Arquivo da tag: Chicago

Universal TV estreia novas temporadas da Franquia Chicago, Law & Order: SVU, FBI e FBI: Most Wanted

A partir do dia 25 de janeiro, o Universal TV retorna com episódios inéditos das séries de maior sucesso de audiência para a grade de programação. Os fãs já podem comemorar, pois a franquia Chicago (Fire, P.D. e Med), Law & Order: SVU, FBI e FBI: Most Wanted já têm data e horário para estrear suas novas temporadas no Brasil.

No dia 25, a partir das 21h30, o canal exibe os primeiros episódios de Chicago Med (sexta temporada), Chicago Fire (nona temporada) e Chicago P.D. (oitava temporada), em sequência. As séries chegam cheias de novidades e dando destaque para o atual momento de pandemia do Covid-19. Em Chicago Med, veremos a Dr. Sabeena Virani (vivida pela atriz Tehmina Sunny) trazer o detetive Halstead (de Chicago P.D.) para liderar um ensaio clínico para um novo medicamento. Dr. Ethan Choi (Brian Tee) e a enfermeira April Sexton (Yaya da Costa) não estão mais juntos, mas apesar disso continuarão trabalhando em equipe.

Chicago Med. (Foto: divulgação)

Em Chicago Fire, para a tristeza dos fãs, Emily Foster (Annie Ilonzeh) não voltará ao grupamento 51. A paramédica volta para a universidade de medicina e seu lugar é ocupado pela nova personagem Gianna Mackey (vivida pela atriz Adriyan Rae). A aproximação de Sylvie Brett (Kara Killmer) e Matt Casey (Jesse Spencer) também fará parte da trama central dos novos episódios. A história do grupo criado por Stella Kidd (Miranda Rae Mayo), Girls on Fire, também ganhará destaque. Outra novidade é que o ator Daniel Kyri, que interpreta Ritter, passa a fazer parte do elenco fixo.

Chicago Fire. (Foto: divulgação)

A estreia de Chicago P.D. traz um assunto importante e urgente para os dias atuais: o racismo policial, destacando o personagem Kevin Atwater (interpretado pelo ator LaRoyce Hawkins) como protagonista dos novos episódios. As relações da Unidade de Inteligência, liderada pelo sargento Hank Voight (Jason Beghe), estão cada vez mais complicadas. Nicole Ari Parker, que interpreta Samatha Miller, irá reaparecer como superintendente-adjunta, uma defensora progressista da reforma policial na Polícia de Chicago. Nos novos episódios, vamos vê-la desafiar Voight em suas táticas usuais.

Chicago P.D. (Foto: divulgação)

No dia 26 de janeiro, às 22h, o Universal TV estreia a 22ª temporada de Law & Order: SVU, que também abordará o racismo e a violência policial em seu enredo. A trama também é ambientada na pandemia. Nos novos episódios, o ator canadense Demore Barnes passa a fazer parte do elenco fixo da série, retornando como o vice-chefe Christian Garland. A temporada também vai contar com a volta de Christopher Meloni, reprisando o personagem Elliot Stabler em um episódio.

FBI. (Foto: divulgação)

No dia 28, a partir das 22h, o canal retorna com a terceira temporada de FBI e a segunda temporada de FBI: Most Wanted. Em FBI, os novos episódios voltam com a participação de Missy Peregrym. A atriz, que interpreta a agente especial Maggie Bell, finalmente retornou as gravações da série, após não aparecer no final da segunda temporada. Já em FBI: Most Wanted, spin-off de FBI, o episódio de estreia mostra que, com o Covid-19 devastando o país, dois homens armados descarregam seu desespero e raiva na classe de elite, enquanto a equipe tenta rastreá-los e detê-los. Além disso, o pai de Jess (Terry O’Quinn, o John Locke de Lost) retorna à vida de seu filho e, embora tenha trazido uma nova namorada, ele pode não ter superado seus velhos hábitos.

A Franquia Chicago e as séries Law & Order: SVU; FBI e FBI: Most Wanted também estarão disponíveis no Universal+, nas plataformas ‘Globoplay’ e ‘Canais Globo’, logo após a exibição dos episódios na TV.

Confira o trailer e o pôster de “OS 7 DE CHICAGO”

Sobre OS 7 DE CHICAGO

O que era para ser um protesto pacífico na Convenção Nacional do Partido Democrata de 1968 se transformou em um violento confronto com a polícia e a Guarda Nacional dos EUA. Os organizadores do protesto — que incluíam nomes como Abbie Hoffman, Jerry Rubin, Tom Hayden e Bobby Seale — foram acusados de conspiração por incitar a desordem, e o julgamento decorrente foi um dos mais notórios da história.

Diretor/Escritor: Vencedor do Oscar® e do Emmy® Aaron Sorkin
Elenco: Yahya Abdul-Mateen II, Sacha Baron Cohen, Joseph Gordon-Levitt, Michael Keaton, Frank Langella, John Carroll Lynch, Eddie Redmayne, Mark Rylance, Alex Sharp, Jeremy Strong, Noah Robbins, Danny Flaherty, Ben Shenkman,  Kelvin Harrison Jr., Caitlin Fitzgerald, Alice Kremelberg, John Doman, J.C. MacKenzie, Damien Young, Wayne Duvall, C.J. Wilson  
Produzido por: Marc Platt, Stuart Besser, Matt Jackson and Tyler Thompson
Produtores Executivos: Laurie MacDonald, Walter Parkes, Marc Butan, Anthony Katagas, James Rodenhouse, Nia Vazirani

(Foto: divulgação)

Do palco às telonas: Daniel Boaventura dá dicas de 5 musicais para assistir em casa

Referência da arte no Brasil, o cantor e ator revisita sua trajetória e elege os preferidos para curtir na quarentena

A união entre músicas emblemáticas e atuações brilhantes não é apenas a fórmula de sucesso para os teatros musicais, é também a especialidade do cantor e ator Daniel Boaventura, referência desta arte no Brasil. Com quase 30 anos de carreira na atuação, o artista domina os palcos e já passou por grandes montagens ao longo da trajetória, desde os maiores clássicos até adaptações inéditas e outras que lhe renderam prêmios na categoria. Enquanto não é possível assistir presencialmente, o especialista no assunto dá dicas de 5 filmes musicais para maratonar e curtir em casa. 

1 – La La Land (2016)

(Foto: divulgação)

Indicado para 14 categorias do Oscar em 2017, vencendo seis delas, a obra de Damien Chazelle traz a história apaixonante de um pianista de jazz e uma aspirante a atriz que vivem o amor na cidade de Los Angeles. O roteiro e direção de Chazelle com a trilha sonora de Justin Hurwitz e as atuações dos protagonistas Emma Stone e Ryan Gosling renderam não só as premiações mais importantes do gênero, como também o recorde de conquistas. Disponível na plataforma Netflix.

2 – Chicago (2002)

(Foto: divulgação)

Um brilhante caso de clássico nos palcos e sucesso nas telonas. O filme é considerado um dos maiores musicais do cinema norte-americano, segundo o American Film Institute. Vencedor de seis prêmios do Oscar, o longa tem a direção assinada por Rob Marshall, com roteiro de Bill Condon e os lendários Renée Zellweger, Catherine Zeta-Jones, Queen Latifah e Richard Gere no elenco. O enredo explora o status de fama instantânea na cidade de Chicago da década de 1920, embalado por uma trilha sonora de tirar o fôlego. Disponível pelo Google Play e YouTube Films.

3 – West Side Story / Amor, sublime amor (1961)

(Foto: divulgação)

Sucesso na Broadway e grande vencedor de prêmios do cinema, o longa, assim como a montagem, é uma adaptação livre de Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Aclamado pela crítica e pelo público, o filme é o musical mais premiado da história do cinema, com 10 Oscars, 3 Globos de Ouro e 2 Grammys. A trama é ambientada na Zona Oeste de Nova Iorque e mostra o amor proibido entre Tony, antigo líder da gangue Jets, e María, irmã do líder da gangue rival, os Sharks.

4 – Os Miseráveis (2012)

(Foto divulgação)

Neste drama musical, baseado no romance homônimo de Victor Hugo, a história se passa durante a Revolução de Julho, no século 19, entre as batalhas de Waterloo e a insurreição republicana de junho de 1832. Repleto de sensibilidade, intrigas e dramas, o filme é um dos dos musicais mais aclamados da crítica na década e foi indicado a oito categorias do Oscar de 2013. No elenco estão grandes nomes como, Hugh Jackman, Anne Hathaway, Amanda Seyfried e Russell Crowe.

5 – O Rei do Show (2017)

(Foto: divugação)

Considerado o terceiro filme musical mais lucrativo da história do cinema, o drama biográfico traz a história da criação do circo Barnum & Bailey Circus e as vidas dos seus artistas. A trilha sonora da obra ganhou destaque na crítica e foi vencedora de um Globo de Ouro de Melhor Canção Original, além da indicação ao Oscar, além das atuações e performances dos protagonistas Hugh Jackman, Zac Efron, Michelle Williams, Rebecca Ferguson e Zendaya terem sido bastante aclamadas pelo público.

CHICAGO LANÇA “GREATEST HITS LIVE”

Álbum gravado ao vivo em 2017 reúne os grandes sucessos da banda

A banda Chicago sobe aos palcos por mais de 50 anos, o que contribui para que ele seja reconhecido como um dos grupos mais bem-sucedidos da América. Para celebrar este legado, a Rhino e a Warner Music lançam uma super coletânea ao vivo.

Já disponível em todas as plataformas digitais e confirmado também na versão física para o Brasil em breve, “Greatest Hits Live” apresenta 13 dos maiores sucessos de Chicago, gravados ao vivo em 2017 para a série “Soundstage”, da PBS. O álbum foi gravado nos estúdios históricos da WTTW-TV, na cidade natal da banda, Chicago, em novembro de 2018.

1271e9c9-6272-46cc-bf43-60bcf68a0ab3.png

As músicas do “Greatest Hits Live” abrangem toda a carreira do “Rock and Roll Hall of Fame” e incluem “Does Anybody Really Know What Time It Is”, do álbum de estreia do grupo em 1969, o hit número 1, “If You Leave Me Now”, de 1976, e “Hard Habit To Break”, do álbum Chicago 17, de 1984, que ainda é o álbum mais vendido da banda.

Formado em 1967 na cidade homônima da banda, Chicago é um dos grupos mais antigos e mais vendidos de todos os tempos. É a primeira banda americana a colocar álbuns no Pop Top 40 da Billboard por seis décadas consecutivas, a banda americana mais bem conceituada nos Top 100 All-Time Top Artists da Billboard e a quarta na lista de melhores bandas e duplas da Billboard.

As extensas realizações do grupo incluem: dois Grammy Awards, vários American Music Awards, 11 singles “Number One”, cinco álbuns consecutivos do “Number One” e um recorde de vendas superior a 100.000.000, com 47 álbuns ganhando ouro e platina. Chicago entrou no Rock & Roll Hall of Fame em 2016, e o primeiro álbum do grupo, “Chicago Transit Authority”, integrou o Grammy Hall of Fame em 2014. Robert Lamm e James Pankow se tornaram membros do “Songwriters All of Fame” em 2017. Os lendários compositores escreveram mega-hits como “25 or 6 to 4”, “Saturday In The Park”, “Feelin Stronger Every Day”, “Make Me Smile” e muitos outros.