Arquivo da tag: Anavitória

MTV CONFIRMA PRIMEIROS SHOWS NO PALCO DO ‘MTV MIAW’ 2019

Anavitória e Vitor Kley dividem o palco, assim como o time de peso formado por Heavy Baile, Kevin O ChrisMC Pocahontas eMC Rebecca, pela primeira vez juntos

MTV acaba de anunciar as primeiras atrações a se apresentar no palco da segunda edição do ‘MTV MIAW’, no Brasil: Anavitória Vitor Kley vão se apresentar juntos, assim como o time de peso formado por Heavy Baile, Kevin O ChrisMC Pocahontas MC Rebecca em uma performance inédita de puro funk.

Apresentada por Hugo Gloss e Sabrina Sato, a premiaçãoque reverencia e celebra os ícones da geração atual vai ao ar dia 04 de julhoquinta-feira, às 22h, só na MTV.

Anavitória estão confirmadas no MTV MIAW. (Foto: Divulgação)

Além de cantar no palco, Vitor Kley concorre em 5 categorias, entre elas ‘Crush do Ano’‘Ship do Ano’‘#PrestAtençãonoGás’,‘Hino do Ano’ e ‘Hino de Karaokê’ com o sucesso ‘O Sol’. Já o duo Anavitória está na disputa pelo troféu de ‘Artista Musical’ e‘Performance Acústica’ ao lado de outros grandes talentos.

Formado por DJ ThaiMC Tchelinho e DJ Leo, o coletivo Heavy Baile levará o melhor do autêntico funk carioca misturado às batidas de EDM para uma performance inédita ao lado dos MCs Kevin O ChrisPocahontas e Rebecca com grandes hits do momento.

Kevin O Chris concorre com a música ‘Vamos pra Gaiola’ nas categorias ‘Danceokê’ e ‘Hino do Ano’, além de ‘Zika do Baile’ e‘#PrestAtençãonoGás’. MC Pocahontas disputa em ‘Crush do Ano’ e ‘Danceokê’ com seu sucesso ‘Não Sou Obrigada’. Já MC Rebecca é indicada nas categorias ‘Zika do Baile’‘Feat do Ano’ pela parceria na música ‘Nossa Que Isso’ e ‘Danceokê’ com seuhit ‘Ao Som do 150’.

Em breve, serão anunciados os demais shows que vão rolar no palco da premiação.

‘MTV MIAW’ 2019 é apresentado por Samsung Galaxy A e conta com patrocínio de AmstelChina In BoxClaroCoca-Cola,ColgateFiat e Havaianas.

Para conferir a lista completa de categorias e seus indicados ao #PremiosMTVMIAW, acesse miaw.mtv.com.br .

COMO VOTAR ‘MTV MIAW’ 2019?

Você pode votar nos seus indicados favoritos pelo site (miaw.mtv.com.br) e também pelo Twitter da seguinte maneira:

  • Poste um tweet usando #PremiosMTVMIAW e a hashtag do seu indicado! (Exemplo: faça um tweet com #PremiosMTVMIAW#MTVBRVOLTOUSANDYJR – para votar em Sandy & Junior como “Voltou com Tudo!”)
  • Retweets também contam como voto!
  • Hashtags iguais no mesmo comentário contam como um voto para essa hashtag, mas hashtags diferentes no mesmo comentário contam pra cada um dos indicados citados.
  • No tweet você pode escrever o que quiser, desde que as hashtags também estejam lá.
  • NOVIDADEhashtags de indicados que forem usadas nos comentários dos posts da @mtvbrasil no Instagram também contam como voto.

Game XP 2019 anuncia novas atrações do Palco Gênesis

Projota, Zeeba e os DJs Cat Dealers e KVSH são alguns shows da inédita área de música do maior GamePark do mundo

Anunciado na última semana como uma das grandes novidades da edição de 2019 da Game XP, que acontece de 25 a 28 de julho, o Palco Gênesis trará muita música e animação para o maior evento gamer da América Latina. A organização do evento confirmou nesta segunda-feira, 06 de maio, novos artistas que se apresentarão no palco. Na quinta-feira, 25 de julho, os shows ficam por conta do duo Anavitória, dos irmãos do projeto Cat Dealers, que figuram entre os 50 melhores do mundo no Top 100 da revista britânica DJ Mag, e pela Nova Orquestra que se apresentará todos os dias tocando os temas que nasceram nos games e marcaram gerações. Na sexta-feira, 26, a cantora IZA promete muita atitude e hits como “Pesadão”, “Dona de mim” e “Brisa”. O projeto Dubdogz, dos gêmeos Marcos e Lucas Schmidt, trará músicas que mesclam sonoridades que vão do Deep House ao Nu Disco. O sábado, 27, terá apresentações do hitmaker Projota e do cantor Zeeba, a voz dos sucessos “Hear Me Now” e “Never Let Me Go”, que recebe a jovem Dj Rivkah para uma participação especial. O último dia da Game XP, domingo, 28 de julho, será marcado pela apresentação do prodígio DJ KVSH e por uma atração surpresa que será divulgada nos próximos dias.

Projota é atração da Game XP no Palco Gênesis. (Foto: Divulgação)

A curadoria do Palco Gênesis é feita por Zé Ricardo (Palco Sunset e Palco Favela – Rock in Rio) e Claudio da Rocha Miranda Filho (New Dance Order – Rock in Rio). Com funcionamento de 17h30 às 21h, o palco receberá grandes nomes e o clima de festa só termina com um show de fogos que sinaliza o final do dia de atividades no GamePark.

Até a meia-noite desta segunda-feira, 06 de maio, acontece a pré-venda para clientes BB Ourocard, no site ingressos.gamexp.com.br. É possível comprar ingressos comuns ou na categoria Player One (ingresso que dá acesso à área exclusiva, transporte, brindes e marcação de fastpass). Os clientes BB Ourocard terão direito a 50% de desconto na aquisição de até dois ingressos, em compra limitada a quatro ingressos por CPF e enquanto durarem os estoques. O desconto não é cumulativo com o benefício de meia-entrada ou outras promoções. A venda oficial da Game XP começa na terça-feira, 7 de maio, às 20h.     

Palco Gênesis Line-Up

Quinta-feira

Anavitória

Cat Dealers

Nova Orquestra

Sexta-feita

IZA

Dubdogz

Nova Orquestra

Sábado

Projota

Zeeba feat. DJ Rivkah

Nova Orquestra

Domingo

KVSH

**Atração Especial**

Nova Orquestra

Espaço das Américas recebe festival “Nave” de Anavitória

Evento acontecerá domingo, 31 de março, e reunirá alguns dos principais artistas da nova cena

Espaço das Américas recebe domingo, dia 31 de março, o festival “NAVE” de Anavitória. O evento reunirá alguns dos principais artistas da nova cena: Melim, Vitor Kley, Jão, Lagum, OutroEu e Hotelo. Além dessa escalação principal, o lineup do festival traz ainda um caprichado time de participações especiais, uma para cada show. A lista tem Mariana Nolasco, Manu Gavassi, Nina Fernandes, Rubel, Gabriel Elias e Ana Gabriela.

Anavitória realiza festival no Espaço das Américas. (Foto: Divulgação)

A relevância de Ana Caetano e Vitória Falcão para a música brasileira nesse final de década extrapola os limites da obra fonográfica da dupla Anavitória. Além do talento das meninas no ofício de fazer e apresentar canções, reconhecido por um público cada vez maior, o caso de sucesso das duas se tornou algo importante também para quem faz música.
    
Isso começou a se desenhar assim que elas lançaram o primeiro álbum (em 2016) e logo furaram o bloqueio do sertanejo e do funk conseguindo penetrar o grande mercado lotando shows gigantes e entrando para as listas de mais tocadas do país nas rádios e nas plataformas digitais.

Por consequência imediata disso, acabaram por inspirar e influenciar decisivamente no som e na carreira de uma novíssima geração que surgiria em seguida – artistas que, como elas, trabalham atravessando de um lado para o outro as fronteiras entre MPB e música pop. Anavitória (ou “as Anavitória”, como os portugueses carinhosamente se referem a elas) mostrou que era possível chegar longe fazendo um som fora dos padrões estéticos então vigentes no mainstream.

Por isso é que faz tanto sentido que, junto de seu empresário e “descobridor” Felipe Simas, Anavitória tenha criado seu próprio festival. A primeira edição do NAVE acontece no dia 31 de março de 2019, no Espaço das Américas, em São Paulo. E, como uma nave-mãe, elas abraçam outros jovens artistas que começam a trilhar caminhos parecidos com o delas. Cuidando para manter sempre a unidade estética, o lineup traz nomes em diferentes fases de carreira.

OS ARTISTAS DO LINE-UP: 

Melim
Já estourada, a banda Melim foi formada em Niterói pelos irmãos Diogo, Rodrigo e Gabriela Melim e ficou conhecida a partir do programa “Superstar”, da Rede Globo. Com álbum de estreia lançado em 2018 pela Universal Music, já frequenta as listas de mais tocadas do país, sobretudo com os hits “Meu Abrigo” e “Ouvi Dizer”.

Vitor Kley
Outro tripulante da NAVE que já conta com números astronômicos para seu curto tempo de carreira é o cantor gaúcho Vitor Kley. Com seu single “O Sol”, produzido por Rick Bonadio, chegou ao topo das paradas de música pop brasileira.

JãoNatural de Américo Brasiliense, no interior de São Paulo, Jão foi descoberto na internet e logo começou a produzir o próprio repertório em parceria com a Head Media e a Universal Music. Em agosto de 2018, lançou “LOBOS”, eleito pela Rolling Stone como um dos 50 melhores álbuns do ano e um dos maiores sucessos do gênero pop em 2018.
    
Lagum
A banda mineira Lagum é a nova aposta da gravadora Sony. Ficaram mais conhecidos quando o jogador Neymar publicou em seu instagram um storie ouvindo a canção “Deixa”. Foi o chute que faltava para a Lagum entrar no ranking das 50 músicas mais tocadas no Spotify.

Anavitória
O NAVE também tem um show de Anavitória. É claro!

OutroEu
Formado por Mike Tulio e Guto Oliveira, o OutroEu também surgiu entre os concorrentes do “Superstar”, conquistando o terceiro lugar na terceira temporada do reality show, em 2016. O primeiro trabalho foi lançado no mesmo ano pelo Slap, selo pop da gravadora Som Livre. Em 2018, o duo participou de “Outrória”, faixa do álbum “O Tempo é Agora”, o mais recente das anfitriãs Anavitória.

Hotelo
Separadas, Ana e Vitória participam do primeiro trabalho dos paulistanos do Hotelo, “Mapa Astral”, lançado em agosto e que vai ser mostrado na programação do NAVE. Como o nome indica, o álbum traz 12 faixas, um para cada signo do zodíaco.

Os ingressos já estão disponíveis. Para efetuar a compra, basta ir pessoalmente às bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência) ou acessar o site da Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV). Os ingressos vão de PISTA 2º LOTE: R$ 60,00 (meia) e R$ 120,00 (inteira). 

Serviço – “NAVE” – O FESTIVAL DAS ANAVITÓRIA  | Espaço das Américas 

Show: “NAVE” – O FESTIVAL DAS ANAVITÓRIA no Espaço das Américas 
Data: 31 de março de 2019 (domingo)
Abertura da casa: 16h
Início do show: 17h30
Censura: 14 anos 
Local:Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo – SP)
Capacidade para este evento: 8.500
Acesso para deficientes: sim
Ingressos: PISTA 2º LOTE: R$ 60,00 (meia) e R$ 120,00 (inteira)
Compras de ingressos:Nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência ) ou Online pelo site Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV)
Formas de Pagamento:Dinheiro, Cartões de CreditoeDebito, Visa, Visa Electron, MasterCard, Diners Club, Rede Shop. Cheques não são aceitos.

Objetos proibidos:Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de audio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similare

Anavitória volta ao Espaço das Américas com turnê “O Tempo É Agora”

Sem violões, novo trabalho das meninas mira a estética pop dos anos 90 e revela amadurecimento artístico da dupla; show acontece no sábado, dia 22 de dezembro

Na mitologia da música pop, o lançamento do segundo álbum é considerado o passo mais delicado na carreira de um artista, sobretudo para quem alcançou grandes resultados no trabalho de estreia. Nesse momento, ele precisa afirmar sua personalidade sem repetir a alquimia que já deu certo antes. Tem que conseguir se transformar, mas não pode perder a própria essência. Ser diferente do que era, mas continuar sendo profundamente ele mesmo. Lançado de surpresa no dia 3 de agosto de 2018, O Tempo É Agora (Universal Music) não deixa dúvidas: a dupla Anavitória entendeu exatamente como resolver a equação do segundo álbum. Em 11 faixas inéditas, fica claro o crescimento das meninas como cantoras, compositoras e personalidades artísticas. Esse último quesito, aliás, pode ser confirmado também na comédia romântica “Ana e Vitória”, que estreou nos cinemas no mesmo dia em que o disco chegou às lojas físicas e plataformas digitais.

imagem_release_1446733.jpg

Filme e álbum são peças complementares, mas independentes. As músicas são as mesmas, mas surgem em versões completamente diferentes em um e no outro. O álbum não é, portanto, da trilha sonora do filme. E, ao contrário do que se possa imaginar, as canções nasceram antes de o roteiro existir. Foram escritas ao longo dos dois últimos anos como reflexo do contato das artistas com as descobertas da estrada. O filme se faz valer dessas novas músicas e de alguns elementos das vidas reais de Ana Clara Caetano, 23, e Vitória Falcão, 23, para contar a história de amigas de escola que, apenas dois anos depois de juntarem as vozes e os nomes na dupla Anavitória, voaram de Araguaína (Tocantins) para o panteão da música pop contemporânea brasileira. É tudo feito de fantasia e de realidade.

Nesses dois anos de estrada, a partir do contato com vários artistas e bandas de diferentes procedências em festivais no Brasil e na Europa, surgiu nas meninas o desejo de amadurecer o show para algo mais pop, catártico e pulsante. Sabendo que o repertório do álbum de estreia era delicado demais para alcançar esse efeito, traçaram imediatamente a missão que o futuro trabalho teria de cumprir. Junto com Felipe Simas, empresário e mentor artístico da dupla, traçaram as referências estéticas: seguiriam a cartilha do pop produzido entre o final dos anos 1980 e o começo dos 1990 por nomes como James Blunt, Coldplay e Robbie Williams, entre outros. Passaram essas instruções ao produtor Tiago Iorc, parceiro desde o primeiro momento, que sugeriu Moogie Canazio para dividir com ele a produção musical do novo trabalho.

Vivendo nos Estados Unidos, Moogie recebeu as referências e, a partir delas, escalou um time dos sonhos para as meninas. As guitarras ficaram nas mãos de Tim Pierce, figura mítica que já gravou em discos de Michael Jackson, Avril Lavigne, Madonna, Bon Jovi, Phil Collins, Santana, Celine Dion, Bruce Springsteen e Elton John. Os baixos foram tocados por Sean Hurley, músico que acompanhou John Mayer, Lana Del Rey, Lady Antebellum, Michael Bublé, Leonard Cohen, Alanis Morissette, Colbie Caillat e Alicia Keys. A bateria ficou a cargo de Jamie Wollam, atual integrante da banda Tears for Fears. E os teclados ficaram a cargo de Roberto Pollo, músico brasileiro radicado em Los Angeles.

“O Tempo É Agora” foi gravado entre maio e junho de 2018 no East West Recording Studios, em Hollywood, na Califórnia. Segundo Ana, essa imersão no universo pop internacional e a atuação da banda fizeram total diferença para que o disco chegasse ao som que elas planejaram. E até a precária comunicação entre as duas cantoras e músicos, que só falavam inglês, contribuiu para esse objetivo. “Foi legal colocar os gringos pra fazer nosso som porque eles mudaram tudo o que a gente mostrou pra eles”, diz a compositora. “Músicas como ‘Trevo (Tu)’ (do álbum de estreia) e ‘Ai, Amor’ (do novo trabalho) vieram do mesmo berço e poderiam acabar caindo no mesmo lugar de arranjo acústico que já tinha funcionado tão bem no primeiro disco. A gente não queria isso. Não queríamos repetir nada, queríamos fazer um caminho diferente.” Para tanto, os violões que dominavam Anavitória, o álbum de estreia, quase desapareceram de todo em O Tempo É Agora. O instrumento só aparece em duas faixas, “Porque Eu Te Amo” e “Dói Sem Tanto”.

É notável a evolução de Ana como compositora, que assina sozinha quase metade do repertório do novo álbum: “Ai, Amor”, “Calendário”, “Preta”, “Cecília” e “Dói Sem Tanto”. As outras seis canções também são dela, dividida com diferentes parceiros. A faixa-título “O Tempo É Agora”, um dos grandes momentos do disco, é uma das raras parcerias dela com Vitória. Com Tiago, Ana assina duas: “Porque Eu Te Amo” e “A Gente Junto”. As três restantes são divididas com seu namorado, Mike Tulio, vocalista da dupla OutroEu: “Canção de Hotel”, “Se Tudo Acaba” e “Outrória”. Essa última, cujo título sugere um casamento entre os nomes das duas duplas, ganhou participação especial da OutroEu. Além das referências internacionais, as composições refletem a admiração de Ana pelo pop brasileiro, de nomes como Skank, Nando Reis, Marisa Monte e Sandy & Junior.

Além do já citado álbum de estreia, Anavitória (2016), a história construída pela dupla em dois anos inclui ainda alguns singles (Fica, Amores Imperfeitos e Agora é Hexa), o EP infantil Anavitória Canta para Pessoas Pequenas, Pessoas Grandes e Não Pessoas Também (2017) e o EP carnavalesco Anavitória Canta para Foliões de Bloco, Foliões de Avenida e Não Foliões Também (2018). Produzidos por nomes de universos distintos como Dudu Borges (ligado ao sertanejo), Kassin (indie-rock), Radamés Venâncio e Paul Ralphes (axé), Henrique Portugal (pop-rock) e Max de Castro (MPB), esses trabalhos todos serviram para que as meninas ganhassem vivência de estúdio e pudessem se envolver efetivamente na criação estética do novo álbum.

E é inacreditável que tenham conseguido tantos feitos em tão pouco tempo. Os dados atualizados impressionam. O álbum de estreia logo se tornou Disco de Platina e deu a elas duas indicações ao Grammy Latino em 2017, Melhor Disco Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa e Melhor Canção em Língua Portuguesa. Venceram o de Melhor Canção. A canção “Fica” é Single de Platina no Brasil e “Trevo (Tu)”, em Portugal. Conquistaram 2,5 milhões de seguidores Spotify, 1,5 milhão Youtube e 1 milhão no Instagram. Entre 2016 e 2018, correram o Brasil com a turnê do primeiro álbum, chegando à Portugal entre junho e julho de 2018. Na semana do Dia dos Namorados, fizeram um mini-turnê de cinco shows com Nando Reis.

Mais do que tudo isso, as meninas abriram campo para uma nova cena de pop no país. Não fossem elas, a vida teria sido muito mais difícil para tantos outros artistas que acabaram de chegar e encontraram em Anavitória um espelho para ver o próprio rosto, um mapa para seguir com os próprios pés.

As meninas do Anavitória cresceram para além da dupla, mas nunca foram tão profundamente elas mesmas.

Os ingressos estarão disponíveis a partir das 10h de quarta-feira, dia 3 de outubro. Para efetuar a compra, basta ir pessoalmente às bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência) ou acessar o site da Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV ). Os ingressos vão de Pista 1º Lote: R$ 90,00 (inteira) e R$ 45,00 (meia) | Setor A, B, C: R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia).

Serviço – Anavitória com “O Tempo É Agora”  | Espaço das Américas 

Show: Anavitória 
Data: 22 de dezembro de 2018 (sábado)
Abertura da casa: 20h
Início do show: 22h
Censura: 12 anos
Local: Espaço das Américas (Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo – SP)
Capacidade para este evento: 6.274
Acesso para deficientes: sim
Ingressos: Setor Platinum:  Pista 1º Lote: R$ 90,00 (inteira) e R$ 45,00 (meia) | Setor A, B, C: R$ 260,00 (inteira) e R$ 130,00 (meia)
Compras de ingressos: Nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência ) ou Online pelo site Ticket 360 (https://goo.gl/xgibPV)
Formas de Pagamento: Dinheiro, Cartões de Credito e Debito, Visa, Visa Electron, MasterCard, Diners Club, Rede Shop. Cheques não são aceitos.

Objetos proibidos: Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de audio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.