Arquivo da tag: Deuses

WARNER BROS. PICTURES E VENTRE STUDIO ANUNCIAM PROJETO DO FILME ‘IEMANJÁ – DEUSA DO OCEANO’

O longa, uma criação Warner Bros. Pictures e Ventre Studio com Carlos Saldanha, transportará os Deuses do Candomblé para o universo dos super-heróis

(Foto: divulgação)

A Warner Bros. Pictures e o Ventre Studio anunciam o projeto da produção nacional independente Iemanjá – Deusa do Oceano. Cocriado com Carlos Saldanha (“Cidade Invisível” e franquias como “A Era do Gelo” e “Rio”), o longa transportará os elementos do Candomblé para o universo dos super-heróis.

Iemanjá – Deusa do Oceano conta a história de Iemanjá, orixá adorada pelos brasileiros e também conhecida como a Rainha do Mar. Com Ogum, o Deus da Guerra, como mentor, Iemanjá tenta entender seus poderes ao enfrentar Iansã, orixá cultuada como Deusa das Tempestades.

Carlos Saldanha, Diretor e Cocriador do longa, conta que é uma imensa felicidade participar de um projeto que busca contar uma história tão importante para a cultura brasileira. “A Iemanjá é um símbolo para todo o Brasil, independentemente da religião ou crença de cada um. Nós acreditamos no poder dessa figura, parte da nossa herança ancestral, que tem tudo para cativar o público ao redor do globo da mesma forma que os deuses gregos, romanos, persas ou escandinavos, que já fazem parte do nosso imaginário”.

Saldanha afirma que contar essa história é uma grande responsabilidade, mas que estão trabalhando duro, investigando, estudando, tudo com muito respeito e carinho, para trazer às telas um filme que mostre para o mundo a riqueza da mitologia nacional. “Tenho certeza que o resultado será incrível”, finaliza.

A atriz e embaixadora da ONU Mulheres Brasil Camila Pitanga, participa do projeto como Produtora Executiva do filme e complementa afirmando que fala de Iemanjá com o coração cheio. “Para mim, é uma alegria infinita falar de um projeto que envolve pessoas que eu adoro e estou adorando trocar. Evocar uma das figuras mais queridas da nossa ancestralidade, uma divindade que, tenho certeza, vai abençoar esse projeto e vai fazer com que ele alcance uma voz que possa chegar em todos os cantos do mundo e falar com os jovens do mundo. Uma alegria, uma responsabilidade e uma vibração muito bonita”, comemora.

Hernán Viviano, Vice-Presidente da Divisão de Theatrical da Warner Bros. Pictures Brasil, também celebra a realização de um projeto inédito para o Brasil. “Nós, da Warner Bros. Pictures, temos lançado filmes de super-heróis há décadas. Desta vez, vamos levar para as telas dos cinemas uma divindade adorada pelos brasileiros e isso torna o filme uma celebração da cultura e da fé que muitos compartilham. Vamos usar todo nosso know how e expertise para fazer deste projeto um sucesso”.

Equipe Criativa

O time criativo conta ainda com Ivan Reis, que atua no mercado de quadrinhos há mais de 25 anos, sendo 18 deles na DC Comics, em que já trabalhou em dezenas de livros, como Liga da Justiça, Super Homem, Mulher Maravilha e Aquaman. Ivan é o responsável pela identidade visual dos personagens de Iemanjá – Deusa do Oceano e também Produtor Associado do filme. “Estou muito animado com a possibilidade de trabalhar com esses profissionais incríveis e em poder ajudar na criação de um universo como o de Iemanjá”, conta.

O artista, que criou a primeira imagem de divulgação do projeto (divulgada em primeira mão neste release), conclui: “As possibilidades criativas são imensas e fazer parte disso é uma honra. Minha mãe era Mãe de Santo e eu cresci em uma casa ligada ao Candomblé, sei que Iemanjá já é conhecida e reverenciada por todo o país e usar sua mitologia como influência na criação de um mundo de super-heróis é algo que mal posso esperar para ver ganhar vida”.

A equipe também conta com a importante colaboração de pesquisa na construção do projeto de Renato Noguera, Professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Pesquisador no Laboratório de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas, que afirma estar muito grato, animado e ciente da responsabilidade. “Ter a possibilidade de traduzir elementos da cultura Ioruba para um filme de super-heróis é uma oportunidade estético-política de trazer elementos estruturantes do Brasil, como a cultura negra, para a cena pop”, diz Noguera.

O Ventre, um estúdio independente, também comemora o projeto e ressalta sua magnitude. “Acredito que a mitologia Afro-Brasileira dos Orixás, com Deuses e Deusas, homens e mulheres com histórias fortes, superpoderes e a relação profunda com as forças da natureza, será capaz de cativar o imaginário das pessoas no mundo todo, assim como nos encantamos com grandes Heróis e Heroínas inspirados na mitologia nórdica (Thor) ou grega (Mulher Maravilha)”, afirma Paula Cosenza, sócia fundadora do Ventre Studio e Produtora de Iemanjá – Deusa do Oceano.

O projeto, aliás, está alinhado aos objetivos dos produtores, como conta  João Queiroz, também sócio fundador do Ventre Studio, que afirma que a missão da produtora é contar histórias que enalteçam a cultura nacional, nesse caso com uma matriz africana, para uma audiência global. “É uma honra e uma responsabilidade enorme produzir este filme, com linguagem popular e emocionante, baseado numa mitologia ancestral e que é tão presente no dia a dia da vida da população brasileira. Para um desafio dessa natureza, formamos uma equipe fantástica, que preza pelo respeito às origens dessa mitologia, ao mesmo tempo que tem a ambição de fazer algo extraordinário”, finaliza.

Magic: The Gathering revela inspiração em divindades nórdicas para a criação de cards de deuses da coleção Kaldheim

Odin, Loki e Thor são algumas das referências que os jogadores podem identificar nos decks atuais do mais tradicional trading card game do mundo

Com muitos mitos, lendas, heróis e deuses, Kaldheim, a nova coleção de Magic: The Gathering (MTG), transporta os jogadores para um multiverso repleto de barbudos, vikings e uma boa dose de heavy metal. Entre os cards mais desejados pelos jogadores estão os dos deuses, que em Kaldheim têm forte inspiração nas divindades nórdicas e relembra figuras icônicas do panteão.

Alrund, Deus dos Cosmos – Odin
O Deus dos Cosmos de Kaldheim se assemelha a Odin, o grande Deus nórdico, e também está atento a tudo o que acontece no mundo em que habita. Para comandarem com mão de ferro seus entornos, ambos têm como principal arma a sabedoria, além de grande afinidade com os corvos, usados como mensageiros e espiões.

Valki, Deus da Mentira – Loki
Valki e Loki são conhecidos como deuses da Mentira e gostam de pregar peças nos outros. Além disso, são afetivos e prestativos sempre que interessa, mas não têm a confiança de ninguém. Em Kaldheim, por exemplo, quando Valki está desparecido a maioria dos deuses acha sua ausência um alívio.

Toralf, Deus da Fúria – Thor
Assim como Thor, Toralf carrega um martelo mágico como arma, é destemido e assume riscos em aventuras que transcendem o seu próprio reino, sempre em busca de desafios. Outra característica comum é que nenhum dos dois está disposto a assumir o trono da família.

Egon, Deus da Morte – Hela
Egon e Hela se parecem em muitos aspectos que vão além dos títulos de deuses da Morte. Poderosos, ambos controlam os reinos dos mortos, acreditam que mais cedo ou mais tarde o reino dos deuses entrará em guerra, e não são levados a sério.

Confira a lista completa de cards de Kaldheim aqui e a loja mais próxima para adquirir a coleção aqui .

CTHULHU É O NOVO PERSONAGEM JOGÁVEL DE SMITE – SAIBA MAIS SOBRE O JOGO E CONHEÇA A MITOLOGIA POR TRÁS DE UM DOS ÍCONES DE H.P LOVECRAFT

(Foto: Divulgação)

Por Luigi Buratto

A Titan Forge Games anunciou, na última terça-feira (26), que o novo personagem do seu famoso jogo SMITE é a lenda de Cthulhu, icônico personagem mitológico da ficção, criado por H.P Lovecraft. Ao longo de uma semana, os produtores foram introduzindo por meio de seus posts nas redes sociais, mensagens criptografadas que davam dicas de que o “grande sonhador” tinha acordado e estava se voltando contra os deuses do abrangente folclore de SMITE.

Cthulhu se torna o 111º personagem a entrar para o panteão de deuses e lendas do jogo. Já tivemos vários outros que não são necessariamente divindades, e sim lendas e mitos de diversas culturas, como Mulan, Rei Arthur e Merlin e a mais recente, a bruxa Baba Yaga, da mitologia russa.

Um dos desenvolvedores, TitanAjax, comentou que Cthulhu é um deus único no SMITE, pois traz o fator do medo para as arenas ao enfrentar outros deuses que pensam que são imortais. Poderiam eles escapar do terror que assombra os lugares mais profundos de suas próprias mentes?

O novo personagem entrará para a classe dos guardiões, e trará um novo status para o combate, que é “quebrar” as mentes inimigas. Cthulhu poderá levar os oponentes à loucura, fazendo que experienciem uma série de efeitos adversos. Para cada inimigo que ele “quebrar”, o deus ficará mais forte. O campeão será o personagem jogável mais largo do game, principalmente durante o uso de sua “ultimate”, que mudará seu aspecto e adicionará três habilidades. Uma dessas é a de infligir dano a si mesmo e transferir essa vida perdida para os aliados, fazendo com que ele seja um ótimo suporte/tank.

O anúncio da nova divindade traz muita repercussão ao game, já que abrange um público enorme de adoradores da fantástica obra de H.P Lovecraft e, inclusive, o trailer foi parar no trending topics do YouTube.

A nova atualização chega em junho para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch, a data oficial do novo patch ainda não foi divulgada.

MAS AFINAL, O QUE É CTHULHU?

Howard Phillips Lovecraft foi um escritor estadunidense do século XX, que ficou famoso por seus contos sobre terror cósmico, uma mistura de terror e ficção cientifica, que retrata a existência de entidades cósmicas, além das capacidades de percepção dar realidade humana.

Entre seus mais famosos contos, está “O chamado de Cthulhu”. A história conta sobre um ser antigo, de forma colossal e antropomórfica, com garras em suas extremidades e onde deveria estar sua boca, existem dezenas de tentáculos. O que dá uma aparência semelhante a um polvo. Ele também possui asas membranosas em suas costas, semelhantes às de um morcego, e pode mudar sua forma livremente.

Esta entidade faz parte dos “grandes antigos”, possui um poder imensurável e representa um mal tão ancestral e terrível que vislumbrá-lo levaria qualquer humano à beira da insanidade. De acordo com o livro, Cthulhu se esconde em R’lyeh, uma cidade submersa no Pacífico Sul.

Inscrições antigas dizem que quando Cthulhu acordar será o fim de toda a humanidade. Os únicos que sabem de sua existência são uma seita que tenta despertá-lo com o cântico “Ph’nglui mglw’nafh Cthulhu R’lyeh wgah’nagl fhtagn”.

SAIBA MAIS SOBRE SMITE

SMITE é um jogo estilo MOBA (Multiplayer Online Battle Arena) free-to-play desenvolvido pela Titan Forge Games e publicado pela Hi-Rez Studios. O título está disponível nas plataformas PC, Playstation 4, Xbox One e Nintendo Switch. Os jogadores poderão escolher entre uma grande variedade de deuses, lendas e criaturas imortais das mitologias antigas para batalhar em equipes em uma arena multiplayer.

Cada um dos personagens tem suas próprias habilidades e estilos de luta. Existem vários modos de jogo, mas o mais comum é o Conquista, que consiste em cinco jogadores de cada lado do mapa, cada time com o objetivo de derrotar o titã adversário, porém com vários obstáculos como torres de defesa, monstros na selva e claro, os outros oponentes

Faça o download do jogo no link: https://www.smitegame.com/?lng=pt_BR

Disney apresenta sua nova princesa

Por Larissa Dimambro

A nova princesa da Disney chega aos cinemas para continuar quebrando ainda mais paradigmas. Continuando com a mesma ideia de Frozen e Valente, Moana é uma princesa de personalidade única. Forte e corajosa ela não mede esforços para descobrir as verdades sobre seu povo e salvá-los de forças desconhecidas que estão cada vez mais devastando sua aldeia.

MOANA
Moana enfrenta seu pai para salvar sua tribo. (Foto: Divulgação)

Moana é a única filha do chefe de uma tribo polinésia escolhida pelo oceano para reunir a relíquia mística da Deusa Te Fiti, criadora de todo e qualquer tipo de vida, que foi roubada pelo semideus Maui. O roubo do coração de Te Fiti acarretou em uma grande maldição nas terras polinésias. Peixes morrendo, plantações secando e todas as aldeias existentes nas ilhas estavam correndo risco de extinção.

Mil anos depois, Moana Waialiki, ainda criança, descobre sua afinidade e uma grande paixão pelo mar, que a escolhe para ser aquela quem vai restaurar o coração de Te Fiti. As aventuras começam quando ela percebe que sua aldeia corre sérios riscos e resolve enfrentar as ordens de seu pai, para não cruzar os corais que separam sua aldeia do mar aberto, e assim descobrir as origens de sua tribo e salvá-los da maldição. Com a ajuda de Maui, o semideus, eles então partem para essa aventura e enfrentam muitos obstáculos pelo caminho.

O filme tem um forte apelo à cultura e tradições do povo Maori. A primeira princesa Polinésia chega como um choque de tudo que a Disney já fez e vem fazendo ultimamente. São inúmeras referências e costumes diferentes que por si só já fazem de “Moana: um mar de aventuras” um filme incrível de se assistir com toda a família.