Arquivo da tag: Canadá

Volta ao mundo em 24 dias: viva experiências com seus próprios olhos numa travessia de trem

O grupo TT Travel propõe uma viagem pelos continentes europeu, asiático e americano, que passa por 14 cidades do Canadá, China, Mongólia e Rússia

Um dos maiores sonhos daqueles que são imbuídos de espírito livre é dar uma volta ao mundo. Não há nada que se iguale à experiência de ver paisagens e conhecer a fundo culturas e hábitos com os próprios olhos. Tudo o que um viajante de alma procura é estabelecer contato real com povos e realidades distantes, tanto ao mergulhar na história, quanto na identidade local expressa pela arte, gastronomia ou arquitetura. Nem todos, entretanto, têm a disposição de sair com uma mochila nas costas. Então que tal quebrar as fronteiras a bordo de trens com todo o conforto a que tem direito? É exatamente isso que propõe o Grupo TT Travel.

A quarta edição da “Volta ao Mundo de Trem” apresenta uma verdadeira cruzada sob trilhos pelo hemisfério norte ao passar pelos continentes europeu, asiático e americano. Durante 24 dias – de 15 de agosto a 7 de setembro de 2020 – os passageiros percorrerão aproximadamente 16 mil quilômetros de malha ferroviária por 14 cidades do Canadá, China, Mongólia e Rússia.

A façanha começa em grande estilo na cosmopolita Toronto, com um jantar no restaurante 360 da CN Tower, que proporciona vista completa desta que é a maior cidade canadense. A partir daí, deixe-se encantar pelo cenário natural que se descortina pelas janelas panorâmicas do Trem Canadense num trajeto que atravessa as Montanhas Rochosas, passa por florestas de coníferas até chegar noJasper Natural Park. Neste santuário de verde, o lago de água azul cristalina doMaligne Lake promete momentos de êxtase. OGlacier Skywalk, uma plataforma suspensa de vidro, dará a impressão de caminhar sobre nuvens e poder apreciar de cima o visual dos desfiladeiros de neve. Já nos campos de gelo de Columbia, um passeio desnowcoach irá arrebatar aos amantes do gelo ao longo do panorama alvo doGlaciar Athabasca.

O trecho canadense culmina em Vancouver, uma cidade de enorme mistura cultural por abrigar imigrantes de todas as partes do mundo, sobretudo da Ásia. Nocity tour, é possível visitar os famosos totens esculpidos na madeira noStanley Park; o mercado público deGranville Island e suas lojas de joias, roupas, cerâmicas e artesanato; além deGastown, um bairro histórico de atmosfera tipicamente inglesa. Daqui, como um oceano separa os continentes, um voo daAir Canada levará o aventureiro itinerante até o outro lado do mundo.

Embora cada dia mais moderna, a cultura milenar é o grande atrativo da China. Em Pequim, a tradição de antigos impérios se revela noMuseu Nacional, onde se encontram mais de um milhão de relíquias do país. Lar dos imperadores das dinastiasMing eQing, aCidade Proibida serviu por 500 anos como o centro político do país. Antes acessível somente para a realeza, hoje está aberta a todos. OPalácio de Verão, por sua vez, é reconhecido por ter os maiores e mais conservados jardins do continente asiático. É tanta história e beleza que foi listado pela UNESCO como Patrimônio Mundial. Por falar nisso, nenhum programa pelo território chinês pode deixar de incluir visitação à uma das Sete Maravilhas do Mundo. AMuralha da China, esta imponente obra arquitetônica construída para impedir a invasão das nações do norte, também está no roteiro.

Da capital chinesa, uma viagem de 36 horas atravessará as planícies doDeserto de Gobbi, onde se poderá apreciar o por do sol entre as montanhas e um céu repleto de estrelas ao anoitecer. NoParque Nacional Gorkhi Terelj, formações rochosas maciças entre vales com rio sinuoso deixam qualquer um fascinado. A investida por terras áridas ainda compreende uma visita a uma família nômade com acampamento emiurta, tendas circulares características do povo mongol. Já na base da estátua deChinggis Khaan existe um museu arqueológico em que se pode provar trajes representativos do país. Otour pela Mongólia ainda chega à capital Ulan Bator, que reserva, entre outras atrações, entrada aoMosteiro Gandan, termplo budista de estilo tibetano, e a vista panorâmica doMonte Zaisan.

A viagem, então, entra no seu trecho final quando adentra o território russo pela lendária Ferrovia Transiberiana. No entanto, ainda há um longo trajeto a ser percorrido, já que a Rússia tem dimensões continentais. Ao longo deste caminho, tão mítico quanto inspirador, o viajante pode contemplar as paisagens da Sibéria. OLago Baikal – o maior de água doce do mundo – e o Museu Taltsy, em Irkutsky, deslumbram. Este último parece uma antiga vila com longas ruas, casas de madeira e moinhos aquíferos. Novosibirsk guarda uma joia artística, oTeatro de Ópera e Ballet, enquanto Ecaterimburgo – nas proximidades dos Montes Urais, que separa Ásia e Europa -, aIgreja Sangue Derramado reconta os dias finais dos Romanov. Foi neste templo cristão ortodoxo, um dos monumentos símbolo da Rússia, que o Imperador Nicolau II e sua família foram executados, acabando com o czarismo no país.

Ao cruzar a divisa para a porção europeia, Kazan mostra na cultura todo o reflexo da mistura entre continentes. Num almoço tártaro, a gastronomia é um exemplo de combinações russas e búlgaras no uso de ingredientes, condimentos e temperos. Já nas edificações, o Kremlin da cidade – erguido sob ordens do czar Ivan, o Terrível -, é mais um Patrimônio Mundial da UNESCO que entra no roteiro como entretenimento imperdível. O outro Kremlin, esse a sede do governo russo, em Moscou, é mais um dos passeios obrigatórios ao se chegar na capital, que marca o fim desta jornada. Antigamente, um dos lugares mais fechados e temidos do mundo, hoje abre seus portões a fim de compartilhar com o público a grandiosidade dos seus jardins, museus e catedrais.

Entre painéis naturais que mais parecem quadros, maravilhas da arquitetura construídas pelo homem e convívio imersivo com famílias locais, além de almoços e jantares onde se pode provar sabores antes inexplorados, são essas experiências que, no fundo, trazemos como bagagem para a vida. Tudo isso é providenciado pela TT Travel em um planejamento minucioso que mostra o cuidado com segurança e bem-estar. Os serviços contratados já incluem um guia brasileiro, que acompanha toda a viagem, bem como outros profissionais locais de cada parada. Além do mais, o pacote inclui 58 refeições, 14 noites a bordo dos trens em cabines confortáveis com duas camas e oito noites em hotéis de quatro ou cinco estrelas com a comodidade necessária para repor todas as energias. 

Mais informações podem ser obtidas no site www.voltaaomundodetrem.com.br ou com a Trains & Tours Lufthansa City Center: Av. Santo Amaro, 4644, loja 5, São Paulo – SP, telefone (11) 4878-1085 e e-mail relacionamento@lufthansacc.com 

6 hotéis, resorts e programas Kids-Friendly para viajar com as crianças!

Viajar com crianças não é uma tarefa fácil. Pensar em toda a logística da viagem, então, nem se fala! Haja planejamento. E um dos maiores desafios encontrados pelos papais e mamães de plantão é a escolha do hotel e da programação ideal, já que ambos nem sempre estão aptos para receber e atender as necessidades dos pequenos. Por isso, antes de curtir as férias ou até mesmo as folguinhas ocasionadas pelos feriados, sejam eles prolongados ou não, é muito importante saber se o hotel ou o roteiro em questão é Kids-Friendly.

E para te ajudar no planejamento e evitar as chamadas “férias frustradas”, nós selecionamos aqui 6 hotéis, resorts e programas Kids-friendly ideais para se viajar com as crianças. Confira:

Pratagy Beach All Inclusive Resort – Wyndham, Maceió – Alagoas

DCIM/106MEDIA/DJI_0317.JPG
(Foto: Divulgação)

Para as famílias que gostam de praia, sol e calor, melhor opção não há. Lá, aliás, os pequenos são tratados com muito amor e carinho pela divertida equipe de recreação Peixe Boi, que promove inúmeras atividades de lazer com as crianças, como atividades na quadra poliesportiva, gincanas, brincadeiras no playground e na piscina, jogos de praia, esportes náuticos como caiaque e stand up paddle e espetáculos musicais e teatrais apresentados todas as noites. Isso sem falar no exuberante cenário na qual o resort está inserido, tendo o mar, o rio e natureza como vizinhos. E pra deixar a experiência ainda melhor, o empreendimento é all inclusive e os adultos também podem tirar uma casquinha de toda essa estrutura de lazer do Pratagy Beach.

Fazenda Capoava, Itu – São Paulo

imagem_release_1422858
(Foto: Divulgação)

Pertinho de São Paulo, na bela região de Itu, a histórica Fazenda Capoava surge com opção para pais e mães que desejam aproveitar o clima interiorano para relaxar e se divertir com a criançada. O hotel, inclusive, se destaca por oferecer uma equipe de recreação formada por biólogos, que além de resgatar a essência do brincar com brincadeiras lúdicas típicas de fazenda, como pega-pega, esconde-esconde e tantas outras, criam atividades e gincanas sócio-educativas. O Projeto de Olho nos bicho, aliás, é um bom exemplo disso, pois permite que as crianças alimentem e interajam com algumas espécies do mantedouro de animais silvestres, como Agnaldo, um simpático tucano resgatado e entregue à Fazenda Capoava para cuidados.

Slaviero Essential Praia dos Ingleses, Florianópolis – Santa Catarina

imagem_release_1421741
(Foto: Divulgação)

O  Slaviero Essential Praia dos Ingleses em Florianópolis,oferece mais que uma vista bonita e entretenimento para as crianças. Fica de frente para o mar, tem parquinho, piscina externa climatizada, mas também é amigável com a família, oferecendo em suas suítes cozinha equipada com micro-ondas, pia e geladeira, sendo possível manter a alimentação tão específica dos pequenos na mesma linha do que é oferecido em casa. Além disso, é sustentável. Utiliza aquecimento solar nas piscinas, captação da água da chuva, iluminação de LED nas áreas sociais e jardins com sensor de presença, sistema de tratamento de esgoto e rede coletora, coleta de lixo seletiva, entre outras.

Alter do Chão (Pará), a bordo do barco Belle Amazon

imagem_release_1421694
(Foto: Divulgação)

Com a filosofia de que conhecer a Amazônia deve ir além de descobrir suas belezas naturais, a Turismo Consciente, agência especializada no destino, sugere uma verdadeira imersão cultural na região durante o feriado das crianças. A agência oferece um roteiro de 5 dias a bordo do Belle Amazon (barco estilo iate, com cabines privativas), pela região de Alter do  Chão, navegando pelo Rio Tapajós, na Amazônia Paraense. A aventura inclui atividades, como trilhas, passeios em praias fluviais, canoagem, observação da fauna e flora nativa e vivências culturais em comunidades ribeirinhas.

Atlantis Paradise Island, Bahamas

imagem_release_1422878
(Foto: Divulgação)

Fora do país uma boa sugestão de resort kids-friendly é o faraônico Atlantis Paradise Island, nas Bahmas, que recria a lenda de Atlântida, a cidade perdida. Tal comparação, aliás, não fica restrita à decoração, mas também ao tamanho. O resort ocupa uma área enorme e oferece inúmeros atrativos, como um parque aquático de renome internacional, com sete hiper-brinquedos e onze piscinas. Destaque para a atividade SeaSquirts, que mostra para as crianças como funciona os bastidores da vida marinha, além do hospital de criaturas marinhas, na qual é possível alimentar bebês tubarões e pequenas arraias. No Brasil uma das agências que comercializam pacotes para o empreendimento é a Interpoint Viagens & Turismo.

Shangri La Hotel, Toronto – Canadá

imagem_release_1421703
(Foto: Divulgação)

Na outra ponta da América, em Toronto, Canadá, o imponente Shangri-La Hotel também surge como opção de hotel Kids-Friendly. O empreendimento, aliás, lançou há pouco tempo o High Tea Children, que convida famílias e crianças a desfrutarem de gostosuras, como bolo velvet, mousse de chocolate, macarons decorados com figuras de bichinhos e divertidos monstrinhos, criados pelo Chef Patissier Jolan Thirty. O programa também inclui um livro de colorir personalizado e um brinquedinho de pelúcia para as crianças mais novas, de cortesia para garantir que os pequenos estejam bem ocupados durante o seu tempo no Shangri-La Hotel, Toronto.

Canadá concentra premiadas estações de esqui

Atividades vão muito além da neve, em majestosas paisagens

Está aberta a temporada de esqui no Canadá. As opções incluem ao menos 52 centros de esqui em todo o país, dentre eles o melhor centro da América do Norte – Whistler; Banff – eleita entre os melhores lugares do mundo para 2017 –; e Tremblant, dono do sistema de neve mais sofisticado da América do Norte. Tudo no país número 1 para se visitar, o Canadá.

Com a eleição do Canadá como o melhor país para visitar em 2017, pelo ranking Best in Travel da Lonely Planet, os olhos do mundo voltaram-se para lá. Nesta época do ano – até o começo de abril -, evidentemente, a neve será a grande vedete. São inúmeras as atrações disponíveis, atendendo a todos, desde quem adora atividades outdoor a quem prefere programas relaxantes ou até mesmo os cassinos.

p120011_017rr.jpg
Temporada de esqui está aberta no Canadá. (Foto: Divulgação)

A charmosa Whistler, na província de British Columbia, foi reconhecida pela terceira vez consecutiva pela conceituada revista internacional Ski, como o centro de esqui número 1 da América do Norte. Localizada a apenas duas horas de Vancouver, a vila está na base das montanhas Whistler e Blackcomb, formando a maior área de esqui da América do Norte, com mais de 3,3 mil hectares. Interligando as duas montanhas está a Peak 2 Peak, apontada mundialmente como a gôndola mais longa e mais alta, com distância de 3.024 metros e 324 metros de altura.

A histórica vila de esqui de Whistler, que completou 50 anos em 2016, também foi palco das Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2010. Talvez por isso, conte com uma extensa lista de atividades de inverno, como esqui cross-country, passeios de snowmobile, snowshoeing, bobsleigh, tube park, hockey tour, skeleton, Heli-esqui, patinação ao ar livre e muito mais. Há ainda as atrações de lazer e culturais como o Centro de Cultura Squamish, a cervejaria artesanal Whistler Brewery, tratamentos relaxantes no Spa Escandinavo, atividades indoor para a família, festivais e uma ótima gastronomia.

Partindo para a província de Alberta, as belas montanhas rochosas canadenses também reúnem ótimas atrações de inverno, como as estações de esquipróximas à cidade de Banff, nomeada pela revista National Geographic Traveler para a lista ‘Melhores do Mundo 2017’. Outra opção atraente é patinação ao redor de esculturas de gelo, no icônico Lake Louise. Dogsleding, snowshoeing, passeio de trenó, ski cross country, uma visita às cataratas congeladas deJohnston Canyon, um mergulho ao ar livre nas Banff Hot Springs e a alta gastronomia de carnes exóticas dão um toque especial às férias no inverno canadense de Alberta.

A melhor estação da costa leste canadense, de acordo com a revista Ski, Mont-Tremblant, na província de Quebec, é facilmente acessível a partir de Montreal – apenas 90 minutos de carro – ou de avião saindo de Toronto (65 minutos de voo). Ao desembarcar na charmosa vila alpina, os mais de 2,4 milhões de visitantes anuais logo percebem a dimensão e potencialidade de atividades na neve. São cerca de 79 quilômetros nas 96 trilhas para esquiar em quatro montanhas, com altitude máxima de 875 metros. Os 14 teleféricos, incluindo um elevador, transportam atletas e iniciantes por 662 acres de área esquiável. Para famílias e principiantes, aulas com mais de 400 instrutores e trilhas exclusivas. Snowshoeing, dogsledding, patinação no gelo e tubing aumentam ainda mais a diversão. Se o turista é daqueles que preferem diversificar, 30 restaurantes, 50 lojas e boutiques, uma praia, um tennis club, um Aquaclub e até um cassino também podem fazer parte do itinerário.

Em 2017 o Canadá completa 150 anos, uma ótima oportunidade para sair do comum e explorar milhares de atrações do segundo maior país do mundo. Além dos parques nacionais passarem a ter entrada gratuita e as cidades centenas de festividades, o dólar canadense está em média R$ 2,70.

​Conheça um Canadá que você nunca viu

O Canadá é um dos destinos mais requisitados para quem quer aprender inglês ou curtir o inverno. Mas este país da América do Norte esconde grandes aventuras e paraísos pouco noticiados. A Costa Brava Viagens e Eventos, junto com a Signature, preparou dicas para você explorar o lado exótico canadense, seja andando de caiaque para observar ursos polares ou petiscando e bebericando com Aurora Boreal de fundo.

Em Quebec, durma em um Hotel de Gelo

Em Quebec, durante os meses de dezembro a abril, durante o inverno, a parada obrigatória é o Hotel de Gelo. Inteiramente construído de gelo, os visitantes podem conhecer ou se hospedar no local e viver intensamente o inverno. Para os esportistas, a cidade conta também com um parque de diversões de inverno, onde mais de 42 tobogãs, pistas de neve e muitas emoções aguardam os visitantes, o Valcartier.

O frio também oferece uma paisagem única. De Quebec você pode ir até Niágara Falls. Em algumas datas as Cataratas do Niágara ficam congeladas. O sol transforma o local em um espetáculo fantástico pelos reflexos produzidos no gelo.

Trem da Neve pelas Montanhas Rochosas

rocky-mountains-1440081_baixa

Um tour que não pode ficar de fora do seu passeio é ir até as Montanhas Rochosas. Você pode embarcar no trem, estilo anos 50, chamado Via Rail. Ele vai de Vancouver até Jasper em uma viagem com paisagens deslumbrantes do começo ao fim e em vagões confortáveis com vista panorâmica. Chegando em Jasper, você pode caminhar na base do cânion por sobre o gelo e observar as paredes de gelo além das belezas dos mais de 10.000 anos de erosão. Saindo de Jasper, a melhor pedida é trafegar pela Icefield Parkway, uma das mais belas estradas do mundo, até Lake Louise passando por picos cobertos de neve, cachoeiras congeladas e vales graciosos. Ao final da tarde aconselhamos um passeio de carruagem às margens do Lake Louise.

Trenó de Cachorros e Pesca no Gelo

Você já viu muitas vezes em filmes cachorros puxando trenós, mas é no Canadá que você poderá vivenciar esta experiência na prática. Conhecido como Dogsledding, o esporte é bastante difundido no país e pode ser feito em cidades como Vancouver, Toronto, Niágara, Ottawa, Quebec ou Montreal.

Outra experiência é o Ice Fishing. No rigoroso inverno local, você irá se deparar com diversos lagos congelados por todo o país. Patinar neles é uma dica radical, mas para aqueles que gostam de uma atividade mais tranquila é a hora de uma boa pesca no gelo. A cidade de Lake Simcoe, pertinho de Toronto, é considerada a capital de ice fishing do Canadá.

Espetáculo da Aurora Boreal

c120022_062rr_baixa

Existe mesmo. O fenômeno acontece nas regiões mais frias do mundo, normalmente no fim da tarde e começo da noite. É possível ver no céu luzes coloridas e brilhantes, geralmente avermelhadas e esverdeadas, dançando e formando um espetáculo único.

Em Winterhorse, uma linda cidade formada pela corrida do ouro, você pode desfrutar da Aurora Boreal acompanhado de um belo petisco com bebidas e comidas locais.

Este evento mágico da natureza pode ser apreciado no Canadá desde setembro até março, sendo que nas escuras noites de inverno costumam aparecer com mais intensidade.

Ursos bem perto

c070017_05rr_baixa

Mas se você é ainda mais aventureiro, a pedida é desvendar a parte selvagem do Canadá. O país conta com sete espécies de ursos, entre eles os famosos ursos polares. Em Columbia Britânica, Nunavut e Ontario, por exemplo, você pode chegar bem perto deles para observar e fotografar estes ferozes animais em seu habitat natural.

Para quem não se contentar e quiser ainda mais adrenalina, é possível alugar e passear de caiaques pelos rios onde, nas suas margens, os ursos se alimentam e caminham tranquilamente. Não há nenhum outro lugar para se ver de tão perto esses gigantes da natureza.

Canadá é sinônimo de esportes de inverno

Não tem como pensar no Canadá e não falar em esquiar. Dentre as principais estações de esqui do Canadá, destacamos Whistler, a maior e melhor da América do Norte, segundo os especialistas no assunto. Alguns motivos fazem dela o local ideal para sua viagem: a vila toda desenhada para pedestres facilita o acesso às pistas, bares e restaurantes, não sendo necessárias grandes caminhadas em nenhum momento; as mais de 200 pistas de esqui e snowboard que contemplam todos os níveis de profissionais e amadores no esporte; as temperaturas amenas, já que fica quase no nível do mar; e a grande oferta de restaurantes e atividades para os dias de descanso.

No Canadá, além de esquiar convencionalmente, você pode também curtir em alta velocidade um jetski de neve, conhecido como Snowmoblie. Somente em Ontario, você pode curtir mais de 33 mil quilômetros de trilhas específicas para a adrenalina do Snowmobile.

Piscinas e descanso até no frio

Para aqueles que preferem um pouco menos de aventura e mais tranquilidade, a pedida é o Nordik Spa, localizado em Ottawa. Este é o maior Spa da América do Norte e conta com piscinas ao ar livre, saunas, piscinas infinitas, restaurantes, além de espaços para banhos e massagens. Mesmo no inverno é possível desfrutar deste pequeno paraíso das águas, já que as piscinas são aquecidas. Você também pode se hospedar por lá em uma das cabanas situadas dentro da floresta. Uma experiência única para quem busca o frio relaxante, ao invés dos esportes radicais do gelo.