Arquivo da tag: Caribe

Catarina Mello indica melhores destinos pós-carnaval

Brasileira, vivendo na Califórnia, criadora de conteúdo já visitou mais de 40 países

O carnaval chegou ao fim, mas há quem comece a curtir um bom descanso agora. Isto porque é o início da baixa temporada em muitos destinos e o preço de passagens e hospedagem tende a diminuir. A criadora de conteúdo e viajante profissional, Catarina Mello, já visitou mais de 40 países e leva na bagagem uma ampla experiência sobre como economizar sem deixar de curtir.

Catarina Mello sugere destinos pós-carnaval. (Foto: Reprodução)

Catarina explica que primavera e outono, geralmente são considerados “shoulder season”, que são as estações de transição entre alta e baixa temporada. Nessas épocas as temperaturas costumam estar amenas, nem muito quente, nem muito frio. “Os preços caem e os lugares ficam menos lotados. Para mim é a melhor época pra viajar, principalmente se o destino é a Europa!”, diz.

E para quem sonha em conhecer as águas cristalinas do Caribe, esta também é uma ótima oportunidade. “As temperaturas ainda estão muito boas, não chove e a temporada dos furacões ainda não começou. Março pode ser cheio e caro em alguns destinos como o México por causa do “Spring Break” (a semana em que as escolas e universidades americanas dão folga para seus alunos”, mas abril e maio são perfeitos!”, conta a dona dos perfis no Instagram @professionaltraveler e @viajecomcatarina.

Catarina também lembra que, além dos fatores lotação, clima e preço, a primavera e o outono também são ótimas estações para viajar para lugares com climas temperados e ter a experiência de ver as estações mais definidas. “Se você gosta de flores, por exemplo, destinos incríveis para viajar nessa época são Holanda (para ver os campos de Tulipas), Japão (para ver as cerejeiras floridas), Washington DC nos EUA (cerejeiras), Los Angeles (dezenas de campos de flores na região sul da Califórnia). Vale notar que nesses lugares por causa das florações, os preços podem estar mais altos.”.

Já para quem quer ver as cores do outono, ela recomenda a Nova Zelândia. “É um dos melhores destinos no hemisfério sul. E para quem quer ficar no Brasil, o pós carnaval é uma ótima época para visitar as cataratas do Iguaçu, que estará cheia por conta as chuvas. No Nordeste, melhor apostar na Bahia, principalmente no sul da Bahia, região que menos chove nessa época”, indica.

As 10 praias para conhecer em sua próxima visita à República Dominicana

O destino conta com praias ideais para relaxar embaixo de um coqueiro, nadar em águas quentes e cristalinas ou praticar as mais variadas atividades aquáticas

Os mais de 1.500 quilômetros de costas da República Dominicana oferecem uma ampla variedade de praias para satisfazer todos os gostos. Seja para relaxar ou praticar esportes aquáticos, para desfrutar do ambiente de festa ou se distanciar um pouco do mundo, com águas tranquilas ou cheias de movimento, as razões para fazer da República Dominicana o próximo destino de férias na praia se encontram a cada esquina.

“As praias que banham as costas estão entre os atrativos turísticos por excelência e os mais característicos da inigualável oferta como destino”, afirma Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério de Turismo da República Dominicana (MITUR). “Se destacam por possuir características que se ressaltam dependendo do interesse do visitante: com ondas perfeitas para o surfe, corais charmosos para o snorkel, areias brancas e águas cristalinas para relaxar; a constante é que opções e variedade sempre haverão em abundância”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aqui, há uma lista de 10 praias para considerar e desfrutar na próxima visita ao país:

1.Bahía de las Águilas, Pedernales: Esta praia de mais de cinco quilômetros de extensão é conhecida como a mais bela da República Dominicana. Protegida como parte do Parque Nacional Jaragua, possui areia branca e águas cristalinas de uma intensa cor turquesa, rodeadas por rochas gigantes, convertendo a paisagem em um impressionante pedaço de paraíso. O ideal é se desconectar já que não há lojas ou restaurantes, e é possível se locomover em todo o terreno por veículo ou por bote desde a orla de Cabo Rojo. Nessa Bahía se encontram alguns dos recifes mais conservados do país e o maior número de tartarugas-de-bico-de-falcão no Caribe, o que a transforma no destino perfeito para o mergulho e o snorkel.

2. Ilha Cayo Levantado, Samaná: Todos os dias partem de Samaná pequenos botes-táxi que levam os visitantes a esta pequena ilha caracterizada por sua brilhante areia branca, águas cristalinas e bonitos arrecifes de corais. É uma excelente excursão para passar o dia nadando, tomando banho de sol, navegando de caiaque ou fazendo stand-up paddle. Há um pitoresco lugar para praticar pesca durante o dia e um exclusivo hotel que oferece as comodidades para quem quer pernoitar um dia ou mais.

3. Praia Bávaro, Punta Cana: Considerada uma das 10 melhores praias do mundo pelos viajantes do TripAdvisor, essa praia é uma das mais buscadas de todos os tempos, com quilômetros de areia branca suave para fazer caminhadas, e águas tranquilas em tons azulados e turquesa que convidam a realizar atividades aquáticas e de praia com o parasailing. Se trata da zona mais desenvolvida de Punta Cana, com uma amplíssima oferta de complexos hoteleiros e resortes, além de inúmeros serviços turísticos e atividades recreativas.

4. Praia Salinas, Baní: A apenas uma hora de carro da capital, Santo Domingo, se encontra a outra jóia da região sul. De águas azul marinho, pequenas ondas e um vento acentuado, esta praia é perfeita para os que preferem águas um pouco mais calmas ou para os praticantes de kitesurfe. Mas o grande complemento é o entorno: a apenas dez minutos do mar, é possível encontrar uma paisagem surpreendente de dunas de areia que se elevam a até 35 metros e que que, em poucos instantes, levam o turista do Caribe até o deserto. São as Dunas de Baní, uma zona protegida localizada na vila de Las Calderas. Além disso, antes de chegar ao coração da vila, um bom passeio é visitar as famosas salinas de Baní e descobrir como é fabricado o sal marinho.

5. Praia Frontón, Samaná: Acessível de barco desde Las Galeras ou por uma trilha a pé bem mais longa, esta praia localizada no extremo da península de Samaná, na costa nordeste do país, é uma parada popular para os turistas pela paisagem espetacular. Brilhante e fina areia branca se encontra no pé de um penhasco rochoso de aproximadamente 90 metros com uma costa repleta de coqueiros verdes e águas turquesas que abrigam lindos corais, ouriços e cavernas submarinas, ideal para praticar snorkel e mergulho. Essa imponente paisagem foi cenário da série internacional “Survivor”.

6. Juan Dolio, Santo Domingo: A menos de uma hora de Santo Domingo, esta praia é muito concorrida pelos dominicanos mas também por turistas devido a oferta de complexos e estabelecimentos turísticos a uma curta distância da cidade capital. A praia se estende ao longo da rodovia principal Juan Dolio, e conta tanto com águas quentes e tranquilas quanto com ondas. Além disso, Juan Dolio fica a poucos quilômetros de La Caleta, outra espetacular praia famosa para quem quer desfrutar de um peixe frito recém-feito ou quem quer se aventurar a mergulhar no Parque Nacional Submarino, um dos primeiros da região, conhecido por múltiplos naufrágios e apto para mergulhos de todos os níveis.

7. Praia Sosúa, Puerto Plata: Esta enorme praia de ondas suaves, areia dourada e formato de medialuna, é um clássico da costa norte de República Dominicana para locais e visitantes, e um dos destinos favoritos entre os amantes do mergulho e do snorkel, já que oferece fácil acesso a uma ampla gama de pontos de imersão desde a margem. É uma das praias mais animadas de Puerto Plata, pois conta com um trecho repleto de bares, restaurantes, e lojas locais e internacionais.

8. Praia Buen Hombre, Montecristi: Localizada em uma vila de pescadores e distante das rotas mais habituais, esta praia é ideal para praticar kitesurf devido à areia branca e à escola de kite, onde os instrutores ensinam a domar as ondas intensas da costa do Atlântico. Há muitos lugares com sombra, assim como restaurantes casuais de mariscos e bares. Pelas múltiplas correntes e quedas repentinas, é apenas recomendado que nadadores experientes se aventurem nestas águas.

9. Cayo Arena, Puerto Plata: A 25 minutos de lancha de Punta Rucia, na costa norte, no meio do oceano azul brilhante, se encontra esta ilhota arenosa conhecida como Cayo Paraíso. Com uma paisagem árida e areia branca fina, o maior atrativo são as águas turquesas de pouca profundidade e extrema transparência que abrigam maravilhosos arrecifes de corais que são visíveis até para quem coloca apenas um pé na água. Ideal para fazer uma excursão de um dia.

10. Praia Bahoruco, Barahona: Caracterizada pelo manto de pedrinhas brancas que cobrem a margem, esta pequena praia da região sul do país é muito popular entre os surfistas pelas grandes ondas, e atrai fotógrafos aficcionados pela estupenda vista panorâmica. Barahona é o destino perfeito para os amantes da natureza, pois combina praias espetaculares, áreas naturais protegidas, cenotes (lagoas circulares de água doce), mananciais, rios e lagos.

República Dominicana: todas as experiências ao alcance da mão

No país, turistas podem desfrutar das mais variadas paisagens, opções de aventura e esportes, locais históricos e atrações exclusivas localizadas a uma curta distância

Muitos destinos no mundo têm uma oferta turística ampla e atraente. A República Dominicana tem isso e muito mais: em um único dia, os visitantes podem ir de um mergulho em uma praia dos sonhos a uma partida de golfe em campos renomados ou deslumbrar a arquitetura majestosa da era colonial.

“A República Dominicana é repleta de paisagens, recantos e atrações emblemáticas em todas as cidades e províncias”, afirma Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana (MITUR). “O belo território oferece aos visitantes a vantagem adicional de poder viver, durante a estada, as mais variadas experiências graças à conectividade de não mais que três horas entre os destinos internos.”

Boca Chica_2.jpg
República Dominicana tem uma bela paisagem. (Foto: Divulgação)

Santo Domingo é a cidade primata da América; portanto, o centro histórico – a Cidade Colonial – tem o privilégio de ser um Patrimônio da Humanidade declarado pela UNESCO e um dos locais imperdíveis. A rua El Conde, primeira rua comercial do Novo Mundo, continua a ser a área comercial apenas para pedestres mais popular. Ao longo de 10 quarteirões, esta rua de paralelepípedos é cheia de restaurantes, cafés, lojas de souvenirs e artes de rua. Os edifícios Fortaleza de Ozama (arquitetura medieval) e o Alcázar de Colón (majoritariamente no estilo gótico, com algumas características renascentistas, como arcadas e borlas do estilo elisabetano) são dois dos mais emblemáticos construídos pelos espanhóis durante o século XVI.

Os arredores de Santo Domingo são igualmente agradáveis. A menos de uma hora da capital, a cidade litorânea de Juan Dolio oferece um refúgio tropical e descontraído, ideal para combinar praias de areia branca e contato com os habitantes locais, pois é um dos destinos favoritos dos dominicanos. Em Boca Chica, o Parque Nacional Submarino La Caleta, com múltiplos naufrágios e vida marinha abundante, é excelente para mergulho, tanto para níveis de iniciante a avançado. A profundidade vai de seis a 180 metros.

Arquitetura e cultura são duas marcas registradas de Puerto Plata, no norte do país. A cidade de San Felipe, capital da província, cativa os visitantes com belas casas e prédios vitorianos, com cores pastéis e varandas de madeira. A antiga fortaleza de San Felipe foi construída no século XVI pelos espanhóis para proteger a cidade de piratas e outros intrusos. Perto dali, a cidade e praia de Cabarete é a meca dos destinos aquáticos, sendo o único destino que apresenta as condições perfeitas para fazer, num só local, quatro tipos de esporte: surf, kitesurf, windsurf e stand up paddle (SUP).

Ao sudoeste da República Dominicana, a estrada que inclui as províncias de Pedernales e Barahona chama atenção pela beleza contrastante. De um lado, a exuberante vegetação da floresta tropical da Serra de Bahoruco, caracterizada por montanhas verdes e eretas. Do outro, uma interminável costa do Caribe se desdobra com praias de um azul turquesa intenso, como as da Bahía de las Águilas.

A beleza natural da região surpreende os visitantes que vão conferir a ilusão de ótica do Pólo Magnético, fenômeno pelo qual os carros silenciados rolam “para cima”, ao invés de descer. No coração das montanhas de Bahoruco, um passeio pelas minas de Larimar permite a visão de como uma pedra turquesa semi preciosa, encontrada apenas na República Dominicana e em nenhum outro país do mundo, é extraída.

Samaná oferece uma combinação variada de atrações, gastronomia e hospitalidade. Las Terrenas, anteriormente uma vila de pescadores, é um dos lugares mais visitados pela mistura perfeita de praias paradisíacas e uma cidade cosmopolita, graças à uma rica influência européia. Cocos e gengibre são ingredientes fundamentais na culinária de Samaná; de fato, o prato típico é o “peixe com coco”. Entre os meses de janeiro e março, a principal atração é o avistamento de baleias jubarte, que chegam à península para acasalar. Um espectáculo único da natureza, que pode ser apreciado de perto a bordo de um barco.

Punta Cana, conhecida por belas praias e resorts de luxo, é mais do que isso: um paraíso para os golfistas, com 10 exclusivos campos de design exclusivos, localizados ao longo da costa, e diversão garantida com inúmeros parques temáticos, que combinam atividades recreativas em meio a um cenário natural deslumbrante. Punta Cana pertence à província de Higüey, conhecida por abrigar o local religioso mais emblemático do país, a Basílica de Nossa Senhora de Altagracia. Destacada por um grande arco de bronze e ouro de 69 metros de altura, a Basílica é uma manifestação do pilar que tem a tradição religiosa na cultura dominicana.

Os amantes da vida na natureza encontrarão em Jarabacoa e Constanza ar puro, montanhas, aventura e paisagens impressionantes. Os turistas mais aventureiros que chegam a esta parte única do país, na Cordilheira Central, procuram conquistar o pico mais alto do Caribe: o Pico Duarte, com 3.087 metros de altura. Neste impressionante pico nasce o Yaque del Norte, o rio mais longo da República Dominicana e o melhor para o rafting. Montanhas e numerosos rios convergem nesta área para dar lugar a cachoeiras incríveis, como Baiguate e Jimenoa, ideais para canyoning e rapel. Para comer, nada como os pratos à base de cenouras, beterrabas, batatas, brócolis e morangos cultivados em Constanza.

Para mais informações, visite www.GoDominicanRepublic.com/es.

6 hotéis, resorts e programas Kids-Friendly para viajar com as crianças!

Viajar com crianças não é uma tarefa fácil. Pensar em toda a logística da viagem, então, nem se fala! Haja planejamento. E um dos maiores desafios encontrados pelos papais e mamães de plantão é a escolha do hotel e da programação ideal, já que ambos nem sempre estão aptos para receber e atender as necessidades dos pequenos. Por isso, antes de curtir as férias ou até mesmo as folguinhas ocasionadas pelos feriados, sejam eles prolongados ou não, é muito importante saber se o hotel ou o roteiro em questão é Kids-Friendly.

E para te ajudar no planejamento e evitar as chamadas “férias frustradas”, nós selecionamos aqui 6 hotéis, resorts e programas Kids-friendly ideais para se viajar com as crianças. Confira:

Pratagy Beach All Inclusive Resort – Wyndham, Maceió – Alagoas

DCIM/106MEDIA/DJI_0317.JPG
(Foto: Divulgação)

Para as famílias que gostam de praia, sol e calor, melhor opção não há. Lá, aliás, os pequenos são tratados com muito amor e carinho pela divertida equipe de recreação Peixe Boi, que promove inúmeras atividades de lazer com as crianças, como atividades na quadra poliesportiva, gincanas, brincadeiras no playground e na piscina, jogos de praia, esportes náuticos como caiaque e stand up paddle e espetáculos musicais e teatrais apresentados todas as noites. Isso sem falar no exuberante cenário na qual o resort está inserido, tendo o mar, o rio e natureza como vizinhos. E pra deixar a experiência ainda melhor, o empreendimento é all inclusive e os adultos também podem tirar uma casquinha de toda essa estrutura de lazer do Pratagy Beach.

Fazenda Capoava, Itu – São Paulo

imagem_release_1422858
(Foto: Divulgação)

Pertinho de São Paulo, na bela região de Itu, a histórica Fazenda Capoava surge com opção para pais e mães que desejam aproveitar o clima interiorano para relaxar e se divertir com a criançada. O hotel, inclusive, se destaca por oferecer uma equipe de recreação formada por biólogos, que além de resgatar a essência do brincar com brincadeiras lúdicas típicas de fazenda, como pega-pega, esconde-esconde e tantas outras, criam atividades e gincanas sócio-educativas. O Projeto de Olho nos bicho, aliás, é um bom exemplo disso, pois permite que as crianças alimentem e interajam com algumas espécies do mantedouro de animais silvestres, como Agnaldo, um simpático tucano resgatado e entregue à Fazenda Capoava para cuidados.

Slaviero Essential Praia dos Ingleses, Florianópolis – Santa Catarina

imagem_release_1421741
(Foto: Divulgação)

O  Slaviero Essential Praia dos Ingleses em Florianópolis,oferece mais que uma vista bonita e entretenimento para as crianças. Fica de frente para o mar, tem parquinho, piscina externa climatizada, mas também é amigável com a família, oferecendo em suas suítes cozinha equipada com micro-ondas, pia e geladeira, sendo possível manter a alimentação tão específica dos pequenos na mesma linha do que é oferecido em casa. Além disso, é sustentável. Utiliza aquecimento solar nas piscinas, captação da água da chuva, iluminação de LED nas áreas sociais e jardins com sensor de presença, sistema de tratamento de esgoto e rede coletora, coleta de lixo seletiva, entre outras.

Alter do Chão (Pará), a bordo do barco Belle Amazon

imagem_release_1421694
(Foto: Divulgação)

Com a filosofia de que conhecer a Amazônia deve ir além de descobrir suas belezas naturais, a Turismo Consciente, agência especializada no destino, sugere uma verdadeira imersão cultural na região durante o feriado das crianças. A agência oferece um roteiro de 5 dias a bordo do Belle Amazon (barco estilo iate, com cabines privativas), pela região de Alter do  Chão, navegando pelo Rio Tapajós, na Amazônia Paraense. A aventura inclui atividades, como trilhas, passeios em praias fluviais, canoagem, observação da fauna e flora nativa e vivências culturais em comunidades ribeirinhas.

Atlantis Paradise Island, Bahamas

imagem_release_1422878
(Foto: Divulgação)

Fora do país uma boa sugestão de resort kids-friendly é o faraônico Atlantis Paradise Island, nas Bahmas, que recria a lenda de Atlântida, a cidade perdida. Tal comparação, aliás, não fica restrita à decoração, mas também ao tamanho. O resort ocupa uma área enorme e oferece inúmeros atrativos, como um parque aquático de renome internacional, com sete hiper-brinquedos e onze piscinas. Destaque para a atividade SeaSquirts, que mostra para as crianças como funciona os bastidores da vida marinha, além do hospital de criaturas marinhas, na qual é possível alimentar bebês tubarões e pequenas arraias. No Brasil uma das agências que comercializam pacotes para o empreendimento é a Interpoint Viagens & Turismo.

Shangri La Hotel, Toronto – Canadá

imagem_release_1421703
(Foto: Divulgação)

Na outra ponta da América, em Toronto, Canadá, o imponente Shangri-La Hotel também surge como opção de hotel Kids-Friendly. O empreendimento, aliás, lançou há pouco tempo o High Tea Children, que convida famílias e crianças a desfrutarem de gostosuras, como bolo velvet, mousse de chocolate, macarons decorados com figuras de bichinhos e divertidos monstrinhos, criados pelo Chef Patissier Jolan Thirty. O programa também inclui um livro de colorir personalizado e um brinquedinho de pelúcia para as crianças mais novas, de cortesia para garantir que os pequenos estejam bem ocupados durante o seu tempo no Shangri-La Hotel, Toronto.

Cuba em dose dupla

Agora a Norwegian tem dois navios visitando Cuba, ambos com pernoite em Havana, com tempo  para curtir a cidade intensamente com direito a provar mojitos e daiquiris onde foram inventados

Envolta em muito mistério por mais de 50 anos, Cuba volta a ser  destino desejado por turistas que visitam o Caribe. Por sua história, cultura, música, pela simpatia do povo, pelas belezas naturais e pela magia disso tudo combinado. E também , naturalmente, pelos drinques que exportaram para o mundo. O famoso mojito, no bar La Bodequita del Medio,  e o Daiquiri, no Floridita, celebrizado por Ernest Hemingway.

ViewImage.jpg
Norwegian Cruise Line oferecer roteiro em Cuba. (Foto: Divulgação)

A partir de 4 de setembro, até novembro,  o Norwegian Sky faz viagens para a mais icônica das ilhas do Caribe, sempre partindo de Miami e parando em Havana onde fica por dois dias inteiros.Depois segue para Great Sturrup Cay,  a ilha particular da Norwegian, nas Bahamas,para um dia inteiro de boa vida nesse resort de águas azuis cristalinas e areais brancas , retornando no dia seguinte a Miami. Estes são cruzeiros de quatro dias com sistema open bar, isto é, com todas as bebidas incluída a bordo. Preço  por pessoa: a partir de R$ 1.240,oo mais taxa.

Em maio de 2018 o Norwegian Sun começa sua temporada em Cuba. Serão também roteiros de quatro dias, com saída de Orlando (Cabo Canaveral), uma boa oportunidade para uma esticadinha no Caribe para quem vai aos parques da Flórida. Antes de chegar a Havana, onde também tem pernoite, o Norwegian Sun para em Key West na Flórida, um dos mais charmosos portos da região. Preço por pessoa: a partir de R$ 1.959,oo mais taxas.

Tours para explorar a ilha de Barbados

Barbados é uma ilha de dimensões pequenas, mas repleta de atrações, eventos e festivais, além das belas paisagens. Há várias formas de explorá-la, por exemplo alugando um carro (lembrando que a mão de direção é inglesa) para visitar as praias e o interior, se aventurando em um ônibus local regado a música e diversão ou contratando um tour com uma empresa especializada.

Barbados-Tours-baixa.jpg
Barbados oferece diversas opções de tours. (Foto: Divulgação)

Há várias opções de passeios focados em diferentes interesses e com diversas durações. É possível, por exemplo, conhecer as costas leste e oeste da ilha além de seu interior, passando por locais simbólicos para a história do país, parar para admirar e tirar fotos de vistas incríveis do litoral barbadiano, passar por jardins botânicos e provar uma comida típica bajan em um casarão colonial de mais de 300 anos de existência.

Muitas empresas oferecem tanto tours com itinerários fixos quanto roteiros que podem ser customizados ao gosto do viajante. A empresa Emmanuel Tours, por exemplo, oferece um passeio que combina a caverna Harrison´s Cave, imperdível e localizada no centro da ilha, com a destilaria de rum mais antiga do mundo ainda em funcionamento chamada Mount Gay Rum, incluindo um almoço em um restaurante local.

Outra empresa muito conhecida é a Island Safari que oferece várias opções para explorar diversas áreas de Barbados, como um tour de aventura que prioriza a costa leste da ilha. Os itinerários disponíveis são bem detalhados e o viajante sabe exatamente por quais pontos o carro vai passar e onde haverá paradas para foto e descanso. Há também o safári customizado privativo ideal para famílias e grupos de amigos que querem planejar seu próprio roteiro e incluir os pontos que achem mais interessantes. Além disso, há passeios de barco com paradas para snorkel com tartarugas marinhas e locais de naufrágio.

Já a empresa Glory Tour tem passeios mais específicos, como um tour para quem adora críquete (um dos principais esportes da ilha), na fábrica da principal cerveja de Barbados chamada Banks, em uma fábrica de chocolate chamada Agapey, para quem gosta de natureza ou até mesmo alguns tours teatrais na George Washington House ou durante a noite no distrito histórico de Garrison.

Há várias empresas que oferecem passeios na ilha e o viajante pode escolher muitos itinerários e locais diferentes para conhecer durante a viagem.

Para chegar em Barbados, a companhia aérea Avianca oferece dois voos semanais, às quartas-feiras e aos sábados, com conexão em Bogotá, na Colômbia.

 

Para saber mais sobre o destino, acesse www.visitebarbados.com.

7 atrações imperdíveis para visitar em Cancun

O clube de férias Royal Holiday selecionou atrações para quem quer aproveitar o melhor da cidade em um dos feriados prolongados de 2017

Cancun, localizada em uma península na costa do estado de Quintana Roo, é o destino mais visitado de todo o México. Também é a região preferida dos brasileiros e encanta por suas belas praias azul turquesa e natureza exuberante e bem preservada. É uma ótima opção de destino para quem quer aproveitar um dos feriados prolongados de 2017.

view.jpg

Para facilitar o seu roteiro, a Royal Holiday, clube de férias localizado no México com resorts de primeira classe na região, listou sete atrações imperdíveis para aproveitar ao máximo este destino com tantas maravilhas culturais a serem desvendadas. Confira:

1.       Um passeio na Isla Mujeres: ilha sagrada

A primeira dica de passeio durante uma viagem a Cancun é visitar a pequena Isla Mujeres, localizada a cerca de 6 quilômetros da costa da cidade e que reúne praias tranquilas com águas cristalinas, lojas e restaurantes. Para os Maias, a ilha era considerada sagrada para a deusa da fertilidade Ixchel. Hoje, quem visita o local pode aproveitar um pedaço do paraíso perdido repleto de atividades para todas as idades. Nadar com golfinhos se tornou uma tradição para os visitantes, que também podem aproveitar para praticar snorkel, mergulho, windsurf e outros esportes aquáticos.

2.       História e cultura: Museu Maya e San Miguelito

No coração da zona hoteleira, na altura do KM 16,5 do Boulevard Kukulcán, o Museu Maya é um programa para conhecer mais da história e cultura local. O museu reúne peças e informações do legado deixado na ilha, expondo itens como ferramentas, joias, artefatos de guerra, objetos sagrados dos rituais de sacrifício, cerâmicas delicadamente pintadas, pedras esculpidas e máscaras. Tem um sítio arqueológico paralelo, o San Miguelito local habitado por mais de 800 anos antes da chegada dos espanhóis que tem cerca de 40 construções pré-colombianas, das quais 14 estão abertas à visitação. Na visita, destacam-se a Grande Pirâmide e o complexo de Chaac, onde há vestígios de um palácio com murais em homenagem à divindade Maia da chuva.

3.       Uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo: Chichén Itzá

O Chinchén Itzá é um dos sítios arqueológicos mais visitados do México, eleito em 2007 pelos organizadores da campanha New7Wonders como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo. Localizado no centro da Península de Yucatán, fica a 2h30 de Cancun, mas não deixa de ser um passeio imperdível. Lá você poderá conferir de perto a Pirâmide de Kukulcán, que possui 30 metros de altura, sendo 26 metros de plataformas somadas aos 4 metros do templo que se encontra no topo. Não deixe de visitar também o Templo dos Guerreiros, Observatório, Cenote Sagrado e muitos outros locais que mostram um pequeno pedaço da história da civilização Maia. O Chichén Itzá foi uma das grandes cidades da Mesoamérica e continua a ser, até hoje, um dos mais populares pontos turísticos mexicanos.

4.       Parque Xel-Há

Xel-Há (http://es.xelha.com), na Riviera Maya, é uma das opções de passeio para quem procura diversão e aventura. O parque é um enorme aquário natural, ótimo para quem quer mergulhar, seja com snorkel ou tanque. Outro ponto positivo é o serviço all-inclusive, que fornece durante todo o dia, comida, bebida, toalhas, guarda-volumes e o próprio equipamento de snorkel – ao final das atividades, o canudinho fica com o visitante, uma ótima recordação. A maior atração é o enorme lago, onde é possível, mergulhar de um penhasco, brincar na tirolesa ou tentar atravessar sem cair da corda. Com atividades para todas as idades e gostos, o parque está localizado a 116 quilômetros da zona hoteleira, pouco menos de 2 horas de carro de Cancun. 

5.       Segredo escondido: Museu Subaquático de Arte 

Como preservar barreiras de corais sem afastar os turistas? A resposta surgiu em 2009, com a criação do MUSA (http://musamexico.org), formado por mais de 500 esculturas submersas a cerca de 10 metros de profundidade. Ao invés de proibir o mergulho e gerar um forte impacto negativo na economia local, a criação do museu trouxe mais visitantes à região e ajudou na preservação dos corais. A iniciativa partiu do artista Jason de Caires Taylor, que criou as obras inspiradas em moradores da região, uma aldeia de pescadores a 35 quilômetros de Cancun. Para conhecer o local, basta mergulhar nos arredores da praia de Isla das Mujeres com snorkel ou cilindro, ou, ainda, fazer um passeio em um dos barcos com fundo de vidro.

6.       Paz e tranquilidade na Isla Contoy

Para quem quer fugir da agitação, a Isla Contoy é um ótimo passeio. Relativamente pouco conhecida pelos turistas, fica a aproximadamente 1 hora de Cancun e oferece uma beleza única com águas turquesas, areia branca e vida selvagem ao redor. O mais interessante é que, para quem busca paz e tranquilidade, a ilha é bastante deserta, com exceção do Parque Nacional de Isla Contoy, área protegida que cuida da preservação de espécies ameaçadas de extinção. O acesso à ilha conta com um horário de visitação permitido das 9h às 16h, com um máximo de 200 pessoas por dia.  É indicado seguir todas as orientações dos guias para aproveitar tudo sem preocupações em desobedecer alguma regra. Por exemplo, não é permitido gritar, fumar ou comer fora dos locais apropriados. Fique atento e reserve com antecedência!

7.       Para curtir a noite: Coco Bongo

Para os que querem curtir a noite e se divertir sem ter hora para voltar para o hotel, o Coco Bongo (https://www.cocobongo.com) é uma das casas noturnas mais procuradas de Cancun. Diferente das baladas tradicionais, apresenta shows com apresentações e covers de artistas e bandas famosas, como Guns N’ Roses, Queen, Michael Jackson e Madonna. Entre um show e outro, rola muita animação com direito a chuva de papel picado, bexigas, turistas dançando nos palcos e toca até música brasileira. O momento mais esperado é a aparição do Máscara. Afinal, o Coco Bongo foi inspirado em uma boate de mesmo nome que aparece na comédia estrelada por Jim Carrey.

Confira os cinco melhores destinos para mergulho

Com um bom condicionamento físico para nadar 200 metros e ficar por pelo menos 10 minutos boiando para praticar o mergulho livre, é possível aventurar-se em mergulhos nos principais destinos do planeta voltados para essa atividade. Além dos pré-requisitos citados, também é necessário tirar um certificado por meio da PADI (Professional Association of Drive Instructors) em quase todos os países do mundo. Veja os cinco melhores lugares elegidos pela agência de viagens ViajaNet para explorar o fundo do mar.

Honaunau-Napoopoo (Estados Unidos)

image016

Conhecida também como Two Step Beach, a praia fica no estado americano do Havaí. Ao invés de areia, sua base é formada por rochas vulcânicas. A profundida rasa varia de 10 a 25 pés e possibilita mergulhos sem o auxílio de grandes equipamentos. Com um simples snorkel – máscara de olhos e tubo de respiração – é possível enxergar a variedade de peixes e corais embaixo d’água.

Ilhabela (Brasil)

image017

Uma das principais ínsulas do litoral norte de São Paulo, Ilhabela possui 36 km de praias e algumas delas são verdadeiros points da prática. A Ilha das Cabras, a Praia de Castelhanos (foto) e a Praia do Julião, por exemplo, são indicadas para os mais experientes no mergulho livre. A Praia do Portinho e Praia da Feiticeira são perfeitas para os iniciantes do esporte, já que os arquipélagos ficam bem próximos da orla.

Tailândia

image018

O país, conhecido por belas praias, não decepciona quando o foco são as profundezas marítimas. Os novatos podem começar nas águas calmas e claras de Kho Tao (Ilha da Tartaruga), e aqueles que têm mais conhecimento sobre a atividade podem seguir pela Phuket, onde são encontrados tubarões, baleias e arraias no Ponto do Tubarão. As Ilhas Similan são pouco exploradas e habitadas por animais exóticos, por isso, pede mergulhadores mais experientes.

Nassau (Bahamas)

image019

A capital das Bahamas guarda verdadeiros tesouros no fundo do mar. Nassau traz uma proposta para os mais corajosos: antigas embarcações naufragadas. A fauna marinha também chama atenção dos curiosos que se encantam com as cores e belezas dos animais encontrados entre os destroços desses barcos.

Polinésia Francesa

image020

O território oferece opções paradisíacas para os entusiastas da atividade. Entre janeiro e fevereiro, por exemplo, é possível interagir com tubarões-napoleão, arraias e barracudas em Rangiroa. Quem visita Bora Bora tem a oportunidade de alimentar tubarões-lixa em águas cristalinas e mornas, que chegam até a 26ºC.

7 paraísos do Caribe Mexicano para conhecer na sua próxima viagem de verão

O Caribe Mexicano é um dos destinos mais procurados do mundo, já que chama atenção pelo mar em diversos tons de azul, além da riqueza ecológica e história dos Maias.

Holbox e Bacalar são destinos que estão se tornando a preferência dos viajantes do Decolar.com, maior agência de viagem da América Latina, mostrando um aumento nas reservas e visitas às atrações turísticas. O Caribe representa 2% da venda de tickets. A atração mais vendida é o parque Xcaret.

O perfil do viajante que vai para o México são famílias e casais, em sua maioria, que procuram por resorts all inclusive.

Os TOP 5 destinos de 2016 são:

  1. Cancun
  2. Playa Del Carmen
  3. Riviera Maya
  4. Cozumel
  5. Puerto Vallarta

O tempo médio de estadia é de 5 dias em Cancun e Riviera Maya, 4 dias em Playa del Carmen e Puerto Vallarta e 3 dias em Cozumel.

Para Cancun, o tempo médio de antecedência de compra é de 83 dias. Já para Playa del Carmen, 71. Riviera Maya são 80 dias de antecipação de compra. Cozumel, 73 dias e Puerto Vallarta, 55.

Entre os encantos do Caribe Mexicano, o Decolar.com elegeu 7 paraísos para você conhecer:

Cancun

image002

Considerando que é o destino de preferência dos turistas e a região mais comercial, os viajantes podem desfrutar de uma praia paradisíaca, com areia macia, mar azul turquesa, vida noturna agitada e diversos atrativos para explorar a natureza e a bela paisagem.

Não deixar de ir: O Aquário Interativo de Cancun reservas diversas espécies de animais marinhos. Lá, o visitante pode ter a inesquecível experiência de nadar com golfinhos e ter contato com tubarões.

Playa del Carmen

image003

A 60km de Cancún, a Playa del Carmen é o destino mais visitado da Riviera Maia. Conhecida pelo seu turismo urbano, a Quinta Avenida é reflexo dessa tendência, já que nessa extensa rua o viajante encontra variadas opções de bares, restaurantes, lojas e centros noturnos. Um ponto característico são os clubes de praia, que estão tornando-se cada vez mais popular.

Não deixar de ir: O Cenote Chaak T é um tesouro ecológico onde o turista poderá nadar em um ambiente natural com águas cristalinas, além de conhecer toda a história e formação geológica.

Cozumel

image004

Para quem gosta de mergulhar, as águas são perfeitas para conhecer um dos recifes de coral mais bonitos do mundo. No El Cielo, o turista pode ver as estrelas do mar no seu habitat natural. Cozumel fica a 18km da Playa del Carmen.

Não deixe de ir: Não é só a praia que é um dos atrativos desse destino. No Parque Kun Che o viajante poderá explorar as trilhas na selva de Cozumel.

Isla Mujeres

image005

Muitos podem achar que o destino é indicado só para ir à passeio, mas a Isla Mujeres é ideal para quem quer descansar e desfrutar do paraíso, rodeado pelo mar transparente. Fica a apenas 13km de Cancun.

Não deixe de ir: No Museu Subaquático de Arte, o turista encontrará mais de 500 esculturas submersas, onde poderá apreciá-la através de um mergulho ou snorkeling.

Akumal

image006

Mais conhecido como “a terra das tartarugas”, esse destino na Riviera Maia é ideal para mergulhar ou fazer snorkeling, onde o turista encontrará diversas espécies de tartarugas. Akumal fica a 100km de Cancun.

Não deixe de ir: Visite a Lagoa Yal-Ku, onde a água doce se encontra com o mar aberto. Poderá nadar nas águas cristalinas e ver diversas espécies de peixes.

Tulum

image007

É um destino que mistura cultura, história e arquitetura com a beleza natural. Ideal para quem quer descansar admirando paisagens encantadoras e estar em contato com a natureza.

Não deixe de ir: A Biosfera Sion Ka’an é uma região natural cercada por praias, dunas, recifes de coral e floresta tropical, onde inúmeras espécies de aves e animais habitam, assim como diversas espécies de plantas. É um grande espetáculo da biodiversidade natural.

Um tour gastronômico em Barbados

Conhecer a cultura e história de um lugar é sempre uma das principais experiências de uma viagem, são características que diferenciam aquelas pessoas de todos os outros povos do mundo. Estar aberto para entender como funciona a rotina daquela população faz toda a diferença, além de trazer muitas aprendizagens. A gastronomia, por exemplo, é uma parte essencial da cultura local e não há nada mais delicioso (e às vezes exótico) do que ir atrás de pratos e quitutes típicos de um país estrangeiro.

Food.jpg
Barbados oferece alta gastronomia. (Foto: Divulgação)

A ilha caribenha de Barbados tem uma gastronomia que merece (e muito!) a atenção dos turistas. Com influências europeias, africanas e caribenhas, os peixes e frutos do mar são os mais consumidos, principalmente o peixe-voador, símbolo do país. Mas há também outras opções de carne vermelha ou branca, como o Chefette, fast food barbadiano que serve porções generosas. Outra delícia bastante popular é a macaroni pie, literalmente uma torta de macarrão que vale a pena experimentar. E um ingrediente indispensável na cozinha bajan é a pimenta, os pratos costumam ser bastante apimentados por ali.

Alguns tours e atrações ajudam os visitantes a conhecer melhor a parte cultural do país com a ajuda de pessoas locais, que são especialistas no assunto. Um deles, que inaugurou recentemente, é o Lickrish Food Tours, um passeio focado em história e gastronomia barbadiana. O grupo é guiado pelas ruas de Bridgetown, capital da ilha e Patrimônio Mundial da UNESCO, e experimenta diversas iguarias bajans, em restaurantes pouco conhecidos pelos turistas, enquanto o guia vai contando diversas curiosidades e fatos da história do país. O passeio é feito todo em inglês e tem cerca de três horas de duração. Para participar, é possível fazer a inscrição pelo site www.lickrishfoodtours.com.

Para chegar em Barbados e experimentar essa deliciosa gastronomia, a Avianca oferece dois voos semanais para o destino, às quartas-feiras e aos sábados, com conexão em Bogotá, na Colômbia.

Para saber mais, acesse o site www.visitebarbados.com.