Arquivo da tag: Bebidas

Villa Santa Maria é destino para amantes de vinho e boa gastronomia

No Vale do Baú, o complexo reúne vinha, restaurante e opções de lazer como trilhas e cachoeira

Foi no coração do Vale do Baú, na Serra da Mantiqueira, interior de São Paulo, que o casal Célia e Marco Carbonari construiu sua Villa Santa Maria. Em um terreno de 90 hectares, com vista para a Pedra do Báu, desde julho, recebem seus visitantes num complexo que reúne restaurante, lounges com lareira, uma loja, cave, além de cachoeira e trilhas, onde se é possível passar o dia todo apreciando o mundo do vinho, da gastronomia e a natureza.

80ed8069b9a8cda0c3f916e84c37c4d8.jpg
Vila Santa Maria. (Foto: Divulgação)

A história

Tudo começou como um sítio em um hectare para a família, em 2001, de nome Santa Maria. Amantes de vinhos e enxergando na região a possibilidade de se ter um vinhedo, os Carbonari investiram na compra de mais terra e convidou três anos depois o professor, pesquisador e viticultor Murilo Albuquerque Regina para seu manejo. Em 2004, iniciaram sua própria vinha com a técnica da Colheita de Inverno, com quatro mil mudas importadas da França, para vinificação no Núcleo Tecnológico da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) – do qual Murilo é coordenador -, em parceria com a enóloga Isabela Peregrino. Após anos de tentativas e pesquisas, em 2009, os Carbonari chegaram ao seu primeiro vinho e deram a ele o nome de Brandina, em homenagem à avó de Marco. Dois anos depois, veio o primeiro varietal, um Syrah, que ganhou medalha de prata em uma competição em Bruxelas e, ano a ano, nasceram os demais rótulos da marca com os novos hectares que o sítio foi ganhando.

Atualmente, seu terroir de 25 hectares abriga 30 mil pés de variados tipos de uva e, até o fim de 2018, programa expandir para 70 mil pés, trabalhados em diversos assemblages por Isabela Peregrino. Em 2020, o projeto do Villa Santa Maria inclui a vinificação no local.

Estrutura

Com projeto arquitetônico de Celia Carbonari, o Villa Santa Maria nasceu por conta dos vinhos. Com dez mil garrafas produzidas, em quatro diferentes safras, o casal Carbonari criou então um complexo com atrativos diversos, incluindo um restaurante que conta com 120 lugares. “Vinho combina com bons momentos gastronômicos”, explica Célia, que oferece na Bruschetteria da Villa menu degustação de seis tempos, por R$150, que muda toda semana, e que traz sempre pratos criativos com inspiração na gastronomia italiana. No enxuto cardápio, há ainda sabores variados de bruschettas, claro, e três variedades de tábuas de frios, como o Camembert quente com geléia e mel (R$48), o Mix de Queijos (Grana Padano, Gouda, Queijo Azul e Frutas frescas (R$139) ou ainda a mais completa com Presunto Cru, Grana Padano, Camembert, Gouda, Damasco, Castanha de Caju, Geléia, Mel, Crostatta, Azeitonas e Frutas Frescas (R$139).

Pães caseiros, grissinis, manteigas aromatizadas, sal grosso com vinho e mel são alguns outros itens também preparados pelo chef e que podem ser consumidos à mesa ou em qualquer parte do complexo, como à beira da cachoeira. Para isso, na “lojinha”, como é carinhosamente chamada por Celia, é possível comprar uma cesta de piquenique, produzida exclusivamente pelo Villa Santa Maria, para levar os clientes a terem variados tipos de experiências.

A loja

A loja da Villa Santa Maria é uma construção de 1900, restaurada para abrigar os vinhos Brandina, vendidos exclusivamente no local, acessórios relacionados ao tema e uma curadoria de itens regionais. Por lá, é possível encontrar produtos de parceiros da região como chocolates, biscoitos, amêndoas e ainda os desenvolvidos ali, como o mel. Complementam as prateleiras sacolas térmicas para vinhos, abridores e aventais personalizados.

Também é na loja que acontece a degustação de vinhos, que pode ser feita independente do restaurante por R$40, conduzida pelo sommelier Cristian Pinotti, que inclui três assemblages e um varietal.

Os vinhos Brandina

São quatro os rótulos Brandina: Assemblage 2013 – vinho fino tinto seco (R$189): é outro vinho premiado, que também ganhou medalha de prata no Concours Mondial de Bruxelles e mistura as uvas Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Apresenta toques de madeira, após passar oito meses em barricas de carvalho e equilíbrio no sabor, apesar de uma graduação alcoolica mais elevada;

Assemblage 2014 – vinho fino tinto seco (R$139): esse vinho apresenta base da uva Merlot, junto com Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc, que passou quatro meses em carvalho francês e apresenta coloração vermelho rubi claro, além do toque de madeira, frutas vermelhas e especiarias;

Assemblage 2015 – vinho fino rosé seco (R$89): o único rose até o momento, de cor vermelho vibrante, esse vinho apresenta 95% de Merlot e 5% de Cabernet Franc. Apresenta notas de framboesa, morango e alcaçuz, com sabor agradável e levemente terroso, fresco, redondo e equilibrado;

Chardonnay 2017 – vinho fino branco seco (R$95): o mais jovem de todos, é bem frutado, com delicados toques de levedura, banana, maçã e flores brancas. Apresenta sabor equilibrado e leve presença de acidez.

Serviço Completo – Villa Santa Maria
Endereço:
 Estr. Mun. José Theotônio Silva, s/n – Baú do Centro – São Bento do Sapucaí
Telefone: (12)9.9746-6298
Horário de Funcionamento:
– Quinta a domingo: das 11h às 18h
Capacidade: 120 lugares
Forma de pagamento: Cartões de crédito e débito (todas as bandeiras)
Facebook: 
/vinicolavillasantamaria
Instagram: @vinicolavillasantamaria
Acessibilidade/ Conexão Wifi Gratuita/ Aceita reservas/ Crianças /Pet Friendly

Anúncios

CAFÉ GELADO, FÁCIL E REFRESCANTE

O Brasil é país tropical com clima quente (quase) o ano todo, por isso, receitas refrescantes e gostosas caem bem nas estações e dias mais quentes. O Cold Brew, que é o nome dado ao café extraído a frio, já é sucesso em vários países da Europa e também nos Estados Unidos, onde é possível encontrar em supermercados a mistura já pronta para tomar.

ViewImage.jpg
Café gelado, receita de Coffee & Joy. (Foto: Divulgação)

Débora Azevedo Reis, barista e uma das fundadoras da marca de cafés especiais Coffee & Joy, traz uma receita super fácil para fazer em casa, que promete refrescar e dar energia para os amantes da bebida.

COLDBREW

Rende 2 Drinques

INGREDIENTES

1. 50g café especial

2. 500ml água mineral ou filtrada

3. Gelo

PREPARO

1. Moa o café em moagem grossa (se não tiver moedor em casa, escolha cafés com moagem para o método Prensa Francesa).

2. Em uma garrafa com tampa, junte o café com a água gelada

3. Misture bem e deixe na geladeira por 12 horas.

4. Coe todo o líquido em filtro de papel.

5. Sirva com bastante gelo.

6. Opcionais: (1) coloque um raminho de alecrim; ou (2) sirva com lascas de limão.

7. Enjoy!

Colorado lança sua cerveja mais premiada em garrafa: a Guanabara Wood Aged

Com edição limitada e 21 premiações na bagagem, essa Russian Imperial Stout envelhecida em barril de umburana e com rapadura pode ser encontrada no Empório da Cerveja, nos bares e na Toca do Urso

Dizem que “um é pouco, dois é bom e três é demais”. Quando o assunto envolve as premiações cervejeiras, o que poderíamos falar, então, sobre 21 premiações de apenas uma cerveja? Sensacional, espetacular, extraordinário… Difícil dimensionar, mas não impossível de provar. Afinal, após a conquista de novas medalhas, Colorado decidiu lançar em garrafa a Guanabara Wood Aged, uma das cervejas mais vencedoras do país.

Até então acessível para poucos e exposta em grandes festivais cervejeiros, Guanabara Wood Aged começou a ser apresentada em chope para o público na sexta-feira, dia 21 de setembro, no Bar do Urso, unidade Joaquim Floriano. Já a venda das garrafas, ocorrerá na Toca do Urso em Ribeirão Preto, e no site do Empório da Cerveja a partir da última semana de setembro. Pela internet serão comercializadas apenas 1.400 garrafas (de 600 ml) ao preço de R$ 59,90. Já nos Bares do Urso, a experiência acontecerá em chope de 350ml, por R$ 26.

Colorado_Guanabara_Retouch_Type_v2_REDUZIDA.png
Colorado lança cerveja. (Foto: Divulgação)

A Guanabara Wood Aged já conquistou 21 premiações até o momento, a mais recente: a medalha de ouro no Mbeer Contest Brazil, no Mondial de La Bière, competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da bebida. Essa Russian Imperial Stout é envelhecida em barril de umburana, tem 10,5% de álcool e leva rapadura queimada em sua receita, o que dá mais complexidade de aroma e de sabor, combinando bastante com a madeira utilizada. Colorado tem como um de seus pilares o uso de ingredientes 100% nacionais em suas receitas.

“A Guanabara Wood Aged é uma das cervejas mais premiadas do Brasil e do mundo. É difícil encontrar algum rótulo com mais de 20 prêmios. Nos eventos, as pessoas sempre nos procuram com perguntas sobre o estilo e curiosidades sobre onde encontrá-lo. Decidimos, então, fazer esse lançamento para que mais pessoas possam experimentá-lo. Além dos jurados dos concursos, queremos conquistar ainda mais o público com esse exemplar único”, afirmou Guilherme Poyares, gerente de marketing da Colorado.

Com esse lançamento, a marca finalmente vai solucionar uma grande questão: “Qual o sabor de 21 prêmios?” Bom, só provando Guanabara para saber. Está pronto para brindar com essa raridade?

Pirajá comemora 20 anos com nova cachaça Santo Grau

Edição especial tem blend criado por especialistas e entusiastas da ‘marvada’

Com blend colaborativo desenvolvido com a ajuda de especialistas, a cachaça Santo Grau Pirajá Blend Coletivo 2018 chega ao mercado para marcar os 20 anos da esquina mais carioca de São Paulo. Criado novamente em parceria com a Santo Grau, marca das outras cachaças próprias da casa, o blend é intenso e vibrante, com toques de carvalho de barris selecionados de diferentes idades, que potencializam sua complexidade.

piraja.jpeg
Cachaça Santo Grau ganha garrafa comemorativa. (Foto: Divulgação)

O blend especial foi criado durante um evento no bar com a presença de grandes nomes da coquetelaria e gastronomia paulistana como Jean Ponce (Guarita), Nina Bastos (Jiquitaia), Paulo Carvalho (Mocotó), Luísa Saliba (Rota do Acarajé), Leandro Batista (Butique Umas e Outras), Paulo Leite (Sagarana), Manoel Beato (Fasano), Heloisa Bacelar (Lá da Venda), Maurício Maia (Cúpula da Cachaça), Rafael Welbert (Balaio), entre outros como os representantes da Santo Grau, Luis Henrique Munhoz e Glauco Mariano, e o próprio produtor do engenho da marca em Paraty, Eduardo Mello.

A parceria entre a Santo Grau e o Pirajá não é de hoje. Escolhido a dedo pela sinergia com o bar e em homenagem às tradições e raízes culturais do Rio de Janeiro e do samba, o engenho da Santo Grau localizado em Paraty é o responsável pela produção artesanal de todas as cachaças Pirajá. Além do novo Blend Coletivo 2018, são produzidas no local a Santo Grau Pirajá e a Santo Grau Pirajá Velha Guarda, que recebeu recentemente medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas – Edição Brasil.

 

Para curtir o happy hour, Vila 567 oferece double caipirinha, sakerinha e moscow mule

O bar-balada une o melhor dos dois mundos: o conforto do bar durante o happy hour e a agitação da balada e, o melhor, sem quebrar o ritmo da noite

Chefe no pé, trabalho que não acaba e as férias que parecem nunca chegar? Que jogue a primeira pedra quem nunca reuniu os amigos para ir ao bar, jogar conversa fora e descontrair depois de um dia de trabalho cansativo. A partir de quarta-feira, às 18h, o Vila 567, já entra em clima de happy hour e até às 21h é possível curtir shows de sertanejo ao vivo e aproveitar os drinks promocionais da casa, como o double Caipirinha, Sakerinha e Moscow Mule para dividir com a galera.

IMG_5165.jpg
Vila 567 oferece happy hour e o melhor da música. (Foto: Divulgação)

Mas como a noite é uma criança, o Vila 567, após esse horário, se transforma – o show intimista dá lugar ao DJ da casa, com música sertaneja, pop, rock, eletronica e funk para agradar todos os convidados. A pista também fica livre e as mesas de boteco são substituídas por bistrôs para quem quer continuar conversando.

A infraestrutura da casa une o melhor dos dois mundos. Do esquenta à balada, no Vila 567 é possível fazer ambos sem mudar de lugar. O cliente pode usufruir do conforto, com dois bares independentes para não atrasar os pedidos em nenhum dos ambientes e um telhado acústico que mantém o equilíbrio do som — e para que a música não atrapalhe o bate papo nos bistrôs, além de um ar-condicionado central que garante um clima agradável dentro da casa. Já para aqueles que não dispensam a balada, tem espaço de sobra para curtir.

Serviço:

Vila 567

Rua Aspicuelta, 567, Vila Madalena – SP

Valet no local

Horários:

Quartas-feiras – das 18h às 03h

Quintas e sextas-feiras – das 18h às 04h

Sábados – das 13h às 04h

Domingo – das 16h às 02h

Reservas:

reservas@vila567.com.br

Redes Sociais:

Instagram @vila567bar

Facebook /vila567

http://www.vila567.com.br

Vodka Stolichnaya Glúten Free

As dietas livres de glúten têm sido adotadas em todo o mundo. Trata-se de um novo estilo, uma opção de alguns para uma vida mais leve, porém sem abrir mão do sabor. E, a partir de agora, essas pessoas não precisarão mais se privar dos prazeres de degustar um bom drink.

Stolichnaya, reconhecida mundialmente por suas vodkas de altíssima qualidade, inova mais uma vez ao produzir a versão da bebida Stoli Glúten Free, a única certificada no mercado e que é feita a partir de um blend de milho e trigo sarraceno, ingredientes naturalmente sem glúten.

imagem_release_1395847.jpg
Stolichnaya Glúten Free. (Foto: Divulgação)

Produção artesanal

Produzida com o melhor milho e trigo sarraceno, matérias-primas naturalmente sem glúten, cultivadas em Tambov (Rússia), região conhecida por seu solo fértil, Stoli Glúten Free é destilada apenas três vezes – processo que preserva seu caráter, porém sem diminuir a sua suavidade. Misturada com água de poço artesiano, é filtrada em quatro etapas, o que garante suavidade insuperável a bebida.

Stolichnaya se destaca por ter um dos processos de produção mais artesanais e controlados em sua categoria: da seleção dos grãos até o engarrafamento, é a única marca que possui o selo 100% glúten free, livre de contaminação cruzada.

A fase final de produção acontece em Riga, capital da Letônia, na histórica destilaria de Latvijas Balsams, um dos principais produtores de bebidas alcoólicas nos países bálticos e com uma história rica em tradição desde 1900. 

Glúten

Glúten (do latim glúten, “cola”) é uma mistura de proteínas encontradas no trigo e cereais relacionados, incluindo cevada e centeio. Geralmente o glúten é encontrado em maior proporção em pães, cereais, salgadinhos, massas e molhos para salada. Glúten causa problemas de saúde para pessoas que sofrem de distúrbios relacionados a essa composição.

Preço sugerido ao consumidor: R$ 99,00 

Para mais informações, siga Stoli Vodka no Instagram www.instagram.com/Stolibr e no Facebook em www.facebook.com/StoliBrasil

Baggio Café lança cápsulas aromatizadas

Empresa quer proporcionar novas experiências aos clientes

Inovação na dose certa. Assim tem sido a Baggio Café, empresa centenária no cultivo de grãos, que leva a seus clientes e admiradores, o melhor em café gourmet. Para trazer ainda mais experiência para o mercado de monodoses, a empresa está lançando a linha Baggio Caps Aromas, com os aromas Caramelo, Chocolate com Menta e Chocolate Trufado.

Tendência em países europeus e no mundo todo, o consumo do café em cápsula já é significativo no Brasil. Segundo estudo realizado em 2017, pela Euromonitor, o segmento de cápsulas registra, em média, 9% de crescimento anual no país. Atualmente, o consumo gira em torno de 10 mil toneladas. Para Liana Baggio Ometto, diretora comercial da Baggio Café, o consumo das monodoses veio para ficar. “Esse é um segmento que vem amadurecendo e crescendo constantemente. Investimos para criar diferenciação, detendo o controle de qualidade e a agilidade ao criar lançamentos”, afirma a diretora comercial, Liana Baggio Ometto.

Produzida com grãos 100% coffea arábica, a linha de cápsulas da empresa é extensa: nos cafes especiais, com origem nas regiões da Alta Mogiana e Sul de Minas, a linha Gourmet Baggio Caps, nas versões Suave, Classico, Intenso e Extra Intenso. A linha de cafés premium é representada pelo Caffé.com Caps. Complementando o portfólio, a empresa apresenta a linha Baggio Caps Aromas, nos aromas Caramelo, Chocolate com Menta e Chocolate Trufado. “O brasileiro é apaixonado por café e nossa proposta com a linha de aromas é trazer novas experiências para esse momento. Até o fim do ano, apresentaremos o aroma Amaretto”, ressalta.

A Baggio Café iniciou seu investimento no mercado de monodoses no primeiro semestre de 2014. Em quatro anos, a linha tornou-se a mais rentável da empresa e, atualmente, representa 50% do faturamento da marca. Além disso, as cápsulas da Baggio já são reconhecidas pelo mercado como uma das melhores opções para a utilização nas máquinas Nespresso, e a produção não para de crescer. “Nós apostamos nesse mercado e acreditamos ser promissor esse novo jeito de tomar café com mais praticidade, rapidez e qualidade. Queremos expandir nossa atuação e, pensando nisso, acabamos de inaugurar uma nova planta industrial exclusiva para produção de cápsulas”, comenta.

A nova planta, também localizada em Araras, sua cidade sede, foi inaugurada em abril de 2018. Com um equipamento importado da Itália, a empresa agora passa a controlar o processo de produção das cápsulas por completo. Antes, a Baggio terceirizava o encapsulamento, prática comum entre as torrefadoras do segmento. “Nossa nova planta industrial foi indispensável para o lançamento da linha da Baggio Aromas Caps. Com o processo de encapsulamento internalizado na Baggio, fica muito mais fácil testar e lançar novos aromas”, orgulha-se a diretora.

Uma das vantagens do encapsulamento próprio é a empresa tornar-se uma das primeiras indústrias a disponibilizar as cápsulas herméticas – tecnologia de conservação onde o nitrogênio fica dentro da cápsula e não em uma embalagem externa. Esse método mantém a qualidade e prolonga a validade do café por até 18 meses. Além disso, a empresa está em busca de fornecedores de cápsulas biodegradáveis. “Ao que tudo indica, no ano que vem, teremos cápsulas com menor impacto ambiental”, finaliza.

Toscana celebra colheita das uvas com festivais de vinho em setembro

Para acompanhar os eventos pela região italiana hospede-se no Hotel Laticastelli

O mês de setembro marca o período da colheita das uvas na Toscana, conhecido como vindima. Não à toa, a região italiana recebe diversas festas para celebrar o início do processo de produção de alguns dos vinhos mais famosos do mundo. Quem pretende participar pode contar com a hospedagem no hotel Laticastelli Country Relais, localizado em Rapolano Terme, a apenas 20 minutos de Siena, e próximo das principais comunas que organizam estes festivais e feiras gastronômicas.

Em Grosseto, na região de Pitigliano, o turista pode degustar o elegante Bianco de Pitigliano DOC, um dos poucos vinhos brancos produzidos na terra do vinho tinto. Nas adegas acontecem jantares especiais e bailes. Ainda na província, desta vez na cidade de Scansano, a Festa dell’Uva é realizada em dois finais de semana, no dia 22 e 23 de setembro e depois 29 e 30 do mesmo mês. As ruas do centro histórico são transformadas em uma grande festa com música, desfile de carros alegóricos, mercado de artesanato e muito vinho Morellino.

Cantina 3.jpg
Toscana começa colheita das uvas para festivais de vinhos. (Foto: Divulgação)

Siena também deve entrar na lista com a sua Festa dell’Uva e del Vino em Chiusi. Lá, acontecem degustações guiadas por experientes sommeliers, refeições preparadas com produtos locais nas adegas e performances itinerantes de 28 a 30 de setembro. Em Lucca, o turista pode provar o famoso vinho Montecarlo e em Manciano acontecem espetáculos de fogos de artifício com degustações de vinhos nas adegas e de pratos como o saboroso crepe coberto com queijo.

Já na região de Florença são muitas as opções de festas, com destaque para a Expo del Chianti Classico, de 6 a 9 de setembro, que está na 48º edição e conta com programação completa de eventos culturais, degustação de vinhos e apresentação de novos rótulos, exposições e estandes com venda de produtos típicos, como o presunto toscano. Outro interessante festival gastronômico é o Boccaccesca Food and Wine Festival, que todos os anos reúne milhares de visitantes nas ruas medievais da cidade de Certaldo Alto. Neste, ocorre de 5 a 7 de outubro, e além das degustações de vinhos como Chianti Classico e Brunello di Montalcino, é possível provar os melhores e mais frescos produtos da região, entre pães, sopas e bolos, e também assistir competições entre renomados chefs italianos.

Ainda, dentro do hotel Laticastelli, os hóspedes podem provar delícias da Toscana no restaurante La Taverna, sob o comando de um novo chef, Cosimo Nardella. As refeições podem ser acompanhadas de vinhos vindos diretamente das vinícolas de maior prestígio das regiões de Chianti e Terre Senese.

Mais informações podem ser obtidas em www.laticastelli.com ou com as principais operadoras e agências de turismo.

Conheça as melhores opções de bebidas do Rei do Mate para aquecer os dias frios

Rede lista deliciosas opções de seu cardápio com destaque para bebidas com chocolate belga

Nesta época do ano, quando o frio vem chegando, as pessoas já começam a mudar algumas coisas em seu dia-a-dia, as roupas, o cardápio, as bebidas favoritas. Tudo começa a girar em torno de um objetivo: se aquecer, e uma maneira bastante simples e rápida de esquentar o corpo é bebendo bebidas quentes. Pensando nisso, uma das maiores redes de cafeterias do país, o Rei do Mate, conhecida por seu cardápio variado, listou algumas opções de bebidas para manter o corpo aquecido nesses dias frios, confira:

Chocolate Belga

ViewImage (2)
(Foto: Divulgação)

O Rei do Mate se superou no último inverno, trazendo ao Brasil uma tendência do resto do mundo, o chocolate belga.

Para começar com o clássico, O Rei do Mate oferece o Chocolate Quente Belga, que é feito com pedaços de chocolate Belga mergulhados em um delicioso chocolate quente.

Quem gosta de misturas inusitadas já vai preferir experimentar o Banoffee, uma bebida especial de banana, com doce de leite e chocolate belga.

Já para quem não abre mão de um delicioso Cappuccino, mas ficou curioso para provar o chocolate belga, a Rede tem como opção o Cappuccino Belga, uma deliciosa bebida cremosa que ganhou pedaços de chocolate na sua composição

Para deixar a bebida ainda mais irresistível, é possível adicionar a caneca de 240 ml uma borda com granulado belga em uma das três opções.

Preço sugerido: Sem Borda: R$ 11,50 – Com Borda: R$ 13,50

Capuccinos

Falando em cappuccino, para os fãs da bebida, opções não faltam no cardápio do Rei do Mate, além do tradicional, a marca conta com uma seleção diferenciada de cappuccinos.

Capella, é a combinação perfeita de cappuccino com Nutella.

Preço sugerido: 120ml: R$ 8,30 – 240ml: R$ 10,10

Já o Cappucine Ovomaltine, juntou o tradicional cappuccino ao inovador creme crocante Ovomaltine.

Preço sugerido: 120ml: R$ 8,30 – 240ml: R$ 10,10

Café

ViewImage (5)
(Foto: Divulgação)

Para aqueles que preferem o bom e velho café expresso na hora de se aquecer, a marca também oferece excelentes opções, como o tradicional café expresso gourmet, que fica ainda mais saboroso quando adicionado chantilly.

Preço sugerido: Pequeno: R$ 4,40 – Grande: R$ 5,90

Mate

O grande responsável pelo sucesso da marca, o Mate com leite, não poderia ficar de fora dessa lista. Chamado de Submarino, a versão quente da bebida tem variações deliciosas.

Submarino do Rei é uma bebida de mate com leite quente, pedaços de chocolate ao leite, Amaretto, borda de chocolate e chantilly.

Preço sugerido: 240ml: R$10,50

Nem só de chocolate ao leite é feito o gosto dos clientes do Rei do Mate, por isso, a marca tem em seu cardápio o Choco Branco, que tem pedaços de chocolate branco no mate com leite quente.

Preço sugerido: 240ml: R$ 10,50

 

Três especialistas e uma obra prima

A The Macallan anuncia mais um lançamento da sua especialíssima série M. O Macallan M Black é a nova empreitada da parceria entre o designer Fabien Baron, a cristaleira Lalique e a The Macallan. Desta vez, o decanter com as 6 faces que representam os pilares da marca foi entalhado em cristal negro, e traz em seu aroma um sutil  toque defumado, característica muito rara nos single-malts da destilaria. O mundo verá apenas 725 unidades que podem ser adquiridas por US$ 6.995,00.

Uma evolução do icônico M Decanter, essa nova versão em cristal negro de Lalique foi criada para refletir a diversidade na história de The Macallan e se complementa ao apresentar esta leve nota turfada na bebida. O The Macallan M Black é feito a partir de um número muito limitado de barris, revelando o compromisso dos barris de carvalho excepcionais no desenvolvimento, complexidade e amadurecimento de cada um de seus single-malts.

imagem_release_1339698.jpg
Macallan M Black. (Foto: Divulgação)

A coloração natural é um dos seis pilares representados no design sextavado do decanter e é o resultado da estada da bebida em barris de carvalho que previamente envelheceram vinhos de Jerez. O sabor de frutas vermelhas e negras, chocolate e café expresso, que são seguidas de notas especiadas e um toque borda de turfa. Seu aroma rico e complexo, combina a doçura de cerejas recobertas com chocolatecom frescas notas cítricas  e de frutas secas que se transformam em um exótico aroma decaramelo salgado e finalizam com as nuances defumadas trazidas pela turfa. A intensidade deste defumado aumenta no sabor, servindo como complemento para os sabores de maçãs verdes, frutas cítricas e frutas secas.

Capturando a estética expressiva da ilustre visão criativa de Fabien Baron, as dimensões altas e finas e a forma geométrica icônica do decanter M Black extrapolam os limites do design tradicional de decanters. Suas facetas agudas e angulares deram inspiração ao nome M Black, selecionado como uma representação tipográfica do design marcante. O nome também representa o cristal negro escolhido e sugere o sabor “denso” do single-malt que o decanter abriga.

Cada uma das seis facetas homenageia as pedras fundamentais (Six Pillars) da marca: a Spiritual Home, os Destiladores Curiosamente Pequenos; The Finest Cut, a seleção cuidadosa do melhor líquido para maturação; os Excepcionais Barris de Carvalho; a Coloração Natural e The Peerless Spirit, marcando o lugar de The Macallan nos corações dos consumidores mais exigentes do mundo.