Arquivo da tag: Biografia

‘Jovens Bruxas – Nova Irmandade’ estreia no Looke

‘Surpresa! Fiquei Noiva’, ‘Canções de Amor’ e ‘Fábrica de Sonhos’ também chegam ao Looke

  • Jovens Bruxas – Nova Irmandade (Drama, Fantasia, Terror)
(foto: divulgação)

Acompanha um quarteto eclético de bruxas aprendizes e adolescentes que acabam recebendo muito mais do que conseguem lidar enquanto tentavam entender sobre seus novos poderes e seu vínculo.

  • Surpresa! Fiquei Noiva (Comédia)
(foto: divulgação)

Anna vive na Rússia e fica noiva por correspondência. Deixa a Rússia e vai ao encontro de seu noivo em Los Angeles e com ele se casa. Agora casada, descobre que não havia amor e começa a tentar equilibrar sua vida amorosa com seu marido rico, mas moralmente falido, e seu amante desalinhado, mas charmoso.

  • Canções de Amor (Drama, Biografia)
(foto: divulgação)

Maisie precisa deixar seu pai quase morto em uma cama de hospital para se apresentar em um show. Mas ela fica assolada pela história que acaba de escutar: como seu pai conheceu e se apaixonou por sua mãe.

  • Fábrica de Sonhos – Ouse Sonhar (Romance, Drama)
(foto: divulgação)

O amor pela sétima arte os uniu, mas o destino do país os separou na forma do famoso Muro de Berlim. Agora, esse jovem ambicioso, que começou como figurante, não poupará esforços, independente das consequências para finalmente se reencontrar com o amor de sua vida.

‘O Grito’, ‘Cats’ e mais lançamentos da semana no Looke

  • O Grito (Suspense, Terror): Uma detetive e mãe solteira enfrenta a fúria da maldição de um espírito que busca vingança após investigar uma série de mortes misteriosas.
Remake de ‘O Grito’ chega ao Looke. (Foto: Divulgação)
  • Cats (Musical, Comédia, Drama): Uma tribo de gatos chamada Jellicles todo ano precisa tomar uma grande decisão em uma noite especial: escolher um dos gatos para ascender e conseguir uma vida melhor. Cada um dos gatos conta a sua história para sua líder, a velha Deuteronomy (Judi Dench), na tentativa de ser o escolhido. Baseado no famoso musical. Com Taylor Swift, Jason Derulo, Ian McKellen, Idris Elba, Rebel Wilson, Jennifer Hudson, James Corden e grande elenco.
  • Judy: Por Trás do Arco-Íris (Biografia, Drama): Inverno de 1968. Com a carreira em baixa, Judy Garland (Renée Zellweger) aceita estrelar uma turnê em Londres, por mais que tal trabalho a mantenha afastada dos filhos menores. Ao chegar ela enfrenta a solidão e os conhecidos problemas com álcool e remédios, compensando o que deu errado em sua vida pessoal com a dedicação no palco.
  • Sedução Perigosa (Suspense, Drama): Josie (Sophie Turner) é uma adolescente que se muda para uma pequena cidade no interior dos EUA. Quando ela começa a se envolver com o solitário Hank, a garota rapidamente vira alvo das fofocas locais. Entretanto, conforme o passado vem à tona, as verdadeiras intenções da jovem se tornam mais sinistras do que aparentavam ser.

Editora Noir lança a esperada biografia do Bandido da Luz Vermelha, de Gonçalo Junior

(Foto: Divulgação)

Construído a partir de mais de 23 mil documentos, laudos psiquiátricos e três dezenas de entrevistas, “Famigerado!”desfaz o mito do assaltante sedutor e revela a crueldade de um criminoso que aterrorizou os milionários de São Paulo na década de 1960

Esqueça tudo que você sabe ou ouviu falar sobre João Acácio Pereira da Costa, o Bandido da Luz Vermelha. Longe de ser um criminoso que seduzia mulheres e desdenhava do sistema e da elite, ele era um psicopata capaz de cometer as mais terríveis crueldades com suas vítimas indefesas, sob a mira de sua lanterna e um revólver calibre 38. Nesse relato fascinante e nada glamoroso, fruto da consulta de quase 23 mil páginas dos 88 processos que correram contra João Acácio e o levaram a 351 anos de prisão, três dezenas de entrevistas e consultas a laudos psiquiátricos, “Famigerado! – A história de Luz Vermelha, o bandido que aterrorizou São Paulo na década de 1960”, de Gonçalo Junior, apresenta o relato definitivo sobre um dos mais famosos criminosos da crônica policial brasileira de todos os tempos.

Gonçalo explica que é difícil precisar o número de crimes cometidos por João Acácio, desde a violenta infância, vivida nas ruas de Joinville (SC), até sua prisão, no começo da noite do dia 7 de agosto de 1967, em Curitiba. Certeza mesmo, só que ele assaltou mais de uma centena e meia de mansões na capital paulista, entre março de 1966 e agosto do ano seguinte. Como deu a entender seu advogado de defesa, Roberto Von Haydin, em depoimento para o livro, João Acácio praticou crimes graves que ficaram de fora das investigações da polícia por motivos que ele não quis revelar. Provavelmente, assassinatos e estupros.

“Nada na história a seguir foi forjado, inventado, criado, imaginado ou romanceado”, diz o autor. “Tudo nesta biografia segue com o máximo de fidelidade dos processos que correram contra João Acácio no Fórum Criminal de São Paulo, entre 1967 e 1975, além das reportagens, artigos e editoriais publicados em jornais e revistas ao longo de 35 anos, entre 1963 e 1998”. Ele também entrevistou algumas pessoas que, de modos diferentes, tiveram contato direto com o assaltante na época em que ele cometeu seus crimes ou estava na prisão.

Um dos destaques da obra é a entrevista que o autor fez com a bióloga Ingrid Yazbek Assad, que levou um tiro a um centímetro do coração, dado por João Acácio quando tentava estuprá-la. Ela reagiu e sobreviveu por milagre. Depois de cinco anos de negativas, ela resolveu quebrar o silêncio de 49 anos e contar o que aconteceu naquela trágica madrugada. É um relato tão assustador que acabou por abrir o livro. “Não restam dúvidas que ele foi um psicopata, adorava subjugar suas vítimas e tinha enorme satisfação em fazer isso”, afirma Gonçalo.

O BANDIDO EM NÚMEROS

JOINVILLE
• Atuou a partir dos 7 anos de idade (1949) e depois aos 22 (1971)
• Cometeu entre seis e oito assassinatos, além de furtos e assaltos à mão armada

RIO DE JANEIRO
• Atuou entre novembro de 1965 e janeiro de 1966
• Furtou entre 40 e 50 carros

SÃO PAULO
• Atuou entre novembro de 1964 e agosto de 1967
• Cometeu aproximadamente 154 roubos e assaltos a residências e uma centena de estupros
• Matou entre seis e 10 pessoas

PENAS
Suas condenações totalizaram 351 anos

CINÉPOLIS ANUNCIA PRÉ-VENDA DE ROCKETMAN, A BIOGRAFIA MUSICAL DE ELTON JOHN

A rede Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, anuncia que a pré-venda de “Rocketman” já está disponível, e os ingressos podem ser adquiridos por meio do site:http://www.cinepolis.com.br/pre-vendas/.

Com Taron Egerton (Kingsman) no papel principal, “Rocketman” reconta a carreira deElton John, um dos maiores ícones da música pop. Com traços de fantasia e surrealismo, o longa biográfico resgata a história e estilo do artista de forma nunca vista antes.

(Foto: Divulgação)

Com direção de Dexter Fletcher, “Rocketman” chega ao Brasil em 30 de maio e receberá o selo “Garantia Cinépolis”, que passa a valer em sua data de estreia.

O cliente que não gostar do longa com o selo “Garantia Cinépolis”, no prazo máximo de 30 minutos de início do filme, pode avisar a equipe da Cinépolis e terá direito a receber uma cortesia para assistir a qualquer outro filme do circuito por um prazo de 30 dias.

SINOPSE
Rocketman é uma épica fantasia musical sobre a incrível história de Elton John. O filme acompanha sua fantástica jornada de transformação de um garoto prodígio tímido no piano para a superestrela que é Elton John. Essa história inspiradora – embalada pelas maiores canções de Elton John e interpretadas por Taron Egerton – conta uma história universal de como um garoto do interior se transformou em uma das figuras mais icônicas da cultura pop. Rocketman também apresenta Jamie Bell como Bernie Taupin, letrista e parceiro de composições de Elton, Richard Madden como seu primeiro agente, John Reid e Bryce Dallas Howard como sua mãe, Sheila Farebrother.

Ficha Técnica
Rocketman
EUA, 2019.
Biografia | Drama | Fantasia.
Diretor: Dexter Fletcher.
Elenco: Taron Egerton, Jamie Bell, Richard Madden, Bryce Dallas Howard.
Duração: 121 minutos.
Distribuidora: Paramount Pictures.

‘Rocketman’ ganha trailer oficial

FILME DA PARAMOUNT PICTURES ESTREIA NOS CINEMAS DIA 30 DE MAIO

A Paramount Pictures acaba de divulgar o primeiro trailer oficial de “ROCKETMAN”,  que estreia no dia 30 de maio.  Dirigido por Dexter Fletcher, o longa é uma fantasia musical épica sobre a incrível história da carreira de Elton John. O filme mostra a fantástica jornada de transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop.  

A Paramount Pictures acaba de divulgar o primeiro trailer oficial de “ROCKETMAN”,  que estreia no dia 30 de maio.  Dirigido por Dexter Fletcher, o longa é uma fantasia musical épica sobre a incrível história da carreira de Elton John. O filme mostra a fantástica jornada de transformação do tímido garoto e pianista prodígio Reginald Dwight no superstar internacional Elton John, uma das figuras mais icônicas da cultura pop.  

Biografia de Silvio Santos traz detalhes inéditos do apresentador

Silvio Santos_300Ainda que procure manter distância dos repórteres, Silvio Santos já falou publicamente sobre diversos assuntos: de empreendedorismo até homossexualidade, passando por economia, sexo, drogas e política. Silvio Santos – A trajetória do mito (Matrix Editora) traz detalhes sobre o dono do SBT nunca antes publicados em livro:

– Revela bastidores inéditos da gravação dos programas políticos de Silvio Santos quando se candidatou à presidente da República.

– Traz a primeira crítica que Silvio Santos recebeu da imprensa e a surpreendente resposta do apresentador.

– É a obra com mais detalhes sobre a carreira de Silvio Santos no rádio. Conta como sua famosa gargalhada já lhe custou o emprego em uma emissora.

– Contém detalhes sobre os bastidores de mudanças de impacto que Silvio Santos fez na programação do SBT.

– Inclui um levantamento inédito de mais de 360 frases ditas por Silvio Santos ao longo de sete décadas. Muitas são raríssimas, garimpadas em jornais e revistas antigas. E foram organizadas por temas: negócios, dono de televisão, artista, política e vida pessoal, revelando seu pensamento desde o tempo em que era camelô nas ruas do Rio de Janeiro.

Editora BestSeller lança biografia não autorizada de Jennifer Lawrence

Jennifer Lawrence tem biografia não-autorizada lançada pela Editora BestSeller. (Foto: Divulgação)
Jennifer Lawrence tem biografia não-autorizada lançada pela Editora BestSeller. (Foto: Divulgação)

Aos 26 anos e com três indicações ao Oscar, Jennifer Lawrence é um nome de destaque entre as tantas estrelas de Hollywood. A pouca idade é inversamente proporcional ao seu cachê, considerado um dos mais altos do mercado. Neste livro, Nadia Cohen fala sobre a autenticidade da jovem, mostra detalhes de sua vida e traça um cronograma da carreira de sucesso da atriz.

Menina que veio de uma comunidade de fazendeiros no Sul dos Estados Unidos, Jennifer sonhava em ser médica, mas começou a atuar aos seis anos e, em pouco tempo,  sua carreira decolou. A primeira indicação ao Oscar veio por “Inverno da alma”. A atriz começou a ser conhecida pelo grande público quando interpretou a mutante Mística na franquia de “X-Men”. Logo em seguida, foi escolhida para viver Katniss Everdeen, a heroína da saga best-seller “Jogos Vorazes”. Além do Oscar de melhor atriz por “O lado bom da vida”, Jennifer ganhou três vezes o Globo de Ouro – duas vezes como melhor atriz e uma como atriz coadjuvante – e um BAFTA de melhor atriz coadjuvante.

Longe das polêmicas em que alguns jovens atores se envolvem, Jennifer se mantém distante de escândalos com drogas, bebidas ou declarações infelizes. Evita falar de sua vida pessoal e prefere focar no trabalho. Por outro lado, Jenny-Lou, como é conhecida pelos familiares, se destaca pelo seu senso de humor peculiar. Ela não esconde que adora comer (principalmente junk food), admite a sua falta de jeito e raramente mantém a compostura quando vê, em festas ou tapetes vermelhos, alguns de seus ídolos de infância.

“Jennifer Lawrence – A garota em chamas” mostra como a atriz, que se tornou um ícone da simpatia, conquistou milhares de fãs e ainda manteve a humildade, apesar de todos os holofotes.

Nadia Cohen é jornalista de entretenimento e já trabalhou em diversos jornais e revistas. É autora de biografias de artistas como Beyoncé, Justin Bieber e do grupo One Direction. Formou-se na universidade de Durham e vive atualmente em Londres.

Raça, filme que conta a história do atleta Jesse Owens, estreia no dia 23 de junho

Dirigido por Stephen Hopkins, o longa-metragem biográfico é estrelado por Stephan James

Uma trajetória marcada por determinação para vencer o preconceito. O filme Raça (Race, Canadá/2016), primeiro longa-metragem sobre o inspirador Jesse Owens – um dos maiores atletas dos últimos tempos revelado nos Jogos Olímpicos de 1936, em Berlim, Alemanha – chega aos cinemas no dia 23 de junho.

Dirigido por Stephen Hopkins (A Colheita do Mal), a produção é estrelada por Stephan James (Selma: Uma Luta Pela Igualdade) e conta com a participação dos vencedores do Oscar Jeremy Irons (Batman vs Superman: A Origem da Justiça) e William Hurt (Capitão América 3: Guerra Civil).

Em Raça, Owens, interpretado por Stephan James, é o primeiro da família a ir para a faculdade. Ele também demonstra um extraordinário talento para corrida. Com o apoio do treinador Larry Snyder (Jason Sudeikis, de Dormindo com Outras Pessoas), enfrenta dificuldades por ser um atleta negro em uma América ainda inundada pelo preconceito racial.

Ao cenário, juntam-se as questões nazistas que chegam a colocar em cheque a participação dos Estados Unidos nos jogos, problema resolvido pelo emissário Avery Brundage (Jeremy Irons). O esportista parte então para a concretização do seu sonho, mas os desafios só aumentam ao se deparar com Adolf Hitler e sua visão de supremacia ariana na Alemanha, sede do evento.

“Take a walk on the wild side”

Editora Aleph lança Transformer, a biografia definitiva do ícone do Velvet Underground, Lou Reed

Finalmente chega ao Brasil a biografia definitiva de um dos maiores ícones da música. Publicado pela Editora Aleph e escrito pelo jornalista Victor Bockris, o livro Transformer: A história completa de Lou Reed é um retrato fiel do músico – que além de ter sido um dos maiores guitarristas e compositores de todos os tempos, foi também, ao lado do Velvet Underground, precursor do rock alternativo e padrinho do punk. A primeira edição do livro foi lançada em 1994 e, em 2014, após a morte de Reed, uma nova edição atualizada foi publicada, com informações adicionais sobre o fim da vida e da carreira do músico.

Editora Aleph lança no Brasil a biografia de Lou Reed. (Foto: Divulgação)
Editora Aleph lança no Brasil a biografia de Lou Reed. (Foto: Divulgação)

A obra – fruto de extensas pesquisa e entrevistas – traz relatos de amigos próximos a Lou, como John Cale, Andy Warhol, Nico, Laurie, Anderson, William S. Burroughs e David Bowie, além de familiares e pessoas com quem conviveu. Eles contam o que viveram ao lado dele – histórias que muitas vezes podem soar surreais – e como percebiam e lidavam com a personalidade peculiar e frequentemente complicada de Reed. Desde a adolescência conturbada, assombrada pelo tratamento de eletrochoques ao qual foi submetido na tentativa frustrada de seus pais de sanar as atitudes rebeldes e as inclinações homossexuais do filho, passando pelos primeiros contatos com a música, pelos relacionamentos conturbados e o abuso de drogas, até o fim da carreira como um artista ranzinza.

A edição, em capa dura, ainda conta com um caderno de imagens exclusivo, com fotografias de grandes momentos da vida do artista – a casa no Brooklyn onde nasceu, sua banda de ensino médio, shows com Patti Smith e David Byrne, a cena da Factory e momentos com amigos como Diana Ross e Clive Davis – e com duas entrevistas com Reed, incluindo uma em que o autor entrevista Lou Reed e William S. Borroughs ao mesmo tempo.

Bockris – que também biografou ícones como Keith Richards, Blondie, Patti Smith e John Cale – é capaz de levar o fã ao mito original de Lou Reed, dissecando como um garoto judeu do subúrbio norte-americano se tornou um membro tão importante de vanguardas artísticas e o precursor de um estilo de performance agressiva e inovadora, que viria a influenciar nomes como David Bowie, The Smiths, REM, U2 e The Strokes. Transformer – nome do segundo albúm solo de Lou que dá título ao livro – é obra fundamental não apenas para fãs do artista e do Velvet Underground, mas para qualquer um que se interesse por boas histórias com uma trilha sonora empolgante.

Biografia de David Bowie revela o homem por trás dos personagens

Obra da jornalista e escritora Wendy Leigh, “Bowie” narra a história do artista desde a infância em Brixton até o derradeiro álbum

Wendy Leigh lança, através do Grupo Editorial Record, a biografia de David Bowie. (Foto: Divulgação)
Wendy Leigh lança, através do Grupo Editorial Record, a biografia de David Bowie. (Foto: Divulgação)

Muito já se falou sobre o quanto David Bowie revolucionou a música, a arte, o comportamento e a moda desde que seu primeiro sucesso, “Space Oddity”, veio ao mundo. Os espectadores se acostumaram a vê-lo em diferentespersonas, fosse Ziggy Stardust, Thin White Duke ou Alladin Sane. Mas sua vida pessoal não costumava ganhar tantos flashes. Isso ficou muito claro em janeiro de 2016, quando Bowie morreu, aos 69 anos, três dias depois de lançar seu último álbum, surpreendendo os fãs que não tinham ideia do câncer contra o qual o artista lutava há mais de um ano.

Em “Bowie”, biografia que a BestSeller lança em maio, a jornalista e escritora Wendy Leigh se dedica a revelar o homem por trás dos personagens. Tendo como base um imenso trabalho de pesquisa e dezenas de entrevistas com amigos, parceiros musicais, ex-namoradas, ex-amantes e fãs, ela conta os bastidores da vida de Bowie, desde a infância em Brixton, no sul de Londres, até o lançamento de “Blackstar”, seu derradeiro disco.

O texto revela a complicada relação com sua mãe, o apoio que recebeu do pai para lançar-se na carreira artística, sua vida sexual intensa e o talento para quebrar tabus, além do problema com as drogas e o casamento com Iman, sua mulher por 24 anos. A obra mostra a jornada de Bowie para tornar-se um dos artistas mais icônicos dos séculos 20 e 21, e ainda fornece detalhes de sua personalidade: da enorme criatividade à também gigantesca ambição, da rebeldia a seu lado mais doce.

O livro tem capa com tratamento metalizado e traz um encarte com fotos de diversos momentos da vida de Bowie: com a famíila, amigos, a primeira esposa, Angie, e alguns de seus icônicos figurinos.