Arquivo da tag: Cristovão Tezza

Record lança edição comemorativa dos 30 anos de “Trapo”, romance essencial de Cristovão Tezza

image004.jpgUm dos grandes escritores brasileiros contemporâneos, Cristovão Tezza colocou seu nome entre os expoentes da literatura nacional em 1988, com o lançamento de “Trapo”. A Record comemora os 30 anos do título com uma nova edição, que chega às livrarias em julho e inclui um posfácio inédito do autor sobre a experiência da escrita do livro, além de prefácio especial de Beth Brait, crítica, ensaísta e professora da USP e da PUC-SP.

Na trama, acompanhamos a trajetória de Manuel, um professor aposentado que recebe um pedido inusitado: numa noite, uma dona de pensão com aparência vulgar entrega dois pacotes contendo originais de textos de um jovem poeta, marginal e suicida. Seu pedido é que Manuel leia o espólio de Trapo, o artista em questão, e decida se aquilo tem valor. Assim, o protagonista se embrenha na leitura mas, fascinado pela situação, começa a investigar os motivos que levaram o jovem ao suicídio: conversa com amigos, família, e tenta encontrar a jovem Rosa, a quem Trapo endereça suas cartas-poemas.

É aqui que Tezza apresenta pela primeira vez aquela que é uma das características de sua literatura: o contraponto de pontos de vista. Costurando a narrativa de Manuel com as cartas de Trapo, ele mostra como o primeiro vai sutilmente se transformando ao entrar no mundo do segundo.

Cristovão Tezza escreveu mais de uma dezena de romances desde “Trapo” (1988), entre eles “A suavidade do vento”, “Uma noite em Curitiba”, “Breve espaço”, “O fotógrafo”, “Um erro emocional”, “O professor” e “A tradutora”. A publicação de “O filho eterno”, em 2007, teve um impacto inédito no panorama ficcional do país: o livro ganhou os mais importantes prêmios literários brasileiros, foi traduzido em uma dezena de países e virou filme e peça de teatro.