Arquivo da tag: Argentina

bariloche inaugura três hotéis para o verão: Hampton by Hilton, Villa Beluno e Selina Bariloche

Novas propriedades contam com opções para os mais variados estilos de hóspedes

A cidade de Bariloche começa o ano com algumas novidades. A principal notícia é a abertura oficial de três hotéis – Hampton by Hilton, Villa Belluno e Selina Bariloche – todos em solo argentino. A novidade faz a região, reconhecida por sua beleza e uma das mais amada pelos brasileiros, ser cada vez mais um dos maiores destinos na América Latina para se visitar durante a temporada de verão.

Hilton inaugura seu primeiro hotel em Bariloche

(Foto: Divulgação)

Hampton by Hilton, a marca Hilton líder na categoria Upper Midscale, conhecida por seu compromisso em fornecer acomodações de alta qualidade, serviço incomparável ao hóspede e comodidades de valor agregado, abriu seu hotel em Bariloche. Com 105 quartos, integra o vasto portfólio da empresa global de aproximadamente 150 hotéis e resorts em 23 países e territórios da região do Caribe e da América Latina.

“Estamos empolgados em receber viajantes a negócios ou lazer em nossos quartos contemporâneos, confortáveis e funcionais, com vistas panorâmicas para esta cidade diversificada, que faz parte do ranking dos 20 melhores destinos para visitar em 2020 da revista Forbes”, disse Gaston Mourrut, gerente geral do Hampton by Hilton Bariloche.

Localizado nas proximidades dos Andes, oferece as melhores vistas em todos os seus quartos, principalmente para o lago Nahuel Huapi, com suas águas glaciais e paisagem de tirar o fôlego, tornando-se um dos lugares mais atraentes da Patagônia.

A localização é perfeita para explorar as montanhas próximas ou fazer caminhadas pelo mais antigo parque nacional da Argentina. O hotel oferece fácil acesso ao aeroporto de San Carlos de Bariloche e paisagens de incrível beleza, como a Ilha Victoria, a Floresta Arrayanes e o centro de esqui Cerro Catedral durante o inverno.

O Hampton by Hilton Bariloche apresenta as opções de acomodação mais modernas e cuidadosamente projetadas com recursos exclusivos, incluindo sistema de injeção de ar tratado, tecnologia Cisco Meraki para sua rede WiFi, dois elevadores panorâmicos com vista para o lago, um sistema de isolamento acústico de celulose e estrutura anti-incêndio segundo a norma americana NFPA.

Os hóspedes também podem desfrutar de cozinha tradicional argentina no café-bistrô do hotel com vista para o Lago Nahuel Huapi.

Villa Beluno Bariloche é o novo hotel cinco estrelas da cidade

(Foto: Divulgação)

O hotel Villa Beluno Bariloche tem quatorze quartos, está bem localizado na Península de San Pedro e oferece hospedaria com vistas panorâmicas exclusivas do Lago Nahuel Huapi, uma das mais espetaculares para as montanhas e a Ilha Victoria.

O Villa Beluno também oferece uma infraestrutura impressionante, com janelas do chão ao teto em um átrio perfeito. As quatorze suítes exclusivas recriam uma casa luxuosa, com os melhores serviços que uma rede hoteleira oferece. Além disso, o serviço de zeladoria cuida de todos os detalhes para os hóspedes, desde as louças e copos originais trazidos de Portugal e Itália, até as estátuas de mármore branco e as xícaras Christian Lacroix e Oscar de La Renta que apresentam assinatura do universo fashion.

Para os clientes mais exigentes, vale mencionar que todos os quartos têm um design extraordinário, o que os torna extremamente confortáveis e funcionais, com enormes janelas que tem vista para uma paisagem ímpar, sala de estar com mesa, poltronas e vestiário em estilo francês, além de banheiros espaçosos com banheiras no estilo clássico e um impressionante terraço da varanda que tem uma grande variedade de árvores e flores de cerejeira.

O hotel possui uma grande piscina aquecida, academia para atividades básicas, spa com tratamentos diferenciados e saunas. Outro detalhe importante para quem busca alimentação diferenciada. A gastronomia do hotel combina o melhor da culinária argentina, francesa e italiana, além de poder desfrutar de um pomar hidropônico, único na Argentina, para o cultivo de vegetais usados na culinária e consumo das refeições.

https://www.villabeluno.com/home

A rede de hotéis Selina chegou a Bariloche

(Foto: Divulgação)

Localizada a menos de um quilômetro do Centro Cívico, e com acesso direto ao Cerro Catedral, o Selina Bariloche possui 4.800 m2 cobertos e 56 quartos (privativos e compartilhados), restaurante, chocolate, cowork, Selina Home compartilhado (sala de cinema, biblioteca e cozinha), Wellness Center (área de spa, piscina e academia) e lojas. Para os viajantes que buscam mais privacidade ou viajam em grandes grupos, existem apartamentos loft-cabine e motorhome.

O hotel faz parte da rede hoteleira que já tem unidades em Buenos Aires e Córdoba. Com o objetivo de oferecer a viajantes de qualquer geração do mundo uma maneira diferente de viajar, viver e trabalhar, o Selina comemora sua chegada à cidade de Bariloche.

O hotel Selina Bariloche foi considerado uma experiência holística para os habitantes locais, viajantes de todas as gerações e fãs de esportes. Cada espaço do local é uma oportunidade de provar a comida local, relaxar, trabalhar remotamente e aproveitar a vida na natureza após um longo dia de esqui.

O Hotel Selina Bariloche é uma das marcas de hotéis que mais cresce no mundo, combinando acomodações boutique com coworking, recreação, bem-estar e experiências locais. Fundada na América Latina em 2015, cada propriedade Selina foi projetada em colaboração com artistas, designers e artesãos locais. Atualmente, a rede Selina opera 48 localizações na América Latina e Europa e cresce em média uma nova propriedade a cada semana. A empresa também planeja expandir nos Estados Unidos e na Ásia, visando 100 locais e 100.000 camas até 2022 em todo o mundo.

Para mais informações sobre Selina, visite http://www.selina.com ou @selina no Instagram ou Facebook.

Para obter mais informações, acesse o site:

https://www.barilocheturismo.gob.ar

Informações sobre esses e outros passeios de Bariloche, acesse o site: https://www.barilocheturismo.gob.ar/br/home

6 destinos internacionais baratos e diferentões para passar o réveillon 2020

Países da América do Sul estão entre as opções mais econômicas para passar o ano novo fora do Brasil

Com a chegada das férias do fim do ano, muitas pessoas se programam para passar a virada fora do Brasil e aproveitar o que há de melhor em outras culturas. Mas a alta do dólar pode ser o grande vilão dessas férias. Recentemente a moeda atingiu a marca histórica de R$ 4,25, e pode comprometer os planos de quem vai viajar no réveillon.

Pensando em aliviar para os viajantes, a Câmbio Store, plataforma de moedas estrangeiras, resolveu listar 6 destinos baratos e diferentões para passar o ano novo sem ter que abrir mão de começar 2020 na tão sonhada viagem internacional, confira a seguir. 

  • Buenos Aires – Argentina
(Foto: Divulgação)

A capital argentina é um ótimo lugar para passar o ano novo sem gastar muito. As corretoras de viagens costumam oferecer pacotes promocionais para o destino. O réveillon em Buenos Aires é um dos mais agitados, com fogos de artifícios, músicas, comidas e bebida à vontade. 

A vantagem em passar o réveillon em Buenos Aires é a economia, lá você não gastará muito, pois pode usar a moeda local, o Peso Argentino, que costuma ser mais barato que o dólar. Além disso, também vale a pena levar o real e trocar lá, já que a conversão na argentina é mais barata, mas ainda assim, é bom consultar as corretoras um pouco antes da viagem para não ter nenhuma surpresa com o câmbio atual.

O clima em Buenos Aires é ótimo, a cidade estará praticamente vazia de nativos, que costumam passar a virada nas praias argentinas, assim, a quantidade de turistas é maior, e a chance de encontrar outros brasileiros por lá também.

  • Lisboa – Portugal 
(Foto: Divulgação)

A língua nativa de Lisboa é o português e esse já é um dos motivos para escolher a capital de Portugal como destino para passar o réveillon. Lá existem pontos gratuitos para curtir a festa, como a queima de fogos, que pode ser vista da Praça do comércio e na Torre de Belém. Após a virada, o turista pode aproveitar e curtir o resto da noite no Bairro Alto, lugar onde a agitação é garantida. 

O dólar é aceito na capital portuguesa, mas é recomendável levar euro, que é a moeda oficial de lá. Caso deixe para realizar o câmbio em uma data próxima a viagem, vale realizar uma pesquisa antes para saber quais as corretoras com melhor taxa. Algumas, como a Câmbio Store, já oferecem a opção de parcelar a compra de moeda estrangeira no cartão de crédito, que é mais vantajosa do que o uso do cartão no exterior, e o viajante pode optar o parcelamento do câmbio em até 12 vezes para não passar aperto.

Lisboa é uma linda cidade histórica com opções de lazer para diversos gostos, como museus, praias e parques. Se for passar o ano novo na capital de Portugal, inclua nos passeios o Castelo de São Jorge e uma rápida ida ao teleférico da capital. 

  • Punta Del Este – Uruguai
(Foto: Divulgação)

O litoral do Uruguai não poderia ficar de fora dessa lista. A cidade é tão badalada no réveillon, que para conseguir ingressos nas festas particulares da virada do ano, o turista precisa comprar com antecedência. O charme de Punta del Este são as praias e a famosa escultura de Las Manos, além disso, o preço nos restaurantes, lojas e pontos de lazer é acessível em toda a região. 

A moeda oficial de Punta del Este é o peso uruguaio, mas dólar e real também são aceitos na maioria dos lugares. Além disso, vale a pena usar o cartão de crédito nos restaurantes da cidade, pois existe uma lei no Uruguai que devolve aos turistas 22% das contas de restaurante e locadoras de carro pagas com cartão de crédito, débito ou pré-pago internacional, isso já vale uma economia grande e compensa os 6,38% do IOF brasileiro. Então já sabe, usar o cartão de crédito em Punta del Este só se for para comer ou alugar um carro.

A queima de fogos na cidade é espetacular e atrai turistas do mundo inteiro. Passar o réveillon em Punta del Este é mais barato que ir a capital do Uruguai, a famosa Montevidéu, onde é lotada de turistas e com preços exorbitantes.

  • Dubrovnik – Croácia
(Foto: Divulgação)

A cidade de Dubrovnik possui belíssima arquitetura medieval, foi um dos cenários de gravação da série Game of Thrones e é um dos destinos europeus mais baratos para passar o réveillon., Conta com museus, centros históricos e ótimas praias, mas como o réveillon é início do inverno por lá, pode ser que o tempo não esteja agradável para pegar uma onda, fazendo valer a pena conhecer a parte cultural da cidade.

A moeda oficial de Dubrovnik é a kuna croata, mas o euro também é aceito com facilidade, que você pode levar em espécie ou no cartão pré-pago internacional. 

Essa é a escolha perfeita para quem busca sossego, pois Dubrovnik é um lugar tranquilo e sossegado, mas que ainda assim, oferece uma programação diversificada para quem quer curtir o réveillon, como espetáculos de fogos de artifício, musicais, festivais de gastronomia e etc.

  • Cuba
(Foto: Divulgação)

Fique sabendo que passar o ano novo em qualquer lugar do Caribe será ótima escolha. Ir a Cuba não sai tão caro se compararmos a outros países da américa do norte. A região é afrodisíaca e conta com uma paisagem sem igual, incluindo praias, resorts e atrações turísticas internacionalmente conhecidas, como o centro histórico de Havana Viejas.

Existem dois tipos de moedas que circulam em Cuba, o peso cubano e os pesos conversíveis, mas você pode utilizar euro ou dólar canadense. Atenção, existem medidas no País para a utilização do dólar americano, por isso, se não quiser passar por algum estresse, dê preferência para as moedas oficiais ou euro e dólar canadense.

Dica extra: Leve produtos de higiene, como sabonetes, xampus, cremes dentais, papel higiênico e etc. Além de servir como presentes para os nativos, podem ser utilizados como moeda de troca, principalmente entre camareiros e empregados de hotéis.

Cuba em sua totalidade é charmosa e acolhedora, sem dúvidas, passar o réveillon lá pode trazer muitos benefícios, inclusive para o bolso.

  • Tríplice Fronteira – Argentina, Paraguai e Brasil 
(Foto: Divulgação)

A nossa última sugestão é a mais exótica de todas. Além de ser barata é uma daquelas viagens de matar três coelhos com uma cajadada só. Passar o réveillon na Tríplice Fronteira é uma ótima escolha para quem gosta de aventuras e deseja conhecer diversos lugares diferentes. 

O ponto de chegada é em Foz do Iguaçu no Paraná, lá o turista pode procurar estadia, comidas e visitar pontos turísticos consagrados como as famosas Cataratas. A graça em tudo isso é a possibilidade de dar uma esticadinha de ônibus em Puerto Iguazu na Argentina e na Cidade del Leste no Paraguai.

As três cidades contam com diversas opções de lazer para a virada do ano. Para essa viagem você pode levar o dólar, principalmente para as compras no Paraguai, mas o real também é aceito em algumas regiões. O mais recomendado é levar um pouco de cada moeda em espécie na carteira, assim, você evita problemas, pois o acesso a caixa eletrônico é restrito em alguns pontos das cidades. 

Uma viagem que possibilita de tudo, desde visita a pontos turísticos até compras no Paraguai, e o melhor é que o viajante consegue fazer tudo isso em pouco tempo e gastando pouco. Só é preciso ter um pouco de atenção com a cotação de câmbio para não gastar além do necessário, ninguém quer começar 2020 no vermelho.  

O único ponto negativo de passar o réveillon em alguma cidade da Tríplice Fronteira é que as queimas de fogos só acontecem em eventos fechados, como festas em hotéis, bares e resorts, mas ainda assim dá para aproveitar a vista sem ser na virada do ano, pois o Marco das Três Fronteiras oferece uma das mais belas vistas do pôr do sol. 

A ODISSEIA DOS TONTOS GANHA PRIMEIRO TRAILER LEGENDADO

Estrelado pelo argentino Ricardo Darin, o longa tem estreia prevista para 31 de outubro nos cinemas brasileiros

A Warner Bros. Pictures divulga o primeiro trailer legendado e pôster de A Odisseia dos Tontos, filme argentino dirigido por Sebastián Borensztein e protagonizado por Ricardo Darin que, pela primeira vez, atua ao lado de seu filho Chino Darin nos cinemas. Representante da Argentina no Oscar 2020, o longa conta a história de um grupo de amigos e vizinhos que organizam um minucioso plano para recuperar suas economias perdidas após serem vítimas de uma fraude.

O elenco ainda inclui Luis Brandoni, Verónica Llinás, Daniel Aráoz, Carlos Belloso, Marco Antonio Caponi, Rita Cortese e Andrés Parra.

Cinco hotéis-boutique de Buenos Aires que você precisa conhecer

Com mais de 73 mil hotéis de 3 a 5 estrelas, a Cidade das Paixões tem opções de hospedagem para todos os gostos. No entanto, uma grande parte dos turistas escolhe as propostas mais do tipo hotel-boutique

Em uma cidade tão grande e com tanto movimento quanto Buenos Aires, cada vez mais turistas optam por se hospedar em espaços que lhes dão mais atenção e permitem que eles vivam uma experiência única e, digamos, mais porteña na capital argentina. De acordo com a Entidade de Turismo de Buenos Aires, a cidade tem mais de 73.000 hotéis, por isso escolhemos estas 5 opções de hotéis-boutique para o turista se surpreender e se apaixonar:

MIO BUENOS AIRES

Não são só os grandes hotéis, de grandes redes internacionais, que têm luxo. Este hotel-boutique, Mio Buenos Aires, de 5 estrelas e localizado na Avenida Quintana, no coração da Recoleta, também impressiona pela suntuosidade nos detalhes. Com um design arrojado e obras de arte, e também a mais alta tecnologia, ele traz um serviço sofisticado sem perder de vista o bem-estar dos clientes. Uma experiência relaxante que não é concluída até que você passe pelo exclusivo 8th Spa Recoleta, localizado em uma área privativa do Mio Buenos Aires. www.miobuenosaires.com

HUB PORTEÑO                                   

Na região da Recoleta, que é conhecida por seus opulentos hotéis luxuosos, este petit-hotel com 11 suítes oferece a elegância do velho mundo em um tamanho mais íntimo. Além disso, conta com uma equipe que conhece bastante a cidade e está sempre pronta para te sugerir uma experiência única em Buenos Aires. Seria muito fácil pensar, ao chegar ao Hub Porteño, que se está no lugar errado. Não há um letreiro ou cartaz anunciando a presença do hotel, apenas um elegante porteiro que te dá as boas vindas, te assegura que está no lugar correto e te convida a entrar para o hall do hotel, todo coberto com mármore branco e iluminado por telas do tipo vitrais. www.hubporteno.com

VAIN HOTEL

No Vain Boutique Hotel você vai se sentir na Buenos Aires do início do século XX, em contraste com toques de design de vanguarda, onde cada detalhe foi cuidadosamente pensado para que o hóspede tenha uma experiência única. Todos os ambientes do Vain são diferentes, mas eles têm em comum a arquitetura original do prédio, móveis clássicos e modernos; e acima de tudo, o design até o último detalhe. www.vainhotel.com

LEGADO MÍTICO

Não é totalmente necessário encher-se de livros para conhecer em profundidade a história contemporânea da Argentina. Também no coração de Palermo Velho encontramos este hotel bastante original cujos quartos são inspirados no universo de personagens históricos como Che Guevara, Evita Perón, Borges ou Mafalda. Uma ideia temática que combina tradição com um toque de vanguarda sem esquecer de sua proposta luxuosa e exclusiva. Uma viagem histórica sem dúvida bastante diferente. www.legadomitico.com

NUSS BUENOS AIRES

O Nuss Buenos Aires Soho abriu suas portas há 9 anos no coração de Palermo Soho, em uma das esquinas mais emblemáticos da região, entre a El Salvador e a Borges. Um antigo convento de estilo espanhol com mais de 100 anos, remodelado para se tornar uma opção de acomodação bastante requintada em Buenos Aires. Hoje oferece 22 quartos espaçosos e bem iluminados, sala de equipamentos e sauna. www.nusshotel.com

Mais informações: https://turismo.buenosaires.gob.ar/br

8 roteiros para curtir o melhor de Bariloche

Graças à sua exuberante natureza, que alia montanhas nevadas com lagos de diversas cores e bosques milenares, Bariloche, localizada na Patagônia Argentina, é um dos destinos mais buscados pelos brasileiros. Segundo estudo realizado pela Decolar, a cidade argentina chegou à sexta posição no ranking de destinos de inverno mais desejados pelos viajantes do Brasil. Isso representa um aumento de 38% nas viagens de brasileiros a Bariloche.

Seja para praticar esportes de neve ou curtir as atividades de ecoturismo, o lugar oferece uma enorme variedade de pacotes e programas que atendem a todos os tipos de turistas, desde os jovens viajando em grupos de amigos, até casais e famílias com crianças.

A Brasileiros em Ushuaia, agência especializada em destinos da Patagônia Argentina, que se consolidou na famosa “Cidade do Fim do Mundo”, iniciou recentemente sua operação em Bariloche e oferece roteiros diversos para conhecer o lugar com toda a assistência de viagem feita pela equipe da operadora.

A seguir, listamos 8 passeios que a agência oferece para curtir o melhor da cidade situada no Parque Nacional Nahuel Huapi, junto à Cordilheira dos Andes. Confira:

Circuito Chico

O programa começa em São Carlos de Bariloche e percorre 60 quilômetros passando por diversos pontos de interesse na Costa do Lago Nahuel Huapi, como Playa Bonita, Cerro Campanario e seu teleférico que chega ao topo com 1050 metros de altura, os lagos Nahuel Huapi e Perito Moreno, a lagoa El Trebol, penínsulas de San Pedro e Llao Llao, Ilha Victoria, e os montes Otto, López, Goye e Catedral e Bariloche.

O circuito passa ainda pelo Puerto Pañuelo, de onde partem os barcos para Isla Victoria e Bosque de Arrayanes. Mais adiante são observados campos de golfe, a ponte Angostura sobre o rio de mesmo nome, que liga os lagos Moreno e Nahuel Huapi e depois Lopez Bay.

Ao longo desse trajeto, o turista encontra várias casas de chá, restaurantes, churrascarias e cervejarias, onde pode degustar as delícias da gastronomia regional, e várias lojas onde se encontram velas, tecidos, cerâmicas, objetos de madeira, artigos de couro, entre outros.

Puerto Blest e Cascada de Los Cantaros

Esse roteiro de navegação se destaca por mostrar as águas verdes, selva e cachoeiras de Bariloche. Percorrendo o braço Blest, com águas esverdeadas do lago Nahuel Huapi, o roteiro oferece uma experiência inesquecível.

Durante o percurso, avista-se a Ilha Sentinela, onde estão os restos mortais de Perito Moreno, patrono dos parques nacionais argentinos. Além do Puerto Cántaros, que oferece uma verdadeira experiência na selva valdiviana até chegar à nascente da cachoeira, no lago Cántaros, onde pode-se apreciar um pinheiro-larício milenar de mais de 1500 anos.

Ao chegar a Puerto Blest, é possível continuar a viagem de ônibus até Puerto Alegre, há apenas 3 km de distância, para navegar pelas águas verdes do Lago Frias, chegando bem perto da fronteira com a República do Chile.

Isla Victoria e Bosque de Los Arrayanes

Esse passeio de barco navega pelas águas azuis do Nahuel até Puerto Anchorena, na ilha Victoria, onde o visitante encontra uma flora fértil com espécies de um visual indescritível. Ali existem diversas trilhas marcadas para passeios.

O roteiro também passa pela península de Quetrihue, onde está o icônico e único bosque de arrayanes, arbustos cor de açafrão com flores brancas. O cenário é mágico!

Outro destaque do passeio é a praia do Toro, onde se pode observar as pinturas rupestres feitas pelos primeiros habitantes do lugar, tudo em uma esplêndida praia de areia vulcânica.

Cerro Tronador e Ventisquero Negro

A rota atravessa parte dos lagos Gutiérrez e Mascardi até se unir à estrada Provincial 82. O Tronador, o monte mais alto dos arredores de Bariloche, possui sete geleiras.

No caminho, há ainda alguns mirantes para observar os imponentes dos montes Bonete e Cresta de Gallo, além da praia de areia escura do lago Mascardi.

Para chegar ao Cerro, passa-se pela ponte sobre o rio Manso até chegar a Pampa Linda, um bom lugar para almoçar. É possível observar ainda o Glaciar Manso, mais conhecido como Ventisquero Negro, uma geleira que desce do Tronador e que se destaca pela cor escura.

El Bolsón e Lago Puelo

O El Bolsón é um povoado a sudoeste da província de Río Negro, localizado em um vale fértil do rio Quemquemtreu, ao pé do Monte Piltriquitron. Para chegar até o lugar, o roteiro contorna os lagos Gutiérrez e Mascardi, além do rio Guillelmo e atravessa a Pampa del Toro e o Canãdón de la Mosca.

Uma das maiores atrações da cidade é a Feira Artesanal, que acontece na plaza Pagano, em pleno centro. A feira reúne, em suas 300 bancas, um mundo de cerâmica, lã, madeira, couro, metais, flores secas, doces, legumes frescos e tudo feito por artesãos e produtores da região. É imperdível para fazer boas compras!

Villa La Angostura e Cerro Bayo

Vizinha de Bariloche, Villa La Angostura está cercada pelo árido estepe patagônico. O roteiro passa por extensas fazendas a oeste até chegar ao braço Huemul. Ali, os bosques de ciprestes começam a aparecer lentamente para depois dar lugar à floresta úmida.

Villa la Angostura é um lugar único, localizado na costa norte do Lago Nahuel Huapi. Durante o passeio pela região, é possível visitar o porto, o El Mesidor, a lagoa Selva Triste e a capela La Asunción. O destaque para os aventureiros é o Cerro Bayo, centro de esqui local com alto padrão de atendimento e pistas com diversos níveis de dificuldade.

San Martin de los Andes

O programa cobre a jornada de 352 quilômetros pelos Parques Nacionais Nahuel Huapi e Lanín. Com uma paisagem exuberante, que abriga inclusive a Rota dos Sete Lagos – Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lácar -, essa cidade é tranquila e também oferece experiências incríveis.

Graças à exuberante natureza presente entre San Martin e Bariloche, a cinematográfica estrada rende boas fotos! Lá também é possível praticar esportes de neve.

Cerro Catedral

No Cerro Catedral é possível viver uma das melhores experiências de esqui da América do Sul. Para os experts, existem pistas com mais de dois quilômetros de extensão, com desníveis de até 500 metros. E para os iniciantes, há pistas de excelente qualidade e que garantem emoção compatível, inclusive com instrutores.

Os que não pretendem esquiar podem ficar na bem estruturada Vila Catedral, ao pé da montanha, saboreando um chocolate quente e observando os movimentos das várias lojas, hotéis e restaurantes, além das casas que lembram uma aldeia alpina.

Mais informações: www.brasileirosemushuaia.com.br

Férias de julho: Destinos internacionais para viajar sem gastar muito

O mês de julho é perfeito para tirar aquelas férias com a família e realizar aquela viagem dos sonhos. Segundo um levantamento da Câmbio Store, os meses de junho, julho e agosto são os meses onde ocorre a maior parte das viagens ao exterior no Brasil. Cerca de 35% do volume de viagens do ano estão concentrados nesses 3 meses e a procura por moedas estrangeiras também segue o movimento.

Por esse motivo, separamos algumas opções de destinos internacionais para viajar sem gastar muito.

Punta del Este – Uruguai

Escultura de Las Manos em Punta del Este. (Foto: Divulgação )

Escolher qualquer região da América do sul para passar as férias é uma ótima pedida, pois os preços nessa época do ano costumam ser mais baixos por conta do frio em alguns países. Punta del Este possui tudo o que há de melhor para se aproveitar em uma viagem, cassinos, praias, parques e belos cartões postais, como a escultura de “Las Manos” enterrada na areia. 

Milão – Itália

Catedral de Milão na Itália. (Foto: Divulgação)

A cidade da moda é perfeita para viajar em julho, nesta época é quente lá, por esse motivo, várias lojas oferecem promoções em compras de roupas devido ao reduto. Para os amantes de cultura, Milão é recheada de opções, entre elas, a famosa Catedral de Milão, localizada na praça central da cidade. A única desvantagem em ir para lá em julho é a superlotação da cidade, mas isso você corre o risco de encontrar em diversos destinos, aliás, é férias. A moeda oficial da Itália é o Euro, por isso, levar dólar ou cartão pré-pago internacional pode sair mais barato em algumas ocasiões. 

Nova Iorque – Estados Unidos

Nova Iorque. (Foto: Divulgação)

A cidade é uma opção para quem curte passeios e badalação, movimentada o ano todo Nova Iorque possui diversão para todos os gostos, inclusive, os pontos turísticos mais frequentados pelos turistas são o Central Park e a Estátua da Liberdade, também vale um passeio pelo Time Square para realizar compras. Levar o cartão de crédito ou pré-pago é vantajoso em alguns casos , mas é preciso tomar alguns cuidados, use o cartão de crédito somente para gastos essenciais, pois a alta cotação da moeda e taxas de juros pode fazer ela custar caro. O melhor dos cenários é levar algo em espécie.

Bariloche – Argentina 

As montanhas em Bariloche. (Foto: Divulgação)

Para os amantes de frio e neve, Bariloche é o destino ideal. Em meados de julho e agosto a temperatura chega a mínimas abaixo de zero e nos altos cerros da cidade é onde está a maior concentração de gelo e melhor vista também. Bariloche oferece atividades para toda a família, tanto para aqueles que buscam aventuras no gelo ou para quem quer apreciar a natureza, pois é possível visitar parques e montanhas. A moeda oficial do destino é o peso argentino, sendo até mais vantajosa que o dólar americano, pois a variação da moeda chega a 70%, de acordo com o ranking VET do Banco Central.

Cidade do México – México

Praça da constituição na Cidade do México. (Foto: Divulgação)

Passar as férias de julho na Cidade do México é uma oportunidade de aproveitar o que a cidade tem de melhor, pois por ser localizada no hemisfério norte, o calendário de estações é oposto ao Brasil. Sendo assim, é verão no destino. Alguns dos pontos turísticos mais procurados da região são o Zócalo e o Bosque Chapultepec, vale também fazer um passeio por toda a Avenida Paseo de la Reforma e provar da culinária local mexicana. O Peso Mexicano é a moeda oficial da Cidade do México, mas levar dólar em espécie e cartão pré-pago internacional pode fazer a viagem sair mais em conta.


Santiago – Chile 

A torre Costanera Center em Santiago. (Foto: Divulgação )

E mais uma sugestão de destino na américa do sul para quem quer curtir a neve. Vale muito a pena visitar a Santiago no mês de julho, o destino oferece diversas opções de lazer para os amantes do frio, no centro da cidade não neva, mas dá para ver as montanhas branquinhas ao redor e realizar passeios até lá com a intenção de tocá-las. Se deseja uma vista panorâmica da cidade, basta ir ao edifício Sky Costanera, que possui 300 metros de altura e possibilita uma ótima visão dos principais pontos turísticos. A variedade de pratos típicos de inverno disponíveis na região também é uma vantagem de ir a Santiago no inverno, aproveite para provar a deliciosa Cazuela, sopa de legumes com pedaços de cordeiro. 
 

Série “Patagônia: O Próximo Passo” estreia no Canal OFF com uma imersão de 10 dias pelo território argentino

Diogo Guerreiro e Brian Baldrati desbravam a região de Bariloche em novo programa que estreou na sexta, dia 12

Em quatro episódios, a série “Patagônia: O Próximo Passo” explora a conexão do homem com o mundo que o cerca. Filmada em locações no território argentino, ela acompanha o atleta Diogo Guerreiro e o fotógrafo Brian Baldrati durante dez dias, percorrendo roteiros fora do circuito tradicional e descobrindo novas paisagens e sabores. O resultado vai ao ar no Canal OFF desde sexta-feira, dia 12, às 21h30, com conteúdos complementares no aplicativo e redes sociais do canal.

Diogo é atleta de windsurf, cujas façanhas de mais longa viagem da modalidade – 8.120 km do Oiapoque ao Chuí – e da maior jornada oceânica – 400 km ininterruptos entre Fernando de Noronha e Natal – emplacaram seu nome em dois recordes registrado no Guiness Book. Brian é fotógrafo e viajante, começou sua relação profissional através do perfil no Instagram @isthisreal, onde mantém sua paixão por viagens e fotografia, contando com um intercâmbio em um campo de refugiados na Hungria e uma viagem realizada somente através de caronas até Ushuaia.

“Patagônia: O Próximo Passo” mostra que é possível explorar em qualquer lugar. Seja uma paisagem, um sabor, uma aventura e uma nova amizade. Em meio a paisagens fantásticas, entre as montanhas e o clima severo, a dupla cria um intercâmbio de vivências, complementando suas experiências. Nessa jornada, eles se deparam com desafios e horizontes para serem desbravados, encontrando a vida selvagem da região, aprendendo técnicas de pesca com profissionais locais e degustando produtos produzidos com lúpulos exclusivos da Patagônia.

O programa é resultado de uma parceria inédita entre a Cerveza Patagonia, cervejaria de origem argentina, e o Canal OFF. “Essa primeira parceria vai mostrar a importância da reconexão com o que nos move, com o que nos impulsiona. Realizamos uma imersão com a Cerveza Patagonia para entender as semelhanças com o Canal OFF e chegamos ao conceito de aventureiros e exploradores. O programa nos leva a sonhar, explorar e descobrir novas atitudes, como diz a nossa marca”, afirma Patricia Pieranti, gerente de marketing do Canal OFF. Guilherme Almeida,brand manager da Cerveza Patagonia, complementa “O instinto do wanderlust, nosso consumidor, é sempre descobrir novos rumos e sair do lugar comum. Essa parceria proporcionou a oportunidade de mostrar um lugar tão especial que é Bariloche, nosso ponto de origem e fonte de inspiração”.

Durante a série é possível acompanhar os protagonistas visitando paisagens conhecidas e desbravando novos roteiros nos arredores de São Carlos de Bariloche, berço da cervejaria. Com a experiência em esportes de Diogo e o talento fotográfico de Brian, mais do que atravessar rios, montanhas e termas vulcânicas, suas habilidades e interesses acabam se complementando e exploram o crescimento interpessoal durante a jornada.

Novos cardápios nos restaurantes e spas dos hotéis Tierra

Marca chilena investe em ingredientes locais e produtos orgânicos nos pratos, nos tratamentos e em amenities de seus empreendimentos no Atacama, em Chiloé e na Patagônia

Hospedar-se na rede Tierra Hotels (www.tierrahotels.com) é ter a certeza de viver dias de bem-estar em refúgios norteados pelo espírito das paisagens chilenas onde os hotéis se encontram. Com empreendimentos no Atacama, em Chiloé e na Patagônia, a marca mantém uma busca constante pelo aperfeiçoamento da experiência de hospedagem e dos serviços oferecidos. Dentro dessa filosofia, traz novidades significativas para a temporada 2019/2020, com mudanças de amenities, gastronomia e spa, privilegiando ingredientes locais e produtos orgânicos.

Quando aplicado à culinária, esse conceito se converte em menus notadamente distintos, em que produtos regionais são usados com ousadia. Neste momento, os chefs dos restaurantes dos hotéis estão fazendo cursos de culinária típica e renovando os cardápios. Opções raw, veganas, low carb e sem glúten estarão contempladas nas novas receitas, com o objetivo de manter refeições equilibradas e cheias de sabor.

Tierra Hotels aposta em ingredientes locais. (Foto: Divulgação)

Pratos clássicos seguirão presentes nos menus. Em receitas como o Risoto de Centolla e o Sorvete de Chañar, a cozinha do Tierra Atacama propõe novas interpretações para sabores do norte do Chile. Em Chiloé, o protagonismo é dos pescados vindos de comunidades próximas ao hotel, presentes tanto no contemporâneo Bochechas de Côngrio salteadas com alcaparras, quanto no ancestral Curanto, cozido rústico do arquipélago chileno. Os ingredientes usados no Tierra Patagonia também são obtidos localmente, para o preparo de delícias como o Cordeiro Patagônico, que chega à mesa acompanhado de batatas chilotas, nativas da região.

Para acompanhar tudo isso, o Pisco Sour, drink chileno típico, servido também nos três hotéis, ganha variações regionais. O Calafate Sour leva em sua composição o fruto-símbolo da Patagônia, que batiza a mistura. No Tierra Chiloé, as refeições podem ser precedidas por uma bebida que une a potência do pisco à doçura e cremosidade do mel de Ulmo, árvore local. No Atacama, o Rica Rica Sour é resultado da combinação de pisco com a famosa erva da região que dá nome à bebida.

Produtos orgânicos também estão presentes no novo cardápio do Tierra Hotels. (Foto: Divulgação)

Sempre pensando na melhoria contínua dos três hotéis, a marca chilena promove também uma padronização em seus spas e incorpora produtos artesanais de origem Mapuche, cuja confecção inclui uma cerimônia tradicional entre os locais. Os homens não ficaram de fora da renovação de tratamentos e serviços dos spas, que irão dispor de uma linha facial masculina. Os funcionários já estão recebendo treinamento sobre as técnicas, e as responsáveis pelo spa de cada unidade se reúnem em Santiago no fim de agosto para alinhar essa visão global que a rede Tierra quer oferecer em seus três empreendimentos.

Os hóspedes do Atacama já podem experimentar as mudanças, implantadas sob a consultoria de uma especialista com experiência internacional em spa. O hotel, localizado no povoado de San Pedro do Atacama, ao norte do país, funciona o ano todo — fechará para reforma somente em 2020, entre 1º de maio e 30 de junho. Nos dois outros empreendimentos, as próximas temporadas começam no segundo semestre deste ano: o Tierra Chiloé recebe viajantes de 13 de setembro a 30 de abril, e o Tierra Patagonia abre em 1º de outubro, seguindo em funcionamento até 30 de maio.

Outra novidade é a mudança das amenities, agora da marca chilena Austral Organics. Elaboradas com ingredientes locais e orgânicos, vêm em embalagens recicláveis, que permitem a adoção de refis.

Mais informações podem ser obtidas em www.tierrahotels.com, no telefone 0800.761.1627 (Brasil) e com os principais operadores e agentes de turismo.

ASSISTA AO NOVO CLIPE DE PAULO LONDRA: “TAL VEZ”

Faixa chega depois do sucesso global de “Adan y Eva”

Paulo Londra tem apenas vinte anos e já é o artista com mais streams em toda a Argentina. Colecionando mais de dois bilhões de visualizações no YouTube, o artista lança o novo single da carreira: “Tal Vez”, após o incrível sucesso de “Adan y Eva”, uma faixa que explodiu globalmente e atingiu mais de 305 milhões de plays no Spotify, alcançou o 10º lugar nas paradas globais da plataforma e o número 1 em mais de 10 países. A música, escrita por Paulo Londra e produzida pela colombiana Ovy On The Drums, chega acompanhada de clipe inédito.

O vídeo foi filmado na Argentina sob a direção artística da Eme Creative. O registro transmite a mensagem de como, por meio do trabalho duro e dedicação, uma pessoa “regular” pode se tornar bem-sucedida e alcançar os objetivos. O roteiro mostra um Paulo “normal”, que rotineiramente vai a um supermercado com seus amigos e vê uma linda garota trabalhando lá. Pouco a pouco, ele vê como ela começa a subir em posições e, eventualmente, se transforma em uma cantora de sucesso. Toda essa situação inspira Paulo e ele decide seguir seus passos e até se atreve a imaginar se, algum dia, eles podem acabar tendo alguma coisa juntos.

“Tal Vez” é uma música muito animada com letras românticas que demonstra, mais uma vez, a versatilidade de Paulo Londra. A faixa fala sobre a admiração de um homem em relação a uma mulher empoderada. Paulo continua brilhando com o trap latino e seu estilo inovador e fresco, que se reflete em todas as suas músicas e, especificamente, em “Tal Vez”.

6 bairros essenciais em um city-tour por Buenos Aires!

Rivalidade futebolística a parte, Buenos Aires é simplesmente encantadora. Dona de bairros marcantes, gastronomia vibrante e uma vida noturna pra lá de muy caliente, a capital argentina é cativante, fabulosa e cheia de atrativos para os turistas em qualquer estação do ano.

Perder-se pelas belas e arborizadas ruas de Buenos Aires, aliás, é uma divertida e prazerosa opção de passeio a se fazer. Desbravar os icônicos bairros da capital argentina também. Mas antes de sair caminhando, seja na sua primeira ou em outras visitas, é preciso saber o que encontrar por lá, não é mesmo?

Veja aqui um pouco mais sobre os principais bairros de Buenos Aires:

  • Plaza de Mayo
A Casa Rosada, a sede da Presidência Argentina. (Foto: Divulgação – Pestana Hotel Group)

A melhor maneira de desbravar Buenos Aires é a pé. E uma ótima maneira de começar é por meio do bairro Plaza de Mayo, que é o centro histórico e político da capital argentina. A região abriga alguns dos pontos turísticos mais importantes da metrópole, como a Casa Rosada, a sede da Presidência Argentina, a Igreja Catedral Metropolitana e o El Cabildo, uma importante construção onde foi declarada a Revolução de Maio de 1810.

  • Centro
Calle Florida, em Buenos Aires. (Foto: Divulgação – Pestana Hotel Group)

O centro também é um ótimo bairro para longas caminhadas, principalmente durante o dia, quando o clima boêmio ainda não se instaurou pela região. Hospedar-se por ali, aliás, pode ser uma excelente ideia. A região é bem atendida pelo metrô e oferece uma grande variedade de hotéis com bom custo benefício, como o Pestana Buenos Aires, que fica pertinho da Avenida 9 de Julio. Destaque para a Calle Florida, que é uma das mais movimentadas da cidade e possuí centenas de lojas de souvenirs, restaurantes e bares. Ao lado, a Plaza San Martín, uma das maiores de toda a capital.

  • Recoleta
Livraria El Ateneo, na Recoleta. (Foto: Divulgação – Pestana Hotel Group) 

Para quem gosta de andar, o belíssimo bairro da Recoleta, repleto de árvores e prédios de inspiração madrilenho-parisiense, é quase que obrigatório. A região, inclusive, conta com diversas lojas, bancos e livrarias ideais para se perder durante uma manhã. A livraria El Ateneo, que fica num antigo teatro com mais de 100 anos de história, é um dos destaques do bairro. Ela é considerada uma das mais bonitas do mundo. Por ali também há o famoso Cemitério da Recoleta, onde está enterrada Evita Perón, o Museu Nacional de Belas Artes, a Igreja Nossa Senhora de Pilar e a grande escultura de aço em forma de flor que abre e fecha suas pétalas dependendo da hora do dia, o Monumento Floralis Genérica.

  • Palermo
El Rosedal Rose Park em Bosques de Palermo. (Foto: Divulgação – Pestana Hotel Group) 

Jovem e descolado, Palermo é o maior e mais tradicional bairro de Buenos Aires e é dividido em duas partes: Palermo Soho e Palermo Hollywood. Mas apesar dessa subdivisão, a nomenclatura não é utilizada com frequência. Pra quem gosta de agito, Palermo é o local certo. A região possuí uma grande variedade de bares e restaurantes e é o epicentro da vida noturna de toda a capital. O Bosque Palermo, que tem mais de 80 hectares e a Plaza Serrano, também são pontos de interesse a se visitar na região, que é muito boa para compras. As melhores outlets da cidade estão na Avenida Córdoba.

  • La Boca
La Boca. (Foto:  Divulgação – Pestana Hotel Group) 

O River Plate que nos desculpe, mas uma visita a La Boca, bairro onde está situado o estádio do Boca Juniors e a inconfundível e colorida rua de Caminito é essencial. Ambos são importantes pontos turísticos da cidade e, por conta da proximidade, podem ser feitos em um único dia. Em La Bombonera é possível visitar o museu do Boca, contemplar os troféus, visitar os vestiários e olhar o gramado bem pertinho. Já na atração turística mais visitada de Buenos Aires, o Caminito, o importante é sair bem na foto e postar nas redes sociais enquanto se toma uma cerveja ou vinho no bar mais próximo. 

  • San Telmo
Feirinha em San Telmo. (Foto: Divulgação – Pestana Hotel Group)

Já em San Telmo, um dos bairros mais charmosos e antigos de Buenos Aires, a dica é passear com calma e sem pressa. As ruas de paralelepípedo, os bares e restaurantes locais, assim como as lojinhas, barraquinhas e livrarias dão um toque de cidade do interior ao bairro. Aos domingos, uma boa pedida é visitar a feirinha de antiguidades, que começa na Praça Dorrego e vai até a Casa Rosada. Outro hit do bairro é a estátua da Mafalda, na esquina das ruas Chile e Defensa, que é bastante concorrida para fotos entre os turistas. #Olhaaselfie! 😉