Arquivo da tag: Cris Paola

Arquiteta Cris Paola ensina como incluir e valorizar o espelho na decoração

Muito mais que a sensação de amplitude, é importante observar pontos que fazem da colocação da peça um aliado nos ambientes

Espelho, espelho meu! Essa frase proferida pela rainha má do clássico Branca de Neve mostra como o objeto é uma peça essencial e nobre. Mas muito além de refletir a imagem de alguém, o espelho apresenta outras funções importantes em casa. Na decoração, ele favorece os ambientes com a sensação de amplitude e a possibilidade de trazer mais iluminação para o projeto.

Para que o espelho não seja apenas um objeto voltado para a autoestima, a arquiteta Cris Paola, do escritório Studio Cris Paola, explica como, por meio dele, trazer elegância para os cômodos. “É bastante válido observar alguns detalhes para que seu uso não seja exagerado, causando um efeito negativo”, destaca Cris. Acompanhe:

Onde colocar?

Há muito tempo o espelho deixou de ser uma peça escolhida apenas para banheiros, armários e closets. Ele carrega consigo a unanimidade de combinar com todos os estilos de decoração e não apresentar restrições quanto ao tamanho do ambiente para o seu emprego.

Todavia, o espelho consegue ser ainda mais favorável em espaços pequenos, já que o seu planejamento em projeto permite proporcionar a sensação de que o lugar é maior do que ele realmente é. “Nesse sentido, minha sugestão é instalar na parede que esteja no fundo do ambiente, pois assim o espelho refletirá por todo o espaço, causando a amplitude esperada”, indica Cris Paola.

O recurso também é benéfico para a ampliação da iluminação natural. Para tanto, a arquiteta sugere posicioná-lo em pontos com grande incidência de luz solar. “O resultado é uma aparência bastante natural”, explica.

Cuidado com exageros

(Foto: Pexels)

A peça é muito bem-vinda e passou a ser empregada como elemento de decoração. Mas é necessário seguir com o critério da parcimônia para não exagerar. “Nos projetos que realizo, sempre analiso qual modelo é mais adequado para o ambiente levando em consideração não só o estilo decorativo, como também o tamanho certo. Esses detalhes fazem diferença”, complementa a arquiteta.

Fuja de lugares que o espelho tire a atenção

(Foto: Pexels)

Nem todo posição é indicada para um espelho, já que pode atrapalhar a concentração e prejudicar as atividades, como assistir um filme no home office. Assim, Cris Paola não recomenda a fixação da peça atrás da TV ou em frente a uma mesa de trabalho. “O espelho deve sempre ser usado a nosso favor”, diz.

Reflexo e cuidados:

(Foto: Pexels)

O item é perfeito para favorecer a aparência do ambiente, mas é importante pensar muito bem. Perto de luminárias, o espelho emite o reflexo que pode ser um desconforto para quem está em uma sala de estar, por exemplo. 

Visando a segurança do lar e pela possibilidade de tornar-se um material cortante, torna-se fundamental avaliar o cuidado na aplicação e na segurança do espelhos em casas com crianças pequenas. “O projeto ajuda a mitigar os riscos do espelho na decoração”, revela Cris.

Pensando na prolongação da vida útil do espelho, é válido considerar que paredes com umidade podem danificar e ocasionar o aparecimento de manchas. No tocante à limpeza, o uso de produtos adequados, aliados à execução dos procedimentos, é a equação perfeita.

  • Antes de iniciar a arrumação do ambiente é necessário eliminar a poeira presente no espelho;
  • Nunca borrife o produto diretamente: faça-o em um pano antes de realizar a aplicação na peça;
  • Água jamais deve ser jogada diretamente no espelho.

Acerte na decoração do quarto infantil

Repaginar esse ambiente não é uma tarefa simples, mas a arquiteta Cris Paola reuniu algumas dicas que vão te ajudar nessa transformação sem nenhum estresse

O bebê já saiu das fraldas há alguns anos e pede para os pais um quarto com as suas cores prediletas e um cantinho todo especial para receber os amigos. Calma, não se desespere! Entender as necessidades dos pequenos é o primeiro passo para a mudança, seguido pela atenção com a praticidade e a segurança deles. Já que o ambiente, independentemente da metragem, é o lugar onde eles têm autonomia e privacidade, vale estudar em cada detalhe.

ViewImage.jpg
Studio Cris Paola dá dicas para decorar o quarto do(a) filho (a). (Foto: Divulgação)

A arquiteta Cris Paola, do Studio Cris Paola, reuniu algumas sugestões para transformar o quarto da criança em um palco das suas melhores brincadeiras e, ao mesmo tempo, um espaço de relaxamento e do início da vida estudantil.

Uso das cores

A escolha do tom do ambiente é essencial, pois ditará a qualidade do sono da criança e influenciará no humor dela. Pensando nisso, as cores predominantes da decoração devem ser neutras. Nuances quentes devem ser evitadas e colocadas apenas pontualmente para garantir uma atmosfera alegre e viva. Mas atenção: nada de pintar o ambiente inteiro com uma paleta intensa, pois além de se tornar cansativa com o tempo também deixará a criança agitada.

Escolha dos Móveis

Antes de comprar o mobiliário é preciso prestar atenção na sua resistência e segurança, que sempre devem estar em primeiro lugar. Isso não significa que as peças precisem ser feias e sem graça. Na seleção da cama, vale investir em um colchão com tamanho de adulto, de modo a gastar uma vez só – depois basta substituir apenas a base da cama, caso ela tenha uma temática infantil. Aposte em um armário com prateleiras ajustáveis, apropriado para acompanhar o seu filho por longos anos em diferentes idades.

Cantinhos especiais

Ter espaços para cada momento é muito importante para que o pimpolho aprenda a se organizar e comece a entender que tudo tem um lugar certo. Mas, não é necessário ter um espaço delimitado para cada coisa. Um cestinho e uma prateleira já são suficientes. Na primeira infância, que se estende até os sete anos, o ato de brincar é muito importante para o desenvolvimento da criança.

Por isso, deixe os brinquedos ao alcance dela. E para que as mamães não fiquem loucas com tantos brinquedos espalhados pelo chão, use e abuse de cestos e bancadas baixas, possibilitando que os pequenos criem suas brincadeiras ou usem para desenhar. Também convém ter um canto de leitura, já que é primordial estimular o hábito de leitura desde cedo. Um tapetinho, uma estante ou mesmo prateleiras compõem muito bem o cenário.