Arquivo da tag: Artists’ Alley

Com ingressos esgotados, primeiro dia da CCXP19 reuniu fãs em busca das novidades da cultura pop

Margot Robbie, de Aves de Rapina, foi o grande nome de Hollywood nesta quinta-feira, 5. Junto com o elenco do filme, encontro totalmente feminino no auditório Cinemark XD deixou fãs alvoroçados

 A abertura de portas da CCXP19 foi um momento de grande expectativa dos fãs que compareceram em peso e lotaram o maior festival de cultura pop do mundo. Os ingressos esgotados já reforçavam a espera do público pela sexta edição do evento e a fila do lado de fora dos portões deram o tom do que a organização do evento pode aguardar para estes dias de muita festa… contagem regressiva, cosplayers e uma corrida para garantir os melhores lugares nos auditórios e acessos aos espaços que permaneceram lotados durante todo o dia.

Entre painéis, exibições de filmes, experiências sensoriais, sessões de fotos e autógrafos, performances, campeonatos de games e muito mais, algumas pessoas se destacavam. O casal de namorados Tais Lisboa, 23, e Kaique Monteiro, 18, ambos de São Paulo, veio fantasiado de Arlequina e Joker. “Vim pela exposição dos 80 anos do Batman e gostaria de acompanhar um dos painéis. Mas também temos a expectativa de encontrar as celebridades”, disse Tais. Já a aposentada Denise Duarte, 52, acompanha a CCXP há três anos e revela que a emoção de estar no evento é indescritível. “Virei aos quatro dias e em dois virei de cosplayer, a secretária da Mulher Maravilha e a Professora Sprout, de Harry Potter”, afirma lembrando que esta edição já superou suas expectativas por trazer artistas que estão no elenco de Star Wars.

O festival reúne diversas áreas do universo da cultura pop. Uma delas é a oportunidade de artistas exporem seus trabalhos para o público apaixonado pelo mundo dos games, filmes de super-heróis e quadrinhos no Artists’ Alley. Cainã Fontes, 24 anos, é ilustrador e designer e está pela primeira vez se aventurando no espaço. Trouxe, entre outros trabalhos, um quadrinho feito por sua amiga Amanda Martinelli e ilustrado por ele. Fontes contou que já participou de outras edições e já no primeiro dia o evento teve suas expectativas superadas. “Só de estar na CCXP já é um grande passo para a carreira de todos os artistas que estão aqui”, comentou. Hayu Marca, quadrinho feito por ele e sua amiga, é protagonizado por uma personagem transexual. O projeto visa doar metade do valor arrecadado no festival para a Casa Sem Preconceitos, localizada em Campinas, que dá apoio e auxílio à comunidade transexual.

Palco Creators dá espaço às vozes da internet

Com muita interação, o humorista Rafa Cortes e a youtuber do canal Depois das Onze, Gabi Fernandes, fizeram a abertura do palco Creators by Trigg. Os apresentadores anunciaram um show de ilusionismo com Henry Vargas e Klaus Duraes, que transformam as representações do clássico Houdini em brincadeiras com o público. “Aqui na CCXP todos os mundos se encontram. Se pudesse escolher, em qual estaria?”, questiona Klaus. O ilusionista chamou uma das participantes para abrir uma caixa com as respostas dentro. A estudante Isabella Dutra, de Minas Gerais, foi a escolhida. A jovem de 18 anos achou tudo impressionante. “Eu esperava algo diferente e eles conseguiram superar todas as minhas expectativas. Fiquei muito nervosa no palco, mas estou amando tudo”.

Esta é a segunda vez que a CCXP organiza o Creators Stage. A ideia é gerar espaço para conteúdos espontâneos de influenciadores e personalidades televisivas. “Neste ano, trouxemos mais conteúdo de bandas que também estão no meio digital e de influenciadores”, explica Roberto Fabri, curador do espaço. Outro destaque foi a acessibilidade. O palco contou com um intérprete para traduzir todo o conteúdo para libras. Predominantemente tomado por youtubers e figuras da internet, o palco usou o lançamento do clipe Feelings, do feat Zeeba, Le Bid e Pontifexx, para debater como as redes impactam a vida do jovem, a conexão entre o real e o virtual. “A letra de feelings, que tem um contexto de amor e boas vibrações, norteou todo o clipe”, comenta Le Dib sobre a produção. O DJ Pontifexx conta que as gravações foram ao encontro da letra, pois eles literalmente se desligaram do universo virtual para se sincronizarem. “Para estar com seus amigos e sua família, você precisa estar presente. É impressionante como as redes sociais te distraem do que é real. No clipe tivemos a oportunidade de ver como estes momentos são necessários”, comenta Pontifexx.

Não foram só figuras da internet que marcaram presença no palco Creators. O ator Duda Nagle mediou um bate-papo com dois dublês famosos: Bobby Holand Hanton – Thor, Capitão América e 007 – e Renan Medeiros, que fez o filme brasileiro Aldo. “Queremos trazer esta cultura da ação do cinema e promover mais dublês no Brasil”, conta Nagle. Durante o papo, eles explicaram, no entanto, que o grande desafio é tornar a profissão segura mesmo nas cenas mais intensas.

Uma das atrações mais esperadas da noite e que animou o público, foi a presença dos irmãos Castro, do famoso canal do YouTube Castro Brothers. Com a ajuda da plateia, o elenco improvisou a apresentação com palavras aleatórias e fizeram inúmeros trocadilhos reproduzindo o quadro de maior sucesso do canal e quem risse primeiro perdia o jogo. Para fechar a primeira noite, a banda Far From Alaska deu um show de rock n’ roll com seu repertório mais aclamado.

Quadrinhos, técnicas de desenho e homenagens marcam o Auditório Prime

O Auditório Prime, terceiro maior da CCXP19, recebeu o quadrinista gaúcho Rafael Albuquerque, desenhista exclusivo da DC Comics, para uma masterclass da técnica aguada, parecida com a aquarela, mas à base de água. O artista mostrou como desenhar o Batman, um dos personagens mais icônicos dos quadrinhos. Em seguida, foi a vez de Laerte e Rafael Coutinho, dois dos mais respeitados artistas do país, subirem ao palco para conversar sobre a relação dos quadrinhos com a política. Num bate-papo descontraído, eles responderam perguntas sobre o papel do humor enquanto formador de opinião, como os memes falam sobre política e a participação das redes sociais no processo de inclusão. Depois de mais de uma hora de troca de ideias com a plateia, Laerte e Rafael deixaram o auditório aplaudidos de pé.

André Dahmer, um dos principais desenhistas do país e criador da tirinha Malvados, teve uma conversa cheia de humor com o público sobre como a internet está interferindo na sociedade. Depois, o músico Chorão foi homenageado em um dos momentos mais esperados, no bate-papo com João Gordo, Sarah Oliveira, Hugo Prata e Felipe Novaes sobre o filme “Chorão – Marginal Alado”. Eles contaram histórias do eterno vocalista da banda Charlie Brown Jr. e falaram sobre as emoções que sentiram durante as gravações.

Andreza Delgado, Leo Hwan, Jefferson Costa e Debs fecharam o dia no Auditório Prime conversando com o público sobre a representatividade em toda cultura pop. Os convidados falaram e responderam perguntas sobre preconceito contra negros, asiáticos e mulheres no universo geek. Isabela, de 25 anos, formada em Relações Públicas, foi até o painel porque se sentiu representada. “Eu como mulher, fã de cultura pop e bissexual, senti total sinergia com o tema. É muito importante falarmos disso, porque não é algo muito pautado na cultura pop.”

Campeonatos universitários animam a Oi Game Arena na CCXP

Nesta quinta-feira, na Oi Game Arena, numa disputa individual, universitários da AAA Vulcano e da INSPER MadFox se enfrentaram em busca do título de campões do Clash Royale no TUES (Torneio Universitário de E-sports). O representante da AAA Vulcano, Randall, e o da INSPER MadFox, Hindenburg, fizeram um belíssimo confronto. Com uma disputa acirrada do começo ao fim, Randall se sagrou bicampeão de Clash Royale no TUES, por 2×1.

Já as disputas entre equipes começaram com o embate entre TECMACK – Universidade Presbiteriana Mackenzie e a Universidade Positivo CAPYBARAS. Com seis representantes em cada time, alguns jogadores comentaram um pouco de sua experiência de jogar dentro da CCXP. Isabela Burrato, “Isinha”, como é conhecida a atleta do time da CAPYBARAS, relatou sobre o sentimento de estar competindo no evento. “Dá um friozinho na barriga pela quantidade de gente assistindo e o tamanho do palco. É uma experiência surreal”.

Na competição, o TECMACK derrotou o CAPYBARAS por 7×5 e 7×1 e se sagrou campeão do Rainbow Six Siege no TUES. Apesar da derrota, Eduardo Felisberto, o “Yuriza1” da CAPYBARAS, também falou sobre a chance de competir na CCXP19. “É uma oportunidade incrível. Muito bacana a iniciativa da CCXP de trazer a universidade aqui para dentro. Para nós, vira o melhor evento do ano”, comentou o atleta.

Na última competição da noite, League of Legends, o Falkol Storm, da UFABC, derrotou por 2×1 o DAEG Mackenzie e sagrou-se tricampeão da CCXP e hexacampeão da TUES.

Trajetória e novidades no Auditório Ultra

O auditório Ultra recebeu os quadrinistas do Stout Club que falaram sobre a trajetória do selo e a importância da HQ Mondo Estranho para eles. Entre os próximos projetos do grupo está uma parceria com a plataforma de streaming ComiXology para a produção de quatro títulos 100% feitos por brasileiros. Trabalhando com grandes nomes do cenário mundial como Grant Morrison e Mark Millar, o segundo a subir no palco foi Frank Quitely. Ele revisitou suas principais obras e comentou sobre a oportunidade de desenhar personagens da DC Comics. O artista ainda falou sobre sua nova série na Netflix, Jupiter’s Legacy.

Para fechar o dia, a dona das estátuas e colecionáveis mais cobiçadas da CCXP, a Iron Studios mostrou dioramas e comentou o processo de criação de peças que envolvem personagens da Marvel, Thundercats e Harry Potter. Em uma votação com o público para escolher qual será o colecionável produzido pela Iron Studios para a próxima edição da CCXP, os argumentos de um menino de nove anos definiram que Killer Croc, o Crocodilo inimigo do universo Batman da DC Comics, será o personagem trabalhado. A empresa apresentou ainda projetos envolvendo Mortal Kombat, God of War e Stan Lee.

Auditório Cinemark XD é um dos espaços mais disputados

As duas primeiras pessoas da fila para o auditório Cinemark XD, o mais concorrido do festival, estavam empolgadas. Amanda dos Santos Aragão, 23, estagiária de Letras, planejava passar o dia inteiro dentro do espaço para não perder seu lugar nos painéis do dia. Thais Oliveira Matos, 23, publicitária, contou que elas chegaram às 9h nos portões da CCXP. Foram direto para a fila do auditório. As duas esperavam ver o painel da Warner, programado para as 20h, com as estrelas do novo filme Aves de Rapina, entre elas a vencedora do Oscar de melhor atriz, Margot Robbie.

A abertura do auditório Cinemark aconteceu de modo especial com a presença de Cao Hamburger falando sobre os 25 anos do Castelo Rá-Tim-Bum. Cao contou que foram produzidos dois programas antes de chegar ao formato final apresentado. Na época da estreia, houve a procura por canais internacionais querendo comprar os direitos globais da história criada, porém não houve negociação. Marcelo Forlani conduziu o painel resgatando vários momentos marcantes do programa, que faz parte da cultura pop nacional. O momento mais emocionante foi o clipe da música do banho, cantada pelo ratinho de stop-motion e acompanhada por todos os presentes.

Em um segundo momento, André Marques foi chamado para trocar de lugar com Forlani e apresentar o novo projeto de Cao Hamburger, a série A5 five – spin-off da temporada de 2017 de Malhação Viva as Diferenças, que estreará pela plataforma de streaming Globoplay. As protagonistas se juntaram aos dois no palco para explicar as diferenças entre os formatos de série e novela. A nova história se passa com um salto de seis anos na história original e já conta com 12 episódios gravados, com estreia para 2020 e uma segunda temporada já confirmada.

Os painéis Rei Leão: Dando Vida à Savana e Homem-Aranha: Desbravando o Aranhaverso trouxeram os incríveis Julien Bolbach e Pav Grochola, respectivamente, para falar sobre os efeitos visuais para a criação dessas duas superproduções. Bolbach, especialista em efeitos especiais disse que O Rei Leão só foi possível depois de aprimorarem várias técnicas de Mogli. Já Grochola, supervisor da divisão de animações da Sony, se orgulha das novas técnicas desenvolvidas para o Aranhaverso e pede que os fãs continuem apoiando iniciativas inovadoras.

Os painéis mostraram várias etapas da animação dos personagens, do cenário, bem como várias técnicas que foram criadas ao longo do processo, para a finalização dos filmes.

Takashi Shimizu, diretor que fez história nos filmes de terror com O Grito, participou de um painel de arrepiar. Shimizu dirigiu as versões originais japonesas do filme Ju-On (1 e 2), e contou que foi uma surpresa quando os produtores americanos o chamaram para dirigir a versão que fez sucesso mundial em 2004, ficando em primeiro lugar por duas semanas nos EUA. O diretor, que veio pela primeira vez ao Brasil, compartilhou, entre risadas, um fato pessoal curioso. Ele não consegue ver sangue e passa mal até ao fazer exames. Quando perguntado sobre como é seu processo criativo, Shimizu explicou que usa muito de seus medos de criança para se inspirar. Explicou que foi uma criança muito medrosa e começou a usar, em seus filmes, todas os pensamentos que o assustavam no seu imaginário.

O painel da Riot Games trouxe muitas novidades para os fãs de League of Legends. Depois de celebrar uma década do famoso jogo multiplayer, a empresa desenvolveu uma nova vertente chamada Riot Forge que, em parceria com vários produtores, está criando novos modos de jogar e explorar a aventura. O foco agora é lançar mais jogos single player e aumentar o storytelling para várias plataformas e contar a sequência da história, após todos esses anos.

Um dos painéis mais esperados desta quinta-feira foi o Batman 80 anos. A abertura da Banda Leela contou com as músicas tema do personagem por toda a história, enquanto imagens dos filmes, séries e desenhos mais marcantes passavam na tela. Foi um início espetacular para um painel importantíssimo, já que o Homem-Morcego é justamente o homenageado desta edição do festival. Neal Adams tomou conta da narrativa, trazendo muito de sua experiência e brilhantismo para a conversa. Rafael Grampá, que está produzindo uma nova história do Batman junto com o gênio Frank Miller, faz parte da atual geração de quadrinistas brasileiros que estão ganhando o cenário internacional. Mikel Janín, conhecido pela controversa história onde Batman “se casa” com Mulher-Gato, tentou definir o famoso herói como uma pessoa comprometida com sua promessa. “O Batman não pode ser feliz e ser Batman ao mesmo tempo”, declarou. Frank Quitely garante que, mesmo depois de 80 anos, sempre haverá um jeito novo de interpretar a história do herói. “Batman é um personagem que sempre vai existir”, finalizou.

O painel mais animado da quinta-feira foi, sem dúvidas, o da Warner. Aves de Rapina juntou as protagonistas e a diretora em uma conversa animada com Marimoon. A primeira frase que Margot Robbie resumiu o painel inteiro: “You guys are insane!” ou “Vocês são insanos!”, já que a animação demonstrada por todos, mesmo no fim do dia, foi enorme. A gritaria atingiu altos níveis quando a cena de abertura e um teaser exclusivos foram apresentados para o auditório lotado. Com o discurso forte de empoderamento feminino, o filme estreia no começo de 2020 e promete muita ação com atuações marcantes.

CCXP19  

Datas: 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  
Ingressos: ESGOTADOS

Horários: quinta-feira e sexta-feira, das 12h às 21h; sábado, das 11h às 21h; e domingo, das 11h às 20h.

5 coisas para você aproveitar na ccxp

Por Rodrigo Bocatti

Hoje, oficialmente, serão abertas as portas da CCXP, mas ontem teve o Spoiler Night e o Diversorio estava lá (obrigado Piticas ❤ ) e vai contar tudo para você aproveitar da melhor forma possível a maior comic con do mundo e pela primeira vez TODOS os ingressos estão esgotados.

Estandes

Warner traz ativações da Mulher Maravilha para CCXP. (Foto: Rodrigo Bocatti)

As principais marcas do cinema e de séries estão presentes no evento e elas vem com muitas novidades. Com estandes gigantes e ações interessantes, as filas serão grandes e é uma ótima oportunidade para fazer novos amigos e aproveitar.

A Warner veio com interações com os principais lançamentos de 2020: Mulher Maravilha, Aves de Rapina e Scobby. Além das séries Supernatural e Riverdale. E ainda tem um espaço lindo para quem quiser recordar do seriado FRIENDS e tomar um café no Central Perk. E pela primeira vez, o Cartoon Network está no mesmo espaço que a Warner, com ativações de seus maiores desenhos.

A Netflix veio com uma réplica da entrada do Starcurt Mall (shopping de Stranger Things), onde atores saem de tempo em tempo para dançar de acordo com a época que a série se passa. Além dos figurinos originais da terceira temporada da La Casa de Papel e o trailer de Breaking Bad, onde as pessoas podem tirar fotos com a máscara icônica do seriado. Além dos filmes originais da plataforma de streaming.

A Disney/Marvel trouxe alguns cenários para fotos com em Frozen, Mulan e Star Wars. Além de uma ativação do filme da Viúva Negra que a pessoa pode fazer no estande.

A HBO veio com um circuito para você fazer nas séries originais do canal como Watchmen, Westworld, His Dark Materials e Sopranos. Porém, uma ideia que eles executam é que a pessoa precisa pegar apenas uma fila para poder aproveitar todo circuito.

Mas não deixe de visitar outros estandes que também estão com ativações bem legais e interativas.

Artist’s Alley

Artist’s Alley é o lugar para você encontrar aquela HQ que você busca e conseguir um autógrafo do seu ídolo. (Foto: Rodrigo Bocatti)

Para mim é um dos lugares mais legais de toda CCXP. O Artist’s Alley é um espaço onde mais de 500 artistas estarão reunidos para mostrar seus trabalhos ao público.

Aqui você pode achar aquele artista que você admira, tirar uma foto e pedir um autógrafo e, quem sabe, conseguir um material exclusivo dele na CCXP.

Painéis

A cada ano que passa a organização da CCXP tenta trazer convidados mais especiais e conteúdos exclusivos para os painéis do evento, principalmente o Thunder Cinermark XD, onde são as grandes atrações.

Esse ano já temos confirmados Gal Gadot, Patty Jenkins, Margot Roobie e elenco do filme Aves de Rapina, da DC Comics/Warner, o elenco da nova trilogia de Star Wars, Ryan Reynolds, Kevin Feige, além de outros, mas ainda podemos ter presenças surpresas (como Tom Holland e Jake Gyllenhaal, em 2018), quem sabe o Henry Cavill não apareça no painel da Netflix ou quem sabe a Scarlett Johansson apareça no sábado.

Além dos convidados a CCXP também reserva espaço para pré-lançamentos e esse ano teremos Frozen, no sábado, e possivelmente Esquadrão V, no domingo.

Cosplay

Well Cosplayer é um dos jurados do concurso de cospay esse ano da CCXP. (Foto: Rodrigo Bocatti)

A cada metro que você anda na CCXP você vai encontrar um cosplay que pode ser um dos seus personagens favorito. E no evento existem muitos que vão para se divertir, então é possível que você encontre um na fila de ativação da atração de outro estúdio.

Mas o mais legal é que eles são super atenciosos com todos e adoram tirar fotos (se puder lembre de pegar o nome para depois marcá-los nas redes sociais, é importante para o trabalho deles). Mas lembre-se só toque o cosplay se ele autorizar.

Compras

Riachuelo é uma das lojas que estão com produtos da cultura pop. (Foto: Rodrigo Bocatti(

Quer lugar melhor do que comprar produtos nerd do que a CCXP?? Com diversas lojas especializadas em produtos da cultura pop, como camisetas, canecas, funko e action figures, é bom levar um dinheiro para poder comprar uma lembrança do evento. E algumas lojas também oferecem ativações que podem se tornar descontos.

Tim Bradstreet vem ao Brasil pela primeira vez para a CCXP19

Tim Bradstreet dará masterclass no domingo. (Foto: Divulgação)

Artista norte-americano estará todos os dias no Artists’ Alley e dará uma masterclass no domingo (8)

O quadrinista Tim Bradstreet é mundialmente conhecido por seu trabalho como capista de várias HQs e ilustrações para pôsteres, livros e RPGs – como o famoso “Vampiro: A Máscara”. Último convidado internacional a ser anunciado para o Artists’ Alley da CCXP19, o artista poderá ser visto diariamente no espaço e ainda vai oferecer aos fãs a oportunidade única de participarem de uma masterclass sobre a criação de capas de histórias em quadrinhos, a ser realizada no domingo (8).

O ilustrador indicado ao Prêmio Eisner, considerado o Oscar dos Quadrinhos, nasceu em 16 de fevereiro de 1967, em Maryland, nos EUA. Autodidata, ele trabalha profissionalmente desde que se formou no colegial, em 1985. Já no ano seguinte, o artista conseguiu um emprego na Fantasmagraphics, onde trabalhou por dois anos com o ilustrador Steve Venters. Enquanto não alcançava seu sonho de torna-se quadrinista, ele aprimorou suas habilidades ilustrando jogos. E foi o inovador trabalho no RPG de horror “Vampiro: A Máscara” que abriu as portas da indústria para Tim Bradstreet.

Os projetos desenvolvidos para grandes nomes como Timothy Truman, Clive Barker e Andrew Vachss, posicionaram Bradstreet como um artista de capas. Seus trabalhos publicados por editoras como DC e Marvel, entre eles “O Justiceiro”, abriam espaço para novos mercados. Em 2006, o artista assinou a arte da capa do 14º álbum de estúdio da banda Iron Maiden, “A Matter of Life and Death”. O quadrinista também tem em seu currículo criações para séries de TV como “The Walking Dead”, “The Expanse” e “Creepshow”.

A CCXP19 acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo, e já confirmou a presença de artistas de destaque no cenário mundial para o maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul. São mais de 500 quadrinistas como Neal Adams, Joëlle Jones, Mike Deodato e Rafael Grampá, além da participação especial da lenda Frank Miller em sessões de fotos e autógrafos. Para conhecer a lista completa de artista basta acessar https://www.ccxp.com.br/artists-alley.

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  
Ingressos: Esgotados
Horários: Quinta-feira e Sexta-feira, das 12h às 21h. Sábado, das 11h às 21h. Domingo, das 11h às 20h.

Shiko participa da CCXP19 e apresenta trabalhos aclamados pelo público e pela crítica

Shiko, quadrinista de Piteco, estará no Artists Alley. (Foto: Divulgação)

Vencedor dos prêmios HQMix e Angelo Agostini, o quadrinista estará todos os dias no maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul

O ilustrador, grafiteiro e quadrinista Shiko é o mais novo convidado da CCXP19, que acontece entre os dias 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo.

Nascido em Patos, na Paraíba, Shiko mudou-se ainda jovem para João Pessoa, onde mora até hoje. Como artista independente, publicou os títulos “Blue Note”, “A Boca Quente” e “Talvez Seja Mentira” (uma série de fanzines). A convite da Mauricio de Sousa produções, trabalhou na graphic novel “Piteco – Ingá”. Pela Editora Ática, trabalhou na adaptação para os quadrinhos do romance “O Quinze”, de Rachel de Queiroz. O artista também relançou “O Azul Indiferente do Céu”, pela Mino, e é autor de “Lavagem”, quadrinho aclamado pelo público e pela crítica nacional. Shiko é vencedor dos prêmios HQMix e Angelo Agostini, sendo considerado um dos maiores nomes do quadrinho brasileiro atual. Para a CCXP19, Shikko trará “Três Buracos”, sua aguardada graphic novel, que leva ao auge elementos já característicos de seu trabalho, misturando terror e faroeste no sertão paraibano.

O artista estará todos os dias do festival e terá uma mesa no Artists’ Alley, onde o público poderá encontrá-lo para pegar autógrafos e conhecer suas ilustrações e seus quadrinhos autorais. Além dele, a CCXP19 já confirmou nomes de destaque no cenário nacional como Laerte, Mike Deodato, André Dahmer, Rafael Grampá, Ju Loyola, Cristina Eiko, Paulo Crumbim e muitos outros. Já o time dos estrangeiros terá Neal Adams, Joëlle Jones, Frank Quitely, Eduardo Risso e Charlie Adlard, entre outros. Para conhecer a lista completa de artistas acesse: https://www.ccxp.com.br/artists-alley.

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  
Ingresso: Esgotados
Horários: Quinta-feira e Sexta-feira, das 12h às 21h. Sábado, das 11h às 21h. Domingo, das 11h às 20h.

Julio Shimamoto é o homenageado do Artists’ Alley na CCXP19

Julio Shimamoto assina pôster do artist’s alley. (Foto: Divulgação)

Considerado mestre das HQs de terror, artista assina o pôster oficial e a credencial do espaço

Não é só o Batman que está completando 80 anos em 2019. O desenhista e roteirista brasileiro Julio Yoshinobu Shimamoto, mais conhecido como Shima, também celebra seu 80º aniversário este ano. Por isso, o artista será o grande homenageado do Artists’ Alley, assinando o pôster e a credencial do espaço dedicado aos quadrinistas, além de participar de painéis que serão divulgados em breve. Shima marcará presença todos os dias do festival e estará acompanhando por Márcio Jr., coautor da graphic novel “Cidade de Sangue” (2018) – outro nome de peso confirmado para a 6ª edição da CCXP.

Representante de uma geração de grandes nomes dos quadrinhos de terror, Shima desenvolveu sua paixão pelas artes plásticas durante a infância, desenhando com gravetos no sítio do pai em Borborema, no interior de São Paulo. Ainda na juventude, tornou-se desenhista no Departamento Promocional da multinacional “Sears, Roebuck & Co.” (Lojas Sears) e, desde então, nunca mais abandonou os pincéis. Com seu traço denso, passou por praticamente todas as editoras e publicações do país: La Selva, Taika, Outubro, Ebal, Noblet, Folha de São Paulo, Ática, Editora do Brasil, Cooperativa Editora e de Trabalho de Porto Alegre, Vecchi, Grafipar, Abril, D-Arte, Press, Maciota, Record, Globo, Bloch, Via Lettera, Devir, Marco Zero, Novo Mundo, Escala, Nova Sampa e Opera Graphica. Entre suas obras mais aclamadas estão Musashi I e II (2003) e Subs (2006).

Aos 80 anos, Shima segue na ativa, envolvido em projetos autorais e produzindo quadrinhos experimentais. Recentemente, desenvolveu uma técnica na qual aplica uma camada de tinta sobre uma peça de cerâmica para depois desgastá-la utilizando objetos pontiagudos. As imagens surgem em negativo, em uma nova versão do estilo claro-escuro, técnica consagrada no Renascimento por artistas como Caravaggio. A partir do negativo, passa a escanear e xerocar estas imagens, para depois montar as páginas das histórias por meio de colagens. E foi justamente com essa técnica inovadora que ilustrou “Cidade de Sangue”, com texto de Márcio Jr, agitador cultural goiano cuja versatilidade abrange incursões pela música, cinema, escrita e, claro, HQs.

A CCXP19 já confirmou quadrinistas brasileiros consagrados como Mike Deodato Jr., Laerte, Germana Viana, Rebeca Prado, Ju Loyola, André Dahmer, Robson Rocha, Jun Sugiyama e Alexandre Carvalho. Entre os nomes internacionais estão Neal Adams, Joëlle Jones, Frank Quitely, Eduardo Risso e Charlie Adlard, entre outros. O Artists’ Alley da CCXP é um dos maiores do mundo e o maior do Hemisfério Sul. Para conhecer a lista completa de artistas basta acessar: https://www.ccxp.com.br/artists-alley.

Ingressos CCXP
3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social)           
Sexta-feira: (ESGOTADO)                                                                                               
Sábado: (ESGOTADO)     
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social)                       
4 dias: (ESGOTADO)                                                                                                     
Epic: R$ 1.500,00                                                                                                           
Full: (ESGOTADO)                                                                                                         
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00 

CCXP19

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

Artists’ Alley da CCXP19 recebe quatro novos quadrinistas

Mikel Janín, Mike McKone, Gerardo Zaffino e David Roman são os novos artistas confirmados para o espaço

A CCXP tem o maior Artists’ Alley do Hemisfério Sul e, para reforçar o time, o festival acaba de anunciar mais quatro quadrinistas. Mike Mckone, Mikel Janín, Gerardo Zaffino e David Roman são os novos nomes confirmados para o espaço, que já conta com grandes artistas de destaque no Brasil e no exterior, como Neal Adams e Mike Deodato, entre outros. Em sua 6ª edição, o evento faz parte das celebrações oficiais pelo aniversário de 80 anos do Batman e acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo.


Mikel Janín participa pela primeira vez do festival e chega para celebrar os 80 anos do Homem-Morcego. Vindo da Espanha, Janín deixou sua carreira como arquiteto em 2010 para prosseguir com o trabalho na indústria de quadrinhos. Sob contrato exclusivo com a DC desde 2011, o artista trabalhou como desenhista, pintor e capista em títulos como “Guerra da Trindade”, “Batman Eternal”, “Grayson” e “Liga da Justiça Sombria”, entre outros. Mais conhecido por sua longa e impressionante trajetória na revista Batman, que é pontuada pelo histórico casamento de Batman e Mulher Gato na edição 50 da série, ele é o atual desenhista da revista mensal do personagem.

Mike McKone tem uma vasta lista de créditos no mundo dos quadrinhos. Nascido na Inglaterra, o primeiro trabalho publicado pelo quadrinista foi para a série da DC Comics, a “Liga da Justiça da América”. Nos anos seguintes, ilustrou quase todos os personagens principais da editora e de sua concorrente, a Marvel, incluindo longos períodos nos títulos “Novos Titãs”, “Espetacular Homem-Aranha” e “Quarteto Fantástico”. Seus projetos recentes incluem a graphic novel dos “Vingadores: Guerra sem Fim” e “Liga da Justiça Unida”.

Nascido em Buenos Aires, na Argentina, Gerardo Zaffino começou a trabalhar em capas para a IDW e depois levou seu estilo único para a Marvel e para a Vertigo. Atualmente, seu trabalho pode ser encontrado nas edições de Conan e nas capas de “Cosmic Ghost Rider”, “King Thor” e muitos outros títulos das principais editoras dos EUA.

Encerrando o time de novos convidados está David Roman, desenhista de um dos maiores fenômenos pop da atualidade, “Rick and Morty”. Roman estudou na Espanha e na Itália, onde começou sua carreira profissional como artista de mural e afresco, com ênfase em fotorrealismo. Sendo fã de quadrinhos, era apenas uma questão de tempo até que aplicasse todas as suas habilidades à nona arte. Sua primeira revista publicada foi “Xtreme Champion Tournament”. O artista também criou uma surpreendente capa em couro para o badalado título da Aftershock Comics, “Babyteeth”, que foi revelada na San Diego Comic Con 2017. Atualmente, Roman é o responsável pelas capas de “Rick and Morty”, de “Star Wars” e de “Walking Dead”, entre outras. O artista ainda foi contratado pela Cartoon Network para dar vida às artes de Steven Universe Trading Cards.

O anúncio dos novos convidado coincide com a notícia do cancelamento da presença Alex Maleev, John Romita Jr., Keith Giffen e Lee Bermejo, que precisaram cancelar suas participações no festival por motivos pessoais, porém prometeram estar com os fãs brasileiros numa próxima ocasião. Para mais informações basta acessar http://www.ccxp.com.br.

Ingressos CCXP  
3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro  

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social). 
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social). 
Sábado: (ESGOTADO)
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social). 
4 dias: (ESGOTADO)
Epic: R$ 1.500,00
Full: (ESGOTADO)
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00 

CCXP19 

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019  

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP) 

CCXP19 anuncia Artists’ Alley com mais de 500 artistas

Área dedicada aos quadrinistas terá trabalhos de grandes artistas brasileiros e estrangeiros, dos mais variados gêneros como ficção-científica, infantil, mangá, LGBTQI+ e humor

O Artists’ Alley é conhecido como o coração da CCXP. Em sua 6ª edição, a área recebe mais de 500 artistas, divididos em 352 mesas e também no estande da Chiaroscuro Studios, localizado bem em frente ao espaço – que reúne desde quadrinistas consagrados a novos talentos, vindos de diversas partes do país e também do exterior. Os trabalhos apresentados abordarão os mais variados gêneros, incluindo aventura, charge, cartum, ficção-científica, humor, infantil, juvenil, LGBTQI+, mangá, policial e suspense, entre outros, reflexo do pujante mercado nacional de quadrinhos, que tem na CCXP uma vitrine importante para aproximar os fãs de seus artistas favoritos e também para alcançar novos públicos.

Artist’s Alley da CCXP reunirá 500 artistas. (Foto: Divulgação)

No local, os visitantes podem conhecer os lançamentos, adquirir HQs e outros itens exclusivos, além de conhecer quadrinistas brasileiros consagrados como Mike Deodato Jr., Laerte, Germana Viana, Rebeca Prado, Ju Loyola, André Dahmer, Robson Rocha, Jun Sugiyama e Alexandre Carvalho. Entre os nomes internacionais estão Neal Adams, Joëlle Jones, Frank Quitely, Eduardo Risso e Charlie Adlard, entre outros. O Artists’ Alley da CCXP19 – que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo – é um dos maiores do mundo e o maior do Hemisfério Sul. Para conhecer a lista completa basta acessar: https://www.ccxp.com.br/artists-alley.

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  
Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   
Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

Rafael Coutinho é mais um quadrinista confirmado na CCXP19

O artista, um dos brasileiros de mais destaque nas últimas décadas, estará todos os dias no Artists’ Alley

Designer, animador, artista plástico e quadrinista. Rafael Coutinho é também o mais novo integrante do time de brasileiros confirmados para o Artists’ Alley da CCXP19. Um dos artistas de mais destaque no cenário nacional nas últimas décadas, ele assina as revistas “O Beijo Adolescente”, “Cachalote” e seu trabalho mais recente, “Mensur”. Coutinho marcará presença todos os dias no maior festival de cultura pop do planeta – que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Além de ter uma mesa no Artists’ Alley, o quadrinista participará de painéis e outras atividades que serão anunciadas em breve.

Nascido em São Paulo no ano de 1980, Rafael Coutinho se formou em Artes Plásticas pela UNESP, em 2004, e desde então coleciona diversos trabalhos em seu currículo. O artista produziu, como animador e diretor, os curtas-metragens “Aquele Cara” (2006) e “Ao Vivo” (2008). Como quadrinista, participou das publicações “Bang Bang” (editora Devir, 2005) e “Contos dos Irmãos Grimm” (editora Desiderata), além de assinar ilustrações para diversos veículos de comunicação no Brasil. Foi integrante do grupo Base-V, produzindo murais, exposições e publicações de arte experimental. Ainda como artista plástico, fez pinturas e esculturas para a Galeria Choque Cultural.

Rafael Coutinho é mais um artista confirmado no Artist’s Alley. (Foto: Divulgação)

Em 2010, Coutinho terminou seu primeiro roteiro de longa-metragem, “Spread”, em parceria com o roteirista Peppe Siffredi. Foi também neste ano que o artista concluiu sua graphic novel de estreia, “Cachalote” (Ed. Quadrinhos na Cia), junto com o escritor Daniel Galera. Outro trabalho de sucesso, a minissérie em quadrinhos “Beijo Adolescente” foi lançada pelo portal do IG, em 2011, e publicada impressa de forma independente pela Editora Cachalote, fundada pelo próprio quadrinista.

No teatro, Rafael Coutinho atuou como artista gráfico e cenógrafo da peça “Puzzle”, de Felipe Hirsch, em apresentações na Feira Internacional do Livro de Frankfurt e de São Paulo, entre 2013 e 2014. Ainda em 2014, foi curador da exposição sobre seu próprio pai, “Ocupação Laerte”, para o Instituto Itaú Cultural, além de ilustrar o clássico “Barão de Munchausen” (Cosac Naify). Em 2015, lançou a terceira parte da série o “Beijo Adolescente”, além de coordenar, junto com Clarice Reichstul e Érico Assis, a antologia “O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015”. Em 2016, ilustrou a edição de “Forest Gump” (Ed. Aleph – 2016). Por fim, em 2017, lançou “MENSUR” (Cia das Letras) e “Modo Avião” (Lote 42).

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

CCXP19 terá LAERTE no Artists’ Alley

Com passagens por importantes veículos como O Pasquim, O Bicho, O Estado de São Paulo e Folha de São Paulo, a quadrinista, roteirista e apresentadora estará todos os dias no festival

A pouco menos de dois meses para o início de sua 6ª edição, a CCXP acaba de anunciar mais uma atração de peso. LAERTE, uma das mais completas e renomadas artistas do Brasil, terá uma mesa no Artists’ Alley e será presença garantida em todos os dias do maior festival de cultura pop do planeta, que acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Autora de trabalhos em revistas que marcaram a história como O Pasquim e O Bicho, ela também participará de painéis e outras atividades que serão divulgadas em breve.

Laerte e seus quadrinhos estarão no Artist’s Alley. (Foto: Divulgação)

LAERTE concluiu o Curso Livre de Desenho, da Fundação Armando Álvares Penteado, em 1968. No ano seguinte ingressou na faculdade de jornalismo da Universidade de São Paulo, mas não chegou a terminar o curso. O início de sua carreira como desenhista aconteceu em 1970, com o personagem Leão para a revista Sibila. De lá para cá, a artista multifacetada coleciona trabalhos em veículos importantes: além do Pasquim e do Bicho, ela também assinou charges e tirinhas para o Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo, bem como as revistas “Piratas do Tietê” e “Labirinto do Minotauro”.

Na TV, LARTE atuou como roteirista e colaborou para programas de sucesso da TV Globo, entre eles “TV Pirata” e “Sai de Baixo”. A artista também contribuiu para o programa infantil que conquistou as crianças dos anos de 1990, a “TV Colosso”. Como apresentadora, esteve à frente do “Transando com Laerte”, exibido no Canal Brasil. Já no cinema, participou do curta “Vestido de Laerte”, de Claudia Priscila e Pedro Marques, e do longa “Laerte-se”, de Lygia Barbosa e Eliane Brum.

A CCXP19 já confirmou importantes quadrinistas do Brasil e do exterior para sua programação. Além de LARTE, outros artistas nacionais como Mike Deotado Jr., Germana Viana, Rebeca Prado, Ju Loyola, André Dahmer, Robson Rocha, Jun Sugiyama e Alexandre Carvalho já foram anunciados. Entre os nomes internacionais estão Neal Adams, Frank Miller, Joëlle Jones, John Romita Jr., Frank Quitely, Eduardo Risso, Lee Bermejo, Alex Maleev, Keith Giffen e Charlie Adlard.

Ingressos CCXP   

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

CCXP anuncia a quadrinista Joëlle Jones para o Artists’ Alley

Primeira mulher a desenhar duas edições inteiras seguidas de Batman, a norte-americana faz parte das comemorações pelos 80 anos do personagem e estará todos os dias no festival

A CCXP acaba de confirmar mais um nome de peso para o Artists’ Alley. Pela primeira vez no Brasil, a norte-americana Joëlle Jones estará no festival para as celebrações dos 80 anos do Batman. A artista foi a primeira mulher a desenhar capas e páginas internas de duas edições consecutivas de revistas do herói, desde sua primeira aparição em 1939. A atual escritora da revista Mulher-Gato estará em todos os dias da CCXP para vender seus trabalhos, autografar, conversar com o público e participar de painéis. A 6ª edição do maior festival de cultura pop do planeta acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo.  

Joëlle Jones estará na CCXP. (Foto: Divulgação)

O respeitado portfólio da quadrinista inclui capas e artes internas para muitas revistas da Marvel, roteiro e arte para “Lady Killer”, publicado pela Dark Horse Comics, além de projetos em editoras como BOOM!, Vertigo, Oni Press e New York Times. Seu trabalho também conquistou a atenção da grife de luxo Prada, que a contratou para fazer artes exclusivas da marca.  Recentemente, criou o design do vestido de casamento da Mulher-Gato, história que saiu pela Panini no Brasil em maio. Clique aqui para download do material de divulgação da artista.  

Além de Joëlle Jones, a CCXP já anunciou grandes nomes para o Artists’ AlleyEntre os artistas já confirmados estão os internacionais John Romita Jr., Frank Quitely, Eduardo Risso, Lee Bermejo, Alex Maleev, Keith Giffen e Charlie Adlard. Brasileiros como Germana Viana, Rebeca Prado, Ju Loyola, André Dahmer, Robson Rocha, Jun Sugiyama e Alexandre Carvalho também estarão presentes.  

Ingressos CCXP   

2º lote – de 1º de maio até 31 de julho   
Quinta-feira: R$ 200,00 (inteira), R$ 100,00 (meia) e R$ 120,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 260,00 (inteira), R$ 130,00 (meia) e R$ 150,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 400,00 (inteira), R$ 200,00 (meia) e R$ 220,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.400,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 1.900,00  

3º lote – de 1º de agosto até 4 de dezembro   

Quinta-feira: R$ 240,00 (inteira), R$ 120,00 (meia) e R$ 140,00 (ingresso social).   
Sexta-feira: R$ 300,00 (inteira), R$ 150,00 (meia) e R$ 170,00 (ingresso social).   
Sábado: (ESGOTADO)  
Domingo: R$ 440,00 (inteira), R$ 220,00 (meia) e R$ 240,00 (ingresso social).   
4 dias: (ESGOTADO)  
Epic: R$ 1.500,00  
Full: (ESGOTADO)  
Unlock (evento voltado para profissionais do mercado de entretenimento): R$ 2.000,00  

CCXP19  

Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  

Sobre a CCXP – Em 2018, o festival recebeu 262 mil visitantes, batendo recorde de público e se estabelecendo mais uma vez como o maior festival de cultura pop do mundo. A CCXP já faz parte do calendário cultural do país e este ano acontecerá entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo. Saiba mais em www.ccxp.com.br