Arquivo da tag: Detetive

DAS PÁGINAS PARA A TELONA:DESCUBRA COMO É A TRANSIÇÃO DO ROMANCE DE AGATHA CHRISTIE PARA O CINEMA

Assista Morte No Nilo exclusivamente nos cinemas

(Foto: divulgação)

MORTE NO NILO, o mais recente filme do diretor Kenneth Branagh baseado no romance homônimo de 1937 da icônica escritora Agatha Christie, já está encantando o público nos cinemas do mundo inteiro. O filme transporta os espectadores para as águas do Rio Nilo, onde um grupo personagens se reúne a bordo de um cruzeiro de luxo para comemorar um casamento. Lá também se encontra o detetive Hercule Poirot, que é forçado a dar uma pausa nas férias para desvendar um misterioso assassinato que envolve os viajantes de diferentes maneiras.

Trazer para a tela uma história de uma das mais célebres escritoras do século XX não é uma tarefa fácil, e nem Branagh nem o restante de equipe criativa por trás do filme deixaram de ver a dimensão e o impacto do empreendimento que estavam enfrentando. Para dar vida ao romance Morte no Nilo com fidelidade, eles trabalharam intensamente em todas as áreas de produção, honrando o legado da grande narradora de mistérios do ocidente.

ROUND 2

 O novo filme marca a segunda incursão de Branagh no universo de Agatha Christie, após dirigir em 2017 ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE. Para o diretor, continuar construindo o universo cinematográfico da famosa escritora foi um desafio irresistível que o uniu mais uma vez à equipe criativa por trás do primeiro longa-metragem. Após a conclusão de ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE, Branagh se reuniu com o roteirista Michael Green (ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTEBlade Runner 2049Alien: Covenant) para escolher qual obra da Dama do Crime seria levada para os cinemas. “Nos divertimos tanto nas conversas sobre qual poderia ser o próximo filme de uma série cinematográfica da Agatha Christie. Ken e eu falamos quais eram nossos favoritos, mas sempre voltávamos para Morte no Nilo”, diz Green.

Branagh, por sua vez, acrescenta: “A paixão na história original de Agatha Christie é muito poderosa. É um dos livros mais inquietantes e cativantes dela. Christie apresenta uma fronte de sofisticação, sensualidade, glamour e romance, mas é, em todos os momentos, vulnerável, frágil, perigoso e perturbador”.

EM FAMÍLIA

Dois parentes próximos de Agatha Christie participaram da produção de MORTE NO NILO, membros do espólio da famosa autora e responsáveis por proteger seu legado. Tanto Mathew Prichard, único neto de Christie, quanto seu filho James Prichard ajudaram Branagh e sua equipe e entender a atitude da autora em relação ao livro, aos personagens e à ambientação. “James e Mathew nos deram uma visão vital sobre quem era essa incrível autora em um nível pessoal”, comenta Branagh.

De sua parte, James Prichard garante que a história imaginada por sua bisavó ficou em excelentes mãos, e que o diretor soube trazê-la pra a tela de forma extraordinária. “Para o público, é extremamente importante que sintam que não apenas viram um filme maravilhosamente moderno e espetacularmente cinematográfico, mas também experienciaram uma noite de Agatha Christie. Ken construiu um mundo que reflete a perspectiva única de Agatha Christie e seu dom para contar histórias”, garante.

UMA VIAGEM CINEMATOGRÁFICA PELA IMAGINAÇÃO DE AGATHA CHRISTIE

Trazer o universo de Agatha Christie para as telonas exigiu um trabalho coordenado e coeso de todas as facetas do processo de produção do filme. Para Green, envolveu um trabalho minucioso de análise dos personagens do romance que mais tarde ganhariam vida no roteiro. Pra o designer de produção Jim Clay (BelfastFilhos da EsperançaSimplesmente Amor), envolveu o desenvolvimento de cenários que evocassem as atmosferas criadas no livro pela autora, combinadas com uma estética adequada para cada um dos personagens que estavam sob a responsabilidade do figurinista Paco Delgado (JUNGLE CRUISE, Os Miseráveis, A Garota Dinamarquesa).

Na transição de um romance rico em complexidade e personagens para um roteiro que funcione cinematograficamente, os cineastas buscaram elementos-chave da história para expandir e evoluir a partir daí, mas sempre retornavam aos temas de ciúme e romance. “O livro é muito bem escrito. Ele tem parte da melhor prosa de Agatha Christie, e tem esta maravilhosa trama com uma solução maravilhosa. Ele é rico. Mas retornávamos à paixão e ao amor, mergulhando nestes sentimentos, e garantindo que todos os nossos personagens realmente tivessem algo a dizer sobre o poder dessas emoções”, explica Green.

A partir de então, o roteirista fez algumas mudanças na composição dos personagens, transformando alguns que não eram suspeitos no romance e possíveis assassinos. Assim como também introduziu novos personagens e adaptou detalhes estéticos e da história de vida em outros. Sobre o roteiro final, Branagh conclui: “Esta adaptação tem uma abordagem mais jovem. Tudo nesta história é maior, mais sexy e carrega uma profundidade, literal e esteticamente, ainda maior”.

Quanto ao local onde a história se passa, a equipe de produção trabalhou para fazer jus aos cenários da década de 1930 que Christie imaginou quando escreveu o romance: de um bar de Londres onde a alta sociedade se reúne para beber e dançar, ao luxuoso S.S. Karnak onde o assassinato central da trama acontece. Além disso, recriaram no Longcross Studios o Cataract Hotel de Aswan, no deserto da Núbia, onde Agatha Christie se hospedou enquanto escrevia Morte no Nilo.

Em todos os cenários, a magia da Dama do Crime também foi incorporada nos impressionantes figurinos do filme. Alinhado com Clay e Branagh, Delgado trabalhou intensamente para capturar o espírito dos personagens de Christie em seus aspectos visuais. Para isso, mergulhou profundamente na moda nos anos 30, pesquisando os designs, as cores e as ideias da época, mas sempre tendo em mente a visão do diretor de alcançar uma estética contemporânea. Não é que tentamos fazer um filme contemporâneo, mas olhamos para os elementos que eram mais atraentes em um contexto contemporâneo e os misturamos com as convenções da época”,explica o figurinista.

O resultado dessa união de forças, ideias e enorme talento de todos os membros da equipe por trás de MORTE NO NILO faz jus à cativante história imaginada por Christie há quase um século. As tramas complexas, a profunda compreensão da emoção humana e o humor singular de Agatha Christie continuam a ressoar com o público até hoje, e essa adaptação honra tudo o que público ama. Branagh conclui: “Boas histórias são nossa maior defesa contra o desespero, e é ainda mais divertido fugir da realidade com uma história que emociona, que te mantém alerta e, ao mesmo tempo oferece sabedoria, compaixão e uma noção de alma com a qual todos podem se identificar”.

Você já pode se emocionar e se aventurar com MORTE NO NILO nos cinemas disponíveis.

Inspirado no jogo “Detetive”, a peça “Coronel Mostarda: O Legado”, estreia em São Paulo

Espetáculo de improviso acontece todas as sextas de novembro, no Teatro Raposo Shopping

(Foto: divulgação)

Inspirado no jogo de tabuleiro “Detetive”, o “Coronel Mostarda: O Legado”, estreou no Teatro Raposo Shopping, é um espetáculo-jogo de investigação, onde o público é convidado a desvendar o caso da noite, a partir de cenas totalmente improvisadas.

No início de cada espetáculo, são sorteadas as cartas que definem quem é o AssassinoVítimaArma do crime e o Cômodo onde aconteceu o assassinato.

Conduzido pela investigadora Miranda, o espetáculo instiga e desafia o público, que tem como objetivo acertar as quatro cartas sorteadas, a partir da história que os atores encenam.

“A sacada do espetáculo, é que, por ser totalmente improvisado, cada história contracenada é completamente diferente da outra, fazendo com que o público nunca veja uma peça igual, independentemente da quantidade de vezes que assistir”, diz a diretora Michelle Gallindo

Além da história, cada apresentação possui uma combinação diferente de atores/personagens que dão vida a este jogo cômico repleto de mistério, suspense e blues.

“Coronel Mostarda: O Legado”, é a sequência dos espetáculos “Coronel Mostarda com a Chave Inglesa na Cozinha”, primeira temporada em que os personagens viviam nos anos 1950, e foi interrompida após nove meses em cartaz devido a pandemia, e o “Coronel Mostarda: Reloaded”, que foi realizado de forma on-line devido ao grande sucesso do espetáculo e ficou em cartaz de março a setembro de 2021.

Desta vez, O Legado traz os netos dos personagens da primeira versão, que retornam a mansão da família Mostarda, onde ocorreu um crime naquela época que os assombram até os dias de hoje!

Será que o legado de assassinato se repetirá? A resposta é SIM! E o público terá que solucionar novamente esse crime!

Serviço

Coronel Mostarda: O Legado

Data: até 26/11 – todas as sextas-feiras de outubro e novembro.

Horário: 21h

Sessões extras: Terça 02/11 às 20h30 e Sábado 27/11 às 21h

Local: Teatro Raposo Shopping

Endereço: Raposo Shopping – Rodovia Raposo Tavares, km 14,5 – Jardim Boa Vista – São Paulo.

Classificação indicativa: 12 anos

Ingressos pelo site: https://www.ingressoparatodos.com.br

– Inteira: R$ 50,00

– Meia: R$ 25,00

– Promocional: R$ 19,90

Ficha Técnica:

Direção

Michelle Gallindo

Produção

Laura Turati

Elenco

Alícia Ignácio

Arthur Morini

Júlia Delgado

Julio Graça

Laura Turati

Le Moraes

Leo Castilhos

Lucas Ronconi

Michelle Gallindo

Willian Escodro

Iluminação

Diego Rocha

Operadora de Luz

Juane Julye

Trilha Sonora

Daniel Tauszig

Sonoplastia

Arthur Diogo

Realização

Improclube

ENOLA HOLMES em setembro na netflix

Em setembro, a Netflix lança “Enola Home”, com Millie Bobby Brown como protagonista e Henry Cavill, como Sherlock Holmes.

Sinopse: 
Inglaterra, 1884. O mundo está prestes a mudar. Na manhã do seu aniversário de 16 anos, Enola Holmes (Millie Bobby Brown) descobre que a mãe (Helena Bonham-Carter) desapareceu, deixando para trás alguns presentes enigmáticos e um grande mistério sobre seu paradeiro. Enola cresceu muito livre, mas agora passa a viver sob os cuidados dos irmãos Sherlock (Henry Cavill) e Mycroft (Sam Claflin), que decidem mandá-la para uma escola de etiqueta para aprender boas maneiras. Indignada, ela foge para Londres em busca da mãe. Quando sua jornada a coloca diante de um mistério envolvendo um jovem lorde fugitivo (Louis Partridge), ela acaba descobrindo uma conspiração que pode alterar o curso da História e se transforma em uma investigadora de respeito capaz de superar seu famoso irmão. Baseado na aclamada série de livros de Nancy Springer, “Enola Holmes” é uma aventura dinâmica e cheia de mistério que apresenta uma concorrente de peso para Sherlock Holmes, o maior detetive de todos os tempos: sua própria irmã. O jogo começou. Com direção de Harry Bradbeer, Enola Holmes é um filme produzido por Mary Parent, Alex Garcia, Ali Mendes, Millie Bobby Brown e Paige Brown. Jack Thorne assina o roteiro. 

No Dia dos Pais, fuja da mesmice e leve o paizão pra bancar o detetive no Escape Hotel em SP

Nos dias 12 e 13 de agosto, pais ganham entrada grátis para jogar nos live games mais imersivos da capital paulista, se acompanhados de ao menos três pessoas pagantes na equipe

Se chinelos, camisetas, roupões e até mesmo parafernálias não agradam mais, uma opção diferente de presente para o Dia dos Pais é reunir a família e levar seu ‘velho’ para bancar o detetive ou o Indiana Jones na casa de jogos de fuga Escape Hotel, em São Paulo. Nos dias 12 e 13 de agosto, pais ganham entrada grátis para jogar nos live games mais imersivos da cidade, se acompanhados de ao menos três pessoas pagantes na equipe.

ViewImage.jpg
Escape Hotel oferece um Dia dos Pais diferente. (Foto: Divulgação)

O Escape Hotel oferece quatro salas para três a oito pessoas: Cena do Crime (investigação a la Sherlock Holmes), Loira do Banheiro (lenda urbana mais famosa do Brasil), Templo Maia (aventura com pegada arqueológica) e Drácula (dá pra fugir do conde Vlad?). Já para equipes maiores, de 6 a 13 participantes, a pedida é a A Máfia, que mistura jogos de fuga e de tabuleiro em uma disputa eletrizante pela cidade de São Paulo.

A promoção Dia dos Pais, com entrada gratuita para um pai por equipe de ao menos três jogadores pagantes, é válida para os dias 12 a 13 de agosto, das 10h às 23 horas. O preço por participante é R$ 79 e crianças de 8 a 11 anos devem estar acompanhadas de um adulto. Reservas devem ser feitas antecipadamente pelo site www.escapehotel.com.br ou fone 11. 3637-0007.

O Escape Hotel fica na Avenida Pedroso de Moraes, 832, em Pinheiros, na zona oeste da cidade de São Paulo. Na web, o Escape Hotel está em www.escapehotel.com.br e www.facebook.com/escapehotelbrasil

AGENDA
Escape Hotel – Promoção Dia dos Pais

Quando: 12 e 13 de agosto
Horário: 10h às 23 horas
Onde: Escape Hotel SP
Endereço: Avenida Pedroso de Moraes, 832 – Pinheiros – São Paulo (SP)
Entrada: R$ 79 por participante (ingresso gratuito para um pai por equipe composta de ao menos três jogadores pagantes)
Reservas: 11. 3637-0007 ou www.escapehotel.com.br

Jeffery Deaver traz de volta o detetive Lincoln Rhyme em ‘Centelha mortal’

Personagem que ficou conhecido em “O colecionador de ossos”, o protagonista foi vivido por Denzel Washington no cinema

image004.jpgEm seu novo livro, Jeffery Deaver traz novamente o detetive Lincoln Rhyme – que o autor trouxe à vida em “O colecionador de ossos” – em mais um caso complicado de resolver. Em “Centelha mortal”, o criminoso da vez usa a rede elétrica para atingir suas vítimas. Quando um de seus ataques quase destrói um ônibus, Lincoln Rhyme é chamado para investigar o que as autoridades identificam que seja um perigoso terrorista. Rhyme é tetraplégico e, portanto, escala a detetive Amelia Sachs e o oficial Ron Pulaski para ajudarem-no no dia a dia da análise do crime.

Mas, além de tentar desvendar o caso do terrorista da rede elétrica, Rhyme está acumulando funções: o protagonista vem atuando como consultor numa investigação no México. Tanto trabalho acaba afetando sua saúde, e sua decisão de continuar, tentando superar seus limites físicos, coloca ele e sua equipe em grave perigo.

O detetive Lincoln Rhyme já teve suas habilidades exibidas em tela grande: “O colecionador de ossos” foi adaptado para o cinema com Denzel Washington e Angelina Jolie como protagonistas. Sucesso no Brasil e no mundo, o livro vendeu cerca de 50 mil exemplares por aqui.