Arquivo da tag: David Bowie

DAVID BOWIE :: ÁLBUM “LIVEANDWLL.COM” ESTÁ DISPONÍVEL NAS PLATAFORMAS DIGITAIS :: WMG

“Liveandwell.Com”, álbum ao vivo de David Bowie, anteriormente disponível apenas em quantidades limitadas para assinantes do BowieNet em 2000, agora com duas faixas bônus, “Pallas Athena” e “V-2 Schneider”, ambas lançadas como singles de 12 polegadas sob o nome “The Tao Jones Index” – nome usado pelo artista e banda quando faziam apresentações surpresa em tendas dance de festivais ao redor do mundo, chega, pela primeira vez, em todas as plataformas digitais.
 
“Liveandwell.Com”, gravado em Nova York, Amsterdã, Rio de Janeiro e no festival de Phoenix do Reino Unido durante a turnê Earthling de 1997, chega com  12 faixas. O projeto foi produzido por David Bowie, co-produzido por Reeves Gabrels e Mark Plati, mixado por Mark Plati, no Looking Glass Studios, em Nova York, Estados Unidos. Os músicos nas gravações ao vivo são David Bowie (vocais, guitarra, saxofone), Zachary Alford (bateria), Gail Ann Dorsey (baixo, vocais, teclados), Reeves Gabrels (guitarras, sintetizadores, vocais) e Mike Garson (piano, teclados, sintetizadores).

Confira a tracklist completa de “Liveandwell.Com”

1 – I’m Afraid Of Americans (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
2 – The Hearts Filthy Lesson (Long Marston, Phoenix Festival, 18th July, 1997)
3 – I’m Deranged (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
4 – Hallo Spaceboy (Rio de Janeiro, Metropolitan, 2nd November, 1997)
5 – Telling Lies (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
6 – The Motel (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
7 – The Voyeur Of Utter Destruction (As Beauty) (Rio de Janeiro, Metropolitan, 2nd November, 1997)
8 – Battle for Britain (The Letter) (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
9 – Seven Years In Tibet (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
10 – Little Wonder (Radio City Music Hall New York, 15th October, 1997)
11 – Pallas Athena (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)
12 – V-2 Schneider (Amsterdam, Paradiso, 10th June, 1997)

DAVID GUETTA SE UNE À MORTEN E RAYE PARA O LANÇAMENTO DE “MAKE IT TO HEAVEN”

(Foto: Divulgação)

 Consolidado como um dos maiores DJs e produtores da cena, novo single chega depois dos recentes sucessos de “Thing For You” e “Stay (Don´t Go Away)”

David Guetta continua a série de lançamentos bem-sucedidos de 2019 com a faixa “Make It To Heaven”, já disponível em todas as plataformas digitais. Juntando-se ao DJ e produtor dinamarquês Morten, com quem colaborou recentemente em “Never Be Alone” e no remix de “Heaven”, de Avicii. Juntos, os artistas continuam a revolução do cenário com este novo som, agregando ainda mais ao incluírem a sensação do pop do Reino Unido, a cantora e compositora Raye, que vai além com o impressionante alcance vocal, complementando a faixa perfeitamente.

 A produção de “Make It To Heaven” se destaca pelo inovador drop and break, que também dá espaço para os vocais incríveis de Raye brilharem. Falando deste trabalho em uma entrevista à Billboard, Guetta destacou: “eu sinto que com esse novo som, estou preenchendo essa lacuna com algo mais sombrio, Techno e legal – mas, ainda tem uma energia incrível e que está arrasando nos festivais quando a toco. É uma das minhas mais novas faixas com o Morten, é uma delícia, sexy e com vocais um pouco com estilo Lana Del Rey. Como uma viagem. É realmente novo e estou muito empolgado. Os DJs para quem eu toco também estão animados. Não me empolgo com uma dance music como essa há muito tempo”.

Neste ano, mais uma vez, Guetta consolida seu espaço como um dos maiores DJs do mundo com a recente posição número um na lista 1001 Tracklists TOP 101 Produtores e na terceira posição da DJ Mag TOP 100. Recentemente lançada, “Thing For You”, com o colega parisiense Martin Solveig, tornou-se instantaneamente um hino de Ibiza, seguida de “Stay Don´t Go Away”, com mais de 85 milhões de streams globais até o momento, sem esquecer dos lançamentos mais focados em clubes, sob o nome de Jack Black.

A Vans presta homenagem ao legado de David Bowie com coleção limitada

A coleção estará disponível para venda a partir de 3 de maio

Nessa temporada, a Vans celebra a vida e legado de David Bowie, com uma coleção unisex de tênis, acessórios e vestuário para adultos e crianças. Buscando inspiração em algumas das obras mais influentes de Bowie e seus inúmeros personagens, essa colaboração celebra a união da Vans com o “o homem que caiu do céu” – duas entidades que por décadas vem elevando o diferente e o estranho, deixando uma profunda impressão em muitas gerações.

A coleção Vans x David Bowie aterrissa no Brasil nas Vans Stores, revendedores selecionados e online em 03 de Maio. 

(Foto: Divulgação)

David Bowie é um verdadeiro artista eterno que seu trabalho revolucionou o som e a imagem, deixando um legado de inovação e reinvenção que irão viver para sempre. Nessa coleção, os designers da Vans se inspiraram em imagens icônicas de Bowie ao longo de sua carreira, dos primórdios em Space Oddity em 1969 até seu álbum final, ★, de 2016.

A coleção Vans x David Bowie é uma cápsula com cinco peças de vestuário e acessórios, cada modelo desenhado para representar memoráveis passagens da carreira, das capas de Aladdin Sane Ziggy Stardust até a arte da tour “Serious Moonlight”.

(Foto: Divulgação)
  • A coleção de tênis começa com o Vans Era dedicado ao primeiro hit de Bowie, o single “Space Oddity” de 1969. O primeiro tênis de skate da Vans traz diversos tons de azul e verde em formas cilíndricas que combinam com a capa do álbum. O Era é finalizado com uma sola preta que traz detalhes do nome do disco estampado na vira da sola em uma aplicação tonal.
  • O Slip-On 47 V foi reimaginado para incluir um padrão Checkerboard peludo no cabedal, como uma homenagem ao casaco usado por Bowie na capa de Hunky Dory. O tênis é completo com detalhes em suede amarelo e também com o nome do artista em uma aplicação metálica no strap do tênis.
  • O Sk8-Hi Platform 2.0 é um tributo ao alter-ego glam rock de Bowie, Ziggy Stardust. Essa plataforma é feita em couro patent vermelho e traz o logo de Bowie em baixo relevo. Como uma homenagem à natureza inclusiva de Bowie, a Vans vai oferecer o Sk8-Hi Platform em uma grade de tamanhos ampliadas para homens e mulheres.
  • O Vans Old Skool é dedicado ao disco Aladdin Sane e inclui um cabedal perolizado, com detalhes que remetem ao icônico raio em vermelho e azul e finalizado com a Sidestripe da Vans. Esses dois renomados motivos se unem no Sk8-Hi da coleção, juntando o padrão Checkerboard com o logo do Bowie & o raio nos painéis laterais. 

Até os pequenos fãs do David Bowie podem prestar homenagem ao prolífico artista com a versão infantil da coleção, que inclui o Sk8-Hi Zip e o Old Skool V que combinam com as versões adultas do modelo inspirado em Aladdin Sane. A coleção Vans x David Bowie estará disponível no Brasil em edição limitada em revendedores selecionados, nas Vans Stores e em vans.com.br/Bowie a partir de 03 de Maio.

“DAVID BOWIE ‘GLASTONBURY 2000’” É CONFIRMADO PARA NOVEMBRO

Projeto traz sucessos apresentados pelo músico em um dos maiores festivais do mundo, incluindo as já antecipadas “Heroes” e “David Bowie Is…”

A Parlophone Records, em associação com a BBC Studios e Glastonbury Festivals Ltd., tem o orgulho de anunciar “David Bowie ‘Glastonbury 2000’”, confirmado para chegar ao Brasil no formato digital dia 30 de novembro. O projeto documenta a lendária performance de Bowie na noite de domingo, dia 25 de junho, no mais famoso festival na Terra.

O projeto inclui os 21 maiores sucessos do artista e, pela primeira vez, um DVD de todo o show. Antes deste lançamento, apenas 30 minutos foram exibidos na TV, incluindo as apresentações de Glastonbury, com performances de “Heroes” e “David Bowie Is…”, um dos destaques do recorde de bilheteria e única faixa lançada anteriormente.

00a03972-5adc-4e09-8dda-d6fa72c94165.jpg
Em novembro, será lançado coletânea dos grandes sucesso de David Bowie. (foto: Divulgação)

Todos os formatos apresentam o diário de David, originalmente escrito para o Time Out, que documenta o artista se preparando para o programa de maneira inimitável:

“A partir de 1990, passei pelo resto do século 20 sem ter que fazer um grande show de hits. Sim, sim, eu sei que cantei quatro ou cinco deles nos últimos shows, mas eu pensei… músicas grandes e bem famosas serão espalhadas pelo campo em Glastonbury este ano. Bem, com algumas peculiaridades, é claro”.

Além do áudio recém-masterizado e vídeo atualizado, “David Bowie ‘Glastonbury 2000’” apresenta novas obras de arte de Jonathan Barnbrook (que trabalhou com Bowie em “Heathen”, “The Next Day” & “★”) e notas da renomada autora e fã de Bowie, Caitlin Moran que reviu o show para o The Times.

O projeto apresenta fotos de Bowie resplandecentemente vestido com um casaco Alexander McQueen de 3/4 de comprimento, cujo padrão foi feito para fazer o eco do chapéu (o famoso “chapéu bipperty-bopperty” mencionado na música “Queen Bitch”) e usado por David em sua estreia no Glastonbury Fayre, em 1971.

A co-organizadora do Glastonbury, Emily Eavis, comentou: “muitas vezes me perguntam qual foi o melhor set que eu vi aqui em Glastonbury, e a performance de Bowie em 2000 é sempre uma que eu penso primeiro. Foi fascinante, ele tinha uma multidão absolutamente enorme paralisada. Eu acho que Bowie teve um relacionamento muito profundo com a Worthy Farm e ele contou algumas histórias maravilhosas sobre sua primeira vez no Festival em 1971, quando ele ficou na fazenda e se apresentou às 6 da manhã enquanto o sol estava nascendo. E ele acabou tocando o set perfeito de grandes sucessos. Foi realmente um show muito especial e emocionante”.

O pai de Emily, Michael, fundador do festival que conheceu David em Glastonbury, em 1971, disse: “Ele é um dos três maiores de todos os tempos: Frank Sinatra, Elvis Presley e David Bowie”.

OUÇA AGORA “CRACKED ACTOR” DO DAVID BOWIE

A coletânea já está disponível em todas as plataformas digitais!

Cracked Actor é o primeiro lançamento oficial da ‘Philly Dogs Tour’, um inesquecível show do astro David Bowie, em setembro de 1974, na Filadélfia, retratado um ano depois em um documentário da BBC.

9f9bfd07-6fe1-43c7-9091-efaf44800485.jpg

O material da performance foi finalmente reunido e mixado pelo colaborador de Bowie de longa data, Tony Visconti.

Cracked Actor difere muito do álbum David Live, também de 1974, pois apresenta uma nova formação da banda, incluindo a lenda do soul Luther Vandross nos vocais. O álbum traz uma rara versão ao vivo do sucesso “Rebel, Rebel”.

Cia de Dança Cisne Negro apresenta espetáculo inédito inspirado em David Bowie no Teatro J. Safra

O Teatro J. Safra se prepara para receber a CISNE NEGRO CIA.DE DANÇA – considerada uma das melhores companhias de dança contemporâneas do Brasil – nos dias 24, 25 e 26 de junho. Em cada apresentação, a Cisne Negro encenará dois espetáculos: Sra. Margareth – peça de 2013 com referências da peça “Monger”, uma adaptação de Barak Marshall para a companhia – e, após um intervalo de 15 minutos, Ziggy – apresentação inédita baseada na discografia de um dos maiores ícones da música mundial, David Bowie.

Companhia Cisne Negro apresenta espetáculo baseado em David Bowie. (Foto: Divulgação)
Companhia Cisne Negro apresenta espetáculo baseado em David Bowie. (Foto: Divulgação)

Sra. Margareth, é uma adaptação do aclamado autor Barak Marshall para a CISNE NEGRO CIA. DE DANÇA, com fragmentos de “Monger” com dez bailarinos. A peça conta a história de um grupo de funcionários, preso no porão da casa de uma patroa abusiva. Na trilha musical, Barak combina elementos da música cigana e do sudeste europeu, passando pela música clássica e rock. O espetáculo explora as dinâmicas de poder, hierarquia, livre arbítrio e os compromissos que são necessários para sobreviver.

Após 15 minutos de intervalo, inicia-se a apresentação inédita do espetáculo Ziggy, baseado na discografia de David Bowie – considerado um dos artistas mais respeitados deste século. O espetáculo reverencia este gênio da música e conta com coreografias feitas pelo coreógrafo, professor e bailarino brasileiro Mário Nascimento que, além de um respeitado e premiado nome da dança, é um profundo conhecedor das obras do cantor inglês.

Serviços – CISNE NEGRO CIA. DE DANÇA – Sra Margareth e Ziggy

Datas: 24 (sexta-feira), 25 (sábado) e 26 (domingo)

Horários: sexta às 21h30, sábado às 21h e domingo às 19h

Duração: 60 minutos

Classificação: livre

Preço: R$ 15,00 a R$ 60,00

SERVIÇO Teatro J Safra

Endereço: Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo – SP

Telefone: (11) 3611-3042

Vendas pelo site: www.teatrojsafra.com.br

Abertura da Casa: 2 horas antes de cada horário de espetáculo, com serviço de lounge-bar no saguão do Teatro.

Acesso para deficientes físicos

Capacidade da casa: 627 lugares

Estacionamento:

Valet Service (Estacionamento próprio do Teatro) – R$ 25,00

Estacionamento conveniado com a MultiPark (Rua Josef Kryss, 120) – R$ 20,00

Horário de Funcionamento da bilheteria

Quartas e quintas – 14 às 21h

Sextas, Sábados e Domingos – 14h até o horário dos espetáculos

Vendas on-line:

www.teatrojsafra.com.br

ou

http://www.compreingressos.com/teatros/497-Teatro-J+-Safra

Aceita Todos os Cartões de Crédito. Não aceita Cheques.

Dress to lança coleção de inverno

Stardust, nome da nova coleção, é inspirada no brilho do Glam Rock e no astro David Bowie

Na coleção de Inverno Dress a tendência 70’s ganha novo brilho com a influência do Glam Rock. David Bowie e seu alter ego Ziggy Stardust — uma persona exótica e cheia de ousadia que representa o esteriótipo de um rock star — foram referência para a criação do conceito que permeia as peças da estação. A música e o estilo de vida rock n’ roll estão presentes em cada detalhe e costuram a coleção. Pra deixar tudo ainda mais especial acrescentamos uma pitada mística e estelar em referência aos astros do rock, que vivem em um universo paralelo, com luz própria e mente livre.

David Bowie inspira coleção da Dress. (Foto: Divulgação)
David Bowie inspira coleção da Dress. (Foto: Divulgação)

Nas peças esse brilho aparece em novos formatos, muito além dos famosos paetês. Veludos, brocados, chamois, lurex e estampas poderosas ajudam a criar looks impactantes e cheios de personalidade. Dos palcos ao street style, o Glam está em todos os lugares. Let’s rock!