Arquivo da tag: Austrália

Cafés da manhã de outros países para viajar na gastronomia sem sair de casa

Abreu recomenda pratos diferentes e de fácil preparo com origens internacionais

O desjejum é uma refeição essencial, já que garante a energia para começar o dia. Em geral, durante uma viagem, o café da manhã gera até expectativas: é comum ser oferecido pelos hotéis e há pessoas que selecionam a hospedagem baseando-se em avaliações a respeito do que é servido pela manhã.

Os mais populares são aqueles que não apenas contam com alimentos comuns e dentro da zona de conforto do viajante, como pães, frios e frutas, mas que também dão a oportunidade de o turista provar o que é típico no país visitado.

Considerando o momento atual, em que mesmo os maiores amantes de viagens devem ficar em casa, a Abreu, especialista em levar turistas para os melhores destinos ao redor do mundo, fez uma lista de pratos de café da manhã consumidos em diferentes países e que têm um processo de preparo relativamente fácil. Assim, será possível viajar pela gastronomia de outros países sem sair de casa!

Estados Unidos
O café da manhã dos Estados Unidos é famoso no restante do mundo. Os norte-americanos consideram esta a principal refeição do dia, por isso apostam em pratos mais pesados, que incluem ovos mexidos ou fritos, bacon, rabanadas e linguiças.

No entanto, segundo a Abreu, o que mais encanta os viajantes neste país são as deliciosas panquecas americanas, que podem ser servidas com calda de chocolate, manteiga, frutas ou maple syrup, xarope extraído da árvore bordo, muito conhecido nos EUA e Canadá. Os ingredientes para prepará-las são comuns e muita gente os tem em casa: trigo, açúcar, fermento, ovos, leite, manteiga, sal e óleo. Por isso, é muito possível começar o dia com essa delícia e se sentir em terras ianques.

República Dominicana
Em meio ao Caribe estão as iguarias da República Dominicana. Este país é famoso por seus incríveis resorts all-inclusive, onde não faltam opções no café da manhã. Mas, para quem quer provar algo tipicamente dominicano, a sugestão da Abreu é o mangú, uma espécie de purê de banana que costuma vir acompanhado de salame, queijo ou ovos. Os ingredientes para o preparo são bananas-da-terra verdes, sal, manteiga e água.

Bolívia
Neste nosso vizinho sul-americano, os locais adoram iniciar um novo dia com salteñas, um tipo de pastel assado com recheios diversos, que são vendidos por todos os lugares, principalmente na rua. São similares às famosas empanadas argentinas. A massa leva ovos, óleo, trigo, água e sal, e o recheio pode ser o que tiver em casa: presunto e queijo, carne moída, tomates, batatas, etc.

Austrália
Do outro lado do mundo, os australianos comem pão com Vegemite, uma substância que parece uma geleia, mas possui um gosto forte, salgado e amargo. De acordo com a Abreu, os viajantes costumam estranhar o sabor, mas há alguns que se apaixonam perdidamente pela iguaria. É muito difícil encontrar Vegemite no Brasil, mas há outro prato comum na culinária matinal do país que é bastante fácil de reproduzir em nossas próprias cozinhas: torradas com abacate amassado com suco de limão e sal!

Inglaterra
Na Europa, os costumes são variados. Na Inglaterra, por exemplo, a refeição é farta como nos Estados Unidos e inclui alguns alimentos similares, como ovos e bacon. Mas o que os viajantes da Abreu mais costumam achar exótico são os feijões que são servidos junto com tudo isso!

No entanto, embora possa parecer estranho comer feijões pela manhã, muitas pessoas consideram essa a melhor parte do café. Para ficar ainda mais inglês, basta tomar um tipo forte de chá, já que a bebida é muito mais popular no país da rainha do que o tradicional café tomado no Brasil.

Espanha
Neste país da Península Ibérica, são muitas as opções de café da manhã. Mas uma das mais tradicionais, que também é muito fácil de fazer em casa, é o pan a la catalana. Basta espalhar o suco de um tomate bem maduro no pão com um pouco de alho, sal e azeite. Para os mais famintos, vale incrementar com queijo e presunto – melhor ainda se for o presunto de Parma, típico do país.

Way Beer lança linha de cervejas para celebrar a Copa do Mundo

WAYCUP traz rótulos exclusivos inspirados em seis países que vão disputar o mundial de futebol: Alemanha, Bélgica, Inglaterra, Brasil, Rússia e Austrália

No clima da Copa do Mundo, maior espetáculo esportivo do planeta, a Way Beer, uma das principais cervejarias artesanais do Brasil, acaba de lançar o projeto WAYCUP, com seis cervejas exclusivas homenageando países com tradição cervejeira e que estarão presentes na competição de futebol que será disputada a partir do dia 14 de junho, na Rússia. Os rótulos valorizam estilos tradicionais da Alemanha, Bélgica, Inglaterra, Brasil, Rússia e Austrália.

Desenvolvidas pelo mestre cervejeiro Alessandro Oliveira, as bebidas estarão disponíveis em chope e garrafas de 600ml a partir do mês de junho. Para homenagear a Alemanha, a Way Beer preparou uma tradicional Weizenbier, também chamada de Hefeweizen, um estilo de cerveja desenvolvido com malte de trigo, não filtrada com leve aroma de banana e cravo proveniente da fermentação. Já a cerveja australiana segue o estilo Australian Pale Ale, com corpo leve e grande presença de lúpulos do país que remetem a frutas tropicais e cítricas.

Garrafas_Foto.jpg
Way Beer lança linha de cervejas especiais inspiradas em países da Copa do Mundo. (Foto: Divulgação)

Para celebrar a Inglaterra, nada melhor do que uma Extra Special Bitter (ESB), um dos grandes clássicos do mundo cervejeiro. Com sabor e aroma complexos de maltes de cevada, combinados ao aroma típico dos lúpulos aromáticos ingleses adicionados a receita, a cerveja tem coloração acobreada típica do estilo, límpida e brilhante. A bebida é pouco carbonatada e a baixa quantidade de gás forma um colarinho baixo e pouco persistente, como determina a Escola Inglesa. Se não tem tanta tradição no futebol, no mundo cervejeiro a Bélgica é uma grande referência. Para representar o estilo belga, a Way Beer preparou uma Belgian Dubbel, estilo criado nos mosteiros trapistas. O grande destaque da cerveja é a utilização de Calda de Açúcar produzida na Way Beer, que em conjunto com a levedura específica para este estilo produz um leve sabor e aroma de cravo, frutas secas e castanhas.

A Rússia, país sede da Copa do Mundo 2018, também está presente na linha WAYCUP com uma tradicional Russian Imperial Stout, que tem esse nome devido ao fato da cerveja ser feita para os Czares Russos, especialmente para a família Imperial.  A versão feita pela Way tem 15% de malte torrado e entre eles uma variação de malte chocolate, cevada torrada, centeio torrado e cevada não maltada, combinação que dá complexidade aos sabores e aromas da cerveja. Para completar a escalação da WAYCUP não poderia faltar o Brasil. Homenageando a seleção pentacampeã mundial de futebol a Way traz umaAmburana Ale Wood Aged, desenvolvida com malte nacional, levedura Ale isolada em Alambiques de Cachaça, açúcar de cana, açúcar mascavo e Amburana, madeira que retrata a tropicalidade brasileira.

Os rótulos da linha WAYCUP estarão disponíveis a partir do mês de junho em casas de cervejas especiais, bares e restaurantes de todo Brasil. Mais informações pelo telefone (41) 3653-8853 ou no site www.waybeer.com.br.

Aquário de São Paulo é uma ótima opção para aproveitar as férias na capital

Por Gabriela Zaniratto e Rodrigo Bocatti

Quando se fala em férias de verão logo se pensa em curtir praia ou piscina, porém muitas pessoas irão ficar em São Paulo e os pais têm que criar alternativas para passeios com as crianças. O Aquário de São Paulo é uma boa opção para os pequenos em janeiro.

Localizada próximo à estação Santos-Imigrantes, da linha 2 – Verde do Metrô, o Aquário reúne diversas espécies do universo aquático do Brasil e do mundo. Passando pelos corredores, os visitantes podem ver espécies de jacarés, peixes, arraias e moreias. A decoração do local chama a atenção de todos e promove uma verdadeira viagem ao fundo do mar. A cenografia é composta por partes submarinos, barco pirata e muitas outras boas surpresas.

20161217_144811
Cenografia de submarino faz parte da decoração do Aquário de São Paulo. (Foto: Gabriela Zaniratto)

Seguindo pelo caminho você se depara com uma ponte, onde no lago abaixo existem grande e lindas carpas, que colorem o ambiente. Uma pequena cor antes de ver o rei dos mares.

20161217_145401
Tubarões prendem a atenção de todos. (Foto: Gabriela Zaniratto)

Com a sensação de estarmos dentro de um submarino, e em um dos maiores tanques do Aquário, é possível avistar algumas espécies de tubarões, que pelo design da cabine, faz com que alguns passem literalmente por cima das cabeças. As crianças ficam fascinadas com o tamanhos dos animais e é uma diversão para toda a família.

Passando a fascinação pelos tubarões é hora de se divertir um pouco com os pinguins, que vez ou outra fazem a festa dos visitantes, com exibições espontâneas. Mas mesmo sem mergulhos eles são fofos e é indispensável vê-los e se admirar com essas aves aquáticas.

Após a primeira parte da visitação é possível aproveitar o almoço dentro do próprio Aquário, que oferece lanches ou comidas, para ter energias para continuar o passeio. E poder ver o único peixe-boi presente no local, em meio a diversos peixes e no tanque do lado tem o show particular das focas, que divertem os visitantes, assim como a lontra e o tamanduá – o aquário apoia o Projeto Tamanduá.

Após simular uma verdadeira ponte aérea, é hora de entrar em terras africanas e australianas. Podemos ver lêmures, suricatos, morcegos, macacos colobus e cangurus, além de animais pouco conhecidos dos brasileiros, como a equidina, um mamífero que bota ovos que foi uma das mascotes das Olimpíadas de Sidney, em 2000.

O vombate é um animalzinho muito fofo. Ele lembra uma raposa e um coala, pelo seu jeito e sua pelugem. Porém, a grande atração atualmente é o casal de Coalas, Billy e Julie (únicos da espécie em exposição no Brasil), que fazem a alegria de todos, pelo seu jeito fofinho de ser. Apesar de dormirem muito, ao final da tarde é hora de saborearem seus galhos de eucaliptos e os visitantes podem acompanhar a refeição.

20161217_162714
Coala em seu momento de alimentação. (Foto: Gabriela Zaniratto)

Outra atração que chama bastante a atenção são os ursos polares, um casal que faz toda uma performance para os visitantes e podem ser vistos também no subsolo do aquário, por onde é possível acompanhá-los quando estão embaixo d’água.

Os shows dos leões marinhos também são disputados por quem visita o ambiente. Há uma interação entre tratadores e os animais, que se exibem e fazem muitas gracinhas em troca de petiscos.

Fazendo uma avaliação final, o Aquário de São Paulo é um roteiro para toda família, onde as crianças e adultos ficam maravilhados com tantas espécies em exibição. A diversão rola solta lá dentro e as crianças ficam felizes e saem com os olhos brilhando de felicidade, além de muito mais conhecimento e consciência sobre o mundo animal.

Aquário de São Paulo

Endereço: Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga

Horários de funcionamento: 9h às 19h.

Bilheteria e entrada permitida até às 17h

Preço: crianças de 3 a 12 anos – R$ 50

Ingresso adulto – R$ 80,00

Ingresso melhor idade/professor* – R$ 40,00

Site: http://www.aquariodesp.com.br/

Telefone: (11) 2273 – 5500

*Válido para professores/pedagogos de Educação infantil, Ensino fundamental I e II, Ensino Médio e Curso Superior que ESTÃO EM ATIVIDADE e com IDENTIFICAÇÃO FUNCIONAL E HOLERITE

Na Austrália com as baleias

Nadar com jubartes é uma das atrações disponíveis de julho a outubro em Queensland e na parte ocidental da Austrália 

Nas férias de julho é possível nadar com as baleias na Austrália. (Foto: Divulgação)
Nas férias de julho é possível nadar com as baleias na Austrália. (Foto: Divulgação)

A Austrália sempre foi um dos melhores destinos no mundo para ver baleias em fase migratória. Agora, o turista pode fazer mais do que ver essas criaturas majestosas: o viajante conta com a opção de nadar com elas. Anteriormente, essa possibilidade estava disponível apenas para os visitantes na Sunshine Coast, em Queensland, mas com o aumento do número de operadores na região ocidental por meio de “Swim Tours”, essa incrível experiência ficou ainda mais acessível. Para mais informações, acesse: tourism.australia.com