estado desde os Jogos Olímpicos de 2002. Detalhes em https://2019worldchamps.com/.

Um pouco antes de o campeonato agitar ainda mais o inverno de Park City, a já variada cena gastronômica da cidade ganha um novo restaurante: o Hearth and Hill abrirá suas portas na semana de 17 de dezembro, apresentando um menu inovador, que destaca especialidades de todo o mundo, com direto a cardápio infantil, em um ambiente de luxo casual. Mais informações em http://hearth-hill.com/.

Já em janeiro, a partir do dia 24, todos voltam seus olhos para o mais importante festival de cinema independente do mundo, o Sundance, que transforma Park City no endereço oficial da Sétima Arte, com estrelas, sessões e muita animação. A programação completa está disponível emhttp://www.sundance.org/.

A temporada da estação Deer Valley Resort vai de 8 de dezembro até 7 de abril de 2019, enquanto que a de Park City Mountain Resort ocorre de 21 de novembro a 7 de abril de 2019.

Mais informações podem ser obtidas em www.visitparkcity.com.

Anúncios

Três novidades para os turistas em Brotas

A capital do turismo de aventura amplia o portfólio de atrações com tirolesa em curvas, centro de compras e ponte suspensa

Brotas é destino de aventura, de ecoturismo e de descanso, também, porque boa parte dos meios de hospedagem fica na área rural, ao lado de cachoeiras, num lugar que dá sensação de que o tempo demora mais para passar. É um destino para ir mais de uma vez porque não dá para conhecer e aproveitar tudo numa única viagem. E tem novidades na terra do cantor Daniel. Recentemente, Brotas ganhou mais três atrações turísticas. A última é uma nova modalidade de tirolesa, em curvas.

Chamada de Sky Rider, possibilita ao turista percorrer mais de 400 metros de distância passando próximo das árvores e fazendo curvas acentuadas. A atração funciona em um sistema de trilho suspenso a vários metros de altura do solo. Começa em uma plataforma, onde o turista é acomodado numa cadeirinha e preso por cinto de segurança. E, então, inicia a descida deslizando pelo trilho até alcançar o solo novamente e desembarcar.

SKYRIDER-017.jpg
Brotas apresenta novidade radical. (Foto: Divulgação)

O turista faz Sky Rider no Poção, no espaço de aventura da Alaya, ao lado do rio Jacaré-Pepira, onde já, há anos, a empresa opera outras atividades como arvorismo, tirolesa, escalada, rapel, boia-cross, minirrafting e flutuação. “O Sky Rider é resultado de vários anos de pesquisa e desenvolvimento pois, além de ser um protótipo, tínhamos todos os protocolos de segurança que precisavam ser observados para uma operação comercial segura”, explica Vivian da Cunha, sócia-proprietária da Alaya, empresa que possui certificação ISO em Sistemas de Gestão da Segurança. A atividade pode ser feita por crianças a partir de 1,20m de altura e adultos até 100 quilos.

Outra novidade de Brotas é o Alameda Catharina, um moderno e charmoso centro de compras, alimentação, beleza e lazer localizado no Centro da cidade, na avenida Mario Pinotti, 317, a via onde fica boa parte das operadoras de aventura. E a terceira é a ponte suspensa do Ecoparque Cassorova, com mais de 100 metros de altura, que propicia uma vista

privilegiada da Cachoeira Cassorova, eleita a mais bonita de São Paulo, e de todo o vale.

E não faz muito tempo que a Ecoação começou a oferecer caiaque duplo. É uma modalidade que traz ainda mais adrenalina para o esporte, pois permite ao turista curtir as emoções de descer as emocionantes quedas d´água do rio Jacaré-Pepira em caiaque duplo, ao lado de um condutor experiente. O turista participa ativamente da condução da embarcação, que exige remadas fortes e precisas, mas caso vire, é o condutor quem fará o desviro.

Brotas é a capital do turismo de aventura porque concentra a maior oferta de atrações desta natureza no Brasil e tem mais de 20 cachoeiras abertas à visitação. Além do rafting, considerado um dos melhores do País, realizado no Rio Jacaré-Pepira, o turista pode fazer boia cross, canionismo, escalada indoor, rapel, arvorismo, tirolesa, caminhada na natureza, cachoeirismo, cicloturismo, cavalgada, quadriciclo, passeios off road, queda livre, entre outros, e mais recentemente também kayak duplo e voo de balão.

CCXP: O primeiro evento brasileiro exportado para Alemanha na história.

A CCXP Colônia ocorrerá pela primeira vez entre os dias 27 e 30 de junho de 2019, em Colônia, na Alemanha

A CCXP Colônia fará sua grande estreia fora do Brasil em Colônia, na Alemanha, entre os dias 27 e 30 de junho de 2019. O anúncio foi feito essa semana, em uma coletiva de imprensa realizada à beira do rio Reno, com a presença da comunidade geek, influenciadores e grandes marcas do mercado Alemão.

A CCXP Colônia já chega com grande porte e será realizada pela primeira vez e em parceria com a Koelnmesse GmbH, que também é a produtora de eventos como Gamescom e DMEXCO, eventos que acontecem no mesmo local. Durante 4 dias, o local será transformado em um espaço cheio de histórias e aventuras para os fãs de filmes, séries, quadrinhos, música, cosplay e livros da Alemanha e toda Europa, com previsão rde atrair 70.000 visitantes. Haverá cerca de 80 expositores, mais de 200 ilustradores e astros de Hollywood. Grandes marcas como Panini, Iron Studios, Warner e Universal Pictures já estão planejando suas atividades para o festival.

ViewImage (4).jpg

Em sua primeira edição, a CCXP Colônia incorpora na sua programação a convenção RPC – Role Play Convention, organizada pela Koelnmesse junto do criador Andre Kuschel, e a comunidade geek alemã, será integrada a este novo conceito de evento. A RPC que em 2018 teve o público de 35.000 pessoas tem como foco atividades como Board Games, LARP, Pen & Paper, Troca de Cartas, Grupo de Cosplayers e um mercado medieval, onde são celebradas a música, a cultura e as comida típicas do período.

Pierre Mantovani, CEO da Omelete Company: “Com 227.000 visitantes, a CCXP é a maior Comic Con do mundo na atualidade. Agora, vamos levá-la para a Europa pela primeira vez. As condições para a escolha do local onde o festival ocorrerá foi perfeita: a cidade de Colônia e os muitos anos de experiência da Koelnmesse em mídia digital, games e entretenimento.”

“A CCXP Colônia é um festival para todas as idades! Queremos oferecer a maior e melhor experiência possível em termos de cultura pop na Europa. Nós temos certeza de que temos toda capacidade e recursos para realizar um grande festival e entregá-lo com sucesso para as marcas e fãs. Isso também beneficiará a cidade de Colônia e o estado da Renânia do Norte-Vestfália. O conceito da CCXP tem potencial para expandir o festival nos próximos anos e incluir um elemento B2B, como já é feito em São Paulo no CCXP Unlock. Estou feliz por podermos integrar e fortalecer a RPC – Role Play Convention e o sentimento de comunidade como parte integrante da CCXP Colônia”, explica Gerald Böse, CEO da Koelnmesse. GmbH.

Grandes marcas parceiras participaram

Com a Panini, a Iron Studios e a Warner, várias marcas parceiras de peso já confirmaram presença no evento em 2019. Já estão ocorrendo reuniões com a Universal Pictures para discutir sua participação na primeira edição da CCXP Colônia. “Estou muito feliz que a CCXP esteja trazendo festival de cultura pop deste porte para a Alemanha. Nossos colegas brasileiros já se apresentam como parceiros na CCXP em São Paulo, criando mundos e experiências para nossos fãs durante os últimos anos. Nós vamos continuar a parceria em Colônia no próximo ano e várias atrações estão por vir.” Disse Michael Kampf, diretor de marketing da Universal Pictures Internacional da Alemanha.
Venda de ingressos em Fevereiro

A venda de ingressos para a CCXP Colônia começará no dia 25 de fevereiro, dia da entrega da premiação do Oscar. Para mais informações,acesse www.ccxp-cologne.de.

Luxuoso hotel sul-africano mistura romantismo e total conexão com a natureza

Selati Camp, um dos lodges do hotel de safári Sabi Sabi Private Game Reserve, é conhecido por proporcionar uma experiência de luxo e romantismo incomparável em meio à savana sul-africana. Recentemente o espaço passou por uma reforma que, incorporando as texturas, cheiros e sons do meio ambiente que o cerca, só fortaleceu o clima do lodge: o de um tempo no qual a vida era um pouco menos turbulenta e complicada, algo mais próximo de um sonho.

As suítes ultra-luxuosas do lodge foram reformadas recentemente e a reação dos hóspedes foi a melhor possível. A decoração imaginativa, o conforto das acomodações, o silêncio e a privacidade de cada espaço estão encantando a todos. Agora, com um novo deck de observação, um “lounge externo e varanda” reformados, e áreas de recepção e loja remodeladas, o Selati Camp está em toda sua glória.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O novo deck de observação é um espaço elegante que, em forma de círculo, evoca um senso de simetria e a paz do ciclo natural da vida. Elegantes cortinas de musselina estão presas a suas espessas vigas de madeira, criando uma moldura que não atrapalha a observação dos animais. Em lugar de destaque no centro do deck está um magnífico tapete persa, sobre o qual chama atenção uma mesa esculpida que, com topo de madeira manchada e acabamentos em metal, é quase uma obra de arte. Alguns conjuntos de mesas e cadeiras de madeira feitas à mão fazem com que a locação seja perfeita para um jantar diferenciado e, para completar, poltronas confortáveis e cheias de almofadas, acompanhadas de apoios de pés em várias alturas, são uma tentação irresistível para quem quer relaxar e admirar a natureza em seu mais lindo estado.

Os já existentes “lounge externo e varanda” foram reformados com o clima romântico em mente – como sempre – e exemplificam muito bem o que seria “descansar com estilo”. Além dos sofás de madeira bem estofados, das poltronas e cadeiras cobertas por tecidos do Malawi, nessa área chamam atenção os candeeiros artesanais, criados por artesãos rurais, pendurados acima de fascinantes obras de arte, livros, pequenos objetos de couro, e memorabilias interessantes que decoram o espaço luminoso e luxuoso.

Caso o sol da savana sul-africana bata mais forte, a incrível piscina do Selati Camp, cercada por espreguiçadeiras luxuosas, está logo ao lado.

Uma área de recepção novinha também faz parte das mudanças. O espaço caloroso e amigável onde os hóspedes são recebidos está tomado por uma miríade de pinturas intrigantes e esculturas que adornam suas paredes e mesas, anunciando o estilo do lodge logo na entrada. Algumas das obras em metal expostas no espaço são diferentes tipos de moedas usados antigamente em algumas culturas africanas, como os “bastões de fogo”, que parecem galhos secos de madeira, mas na verdade são feitos de metal. Merece um olhar mais próximo também o cristal no lindo carrinho de bebidas.

O espaço que anteriormente abrigava a recepção foi transformado em uma loja estilo boutique, perfeita caso os hóspedes sintam vontade de fazer umas comprinhas. Na loja “The Trading Post” encontram desde roupas legais pro safari, até belos chapéus ou presentes para pessoas queridas.

Selati Camp é conhecido por seu silêncio e beleza, pelas árvores majestosas que acompanham o leito do rio Msuthlu, antigas sentinelas que se levantaram e protegem a área a eras. Sob a sombra de seus enormes galhos, viajantes aventureiros, recém-casados, ou até aqueles que buscam ficar sozinhos encontram uma verdadeira utopia. As suítes majestosas, e agora a adição e renovação de espaços tão especiais fundem-se perfeitamente ao espírito histórico do Selati Camp: uma experiência vintage clássica e um destino inesquecível para os de coração romântico.

Cinco experiências imperdíveis em uma viagem pelo Alentejo

Maior região de Portugal proporciona vivências fascinantes aos seus visitantes

O Alentejo, em Portugal, tem muito bem preservado não só o seu patrimônio histórico, grande parte reconhecido pela UNESCO, mas também a autenticidade da cultura. Tudo combinado a paisagens de cair o queixo, que o transformam no destino perfeito para as próximas férias. Para se preparar, conheça algumas experiências imperdíveis para aproveitar em terras alentejanas.

Pousada de Arraiolos.jpg
Alentejo oferece experiências incríveis. (Foto: Divulgação)

Hospedar-se em um edifício medieval
O destino pode proporcionar hospedagem em muitos edifícios de centenas de anos, que fazem parte do acervo histórico e que atualmente abrigam hotéis elegantes e de puro conforto. São antigos conventos e palácios que permitem vivenciar o estilo e arquitetura da Idade Média, como a Pousada de Arraiolos, do século 14, que mescla a arte barroca à mobília minimalista e requintada.   

Ver as planícies e vilas alentejanas do alto
A paisagem natural alentejana é um brilho para os olhos, com planícies douradas a perder de vista. O voo de balão de ar quente é uma das maneiras mais românticas e, ao mesmo tempo, aventureira de ver toda a beleza da região. Dá para levar a família toda para o passeio, já que alguns cestos, como os da empresa Up Alentejo, chegam a acomodar até 12 pessoas. Podem ser realizados o ano inteiro e deve-se considerar o período de até cinco horas para toda a experiência. 

Provar os vinhos premiados
A região é uma verdadeira Meca para os amantes da bebida e as opções de enoturismo são muitas. São cerca de 300 vinícolas em seu território, que produzem variações como tintos, brancos, espumantes e talha, e alguns rótulos estão entre os mais premiados do mundo. Em lugares como a CARMIM, é possível conhecer o processo de produção, aprender mais sobre os vinhos e ainda degustar as melhores seleções.

Visitar uma herdade
Nas herdades do Alentejo, você irá descobrir tradições e sabores que só as regiões mais rurais podem proporcionar. Essas propriedades familiares típicas são excelentes alternativas para vivenciar a cultura e a produção dos deliciosos ingredientes da culinária local. Algumas dispõem de charmosos alojamentos e restaurantes fabulosos, como a Herdade da Malhadinha Nova, nos arredores de Beja.

Fazer stand-up paddle entre os sobreiros
Para aqueles que buscam atividades de bem-estar e lazer em meio à natureza, praticar stand-up paddle é a maneira perfeita de contemplar as belezas naturais do Alentejo. A Corktour realiza passeios que permitem a prática em lagoas rodeadas de sobreiros (árvore que fornece a cortiça) combinada a experiências de provas de vinhos e degustação de produtos regionais.

República Tcheca vista do alto

Dizem que o mundo parece mais bonito de uma grande altura e, dos mirantes, parece ainda melhor …. Venha e descubra os mirantes da República Tcheca. Atualmente, na Boêmia e na Morávia, existem mais de 400 mirantes. Se você não sofre de vertigem, visite qualquer um desses abaixo:

  1. As vistas de Praga
7fed02da-7cac-43cb-a807-d983d515b6a8
(Foto: Divulgação)

Dentro de Praga há mirantes originais. Um dos mais populares fica colina de Petřín. A estrutura do mirante de Petřín é de ferro, uma réplica menor da  Torre Eiffel  em Paris, construído em 1891!

A torre da emissora de Žižkov também oferece pontos turísticos interessantes de Praga. Com uma altura de 216 metros, é a construção mais alta de Praga. Aqui você pode desfrutar da observação do panorama 93 metros acima do solo ou do restaurante de luxo que fica um pouco abaixo.

  1. Mirantes na Boêmia do Norte
c665d4d1-d759-40d8-b646-1dd7b07dc760
(Foto: Divulgação)

Em Ještěd você pode desfrutar de uma vista excepcional dos quatro pontos cardeais e tentar uma acomodação muito original. O famoso hotel elevado, anexo à estação de TV ,está localizado no norte da Boêmia, perto da cidade de Liberec, e está a 100 metros do chão, em uma colina de mesmo nome. Na região de Liberec, você pode subir ao mirante de ferro mais antigo da Boêmia: Slovanka, que desde 1887 se ergue na colina arborizada de mesmo nome, nas montanhas hizers de Jizerské. O mirante de Tanečnice (A Bailarina) oferece uma excelente vista panorâmica e é o  mais setentrional da República Tcheca.

3. O mais antigo mirante com vista dos Alpes

b8be8f03-c0b1-4526-923d-8137ac260f5b
(Foto: Divulgação)

O mirante Poledník em Šumava tem uma história muito original. Antes servia como uma torre da unidade militar que exercia vigilância eletrônica da fronteira nacional. O mirante é o terceiro ponto de observação mais alto da República Tcheca, de onde é possível até avistar os Alpes, quando a visibilidade é boa. O mirante com a estação de televisão Praděd em Jeseníky também oferece vistas espetaculares, quando o tempo está bom. O topo da estação é o ponto fixo mais alto (embora artificial) da república; com a altura de 1637 a 1638 metros, supera o topo da montanha mais alta, Sněžka (1603 m).

4. Unindo vistas com o passeio

f59c18ec-9025-4b23-8915-7d2f0d2a4f62
(Foto: Divulgação)

Na República Tcheca, você também encontrará as famosas trilhas pelas copas de árvores; muito populares entre os turistas. O primeiro caminho através das copas de árvores na República Tcheca surgiu no sul da Boêmia, perto de Lipno, e mede 372 metros e está aberto todo o ano. No final do caminho, há uma torre com mirante de 40 metros. Em 2015 também começou a funcionar o caminho nas nuvens em Dolní Morava. Seu aspecto é o da asa de uma mariposa. O caminho se estende até a estação superior do teleférico Sněžník, com 1116 metros de altura. A cordilheira de Krkonoše tem seu próprio caminho através da copa das árvores, localizada em Jánské Lázně, onde você pode não apenas passear pelas copas de árvores a uma altitude de 1.500 metros, mas também desfrutar de uma vista espetacular de uma torre de 45 metros de altura.

Tierra Patagonia, no Chile, lança novas excursões

O hotel fica no entorno do Parque Nacional Torres del Paine

O premiado hotel Tierra Patagonia, da rede chilena Tierra Hotels, acaba de lançar novas excursões. Agora os hóspedes poderão contar com mais uma cavalgada e uma caminhada, que se somam às 25 opções já existentes de passeios no Parque Nacional Torres del Paine e seu entorno.

Tierra Patagonia - Cavalos.jpg
Tierra Patagônia é ideal para quem gosta de curtir a natureza. (Foto: Divulgação)

Quem gosta de cavalos e tem interesse em conhecer o estilo de vida patagônico pode fazer visitas à fazenda Dos Elianas. Lá sobe-se uma colina em meio à fauna local (composta por ovelhas, guanacos e raposas) até chegar a um mirante que oferece vistas de Cerro Castillo, na fronteira com a Argentina, da Serra e do lago del Toro, o maior da região de Magalhães. A expedição tem duas horas de duração e nível fácil.

Já quem prefere caminhar pode escolher a excursão Cidadela, que começa no posto pecuário do Valle de Las Chinas, chamado assim em alusão às mulheres indígenas que habitavam o território. O trekking passa pela margem oeste do rio Las Chinas e continua por uma trilha em subida, onde é possível encontrar uma enorme variedade de flora nativa sazonal, para depois chegar à Cidadela, aos 1.000 metros de altitude. Lá existem formações de rocha basáltica caprichosamente esculpidas pela natureza e lindas vistas do Maciço Paine, Serra Contreras, Cerro Guido e Sierra del Toro, com seus vales e lagoas. Na volta ao hotel ainda há uma parada em uma casa patronal, típica das estâncias patagônicas, para descansar e compartilhar histórias ao redor do fogo.

6 lugares pelo mundo que são considerados “destinos camaleões”

Viajar é sempre uma experiência diferente, isso é um fato. Podemos viajar para o mesmo local, mas será distinto, afinal, a cada dia sofremos pequenas (ou mesmo grandes) mudanças. Entretanto, além da transformação poder acontecer em nós, pode acontecer no próprio destino.

Isto é, existem locais que mudam radicalmente dependendo da época do ano. Geralmente em decorrências das estações, época de seca ou chuva. Porém, se tornam locais completamente diferentes. Por isso a plataforma colaborativa Lugares Pelo Mundo listou 6 lugares que são considerados como “destinos camaleões”. Confira:

Pantanal

Pantanal_destino camaleão _ Marinelson Almeida Silva
(Foto: Marinelson Almeida Silva)

É considerado a maior planície alagada do mundo. E é justamente neste fato que reside sua grande mudança. Na época de muita chuva, que acontece entre outubro a março, o rio Paraguai e seu afluentes alagam toda a região. Como a região é plana formam-se “courichos”, que são como pequenas lagoas. Tudo fica cheio de água, exceto por alguns morros isolados.

Porém na outra época, de abril a setembro, toda essa água escoa e é possível novamente ver os pastos. Uma paisagem completamente diferente.

O bioma estende-se pela Bolívia, Paraguai e Brasil, sendo que a maior parte está em território brasileiro, entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

 Lençóis Maranhenses

Lencois_destino camaleão_ ambientalturismo
(Foto: Ambientalturismo)

Outro destino brasileiro que é influenciado pela época do ano localiza-se no Maranhão. O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um dos principais destinos turísticos do estado. E não é para menos. O local é inacreditavelmente lindo. Porém é preciso atenção. As lagoas azuis entre as dunas de areia se formam na época chuvosa do ano, que é de fevereiro a maio. E segundo o receptivo, a melhor época para visita é entre maio e setembro. Do contrário há uma grande possibilidade de encontrar poças ao invés de lagoas.

Durante o período de seca, as lagoas secam pouco a pouco. Por isso é importante buscar informações com a administração do Parque para não fazer o passeio em vão.

Delta Okavango

Okavango_destino camaleão _ Gregory Slobirdr Smith
(Foto: Gregory Slobirdr Smith)

Na Botsuana localiza-se um dos maiores berços da vida selvagem do planeta. E o que acontece lá é muito parecido com o nosso Pantanal. O rio Okavango drena a água das chuvas de verão do planalto da Angola, essa água começa a se espalhar por toda a planície do Delta de março a junho e entre junho e agosto atinge o seu pico, que é durante o inverno seco da Botsuana. O alagamento atrai muitos animais e se torna uma das maiores concentrações de animais selvagens da África.

Holanda

Holanda_destino camaleão _
(Foto: Keukenhof divulgação)

Já ouviu falar das tulipas da Holanda? Famosas por todo o mundo elas possuem o poder de modificar o ambiente de maneira incrível. A prova disso é o Parque das Tulipas Keukenhof, uma das atrações mais visitadas do país. Durante a primavera as tulipas desabrocham e transformam o local em um verdadeiro conto de fadas. Além desse parque é possível ver as flores na beira dos canais da cidade, o Jardim Botânico de Amsterdam e o Museu de Tulipas de Amsterdam.

Líbano

Líbano_destino camaleão _ Paul Saad
(Foto: Paulo Saad)

Que tal esquiar no Líbano? Embora o verão seja muito badalado por lá, o inverno também tem suas atrações e belezas. As montanhas se cobrem de neve entre dezembro e março e tornam-se o local ideal para esportes de inverno.

O destino conta com seis estações de esqui e recebe esquiadores e praticantes de snowboard de todos os níveis de habilidade.

Noruega

Noruega_destinocamaleão_visitnorway
(Foto: Visit Norway)

As estações inverno e verão na Noruega fazem com que o país mude radicalmente sua paisagem. No verão é possível observar o fenômeno do sol da meia noite, ao norte do país.

Já no inverno a Aurora Boreal é a visita mais esperada. Além dos fenômenos, o país possui diversas atrações em qualquer uma das estações.

Rota da Uva de Jundiaí é excelente opção de lazer perto da capital

Turismo e gastronomia de cores, paisagens, sabores e muita fartura

Já pensou em fazer uma pequena viagem de fim semana com toda a família bem pertinho de São Paulo? A Rota da Uva de Jundiaí é uma excelente opção. A Rota é localizada nos bairros Caxambu, Toca, Colônia e Roseira, todos na zona rural da cidade. São 27 locais entre restaurantes, adegas, sítios, bares, quiosques disponíveis para o turista visitar. Além destes, a Rota sugere a visitação em mais 7 lojas de produtos como linguiças artesanais, cervejas e frutas.

A região tem grande influência italiana devido a instalação de imigrantes da região de Veneto, por exemplo. Para o presidente da Associação da Rota da Uva e CEO do complexo turístico e gastronômico Villa Brunholi, Paulo Brunholi, hoje os filhos ou netos daqueles que chegaram ao Brasil, ainda tentam manter as tradições aprendidas com seus pais e avós, transformando Jundiaí em um grande complexo turístico rico gastronomicamente. “A proposta do passeio, é mostrar a cultura local e tentar manter as tradições e a história da imigração italiana na cidade, que se mantém viva nos corações de quem mora na cidade e queremos que seja levada no coração dos turistas”, comenta.

São 10 restaurantes que o turista pode visitar e aproveitar para se deliciar com muita fartura, como por exemplo almoçar no restaurante e adega Beraldo di Cale, onde tem tudo aquilo que se espera e muito mais. Antes do almoço é sugerido degustar a Mexeriquinha, cachaça com um leve sabor da fruta que leva o nome, para abrir o apetite. Uma bela salada acompanhada de queijos regados com um pouco de azeite ou uma generosa porção de polenta, podem ser servidas como entrada. O restaurante, de forte influência italiana, serve massas frescas todos os dias no almoço e no jantar.

A Vendinha do Alto, é um restaurante também de origem italiana, mas pode ser uma boa ideia, passar uma tarde lá. O ambiente é bem caseiro e as funcionárias fazem com que você se sinta em casa, principalmente pelo carinho e capricho que o ambiente proporciona. O pão de torresmo com um cafezinho é a grande pedida para os turistas. Além disso, a torta de abacaxi é altamente recomendada pelos moradores da região.

Para os amantes de frutos do mar, nem tudo na região é sobre massa fresca. O restaurante Italianão, apesar do nome, serve generosas porções de filé de tilápia, camarões empanados e diversos pratos com ingredientes frescos e sabores do mar. Mas para quem não gosta ou é alérgico a este tipo de alimento, o restaurante também serve massas, parmegianas, risotos e picanha.

Começar o dia com o café colonial do complexo turístico e gastronômico Villa Brunholi, é imperdível. São três mesas fartas de comidas, entre doces e salgados, pães e bolos, sucos, café, chocolate quente. Dentre os mais de 80 itens, do café colonial servido aos sábados e domingos, o pudim de uva com queijo mascarpone, premiado no Festival de Sabores de São Paulo, sempre marca presença.

No Villa Brunholi, o visitante além de se deliciar com as comidas preparadas ali mesmo, pode conhecer a mini fazenda, com porco, cabras, pavão, coelhos e mini-horse, diversão garantida para as crianças. Todas as árvores do complexo, são frutíferas e são disponíveis para os visitantes. Além disso, tem uma pequena horta onde os turistas podem pegar alguns temperos como tomilho e alecrim, por exemplo.

A Adega Maziero, é um ponto mais que especial para os religiosos. O vinho rosé suave produzido pela adega, foi escolhido para a celebração das missas realizadas pelos dois últimos papas que visitaram o Brasil, Bento XVI e Francisco. Padre Pedro, contou como foi feita a seleção do vinho. “Membros da organização brasileira escolheram vinhos de 23 lugares diferentes, destes, 3 foram selecionados e levados ao Papa, para que ele escolhesse o melhor”, conta o padre com um sorriso orgulhoso no rosto.

Na adega do português, a única adega da região que não tem origem italiana, os homens não têm vez. O sítio e a adega estão sob o comando gentil da Angela Moniz e mais duas mulheres. Os pais da Angela vieram de Portugal e partiram do mesmo princípio dos vizinhos italianos e seguiram no cultivo de uva e produção de vinho. Com a idade avançada dos pais, Angela tomou a frente dos negócios e decidiu que é hora de dar a vez às mulheres. “Um dia me dei conta de que seu eu fosse tocar a adega, eu não faria como uma adega machista dos anos 60. A mulher merece e tem capacidade de ocupar o espaço na agricultura”, disse.

Na Rota Da Uva nem tudo é sobre comer e provar vinhos, os turistas podem visitar o hortifrúti da família Miossi. Alface, rúcula, couve, salsinha, espinafre, todas as hortaliças são cultiva sem adição de agrotóxicos. Se quiser adquirir algumas hortaliças, é só colher diretamente da plantação. Uma excelente atividade de interação com a terra e alimentos para as crianças.

Kioske Roseira, é uma das lojas especiais sugeridas pela Rota. Lá é onde se pode experimentar a tradicional coxinha de queijo da cidade. Embora o sabor de coxinhas mais popular no Brasil, seja de frango, algumas acrescidas de catupiry, em Jundiaí a escolha tradicional é de queijo. As coxinhas mesmo que que se chamem no diminutivo, são bem grandes, então é importante visitar o quiosque de barriga vazia. Comer as coxinhas junto com o delicioso suco natural de uva é uma excelente combinação.

Para conhecer a Rota da Uva, o turista pode ir por conta própria mas o indicado é fazer um tour guiado. Estes passeios guiados acontecem aos primeiros, terceiros e quartos sábados de todo mês, saindo da estação ferroviária de Jundiaí, por volta das 10h30 e custa apenas R$25.

República Dominicana: todas as experiências ao alcance da mão

No país, turistas podem desfrutar das mais variadas paisagens, opções de aventura e esportes, locais históricos e atrações exclusivas localizadas a uma curta distância

Muitos destinos no mundo têm uma oferta turística ampla e atraente. A República Dominicana tem isso e muito mais: em um único dia, os visitantes podem ir de um mergulho em uma praia dos sonhos a uma partida de golfe em campos renomados ou deslumbrar a arquitetura majestosa da era colonial.

“A República Dominicana é repleta de paisagens, recantos e atrações emblemáticas em todas as cidades e províncias”, afirma Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (MITUR). “O belo território oferece aos visitantes a vantagem adicional de poder viver, durante a estada, as mais variadas experiências graças à conectividade de não mais que três horas entre os destinos internos.”

Boca Chica_2.jpg
República Dominicana tem uma bela paisagem. (Foto: Divulgação)

Santo Domingo é a cidade primata da América; portanto, o centro histórico – a Cidade Colonial – tem o privilégio de ser um Patrimônio da Humanidade declarado pela UNESCO e um dos locais imperdíveis. A rua El Conde, primeira rua comercial do Novo Mundo, continua a ser a área comercial apenas para pedestres mais popular. Ao longo de 10 quarteirões, esta rua de paralelepípedos é cheia de restaurantes, cafés, lojas de souvenirs e artes de rua. Os edifícios Fortaleza de Ozama (arquitetura medieval) e o Alcázar de Colón (majoritariamente no estilo gótico, com algumas características renascentistas, como arcadas e borlas do estilo elisabetano) são dois dos mais emblemáticos construídos pelos espanhóis durante o século XVI.

Os arredores de Santo Domingo são igualmente agradáveis. A menos de uma hora da capital, a cidade litorânea de Juan Dolio oferece um refúgio tropical e descontraído, ideal para combinar praias de areia branca e contato com os habitantes locais, pois é um dos destinos favoritos dos dominicanos. Em Boca Chica, o Parque Nacional Submarino La Caleta, com múltiplos naufrágios e vida marinha abundante, é excelente para mergulho, tanto para níveis de iniciante a avançado. A profundidade vai de seis a 180 metros.

Arquitetura e cultura são duas marcas registradas de Puerto Plata, no norte do país. A cidade de San Felipe, capital da província, cativa os visitantes com belas casas e prédios vitorianos, com cores pastéis e varandas de madeira. A antiga fortaleza de San Felipe foi construída no século XVI pelos espanhóis para proteger a cidade de piratas e outros intrusos. Perto dali, a cidade e praia de Cabarete é a meca dos destinos aquáticos, sendo o único destino que apresenta as condições perfeitas para fazer, num só local, quatro tipos de esporte: surf, kitesurf, windsurf e stand up paddle (SUP).

Ao sudoeste da República Dominicana, a estrada que inclui as províncias de Pedernales e Barahona chama atenção pela beleza contrastante. De um lado, a exuberante vegetação da floresta tropical da Serra de Bahoruco, caracterizada por montanhas verdes e eretas. Do outro, uma interminável costa do Caribe se desdobra com praias de um azul turquesa intenso, como as da Bahía de las Águilas.

A beleza natural da região surpreende os visitantes que vão conferir a ilusão de ótica do Pólo Magnético, fenômeno pelo qual os carros silenciados rolam “para cima”, ao invés de descer. No coração das montanhas de Bahoruco, um passeio pelas minas de Larimar permite a visão de como uma pedra turquesa semi preciosa, encontrada apenas na República Dominicana e em nenhum outro país do mundo, é extraída.

Samaná oferece uma combinação variada de atrações, gastronomia e hospitalidade. Las Terrenas, anteriormente uma vila de pescadores, é um dos lugares mais visitados pela mistura perfeita de praias paradisíacas e uma cidade cosmopolita, graças à uma rica influência européia. Cocos e gengibre são ingredientes fundamentais na culinária de Samaná; de fato, o prato típico é o “peixe com coco”. Entre os meses de janeiro e março, a principal atração é o avistamento de baleias jubarte, que chegam à península para acasalar. Um espectáculo único da natureza, que pode ser apreciado de perto a bordo de um barco.

Punta Cana, conhecida por belas praias e resorts de luxo, é mais do que isso: um paraíso para os golfistas, com 10 exclusivos campos de design exclusivos, localizados ao longo da costa, e diversão garantida com inúmeros parques temáticos, que combinam atividades recreativas em meio a um cenário natural deslumbrante. Punta Cana pertence à província de Higüey, conhecida por abrigar o local religioso mais emblemático do país, a Basílica de Nossa Senhora de Altagracia. Destacada por um grande arco de bronze e ouro de 69 metros de altura, a Basílica é uma manifestação do pilar que tem a tradição religiosa na cultura dominicana.

Os amantes da vida na natureza encontrarão em Jarabacoa e Constanza ar puro, montanhas, aventura e paisagens impressionantes. Os turistas mais aventureiros que chegam a esta parte única do país, na Cordilheira Central, procuram conquistar o pico mais alto do Caribe: o Pico Duarte, com 3.087 metros de altura. Neste impressionante pico nasce o Yaque del Norte, o rio mais longo da República Dominicana e o melhor para o rafting. Montanhas e numerosos rios convergem nesta área para dar lugar a cachoeiras incríveis, como Baiguate e Jimenoa, ideais para canyoning e rapel. Para comer, nada como os pratos à base de cenouras, beterrabas, batatas, brócolis e morangos cultivados em Constanza.

Para mais informações, visite www.GoDominicanRepublic.com/es.