Arquivo da tag: Clipe

Larissa Manoela lança primeiro single e clipe de seu novo álbum

Envolvida em diversos projetos de cinema, TV e internet, Larissa Manoela reforça sua versatilidade e se prepara para lançar seu novo álbum, “Além do Tempo”, pela gravadora Deck. O primeiro single do novo trabalho, “Hoje A Noite É Nossa”, já está disponível nos aplicativos de música e hoje ganha um clipe inédito, acessível pelo canal da artista no YouTube.

A letra da música é de autoria de Wallace Vianna, Breder e André Vieira e aborda os flertes e interações que ocorrem naturalmente em uma festa. A nova faixa traz fortes influências do pop e do EDM, com batidas e ritmo ao estilo ‘night club’. Muito desse novo rumo artístico se deve ao interesse de Larissa por artistas como Alok, que a influenciaram durante a gravação do álbum. A produção ficou por conta da Hitmaker, responsável por sucessos de Ludmilla, Pocah e Luísa Sonza, entre outros.

Dirigido por Mateus Rigola (Kevinho, Gusttavo Lima, Hungria), o clipe foi gravado em julho deste ano, em São Paulo, e se passa em uma casa noturna onde Larissa Manoela interage com os outros convidados de uma balada. No vídeo, a cantora e atriz dança junto a bailarinos em uma elaborada coreografia e interpreta sua nova música em diferentes takes, sempre acompanhada de jogos de luzes e efeitos especiais.

Com diversos convidados especiais e músicas que vão do pop dançante a baladas calmas e românticas, o álbum “Além do Tempo” será lançado em outubro. 

POCAH LANÇA SINGLE E CLIPE DE “PODE CHORAR”

Faixa é primeiro lançamento solo da cantora com o novo nome artístico

Depois de emendar recentemente dois feats de extremo sucesso nas plataformas digitais – “Resenha Lá Em Casa”, de Kevin O Chris (5.500.000 streamings Spotify) e “Para Não”, do MC WM, com Jerry Smith, (2.800.000views no Youtube em apenas uma semana de lançamento) Pocah estreia “Pode Chorar”, a primeira música solo com novo nome artístico e a expectativa não poderia ser mais positiva.

“Pode Chorar” traz discurso feminista e empoderador. Mais uma vez, a cantora mostrará um projeto que fala sobre a liberdade feminina e quebra estigmas e rótulos arcaicos.

Assim, percebemos a preocupação da cantora com as mensagens que a mesma evoca em seu público e nos temas de suma importância que a sociedade debate hoje.  Exemplo disso é a repercussão e engajamento de “Não sou obrigada”. Feminista e cheia de atitude, o single e clipe acumulam números grandiosos – são 36 milhões de visualizações no Youtube e mais de 30.400.00 de streamings no Spotify.

Em forte processo de ascensão, Pocah usa sua voz para promover reflexões e mudanças, e traz, assim, a importância social que a música carrega para atingir as pessoas. “Pode Chorar é muito especial para mim por alguns motivos, dentre eles: o fato de ser meu primeiro lançamento solo com novo nome artístico e pela letra evidenciar uma mensagem muito importante de feminismo e servir de inspiração para meus fãs e para todas as mulheres”, comenta a cantora.

Em trecho da letra, produzida pela Hitmaker Produções, — “Eu hoje vou fazer a festa/ Usar o que ele detesta/ Hoje vou me libertar/ Ele pode implorar / Que vai ser muito pior /Vai aprender a viver só — Pocah enaltece o poder de escolha da mulher, de usar as roupas que a fazem se sentir bem consigo mesma, de ser o que ela de fato é, independente da opinião e vontade do homem. Livre, dona de si, não há padrão que possa moldar uma mulher; ela controla os rumos e caminhos de sua vida.

Já o clipe, dirigido por Philippe Noguchi, traz uma estética sofisticada e diferenciada. Ao mesmo tempo em que ressalta grande referência pop, traz um tipo de fotografia novo, pouco usado em produções audiovisuais do gênero funk, retratando alguns aspectos mais surreais e uma paleta geral de cores mais fria e neutra nos ambientes cenográficos.

Com transição de referências no videoclipe, há combate do controle imposto, dos padrões sociais e do machismo enraizado evidenciando, dessa maneira, a liberdade que a mulher traz com sua vida. Isso pode ser exemplificado através de uma das colocações de cena do clipe: diversos quadros na parede com homens nas molduras, formando uma “coleção” de namorados, o que é comumente enxergado por ser uma prática masculina e não feita pelas mulheres.

Importante dizer que Pocah, um dos maiores nomes do funk feminino no país, possui todos seus shows previamente esgotados e agenda lotada até fim desse ano. Fora isso, são mais de 2,9M de ouvintes mensais no Spotify, 1,78M inscritos no Youtube e mais de 12 milhões de seguidores no somatório de suas redes sociais. Com personalidade marcante, Pocah só está começando. O público pode esperar muita coisa boa por vir!

MC WM UNE FORÇAS COM POCAH E JERRY SMITH PARA MAIS UM HIT: “PARA NÃO”

A faixa, que chega acompanhada de clipe inédito, reúne o melhor dos funks paulista e carioca numa batida 150 BPM e traz a participação especial do YouTuber e influenciador Matheus Mazzafera

Quando três verdadeiros hitmakers se juntam, não podemos esperar nada menos que um estouro. O MC WM une forças com Pocah e Jerry Smith para o lançamento de “Para Não”, um funk daqueles, gravado em 150 BPM, que promete deixar o público em êxtase, descendo até o chão.

“A história dessa música é muito doida, rs! A equipe da Hitmaker já tinha produzido a faixa, me convidou e convidou também o Jerry Smith, que é meu parceiro de longa data. A ideia sempre foi ter três cantores, sendo que um deles era para ser uma voz feminina. O convite para a Pocah rolou um pouco depois e eu achei que a participação dela casou totalmente com o que a gente tava querendo”, comentou WM. “WM e Jerry são pessoas maravilhosas, foi divertido estar ali gravando com eles e participando desta música. O clipe ficou lindo!”, complementa Pocah.

Unindo o melhor dos funks carioca e paulista, a faixa mescla características importantes das sonoridades de cada uma das capitais e promete enlouquecer o público. “Para Não” chega acompanhada de clipe inédito, gravado em São Paulo e com direção assinada por Rafael Marques.

Resgatando a atmosfera dos anos 90 e ambientado em um galpão abandonado, os artistas montaram um verdadeiro baile para apresentar a música ao público neste registro inédito. Com muita diversidade cultural e clima pop, “Para Não” é mais um hit dançante e sensual.

“A ideia do clipe foi totalmente minha. Sempre gosto de roteirizar meus clipes e trabalhar com eles de perto. Peguei uma referência de um clipe da Christina Aguilera, que tinha um cenário bem anos 90, que remetia à série “Todo Mundo Odeia O Chris” (em inglês “Everybody Hates Chris”), uma composição antiga, rua molhada, roupa colorida, carro da época, coisas que a gente não vê mais hoje em dia. Chamei o pessoal da Sync, parceiros meus das antigas também, e fizemos juntos o roteiro, pensamos no figurino, nas instalações de LED, na paleta de cores, enfim, tudo”, completa.

O registro conta com a participação especial do influenciador e YouTuberMatheus Mazzafera. “Foi depois dessa conversa com a equipe da Sync, quando batemos o roteiro, que eu convidei o Mateus Mazzafera, que é meu amigo, para participar. Na verdade, convidei ele para acompanhar os bastidores. Ele empolgou, nós empolgamos e o resultado tá irado!”, comemora WM que se diz ansioso pelo lançamento “conto os dias, horas e segundos pra essa estreia. Espero que todos gostem, fizemos tudo com carinho, fizemos questão de trazer parceiros de peso”.

Dono do mega sucesso “Fuleragem”, faixa que veio sucedida por uma série de hits como “Senta Braba” e “Raspadinha”, MC WM acumula mais de 1,5 bilhão de visualizações no YouTube e mais de 2 milhões de seguidores no Instagram e, com este lançamento, agita todas as tribos mais uma vez. Pocah, conhecida pelas recentes “Quer Mais” e “Não Sou Obrigada”, entra no time com Jerry Smith. Juntos, os artistas acumulam mais de 10 milhões de ouvintes no Spotify.

LUDMILLA LANÇA CLIPE DE “FLASH” E TERCEIRO ÁLBUM DE ESTÚDIO, “HELLO MUNDO”

Um dos principais nomes do pop atual, a cantora Ludmilla acaba de divulgar clipe da música “Flash” que faz parte do DVD “Hello Mundo”. O single, lançado em junho, já é um grande sucesso em todas as plataformas de streaming. Hoje, a artista lança também o terceiro álbum de estúdio, “Hello Mundo”.

O clipe, dirigido pelo renomado diretor criativo Giovanni Bianco, conhecido por trabalhos com Madonna e outros grandes nomes do meio artístico, foi gravado no Palácio dos Cedros, no Bairro do Ipiranga, em São Paulo.

“Eu estava morrendo de vontade de trabalhar com a Ludmilla. Ela é inspiradora, forte, poderosa, dona da própria vida, uma mulher de uma potência enorme”, disse Giovanni.

“Quando a Ludmilla me mandou a música ‘Flash’, logo pensei no vídeo como se tivesse a mesma força do aparelho que proporciona a luz necessária para tirar fotografias instantâneas através de um dispositivo que produz um clarão. Essa força da luz, me inspirou muito, usando o poder de acionar um botão e mostrar o poder dela como mulher e ser humano, acendendo um flash pro universo”, complementou o diretor.

Já o álbum de estúdio “Hello Mundo” traz parcerias com nomes consagrados da música, de diferentes estilos, como Anitta, Jão, Léo Santana, Ferrugem e Simone & Simaria, além de reunir inúmeros sucessos da cantora. Com duas faixas do projeto já divulgadas: “Favela Chegou” feat. Anitta e “A Boba Fui Eu”, parceria com Jão.  

Com dez faixas, o álbum de estúdio “Hello Mundo” carrega consigo versatilidade, animação, romance, dança, energia e enaltece mais uma vez o irrefutável talento nato de Ludmilla, hoje um dos maiores nomes da música pop no país.

Considerada a cantora negra brasileira mais seguida no Instagram, com quase 17 milhões de seguidores, Ludmilla é a cantora pop mais popular do Brasil e tudo isso com apenas 24 anos de idade. Todo o sucesso da artista levou a cantora para duas turnês pela Europa, contrariando todas as adversidades que o funk brasileiro sempre enfrentou.

A primeira música de trabalho do álbum foi “Favela Chegou”, gravada em parceria com Anitta, considerada hit muito antes do lançamento. O clipe inédito da gravação já contabiliza mais de 50 milhões de visualizações.

“Foi uma grande honra poder concluir a realização deste projeto. Poder dar continuidade agora com o lançamento do álbum e o primeiro clipe do álbum é muito realizador. Fizemos com muito carinho para que tudo saísse perfeito”, concluiu Ludmilla.

Atualmente, a cantora contabiliza quase 5 milhões de inscritos no YouTube, somando mais 1.2 bilhões de visualizações, e mais de 4.7 milhões ouvintes mensais no Spotify e promete mais muitas novidades por aí. Para este ano, a cantora ainda fará turnê pelos Estados Unidos, África e se apresentará no Rock in Rio. “Estou muito feliz e realizada com todos estes novos projetos, o que posso dizer no momento é que ainda este ano o público pode esperar por muitas novidades”, disse a cantora.

Atitude 67 lança “Dansexymusic”, último clipe do EP ‘Casa 67’

A música tem o poder de espantar os males, não é mesmo? É sobre esse poder que o ritmo da música tem que o grupo Atitude 67 fala no seu novo clipe: “Dansexymusic”. A faixa fecha o ciclo de lançamentos do projeto “Casa 67” e se torna a quinta faixa a ganhar um clipe, que já está disponível no canal do Youtube do Atitude 67.

“Essa faixa nasceu por que uma amiga, DJ Samahra, fez o pedido de uma faixa eletrônica para a gente. Com essa tarefa de compor para a Samahra, comecei um processo de prestar atenção a esse ritmo e pensar nessa composição. Certo dia, em um show que fizemos, ouvi uma batida que me despertou os primeiros versos da faixa. Quando mostrei esses para o Eric, a gente compôs todo o restante em menos de meia hora”, explica Regê, percussionista do grupo e compositor da faixa: “De cara, entendemos que a faixa falava sobre o poder da música e da arte em si”.

A identificação com a composição foi tanta que o sexteto não chegou a mostrar a faixa para a DJ. “Apesar de o refrão ter nascido de uma encomenda, acabou se tornando algo muito a nossa cara e que nunca foi mostrado para Samahra (risos)”, diverte-se Regê: “Estávamos em reunião no estúdio com o produtor Dudu Borges e o Thiaguinho e mostramos ‘Dansexymusic’ para eles. A reação foi incrível e já logo pensamos em gravar o clipe da faixa no salão de festas que temos em casa”.

E assim foi feito o vídeo da canção, que é uma mistura de eletrônico meio anos 70 com samba. “O Clipe reflete a faixa porque é uma festa, e nada melhor para encerrar o lançamento dos clipes do EP ‘Casa 67’ do que com festa, não é?”, conta o percussionista. 

Ao todo, o EP “Casa 67” conta com cinco faixas. A primeira a ter seu clipe lançado foi “Tão Linda”. “O clipe foi gravado na sala, que é o local de jogos de tabuleiro, de cerveja quando está frio e das rodas de violão. Acho que escolhemos começar por ‘Tão linda’ porque ela traz muita da família que é o Atitude 67”, conta Pedrinho.

Em seguida, foi a vez de o clipe de “Magrela”, gravado na entrada da casa, ser liberado. Segundo Pedrinho, a letra é uma homenagem para uma bicicleta: “Estávamos em uma viagem de ônibus de mais de 20 horas e fomos escrever uma música. Pensamos em falar sobre um amor importante que não soubemos cuidar! Aí lembramos da bike, que até hoje não soubemos se alguém furtou da nossa casa ou se esquecemos na lotérica (risos)”.

“Derenice” foi a terceira faixa da ter o clipe liberado. O local escolhido como cenário para esta faixa foi a “área do churrasquinho”, como os integrantes do Atitude 67 chamam. A letra foi inspirada numa situação real. “Em alguns momentos de crise no relacionamento, por um segundo, a gente se questiona se é aquilo mesmo que queremos e se vale a pena estar com aquela pessoa. Mas no mesmo instante já percebemos que amamos aquela pessoa e é ela nos faz feliz!”, afirma Éric, vocalista da banda e compositor da faixa. 

A quarta faixa a ter um registro audiovisual lançado foi “Depois de Amanhã”. A composição mostra de forma bem humorada um relacionamento terminado, mas ainda não superado. “Eu mostrei a ideia da faixa para a banda e tentamos lembrar de memórias de relacionamentos anteriores e claro que trouxemos algumas memórias que são, na verdade, de nós mesmos. A música acaba sendo essa mistura das nossas lembranças”, explica Pedrinho.

“Casa 67” é o quarto de uma série de DVDs digitais temáticos lançados pelo Atitude 67 em 2018 e 2019. O primeiro, “Laje 67”, foi gravado em um rooftop em São Paulo. Disponibilizado em setembro, trouxe três canções inéditas e uma regravação: “Com Quem Será”, “Vem” (single de ouro), “Netflix” e “Tudo Ao Contrário”, respectivamente. Em dezembro, o grupo lançou “Praia 67”, com quatro músicas autorais inéditas. Em clima intimista, o sexteto gravou os clipes na Prainha, em Saquarema (RJ). As faixas “Solteirô”, “A gente se pá”, “Abacagin” e “Nuvem” compõem o projeto. O EP “Luau 67” antecedeu o “Casa 67” e teve clipes gravados em uma festa noturna em São Paulo. “Eu vejo esse ciclo de EPs se fechando com muita alegria. Tivemos a ideia, projetamos e fizemos. Então ver essa conclusão é muito gratificante. Ver o resultado desses EPs nos shows é lindo. Por que todo mundo canta e se diverte. Então temos a sensação de que a gente acertou”, completa Pedrinho.

Pitty lança clipe de “Ninguém É de Ninguém”

Pitty lança o clipe de “Ninguém É de Ninguém”, terceira faixa do seu álbum “MATRIZ” (Deck). “Ninguém É de Ninguém” fala sobre liberdade nos relacionamentos, e é também uma alegoria para refletir sobre esse assunto num sentido mais amplo. Liberdade de pensamento, possibilidade de escolhas, além de um questionamento sobre posse e apego. A metáfora da letra nos leva para lugares como o direito de amar quem e como quiser, a não objetificação feminina, e a autonomia sobre nossas mentes e corpos. Temas que são sempre relevantes e recorrentes na obra de Pitty.

O novo clipe tem direção de Fernando Mencocini, fotografia de Victor Alencar e foi rodado no bairro da Consolação em São Paulo, num casarão construído em 1920 e que hoje é uma ocupação. O roteiro se desenrola em uma festa onde Pitty e seus companheiros de banda tocam e interagem com os demais personagens que vão se revelando ao longo do vídeo, num clima extremamente onírico. Referências como a  piscina – mar de gente para mostrar a diversidade e simbiose entre nós como um todo – e o filme “Laranja Mecânica” – que fala sobre condicionamento psicológico – estão presentes ao longo do videoclipe. 

Uma das últimas composições do álbum a ficar pronta, “Ninguém É de Ninguém” nasceu por acaso quando Pitty ouviu Daniel Weksler tocando uma batida que remetia a um ragga, com pé no Nordeste e influências de ritmos eletro-caribenhos. A cantora, que nesse último disco agregou novos elementos sonoros e ritmos ao rock, passou a trabalhar no beat e construir a música. O resultado final é um rock suingado com elementos eletrônicos. “Foi um beat que ninguém pensaria que viraria um rock. Quando apresentei a composição pronta, os meninos da banda ficaram surpresos que daquele beat inicial nasceria um rock”, comentou ela.

O vídeo estreou no canal da cantora no YouTube na noite de ontem, 31 de julho, que por uma feliz coincidência é também o Dia do Orgasmo; só não se sabe quem instituiu essa peculiar data comemorativa.

Pitty continua em turnê por todo o país, que agora é apelidada de Matriz 2.0 por ter incorporado o repertório do novo disco nos shows, além de várias novidades visuais. O álbum “MATRIZ” está disponível nos aplicativos de música e também  em CD, vinil e cassete.

CAROL CSAN ESTREIA CLIPE DE “TÔ FACIN”

Faixa é o single do EP “CSAN”, que conta ainda participações especiais de Ludmilla, Primoz, Fiorini e Luccas Carlos

Depois de lançar “CSAN”, primeiro EP da carreira, Carol Csan divulga o videoclipe do single do projeto, “Tô Facin”. Uma composição da artista, em parceria com Lipe, Thiago, Vitinho e Fiorini, a faixa traz as participações especiais de Primoz e Fiorini.

Além de trazer as participações especiais de Primoz e Fiorini, o registro enaltece a mistura da batida do rap com R&B. A direção é de Phillippe Rios, conhecido por trabalhos, como diretor de fotografia, para Oriente, Micael, Clau e Dilsino.

“Colocamos tanto carinho nesse projeto que rolou muito naturalmente, parecia que estávamos de verdade em uma festa. Foi incrível gravar com os esses meninos, uma mistura de ansiedade e satisfação!”, comenta Carol.

“CSAN”, que chegou ao público com três faixas, apresenta, além de “Tô Facin”, “Pedacinho de Degosto” e “Umazinha”. Composição assinada porLudmilla, o funk melody de “Pedacinho de Degosto” traz batida marcante e refrão bem chiclete, que promete ficar na cabeça de todo mundo. Para deixar a faixa completa, Carol recebe Lud, que também é empresária da artista ao lado de Alexandre Baptestini, para uma participação especial.

O projeto fica completo com “Umazinha”. Com participação de Luccas Carlos, a música é uma composição de Umberto Tavares e Jefferson Junior. Pop, alegre e para cima, a faixa fica ainda mais envolvente com a adição das batidas do reggaeton. A música também tem clipe confirmado para os próximos dias. Assim como em “Tô Facin”, o registro de “Umazinha” terá direção de Phillippe Rios.

KEVIN O CHRIS E POCAH LANÇAM SINGLE E CLIPE DE “RESENHA LÁ EM CASA”

Música marca encontro de dois nomes em grande ascensão no funk brasileiro

Kevin O Chris e Pocah lançam a música “Resenha Lá Em Casa”, canção dos dois que vem para agitar as paradas e festas mais animadas do país. Com ritmo dançante, o corpo já começa a se movimentar apenas com o toque da poderosa batida. Promessa de sucesso, “Resenha Lá Em Casa” traz alegria e energia contagiante em cada acorde.

E além do single, a faixa vem acompanhada de clipe. Dirigido por Rômulo Menescal e Vinicius Olivo, o roteiro traz duas ambientações: uma que remete aos anos 90, em um universo que lembra um pouco da série de sucesso americana “Stranger Things”, com homens jogando videogames, quadrinhos e muita junk food. O outro, reúne diversas mulheres, todas animadas e se maquiando, ficando prontas para uma festa.

Esses dois universos distintos se misturam e uma nova resenha lá em casa é formada. Um encontro de amigos, cheio de agitação, dança e animação a perder de vista.

Válido dizer que Pocah é hoje um dos maiores nomes do funk feminino no país. Com sucesso atrás de sucesso, ela traz grande engajamento nas redes sociais e em suas músicas, sempre com números nas casas dos milhões, além de todos os shows com casa lotada por onde ela passa. Esse novo momento da artista chega com a mudança do nome artístico. MC Pocahontas agora é apenas Pocah.

Já Kevin O Chris, outro nome crescente no funk, com vários hits no currículo e que circulam pelas festas de todo Brasil, transitando entre todas as classes sociais. A explosão da carreira do cantor aconteceu no ano passado com músicas sobre o “Baile da Gaiola”, festa popular carioca. Desde então, conquistou o gosto do público, além de milhões de streamings nas plataformas digitais e visualizações no YouTube.

A união explosiva desses dois artistas de peso só faz o público esperar por um lançamento daqueles, que promete abalar estruturas, tirar todo mundo para dançar e virar hit. Alguém tem alguma dúvida?

Já Kevin O Chris, outro nome crescente no funk, com vários hits no currículo e que circulam pelas festas de todo Brasil, transitando entre todas as classes sociais. A explosão da carreira do cantor aconteceu no ano passado com músicas sobre o “Baile da Gaiola”, festa popular carioca. Desde então, conquistou o gosto do público, além de milhões de streamings nas plataformas digitais e visualizações no YouTube.

A união explosiva desses dois artistas de peso só faz o público esperar por um lançamento daqueles, que promete abalar estruturas, tirar todo mundo para dançar e virar hit. Alguém tem alguma dúvida?

Já Kevin O Chris, outro nome crescente no funk, com vários hits no currículo e que circulam pelas festas de todo Brasil, transitando entre todas as classes sociais. A explosão da carreira do cantor aconteceu no ano passado com músicas sobre o “Baile da Gaiola”, festa popular carioca. Desde então, conquistou o gosto do público, além de milhões de streamings nas plataformas digitais e visualizações no YouTube.

A união explosiva desses dois artistas de peso só faz o público esperar por um lançamento daqueles, que promete abalar estruturas, tirar todo mundo para dançar e virar hit. Alguém tem alguma dúvida?

Já Kevin O Chris, outro nome crescente no funk, com vários hits no currículo e que circulam pelas festas de todo Brasil, transitando entre todas as classes sociais. A explosão da carreira do cantor aconteceu no ano passado com músicas sobre o “Baile da Gaiola”, festa popular carioca. Desde então, conquistou o gosto do público, além de milhões de streamings nas plataformas digitais e visualizações no YouTube.

A união explosiva desses dois artistas de peso só faz o público esperar por um lançamento daqueles, que promete abalar estruturas, tirar todo mundo para dançar e virar hit. Alguém tem alguma dúvida?

KEVINHO LANÇA NOVO HIT: “UMA NORA PRA CADA DIA”

Faixa chega acompanhada de clipe inédito com a participação da mãe do cantor, Sueli Azevedo

“Uma Nora Pra Cada Dia”, nova música do Kevinho, já está disponível em todas as plataformas digitais. A faixa, composição do MLK do Hits, em parceria com Anne, como o próprio nome diz, nela, o artista canta que quer apresentar para a mãe uma “suposta” nova namorada por dia. Para a brincadeira ficar completa, o lançamento chega acompanhado de clipe inédito e, dando mais veracidade à história cantada, Kevinho convidou a mãe, Sueli Azevedo, para uma participação especial no registro, disponível no canal do artista no YouTube.

Contada de maneira bem descontraída, a história do clipe é embalada pelas batidas 150 BPM do funk – esta é a primeira vez que o artista lança uma música com essa frequência, antes desta estreia, o artista colaborou, no mesmo ritmo, com Dennis DJ para a faixa “Agora É Tudo Meu”. No clipe, diversas modelos se revezam nas cenas com Kevinho ao lado de carros de luxo, num longe de balada e no quarto do cantor, pintando a atmosfera perfeita do verdadeiro “namorador”.

Com título engraçado e bem característico do MLK dos Hits, o ponto alto do clipe acontece quando a mãe, Sueli, entra em cena e flagra Kevinho no quarto com as modelos apenas de lingerie. A cena acaba em uma divertida guerra de travesseiros, com Sueli expulsando as meninas dali.

A direção do registro é de Mateus Rigola, responsável por assinar os últimos vídeos clipes de Kevinho. A gravação aconteceu em São Paulo e o cantor fez questão de participar de toda concepção do roteiro do clipe e também da edição final.

BFF Girls lança clipe da autoral “Minha Vibe”

Produção tem direção de Mess Santos e aposta em cenário tropical

O grupo BFF Girls lançou, o clipe da canção “Minha Vibe”, com direção de Mess Santos. O vídeo é o primeiro do EP “Nossa Vibe”, que marca a nova fase do trio formado por Bia Torres, Giulia Nassa e Laura Castro. Com tema tropical e cores vibrantes, a produção, gravada em Ubatuba, no litoral paulista, mostra a sintonia do grupo.

Composta por Giulia Nassa e Jenner Melo, a canção fala sobre a verdade do trio e o momento atual, de positividade e foco no que está por vir. Esse é o clima que o clipe carrega, em que as meninas se divertem em uma casa de praia, acompanhadas dos amigos.

Bia falou sobre o vídeo: “O clipe de ´Minha Vibe´ é super diferente do que a gente já fez, aliás a letra da música também! Toda a história se passa numa vibe bem praiana, um clima de férias, cultivando bons momentos e muitos amigos. Procuramos passar essa alegria vinda de tanta coisa boa que está acontecendo, com um ambiente cheio de cores e elementos que possam transmitir isso para quem assiste. Pretendemos seguir cada vez mais a mensagem de ‘Minha Vibe’,de autoaceitação e amor próprio”.

Giulia completa: “Esse foi definitivamente o clipe mais divertido de gravar – também, estávamos na praia, né! Mas mais porque a música realmente contagiou o ambiente de trabalho. Todo mundo curtiu muito, até aproveitamos um pouquinho a piscina. Espero que a galera sinta realmente essa ´Nossa Vibe´ positiva nesse clipe e nos próximos que virão!”.

Laura finaliza: “Participar do clipe ´Minha Vibe´ foi muito especial, não só por ter sido gravado completamente em outdoor, em um dia lindo, naquela praia maravilhosa, mas também por ter sido meu primeiro clipe de música inédita com as meninas! Lembro do quão incrível foi o dia: saímos logo de manhã para Ubatuba e só voltamos à noite para São Paulo, todas com sorriso no rosto e brilho no olhar, com a sensação de dever cumprido. Foi um dia inteiro cheio de energia, ânimo, amizade e aprendizado”.

Autoral, o EP “Nossa Vibe”, lançado no último dia 29, mostra a versatilidade musical e potência vocal do trio, evidenciadas nas três canções que, juntas, constroem uma narrativa mais madura nesse nova fase. “Flashback”, que terá o vídeo oficial revelado no dia 3 de julho, tem composição de Umberto Tavares, Donato e Gleyce Degan e fala sobre romance, em uma batida viciante. Com discurso mais maduro e ritmo suingado, “Com Você”, composta por Marks, Juninho, Victor Reis e Rodrigo Summer, será a última canção do novo trabalho a ganhar videoclipe, no dia 17 de julho.