Arquivo da tag: Corrupção

‘O Doutrinador’ não poupa nenhum corrupto em novo trailer

FILME SOBRE O VIGILANTE, BASEADO EM PERSONAGEM DE HQ, CHEGA AOS CINEMAS EM 1º DE NOVEMBRO

“O Doutrinador” é implacável. Essa é a impressão deixada pelo novo trailer do filme, que acaba de ser divulgado, em que o anti-herói persegue sem tréguas políticos e empresários inescrupulosos. Inspirado em personagem de HQ criado por Luciano Cunha, o longa de ação nacional chega aos cinemas em 1º de novembro.

Kiko Pissolato interpreta o personagem principal, e o elenco reúne ainda Eduardo Moscovis,  Marília Gabriela, Helena Ranaldi, Carlos Betão,Tainá Medina, Natália Lage e Tuca Andrada, entre outros. Além dos cinemas, “O Doutrinador” poderá ser visto na TV em 2019, em uma série que  será exibida pelo Canal Space.

Com direção de Gustavo Bonafé e codireção de Fábio Mendonça, o filme e a série foram criados por Luciano Cunha e Gabriel Wainer, que também participaram das mesas de roteiro, assinado por Mirna Nogueira, LG Bayão, Guilherme Siman, Rodrigo Lages e Denis Nielsen. A produção é da Paris Entretenimento e a distribuição da Downtown/Paris Filmes.

Sinopse
“O Doutrinador” é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.
Ficha Técnica

Direção: Gustavo Bonafé
Roteiro: Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen, Guilherme Siman, Gabriel Wainer e Luciano Cunha
Produção: Marcio Fraccaroli, Sandi Adamiu, Bruno Wainer
Produção Executiva: Renata Rezende
Direção de Fotografia: Rodrigo Carvalho
Produtora de elenco: Renata Kalman
Diretor de Arte: Marghe Pennacchi
Figurinista: Flavia Lhacer
Montador: Federico Brioni e Sabrina Wilkins

Elenco

Kiko Pissolato (Miguel)
Samuel de Assis (Edu)
Tainá Medina (Nina)
Marília Gabriela (Ministra Marta Regina)
Eduardo Moscovis (Sandro Correa)
Helena Ranaldi (Julia Machado)
Natália Lage (Isabela)
Natallia Rodrigues (Penélope)
Tuca Andrada (Delegado Siqueira)
Gustavo Vaz (Anterinho)
Carlos Betão (Antero Gomes)
Nicolas Trevijano (Diogo)
Eduardo Chagas (Oliveira)

Vídeo de ‘O Doutrinador’ revela o universo da hacker Nina

LONGA SOBRE O ANTI-HERÓI BRASILEIRO CHEGA AOS CINEMAS EM 1º DE NOVEMBRO
Em vídeo de making of, a atriz Tainá Medina conta sobre sua personagem no longa “O Doutrinador”: Nina, uma jovem de 24 anos que trabalha em uma loja de HQs, mas que também é uma hacker. Ela tem uma questão séria com a justiça – sua mãe foi presa arbitrariamente. “A forma que ela vê para reparar as injustiças é burlando o sistema, é sendo uma hacker, é entrando e sendo meio que um ratinho que vai roendo as pontas, gerando um caos”, explica Tainá. Além de cenas inéditas do filme, o vídeo traz também um depoimento do diretor Gustavo Bonafé, que complementa: “Criamos uma hacker que também vai a manifestações de rua. É uma menina que faz parte dessa nova juventude que está começando a ter voz política”.  Para assistir, clique aqui.
Com lançamento nos cinemas marcado para 1º de novembro, “O Doutrinador” também terá uma versão em série para TV, que será exibida pelo canal Space em março de 2019.  Kiko Pissolato vive o protagonista da produção, que traz ainda no elenco Eduardo Moscovis, Marília Gabriela, Helena Ranaldi, Carlos Betão e Tuca Andrada, entre outros. Com direção de Gustavo Bonafé e codireção de Fábio Mendonça, o filme e a série foram criados por Luciano Cunha e Gabriel Wainer, que também participaram das mesas de roteiro, assinado por Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen e Guilherme Siman. A produção é da Paris Entretenimento e a distribuição da Downtown/Paris Filmes.

 

Sinopse
“O Doutrinador” é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.
Ficha Técnica
Direção: Gustavo Bonafé
Roteiro: Mirna Nogueira, LG Bayão, Rodrigo Lages, Denis Nielsen, Guilherme Siman, Gabriel Wainer e Luciano Cunha
Produção: Marcio Fraccaroli, Sandi Adamiu, Bruno Wainer
Produção Executiva: Renata Rezende
Direção de Fotografia: Rodrigo Carvalho
Produtora de elenco: Renata Kalman
Diretor de Arte: Marghe Pennacchi
Figurinista: Flavia Lhacer
Montador: Federico Brioni e Sabrina Wilkins
Elenco
Kiko Pissolato (Miguel)
Samuel de Assis (Edu)
Tainá Medina (Nina)
Marília Gabriela (Ministra Marta Regina)
Eduardo Moscovis (Sandro Correa)
Helena Ranaldi (Julia Machado)
Natália Lage (Isabela)
Natallia Rodrigues (Penélope)
Tuca Andrada (Delegado Siqueira)
Gustavo Vaz (Anterinho)
Carlos Betão (Antero Gomes)
Nicolas Trevijano (Diogo)
Eduardo Chagas (Oliveira)
Sobre a Paris Entretenimento
Após dois anos como coprodutora de grandes sucessos de bilheteria, como a trilogia “Até que a Sorte nos Separe”, a Paris Entretenimento consolidou-se como produtora em 2015, com o lançamento do longa “Carrossel – O Filme”, que fez 2.7 milhões de espectadores e tornou-se o quarto filme nacional mais visto do ano.
Entre 2016 e 2017, a Paris Entretenimento foi a produtora que mais lançou filmes no país, com um total de sete longas- metragens exibidos em circuito comercial. Os gêneros variados dessas produções consolidam nossa proposta de abrangência de mercado, explorando diferentes nichos de acordo com as tendências comerciais da época. Desses sete filmes lançados nos últimos meses, dois são adaptações de séries infantis de televisão (“Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina” e “Detetives do Prédio Azul – O Filme”), outros dois são infanto-juvenis voltados ao público masculino (“Internet – O Filme”) e feminino (“Meus 15 Anos”), uma comédia romântica destinada ao público adulto (“Um Namorado Para Minha Mulher”), e dois documentários (“Teresinha” e “Aqualoucos”), este último lançado na 41a Mostra Internacional de Cinema.
Nossa busca por atender à demanda do público brasileiro continua em 2018, por isso selecionamos nossos projetos futuros com base nas tendências de mercado para os próximos meses. Em novembro de 2017 iniciamos a produção de “O Doutrinador”, aventura do gênero super-herói que será lançada nos cinemas em Setembro de 2018 e, em seguida, em formato seriado pelo canal Space.
Sobre a Downtown Filmes 
Fundada em 2006, a Downtown Filmes é a única distribuidora dedicada exclusivamente ao cinema brasileiro. Desde 2011, ocupa a posição da distribuidora número 1 no ranking de filmes nacionais. De 2013 até hoje, vendeu mais de 50% de todos os ingressos de filmes brasileiros lançados. Até dezembro de 2017, a Downtown Filmes lançou 120 longas nacionais, que acumularam mais de 100 milhões de ingressos.
Entre os maiores sucessos da distribuidora estão “Minha Mãe É Uma Peça” e “Minha Mãe É Uma Peça 2”, estrelados por Paulo Gustavo; “De Pernas Pro Ar”, “De Pernas Pro Ar 2”, e “Loucas Pra Casar”, com Ingrid Guimarães; “Até que a sorte nos separe”, ”O Candidato Honesto” com Leandro Hassum; “Os Parças” com Whindersson Nunes, Tom Cavalcante e Tirulipa, “Fala Sério, Mãe!” com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela, “Chico Xavier” e “Elis”.
Para 2018, o lineup da Downtown conta com 20 títulos, entre eles “Os farofeiros”, lançado em março, “O Doutrinador”, adaptação da série de quadrinhos de mesmo nome, “O Candidato Honesto 2”, “Tudo Por um Pop Star” e “O Palestrante Motivacional” estrelado por Fabio Porchat.

Netflix confirma nova série original baseada nas atuais investigações de corrupção no Brasil

Dirigida por José Padilha e escrita por Elena Soares, a produção ainda sem título, terá o início das filmagens no Brasil ainda este ano e tem lançamento previsto para 2017

A Netflix, principal serviço de TV por Internet do mundo, anunciou que as filmagens de sua nova série original, baseada nas recentes investigações de corrupção da Operação Lava Jato, vão começar este ano no Brasil. A série, ainda sem título, será criada e dirigida por José Padilha (Narcos, Tropa de Elite, Robocop), e escrita por Elena Soares (Xingu, Filhos do Carnaval, Casa de Areia).

Netflix anuncia série sobre a corrupção no Brasil. (Foto: Divulgação)
Netflix anuncia série sobre a corrupção no Brasil. (Foto: Divulgação)

“A Netflix reconhece o talento de José Padilha em transformar os eventos atuais ainda em constante evolução em narrativas atraentes, e ele está bem posicionado para documentar este momento importante na história do Brasil”, afirma Erik Barmack, vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix. A série será o segundo original Netflix produzido no Brasil, seguido do thriller Sci-Fi pós-apocalíptico,  3%, que será lançado até o final deste ano.

“Esse projeto vai narrar a operação policial em si e mostrar detalhes sobre o maior esquema de corrupção já visto no Brasil. Era fundamental que a série fosse produzida com imparcialidade, e a Netflix é com certeza o melhor parceiro para que isso possa ser concretizado”, afirma Padilha.