Arquivo da tag: Bilheteria

AQUAMAN CHEGA A MARCA DE US$ 1 BILHÃO NAS BILHETERIAS MUNDIAIS

Longa da Warner Bros. Pictures também se torna a maior bilheteria de um filme solo de super-herói na história do Brasil

Aquaman, a primeira aventura solo do rei dos mares, continua seu sucesso pelos cinemas ao redor do mundo, ultrapassando a marca de US$ 1 bilhão na bilheteria global apenas um mês após sua estreia, na China. O anúncio foi feito por Ron Sanders, Presidente de Distribuição Mundial da Warner Bros. Pictures Group e Warner Bros. Home Entertainment.

“Estamos muito felizes que o público de todo o mundo recebeu muito bem o filme”, afirma Sanders. “Jason, toda a equipe do filme e o time da DC entregaram um longa que as pessoas amaram e somos muito gratos pelo apoio de todos”.

No Brasil, o filme atingiu R$ 124.550.000,00 em bilheteria, somando um público de mais de 7.550.000 e se tornando a maior bilheteria de um filme solo de super-herói na história do país. Além disso, Aquaman atingiu as marcas de: maior bilheteria da Warner Bros. em 2018; 3ª maior bilheteria do estúdio na história do país; 3ª maior bilheteria de filmes lançados no Brasil em 2018; 7ª maior bilheteria de um filme de super-herói na história do Brasil; e 12ª maior bilheteria de todos os tempos no país.

James Wan declarou: “Em primeiro lugar, um muito obrigado aos fãs e ao público em todo o mundo. Fico feliz pela maneira como as pessoas abraçaram Aquaman e como ele repercutiu em escala global. Eu serei eternamente grato a Jason por transformar Aquaman em um dos super-heróis mais legais de todos os tempos e se tornar o rosto desse personagem para as próximas gerações. Um enorme obrigado ao incrível elenco – Amber, Patrick, Nicole, Yahya, Willem, Temuera, Dolph, Ludi – por dar vida aos nossos queridos personagens. E, claro, este filme não seria o que é sem a incrível conquista de todos os envolvidos, desde os chefes de departamento até cada membro da equipe, que exigiram a máxima excelência em ajudar a projetar e criar essa experiência cinematográfica”.

Além de cruzar a marca de US$ 1 bilhão no último final de semana, Aquaman se tornou a segunda maior bilheteria da DC no mundo, ficando atrás apenas de Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, que arrecadou US$ 1,08 bilhão. Aquaman chegou a US$ 287,9 milhões no mercado dos EUA e agora é também o segundo filme de maior bilheteria da Warner Bros. de todos os tempos internacionalmente, com US$ 732,4 milhões até o momento; também se tornou o maior filme de DC internacionalmente e a maior bilheteria da Warner Bros. na China, com US$ 287,3 milhões.

A aventura subaquática produzida por James Wan e protagonizada por Jason Momoa continua em cartaz nos cinemas em todo o Brasil. Confira a programação dos cinemas.

Sobre o filme

A Warner Bros. Pictures e o diretor James Wan apresentam Aquaman, uma aventura repleta de ação pelo vasto e deslumbrante mundo subaquático dos sete mares, estrelada por Jason Momoa no papel-título. O filme revela a origem de Arthur Curry, meio homem, meio atlante, que embarca em uma jornada para descobrir quem ele realmente é e se ele é digno de seu destino… ser rei.

O filme também é estrelado por Amber Heard (“Liga da Justiça”, “Magic Mike XXL”) como Mera, uma guerreira destemida e aliada de Aquaman ao longo de sua jornada; o indicado ao Oscar Willem Dafoe (“Platoon”, “Homem-Aranha 2”), como Vulko, conselheiro do trono de Atlântida; Patrick Wilson (dos filmes “Invocação do Mal”, “Watchmen – O Filme”) como Orm/Ocean Master, o atual Rei de Atlântida; Dolph Lundgren (dos filmes “Os Mercenários”) como Nereus, rei da tribo atlante Xebel; Yahya Abdul-Mateen II (da série da Netflix “The Get Down”) como o vingativo Black Manta; e a vencedora do Oscar Nicole Kidman (“As Horas”, “Lion – Uma Jornada Para Casa”) como a mãe de Arthur, Atlanna; além de Ludi Lin (“Power Rangers”) como o capitão Murk, do comando de Atlântida; e Temuera Morrison (“Star Wars: Episódio 2 – Ataque dos Clones”, “Lanterna Verde”) como o pai de Arthur, Tom Curry.

Wan dirige o filme a partir de um roteiro de David Leslie Johnson-McGoldrick (“Invocação do Mal 2”) e Will Beall (“Caça aos Gângsteres”, da série de TV “Training Day”), com história de Geoff Johns & James Wan e Will Beall, baseado nos personagens da DC, com o Aquaman criado por Paul Norris e Mort Weisinger. O filme é produzido por Peter Safran e Rob Cowan, com produção executiva de Deborah Snyder, Zack Snyder, Jon Berg, Geoff Johns e Walter Hamada.

A equipe de Wan nos bastidores inclui colaboradores habituais como o diretor de fotografia indicado ao Oscar Don Burgess (“Invocação do Mal 2”, “Forrest Gump – O Contador de Histórias”), o editor Kirk Morri (dos filmes “Invocação do Mal”, “Velozes & Furiosos 7”, dos filmes “Sobrenatural”) e o desenhista de produção Bill Brzeski (“Velozes & Furiosos 7”). Juntam-se a eles a figurinista Kym Barrett (trilogia “Matrix”, “O Espetacular Homem-Aranha”) e o compositor Rupert Gregson-Williams (“Mulher-Maravilha”).

A Warner Bros. Pictures apresenta Aquaman, uma produção da Safran Company, um filme de James Wan. O filme está em cartaz nos cinemas em versões 2D, 3D e IMAX, e é distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

AQUAMAN, DA WARNER BROS. PICTURES, BATE A MARCA DE MEIO BILHÃO DE DÓLARES NAS BILHETERIAS MUNDIAIS

Número 1 em todo o mundo, a espetacular aventura subaquática de James Wan tem conquistado o público muito além dos sete mares

Aquaman, a primeira aventura solo do herói nos cinemas, da Warner Bros. Pictures, é um herói também nas bilheterias, ultrapassando os U$500 milhões de arrecadação em todo o mundo. O anúncio foi feito por Ron Sanders, Presidente Global de Distribuição da Warner Bros. Pictures e Warner Bros. Home Entertainment. No Brasil, o filme já levou mais de 4,2 milhões de pessoas aos cinemas e arrecadou mais de R$70 milhões, entrando para o top 10 brasileiro em 2018.

Aquaman passa de meio bilhão de dólares em bilheteria. (Foto: Divulgação)

Aquamancomeçou sua trajetória memorável no início de dezembro, na China, com uma aparição surpresa do diretor James Wan e das estrelas Jason Momoa e Amber Heard para celebrar os quase U$95 milhões arrecadados em seu final de semana de estreia, um recorde para a Warner Bros. no mercado. Atualmente, o longa já ultrapassou os U$230 milhões no país.

A parada foi apenas uma no meio da turnê mundial que incluiu cidades nos quatro continentes, de Londres a Nova York, passando por Manila e Austrália, e encerrando uma campanha estratégica que começou com Momoa mergulhando de um penhasco para assistir ao trailer de lançamento antes da chegada do elenco na San Diego Comic-Con.

Número 1 nas bilheterias internacionais pela terceira semana consecutiva, o filme estreou em 21 de dezembro na América do Norte, com um acumulado impressionante de mais de U$72 milhões, com aproximadamente 14% da renda vindo das salas IMAX. Já tendo estreado em mais de 70 mercados, incluindo (além do Brasil) México (U$16,1 milhões), Rússia (U$12,8 milhões) e Reino Unido (U$12,8 milhões), a arrecadação internacional (que não considera EUA), já ultrapassou os U$415 milhões, sem contar a Austrália, onde o filme estreia em 26 de dezembro, Itália, onde estreia em 1º de janeiro, e Japão, previsto para 8 de fevereiro.

Além disso, o filme está próximo de se tornar a maior bilheteria da Warner Bros. Pictures na Indonésia, Malásia, Filipinas e Taiwan, entre outros mercados. “James Wan criou um filme maravilhoso que claramente se conecta com as audiências ao redor do mundo”, afirma Sanders. “Estamos ansiosos para que Aquaman aproveite esta onda de sucesso com os feriados de final de ano. Parabéns a toda a equipe por trás deste filme”, finaliza.

PÉPEQUENO ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS BRASILEIRAS

Com a arrecadação da animação, a Warner Bros. Pictures lidera o ranking brasileiro pela oitava semana consecutiva

A Warner Bros. Pictures comemora a primeira colocação nas bilheterias brasileiras pela oitava semana consecutiva. O estúdio, responsável pelos recentes sucessos “A Freira”, “Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas” e “Megatubarão”, manteve o topo do ranking com a aventura de animação PéPequeno, que chegou aos cinemas brasileiros na última quinta-feira.

Com público superior a 309 mil pessoas e arrecadação de mais de R$ 5 milhões, a aventura de animação para todas as idades, PéPequeno, que é dirigida por Karey Kirkpatrick, estreou como líder nas bilheterias nacionais.

20180927104800119904a.jpg
Pé Pequeno é líder nas bilheterias. (Foto: Divulgação)

Sobre o filme

Uma aventura de animação para todas as idades, com música original e um elenco de estrelas, PéPequeno vira a lenda do Pé Grande de cabeça para baixo quando um jovem e genial Yeti encontra algo que ele achava que não existia – um humano.

A revelação deste “Pé Pequeno” lhe traz fama e a chance de conquistar a garota dos seus sonhos. Contudo, ela também traz preocupação à comunidade dos Yetis sobre o que pode existir além de seu pequeno vilarejo nas neves em uma história divertida sobre amizade, coragem e a alegria da descoberta.

A versão original de PéPequeno é estrelada por Channing Tatum (“LEGO Batman: O Filme”, dos filmes “Anjos da Lei”) como o iéti Migo; e James Corden (“Trolls”, “Emoji: O Filme”) como o PéPequeno, Percy. O filme também é estrelado por Zendaya (“Homem-Aranha: De Volta ao Lar”), Common (“Selma – Uma Luta pela Igualdade”), LeBron James (do inédito “Space Jam 2”), Gina Rodriguez (da série “Jane the Virgin”), Danny DeVito (“O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida” e indicado ao Oscar por “Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento”), Yara Shahidi (da série de TV “Black-ish”), Ely Henry (da série de TV “Justice League Action”) e Jimmy Tatro (“Anjos da Lei 2”).

PéPequeno é dirigido por Karey Kirkpatrick, diretor vencedor do prêmio Annie por “Os Sem-Floresta” e indicado ao prêmio Annie pelos roteiros de “A Fuga das Galinhas” e “James e o Pêssego Gigante”. O filme é produzido por Bonne Radford (“George, o Curioso”), Glenn Ficarra (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”,) e John Requa (“Cegonhas – A História que Não te Contaram”, da série de TV “This is Us”). Os produtores executivos são Nicholas Stoller, Phil Lord, Christopher Miller, Jared Stern, Sergio Pablos e Kirkpatrick. A equipe criativa inclui o editor Peter Ettinger e o compositor Heitor Pereira.

O filme estreia nos cinemas a partir de 28 de setembro de 2018.

Da Warner Bros. Pictures e Warner Animation Group, PéPequeno será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

A FREIRA, DA NEW LINE CINEMA, ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS BRASILEIRAS

O capítulo mais recente do universo Invocação do Mal, de James Wan, levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas em sua estreia, tornando-se a maior abertura de um filme de terror na história do país

A Freira, o aterrorizante novo capítulo do universo Invocação do Mal, da New Line Cinema e de James Wan, arrecadou R$ 27,6 milhões nas bilheterias brasileiras em seu final de semana de estreia, incluindo impressionantes números na quarta-feira, 5/9, com sessões antecipadas por todo o país: 107 mil pessoas, somando R$1,6 milhão em apenas um dia.

a-freira-trailer.jpg
“A Freira” está liderando as bilheterias brasileiras. (Foto: Divulgação)

Desafiando o público a encarar um encontro com a freira demoníaca Valak, o novo suspense sobrenatural levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas brasileiros, tornando A Freira a maior abertura de um filme de terror da história do Brasil. O longa também se tornou o filme com maior abertura em um mês de setembro no país, a maior abertura da Warner Bros. Pictures no Brasil em 2018, e a quarta maior abertura de todos os tempos da Warner Bros. Pictures em território nacional.

LIGA DA JUSTIÇA É O MAIOR FILME DA WARNER BROS. PICTURES DE TODOS OS TEMPOS NO BRASIL

O longa já arrecadou mais de R$ 132,6 milhões e é também o 5º maior filme de todos os tempos da indústria cinematográfica brasileira

Liga da Justiça se tornou hoje o maior filme da Warner Bros. Pictures no Brasil, tanto em público quanto em receita, ultrapassando Batman vs Superman: A Origem da Justiça, que estava no topo dessa lista. A bilheteria acumulada é de R$ 132,6 milhões e o total de espectadores de 8,46 milhões.

Liga da Justiça_ToyShow
“Liga da Justiça” é o maior filme da Warner Bros no Brasil. (Foto: Divulgação)

Liga da Justiça superou mais uma marca no ranking brasileiro dos maiores filmes de todos os tempos, tornando-se a 5º maior bilheteria no país.

O filme continua em cartaz nos cinemas brasileiros.

TEMPESTADE – PLANETA EM FÚRIA ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS NO BRASIL

Filme estrelado por Gerard Butler estreou nos cinemas brasileiros em 19 de outubro

Tempestade – Planeta Em Fúria, longa com Gerard Butler, Jim Sturgess, Abbie Cornish e Andy Garcia, estreou na liderança nos cinemas brasileiros. O filme foi assistido por mais de 285 mil pessoas e arrecadou mais de R$ 5,3 milhões em bilheteria.

O público brasileiro pode conferir na tela grande uma cena muito marcante em uma praia no Rio de Janeiro, um dos diversos cenários do mundo que sofrem com a destruição do filme.

0-Capas-Ultimate-Effects-6.jpg
“TEMPESTADE – PLANETA EM FÚRIA” é líder das bilheterias no Brasil. (Foto: Divulgação)

Sobre o filme

Depois de uma série de desastres naturais sem precedentes ameaçar o planeta, os líderes mundiais se unem para criar uma rede complexa de satélites para controlar o clima mundial e manter todos em segurança. Porém, agora, algo deu errado – o sistema criado para proteger a Terra passou a atacá-la, dando início a uma corrida contra o tempo para descobrir a verdadeira ameaça, antes que uma tempestade de proporções globais devaste tudo… e todos em seu caminho.

Dean Devlin (roteirista/produtor, “Independence Day: O Ressurgimento”) faz sua estreia como diretor de longas-metragens com o suspenseTempestade – Planeta Em Fúria, estrelado por Gerard Butler (“Invasão à Casa Branca”, “300”), Jim Sturgess (“A Viagem”), Abbie Cornish (“Sem Limites”), Alexandra Maria Lara (“Rush – No Limite da Emoção”), Daniel Wu (“O Homem com Punhos de Ferro”, “Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos”) e com os indicados ao Oscar Ed Harris (“As Horas”, “Apollo 13 – Do Desastre ao Triunfo”) e Andy Garcia (“O Poderoso Chefão 3”).

Butler estrela como Jake, um cientista que, junto com seu irmão, Max, interpretado por Sturgess, é incumbido de solucionar o defeito no programa de satélites. Cornish estrela como a agente do Serviço Secreto Sarah Wilson; Lara é Ute Fassbinder, a astronauta que comanda a Estação Espacial Internacional; Wu é Cheng, o supervisor do Programa Dutch Boy, baseado em Hong Kong; com Garcia no papel do Presidente dos Estados Unidos, Andrew Palma; e Harris como o Secretário de Estado Leonard Dekkom. O filme também é estrelado por Adepero Oduye (“A Grande Aposta”, “12 Anos de Escravidão”), Amr Waked (“Lucy”, “Syriana – A Indústria do Petróleo”), Robert Sheehan (“Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos”, “Caça às Bruxas”) e Eugenio Derbez (“Não Aceitamos Devoluções”).

O filme, escrito por Dean Devlin & Paul Guyot, é produzido por Devlin junto com David Ellison e Dana Goldberg, da Skydance. Herbert W. Gains e Marc Roskin, da Electric Entertainment, são os produtores executivos. Rachel Olschan, também da Electric Entertainment, é coprodutora junto com Cliff Lanning.

A equipe de criação nos bastidores inclui o diretor de fotografia Roberto Schaefer (“Em Busca da Terra do Nunca”, “007 – Quantum of Solace”), o designer de produção Kirk M. Petruccelli (“O Ataque”), a figurinista Susan Matheson (“A Grande Aposta”, “Protegendo o Inimigo”) e o supervisor de efeitos visuais Jeffrey A. Okun (“Fúria de Titãs”, “O Dia em que a Terra Parou”).

A Warner Bros. Pictures e a Skydance apresentam Tempestade – Planeta Em Fúria, uma parceria entre a Skydance e a Electric Entertainment, Inc. Nos cinemas desde 19 de outubro de 2017, o filme é distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment, em 3D e 2D, em salas selecionadas, e IMAX.

ANNABELLE 2 – A CRIAÇÃO DO MAL ULTRAPASSA US$ 110 MILHÕES DE BILHETERIA MUNDIAL

Com direção de David F. Sandberg e produção de James Wan e Peter Safran, filme abriu em primeiro lugar nos cinemas brasileiros

Annabelle 2 – A Criação do Mal, a sequência do estrondoso sucesso de 2014 “Annabelle”, já ultrapassou a marca de US$ 110 milhões de bilheteria mundial. Além de liderar inúmeros mercados internacionais, incluindo a América do Norte e o próprio Brasil, o filme elevou o universo de Invocação do Mal de James Wan e do produtor Peter Safran à marca de US$ 1 bilhão de dólares em bilheteria em todo o mundo. O anúncio foi feito por Sue Kroll, presidente de Marketing e Distribuição Internacional da Warner Bros. Pictures.

anabelle-2.jpg
“Annabelle 2 – A Criação do Mal” ultrapassa marca importante na bilheteria. (Foto: Divulgação)

Segundo Kroll, “estamos muito entusiasmados com o sucesso de Annabelle 2 – A Criação do Mal e orgulhosos de continuar trazendo a franquia ‘Invocação do Mal’, que é extremamente popular, aos cinemas de todo o mundo. Parabenizamos nossos colegas da New Line Cinema, nossos times de marketing e distribuição, e todos que juntaram suas energias criativas para contar histórias maravilhosamente assustadoras”.

No Brasil, Annabelle 2 – A Criação do Mal estreou na última quinta-feira e já chegou a R$ 13,5 milhões de bilheteria, totalizando quase 870 mil pessoas nas salas de cinema, sendo o filme número 1 do último final de semana no país.

MULHER-MARAVILHA MANTÉM LIDERANÇA NAS BILHETERIAS E JÁ É O TERCEIRO MAIOR FILME DE TODOS OS TEMPOS DA WARNER BROS. NO BRASIL

O primeiro filme solo da super-heroína da DC nos cinemas segue em primeiro lugar nas bilheterias e já foi visto por mais de 5,6 milhões de brasileiros

 Mulher-Maravilha, longa dirigido por Patty Jenkins, mantém a liderança das bilheterias brasileiras em sua quarta semana em cartaz e tornou-se o terceiro maior filme da distribuidora no país, atrás apenas de “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” e “Esquadrão Suicida”.

No total, o longa já arrecadou mais de R$89,6 milhões desde sua estreia e foi visto por mais de 5,6 milhões de pessoas no país. Junto com Estados Unidos (1º) e China (2º), o Brasil agora ocupa o pódio dos três melhores resultados do filme no mundo.

mulher-maravilha-filme_1
Mulher-Maravilha continua liderança as bilheterias dos cinemas. (Foto: Divulgação)

Sobre o filme

Gal Gadot retorna como a personagem-título do épico de ação e aventura Mulher-Maravilha, dirigido por Patty Jenkins (“Monster: Desejo Assassino”, série da AMC “The Killing”). Unindo-se a Gadot no elenco internacional estão Chris Pine (filmes “Star Trek”), Robin Wright (“Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres”, série da Netflix “House of Cards”), Danny Huston (“Fúria de Titãs”, “X-Men Origens: Wolverine”), David Thewlis (filmes “Harry Potter”, “A Teoria de Tudo”), Connie Nielsen (série da Fox “The Following”, “Gladiador”), Elena Anaya (“A Pele que Habito”), Ewen Bremner (“Êxodo: Deuses e Reis”, “Expresso do Amanhã”), Lucy Davis (“Todo Mundo Quase Morto”, série de TV “Better Things”), Lisa Loven Kongsli (“Ashes in the Snow”), Eugene Brave Rock (série de TV “Hell on Wheels”) e Saïd Taghmaoui (“Trapaça”).

Antes de tornar-se Mulher-Maravilha, ela era Diana, princesa das Amazonas e treinada para ser uma guerreira invencível. Diana descobre que um grande conflito assola o mundo quando um piloto americano cai com seu avião nas areias da costa. Convencida de que é capaz de vencer a ameaça de destruição, Diana deixa a ilha. Lutando lado a lado com homens numa guerra que pretende acabar de vez com todas as guerras, ela vai descobrir todos os seus poderes… e seu verdadeiro destino.

Patty Jenkins dirige o longa a partir do roteiro de Allan Heinberg, história de Zack Snyder & Allan Heinberg e Jason Fuchs, baseada nos personagens da DC. Mulher-Maravilha é uma criação de William Moulton Marston.

O filme é produzido por Charles Roven, Deborah Snyder, Zack Snyder e Richard Suckle, com Stephen Jones, Geoff Jones, Jon Berg, Wesley Coller e Rebecca Steel Roven como produtores executivos.

Juntando-se a Jenkins nos bastidores estão o diretor de fotografia Matthew Jensen (“Poder Sem Limites”, “Quarteto Fantástico”, série da HBO “Game of Thrones”), a designer de produção indicada ao Oscar Aline Bonetto (“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”, “Eterno Amor”, “Peter Pan”), o editor vencedor do Oscar Martin Walsh (“Chicago”, “Operação Sombra – Jack Ryan”, “V de Vingança”), e a figurinista vencedora do Oscar Lindy Hemming (trilogia “O Cavaleiro das Trevas”, “Topsy-Turvy – O Espetáculo”).  A trilha sonora é composta por Rupert Gregson-Williams (“Até o Último Homem”, “A Lenda de Tarzan”).

A Warner Bros. Pictures apresenta, em parceria com a Tencent Pictures e a Wanda Pictures, Mulher-Maravilha, uma produção da Atlas Entertainment/Cruel and Unusual. Em cartaz nos cinemas brasileiros, o longa é distribuído pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

MULHER-MARAVILHA BATE A CONCORRÊNCIA NA BILHETERIA MUNDIAL E BRASILEIRA

O primeiro filme solo da super-heroína da DC nos cinemas abre em primeiro lugar nas bilheterias, arrecadando US$223 milhões mundialmente

Mulher-Maravilha provou sua força como uma das maiores super-heroínas do mundo nas telonas e também na incrível bilheteria do final de semana de estreia. Ultrapassando a concorrência, o longa dirigido por Patty Jenkins arrecadou US$223 milhões no mundo todo até o momento. O anúncio foi feito por Sue Kroll, Presidente de Marketing e Distribuição Mundial da Warner Bros. Pictures.

mulher-maravilha-filme_1
“Mulher-Maravilha” estreou quebrando recordes. (Foto: Divulgação)

A impressionante marca mundial faz de Mulher-Maravilha o filme de uma super-heroína com a maior estreia de todos os tempos, além de ser a maior abertura para um filme de super-herói no mês de junho e a maior abertura de um filme da Warner Bros. Pictures para este mesmo mês. Com a classificação “Fresh” de 93% no Rotten Tomatoes, o filme também é um dos filmes de super-heróis mais bem avaliados de todos os tempos, e a nota A no CinemaScore mostra que o público concorda.

Nos EUA, o filme arrecadou US$100,5 milhões e se tornou o filme dirigido por uma mulher com a maior estreia na história dos Estados Unidos. Nos outros 55 mercados em que abriu, incluindo China, Reino Unido, Rússia, Itália, México e Brasil, o longa obteve um total de US$122,5 milhões. Em outros mercados importantes, como França, Alemanha, Japão e Espanha, o filme ainda irá estrear.

No Brasil, Mulher-Maravilha liderou as bilheterias do fim de semana e é maior estreia da Warner Bros. Pictures do ano. O resultado acumulado, de quarta a domingo, soma mais de R$ 25 milhões em bilheteria e 1,4 milhão de público até o momento.

Ao fazer o anúncio, Kroll afirmou: “Estamos incrivelmente orgulhosos de Mulher-Maravilha e emocionados com o retorno de críticos e espectadores de todo o planeta. Esse é um filme perfeito para os tempos atuais; esperançoso e inspirador, assim como uma aventura extremamente divertida – que transcende o gênero. Patty Jenkins, seu elenco e equipe excepcionais – liderados pela incomparável Gal Gadot – entregaram um filme que é verdadeiro para a incrível heroína. Nós parabenizamos a todos os envolvidos por trazer para as telonas esse tremendo sucesso”.

Cinema é “coisa de criança”?

O top 5 de bilheterias mundiais tem três desenhos e dois filmes de super-heróis. Seria o adulto a nova criança?

Por Marcelo Forlani*

Faltam apenas algumas semanas para fechar o ano, no entanto, já é possível perceber alguns dos resultados das melhores bilheterias mundiais. E 2016 foi o ano perfeito para intrigar não só os poderosos da indústria cinematográfica, mas também a todos consumidores de conteúdo audiovisual.

Vários dos lançamentos que vinham cheios de expectativas não conseguiram cumprir suas promessas e fecharam abaixo do esperado. Foram maus resultados não só no número de pessoas que foram aos cinemas ver os filmes, como também da decepção do público, que não gostou tanto do que viu, como é o caso de Esquadrão Suicida, que apesar de bons resultados no Brasil, não surpreendeu uma boa parte dos espectadores mundo afora e foi taxado como mediano pela maioria dos críticos.

O mais curioso é que o top 5 é encabeçado por quatro produções da Walt Disney, sendo três delas animações, e nos leva a questionar: os filmes voltados à família são a coisa que mais atraem as pessoas ao cinema hoje em dia, deixando os adultos sem filhos em casa consumindo filmes e séries por streaming?

Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. (Foto: Divulgação)
Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. (Foto: Divulgação)

O número 1 do mundo até o momento é Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. Não por acaso, o filme de Anthony e Joe Russo lidera também o ranking de estreias no Brasil com R$ 143 milhões arrecadados nos nossos cinemas.

A grande surpresa deste ano é Zootopia, que também bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias globais, apesar de um desempenho apenas bom nos Estados Unidos, onde aparece em sexto lugar. No Brasil o desempenho do filme chama ainda menos atenção e sequer figura entre as dez maiores estreias do ano. O resultado surpreende a todos, pois a animação não era nenhuma grande aposta dos criadores, como foi Frozen em 2013, por exemplo.

Zootopia bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias. (Foto: Divulgação)
Zootopia bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias. (Foto: Divulgação)

A medalha de bronze das bilheterias mundiais está nas barbatanas de Procurando Dory, que também ultrapassou a marca do bilhão e aparece como o número 1 nos Estados Unidos, com 485 milhões de dólares arrecadados até agora. No Brasil, as aventuras marinhas da Pixar aparecem em quinto lugar até agora, com 113 milhões de reais arrecadados.

Outro filme que está muito bem nas bilheterias globais mesmo sem ter chamado atenção do público brasileiro é Mogli – O Menino Lobo. O longa que mistura computação gráfica com cenas reais é o quarto mais rentável nos Estados Unidos e no mundo e também não figura no top10 brasileiro. O sucesso é tão grande que a Disney já promete para breve adaptações nos mesmos moldes para outros clássicos animados, como A Bela e A Fera,Dumbo, Mulan e Branca de Neve.

Mogli foi a surpresa na lista. (Foto: Divulgação)
Mogli foi a surpresa na lista. (Foto: Divulgação)

Quem também aparece nesse top five global é Batman vs. Superman que garantiu aos produtores US$ 873.300.000. E neste caso, o resultado do Brasil ajudou. Os 132 milhões de reais arrecadados nas bilheterias locais colocam o longa-metragem dos maiores heróis da DC Comics como o segundo filme mais visto por aqui, atrás apenas do filme do Capitão América.

Heróis ou animações? Qual será a aposta para os próximos anos? Será que criações para as famílias continuarão na liderança dessa disputa ou algo novo pode virar esse jogo?

* Marcelo Forlani é diretor de marketing do Omelete Group, maior conglomerado dedicado aos fãs de cultura pop do Brasil que atinge mensalmente mais de 9 milhões de pessoas ávidas por novidades de cinema, séries de TV, games, música e histórias e quadrinhos com textos, vídeos e posts nas redes sociais.