Arquivo da tag: Czech Republic

Belezas naturais, construções seculares da República Tcheca fazem do país a locação cenário perfeito para todo tipo de filme. E é possível conhecer todos eles.

(Foto: Divulgação)

A República Tcheca foi escolhida pela Netflix para ambientar a segunda temporada da sua série The Witcher, baseada no livro do escritor polonês Andrzej Sapkowski e as filmagens recomeçarão já em 3 de agosto. Iniciadas em fevereiro, as filmagens tiveram que ser interrompidas um mês depois, depois que o ator norueguês Kristofer Hivju, que também apareceu em Game of Thrones, testou positivo para o novo coronavírus e tudo foi   interrompido devido às restrições da pandemia.

Mas The Witcher é apenas o capítulo mais novo de uma longa história de filmes e séries gravados na República Tcheca. Dois grandes sucessos de bilheteria recentes foram gravados no país. Jojo Rabitt, indicado ao prêmio da Academia, foi gravado na cidade de Žatec; e Homem-Aranha – Longe de Casa teve o primeiro beijo de Peter Parker e Mary Jane em plena Ponte Carlos, em Praga.

O cinema descobriu a República Tcheca para ambientação no início dos anos 90, logo após o fim da era comunista no país quando diretores mundialmente famosos e equipes de produção foram atraídos  pela beleza de tirar o fôlego de Praga  e pelos icônicos marcos arquitetônicos da capital, que também ofereciam locação locais e equipes de baixo custo, mas altamente qualificados.
 

Paris ou Viena?

A arquitetura perfeitamente preservada, as ruas típicas dos séculos 18 ou 19 permitem reproduzir, em Praga várias capitais europeias, como nesses filmes:

Amadeus (1984)
O filme do diretor tcheco Miloš Forman sobre a vida de Mozart, contado pelos olhos do compositor rival Salieri, foi aclamado em todo o mundo e ganhou nada menos que oito Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Ator e Melhor Diretor. Embora a maior parte da história seja ambientada em Viena, o filme foi filmado principalmente em Praga, alguns anos antes da queda do comunismo.

A escolha de Praga não foi mera coincidência. Figura proeminente da Nova Onda Tcheca na década de 1960, Miloš Forman fugiu do país em 1968 após o esmagamento da Primavera de Praga o que fez com que a polícia secreta da então Tchecoslováquia, mantivesse a produção   de Amadeus sob vigilância. Mas Praga tem importante ligação com o próprio Mozart que ali estreou sua ópera Don Giovanni. No filme, a locação é o mesmo local da estreia de 1787: o Teatro de Repertório.  E Praga também aparece no filme como Viena do século 18.

(Foto: Divulgação)

O Ilusionista (2006)
Escrito e dirigido por Neil Berger, apoiado por uma incrível trilha sonora de Phillip Glass, O Ilusionista conta a história de um mágico, interpretado por Edward Norton, tentando conquistar o amor de uma mulher de classe alta e a possível futura princesa do Império Áustro-Húngaro. A história se passa em Viena da virada do século 19 para o 20.

Viena, no filme, é “interpretada” por Praga, inclusive no Divadlo na Vinohradech (usado como local onde o personagem principal realiza seus truques de mágica) e em outras cidades tchecas como os castelos de Český Krumlov e Konopiště.  

Os Miseráveis (1998)
No filme do diretor dinamarquês Billie August, adaptação do clássico de Victor Hugo, Paris é, na verdade, Praga e  outras partes da República Tcheca, incluindo as cidades de Kutná Hora, Zatec e Vrbno.

(Foto: Divulgação)

Missão Impossível (1996)
O filme cult de Brian de Palma foi a primeira grande produção a ser filmada em Praga em meados dos anos 90. As cenas de abertura no centro histórico também são algumas das mais memoráveis: como a de John Voight correndo na ponte Carlos (surpreendentemente vazia), Tom Cruise perto da Praça da Cidade Velha durante a famosa explosão do restaurante do aquário  etc. Outros locais de filmagem dignos de nota incluem o Hotel Evropa, na Praça Venceslau, e no Museu Nacional.


A Identidade Bourne (2002)
Praga foi uma parte importante dos bastidores do primeiro episódio da busca vingativa de Jason Bourne: A Identidade Bourne, um clássico de seu próprio gênero. Filmado em muitos outros locais europeus, tem em Praga as cenas que se passam ficticiamente em Zurique, na Suíça. Se você prestar atenção, poderá ver Matt Damon dormindo no parque na ilha Kampa ou andando ao lado da principal estação ferroviária de Praga.

Karlovy Vary com vocação para o cinema

Karlovy Vary, a bela cidade balneária da Boêmia que todos os anos recebe seu tradicional Festival Internacional de Cinema precisou, em razão da pandemia, transferir o evento de julho para 2021. Mas a cidade pode ser visitada através de filmes de grande popularidade.

As Férias da Minha Vida, que está com muita frequência na programação das TVs a cabo, mostra a cidade e seu famoso Grand Hotel Pupp em muitas cenas dessa película encabeçada por Queen Latifah, contando a história da simpática vendedora que pensa ter doença terminal e gasta tudo que tem para passar os seus últimos dias fazendo o que mais deseja, justamente em Karlovy Vary.

(Foto: Divulgação)

A cidade, uma das favoritas em programas de turismo na República Tcheca e que fica a pouco mais de 120 km de Praga foi, ficticiamente, uma cidade de Montenegro no filme 007 Cassino Royale.  Nele, James Bond se hospeda no Hotel Splendide que é, na verdade, o cinco estrelas Grand Hotel Pupp, um dos mais antigos e luxuosos da República Tcheca. Para filmar a entrada e a sala de jogos do Cassino Royale foram usadas as instalações do edifício dos Balneários Imperiais enquanto a estação de trem de Montenegro é a Colunata de Molino, no centro histórico de Karlovy Vary. E o hospital onde Bond se recupera após a tortura fica em Planá, perto de Tachov, na Boêmia do Leste.

(Foto: Divulgação)

Suíça da Boêmia

No filme As Crónicas de Nárnia, os quatro irmãos caminham por uma paisagem nevada espetacular e, em certo momento, cruzam uma ponte de pedra. Trata-se da Porta de Pravcice, um cartão postal da região conhecida como Suíça Boêmia, no norte da República Tcheca.

Aventuras nas Regiões Tchecas Boêmia Ocidental

Karlovy Vary, capital da região, é reconhecida não apenas por ser um dos spas mais glamourosos da Europa Central, mas também por ser o ponto de partida ideal para descobrir vários tesouros do passado e do presente na República Tcheca. Entre eles, o relicário de São Mauro e a exposição de sua história cheia de mistérios no palácio de Bečov; o castelo medieval de Loket, junto com Karlovy Vary,  cenário para o filme de James Bond, Casino Royal; a biblioteca do mosteiro de Teplá, perto da cidade termal Mariánské Lázně, onde está localizado o único campo de golfe real fora da Commonwealth Britânica; ou o cristal da marca Moser, considerado o cristal dos reis por ser o preferido de várias casas reais do mundo.

Dados básicos:

Localização
130 km de Praga, 180 Km desde Dresde, 300 Km de Munique e 360 Km de Berlim.

Experiências / Aventuras:
Spa – bem estar, luxo, cinema, gastronomia, cristal, compras, turismo ativo (golfe, corrida, esqui, ciclismo, trilhas), compras.

Karlovy Vary

(Foto: Divulgação)

Diz a lenda que a cidade de Karlovy Vary foi fundada pelo rei tcheco e imperador românico Carlos IV no século XIV. Ele teria descoberto as prodigiosas águas minerais durante uma caçada a um cervo. Ao longo dos séculos, a fama da cidade cresceu e cruzou as fronteiras da Boêmia até se tornar um símbolo de charme e status social. Os principais representantes dos estados europeus, bem como grandes personalidades como Goethe, Beethoven, Gogol, Paganini, Casanova ou Mozart, entre outros, visitaram a cidade. Ultimamente, são as numerosas estrelas de cinema que visitam Karlovy Vary todos os anos, em julho, por ser palco de um dos festivais de cinema mais importantes da Europa.

Recomendamos visitar o centro histórico a pé. É uma área de pedestres de cerca de 2 km, que segue o rio Teplá e é cercada por colinas que formam o famoso vale em que a cidade se estende. No passeio, você pode visitar o Grand Hotel Pupp, o Teatro Municipal, a Igreja de Maria Madalena, três colunatas (Mlýnská, Tržní e Sadova) que cobrem e protegem 12 fontes termais.

Durante séculos, esta região desenvolveu o uso de águas de suas fontes termais e minerais para tratamentos medicinais e de bem-estar oferecidos em suas três principais cidades: Karlovy Vary, Mariánské Lázně e Františkovy Lázně. Lugares que, graças à sua fama, foram visitados por pessoas e governantes famosos como o rei tcheco Carlos IV, o czar russo Pedro o Grande, o imperador austríaco Francisco I, a imperatriz Sissi ou o rei da Inglaterra Eduardo VII ao longo de sua história.

(Foto: Divulgação)

Mariánské Lazně

Mariánské Lázně é caracterizada, acima de tudo, por belos parques, graças aos quais está entre as mais belas cidades ajardinadas da Europa. Você pode passear sossegadamente ouvindo a água  de inúmeras nascentes e fontes, respirando o perfume de flores e árvores floridas, ou tomando café e saboreando as excelentes bolachas de spa.

Visite a famosa colunata de aço e ferro fundido Máxim Gorki, verdadeiro símbolo da cidade, juntamente com a fonteque, que a cada hora ímpar, das 7h às 21h e às 22h apresenta um show de água e música, com músicas de Verdi, Toselli, Dvorak, Vanguelis ou Andrea Bocelli.

(Foto: Divulgação)

Františkovy Lázně

Esta é a menor cidade do triângulo termal, com passeios elegantes com arcadas clássicas, parques históricos e uma atmosfera agradável de paz, relaxamento e descanso.

Nomeada em homenagem ao seu fundador, o imperador austríaco Francisco I, a cidade tem como símbolo a estátua de uma criança, que se diz ter poderes mágicos. Se não for suficiente, você pode diversificar seu itinerário com uma visita ao parque aquático Aquaforum, que possui várias piscinas, escorregadores, grutas e saunas.

Chodová Planá

Para os amantes da cerveja, é preciso parar não apenas para provar a cerveja ou tentar “cozinhá-la” na Academia de Cerveja, mas também para banhar-se. A terapia combina os efeitos curativos da água mineral quente, ingredientes para produzir cerveja e massagens. Os procedimentos curam a pele e os cabelos, relaxam os músculos, as articulações e reforçam o sistema imunológico. Quando sai da espuma da cerveja, o corpo fica mais jovem. E se quiser ficar por mais tempo reserve hotel junto ao spa ou experimente alguns pratos deliciosos no restaurante localizado no labirinto de rochas, nas adegas da cervejaria do século XII.
 

2/ Legado Histórico

Loket

(Foto: Divulgação)

A história de Loket, uma importante vila real localizada a cerca de 15 km de Karlovy Vary, com um castelo, remonta ao século XII. A entrada da cidade, atravessando a ponte sobre o rio Ohře com uma vista impressionante do castelo, é a foto perfeita para as redes sociais. E junto com o pitoresco centro da cidade é uma atração para os cineastas.

Entre os filmes mais conhecidos que foram gravados em Loket, destaca-se a história do agente 007 Casino Royale, onde Loket é apresentada como uma cidade de Montenegro, onde James Bond e Vesper devem conhecer René Mathis. Juntos, eles almoçam na Praça Masaryk, em frente ao Hotel Goethe. É precisamente aqui que Bond enfrenta o chefe de polícia, e o corrupto e malvado Le Chiffre. A praça da cidade também serviu de cenário para o enredo do filme No Novelty in Front, história de estudantes despreocupados que seriam convocados para lutar na Guerra Mundial.

Bečov nad Teplou

O castelo medieval de Bečov foi fundado na primeira metade do século XIV. Atualmente, no antigo castelo medieval e palácio barroco, foi instalada a exposição dedicada à “descoberta do século”: o relicário românico de São Mauro.

A história de sua descoberta se assemelha a um livro de suspense. Em 1984, um comerciante dos Estados Unidos entrou em contato com as autoridades do governo socialista tcheco com um pedido para comprar um item de valor que estava no território do país. O governo, por um lado, estava negociando com ele e, por outro lado, iniciou a busca por um patrimônio histórico perdido.

Tendo apenas algumas pistas, resolver o caso parecia impossível. No final de uma grande pesquisa em todo o país, o objeto foi encontrado sob o piso da capela do palácio em Bečov nad Teplou.  Era uma caixa dourada com preciosos ornamentos do século XIII para guardar os restos mortais de São Mauro. Considerado um dos exemplos mais preciosos da ourivesaria medieval, seu valor é incalculável e, após as joias dos reis tchecos, é o segundo objeto mais valioso da República Tcheca

Mosteiro Premonstratense em Teplá

O centro espiritual da Boêmia Ocidental é sem dúvida o Mosteiro de Teplá, localizado a 17 km de Mariánské Lázně. Foi fundada no final do século XII por Hroznata como compensação por não ter participado de uma das cruzadas. Ele trouxe aqui a ordem dos premostransianos, que retornaram em 1990 após muitos anos de infortúnio, e gradualmente ele estava reformando o complexo dilapidado.

3 / Golfe em campos reais

Se o golfe é uma de suas paixões, você encontrará muitas razões para visitar esta região com mais de 10 campos:

Somente em Karlovy Vary, existem 4 campos de golfe: Golf & Racing Club, Golf Club Haje, Golf Resort Cihelny e Golf Resort (também conhecido como Olšová Vrata), que é um dos campos de golfe mais antigos da República Tcheca e Europa Central. Foi fundado em 1904. Está localizado a apenas 5 km do centro de Karlovy Vary, possui 18 buracos e sedia torneios europeus de prestígio. Uma vez por mês, ele testemunha torneios de clubes locais. Após um torneio ou treino, os golfistas podem descansar no centro de relaxamento do Aquila Welness Club.

4 / Lembranças

Wafers de Karlovy Vary

As bolachas tipo wafers de  Karlovy Vary e Mariánské Lázně são tradicionais e muito popular. Eles foram preparados pela primeira vez antes de 1800, época em que as bolachas diferiam das atuais, porque eram simplesmente polvilhadas com açúcar, destinadas aos pacientes dos spas. Mais tarde, os cozinheiros aumentaram as camadas de bolacha, acrescentaram especiarias dando o sabor específico que conhecemos hoje.

(Foto: Divulgação_

Becherovka: medicamento transformado em licor de ervas

A bebida alcoólica à base de plantas, típica de Karlovy Vary tem uma longa tradição. A Becherovka, com 38% de porcentagem alcoólica, introduzida no mercado em 1807, tem uma popularidade extraordinária desde então.

Seu sabor requintado é devido às águas de Karlovy Vary, álcool de qualidade, açúcar natural e uma mistura de 32 ervas e especiarias com um sabor amargo específico. A receita é um segredo bem guardado, conhecido por apenas duas pessoas na fábrica. O licor é tomado frio, mas também é um ingrediente favorito para coquetéis. Muito popular é o chamado «beton» que combina Becherovka com tônica.

Moser: cristal dos Reis

Cristal e porcelana é a indústria tradicional da região e a fábrica de cristal mais conhecida e uma das mais importantes do país é a Moser. Cristal sem chumbo, feito à mão com detalhes em ouro, decoração em prata e esculturas finas, tornou-se sinônimo de qualidade e tradição. Fundada em 1857, seus produtos ainda são considerados entre os melhores do mundo, confirmando o fato de ser uma das marcas utilizadas em eventos reais. A visita inclui três espaços: a fábrica, onde o vidro é soprado, o museu com a exposição de coleções históricas e contemporâneas e a loja.

5 / Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary

A primeira semana de julho faz de Karlovy Vary o centro do cinema mundial, quando Festival de Cinema, um dos mais prestigiados da Europa, sediado no Hotel Termal. Com uma atmosfera inconfundível que caracteriza, acima de tudo, pelo contato direto e próximo entre as estrelas convidadas e seu público .Entre as estrelas de cinema que participaram do festival, podemos citar Leonardo di Caprio, Michael Douglas, Keira Knightley, Morgan Freeman, Scarlett Johansson, Sharon Stone, Robert Redford, Robert de Niro, Antonio Banderas, Gael García Bernal, Judi Dench, John Malkovich, John Travolta, Julianne Moore, Renée Zellweger e muitos mais.

A edição 2020 foi cancelada devido á pandemia de coronavírus.

Itinerário recomendado (4 dias)

Dia 1-2: Karlovy Vary

Dia 3: Loket – Becov

Dia 4: Marianske Lazne – Teplá – Chodová Planá

A melhor época para viajar é de abril a outubro, já que castelos, palácios e campos de golfe estão abertos, os dias são longos e o clima é agradável. Devido aos tratamentos de spa, a região também pode ser visitada no inverno.



Curiosamente, muitas lembranças que os turistas compram na República Tcheca vêm da região de Karlovy Vary:

Eventos no verão da República Tcheca

Feche os olhos e sinta o sol, a brisa e o aroma do verão. Agora descubra conosco o que a República Tcheca tem a oferecer: desfiles históricos que o levarão de volta no tempo, excelentes sabores temperados com a famosa cerveja tcheca, estrelas de cinema e mais aventuras. Pense em algo legal, pense em um verão na Tchéquia.

Festa da Rosa de cinco pétalas
19-21 de junho

(Foto: Divulgação)

Todos os anos, em junho, a pitoresca cidade de Český Krumlov retorna à era renascentista, governada durante três dias pelos antigos senhores de Rožmberk. As ruas e praças ficam repletas do burburinho de duelos de cavaleiros, de feiras históricas de artesanato, banquetes e música medieval. As festividades culminam com um magnífico desfile histórico em que não faltam cavaleiros montando cavalos e, sobretudo, pessoas famosas, relacionadas à remota história da cidade. Os visitantes também gostam do torneio de cavaleiros, que lembra a antiga lenda da divisão de rosas, um xadrez com figuras ao vivo, em um tabuleiro gigante, jogos de época para crianças e adultos também e fogos de artifício nos céus da cidade.

Festas da prata de Kutná Hora
20 a 21 de Junho

(Foto: Divulgação)

O festival gótico lembra as famosas tradições da cidade real mineira de Kutná Hora. 

O variado e alegre festival gótico abre simbolicamente a estação turística da cidade de Kutná Hora, que está entre os monumentos protegidos da UNESCO. O rei tcheco Venceslau IV com sua esposa Sofía chega à cidade com seus oficiais e cortesãos. O parque perto de Vlašský dvůr e os becos góticos do centro histórico são animados pela atmosfera multicolorida da Idade Média.

Festival de orquestras de câmara de Český Krumlov
26 Junho a 5 de Julho

(Foto: Divulgação)

Aproveite a noite barroca no Palácio Český Krumlov, listado entre os monumentos da UNESCO. 

A cidade de Český Krumlov ganha vida durante o festival de orquestra de câmara no início do verão. É o festival de música com a maior tradição da cidade. O popular evento cultural de renome internacional oferece passeios pelos interiores do palácio, com música ao vivo de instrumentos históricos. A verdadeira joia para os visitantes é a festa palaciana do século XVIII, fielmente reproduzida no palácio de Český Krumlov.

Festival internacional de música Primavera de Praga
7 de Maio a 4 de Junho

(Foto: Divulgação)

Festival multi-gênero conhecido mundialmente e o maior evento de música da República Tcheca. 

Por mais de 70 anos, o festival internacional de música Primavera de Praga faz parte dos eventos culturais mais representativos da República Tcheca. O festival, estrelado pelos melhores artistas do mundo, orquestras sinfônicas e concertos de câmara, é algo exclusivo. Ele superou as mudanças de regime e as dramáticas mudanças culturais de sete décadas. E tudo graças aos espectadores que apreciaram e ainda apreciam a verdadeira qualidade artística.

Festival internacional de cinema de Karlovy Vary
3 a 11 de Julho

(Foto: Divulgação)

Visite Karlovy Vary e seu maior e mais popular festival na República Tcheca.

O Festival de Cinema Karlovy Vary é o festival de maior prestígio na Europa Central e tem uma atmosfera inconfundível. O primeiro festival foi realizado em 1946 em Mariánské Lázně e um ano depois mudou-se para Karlovy Vary e, desde então, é comemorado regularmente na primeira quinzena de julho. O festival costuma lançar mais de 200 novos filmes de todo o mundo, o melhor filme recebe o Globo de Cristal durante a cerimônia final. Celebridades e estrelas, milhares de fãs de cinema, shows, cerimônias, festas, conferências de imprensa e dezenas de outros eventos acontecem durante o festival. O centro do festival é no Thermal Hotel, no entanto, exibições de filmes ocorrem praticamente em toda a cidade.

Colours of Ostrava
15 a 18  de Julho

(Foto: Divulgação)

Um festival de música que oferece uma variedade excepcional de estilos e gêneros. 

O festival internacional de música multigeracional acontece na região de mineração de Vítkovice desde 2013, na área de antigas minas e siderúrgicas que têm uma atmosfera excepcional. O Colors of Ostrava recebeu o Prêmio Anděl duas vezes como Evento de Música do Ano e foi intitulado Melhor Evento de Música do Ano na pesquisa ALMA (Akropolis Live Music Awards) na categoria Concerto / Festival do Ano. O festival reúne mais de 150 bandas de música e uma boa dose de jazz, world music, rock, pop e música alternativa, além de filmes, encontros, oficinas e shows de teatro.

Festival musical Castelos da Morávia
31 de Julho a 22 de Agosto

(Foto: Divulgação)

Evento cultural-musical, realizado sob os monumentos românticos da Morávia. 

A alternativa da Morávia ao festival de Castelos Tchecos garante a mesma diversão, talvez apenas com sabor de vinho. A Moravia é uma área tradicional de cultivo de vinho na República Tcheca, onde você pode combinar música e cultura com degustação. Estão disponíveis os ingressos para os shows, que também são válidos para as exposições de castelos. Um componente dos festivais também é a acomodação em parques de camping, que ficam diretamente sob os castelos.

DESCUBRA A TCHÉQUIA COM quatro SENTIDOS

Descubra como a República Tcheca pode encantar a visão, o olfato, o tato e até mesmo o paladar.

Visão

Na República Tcheca há uma grande variedade de mirantes e locais especiais que dão à nossa visão imagens espetaculares.

Nos destinos urbanos como Praga é comum apreciar o pôr do sol do Castelo de Praga ou da Ponte CarlosPilsen tem vistas encantadoras da pitoresca Praça da República. A impressionante Praça de Přemysl Otakar II é o foco dos olhares em České Budĕjovice. E na elegante cidade de Brno não se pode deixar de  incluir a Villa Tugendhat ou o Ossário  da Igreja de São Tiago.

No que toca a natureza, a visão é brindada pela Suíça Boêmia, um parque que também oferece visitas virtuais. Os mais aventureiros têm a opção de subir até Snĕžka, o pico mais alto da Tchéquia, com 1.602 metros. Ou realizar um passeio pelas nuvens na montanha Dolní Morava, com vistas incríveis a partir do centro de visitantes.  

Dolní Morava_SkyWalk. (Foto: Divulgação)

*Curiosidade – o primeiro protótipo de lentes de contato foi desenvolvido pelo químico tcheco Otto Wichterle em 1957.  Em apenas quatro anos conseguiu que fossem produzidas em série e libertassem as pessoas de seus incômodos óculos.

Olfato

O sentido do olfato tem o poder de transportar-nos imediatamente no tempo e no espaço. Imagine o cheiro de lúpulo, e estará sentido o aroma predominante de Žatec. Mais familiar, a relaxante lavanda é odor característico de Olomouc. E se o cheiro é de gengibre, você deve estar perto de Pardubice. Mas se você gosta do cheiro de mato, o perfume de pinho te lembrará o Parque Nacional de Šumava, enquanto as gotinhas frescas das cascatas lembrarão o Parque Nacional de Krkonoše. Ambos os parques também oferecem visitas virtuais.

Žatec_campos de lúpulo. (Foto: Divulgação)

Tato

O tato nos diz muito, ainda mais num país com mais de 200 castelos e palácios abertos à visitação: a seda e o veludo nos sugerem a nobreza e a elegância; o mármore frio remete à exclusividade e ao luxo; e as formas anguladas do mobiliário testemunham a destreza dos antigos artesãos.

Alguns dos palácios onde se pode encontrar estes elementos são o Castelo e Palácio de Český Krumlov, cujos afrescos da fachada já prenunciam o luxo dos interiores; o Palácio de Lednice, com seu halo romântico; o Palácio de Kynžvart, com sua belíssima biblioteca; os tons pastel do Palácio de Manĕtín; e a fantasia arquitetônica do Castelo de Žleby. Tampouco deixe de admirar os belos interiores dos palácios de ČastoloviceNové Mĕsto nad Metují, e Horšovský Týn.

* Curiosidade – expressão máxima do tato, a impressão digital é única. E foi no século XIX que o fisiólogo e cientista tcheco Jan Evangelista Purkyně descobriu este fato, trazendo um grande avanço na criminologia e nas ciências forenses.

Paladar                      

Sabores podem invocar lembranças de um destino. Como por exemplo uma barra de chocolate de Litomyšl ou de Brno, onde se fabrica o segundo melhor chocolate do mundo, de acordo com o International Chocolate Award. A Tchéquia vem recuperando sua tradição chocolateira, que teve seu pico antes da Segunda Guerra. Outro sabor inesquecível são os queijinhos de Olomouc, o presunto de Praga ou os frgály da Morávia, unas deliciosas tortinhas de frutas, requeijão e sementes de papoula moída.

No campo dos sabores líquidos, nada melhor que destampar uma cerveja gelada e relembrar de Pilsen. Dá até para fazer uma visita (virtual) à  fábrica de Pilsner Urquell. Se o seu paladar é mais para vinhos, os da Morávia do Sul são estupendos.  

Tortinhas ‘frgály’. (Foto: Divulgação)

* Curiosidade – o açúcar em cubos foi criado em 1841, pelos habitantes da cidade de Dačice, um povoado no sul da Boêmia. Antes disso, o açúcar era vendido em grandes blocos para serem cortados em casa, o que era um aborrecimento e causava cortes na pele.

Verão tcheco a céu aberto

Com a iminente chegada do verão, e gradual reabertura das atrações, a República Tcheca se prepara para aproveitar os dias quentes ao ar livre. Veja sete opções de jardins para se visitar em todo o país.

1. Os jardins Květná (Floral) e Podzámecká em Kroměříž

(Foto: Divulgação)

Os bispos e arcebispos de Olomouc construíram sua residência de verão em Kroměříž, na Morávia do Leste. O palácio, junto com os jardins Květná e Podzámecká, está inscrito na Lista de Patrimônio Mundial Cultural e Natural da UNESCO. O jardim de Květná destaca-se pela configuração geométrica de seus canteiros de flores, labirintos e uma colunata com uma galeria de esculturas, uma rotunda com cavernas, um pêndulo de Foucault. O jardim de Podzámecká, anteriormente utilitário, foi remodelado no século XVII como um jardim barroco. As condições climáticas que prevalecem nas caves do palácio são magníficas para provar a grande variedade de excelentes vinhos da Morávia.

2. Área de Lednice e Valtice

(Foto: Divulgação)

Outro monumento inscrito na lista da UNESCO é a área de Lednice-Valtice, que se estende até a Morávia do Sul, perto de Brno, é a mais extensa paisagem do mundo adaptada como parque e, por isso é chamada de Jardim da Europa. Parques extensos, um conjunto de barragens, edifícios históricos no meio da natureza (cabanas de caça, catedrais, capelas), tudo isso merece uma caminhada; também aqui estão dois palácios esplêndidos: Lednice e Valtice.

3. Jardim do Palácio de Český Krumlov

(Foto: Divulgação)

O castelo e palácio estatal de Český Krumlov, na Boêmia do Sul, são alguns dos mais visitados pontos turísticos e monumentos da UNESCO. A parte mais extensa da área do palácio é o jardim barroco, que data da segunda metade do século XVII. No século XIX, a aparência do jardim mudou radicalmente, adotando o estilo de um parque inglês. Hoje, você pode percorrer mais de 10 hectares. Não perca a bela fonte da cachoeira com esculturas de deuses da água, vasos e alegorias representando as quatro estações do ano.

4. Jardins do Castelo de Praga

(Foto: Divulgação)

Que tal desfrutar de momentos inesquecíveis em um lugar romântico com vista para o panorama único de Praga? A área do Castelo de Praga oferece vários jardins com acesso livre para o público. Os jardins do norte são os mais valiosos do ponto de vista histórico; no entanto, os jardins do sul oferecem vistas magníficas da parte histórica da cidade. O maior jardim é o Jardim Real, onde você encontrará vários monumentos, como por exemplo, Královský letohrádek (Palácio Real de Verão), Míčovna e Lví dvůr (Pátio dos Leões), bem como árvores centenárias importadas.

5. Jardim do Palácio de Troja em Praga

(Foto: Divulgação)

O jardim do palácio de Troja se estende ao redor de Trojský zámek (Palácio da Troja) e, se você gosta do barroco, deve dar um passeio por aqui. É um modelo clássico de jardim barroco: cheio de estátuas, pérgulas, urnas, vasos, gazebos e elementos aquáticos. Na parte oriental do jardim, você encontrará um labirinto de plantas e obstáculos aquáticos.

6. Jardins do mosteiro em Litomyšl

(Foto: Divulgação)

Na área de Boêmia do Leste não deixe de visitar os jardins do mosteiro em Litomyšl. Eles se estendem ao lado do antigo mosteiro dos Piaristas entre duas catedrais de Litomyšl. Os jardins ocupam mais de 11.000 m² e estão localizados em uma colina que se eleva acima da cidade. Além de belas vistas, você pode admirar o gazebo, canteiros de flores, uma piscina com névoa, as esculturas criadas pelo excelente escultor tcheco Olbram Zoubek. Você pode relaxar nos parques locais e apreciar a música clássica suave que torna a atmosfera ainda mais agradável, bem como a iluminação da área que muda de dia e à noite. Os jardins do mosteiro estão abertos todo o ano.

Descubra mais #DestinoTchequia

Aventuras nas Regiões Tchecas. Boêmia do Sul: todas as aventuras numa única região

Região Boêmia do Sul na República Tcheca. (Foto: Divulgação)

Esta região proporciona aventuras para todos os viajantes e sua localização privilegiada entre Praga, Viena e Munique, com acesso fácil é ideal para aqueles que, em poucos dias, desejam descobrir muitos aspectos do destino.

Dados básicos:

Localização:
155 km desde Praga, 220 Km. desde Viena, 320 Km. desde Munique

Experiências / Aventuras:
extenso legado arquitetônico (castelos, palácios, cidades históricas), aventuras da natureza (montanhas, rios, lagos) e férias ativas (ciclismo, corrida, caminhada, esqui), eventos históricos importantes, gastronomia.

Itinerário recomendado (4 dias)

Dia 1: cidade de České Budějovice – palácio de Hluboká

Dia 2: cidade de Český Krumlov (UNESCO)

Dia 3: cidade de Český Krumlov – presa Lipno

Dia 4: Parque Nacional Šumava

Souvenir típico:
joias de moldavita – meteorito de cor verde encontrado apenas nessa região

A melhor época para viajar é de abril a outubro, pois os castelos estão abertos e o clima é agradável. A temporada de Natal também é interessante para os amantes dos mercados e tradições de Natal.

Cinco pétalas de experiências únicas
Por muitos séculos, a maior parte da região fazia parte de um importante domínio unifamiliar: até o século XVI, era a família Rosenberg e, depois, os Schwarzenberg. O símbolo dos Rosenberg era uma rosa de cinco pétalas, presente em seus escudos, e nos brasões de várias cidades da região,  assim como na Universidade da Boêmia do Sul  que conferiu uma pétala a cada uma de suas faculdades. Com base nesse simbolismo, queremos compartilhar os 5 pontos que você não pode deixar de visitar na região.

1/ Castelos, palácios e cidades históricas

České Budějovice, é a capital da região erguida na confluência dos rios Vltava e Malše que até hoje rodeiam seu centro histórico. Para visitar: a prefeitura barroca e a fonte de Sansão (considerada a maior do país) em Přemysl Otakar II, uma das maiores praças quadradas da Europa; mosteiro da ordem dominicana, fundado no século XIII; a Catedral de São Nicolau e, ao lado, a Torre Negra, o símbolo da cidade com 72 m de altura.

(Foto: Divulgação)

Palacio de Hluboká (10 Km.) É geralmente classificado como o mais bonito da República Tcheca por causa de sua aparência atual. Tem 140 quartos e 11 torres e oferece vários passeios pelas câmaras privadas e pelas luxuosas salas representativas que têm paredes folheadas e esculpidas, tetos decorados, móveis elegantes, lustres de cristal e grandes coleções de pinturas, objetos de prata, porcelanas e gobelins.

Český Krumlov (25 Km., UNESCO), a cidade conhecida como “A Pérola da Boêmia”, cercada pelos meandros do rio Vltava, era a antiga sede de poderosas famílias tchecas, como os já mencionados Rosenberg ou Schwarzenberg. Para visitar: exteriores e interiores do castelo, com seus jardins, torre de vigia, teatro barroco e museu; ruas e ruelas que vão do centro   à Praça da Concordia; a igreja de San Vito; Galeria de Egon Schiele e fotoatelier Seidl; e museu – loja de marionetes Casa dos Contos.

2/ Belezas Naturais

Parque Nacional de Šumava (75 Km.)

Ele está localizado na fronteira tcheco-alemã e é considerado o maior território de todo o continente europeu coberto de florestas em toda a sua superfície. Existem poucas áreas na Europa Central que oferecem uma paisagem tão harmoniosa, uma combinação de montanhas com matas seculares, lagos glaciais com águas cristalinas e pântanos cheios de mistérios.

Lipno
A barragem de Lipno é a maior do gênero na República Tcheca, situada na bela natureza de Šumava. É um destino preferido para os amantes de férias ativas. Você pode praticar cicloturismo, patins, windsurf, esportes à vela, nadar ou simplesmente relaxar e descansar em uma das “praias” de Lipno. Para visitar: arvorismo nas copas das árvores.

(Foto: Divulgação)

3/ Férias ativas e esportivas.

Quilômetros de ciclovias percorrem toda a região. Lipno, juntamente com o Parque Nacional Šumava e em torno da capital, České Budějovice, são talvez os destinos mais adequados para os turistas. Rotas sugeridas: České Budějovice – Palácio Hluboká (12 Km.), Em torno de Lipno até Vítkův hrádek (30 Km).

O rio Moldava, no verão, é sem dúvida o rio com mais tráfego no sul da Boêmia. Especialmente o trecho da barragem de Lipno a České Budějovice é muito popular entre os amantes de canoagem e rafting. São realizadas excursões de 2 a 3 dias, dormindo em barracas de camping localizados nas margens do rio. Se você preferir um passeio mais curto, Český Krumlov oferece passeios fluviais pelo centro histórico da cidade.

A Boêmia do Sul também é um destino ideal para correr. Em todos os lugares que mencionamos, você pode correr, sejam cidades, florestas ou montanhas. O evento mais importante é a meia maratona na cidade de Česke Budejovice, cuja 9ª edição, será realizada em 30/05/2020.

A Tchéquia tem mais de 43.000 km de trilhas sinalizadas. O Parque Nacional Šumava, bem como os arredores das principais cidades da região, possui rotas muito interessantes, como a de Nová Pec ao lago de Plešné, de 7 km ou o „Bear Path“ de 14 km. No inverno, você pode desfrutar das pistas de esqui em vários centros de Sumava, como Zadov, com 4,5 km de pistas, ou Skiareal Lipno, que possui 13,5 km de pistas.

(Foto: Divulgação)

4/ Sabores da região

E não podemos deixar de compartilhar os sabores desta região, que se destaca por uma marca de cerveja original reconhecida mundialmente como Budweiser Budvar. A mesma marca é comercializada na na América Latina  como Czechvar. O melhor lugar para experimentar é o famoso restaurante Masné krámy, localizado no coração de České Budějovice.

(Foto: Divulgação)

Outra cervejaria que você não pode perder é a Eggenberg na cidade de Cesky Krumlov. A visita e a degustação dos quatro tipos de cerveja podem ser apreciadas no restaurante localizado dentro das antigas instalações da fábrica.

Para apreciar a gastronomia da região, em České Budějovice, visite o restaurante-bar Žlutá ponorka (submarino amarelo) e a cervejaria Solnice (localizada no edifício gótico de 1531 que era um antigo armazém de grãos, armas e, finalmente, sal), em Český Krumlov almoce ou jante em restaurantes que evocam o tempo de tabernas medievais como U Dwou Maryí ou Šatlava. Para experimentar pratos típicos tchecos, os restaurantes Na Louži e Don Julius são uma opção muito boa.

5/ Música, arte e tradições

Festas Rurais de Holašovice, 24-26/06/2020
A cidade de Holašovice (UNESCO) preservou o mesmo número de fazendas ao longo de seus 800 anos de existência. Até hoje você pode ver aqui 17 casarões com fachadas barrocas rurais com granjas e estábulos, também uma ferraria, duas cervejarias e uma pequena capela de São João Nepomuceno. Um dos eventos de destaque são as Festas Rurais, com a participação de mais de 250 artesãos, como entalhadores, cortadores, funileiros, ferreiros, ceramistas etc. No mercado tradicional, você pode comprar cerâmica, couro, vime, renda de bilros, roupas tecidas, etc. e ouvir música popular tcheca.

(Foto: Divulgação)

Festival da rosa de cinco pétalas, 19-21/06/2020
Todos os anos, em junho, a pitoresca cidade de Český Krumlov retorna à era renascentista por três dias. As ruas e praças ficam cheias do barulho de duelos de cavaleiros, de feiras históricas de artesanato, banquetes e música medieval. As festividades culminam com um magnífico desfile histórico em que não faltam cavaleiros montados em seus cavalos e, sobretudo, pessoas famosas, relacionadas à remota história da cidade.

Festival Internacional de Música de Český Krumlov, 17/07-08/08/2020
O festival é comemorado em lugares emblemáticos da cidade, incluindo as salas do castelo. Três dezenas de concertos oferecem uma ampla variedade de músicas do século XV ao XXI. Este ano, o mais esperado é o concerto de encerramento dedicado ao aniversário de Beethoven, onde o Berliner Symphoniker executará sua nona sinfonia. Além disso, o coro de Praga Khun e os solistas Eunsie Hong, Natasha Novitskaia, Kristian Benedik e Martin Gubal se apresentarão no jardim da cervejaria.

Destino tchéquia: Experiências Tchecas Favoritas

(Foto: Divulgação)

Cada viajante vive os destinos de maneira diferente, e não há nada melhor para entender ou planejar uma viagem do que ouvir sugestões de outros viajantes. Queremos que deseje o nosso destino e é por isso que convidamos Joaquin del Palacio, geógrafo, professor e diretor do programa mexicano “A rota do viajante”, para compartilhar seus “favoritos tchecos” e dar uma ideia de tudo o que você poderá vivenciar no destino:

Há uma crença entre os viajantes: quem visita mais países ganha. No entanto, o viajante encontra a verdadeira grandeza em momentos, lugares e sensações completas. É isso que o leva a obter sucesso na viagem. Os destinos são contados por memórias inesquecíveis.

A República Tcheca está colocada entre os melhores destinos para sentir sensações em lugares e viver momentos muito especiais, tanto nas cidades quanto na natureza, em hotéis e restaurantes.

(Foto: Divulgação)

Sonhos felizes!

Nunca esquecerei de ter pernoitado em um hotel de cinema. Sim, porque no Grandhotel Pupp, no centro da cidade termal de Karlovy Vary, onde todos os anos é realizado o Festival Internacional de Cinema e fotos de estrelas de Hollywood adornam suas paredes. Não é apenas um excelente hotel, é quase um palácio, mas também me fez sentir especial e me transportou para outra era … Seu cassino, o spa ou seu belo teatro de bolso, além de seu estilo elegante e sua bela sala ficaram gravados. na minha memória.

Na Tchéquia dormi nas nuvens… Uma experiência difícil de conseguir! Muito perto de Liberec fica o pico Ještĕd e, no topo deste pico, está o icônico e cônico hotel Jested que parece ser uma nave espacial. Seu brilho metálico é visível a quilômetros. Localizado no pico que dá nome, é acessado até sua porta por uma estrada panorâmica.

É um edifício único que ganhou prêmios. Permanece praticamente intacto desde a sua inauguração, e alguns quartos mantenham a mesma decoração. As vistas de 360º mudam a cada momento, de acordo com a luz e o céu. Mas o melhor da estadia veio ao acordar, abrir a cortina e olhar pela janela … Tudo estava branco! Estava nublado. Uma grande nuvem de algodão foi meu edredom.

(Foto: DIvulgação)

Boa mesa

A gastronomia é um estímulo para viajar à República Tcheca. Caracteriza-se por um excelente custo-benefício e pela excelência de alguns de seus pratos, como goulash, truta ou pato. Este pássaro é preparado lindamente, tanto que é quase impossível evitar pedir ao abrir o cardápio. Durante uma viagem de quatro dias provei quatro vezes! E, claro, uma delícia com vinho da Morávia ou com cerveja que é fantástica!

A mais consumida na Espanha sempre foi a loira e do tipo Pilsen. No final da visita à fábrica na cidade de Pilsen, aumenta o desejo de prová-la: uma cerveja não filtrada, na temperatura ideal, não tão fria quanto na Espanha, e dentro da fábrica. Ninguém conseguia pensar que esse momento seria inesquecível. Aquele aroma, o sabor rico que permanece na boca por um longo tempo, até sua imagem com aquela curiosa turbidez formaram uma das surpresas da viagem.

(Foto: Divulgação)

Natureza selvagem

A natureza tcheca encanta por suas boas condições e impressiona pela quantidade de paisagens protegidas que possui. E é por isso que é fácil acumular experiências únicas. Entre todas as lembranças escolho essas, acima de tudo: uma rota, um arco de pedras e uma tempestade.

No Parque Nacional da Boêmia Suíça, há um itinerário que começa em Hřensko, percorre o rio Kamenice e até mesmo navega em uma parte através de um desfiladeiro intransitável. Depois se atravessa um povoado  que serve como ponto de apoio. Através de uma longa caminhada pelas florestas, chega-se a um lugar verdadeiramente impressionante: o Portão Pravčice. Um espetacular arco de pedra de 21 m de altura e 27 de largura que deixa todo mundo admirando. É uma das paisagens mais bonitas da Europa.

As florestas ao redor de Dĕčín escondem muitas surpresas … Procurando acomodações, um velho hotel decadente de madeira em decomposição  emergiu das árvores, digno de um filme de terror, ao lado de um lago cheio de patos onde eu me banhei em suas águas, nos últimos raios de sol  que se refletia nele. No entanto, ao anoitecer, tudo mudou. Da janela havia um vislumbre de uma tempestade sobre a floresta. Aproximando-se lentamente. Raios, trovões e relâmpagos sacudiam as paredes da sala.

A aventura completa está disponível em:

https://destinotchequia.com/articulos/minhas-experincias-tchecas-favoritas

Três destinos naturais para receber a primavera na República Tcheca

Venha receber a primavera com as melhores vistas e paisagens inigualáveis das montanhas tchecas. Que os raios do sol o encham de energia e o motivem a descobrir todas as coisas que você pode viver entre as rochas e a natureza. Compartilhamos 3 destinos naturais na República Tcheca que oferecem paz, alegria e muita diversão.

Krkonoše

(Foto: DIvulgação)

Cristas rochosas, geleiras, vales com florestas e rochas, caminhos equipados para excursões a pé e de bicicleta, cachoeiras, prados de montanha e inúmeras vistas magníficas – tudo isso você pode ver nas montanhas mais altas da República Tcheca: Krkonoše. Não se esqueça de fazer uma excursão à Sněžka (1.603 m), a montanha mais alta da Tchéquia. Se você não quiser subir, pegue o teleférico que o levará de Obří důl em Pec pod Sněžkou à estação Rhoražová Hora, que fica a meio caminho. De lá você pode continuar a ascensão até o topo da Sněžka ou subir a pé esse trajeto final. Não deixe de visitar a nascente do rio Elba, as cachoeiras de Pančavský e Labský na encosta de Labský důl; a cachoeira Mumlavský vodopád perto de Harrachov também é interessante.

Krušné hory

(Foto: Divulgação)

As montanhas de Krušné hory estão localizadas na Boêmia Ocidental e suas colinas, florestas profundas e vastas pastagens proporcionam um aspecto inigualável. Você pode fazer caminhadas a pé e de bicicleta pelos imensos planaltos e planícies e ao mesmo tempo visitar relíquias técnicas, castelos e palácios ou spas admiráveis. Decida escalar a montanha mais alta da cordilheira de Krušné hory; Klínovec. Lá você encontrará um mirante de 24 metros e um hotel já fechado. O hotel e o mirante são os edifícios mais antigos e mais altos das montanhas Krušné hory. Essas montanhas também são excepcionais por suas relíquias técnicas que nos lembram a antiga tradição da extração de minério de ferro e a história mais contemporânea das minas de carvão. Nas galerias das minas Starý Martin, na cidade de Krupka, e Lehnschafter em Mikulov, perto de Teplice, você pode visitar algumas antigas galerias da mina de prata e estanho.

Šumava

(Foto: DIvulgação)

Florestas e prados aromáticos, turfeiras sem fim, lagos glaciais, panoramas cheios de montanhas e colinas; esta é Šumava, que se estende até a Boêmia do Sul. Aqui também, como em Krušné hory, você encontrará relíquias técnicas. Uma raridade genuína em Šumava (e não apenas nela) são dois canais de navegação artificiais que foram construídos para selecionar e transportar madeira de florestas de difícil acesso. Šumava oferece acima de tudo belezas naturais. Uma caminhada ao longo da nascente do rio Moldava, os famosos lagos glaciais, Černé a ertoertovo (Lago Negro e Lago do Diabo), ou a turfeira Jezerní, certamente será cativante. Decida subir a montanha Poledník com seu mirante e uma bela vista panorâmica. Uma das mais belas rotas que o guiarão pela natureza de Šumava é o caminho chamado stezka Povydří. Começa na cidade de Antýgl e termina em Čeñkova Pila. Leve sua família à popular região recreativa que se estende ao redor da barragem de Lipno. Depois, percorra o caminho único através dos topos de árvore: Stezka v korunách stromů, onde você encontrará um centro de escorregadores e tirolesas.

Páscoa ao estilo tcheco

A primavera chega e com ela o feriado da Páscoa. Em todo o mundo, as tradições variam um pouco, mesmo que os motivos sejam os mesmos. Convidamos você a conhecer a tradicional Páscoa tcheca

A Páscoa tradicional

O evento mais popular é chamado de Páscoa na região de Valašsko e é comemorado em Rožnov pod Radhoštěm, na Morávia Oriental. Este ano, a festa começará no dia 6 de abril (sábado) com uma tradicional feira de artesanato. Lá você pode ver como é feita a pomlázka – uma das tradições tchecas cujas raízes remontam à era pagã. Na segunda-feira de Páscoa, os meninos andam em pomlázka. Isso significa que eles vão de casa em casa visitando suas jovens vizinhas e lhes dando uma surra simbólica com  uma trança de galhos de salgueiro. Nos tempos antigos, essa surra servia para garantir a fertilidade, mas significado original desapareceu. A tradição, no entanto, permanece e os meninos sempre recebem algo doce como recompensa.

Kopec (a colina alegre), na Boêmia Oriental, também tem muito a oferecer. Nos dias 14 a 17 de abril, as casas são decoradas para a Páscoa e uma equipe vestida no estilo da época explicará os costumes folclóricos tradicionais.

Mercado de Páscoa em Praga

Praga celebrará a Páscoa com a maior feira da República Tcheca. A feira da primavera na Praça da Cidade Velha oferecerá festividades populares, amostras de costumes e artesanato tradicionais e comida saborosa também.

Dezenas de quiosques venderão itens típicos da Páscoa, como ovos pintados à mão ou doces em forma de cordeiro, presentes e decorações. O programa altamente popular e a oferta de pratos típicos tchecos reforçam  os costumes tchecos.

Cresce o turismo de brasileiros na República Tcheca País é o principal emissor na América Latina

República Tcheca cresce no gosto dos brasileiros. (Foto: Divulgação)

Com a entrada de 60,858 brasileiros em 2019, a República Tcheca contabiliza 5,50% de crescimento na entrada de visitantes do Brasil, em comparação com 2018. Posicionado como maior exportador de turistas da América Latina com 30,62% do mercado, o Brasil é seguido pelo México, segundo colocado, que tem uma fatia de 22,63% e mostrou crescimento de 3,96% . Todos os demais países da região somam 46,75% do montante de turistas da América Latina, região que enviou 198.731 viajantes para terras tchecas.

Tais números são tão mais expressivos especialmente se levarmos em conta as dimensões do país, a distância e a ausência de vôos diretos e a não contabilização de turistas brasileiros portadores de dupla cidadania e que entram no país como europeus. O crescimento de 5,50% ainda reverte o sinal negativo de 2018 quando nosso mercado reduziu em 9,67% a emissão de turistas para a República Tcheca.

Praga continua a ser a cidade mais visitada da República Tcheca, mas outras cidades como Karlovy Vary, Cesky Krumlov e Brno ganharam espaço e apresentam fatias maiores do número de turistas brasileiros no país.