Arquivo da tag: Deck

Gabriel Gonti e Vitor Kley lançam single em dueto

Gabriel Gonti e Vitor Kley. (Foto: Divulgação)

 Gabriel Gonti divulgou o segundo single de seu disco acústico inédito. Junto de Vitor Kley, o mineiro lança “Céu do Sul”. A novidade chega aos aplicativos de música pela gravadora Deck.

Gabriel Gonti conheceu Vitor Kley em meados de 2017, quando a música os uniu por frequentarem as aulas da mesma professora de canto, Magali Mussi. Ela sempre dizia que os dois eram pessoas parecidas e que deviam manter contato. A semente foi plantada, a amizade foi criando força e, com a ideia do álbum “Gonti Acústico”, o convidado para participar de “Céu do Sul” — cujo clipe será lançado em breve — não poderia ser outro.

“Praia Brava, pé na areia, lua cheia, Praia do Rosa ‘pra’ colorir o nosso amor” são os primeiros versos da faixa, que remete ao litoral de Santa Catarina, onde Vitor passou boa parte de sua vida. “Desde a primeira vez que fui assisti-lo cantar, num show acústico, me encantei com a voz dele, com a maneira com que ele vibra com a música e com a vida. Sinto que ‘Céu do Sul’, quando foi composta, já era destinada a ele”, diz Gonti.

O álbum “Gonti Acústico” está previsto para chegar às plataformas digitais ainda em maio.

Pitty disponibiliza o documentário “Dê Um Rolê” no YouTube

Pitty lança documentário em seu canal, no YouTube. (Foto: Otávio Souza)

Pitty traz uma lembrança muito especial e disponibiliza em seu canal no YouTube o documentário “Dê Um Rolê”. O material foi originalmente lançado em 2016, como parte do DVD “Turnê SETEVIDAS ao Vivo” (Deck) e agora pode assistido na internet.

Dirigido e editado por Otavio Sousa, “Dê Um Rolê” é um ótimo registro da vida de turnês e viagens de uma estrela do rock, retratando os bastidores da turnê que Pitty fez ao redor do Brasil divulgando o álbum “SETEVIDAS” (Deck/ 2014).

Além de cenas dos shows, o documentário conta com depoimentos da baiana e sua equipe, reflexões sobre a vida longe de casa e detalhes que mostram bem toda a infraestrutura por trás de grandes espetáculos. Uma ótima oportunidade para que os fãs de Pitty conheçam um pouco mais de sua rotina de trabalho.

Felipe Borg lança o single “Te Quero Tão Bem”

(Foto: Divulgação)

Um artista nato, Felipe Borg sempre se aventurou pela música e pelo teatro. Agora, o cantor e compositor lança o single “Te Quero Tão Bem” (Felipe Borg/ Pedro de Queroz). A faixa, que é uma declaração para sua namorada, já pode ser ouvida nos aplicativos de música, num lançamento da gravadora Deck. Este é o segundo single de Felipe, que havia lançado “Tunico” (Deck) no ano passado.

O carioca compõe melodias desde pequeno e, entre as histórias engraçadas que coleciona, há até mesmo o caso de quando musicou o poema “Meu Oito Anos”, de Casimiro de Abreu, para escapar da recuperação na escola. Em um ‘casamento’ de uma letra simples e sincera com uma bela melodia pop, “Te Quero Tão Bem” mostra que quando o amor bate à porta, é difícil de correr dele. 

Larissa Manoela lança o álbum “Além do Tempo”

Desde que lançou seu primeiro álbum, em 2014, muita coisa mudou para Larissa Manoela. A artista estrelou filmes, dublou outros, lançou livros e tornou-se uma personalidade das redes sociais. Após meia década, porém, a jovem segue mais do que nunca em evidência, e escreve um novo capítulo em sua trajetória musical com “Além Do Tempo”. Lançado pela gravadora Deck, o disco acompanha a nova fase de Larissa, que completa 19 anos no final de 2019, e apresenta ao País uma cantora completa, sem se limitar por nichos musicais.

Com as vozes gravadas ao longo do ano no Mosh Studios, em São Paulo, e masterizado no estúdio Tambor, no Rio, “Além do Tempo” é fortemente marcado por estilos que vêm dominando o Brasil. Logo de cara, os singles “Hoje A Noite É Nossa” e “Desencosta” abrem o repertório ao ritmo do house e techno. As batidas, timbres e arranjos foram produzidas pelo trio André Vieira, Pedro Breder e Wallace Vianna, da Hitmaker, que anteriormente, trabalhou com artistas como MC Lan, Lexa e Luísa Sonza, entre vários mais, e participou de 3 das 12 faixas do novo registro.

(Foto: Divulgação)

A faixa-título, que também batiza a turnê, é a terceira, e surgiu a partir de um momento de reflexão sobre o amadurecimento: voltando de viagem, Larissa abria as caixas de algumas bonecas que havia comprado, quando comentou com sua mãe que a nova idade geraria novas responsabilidades e, mesmo tendo alcançando muitas coisas, ela não saberia o que os novos tempos trariam. Juntas, porém, mãe e filha concluíram que com coragem, fé e perseverança a cantora e atriz atingiria voos ainda mais altos. Sem que Larissa soubesse, Silvana, sua mãe, anotou o conteúdo da conversa e passou para Du Massoneto. O compositor, junto de Luiza Caspary e Rafael Bianchi, escreveu a canção baseada nas anotações e a sintonia foi tão grande que os versos foram gravados sem nenhuma alteração além da versão original.

Outras músicas, como “Movimenta” (Xandreli Azevedo/Massoneto) e “Linha Imaginária” (Ivo Mozart/Lucas Santos/Manuca Almeida), também seguem ao estilo dançante, e remetem ao brazilian bass de artistas como Alok. Ele, inclusive, está sempre presente nas playlists que Larissa ouve no dia a dia, e seu som inspirou a jovem, que pediu ao produtor Arnaldo Saccomani influências do DJ goiano no disco. 

Se não é só de efeitos tecnológicos e drum machines que se faz um álbum diverso e de sucesso, a atriz e cantora também mostrou sua habilidade ao interpretar canções acústicas e delicadas. Dentre essas, o destaque fica por conta de “Pra Nós Dois”: enriquecida por instrumentos como ukulele, violão e percussões, a música é um dueto de Larissa com seu namorado Leo Cidade. A letra, de Bacchi, Caspary e Massoneto, fala de um amor puro, no qual os corações batem mais forte quando se aproximam e cada segundo distante é uma eternidade. “Meu Menino” completa a declaração de amor e “Além do Tempo” mantém a pegada à la nova MPB, começando lenta e ganhado presença com arranjos de folk e pop rock.

Cada vez mais madura, confiante e segura de si, Larissa interpreta “Garota, Menina, Mulher” (Bacchi/Massoneto) quase como uma descrição da sua boa fase. “Eu vou além do espelho, enfrento os meus medos, inspiro ao redor. Eu sei que você curte, mas não se assuste com meu jeito de ser e olhar”, canta, confiante, os versos. Seus desejos para o futuro são expressados em “Criar Asas” (Carolina Zocoli/Mariana Leyser), onde, em uma elaborada balada, reafirma seu desejo de alcançar metas maiores e propagar sua mensagem.

O time de profissionais envolvidos em “Além do Tempo” fazem jus à notoriedade e ambições da artista. Saccomani e a Hitmaker dividem a produção das faixas, ao passo que Rafael Ramos (Pitty, Elza Soares entre outros) assinou a direção artística. O clipe de “Hoje A Noite É Nossa”, primeiro do registro a ser lançado, foi dirigido por Mateus Rigola (Haikaiss, Kevinho, Gusttavo Lima) e coreografado por Eudóxio Júnior.

Sem medo de se expressar com sinceridade, Larissa está pronta para ampliar sua presença e ser trilha das pistas de dança ao redor do Brasil. A paranaense também quer embalar momentos românticos e emplacar canções de amor. A tarefa pode parecer difícil, mas trata-se de um fenômeno que sabe bem o que faz. Como diz em “Na Pista”, ela está acelerada, e ninguém vai lhe segurar.

“Além do Tempo” já está disponível em todos os aplicativos de música e em CD.

Larissa Manoela lança primeiro single e clipe de seu novo álbum

Envolvida em diversos projetos de cinema, TV e internet, Larissa Manoela reforça sua versatilidade e se prepara para lançar seu novo álbum, “Além do Tempo”, pela gravadora Deck. O primeiro single do novo trabalho, “Hoje A Noite É Nossa”, já está disponível nos aplicativos de música e hoje ganha um clipe inédito, acessível pelo canal da artista no YouTube.

A letra da música é de autoria de Wallace Vianna, Breder e André Vieira e aborda os flertes e interações que ocorrem naturalmente em uma festa. A nova faixa traz fortes influências do pop e do EDM, com batidas e ritmo ao estilo ‘night club’. Muito desse novo rumo artístico se deve ao interesse de Larissa por artistas como Alok, que a influenciaram durante a gravação do álbum. A produção ficou por conta da Hitmaker, responsável por sucessos de Ludmilla, Pocah e Luísa Sonza, entre outros.

Dirigido por Mateus Rigola (Kevinho, Gusttavo Lima, Hungria), o clipe foi gravado em julho deste ano, em São Paulo, e se passa em uma casa noturna onde Larissa Manoela interage com os outros convidados de uma balada. No vídeo, a cantora e atriz dança junto a bailarinos em uma elaborada coreografia e interpreta sua nova música em diferentes takes, sempre acompanhada de jogos de luzes e efeitos especiais.

Com diversos convidados especiais e músicas que vão do pop dançante a baladas calmas e românticas, o álbum “Além do Tempo” será lançado em outubro. 

Álbum de Pitty traz participações de BaianaSystem, Larissa Luz e Pupillo

“Matriz” (Deck) é, provavelmente, o disco mais surpreendente de Pitty. Ela o criou de forma bem livre, seguindo sua intuição e acabou fazendo um álbum que contém referências de sua história e aponta novos caminhos por onde sua música pode passar.

Composto e gravado durante a primeira parte da turnê “Matriz”, o disco partiu dessa ideia de revisitar suas origens, chegar na matriz sonora e perceber como isso se comporta nos dias de hoje, como através do rock ela dialoga com novas influências e toda sua trajetória até aqui.

Concepção de capa: Pitty  /  Design gráfico: Pedro Hansen (Deck). (Foto: Otávio Sousa)

O álbum foi gravado parte no Rio, no Estúdio Tambor, parte em São Paulo e parte em Salvador, onde Pitty nasceu e viveu até os 23 anos quando foi para o Rio gravar o primeiro disco. Na busca por suas origens acabou trazendo algumas referências da Bahia, que ela nem imaginava. Assim, participam do álbum os baianos: Lazzo Matumbi (“Noite Inteira” e “Sol Quadrado”), Larissa Luz (“Sol Quadrado”), Nancy Viegas (“Noite Inteira”) e BaianaSystem (“Roda”). Entre as 13 faixas há duas releituras, de “Motor” (Teago Oliveira), da banda Maglore e “Para o Grande Amor”, de Peu Souza. Todas as faixas foram produzidas por Rafael Ramos, com exceção de “Redimir”, produzida pelo pernambucano Pupillo, que também tocou percussão, bateria e programação eletrônica.

“Matriz” será lançado dia 26 de abril nas plataformas digitais e, em seguida, em CD, vinil e cassete. 

Pitty lança clipe e single “Noite Inteira”

A cantora e compositora Pitty lança o primeiro single e clipe do disco que sai em abril, “Matriz”, pela gravadora Deck. “Noite Inteira” é um rock dançante, com letra forte e influência de salsa. Pitty convidou o músico baiano Lazzo Matumbi, em atividade desde os anos 60, conhecido como “a voz da Bahia” e referência para todas as gerações de cantores de bloco até hoje. “Lazzo é uma voz de resistência do movimento negro e que me remete a isso desde pequena. Ouvia ele cantando músicas muito fortes, revolucionárias, um canto de liberdade, além de ter um vozeirão inacreditável” – comenta Pitty. “Mesmo que a gente tenha caminhos musicais diferentes, nos encontramos no campo das ideias, foi uma honra para mim“. Eles gravaram no estúdio da cantora Nancy Viegas (ex- banda Crac), que fez backing vocal nos coros. 

A letra traz a união como tema. “É sobre a soma de forças, do quanto podemos realizar quando estamos juntos com um objetivo em comum, e a responsabilidade que temos com os valores com os quais nos comprometemos. E que pode ser tanto uma manifestação na rua, como uma festa, um Carnaval. A gente se junta para fazer revolução, mas também para dançar, para trocar ideia” – conta Pitty.

Pitty lança “Noite Inteira”. (Foto: Carlito Pedranes)

Dirigido por Carlos Pedreañez, o clipe traz ilustrações e cenas geradas em 3D, texturizadas e animadas, que foram feitas a partir de fotografias, e algumas animações com rotoscopia. O clipe será lançado hoje, no canal da Pitty no YouTube, às 19h15.

Deck lança novo álbum do Arctic Monkeys no Brasil nas plataformas digitais, em CD, vinil e cassete

Já está disponível no Brasil, pela gravadora Deck, o sexto disco de estúdio do Arctic Monkeys, intitulado “Tranquility Base Hotel & Casino”. O álbum, produzido por James Ford e o vocalista Alex Turner, foi gravado em Los Angeles, Paris e Londres.  

Arctic Monkeys - Tranquility Base Hotel & Casino (capa).jpg
Arctic Monkeys lança o álbum ““Tranquility Base Hotel & Casino”. (Foto: Divulgação)

Primeiro lançamento de inéditas desde “AM” (2013), o álbum enfatiza a busca da banda por novos terrenos musicais. “Tranquility Base Hotel & Casino” torna a aposta grande: é um corajoso e brilhante trabalho que reflete e compreende melhor do que nunca a visão criativa de Turner. No disco estão 11 faixas, todas de autoria do vocalista, entre elas “Four Out of Five”, “Star Treatment” e “She Looks Like Fun”.

O álbum já tem sido bem recebido pela mídia e pelos fãs. A revista Q avaliou com nota máxima e escreveu que o disco “quase parece que a banda embarcou em seu próprio projeto paralelo”. O site NME classificou com 4 de 5 estrelas e declarou que “é um produto de um design intensamente inteligente“. A banda também foi capa da MOJO e da L.A. Weekly e, recentemente, apareceu nas revistas Uncut, Rolling Stone, Music Week e muitas outras.

A Deck lança “Tranquility Base Hotel & Casino” nos formatos: digital, CD, vinil e cassete.

“Tooth & Tail” é brilhante

Por Victor Pereira

“Tooth & Tail” é um RTS brilhantemente desenvolvido projetado em torno do controlador. Para todos os jogador RTS : uma ótima escolha! Em vez de ter um conjunto de carga de unidades para construir, cada jogador deve escolher uma lista antes do jogo começar a criar seu “deck”. Qualquer possibilidade é possível, mas o quão bem você usa sua combinação é o verdadeiro teste de habilidade. Nenhum dos jogadores pode ver as cartas do outro, por isso saber quais as unidades a escolher é baseado completamente no conhecimento e confiança do jogador.

Além disso, cada mapa é gerado aleatoriamente no início da partida. Você é livre para obter informações sobre o seu oponente e o terreno. Com o seu deck escolhido e o mapa apresentado pelo jogo, todos os seus esforços de jogo são regulados para reagir ao que está na sua frente.

screen10
“Tooth & Tail” é um jogo de estratégia. (Foto: Divulgação)

Rapidamente ler o mapa é uma das maiores nuances do jogo. Com eles perfeitamente simétricos na maioria dos jogos RTS, raramente vemos jogadas emocionantes no início dos jogos, já em “Tooth & Tail”, qualquer coisa pode acontecer. Às vezes, a geração do local nem sempre está a seu favor, então você deve usar sua experiência para superar qualquer desvantagem.

Se a jogabilidade em si ainda não o vendeu, basta dar um momento para admirar a impressionante arte de pixel e a música de som inspiradora. E sobre essa campanha de mais de 10 horas? À distância, fiquei intrigado; e assim que o controlador foi colocado na minha mão, eu me apaixonei.