Arquivo da tag: Capitão América: Guerra Civil

Cinema é “coisa de criança”?

O top 5 de bilheterias mundiais tem três desenhos e dois filmes de super-heróis. Seria o adulto a nova criança?

Por Marcelo Forlani*

Faltam apenas algumas semanas para fechar o ano, no entanto, já é possível perceber alguns dos resultados das melhores bilheterias mundiais. E 2016 foi o ano perfeito para intrigar não só os poderosos da indústria cinematográfica, mas também a todos consumidores de conteúdo audiovisual.

Vários dos lançamentos que vinham cheios de expectativas não conseguiram cumprir suas promessas e fecharam abaixo do esperado. Foram maus resultados não só no número de pessoas que foram aos cinemas ver os filmes, como também da decepção do público, que não gostou tanto do que viu, como é o caso de Esquadrão Suicida, que apesar de bons resultados no Brasil, não surpreendeu uma boa parte dos espectadores mundo afora e foi taxado como mediano pela maioria dos críticos.

O mais curioso é que o top 5 é encabeçado por quatro produções da Walt Disney, sendo três delas animações, e nos leva a questionar: os filmes voltados à família são a coisa que mais atraem as pessoas ao cinema hoje em dia, deixando os adultos sem filhos em casa consumindo filmes e séries por streaming?

Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. (Foto: Divulgação)
Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. (Foto: Divulgação)

O número 1 do mundo até o momento é Capitão América: Guerra Civil, que já arrecadou até agora US$ 1.153.300.000. Não por acaso, o filme de Anthony e Joe Russo lidera também o ranking de estreias no Brasil com R$ 143 milhões arrecadados nos nossos cinemas.

A grande surpresa deste ano é Zootopia, que também bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias globais, apesar de um desempenho apenas bom nos Estados Unidos, onde aparece em sexto lugar. No Brasil o desempenho do filme chama ainda menos atenção e sequer figura entre as dez maiores estreias do ano. O resultado surpreende a todos, pois a animação não era nenhuma grande aposta dos criadores, como foi Frozen em 2013, por exemplo.

Zootopia bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias. (Foto: Divulgação)
Zootopia bateu a marca de 1 bilhão de dólares arrecadados nas bilheterias. (Foto: Divulgação)

A medalha de bronze das bilheterias mundiais está nas barbatanas de Procurando Dory, que também ultrapassou a marca do bilhão e aparece como o número 1 nos Estados Unidos, com 485 milhões de dólares arrecadados até agora. No Brasil, as aventuras marinhas da Pixar aparecem em quinto lugar até agora, com 113 milhões de reais arrecadados.

Outro filme que está muito bem nas bilheterias globais mesmo sem ter chamado atenção do público brasileiro é Mogli – O Menino Lobo. O longa que mistura computação gráfica com cenas reais é o quarto mais rentável nos Estados Unidos e no mundo e também não figura no top10 brasileiro. O sucesso é tão grande que a Disney já promete para breve adaptações nos mesmos moldes para outros clássicos animados, como A Bela e A Fera,Dumbo, Mulan e Branca de Neve.

Mogli foi a surpresa na lista. (Foto: Divulgação)
Mogli foi a surpresa na lista. (Foto: Divulgação)

Quem também aparece nesse top five global é Batman vs. Superman que garantiu aos produtores US$ 873.300.000. E neste caso, o resultado do Brasil ajudou. Os 132 milhões de reais arrecadados nas bilheterias locais colocam o longa-metragem dos maiores heróis da DC Comics como o segundo filme mais visto por aqui, atrás apenas do filme do Capitão América.

Heróis ou animações? Qual será a aposta para os próximos anos? Será que criações para as famílias continuarão na liderança dessa disputa ou algo novo pode virar esse jogo?

* Marcelo Forlani é diretor de marketing do Omelete Group, maior conglomerado dedicado aos fãs de cultura pop do Brasil que atinge mensalmente mais de 9 milhões de pessoas ávidas por novidades de cinema, séries de TV, games, música e histórias e quadrinhos com textos, vídeos e posts nas redes sociais.

Marvel lança Capitão América: Guerra Civil em DVD e Blu-ray 3D™

Fãs conferem cenas estendidas, erros de gravação e um especial sobre DOUTOR ESTRANHO

Marvel lança Bluray de "Capitão América - Guerra Civil". (Foto: Divulgação)
Marvel lança Bluray de “Capitão América – Guerra Civil”. (Foto: Divulgação)

O sucesso de bilheteria da Walt Disney Studios e Marvel Studios Capitão América: Guerra Civil (Capitain America: Civil War, USA, 2016), que arrecadou na estreia cerca de 179 milhões de dólares e mais de 1 bilhão de dólares em todo o mundo na bilheteria mundial, chega às lojas no dia 14 de setembro, em DVD, Blu-ray™ e Blu-ray 3D™. O Blu-ray™ conta com cenas estendidas, erros de gravação e bônus com os bastidores das batalhas de personagens icônicos da série. Confira abaixo detalhes sobre cada bônus.

Com direção de Anthony e Joe Russo e roteiro de Christopher Markus e Stephen McFeely, Capitão América: Guerra Civil começa onde Vingadores: Era de Ultron parou, com Steve Rogers (Chris Evans) liderando a nova equipe dos Vingadores, que unem esforços para proteger a humanidade. Porém, um incidente internacional envolvendo os Vingadores resulta em mortes de inocentes e há pressão política para responsabilizar a equipe. Instala-se um sistema de responsabilidade e um conselho governamental que determina quando solicitar os serviços dos Vingadores. O novo status fragmenta o grupo. Mas, mesmo assim, eles continuam na missão de defender o mundo de um novo e nefasto vilão.

Junto com Steve Rogers (Chris Evans) e Tony Stark (Robert Downey Jr.), o clã de super-heróis inclui: Natasha Romanoff “Viúva-Negra” (Scarlett Johansson), Bucky Barnes “Soldado Invernal” (Sebastian Stan), Sam Wilson “Falcão” (Anthony Mackie), Coronel James Rhodes “Máquina de Combate” (Don Cheadle), Clint Barton “Gavião Arqueiro” (Jeremy Renner), Visão (Paul Bettany) e Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), contam com o novo recruta Scott Lang, também conhecido como Homem-Formiga (Paul Rudd). No grupo dos heróis, juntam-se duas novas forças ao Universo Cinematográfico Marvel: T’Challa “Pantera Negra” (Chadwick Boseman) e Peter Parker “Homem-Aranha” (Tom Holland).

Os bônus incluem: um panorama da evolução dos personagens principais Steve Rogers e Tony Stark, cenas estendidas, bastidores do filme e erros de gravação hilários.

Além disso, o público pode conferir informações sobre a nova produção da Marvel, Doutor Estranho, estrelado por Benedict Cumberbatch (O Jogo Da Imitação, 2015), que chega aos cinemas em 03 de novembro de 2016.

Capitão América: Guerra Civil” inicia fase 3 da Marvel nos cinemas em grande estilo

Por Gabriela Zaniratto e Rodrigo Bocatti

Quando o arco de “Guerra Civil” foi anunciado alguns fãs ficaram ressabiados em a Marvel levar aos cinemas uma das maiores sagas dos quadrinhos, onde reúne praticamente todos os heróis da Casa das Ideias, porém o tempo foi passando e detalhes da trama foram sendo revelados e o público percebeu que não seria uma adaptação e sim um arco dentro do universo cinematográfico da Marvel (UCM). Claro que dentro do longa tivemos algumas referências as HQs, a principal uma cena em que o Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) lança seus raios no e o Capitão América (Chris Evans) os bloqueia com o escudo.

Os irmãos Russo levaram as telonas um filme (na minha opinião o melhor filme da Marvel até o momento) em que eles trazem toda a atmosferas de todo passado dos heróis. O confronto ideológico vem sendo construído desde “Vingadores” (2012) e “Vingadores – Era de Ultron” (2015), e o ataque que acontece no começo do filme, onde a equipe do Capitão – Falcão (Anthony Mackie), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Feiticeira Escarlete (Elizabeth Olsen) impedem o Ossos Cruzados (Frank Grillo) e sua gangue, o que acaba causando um incidente e matando alguns habitantes de Wakanda, que estavam na Nigéria realizando pesquisas. Porém como era um longa mais focado no Sentinela da Liberdade os acontecimentos de “Capitão América – Soldado Invernal” (2014) também contribuíram para a construção da trama do longa.

"Capitão América: Guerra Civil" leva ao cinemas um dos melhores arcos dos quadrinhos. (Foto: Divulgação)
“Capitão América: Guerra Civil” leva ao cinemas um dos melhores arcos dos quadrinhos. (Foto: Divulgação)

Os atores estão claramente mais à vontade em seus papéis. O Falcão e sua roupagem está sensacional e suas cenas de ação são muito bem coreografadas e ele mostra toda sua versatilidade com a armadura. A Feiticeira Escarlete é outra que elevou o potencial de seus poderes. O Pantera Negra (Chadwick Boseman) é bem construído e suas motivações são muito claras e é o melhor personagem. Apesar do filme se tratar de um tema sério os risos ficam a cargo do Homem-Formiga (Paul Rudd) e Homem-Aranha (Tom Holland), que tem cenas curtas, mas bem produzidas e com humor na medida certa.

O arco de toda construção da razão por trás do conflito de “Capitão América: Guerra Civil” e as motivações de cada herói de escolher um lado é bem explicado no início da trama. O motivo, como todos sabem, é o tradado de Sokovia que colocaria as Organizações das Nações Unidas como o organização controladora por trás dos Vingadores, mas no dia da reunião um atentado contra o prédio da ONU acontece e o principal suspeito é Bucky Barnes/Soldado Invernal (Sebastian Stan), que foge ao perceber que está sendo cassado. E o Capitão América, amigo pessoal do acusado, acredita em sua inocência e também entra no radar das autoridades e heróis que aderiram ao tratado, Viúva Negra (Scarlett Johansson), Máquina de Combate (Don Cheadle), Visão (Paul Bettany) e Homem de Ferro.

Cena clássica dos quadrinhos foi reproduzida no cinema. (Foto: Divulgação/© Marvel 2016)
Cena clássica dos quadrinhos foi reproduzida no cinema. (Foto: Divulgação/© Marvel 2016)

Em uma cena de perseguição (mostrada nos trailers) em que o Soldado Invernal é perseguido pelo Pantera Negra, Capitão América e Falcão, onde os “foras da lei” são presos pelo governo e é no decorrer da cena que conhecemos o Zemo (Daniel Brühl), não irei chamar de Barão pois no filme ele não mostra toda importância dele nos quadrinhos, mas pode vir a evoluir nos próximos longas.

Ao longo da história vamos vendo as lutas se desenrolando e temos uma surpresa no filme. E vemos as motivações para a batalha são cada vez mais claras, até chegar no aeroporto, onde os confrontos são bem coreografados e intensos. No arco final temos algumas reviravoltas que são importantes para o entender da trama.

No final temos um leve deslumbre de uma das nações mais importantes dos quadrinhos e dá a entender que ali ficará o QG da equipe do Capitão América, já que o rei T’Challa dá abrigo depois de se desculpar e prender o verdadeiro culpado pelo atentado a seu povo. Agora resta saber se no filme do Pantera Negra veremos o que sobrou dos Novos Vingadores ou se os veremos apenas quando Thanos anunciar sua chegada a terra.

Guerra Civil – Homem-Aranha aparece em novo vídeo do filme!

Por Legião dos Heróis

Em uma decisão surpreendente, a Marvel liberou um novo comercial de Capitão América: Guerra Civil onde podemos ver mais uma nova cena do Homem-Aranha!

“Você tem um braço de metal?” Pergunta o Homem-Aranha(Tom Holland) ao Soldado Invernal após segurar um soco do braço biônico dele. “Isso é incrível, cara!”.

Em Guerra Civil, veremos Steve Rogers liderando uma nova equipe de Vingadores enquanto eles tentam proteger a humanidade. Após outro incidente internacional envolvendo os Vingadores causa danos colaterais, pressão política insiste em criar um sistema de controle para que o governo decida quando utilizar a equipe. A nova situação fratura os Vingadores enquanto eles tentam proteger o mundo de um novo e maléfico vilão.

Capitão América: Guerra Civil estreia nesta quinta-feira, 28 de Abril de 2016!

Capitão América e Homem de Ferro estão no time da Brinquedos Bandeirante

Heróis da Marvel trazem alegria e aventura para a garotada nos lançamentos da linha de roda e pedal

Brinquedos Bandeirantes lança linha inspirada em "Capitão América: Guerra Civil". (Foto: Divulgação)
Brinquedos Bandeirantes lança linha inspirada em “Capitão América: Guerra Civil”. (Foto: Divulgação)

Capitão América e Homem de Ferro voltam este mês aos cinemas na produção Capitão América: Guerra Civil. Na nova aventura da Marvel, o desejo de proteger a humanidade entra em conflito com as forças que buscam garantir a paz com o controle do Governo.
Além de protagonizarem o filme, o Capitão América e o Homem de Ferro também estão na linha da Brinquedos Bandeirante. Os heróis personalizam triciclos, patinetes, bicicletas e mini moto elétrica É um convite à diversão com muita ação e movimento.

Guerra Civil – Paul Bettany fala sobre a evolução do Visão no filme!

Por Legião dos Heróis

Durante uma entrevista no tapete vermelho da première mundial de Capitão América: Guerra Civil, Paul Bettany falou sobre o Visão e a jornada do personagem durante o filme.

Em Era de Ultron, você pode me ver nascendo na tela, o que eu não acho que vá acontecer novamente”, disse Bettany. “Ele era onipotente, mas também era ingênuo e estava aprendendo as coisas de uma forma extraordinária”.

Paul Bettany fala sobre o Visão em "Capitão América: Guerra Civil". (Foto: Divulgação)
Paul Bettany fala sobre o Visão em “Capitão América: Guerra Civil”. (Foto: DivulgaçãoL

Quando você encontra-lo em Capitão América: Guerra Civil, ele está tentando descobrir o que é bom na humanidade, o que é amor e o que é lealdade. Nós estamos em um momento onde lealdade é necessária e lógica não se iguala à lealdade. É muito importante para ele aprender o que o amor é”.

Bettany também disse que abordou o Visão de uma forma diferente em Guerra Civil. “Tem todo um ar de pessoa sintética do Cary Grant que eu estou tentando alcançar nesse filme”. Mas os atores da era de ouro Hollywoodiana não são suas únicas inspirações. “Talvez seja apenas eu porque eu sou britânico e não cresci com quadrinhos, mas eles me mandam várias revistas todas as vezes que eu começou um trabalho, e elas são muito úteis”.

Visto as cenas do personagem de suéter no filme, será que Bettany está se inspirando na série aclamada de Tom King para o Visão?

Agentes da S.H.I.E.L.D. – Final da temporada terá duas horas e ligação com Guerra Civil!

Por Legião dos Heróis

A ABC e a Marvel divulgaram as sinopses e detalhes dos três últimos episódios da terceira temporada de Agents Of S.H.I.E.L.D. que terá ligações com Capitão América: Guerra Civil!

Último episódio de "Agents Of Shield" terá ligação direta com "Capitão América: Guerra Civil". (Foto: Divulgação)
Último episódio de “Agents Of Shield” terá ligação com “Capitão América: Guerra Civil”. (Foto: Divulgação)

O episódio “Emancipation” irá ao ar em 10 de maio e é descrito como “Após os eventos de Capitão América: Guerra Civil, a S.H.I.E.L.D. é pressionada a revelar o seu envolvimento com os Inumanos. Ainda, com as apostas mais altas que nunca e o Hive ficando cada vez mais forte, o time é testado em  maneiras nunca imaginadas”.

A season finale de 2 horas, marcada para 17 de Maio, foi descrita como, “É o confronto da temporada, com a S.H.I.E.L.D. indo contra o Hive. Com o grande plano de Hive finalmente revelado, o time precisa entrar em ação. Quem vai viver e quem vai morrer?“.

PRÉ-VENDA DE CAPITÃO AMÉRICA – GUERRA CIVIL TEM INÍCIO NESTA SEMANA

Site especial também será a plataforma para acompanhar
qual time está ganhando nas redes sociais

Os fãs do filme mais aguardado do ano, ‘CAPITÃO AMÉRICA – GUERRA CIVIL’, terão uma grande surpresa nesta semana.  Os ingressos para a maior batalha de heróis da história, que irá estrear em cinemas brasileiros no dia 28 de abril, podem ser adquiridos previamente no site www.escolhaoseulado.com.br.

Inicia-se a pré-venda de "Capitão América: Guerra Civil". (Foto: Divulgação)
Inicia-se a pré-venda de “Capitão América: Guerra Civil”. (Foto: Divulgação)

Na plataforma, os usuários poderão escolher o time preferido – #TimeCapitaoAmerica ou #TimeHomemDeFerro – e ver qual dos dois heróis está levando a melhor nas redes sociais. Também é possível assistir ao trailer que já foi visto mais de 29 milhões de vezes pelo público brasileiro – cerca de 6 milhões de visualizações no YouTube e 23,5 milhões no Facebook. Para efeito de comparação, os três trailers de Vingadores – Era de Ultron, tiveram juntos cerca de 17 milhões de visualizações.