Arquivo da tag: Contos

Rocco lança “COLCHÃO DE PEDRA”, de Margaret Atwood

Em livro até agora inédito no Brasil, Margaret Atwood reúne contos recheados de personagens sombrios, elementos góticos e humor afiado

(Foto: divulgação)

Presenças fantasmagóricas, aberrações da natureza, alucinações, assassinatos, antigos rancores, sonhos frustrados. Colchão de pedra, obra que chega agora às livrarias de todo o Brasil pela editora Rocco, reúne uma série de narrativas que, assinadas pela premiada autora canadense Margaret Atwood, estão repletas de figuras sombrias e elementos góticos.

Os três contos iniciais da coletânea, por exemplo, são interligados por um personagem comum: o egocêntrico poeta Gavin Putnam. No primeiro texto, ele passeia pelas memórias um tanto confusas da namorada de juventude. No segundo, enquanto coloca à prova a paciência da atual esposa, que é muitos anos mais nova, ele relembra uma parte de seu passado inconsequente. Por fim, Putnam ressurge na história de uma antiga amante, que, depois de décadas de ressentimentos, decide comparecer a seu velório.

Na trama seguinte, uma jovem se vê vítima de uma rara doença ou de uma inesperada maldição. Quando seu corpo começa a ganhar uma aparência sobrenatural, ela precisa lidar com a vergonha da família. Não demora até que sua morte seja encenada e ela decida viver totalmente isolada no quarto de uma fazenda.

Na narrativa que dá título ao livro e que em breve vai virar filme, Verna, uma viúva, embarca em um cruzeiro pelo Ártico depois da morte nada acidental do seu quarto marido. O inesperado acontece quando ela vê entre os passageiros o homem por quem foi abusada e humilhada décadas antes. Astuta, ela planeja cautelosamente a sua vingança. Nas telas, a protagonista será vivida por ninguém menos que Julianne Moore.

As marcas da violência, a consciência da mortalidade e os mitos da velhice são só alguns dos temas que perpassaram as nove histórias de Colchão de pedra. Irreverente e cheia de surpresas, a obra é mais uma prova da genialidade de Margaret Atwood e de seu extraordinário talento para explorar as facetas mais perversas da humanidade.

Margaret Atwood, cuja obra foi publicada em mais de 35 países, é autora de mais de quarenta livros de ficção, poesia e ensaios críticos. Além de O conto da aia, seus romances incluem Olho de gato, finalista do Booker Prize; Vulgo Grace, ganhador do Giller Prize, no Canadá, e do prêmio Mondello, na Itália; O assassino cego, vencedor do Booker Prize de 2000; O ano do dilúvio e a trilogia MaddAddão. Ela mora em Toronto.

Coletânea de contos reúne três referências do romance para falar de amor

image004.jpgCorrespondido ou não, desejado, inesperado ou platônico, amor nunca é demais e nem sai de moda. E é por isso que ele é o protagonista desta coletânea de contos que reúne três referências do romance na atualidade. A.C. Meyer, Brittainy Cherry e Camila Moreira escrevem sobre encontros e desencontros da vida quando o sentimento verdadeiro sempre fala mais alto.

Em “Doce reencontro”, A.C. Meyer faz do amor o tempero mais importante para unir dois corações distanciados pelo tempo. Isso porque Jade e Alex se apaixonaram rapidamente, mas ele passou para um concurso em outro estado e, na época, investir na carreira pareceu mais certo que continuar um namoro que mal havia começado. Anos depois, Jade abre uma famosa loja de bolos para festas e Alex, já desiludido com o trabalho, retorna à cidade para recomeçar. Jade é a boleira do casamento da irmã de Alex e é nos preparativos para o grande dia que eles se reencontram e descobrem que o amor que um dia sentiram estava apenas adormecido.

“As cartas que escrevemos” é de autoria da americana Brittainy C. Cherry. A história gira em torno de Jake, um jovem promissor ator de Hollywood que retorna ao interior do Kansas para o casamento de sua ex-namorada. Ana e Jake sempre formaram o casal ideal. Mas ela descobre que está com câncer na mesma época em que ele consegue seu primeiro papel em um filme. Jake estava decidido a largar o seu sonho nos cinemas para ficar com Ana, mas ela recusa a ideia e pede para que terminem o relacionamento.  Anos depois, eles se encontram às vésperas do grande dia de Ana e tentam resolver tudo o que ficou pendente no passado.

A antologia se encerra com “Além das cores”, de Camila Moreira. Alice está vivendo um dos piores dias da sua vida. Como se não bastasse ser demitida, ela pega o seu noivo na cama com sua melhor amiga. Para completar, ela chega atrasada para a divisão de um trabalho importante na faculdade e agora vai ter que ficar com o tema que sobrou: fazer uma biografia de um pintor esnobe que odeia qualquer tipo de entrevista.  Mas a sua proximidade com Leandro, um prodígio da arte, vai mostrar que ele pode ser muito gentil além de ser bem atraente.

A.C Meyer mora no Rio de Janeiro e é viciada em livros. Sua série After dark é um enorme sucesso entre os leitores. Também lançou, pela Galera, Cadu e Mari.

Brittainy C. Cherry é formada em artes cênicas, com especialização em escrita criativa pela Carroll University, em Wisconsin. É autora de Sr Daniels e O ar que ele respira, da Record. Atualmente mora em Milwaukee, Wisconsin.

Camila Moreira nasceu em Jaguará, Goiás, mas também se considera mato-grossense. É autora de O amor não tem leis e O amor não tem leis- o julgamento final, que tiveram repercussão internacional. Camila foi citada no jornal americano The Washington Post como referência na literatura erótica brasileira.

POTTERMORE LANÇA NOVO CONTO ESCRITO POR J.K. ROWLING SOBRE ILVERMORNY, A ESCOLA DE MAGIA E BRUXARIA DA AMÉRICA DO NORTE, NO SEGUNDO CAPÍTULO DE MAGIA NA AMÉRICA DO NORTE, PREPARANDO O CENÁRIO PARA O ESPERADO FILME DA WARNER BROS. PICTURES, ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM

Usuários do Pottermore.com agora podem ser selecionados nas casas de Ilvermorny

A Escola de Magia e Bruxaria de Ilvermorny’, o segundo capítulo de uma nova escrita original de J.K. Rowling intitulada Magia na América do Norte, será publicada hoje exclusivamente no pottermore.com ‘Ilvermorny’ traz a história vívida e cativante da grande escola norte-americana de magia, fundada no século XVII.

Ilvermorny, nova casa do universo de Harry Potter. (Foto: Divulgação)
Ilvermorny, nova casa do universo de Harry Potter. (Foto: Divulgação)

O novo conto e o curta que o acompanha fornecem um rico pano de fundo para Animais Fantásticos e Onde Habitam, aguardado filme da Warner Bros. Pictures que será lançado em 17 de novembro de 2016. O filme, que marca a estreia J.K. Rowling como roteirista, é uma aventura totalmente nova estrelada por Eddie Redmayne como o magizoologista Newt Scamander, que chega em Nova York em 1926.

O trabalho de ficção começa na Irlanda, onde uma jovem órfã, que é descendente do co-fundador de Hogwarts Salazar Sonserina, escapa de sua tia malvada e embarca no Mayflower. Chegando em Massachusetts com pouco mais do que suas roupas e uma varinha roubada, ela se aventura por conta prórpia, vagando pelo deserto até que encontra várias criaturas misteriosas e descobre que não é a única bruxa no Novo Mundo. Mas ela também vai ter que superar grandes desafios e enfrentar novos perigos em seu caminho para estabelecer o que se tornará no futuro a ‘Escola de Magia e Bruxaria de Ilvermorny’ no pico do Monte Greylock, em Massachusetts.

Além de publicar o segundo capítulo de Magia na América do Norte hoje, o Pottermore anunciou que, pela primeira vez, os usuários do site poderão ser selecionados em uma das quatro casas de Ilvermorny. A cerimônia de selecão de Ilvermorny consiste em perguntas e respostas escritas por J.K. Rowling. As respostas às perguntas determinam em que casa de Ilvermorny os usuários serão escolhidos. As casas são nomeadas de acordo com as criaturas abaixo, que foram descritas no conto:

·         Serpente Chifruda: uma grande serpente de rio com chifres e jóias em sua testa;

·         Pukwudgie: uma pequena criatura cinzenta com grandes orelhas;

·         Pássaro-Trovão: uma criatura que ‘pode criar tempestades enquanto voa’;

·         Pumaruna: ‘uma criatura mágica que se parece uma pantera, rápida, forte e quase impossível de matar’.

Em março, o Pottermore publicou ‘História da Magia na América do Norte,’ a primeira parte de Magia na América do Norte. A história, que foi dividida e postada em quatro dias consecutivos, levou os leitores para dentro da história dos bruxos e bruxas norte-americanos.