Arquivo da tag: CCXP

Comic Con Experience 2018 abre inscrições para Artists’ Alley

Quinta edição da maior comic con do mundo acontece de 06 a 09 de dezembro no São Paulo Expo

CCXP – Comic Con Experience, maior comic con do planeta após reunir 227 mil pessoas em 2017 e bater mais uma vez o recorde de público em comic cons no mundo, anuncia o calendário de inscrições para o Artists’ Alley, área dedicada aos quadrinistasconsiderada o coração do festival. Os interessados podem se inscrever pelo site do evento até às 23h59 do dia 30 de maio. No dia 20 de junho serão divulgados os aprovados.

aa180430_125822.jpg
Artists Alley já estão com inscrições abertas. (Foto: Divulgação)

O Artists’ Alley é a área mais tradicional de uma comic con, é o espaço dedicado à interação entre fãs e quadrinistas, tanto independentes quanto aqueles que trabalham para as grandes editoras brasileiras e estrangeiras, incluídos aí roteiristas, desenhistas, arte-finalistas e coloristas. É nesse espaço que os artistas apresentam e vendem pôsteres, sketchbooks, artes originais e outros itens. Trata-se de uma área que está relacionada com o início das comic cons, que surgiram no final da década de 1960 como eventos que reuniam fãs e profissionais de quadrinhos e que, com o tempo, evoluíram para abranger outras áreas do mundo pop.

Maior Artists’ Alley das Américas

Ao mesmo tempo em que ocupou o posto de maior comic com do mundo, a CCXP também comemorou o marco de maior Artists’ Alley das Américas. A área está presente desde a primeira edição. Em 2014, reuniu 215 quadrinistas nos quatro dias de evento, ultrapassando a San Diego Comic Con 2014 em quantidade de expositores. Em 2015 foram mais de 265 artistas e em 2016 essa área cresceu novamente, passando a 336 mesas, suficientes para acomodar os 460 quadrinistas – no mesmo ano, a San Diego Comic (SDCC) Con registrou 177 artistas em seu Artists’ Alley e a New York Comic Com (NYCC) teve 470 artistas. No ano passado, um novo recorde. O Artists’ Alley da CCXP contou com 515 artistas, o dobro do número registrado na tradicional SDCC e também maior que a área similar da NYCC.

Confira o calendário completo para a inscrição:

2/05/2018 – Início das inscrições (a partir das 12h, horário de Brasília)

30/05/2018 – Término das inscrições (até às 23h59, horário de Brasília)

20/06/2018 – Divulgação dos aprovados e início da contratação do espaço (por e-mail)

11/07/2018 – Término da contratação do espaço pelos aprovados e data limite para o envio de informações para o site.

Para acessar o manual completo, clique aqui.

CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que reuniu 227 mil pessoas em 2017 e reiterou o recorde de público em comic cons no mundo, terá sua quinta edição entre 6 e 9 de dezembro de 2018 no São Paulo Expo. A edição comemorativa do festival de cultura pop promete ser a maior da história.

www.ccxp.com.br

www.facebook.com/CCXPoficial/

www.twitter.com/CCXPoficial

http://www.instagram.com/ccxpoficial

Anúncios

John Romita Jr., um dos maiores quadrinistas do mundo, vem ao Brasil pela primeira vez para a CCXP18

Artista americano é presença confirmada na quinta edição da CCXP – Comic Con Experience, que acontece de 6 a 9 de dezembro em São Paulo

CCXP – Comic Con Experience, considerada a maior comic con do planeta após reunir um público recorde de 227 mil pessoas em 2017, confirma a presença do quadrinista americanoJohn Romita Jr. na quinta edição do festival, que acontece de 06 a 09 de dezembro de 2018 no São Paulo Expo.

O artista vem ao Brasil pela primeira vez e será um dos principais quadrinistas do mundo a passar pela CCXP. Romita Jr. estará no evento todos os dias no Artists’ Alley – espaço dedicado especialmente aos quadrinhos – em horários pré-definidos, e em painéis especiais nos auditórios. Todas as atividades terão a programação completa divulgada em breve.

Filho de John Romita Sr., um dos artistas mais famosos de Spiderman (Homem-Aranha) desde os anos 1960, JRJr. começou a carreira cedo. Aos 13 anos de idade propôs a criação de um personagem a Stan Lee, que posteriormente apresentou Prowler (Gatuno) ao lado de John Buscema na revista The Amazing Spider-Man #78 (O Espetacular Homem-Aranha) em 1969. Na Marvel UK (braço britânico da Marvel Comics), começou a desenhar esboços para capas de reimpressões, até estrear com uma história de seis páginas em The Amazing Spider-Man Annual #11 em 1977.

No ano seguinte, começou a ganhar popularidade ao participar de histórias do Iron Man (Homem de Ferro) ao lado do escritor David Michelinie e do desenhista Bob Layton, que na ocasião foram responsáveis por introduzir vários personagens à trama, como a namorada do guarda-costas de StarkBethany Cabe, e o rival Justin Hammer. Nessa fase, desenhou os clássicos do Homem de Ferro: Warmor Wars (A Guerra das Armaduras) e Demon in a Bottle (O Demônio da Garrafa).

img.jpg
John Romita Jr., um dos quadrinistas de Homem-Aranha, estará na CCXP18.  (Foto: Divulgação)

Nos anos 1980, teve participação regular nas revistas do Homem-Aranha. Ao lado do escritor Dennis O’Neil, apresentou as personagens Madame Web (Madame Teia) e Hydro-Man(Homem Hídrico), além de cocriar Hobgoblin (Duende Macabro) com o roteirista Roger Stern. Desenhou ainda Marvel Super Hero Contest of Champions (Torneio de Campeões), primeira série limitada publicada pela Marvel Comics reunindo os principais personagens da editora. Em sua primeira passagem como artista regular de Uncanny X-Men, cocriou o personagemForge.

De 1988 a 1990, Romita desenhou a revista do Daredevil (Demolidor), na época com roteiros de Ann Nocenti e arte-final de Al Williamson, quando participou da criação da personagemTyphoid Mary.

Na década de 1990 continuou em diversos títulos da Marvel, como: o segundo arco da história Armor Wars do Homem de FerroThe Punisher War Zone (O Justiceiro: Em Zona de Guerra); a primeira minissérie do mutante Cable; e o crossover de Punisher (Justiceiro) e Batman. Além disso, Romita Jr. colaborou com Frank Miller em Daredevil: The Man Without Fear (Demolidor: O Homem Sem Medo), uma história sobre a origem do personagem. Foi um dos responsáveis por relançar Thor com Dan Jurgens em 1998 e Peter Parker: Spider-Man com Howard Mackie em 1999.

Já nos anos 2000, o artista retornou às histórias do Homem-Aranha, participando de uma HQ em homenagem às vítimas do ataque de 11 de setembro, em que mostrava que até mesmo o super-herói estava inconformado com tamanha destruição. Outro trabalho de destaque na época foi na série regular do Wolverine – personagem cocriado pelo seu pai – ao lado do roteirista Mark Millar.

Em 2004, sua primeira história própria em quadrinhos, The Grey Area, foi publicada pela Image Comics. Desenhou também histórias do Black Panther (Pantera Negra)The Sentry (Sentinela) e Ultimate Vision.

Em 2008, Romita voltou a colaborar com Mark Millar, com quem cocriou Kick-Ass, personagem que já teve dois filmes no cinema.

Após 30 anos na Marvel, John Romita Jr. foi convidado pela DC Comics para ser um dos artistas exclusivos da editora, trabalhando em Superman (Super-Homem) com o escritor Geoff Johns, em 2014. Ao lado de Scott Snyder, participou do relançamento de DC Rebirth (Renascimento) com a revista All-Star Batman, de 2016. No mesmo ano, desenhou Dark Knight Returns: The Last Crusade (O Cavaleiro das Trevas: A Última Cruzada), uma história do Joker (Coringa) escrita por Frank Miller e Brian Azzarello que integra a cronologia do clássico O Cavaleiro das Trevas.

No ano seguinte, ele e o escritor Dan Abnett lançaram a série The Silencer, como parte da linha Dark Metal da DC Comics. Atualmente, o artista está trabalhando com Frank Miller emSuperman: Year One, série que mostrará as origens do Homem de Aço e será lançada ainda neste ano.

CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que reuniu 227 mil pessoas em 2017 e reiterou o recorde de público em comic cons no mundo, terá sua quinta edição entre 6 e 9 de dezembro de 2018 no São Paulo Expo. A edição comemorativa do festival de cultura pop promete ser a maior da história. Os ingressos para quinta, sexta, sábado, domingo, pacote de quatro dias, Full Experience, Unlock e Epic Experience estão à venda pelo site com preços a partir de R$ 89,99. Para saber mais, acesse:

www.ccxp.com.br

www.facebook.com/CCXPoficial/

www.twitter.com/CCXPoficial

www.instagram.com/ccxpoficial

MiniCo estreia na CCXP com colecionáveis da Liga da Justiça

Por Rodrigo Bocatti

A MiniCo, criada esse ano, fez sua estreia e apresentou seus lançamentos, anunciou o que estava por vir. Com mini Batman, Coringa e Arlequina, a empresa fez muito sucesso durante a Comic Con Experience e superou as expectativas.

“O preço ajudou também (R$ 99), a gente vendeu super bem, as pessoas adoraram os protótipos de Liga da Justiça que estamos expondo. Não sabemos nem como seria a feira, mas superou as expectativas e estamos em desenvolvimento para lançar mais produtos”, afirmou o CEO da MiniCo, Thomer Elkrief.

FBAT1781.JPG
MiniCo fez sua estreia na CCXP. (Foto: Flávio Battaiola/Galpão de Imagens)

Elkrief ainda disse que a MiniCo desenvolveu produtos para os colecionadores em parceria com a Iron Studios, estão em processo de desenvolvimento de miniaturas com realidade de produtos maiores. Os próximos lançamentos são Superman, Ciborgue, Mulher-Maravilha, que devem chegar no mercado em 2018.

Nerd/geek não tem idade

Por Rodrigo Bocatti

Muitas pessoas ainda tem preconceito com nerds/geeks e pensam que games, cosplay, actions figures, entre outros, são coisas de crianças. Porém, com eventos de grande porte como a Brasil Game Show e a Comic Con Experience, maiores de games da América Latina e de cultura pop do mundo, respectivamente, isso está sendo desmitificado.

A BGS esse ano chegou a 10ª edição esse ano e cada vez recebe mais visitantes. Com atrações exclusivas, o evento se consolidou e cresce todo ano, com atrações e lançamentos exclusivos de grandes distribuidoras, os gamers podem sentir de perto o que vem de novidade por ai. E pode comprar produtos exclusivos para turbinar seus computadores ou consoles. Além de conhecer os seus ídolos do eSports de perto.

IMG_4072.jpg
Comic Con Experience reuniu mais de 100 mil pessoas. (Foto: Edu Lopes/Galpão de Imagens)

A Comic Con Experience, se tornou a maior Comic Con do mundo, traz cada vez mais estúdios com mais novidades dos filmes e séries que estão no ar ou estão chegando. Os painéis, que é muito disputado pelo público (que chega de madrugada para pegar um bom lugar), sempre levam atores espetaculares (Simon Pegg, Vin Diesel, Will Smith, Joel Edgerton são alguns que já vieram), cenas e trailers exclusivos.

Com diversos eventos voltados ao mundo nerd, Anime Friends, BGS, CCXP, Ressaca Friends e agora a volta do Anime Dreams, São Paulo se tornou o polo nerd no Brasil, apesar de ter a CCXP Tour, no nordeste, e a BGC, no Rio de Janeiro. Os nerds/geeks agradecem ao apoio de todas as empresas e repetindo a CCXP, 2017 foi épico e 2018 vai ser épico!

 

Netflix surpreende, de novo, com estandes na CCXP

Por Rodrigo Bocatti

A empresa de streaming, fenômeno mundial, Netflix sempre chegou ano passado com os dois pés na porta na Comic Con Experience, a maior Comic Con do mundo. E nessa última edição também ela não poupou esforços e levou ao evento grandes novidades e atrações para os fãs.

Com um estande e meio, a empresa colocou realidade virtual para os fãs de “Stranger Things” poderem explorar a casa de Karen e poder ver de perto um pouco do mundo invertido da série. Seguindo pelo estande, temos a oportunidade de salvar um Okja, em uma máquina para poder salvar o porquinho do filme.

IMG_1878.jpg
Estande da Netflix estava espetacular na CCXP. (Foto: Divulgação)

Com interatividade, a Neflix propunha os fãs das séries a responderem um quiz e disputar em tempo real prêmios como boné, bottons e pôster para provar quem entendia mais das aclamadas produções do streaming. O público também poderia jogar uma espécie de baco imobiliário, mas com as “espaços” baseada na série “Narcos” e a interação com o público não parava por ai. Com um espaço na frente do painel, as pessoas respondiam questões (também de produções originais) no estilo Passa ou Repassa, com direito a torta na cara e tudo.

IMG_1680.jpg
Figurinos e parte de cenários de “Bright” foram alguns dos destaques da Netflix. (Foto: Divulgação)

Mas a Netflix também levou figurinos e cenários originais das séries e filmes originais, como “Star Trek”, “Altered Carbon”, que estreia em 2018, e o esperado “Bright”, com Will Smith, que chegou de surpresa no estande e PAROU a CCXP.

E ficamos com a pergunta: o que esperar da Netflix na CCXP em 2018?

Toddy estreia na CCXP com board game e promete ineditismo para 2018

Por Rodrigo Bocatti

Durante a Comic Com Experience, maior evento de cultura pop do mundo, o Toddy estreou na CCXP com uma arena de Board Game e para uma batalha Justa Medieval, no Castelo Arena, montada no evento.

“Foi muito bem aceito. O estande era grande, cabia mais de 100 pessoas, e ficou sempre cheio. O pessoal trazia seus jogos e jogava espalhado pela feira. A gente mais materializou para as pessoas conseguirem jogar de um jeito mais confortável”, afirmou Cinthia Spilman, gerente de produtos da Toddy.

3D_ArenaBoardGamesByToddy.jpeg
Toddy levou board games para CCXP. (Foto: Divulgação)

Ainda no clima Medieval, Toddy proporcionou uma experiência inusitada na frente do Castelo Arena: a Justa Medieval, uma competição marcial entre dois “cowvaleiros” montados em dragões que duelam em uma passarela, usando como um escudo e um bastão de espuma.

“A aceitação foi muito boa e a gente vai ter que entender quais os próximos passos para continuar trazendo coisas diferentes, porque conseguimos fazer algo inédito”, completou Cinthia. A diretora ainda disse que para a edição do ano que vem a ideia é se superar e levar novidades à CCXP.

Há algum tempo, o Toddy aposta na cultura pop, no youtube “Quarto do Cowzão”, onde aborda conteúdos da cultura nerd e possui uma comunicação direta com os jovens. Para o futuro, a marca apostará mais no nicho nerd/geek, para conversar mais com esse público, que cresce cada dia no Brasil.

8 verdades dos quadrinhos que também valem para a vida

Em tempos de Comic Con, em que fãs de quadrinho de todo o Brasil se reúnem para celebrar essa paixão, Orkut Buyukkokten, fundador do orkut.com e da nova rede social hello, como um grande fã de quadrinhos, conta como os personagens, histórias e heróis inspiram seu trabalho e sua vida.

EP01_04_pt.png
HQs inspiram vida real. (Foto: Divulgação)

1.    Ser humano é poderoso

Como um grande fã de quadrinhos, eu sempre me perguntava por que os super-heróis nos gibis são tão memoráveis e inspiradores. Eu descobri que o que torna os super-heróis poderosos não é o fato de eles terem superpoderes, mas de serem humanos.

2.    Um pouco de drama faz bem

Os heróis entendem suas fraquezas e são elas que dão a dose certa de tensão e drama, tornando a história cheia de suspense e envolvente. Na vida é assim também!

3.    O mundo não é perfeito, mas sempre há esperança

Super-heróis navegam em um mundo que é imperfeito, têm limites. Eles próprios cometem erros e falham. Os super-heróis enfrentam seus demônios apesar das suas falhas, e é por isso que eles inspiram a esperança.

4.    Honestidade acima de tudo

A honestidade é o que torna super-heróis mais do que meros mortais. Ultimamente, parece que o mundo está deixando de valorizar a honestidade, uma das qualidades mais importantes que podemos desenvolver em nós mesmos. Só podemos ser heróis quando nos responsabilizamos.

5.    Amadurecimento emocional pode salvar o mundo

Nos quadrinhos os super-heróis precisam passar por situações de desenvolvimento emocional para superar os desafios e salvar o mundo. Na vida real, este amadurecimento ocorre quando percebemos que somos seres imperfeitos e mortais. Alcançar a maturidade emocional é aceitar aquilo que não gostamos e não podemos mudar.

6.    Vilões existem (acredite!)

Às vezes, as pessoas desonestas têm uma fraca percepção interior sobre o certo e o errado. Elas se aproveitam das pessoas à volta para obter o que querem. É lamentável o fato de não podermos detectar as pessoas desonestas com facilidade. Elas parecem inteligentes, charmosas e até mesmo empáticas. Talvez elas tenham a roupa e o cabelo perfeitos, uma rede de amigos incrível e até sucesso. No entanto, são meramente atores, que usam sua inteligência e beleza para exercer um tipo de manipulação.

7.    Consciência é um superpoder

A consciência é o maior presente que podemos dar a nós mesmos. Sentir-se vulnerável é algo assustador, mas quando nos relacionamos com honestidade, descobrimos que a nossa autoestima cresce, nossos poderes se destacam, nossas carreiras decolam e nossos relacionamentos melhoram.

8.    O bem vence o mal

Quando eu olho para os meus relacionamentos que não deram certo, agora vejo que uma falta de comunicação sincera foi a assassina silenciosa, não a diminuição do amor ou desrespeito. Quando não somos honestos com as outras pessoas, é impossível se tornar íntimo delas. Ser honesto nem sempre ajuda a fazer amigos, mas sempre nos faz corretos e vencedores.

Para fazer o download do hello, acesse: Google Play ou iTunes.

CCXP bate novo recorde e se consolida como a maior do mundo

Evento reuniu 227 mil pessoas nos quatro dias de atrações

Depois de quatro dias épicos, a CCXP – Comic Con Experience 2017 termina superando as expectativas, com público de mais de 227 mil pessoas, um impressionante crescimento de mais de 30% em relação a 2016, consolidando o evento como a maior comic con do mundo.

Um dos grandes destaques do quarto dia foi a presença do astro Will Smith, que lançou a super produção “Bright” da Netflix, e chegou a cantar a icônica música de “Fresh Prince of Bel-Air”, para delírio dos fãs. Acompanhado do ator Joel Edgerton e do diretor David Ayer, o ator revelou que a preparação para o filme incluiu um treinamento intenso com a polícia de Los Angeles, com direito ao acompanhamento de uma operação do FBI. Ayer brincou com os fãs, dizendo que a CCXP é a melhor comic con do mundo

CCXP 2017 - 10/12/2017
Will Smith,  Joel Edgerton e David Ayer falaram sobre “Bright”, que estreia na Netflix, dia 22 de dezembro. (Foto: Daniel Deak)

A Warner também trouxe muitas estrelas para o seu painel, que mostrou imagens exclusivas de filmes que serão lançados em 2018, entre eles “Jogador Número 1”, dirigido por Steven Spielberg, com a presença dos atores Tye Sheridan e Simon Pegg. O grande momento foi a vinda de Alicia Vikander, a primeira vencedora do Oscar a participar da CCXP, que deu muitos detalhes sobre Tomb Raider: A Origem. Ela contou que aprendeu a atirar com arco e flecha e que ganhou cinco quilos de massa muscular para poder fazer as suas principais cenas sem dublê. “Exigiu alguns hematomas e muita coragem”, brincou a atriz.

Já a DC Comics apresentou um painel com seus seis principais criadores brasileiros de histórias em quadrinhos. Durante o bate-papo, todos eles concordaram em um ponto: a emoção de desenhar heróis dos quais sempre foram fãs. “Por serem personagens icônicos e terem senso de moral, eles acabam sendo inspiração para todo mundo,” disse o quadrinista Marcio Takara. No painel da Cartoon Network, Ian Jones-Quartey subiu ao palco para apresentar o trailer do vídeo game do desenho animado “OK, KO! Vamos ser heróis”, criado por ele, cuja segunda temporada estreia em 2018.

O último dia contou ainda com a final do Concurso Cosplay. Depois de mais de 100 mil votos pela internet, os 12 finalistas fizeram uma apresentação para o público. O grande vencedor foi Rafael Silva, como o “Death Knight” de World of Warcraft, premiado com um carro zero quilômetro e já garantiu sua participação na CCXP 2018 com o ingresso Full Experience.

A próxima edição da CCXP acontece de 06 a 09 de dezembro de 2018.

Confira os destaques do terceiro dia da CCXP

Conteúdos exclusivos e cenas de bastidores de “Star Wars: os Últimos Jedis” deram início à programação de painéis do sábado, terceiro e mais aguardado dia da CCXP – Comic Con Experience 2017, com direito a uma homenagem especial à atriz Carrie Fisher, a eterna princesa Leia da saga, que faleceu em 2016.

No painel da Marvel, Danai Gurira, que está no elenco de “Pantera Negra”, teve a companhia do diretor do filme, Ryan Coogler, com transmissão ao vivo, via satélite. O estúdio também mostrou trailers de “Os Vingadores: Guerra Infinita”, “Homem Formiga” e “Vespa”. Gurira falou também de sua atuação em “The Walking Dead”, no painel “Enfrentando Zumbis”. Para ela, personagens como a que interpreta (Michonne), e como Eleven, de “Stranger Things”, “mostram como o poder das mulheres pode salvar o mundo”.

CCXP_MarvelStudios_0038.JPG
Público foi a loucura com trailers exclusivos da Marvel. (Foto: Daniel Deak)

Para a loucura das fãs que lotaram o auditório da CCXP, Nick Jonas falou de “Jumanji: Bem-vindo à Selva”, no painel da Sony Pictures. Jonas contou que, assim como seu personagem, não gosta muito de avião. O painel terminou com novidades da animação do “Homem-Aranha”, da série “Sobrenatural” e dos filmes “Alfa” e “Venom”, além de uma conversa via satélite direto de Atlanta (EUA) com o ator Tom Hardy e o diretor Rubem Fleischer.

Pela primeira vez, a CCXP apresentou um painel totalmente voltado para um jogo de vídeo game. O lançamento de God of War, da PlayStation, é um dos mais aguardados de 2018, trazendo foco na mitologia nórdica.

Encerrando o dia, a Netflix apresentou conteúdos exclusivos de “Altered Carbon, com participação de parte do elenco. Na série de ficção científica, que estreia em fevereiro, humanos vivem em um mundo onde mentes podem ser digitalizadas e transportadas de um corpo para outro. Para fechar, vídeos inéditos de Sense 8 e uma promessa de um domingo ainda épico para encerrar a CCXP 2017.

CCXP_Netflix_0018.JPG
Elenco de “Altered Carbon” falou sobre a nova série da Netflix, que estreia em fevereiro. (Foto: Daniel Deak)

Confira os destaques do segundo dia da CCXP

O segundo dia de painéis da CCXP – Comic Con Experience 2017 começou com uma homenagem à Fernanda Montenegro. Ovacionada pelo público, a atriz que comemora 66 anos de carreira falou de sua trajetória no teatro, televisão e cinema. Após a exibição do vídeo com cenas icônicas de sua história, a atriz destacou: “Eu sou uma mulher do palco, do teatro”. Sobre o universo CCXP, contou: “Quando criança li quadrinhos como Flash Gordon, Fantasma, Príncipe Submarino e Jeca Tatu”.

CCXP_FernandaMontenegro_017.JPG
Rainha, Fernanda Montenegro foi homenageada na CCXP. (Foto: Daniel Deak)

No segundo painel, Humberto Ramos, um dos desenhistas mais conhecidos da Marvel, surpreendeu os fãs ao revelar que adoraria que Andrew Garfield voltasse a interpretar o Homem Aranha, personagem que completa 55 anos em 2017.

Em seguida, o time do Omelete Box subiu ao palco para comemorar os dois anos da Caixa de Assinatura e lançar três grandes novidades para 2018: a série 2 dos Ovoides da Marvel, Box Cavaleiros do Zodíaco e incrementos no Omelete Light, um dos preferidos do público. “A revista do Omelete Box tem conteúdo inédito e vem na contramão do digital no mundo geek, com o intuito de incentivar o público a ler mais”, disse Érico Borgo.

Pela primeira vez no Brasil, Arthur Adams contou que começou sua carreira quando trabalhava em uma pizzaria e decidiu enviar à Marvel seus desenhos de personagens. Em retorno, a Marvel pediu uma amostra, na qual Adams desenhou super-heróis lavando pratos! O artista encerrou contando uma curiosidade: “Conan e Tarzan são personagens que eu gostaria de ter feito”.

Austin St. John, o Ranger Vermelho original de Mighty Morphin Power Rangers, viu a vaga para o personagem em um jornal local e apostou vinte dólares de que não passaria no teste. O Ranger, que já serviu como paramédico no Oriente Médio, falou aos brasileiros de sua admiração pela família Gracie do Jiu-Jitsu e disse: “Power Rangers nunca vai morrer”.

O trio de estrelas Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa e Tatá Werneck esteve na CCXP para divulgar a nova novela das sete e a primeira medieval da TV Globo, ‘Deus Salve o Rei’. Com efeitos especiais brasileiros, tem como referência séries como Game of Thrones e Vikings. Para produzir imagens fiéis ao ano de 1300 e criar a cidade cinematográfica, os produtores viajaram para sete países.

A 20th Century Fox apresentou uma grande sequência de vídeos exclusivos de lançamentos como Alita: Anjo de Combate, com a ilustre presença do diretor Robert Rodriguez. Em seguida, vieram O Rei do Show, O Touro Ferdinando, A Forma da Água e Deadpool 2. A plateia explodiu em gritos com a entrada no palco de Dylan O´Brien, um dos protagonistas de Maze Runner: A Cura Mortal. “Estive em sete Comic Cons e essa, definitivamente, é a plateia mais animada e a que mais grita”. Finalizando o painel, os atores brasileiros Alice Braga e Henry Zaga contaram ao público as curiosidades das filmagens de Os Novos Mutantes, spin-off de X-Men, junto ao diretor Josh Boone, o roteirista Knate Lee e a lenda dos quadrinhos Bill Sienkiewicz, que falou sobre o vilão do filme, o Urso Místico.

CCXP_Fox_0044.JPG
Dylan O´Brien elogiou o público brasileiro. (Foto: Daniel Deak)