Arquivo da tag: Creed – Nascido Para Lutar

Creed: Nascido para lutar mantêm os altos e baixos característicos da saga de Rocky Balboa

Por Lílian Pacheco

Adonis Johnson (B.Jordan) era um garoto que vivia em um orfanato de Los Angeles. Quando o jovem agrediu um colega da instituição que havia criticado sua mãe foi levado para solitária e lá recebeu a visita da madrasta Mary Anne (Phylicia Rashad). Ela queria cuidar da educação do garoto que nem chegou a conhecer o pai que faleceu antes dele nascer e o levou para a casa.

Johnson era filho da relação que o famoso lutador de boxe Apollo Creed teve fora do casamento. Com a criação de Mary, o rapaz estudou e foi promovido na empresa de finanças que trabalhava, mas Adonis pediu demissão, porque queria seguir a carreira de lutador. A madrasta que o criou ficou decepcionada, já que não queria que ele passasse pelo mesmo sofrimento do pai.

"Creed: Nascido para lutar" é uma continuação de Rock Balboa. (Foto: Divulgação)
“Creed: Nascido para lutar” é uma continuação de Rocky Balboa. (Foto: Divulgação)

A rivalidade de Rocky Balboa (Sylvester Stallone) e Apollo Creed nos ringues não atrapalhava a amizade dos dois. Adonis sabia de todas as histórias da dupla e se mudou para Filadélfia para convencer Balboa a treiná-lo. Inicialmente, ele rejeitou a proposta de Johnson, mas acabou aceitando o desafio.

Nas lutas, Adonis era reconhecido pelo sobrenome da mãe. Ele não queria que ninguém soubesse que era filho de Apollo Creed para não ser comparado ao pai e criar a própria história no boxe mundial. Quando a identidade do rapaz foi à tona, ele teve que adotar o sobrenome Creed para poder enfrentar o campeão “Pretty” Ricky Conlan interpretado por Tony Bellew, lutador na vida real.

As cenas divertidas de Stallone e a introdução de fortes personagens femininas fizeram com que o sétimo filme da franquia não se tornasse mais um drama do gênero em que um famoso lutador treina um jovem que tem o sonho de ser reconhecido no esporte. A estreia do filme acontece nesta quinta-feira, 14 de janeiro.

 

WARNER BROS. CONCORRE EM TRÊS CATEGORIAS NO GLOBO DE OURO 2016

Mad Max: Estrada da Fúria e Creed – Nascido Para Lutar são os filmes representantes da distribuidora na premiação deste ano

A Warner Bros. Pictures recebeu três indicações ao Globo de Ouro 2016. Mad Max: Estrada da Fúria, longa que estreou em 14 de maio nos cinemas, e Creed – Nascido Para Lutar, que estreia em 14 de janeiro no Brasil, são os representantes na cerimônia da 73ª edição do Globo de Ouro. Marcada para o dia 10 de janeiro, essa é uma das principais premiações de Hollywood que precedem ao Oscar.

Mad Max: Estrada da Fúria concorre em duas categorias: Melhor Filme de Drama e Melhor Diretor, para George Miller. “Muito obrigada Hollywood Foreign Press Association. Acordei com essa notícia. Dancei um pouquinho. Vocês me fizeram dançar!”, afirma Miller.

Creed – Nascido para Lutar concorre na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, com Sylvester Stallone indicado ao prêmio. O intérprete de Rocky Balboa se emocionou com a indicação ao prêmio: “Essa é uma honra que eu não estava esperando. Estou imensuravelmente grato à Hollywood Foreign Press Association”.

 Sobre Creed – Nascido Para Lutar

"Creed - Nascido Para Lutar" é um dos concorrentes ao Globo de Ouro. (Foto: Divulgação)
“Creed – Nascido Para Lutar” é um dos concorrentes ao Globo de Ouro. (Foto: Divulgação)

O longa reúne o diretor Ryan Coogler com seu astro de “Fruitvale Station: A Última Parada”, Michael B. Jordan, no papel do filho de Apollo Creed, e explora um novo capítulo na história de “Rocky”, com o astro indicado ao Oscar, Sylvester Stallone, em seu icônico personagem.

Adonis Johnson (Jordan) nunca conheceu seu famoso pai, o campeão mundial peso-pesado Apollo Creed, que morreu antes dele nascer.  Ainda assim, é inegável que o boxe está em seu sangue, então Adonis vai para Philadelphia, o local da lendária luta de Apollo Creed contra um aguerrido novato chamado Rocky Balboa.

Já na Cidade do Amor Fraternal, Adonis encontra Rocky (Stallone) e pede para que ele seja seu treinador. Apesar de sua insistência em se afastar do mundo das lutas por bons motivos, Rocky enxerga em Adonis a força e a determinação que ele conheceu em Apollo – seu feroz rival que acabou se tornando seu melhor amigo.  Concordando em ajuda-lo, Rocky treina o jovem lutador, mesmo que para isso o antigo campeão tenha que desafiar um oponente mais mortal do que qualquer um que ele já tenha enfrentado no ringue.

Com Rocky em seu corner, não demora muito para que Adonis tenha sua chance de disputar o título… mas será que ele pode desenvolver não somente o jeito, mas também o coração de um verdadeiro lutador a tempo de entrar no ringue?

Metro-Goldwyn-Mayer Pictures e Warner Bros. Pictures apresentam, em associação com a New Line Cinema, uma Produção Chartoff Winkler, Creed: Nascido Para Lutar.  Com estreia no Brasil agendada para 14 de janeiro de 2016, o longa será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa Warner Bros. Entertainment, e em territórios internacionais selecionados pela MGM, assim como a distribuição televisiva.

 Sobre Mad Max: Estrada da Fúria

"Mad Max: A Estrada da Fúria" é um dos concorrentes ao Globo de Ouro. (Foto: Divulgação)
“Mad Max: A Estrada da Fúria” é um dos concorrentes ao Globo de Ouro. (Foto: Divulgação)

Do diretor George Miller, criador do gênero pós-apocalíptico e a mente por trás da lendária franquia “Mad Max”, Mad Max: Estrada da Fúria é um retorno ao mundo do guerreiro das estradas, Max Rockatansky.

Atormentado por seu passado turbulento, Mad Max acredita que a melhor forma de sobreviver é andar sozinho. Mesmo assim, ele acaba se unindo a um grupo em fuga pelas Terras Desertas, na Máquina de Guerra pilotada pela Imperatriz Furiosa. Eles escaparam da Cidadela controlada pelo tirano Immortan Joe, de quem algo insubstituível foi roubado. Furioso, o Senhor da Guerra reúne suas gangues e persegue os rebeldes sem piedade na intensa Guerra de Estrada que se desenrola.

Tom Hardy (“Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge”) estrela no papel-título em Mad Max: Estrada da Fúria — quarto filme da história da franquia. A vencedora do Oscar Charlize Theron (“Monster – Desejo Assassino”, “Prometheus”) estrela como a Imperatriz Furiosa. O filme também é estrelado por Nicholas Hoult (“X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”) como Nux; Hugh Keays-Byrne (“Mad Max”, “Bela Adormecida”) como Immortan Joe; Josh Helman (“X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”) como Slit; Nathan Jones (“Conan, o Bárbaro”) como Rictus Erectus; conhecidas coletivamente como as Esposas, Rosie Huntington-Whiteley (“Transformers: O Lado Oculto da Lua”) é Esplêndida Angharad, Riley Keough (“Magic Mike”) é Capable, Zoë Kravitz (“Divergente”) interpreta Toast the Knowing, Abbey Lee é The Dag e Courtney Eaton é Cheedo, a Fragile. O filme também é estrelado por John Howard, Richard Carter, o cantor/compositor iOTA, Angus Sampson, Jennifer Hagan, Megan Gale, Melissa Jaffer, Melita Jurisic, Gillian Jones e Joy Smithers.

O cineasta vencedor do Oscar George Miller (“Happy Feet – O Pinguim”) dirigiu um roteiro que ele coescreveu com Brendan McCarthy e Nico Lathouris. Miller também produziu o filme, com seu parceiro de produção, o indicado ao Oscar Doug Mitchell (“Babe – O Porquinho Atrapalhado”, “Happy Feet – O Pinguim”) e PJ Voeten. Iain Smith, Chris deFaria, Courtenay Valenti, Graham Burke, Bruce Berman e Steven Mnuchin foram os produtores executivos.