Arquivo da tag: Castelos

Aventuras nas Regiões Tchecas. Boêmia do Sul: todas as aventuras numa única região

Região Boêmia do Sul na República Tcheca. (Foto: Divulgação)

Esta região proporciona aventuras para todos os viajantes e sua localização privilegiada entre Praga, Viena e Munique, com acesso fácil é ideal para aqueles que, em poucos dias, desejam descobrir muitos aspectos do destino.

Dados básicos:

Localização:
155 km desde Praga, 220 Km. desde Viena, 320 Km. desde Munique

Experiências / Aventuras:
extenso legado arquitetônico (castelos, palácios, cidades históricas), aventuras da natureza (montanhas, rios, lagos) e férias ativas (ciclismo, corrida, caminhada, esqui), eventos históricos importantes, gastronomia.

Itinerário recomendado (4 dias)

Dia 1: cidade de České Budějovice – palácio de Hluboká

Dia 2: cidade de Český Krumlov (UNESCO)

Dia 3: cidade de Český Krumlov – presa Lipno

Dia 4: Parque Nacional Šumava

Souvenir típico:
joias de moldavita – meteorito de cor verde encontrado apenas nessa região

A melhor época para viajar é de abril a outubro, pois os castelos estão abertos e o clima é agradável. A temporada de Natal também é interessante para os amantes dos mercados e tradições de Natal.

Cinco pétalas de experiências únicas
Por muitos séculos, a maior parte da região fazia parte de um importante domínio unifamiliar: até o século XVI, era a família Rosenberg e, depois, os Schwarzenberg. O símbolo dos Rosenberg era uma rosa de cinco pétalas, presente em seus escudos, e nos brasões de várias cidades da região,  assim como na Universidade da Boêmia do Sul  que conferiu uma pétala a cada uma de suas faculdades. Com base nesse simbolismo, queremos compartilhar os 5 pontos que você não pode deixar de visitar na região.

1/ Castelos, palácios e cidades históricas

České Budějovice, é a capital da região erguida na confluência dos rios Vltava e Malše que até hoje rodeiam seu centro histórico. Para visitar: a prefeitura barroca e a fonte de Sansão (considerada a maior do país) em Přemysl Otakar II, uma das maiores praças quadradas da Europa; mosteiro da ordem dominicana, fundado no século XIII; a Catedral de São Nicolau e, ao lado, a Torre Negra, o símbolo da cidade com 72 m de altura.

(Foto: Divulgação)

Palacio de Hluboká (10 Km.) É geralmente classificado como o mais bonito da República Tcheca por causa de sua aparência atual. Tem 140 quartos e 11 torres e oferece vários passeios pelas câmaras privadas e pelas luxuosas salas representativas que têm paredes folheadas e esculpidas, tetos decorados, móveis elegantes, lustres de cristal e grandes coleções de pinturas, objetos de prata, porcelanas e gobelins.

Český Krumlov (25 Km., UNESCO), a cidade conhecida como “A Pérola da Boêmia”, cercada pelos meandros do rio Vltava, era a antiga sede de poderosas famílias tchecas, como os já mencionados Rosenberg ou Schwarzenberg. Para visitar: exteriores e interiores do castelo, com seus jardins, torre de vigia, teatro barroco e museu; ruas e ruelas que vão do centro   à Praça da Concordia; a igreja de San Vito; Galeria de Egon Schiele e fotoatelier Seidl; e museu – loja de marionetes Casa dos Contos.

2/ Belezas Naturais

Parque Nacional de Šumava (75 Km.)

Ele está localizado na fronteira tcheco-alemã e é considerado o maior território de todo o continente europeu coberto de florestas em toda a sua superfície. Existem poucas áreas na Europa Central que oferecem uma paisagem tão harmoniosa, uma combinação de montanhas com matas seculares, lagos glaciais com águas cristalinas e pântanos cheios de mistérios.

Lipno
A barragem de Lipno é a maior do gênero na República Tcheca, situada na bela natureza de Šumava. É um destino preferido para os amantes de férias ativas. Você pode praticar cicloturismo, patins, windsurf, esportes à vela, nadar ou simplesmente relaxar e descansar em uma das “praias” de Lipno. Para visitar: arvorismo nas copas das árvores.

(Foto: Divulgação)

3/ Férias ativas e esportivas.

Quilômetros de ciclovias percorrem toda a região. Lipno, juntamente com o Parque Nacional Šumava e em torno da capital, České Budějovice, são talvez os destinos mais adequados para os turistas. Rotas sugeridas: České Budějovice – Palácio Hluboká (12 Km.), Em torno de Lipno até Vítkův hrádek (30 Km).

O rio Moldava, no verão, é sem dúvida o rio com mais tráfego no sul da Boêmia. Especialmente o trecho da barragem de Lipno a České Budějovice é muito popular entre os amantes de canoagem e rafting. São realizadas excursões de 2 a 3 dias, dormindo em barracas de camping localizados nas margens do rio. Se você preferir um passeio mais curto, Český Krumlov oferece passeios fluviais pelo centro histórico da cidade.

A Boêmia do Sul também é um destino ideal para correr. Em todos os lugares que mencionamos, você pode correr, sejam cidades, florestas ou montanhas. O evento mais importante é a meia maratona na cidade de Česke Budejovice, cuja 9ª edição, será realizada em 30/05/2020.

A Tchéquia tem mais de 43.000 km de trilhas sinalizadas. O Parque Nacional Šumava, bem como os arredores das principais cidades da região, possui rotas muito interessantes, como a de Nová Pec ao lago de Plešné, de 7 km ou o „Bear Path“ de 14 km. No inverno, você pode desfrutar das pistas de esqui em vários centros de Sumava, como Zadov, com 4,5 km de pistas, ou Skiareal Lipno, que possui 13,5 km de pistas.

(Foto: Divulgação)

4/ Sabores da região

E não podemos deixar de compartilhar os sabores desta região, que se destaca por uma marca de cerveja original reconhecida mundialmente como Budweiser Budvar. A mesma marca é comercializada na na América Latina  como Czechvar. O melhor lugar para experimentar é o famoso restaurante Masné krámy, localizado no coração de České Budějovice.

(Foto: Divulgação)

Outra cervejaria que você não pode perder é a Eggenberg na cidade de Cesky Krumlov. A visita e a degustação dos quatro tipos de cerveja podem ser apreciadas no restaurante localizado dentro das antigas instalações da fábrica.

Para apreciar a gastronomia da região, em České Budějovice, visite o restaurante-bar Žlutá ponorka (submarino amarelo) e a cervejaria Solnice (localizada no edifício gótico de 1531 que era um antigo armazém de grãos, armas e, finalmente, sal), em Český Krumlov almoce ou jante em restaurantes que evocam o tempo de tabernas medievais como U Dwou Maryí ou Šatlava. Para experimentar pratos típicos tchecos, os restaurantes Na Louži e Don Julius são uma opção muito boa.

5/ Música, arte e tradições

Festas Rurais de Holašovice, 24-26/06/2020
A cidade de Holašovice (UNESCO) preservou o mesmo número de fazendas ao longo de seus 800 anos de existência. Até hoje você pode ver aqui 17 casarões com fachadas barrocas rurais com granjas e estábulos, também uma ferraria, duas cervejarias e uma pequena capela de São João Nepomuceno. Um dos eventos de destaque são as Festas Rurais, com a participação de mais de 250 artesãos, como entalhadores, cortadores, funileiros, ferreiros, ceramistas etc. No mercado tradicional, você pode comprar cerâmica, couro, vime, renda de bilros, roupas tecidas, etc. e ouvir música popular tcheca.

(Foto: Divulgação)

Festival da rosa de cinco pétalas, 19-21/06/2020
Todos os anos, em junho, a pitoresca cidade de Český Krumlov retorna à era renascentista por três dias. As ruas e praças ficam cheias do barulho de duelos de cavaleiros, de feiras históricas de artesanato, banquetes e música medieval. As festividades culminam com um magnífico desfile histórico em que não faltam cavaleiros montados em seus cavalos e, sobretudo, pessoas famosas, relacionadas à remota história da cidade.

Festival Internacional de Música de Český Krumlov, 17/07-08/08/2020
O festival é comemorado em lugares emblemáticos da cidade, incluindo as salas do castelo. Três dezenas de concertos oferecem uma ampla variedade de músicas do século XV ao XXI. Este ano, o mais esperado é o concerto de encerramento dedicado ao aniversário de Beethoven, onde o Berliner Symphoniker executará sua nona sinfonia. Além disso, o coro de Praga Khun e os solistas Eunsie Hong, Natasha Novitskaia, Kristian Benedik e Martin Gubal se apresentarão no jardim da cervejaria.

Cinco castelos de tirar o fôlego no Centro de Portugal

Região portuguesa reúne conjunto de construções impressionantes

O Centro de Portugal está repleto de monumentos impressionantes. De igrejas suntuosas a castelos medievais, passando por enormes conventos, são inúmeras construções capazes de tirar o fôlego de qualquer um. Confira alguns dos castelos mais impressionantes dessa região portuguesa.

Almourol
Considerado um dos mais bonitos de Portugal, o Castelo de Almourol fica numa pequena ilha escarpada em meio ao rio Tejo. É um monumento medieval que relembra a história da Ordem dos Templários e da Reconquista. A visita vale ainda mais a pena porque, para chegar lá, é preciso fazer um curto passeio de barco.

Ourém
Em Portugal, esta foi uma das mais inovadoras obras de arquitetura militar do século 15. Imponente, é uma construção de respeito, tendo sido lar dos Condes de Ourém durante um período. E, como fica no topo de uma colina, é visível de toda a cidade!

Leiria
Marcante na paisagem de Leiria, este castelo é um espaço agradável para passear, já que tem mais de uma atração: a Igreja de Nossa Senhora da Pena, os antigos Paços Reais, a torre de menagem e, principalmente, a maravilhosa vista da paisagem.

Sortelha
Na fronteira com a Espanha, esta construção foi importante para a defesa do território português no período medieval, já que sua posição permitia o controle de todo o vale. Suas muralhas cercam a parte de Sortelha conhecida como “aldeia velha”, onde estão diversas casinhas charmosas, todas construídas em granito.

Tomar
É uma importante estrutura militar portuguesa. Mais que isso, no entanto, conta um momento único da história do país, já que suas muralhas abrigam também o Convento de Cristo, sede de uma das ordens religiosas e militares mais emblemáticas do mundo: os Templários.