Arquivo da tag: Beleza Natural

O Melhor de Seychelles

As 5 dicas imperdíveis para desfrutar do melhor de Seychelles

Quem já viu fotos ou ouviu falar de viajantes que conheceram Seychelles sabem que esse arquipélago com mas de 115 ilhas é um paraíso.

Localizado no Oceano Índico, esse é um destino muito procurado para celebrações românticas, mas hoje vem atraindo diferentes tipos de visitantes.

Tudo isso porque Seychelles oferece inúmeras atividades, gastronomia local, paisagens paradisíacas tudo isso com estrutura e a energia vibrante.

Esse é um destino que agrada de jovens casais, famílias, mergulhadores e até jogadores de golfe.

Abaixo uma seleção com 5 dicas imperdíveis para agradar visitantes de diferentes gostos que buscam o melhor de Seychelles.

1.     As 3 Praias Paraíso de Seychelles  

Anse Lazio beach at Praslin island, Seychelles - 128142053
(Foto: Divulgação)

Anse Lazio: Cercada pelo mar azul, na pequena e exuberante ilha de Praslin está uma das costas mais incríveis do mapa essa praia é parada obrigatória e tem formações rochosas que parecem esculturas. Ainda aqui é possível se fazer snorkeling perto das rochas que ali se encontram.

Anse Georgette: Uma praia privada e ultra exclusiva e só tem acesso visitantes que chegam de barco ou aos privilegiados hóspedes do Constance Lemúria, a praia não muito extensa tem seu mar azul claro e transparência que mais parece um cenário de filme. Essa praia é perfeita para mergulhar, pois raramente tem ondas fortes. Vale a pena relaxar ou fazer um piquenique  nesta que é uma das praias mais lindas de Seychelles

Anse Source d’Argent: Fica em uma das ilhas onde verdadeiramente você pensa que está em um outro mundo, a ilha de La Digue. La Digue é um paraíso completamente diferente de tudo que já viu, nessa ilha de clima tranquilo e com ótima “vibe” é possível se ver tartarugas gigantes, pássaros vermelhos entre coqueiros e plantações de baunilha. O mar é cristalino e oscila de tons entre azul e verde-água formando quase uma pintura oceânica.

2.     Conheça a Ilha de St Pierre

St Pierre Island
(Foto: Divulgação)

Um dos passeios mais incríveis é o passeio de barco para a Ilha de St. Pierre. Tanto par aquém quer mergulhar ou simplesmente fazer snorkeling, esse é o point.

A ilha parece um monumento escultural em pleno mar e reúne os mais diversos tipos de peixes coloridos, tartarugas, arraias e até mini tubarões que por estarem num habitat tão perfeito são completamente.

Escolha um serviço de barco ou lancha saindo do porto de Mahe ou de Paslin as duas principais ilhas. No entanto por as distancias as vezes serem longas do seu hotel até o píer, a melhor opção é se hospedar um hotel que já tenha que tem sua própria casa de barcos como é o caso do Constance Lemuria na Ilha de Praslin. Lá eles operam com a famosa Anse Georgette Charters Pty Ltd que com gerencia do simpático  Nicolas Rossi, oferece uma experiência completa.

3.     Mergulhe na Deliciosa Gastronomia de Seychelles

ephelia-seychelles-2017-ab-seselwa-restaurant-02
(Foto: Divulgação)

Seychelles possui uma gastronomia única chamada de “Creole”. A comida “creole” combina ingredientes frescos, frutas e pescados com especiarias e temperos locais como a baunilha, pimenta do reino, cardamomo e outras especiarias locais e é rica e vibrante em sabores.

Pratos como o red snapper (um tipo de peixe grande, tenro e de cor avermelhada) grelhado só com algumas especiarias, assim como os guisados de polvo e atum valem a pena serem experimentados.

Para experimentar o melhor da comida creole ou simplesmente um sushi ou cozinha internacional de alta gastronomia, garantindo ingredientes farsesquíssimos e preparados por quem entende mesmo de cozinha é preciso pesquisar.

Na ilha de Mahé a para dica vai para o Seselwa de comida creole e frutos do mar grelhados e o Cyann para um sushi super fresco e com pratos de influencia francesa dar agua na boa. Já em Praslin para uma experiência mais elaborada com toques da culinária francesa em ambiente sofisticado e romântico experiente o menu do Diva localizado dentro de um dos melhores hotéis a Ilha.

Para fechar vá a alguns restaurantes locais em La Digue como o Lambousir com ambiente rústico, mas com pratos locais e de frutos do mar deliciosos

4.     Onde se hospedar nas principais Ilhas de Seychelles

lemuria-seychelles-aerial-view-12
(Foto: Divulgação)

Não é a toa que Seychelles recebe os viajantes mais exigentes do mundo inteiro que buscam privacidade e charme em um paraíso particular. O destino foi escolhido pelo príncipe William e pela duquesa de Cambridge, Kate Middleton, para a lua de mel, o que já ilustra um pouco do que esperar de lá.

Pare se ter o melhor de uma hospedagem o primeiro ponto que conta é a localização, afinal queremos estar com pé na areia e perto das melhores praias. Outro ponto são os serviços e amenidades oferecidas pelos hotéis pois as distancias em Seychelles são relativamente longas e para relaxar com conforto conta muito um bom restaurante, atividades como yoga, bike, snorkeling e uma estrutura completa no hotel onde se hospeda.

Se isso ainda se unir a serviços e gastronomia de primeira, amenidades para crianças, salão de beleza, spa e campo de golfe, ai então estamos falando do melhor de Seychelles. Esse é o caso do Constance Lemúria, a melhor opção na Ilha parada obrigatória de Praslin.

Com localização extremamente privilegiada e 3 praias em sua propriedade, sendo uma delas a eleita por muitos a mais bela de Seychelles, a Anse Georgette. Fora isso, esse hotel foi inteiro reformado por arquitetos e designers renomados como Marc Hertrich designer de interiores da França. Para fechar com chave de ouro o hotel conta com o melhor da gastronomia, 4 restaurantes distintos, campo de tênis, academia, spa e boutique e é o único hotel de Seychelles com campo de golfe de 18 buracos.

Já na ilha de Mahé opte pelo Constance Ephélia, que além de mais de 6 restaurantes com gastronomias diferentes e 3 bares, conta com uma estrutura perfeita para famílias, com parede de escalada para adolescentes e crianças, kids clube e fica de frente para o mar.

5.     Visite o Valle De Mai 

IMG11-Waterfall-Vallee-de-Mai
(Foto: Divulgação)

A reserva natural do do Vallée de Mai fica na ilha de Praslin, e parece um cenário de filme pré-histórico com a sua floresta natural de enormes palmeiras e uma importante fauna, que inclui várias espécies protegidas. Além do exotismo e raridade o Vallé de Mai entrou pela UNESCO na lista dos locais que são Património da Humanidade.

Uma das raridades mais desejadas é o coco-do-mar, o enorme e intrigante fruto de uma palmeira deste arquipélago que demora quase 30 anos para crescer e é comercializado por pequenas fortunas para Russos e Chineses. Outra espécie importante é o papagaio-negro, a “ave nacional” das Seychelles. Esse é um passeio que além de divertido te faz perceber quão rica é a fauna e flora deste arquipélago. Lendas contam que este era o antigo jardim de éden.

Conheça paraísos escondidos no Brasil que valem a viagem

Voopter indica destinos em Santa Catarina, Tocantins, Pará, Roraima, Bahia e Ceará que prometem impressionar os viajantes

Capitais como Florianópolis, Fortaleza e Salvador já são consagradas na rota de turistas que viajam pelo Brasil. Porém, o país é privilegiado com muitos destinos cujo potencial turístico é imenso, mas que fogem do radar dos viajantes, seja por falta de informação, seja pela dificuldade de acesso. Paraísos escondidos como a Lagoinha do Leste (SC), o Monte Roraima (RR) e Icaraí da Amontoada (CE) oferecem experiências autênticas para quem se atreve a desbravá-los. O buscador de preços de passagens aéreas Voopter selecionou alguns deles, cujas passagens para os aeroportos mais próximos têm preços acessíveis, saindo de São Paulo e no período de 18 a 25 de outubro, e oferecem um bom motivo para colocá-los em sua wishlist.

Alter do Chão.jpg
Alter do chão é um dos paraísos escondidos no Brasil. (Foto: Divulgação)

Com passagens de ida e volta por a partir de R$ 257, o aeroporto de Florianópolis é o ponto de partida para o Parque Municipal Lagoinha do Leste, uma área de 480 hectares de Mata Atlântica atrás dos morros do sul da Ilha de Santa Catarina, com lagoa, cachoeiras e uma praia paradisíaca, cujo acesso é feito somente por trilhas – leva-se de uma a três horas caminhando para chegar na faixa de areia. O esforço é recompensado pela paisagem, que revela a praia mais conservada da região envolta pela intocada e exuberante natureza.

Já por um valor a partir de R$ 373, viajantes chegam a Palmas, capital tocantinense e porta de entrada para o Parque Estadual do Jalapão, destino que encanta os apaixonados por ecoturismo com uma vasta oferta de cachoeiras, dunas, piscinas naturais, chapadas e fervedouros. Com uma área maior que os estados de Sergipe e Alagoas, o Jalapão é um destino que se mantém preservado do turismo de massa por conta da dificuldade de acesso. Recomenda-se contratar, em Palmas, um pacote turístico que inclua guia, hospedagem, passeios e transporte até o Parque, já que a maioria das estradas não é asfaltada.

Na região Norte do País, o Pará abriga dois tesouros escondidos: a ilha de Marajó, que fica a 3h30 de Belém através de navegação fluvial, seja em balsa ou navio, e Alter do Chão, que fica a aproximadamente 1.400 quilômetros. De acordo com o levantamento do Voopter, é possível voar para Belém por a partir de R$ 613, ida e volta. Dentro do maior arquipélago fluviomarinho do mundo, a ilha de Marajó marca o encontro dos rios Amazonas e Tapajós com o oceano. As cidades de Soure e Salvaterra são as principais do destino e onde se encontram as atrações mais importantes, como a fazenda de búfalos São Jerônimo e a praia de Barra Velha. Alter do Chão,por sua vez, tem como protagonista o rio Tapajós e foi eleita a praia mais bonita do Brasil pelo jornal britânico The Guardian. Localizado no município de Santarém, o destino é considerado o Cabine da Amazônia – e vale cada segundo da longa jornada até ele.

Ainda na porção Norte, outro paraíso escondido é o Monte Roraima, cujo território é dividido entre Brasil, Venezuela e Guiana. O aeroporto de Boa Vista, capital de Roraima, é onde desembarcam os viajantes brasileiros que desejam fazer a expedição pelo incrível e histórico tepui (tipo de montanha em formato de mesa). O custo das passagens de ida e volta começa em R$ 921. A melhor opção é começar a subida ao monte pelo lado venezuelano – para isso, quem chega de Boa Vista pode cruzar a fronteira pela BR-174.

Reduto de sossego, tranquilidade e muita beleza, a ilha de Boipeba, na Bahia, fica a um voo de táxi aéreo de meia hora de sua capital, Salvador – que, de acordo com o Voopter, tem preço de passagens a partir de R$ 539, ida e volta. Ideal para quem aprecia praias desertas, águas calmas, repletas de peixes e corais e noites estreladas, o local conquista com belezas naturais e com a hospitalidade de seus moradores.

Para completar, a cerca de 200 quilômetros de Fortaleza, no Ceará, a praia de Icaraí de Amontoada é um destino pouco conhecido pelos turistas que frequentam o estado, exceto pelos kitesurfers, que encontraram ali o verdadeiro paraíso. Com infraestrutura incipiente e poucas opções de hospedagem e gastronomia, Icaraizinho, como é conhecido pelos cearenses, oferece atrativos para viajantes que querem se reconectar com a natureza e se aventurar pelas dunas e lagoas da região. Segundo o Voopter, é possível encontrar voos de ida e volta com preços a partir de R$ 729.