Arquivo da tag: Disney Plus Brasil

DISNEY ANUNCIA PRIMEIRO TRAILER, NOVO PÔSTER E O ELENCO DA VERSÃO EM INGLÊS, DE ENCANTO QUE SERÁ LANÇADO NOS CINEMAS EM NOVEMBRO DE 2021

CARLOS VIVES INTERPRETA A CANÇÃO ORIGINAL “COLÔMBIA, MI ENCANTO”, CUJAS PRIMEIRAS NOTAS JÁ PODEM SER OUVIDAS NESTE TRAILER

ENCANTO, da Walt Disney Animation Studios, conta a história dos Madrigal, uma família extraordinária que vive escondida nas montanhas da Colômbia, em uma casa mágica conhecida como Encanto. O novo filme original apresenta Stephanie Beatriz como a voz em inglês de Mirabel, uma jovem de 15 anos que luta para encontrar seu lugar na família. “Mirabel é uma personagem muito divertida e amorosa, que também anseia profundamente por algo mais”, diz Beatriz“Ela também não tem medo de defender o que sabe ser correto, algo que amo e com o qual me identifico muito.”

“Sou colombiana por parte de pai e desempenhar esse papel me enche de orgulho”, continua Beatriz“Como uma criança fã da Disney, eu assistia repetidamente às minhas fitas VHS e adorava todas as histórias mágicas que o mundo Disney me apresentava. Aprendi com essas histórias que tudo é possível, especialmente se você acredita na magia e na bondade em todos nós.”

Encanto. (Foto: divulgação)

No filme, a magia abençoou todas as crianças da família com um dom único, desde a superforça até o poder de cura. Todos, exceto Mirabel. Mas, quando descobre que a magia que cerca Encanto está em perigo, Mirabel decide que ela, a única Madrigal sem poderes mágicos, pode ser a última esperança de sua família. As vozes em inglês também incluem María Cecilia BoteroWilmer ValderramaAdassaDiane GuerreroMauro CastilloAngie CepedaJessica DarrowRhenzy Feliz e Carolina Gaitán. As vozes da versão brasileira serão reveladas em breve.

Encanto. (Foto: divulgação)

O novo trailer inclui a música original do filme, “Colombia, Mi Encanto”, interpretada pelo cantor, compositor e ator vencedor do GRAMMY® e Latin GRAMMY® 17 vezes, Carlos Vives, natural de Santa Marta, Colômbia. “Esta música é uma celebração da diversidade mágica da Colômbia”, diz Vives“Mal posso esperar para ver como a música se misturará às imagens e personagens inspirados no charme ’dos colombianos.”

O filme apresenta canções inéditas do vencedor do Emmy®, GRAMMY® e Tony Award® Lin-Manuel Miranda (HAMILTON, MOANA) e é dirigido por Byron Howard (ZOOTOPIA, TANGLED) e Jared Bush (codiretor de ZOOTOPIA), co -dirigido por Charise Castro Smith (roteirista The Death of Eva Sofia Valdez) e produzido por Clark Spencer e Yvett MerinoBush e Castro Smith são os roteiristas do filme. Os cineastas ficaram profundamente inspirados por sua viagem de pesquisa à Colômbia durante o desenvolvimento inicial de ENCANTO, bem como por seu trabalho contínuo com um grupo de consultores especializados reunidos ao longo da produção do filme.

Crítica de Loki

Por Rodrigo Bocatti

Loki trouxe a questão da Linha do Tempo para a Marvel. (Foto: divulgação)

A Marvel Studios vem deixando os fãs mal acostumados com séries novas todo mês, a última agora lançada foi do vilão Loki. Chamei ele de vilão porque o personagem que acompanhamos na primeira temporada é o prisioneiro  dos Vingadores no primeiro filme da equipe, de 2012, e não o que deu sua vida para salvar o irmão, Thor.

A série, exclusiva do Disney+, nos apresenta a AVT (Autoridade de Variância Temporal) uma organização que controla a Linha do Tempo Sagrada e não deixa que ela sofra ramificações e, para  isso, sempre que surge alguma Variante, eles a retiram da linha do tempo e a prendem.

Owen Wilson e Tom Hiddleston tem uma química muito boa. (Foto: divulgação)

Logo em seu começo, Loki (Tom Hiddleston) é avisado que está sendo caçado pela AVT, ou melhor, uma versão sua está assassinando os agentes da organização e logo descobrimos que a perseguida é Sylvie (Sophia Di Martino), uma Loki de um universo alternativo passado, porém ela descarta esse nome. Todos a conhecem como a “Variante” apenas.

Ao se juntar à Sylvie, Loki descobre qual é o seu verdadeiro propósito: descobrir o que realmente é a AVT e quem está por trás dela. A trama é bem fluída, com momentos interessantes que envolvem os protagonistas, além dos acontecimentosentre Loki e Morbius.

Ravona é a chefe da AVT, abaixo apenas do Guardiões do Tempo. (Foto: divulgação)

Mas nem tudo são flores, ou joias, eu diria. Alguns episódios apresentam um enredo mais lento e quebram o ritmo do anterior, porém são necessários para desenvolver os personagens e duas histórias. É inegável que algumas lutas também não convencem o público.

Entretanto, Loki abriu as portas para a Marvel Studios explorar de uma vez por todas o Multiverso, com os acontecimentos do último episódio (não darei spoilers, fiquem tranquilos!). O futuro do MCU se dará por meio das séries, especialmente WandaVision e Loki, e deve culminar na real explicação quando chegar a vez de “Doutor Estranho: O Multiverso da Loucura”, onde Wanda Maximoff já está confirmada e, existem rumores, que Loki também estará presente. Agora nos resta aguardar dia 25 de março de 2022 para saber como, enfim, tudo se conectará.

Variante do Loki. (Foto: divulgação)

LOKI E O AMOR

A série original Disney+ Loki está disponível exclusivamente na plataforma com novos episódios todas as quartas-feiras

(Foto: divulgação)

Recentemente na história, Loki (Tom Hiddleston) se encontra preso em um apocalipse com a pessoa menos desejada: A Variante (Sophia Di Martino). Apresentada nos últimos minutos do segundo episódio e autonomeada “Sylvie”, A Variante é uma fugitiva e uma espécie de Loki alternativo. É uma das personagens mais relevantes para se juntar à história e, sem dúvida, sua presença irá impactar o enredo e o arco narrativo dos diferentes personagens. “Ela é uma outra versão de Loki, mas era importante ter certeza de que ela era única porque ela é a Sylvie, não Loki”, explica Di Martino.

Ainda há pouca clareza sobre a identidade e os objetivos de Sylvie, mas no episódio “Lamentis”, Loki e sua nova companheira de viagem se encontram embarcando em uma jornada por uma paisagem desolada, com a esperança de poder escapar antes da aniquilação. Enquanto eles trocam anedotas, verdades, mentiras e muito mais, a conversa gradualmente leva a um tópico pouco abordado em relação a Loki: o amor.

O QUE É O AMOR?

(Foto: divulgação)

Em uma cena reveladora, após compartilhar experiências da infância e suas relações com as respectivas mães, a dupla começa a trocar hipóteses sobre o verdadeiro significado do amor. “Talvez o amor seja ódio….”, reflete Sylvie. Loki parece não estar muito convencido e confessa precisar “de uma outra bebida para elaborar”. Algum tempo depois, e depois de algumas bebidas, chega a uma conclusão que traz a sua marca: “O amor é uma adaga. É uma arma que pode ser empunhada longe ou perto. Você pode se ver nela. É bonita. Até que te faz sangrar. Mas, por fim, quando você pega… “, “…não é real. O amor é uma adaga imaginária”, completa A Variante, antes de admitir que se trata de uma “metáfora terrível”.A troca cômica e irônica mostra que Sylvie não está disposta a cair nos truques e armadilhas de Loki, mas também revela a química que, sem dúvida, em existe entre eles.

POR TRÁS DE UMA FRASE

(Foto: divulgação)

Em relação a esta “metáfora terrível” dita por Loki, Tom Hiddleston concorda que é o resultado da espontaneidade, mas ao mesmo tempo revela sua experiência com o amor. “Até agora, ele não esteve perto do amor. Para ele, o amor é uma espécie de ilusão na qual ele confiou e foi decepcionado”, observa Hiddleston. Por sua vez, o diálogo dá a Sylvie a oportunidade de desviar a pompa do Deus da Trapaça. “Ele sempre diz coisas que pensa serem profundas, mas, na realidade, não são particularmente profundas”, completa Hiddleston.

Já o roteirista principal de Loki, Michael Waldron, afirma que a frase tem um elemento de romantismo, considerando que trabalhou naquele episódio poucos dias após o seu casamento. “É interessante porque este episódio é provavelmente o mais romântico da série. Ao mesmo tempo, como Loki bebeu naquela cena, senti mais liberdade para escrever algo sem pensar muito sobre o que ia dizer. Segui meu impulso: ‘O amor é uma adaga’. E, felizmente, como muitas das metáforas de Loki, funciona muito bem”, explica Waldron.

SYLVIE E LOKI, UM SÓ CORAÇÃO

(Foto: divulgação)

“Duas Variantes do mesmo ser, especialmente você, formando esse tipo de relacionamento romântico doentio destorcido? Isso é puro caos! Isso pode quebrar a realidade! Está quebrando a minha realidade agora mesmo. Mas que incrível narcisista avassalador. Você se apaixonou por si mesmo!”. Isso é o que Mobius praticamente grita no último episódio de Loki da Marvel Studios. “Esse foi um dos pontos cruciais da minha proposta [para a série], que haveria uma história de amor”, explica o roteirista principal Michael Waldron. “Ficamos indo e voltando por um tempo, como se realmente quiséssemos que esse homem se apaixonasse por outra versão de si mesmo. Isso é muito louco? Mas em uma série que, para mim, é sobre amor-próprio, a autorreflexão e o auto perdão, achei que estava tudo bem esta ser a primeira história de amor real de Loki”.

A história de amor de Loki e Sylvie tem um começo apocalíptico, pois é aí que os dois começam a se relacionar. Presos em uma lua à beira da destruição total, os dois são obrigados a trabalhar juntos para encontrar uma maneira de sair desta situação, apenas para vê-la fracassar completamente diante de seus olhos.

Enquanto a lua literalmente desmorona ao seu redor, Sylvie coloca uma mão no braço de Loki, e quando isso acontece, cria-se uma ramificação na Linha do Tempo Sagrada. Estes dois Lokis estão tendo um momento que nunca deveriam ter, que, como diz Mobius, é “puro caos”. “O olhar que compartilham, nesse momento, [começou como] uma amizade que floresce”, continua Waldron. “Então, pela primeira vez, os dois sentiram aquela pontada de ‘Ah, será que poderia ser algo a mais? O que é isso que estou sentindo?’ Estes são dois seres de puro caos que são a mesma pessoa que se apaixonam um pelo outro”. Infelizmente, o resgate deles os leva ao cativeiro imediato na Autoridade de Variância Temporal (AVT).

Para onde irá o vínculo entre Loki e Sylvie? Que novas frases o Deus da Trapaça dirá para nós? Os próximos episódios darão todas as respostas.

Loki está disponível exclusivamente no Disney+ com novos episódios todas as quartas-feiras.

Aprenda a montar looks inspirados na “Cruella” e arrase

Vocês já assistiram o filme “Cruella”? Nós vimos e amamos! O longa estreou nos cinemas e no serviço on demand da Disney no dia 28 de maio. Interpretada pela atriz Emma Stone, a história é sobre uma das vilãs mais icônicas da Disney: Cruella De Vil. Desde sua estreia para cá, o filme coleciona críticas positivas e aclamação do público pelas atuações, e claro, pelos figurinos. É um look mais lindo do que o outro, né? Quem aí não tem vontade de ficar parecida com ela? Será possível? A gente responde, sim é possível! 

“Os looks que foram usados na gravação de Cruella são exuberantes, cada cena é um choque diferente”, relata a produtora de moda da agência de modelos Max Fama, Carolina Souza. “O que a galera não imagina é que é possível reproduzir alguns deles com custo muito baixo ou sem custo nenhum, apenas usando o que a gente já tem no guarda-roupa e criatividade. É uma produção muito fácil de fazer. Só precisa ficar atenta aos detalhes”, finaliza. 

Para você que quer aprender a montar looks inspirados na Cruella, a agência de modelos Max Fama preparou 3 opções de combinações para você arrasar. Confira!  

Look 01 – inspirado no vestido vermelho

Modelo Rebeca Faria veste: suéter vermelho, jaqueta de couro com legging vinil, bota de couro salto grosso e colar de correntes.

Look 02 – inspirado no clássico da Cruella

Modelo Rebeca Faria veste: poncho preto com top de estampa de dálmata, calça preta, bota vermelha com salto cone, boina vermelha e colar de renda.

Look 03- Inspirado no look The Future

Modelo Rebeca Faria veste: blazer preto com calça preta com aplicações de miçangas douradas, coturno de salto e colar de renda. 

Ficha Técnica  

Modelo: Agência de Modelos Max Fama (@maxfama_oficial ) 

Fotógrafo: Rodolfo Souza ( @rodolfosouzafotos )  

Produtora de moda: Carolina Souza ( @cayhhsouza ) 

Maquiadora: Isabelle Freitas ( @zabellefreitas ) 

Coordenadora de pautas: Antônia Biazzi (@antoniadebiazzi ) 

Gerente de marketing: Cláudia Siqueira ( @ccysiqueira ) 

Direção de arte: Wesley Alisson ( @wesleyalisson ) 

Produção executiva: Paulo Henrique Albuquerque ( @pauloybrasil ) 

#MARATONA: PRODUÇÕES PARA ASSISTIR ANTES DA GRANDE ESTREIA DE “VIÚVA NEGRA”

Confira abaixo lista com os filmes para ver antes do filme “Viúva Negra”, que estreia no dia 09 de julho nos cinemas e Premier Access do Disney+.

Um dos filmes mais aguardados do ano está chegando! Viúva Negra, da Marvel Studios, estreia no dia 09 de julho nos cinemas e Premier Access do Disney+, e contará a história de uma das heroínas mais queridas pelos fãs do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU).

Em Viúva Negra, os fãs conhecerão o passado ainda não muito explorado de Natasha Romanoff (Scarlet Johansson), que terá que enfrentar inimigos antigos e pessoas de sua família que deixou para trás para se tornar membro dos Vingadores.A produção se passa depois dos acontecimentos do filme Capitão América: Guerra Civil (2016).

Com direção de Cate Shortland e produção de Kevin Feige, “Viúva Negra” contará com grandes nomes no elenco, como: Florence Pugh (“Yelena Belova”), David Harbour (“Alexei Shostakov” / “Red Guardian”), Rachel Weisz (“Melina”), O-T Fagbenle (“Mason”), entre outros.

Para refrescar a memória e entrar no clima da estreia, preparamos uma lista por ordem de lançamento com as produções em que a personagem se mostra peça importante para a história dos heróis da Marvel. Todos os filmes estão disponíveis no Disney+. Confira:

[ALERTA SPOILER]

HOMEM DE FERRO 2 (2010)

(Foto: divulgação)

A primeira vez que Viúva Negra aparece no MCU é no filme Homem de Ferro 2,onde conhecemos Natasha Romanoff, uma agente da S.H.I.E.L.D infiltrada nas empresas de Tony Stark, o Homem de Ferro.

OS VINGADORES (2012)

(Foto: divulgação)

Nesse filme, a importância da Viúva Negra para os vingadores é destacada durante o confronto contra Loki e os Chitauris (raça alienígena que trabalha com Loki) na cidade de Nova Iorque. É nele que também descobrimos uma pessoa importante na vida dela: Clint Barton, o Gavião Arqueiro.

CAPITÃO AMÉRICA: O SOLDADO INVERNAL (2014)

(Foto: divulgação)

Em Capitão América: O Soldado Invernal, vemos o quanto Natasha Romanoff é uma peça importante para Nick Fury, diretor da S.H.I.E.L.D. Durante o filme, é possível ver também o lado mais humano da heroína, já que ela se aproxima mais do Steve Rogers, o Capitão América. Além disso, por ter sua origem como agente russa, ela é a pessoa que mais sabe sobre o mistério do Soldado Invernal.

VINGADORES: A ERA DE ULTRON (2015)

(Foto: divulgação)

Viúva Negra agora é parte fundamental dos vingadores. Além de uma amizade forte com os membros da equipe, Natasha Romanoff possui uma conexão com Dr. Bruce Banner (Hulk), sendo ela a pessoa que o ajuda a voltar ao normal com sua “canção de ninar”. No longa, a amizade de Natasha e Clint também é reforçada na cena em que os vingadores vão até a casa do arqueiro e conhecem sua família.

CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL (2016)

(Foto: divulgaçao)

No filme, Natasha se mostra uma heroína dupla, ficando ao lado dos vingadores que assinaram o Tratado de Sokovia – tratado proposto pela ONU para “controlar” quando o grupo deve agir – e depois, mudando de lado no final da batalha entre os heróis, tornando-se uma foragida.

VINGADORES: GUERRA INFINITA (2018)

(Foto: divulgação)

Trabalhando junto com a equipe do Steve Rogers, Natasha aparece para salvar a Wanda e o Visão dos membros da Ordem Negra, capangas do Thanos, que foram atrás da joia da mente. A heroína também apresenta suas habilidades de luta na batalha contra Thanos e seus súditos, e não está entre os personagens que desaparece quando Thanos estala os dedos e extingue metade da população da Terra.

VINGADORES: ULTIMATO (2019)

(Foto: divulgação)

O momento mais marcante para os fãs da heroína acontece nessa produção. Em Vingadores: Ultimato, Natasha aparece desolada com a consequência do estalar de dedos do Thanos e a mudança de comportamento do seu melhor amigo Clint, que vira o Ronin, um mercenário amargurado pela perda de sua família. Natasha parte em busca de Clint para trazê-lo de volta à base dos vingadores, voltar no tempo e recuperar as joias do infinito. A dupla, então, vai atrás da joia da alma, onde a heroína se sacrifica para salvar seu amigo e a humanidade.

DISNEY+ DÁ SINAL VERDE PARA SÉRIE MUSICAL DE “A BELA E A FERA”

JOSH GAD E LUKE EVANS RETORNARÃO AOS PAPÉIS DE LEFOU E GASTON E BRIANA MIDDLETON JUNTA-SE AO ELENCO COMO TILLY

Disney+ libera produção do musical A Bela e a Fera. (Foto: divulgação)

Enquanto fãs ao redor do mundo comemoram o 30º aniversário do inesquecível clássico de animação de 1991, o Disney+ anuncia o sinal verde para uma nova série musical, A Bela e A Fera (título provisório), da Disney Branded Television e ABC Signature. A prequela será protagonizada por Luke Evans (O Alienista) e Josh Gad (FROZEN 2), que irão repetir os papéis de Gaston e LeFou, e apresenta Briana Middleton (The Tender Bar) como Tilly, a meia-irmã de Louie. A Bela e A Fera é desenvolvida, escrita e tem produção executiva de Gad, Edward Kitsis e Adam Horowitz (Once Upon a Time), que também atuarão como showrunners da série. A equipe criativa da série também inclui a diretora indicada ao Tony Awards® Liesl Tommy (EclipsedRespect: A História de Aretha Franklin), que será diretora executiva e dirigirá o primeiro episódio. A trilha sonora original do projeto será desenvolvida pelo compositor EGOT (vencedor do Emmy®, Grammy®, Oscar® e Tony®) Alan Menken, que também atuará como produtor executivo, e as letras das canções do primeiro episódio serão do letrista Glenn Slater (ENROLADOS). A produção começará na primavera do hemisfério norte em 2022.

Ambientado no icônico reino de A BELA E A FERA, anos antes do épico romance, a série girará em torno de Gaston e LeFou enquanto eles partem em uma jornada com a meia-irmã de LeFou, Tilly, após uma revelação surpreendente sobre seu passado, lançando o trio em uma viagem inesperada repleta de romance, comédia e aventuras. À medida que os mistérios do passado são descobertos e aumentam os perigos do presente, velhos amigos e novos inimigos revelam que este conhecido reino esconde muitos segredos.

“Para qualquer um que se perguntou como o arrogante Gaston e o distraído LeFou se tornaram amigos, ou como uma feiticeira mística lançou aquele feitiço horrível no príncipe que se tornou uma fera, a série finalmente trará respostas a estas perguntas… e provocará uma nova gama de perguntas”, disse Garry Marsh, presidente e diretor de criação, Disney Branded Television.

“Existem poucos tesouros mais valiosos no catálogo da Disney do que esta icônica franquia, e esta prequela é uma carta de amor ao que veio antes, mas também hospeda sua própria grande aventura”, comenta Jonnie Davis, presidente, ABC Signature. “A visão de Josh, Eddy e Adam nos abre uma janela sobre a origem do Gaston do Luke e do LeFou do Josh, com a nova reviravolta de trazer uma nova companheira, Tilly, interpretada pela deslumbrante Briana Middleton. A equipe não estaria completa sem o retorno do genial Alan Menken, que escreverá músicas ainda mais gloriosas para a franquia que ajudou a criar. Somos muito gratos a Gary, Ayo, Michael e a todos os que fazem parte de Disney Branded Television e o Disney+ por seu apoio incondicional. Estamos ansiosos para começar a filmar”.

“Durante três décadas, esta antiga fábula foi uma fonte de inspiração para gerações de fãs em todo o mundo”, diz Michael Paull, presidente, Disney+ e ESPN+. “Estamos ansiosos para dar boas-vindas aos nossos convidados de volta ao mundo mágico e musical de A BELA E A FERA em um capítulo completamente novo com LeFou, Gaston e um maravilhoso elenco de novos personagens”.

Gad, cujos créditos recentes incluem papéis principais em Avenue 5Marshall: Igualdade e Justiça e Central Park, está atualmente filmando a série da Peacock, Wolf Like Me. Atualmente, também está dando vida ao papel principal de Echo 3, a série de drama da Apple para Mark Boal, e recentemente foi escalado para o papel principal da série do Hulu Nine Perfect Strangers. Middleton fará sua estreia no cinema com The Tender Bar, uma adaptação das memórias do escritor vencedor do Prêmio Pullitzer J. R. Moehringer, encomendada pela Amazon Studios e dirigida por George Clooney. Atualmente, Middleton está gravando The Last Will and Testament of Charles Abernathy, para Netflix.

A Bela e A Fera tem produção executiva de Gad, Kitsis, Horowitz, Menken e Tommy, e será produzida por Evans. Gad, Kitsis e Horowitz são os showrunners e roteiristas da série. A trilha sonora será lançada pela Walt Disney Records.

ESTREIAS DESTA SEMANA NO DISNEY+

Toda quarta-feira estreia um novo episódio

LOKI

Série Original Disney+ da Marvel Studios
Episódio 2

(Foto: divulgação)

Em Loki, o Deus da Mentira sai da sombra de seu irmão Thor em uma nova série que acontece após os eventos de VINGADORES: ULTIMATO. Tom Hiddleston volta a interpretar o personagem principal, e Owen Wilson, Gugu Mbatha-Raw, Sophia Di Martino, Wunmi Mosaku e Richard E. Grant se unem a ele. A direção de Loki é assinada por Kate Herron, com roteiro principal de Michael Waldron.

ESTREIAS DE 18 DE JUNHO, SEXTA-FEIRA

Todas as sextas-feiras os assinantes podem curtir novos conteúdos originais exclusivos

LUCA

Animação original de Disney e Pixar

(Foto: divulgação)

Ambientado na bela Riviera Italiana, a nova animação original da Disney e Pixar, LUCA, é uma história de transição da infância para a vida adulta de uma criança que vive um verão inesquecível repleto de sorvete, massas e viagens intermináveis de scooter. Luca compartilha estas aventuras com seu novo melhor amigo Alberto, mas um grande segredo ameaça colocar fim à diversão: abaixo da superfície da água, eles são monstros marinhos! LUCA conta com as vozes originais em inglês de Jacob Tremblay como Luca Paguro; Jack Dylan Grazer como Alberto Scorfano; Emma Berman como Giulia Marcovaldo; Saverio Raimondo como Ercole Visconti; Maya Rudolph como Daniela, a mãe de Luca; Marco Barricelli como Massimo, o pai de Giulia; Jim Gaffigan como Lorenzo, o pai de Luca; Sandy Martin como a avó de Luca e Giacomo Gianniotti como o pescador local. LUCA, o 24º filme da Pixar Animation Studios, tem direção do indicado ao Oscar® Enrico Casarosa (LA LUNA), produção de Andrea Warren (LAVA, CARROS 3) e conta com a trilha sonora do premiado compositor Dan Romer (INDOMÁVEL SONHADORA, MANIAC).

NOVOS EPISÓDIOS

Star Wars: The Bad Batch

Série Original Disney+ da Lucasfilm
Episódio 8
Star Wars:The Bad Batch, uma nova série animada sobre os clones de elite experimentais do Lote Estragado (que apareceram pela primeira vez em Star Wars: A Guerra dos Clones), enquanto abrem caminho em uma galáxia que está mudando muito rápido, imediatamente após a Guerra dos Clones. Os integrantes de O Grande Lote – um lote especial de clones com variações genéticas em relação a seus irmãos da Armada dos Clones – cada um com uma habilidade única e excepcional que os converte em soldados extraordinariamente eficientes que formam um esquadrão formidável.

High School Musical: A Série: O Musical

Série Original Disney+
Temporada 2 – Episódio 6
Na segunda temporada de High School Musical: A Série: O Musical, os Wildcats de East High, que estão se preparando para apresentar “A Bela e a Fera” como seu musical de primavera, confrontam a escola rival, North High, para vencer uma prestigiada e voraz competição de teatro estudantil.

Big Shot: Treinador de Elite

Série Original Disney+
Episódio 10
Depois de ser expulso da NCAA (National Collegiate Athletic Association), o enérgico treinador de basquete Korn (John Stamos, Full House) aceita um emprego em uma escola secundária para mulheres. Sua nova equipe requer que coloquem em prática habilidades que não usam frequentemente, como: empatia e vulnerabilidade. Ao aprender a se conectar com suas jogadoras, Marvyn começa a se tornar a pessoa que sempre esperou. As meninas aprendem a levarem-se mais a sério, encontrando o seu equilíbrio dentro e fora do campo.

OUTRAS ESTREIAS NO DISNEY+

Filme

As Aventuras do Menino Gênio

Séries

Violetta: Momentos Favoritos

Temporadas 1 a 3

Segredos em Sulphur Springs

Sobrevivente Primitivo com Hazen Audel

Temporada 2 a 4

Programa de Talentos

Temporadas 2 e 3

Boa sorte, Charlie!

Temporadas 2 a 4

J.O.N.A.S.

Temporada 2

Os Guerreiros Wasabi

Temporadas 2 a 4

Lab Rats

Temporada 3

Phil do Futuro

Temporadas 1 e 2

Zack & Cody: gêmeos a bordo

Temporadas 2 e 3

Documentário

Milagre no Rio Hudson

3 MOTIVOS PARA ASSISTIR “ENCARANDO MEUS SEGREDOS”, NOVO CURTA DA DISNEY QUE MESCLA REPRESENTATIVIDADE COM FANTASIA E HUMOR

Launchpad é uma seleção de curtas do Disney+. (Foto: divulgação)

Disney lançou recentemente Launchpad: Uma Coleção de Curtas, novo projeto da companhia que tem como objetivo apresentar novos cineastas de origens pouco representadas, e conta com seis curtas-metragens – já disponíveis no Disney+.

Entre os lançamentos, está o curta “Encarando Meus Segredos”, que apresenta Val Garcia, uma jovem que está dividida entre a sua metade vampira e sua metade humana, enquanto vive aventuras em sua nova escola para monstros e tenta encontrar o seu lugar nas duas realidades que habita.

Para quem busca um conteúdo mais fun e leve de assistir, “Encarando Meus Segredos” é a pedida ideal. Veja abaixo mais motivos para assistir ao curta e acompanhar a jornada de Val.

UM POUCO DE FANTASIA NUNCA É DEMAIS

Encarando Meus Segredos” traz magia e fantasia para o mundo real! Começando pela família de Val, já que sua mãe é uma vampira e seu pai um humano. Além disso, na nova escola de Val vemos alunos nada convencionais, como vampiros, lobisomens e bruxos.

SEJA VOCÊ MESMA!

O curta traz uma importante mensagem de aceitação. Dividida entre o mundo humano e o vampiresco, Val nunca se sentiu totalmente parte de nenhum dos dois. Quando a jovem percebe que pode aceitar os dois lados da sua vida, sem um anular o outro, ela encontra o equilíbrio perfeito para ser feliz como é.

A IMPORTÂNCIA DA AMIZADE

Jimmy, o melhor amigo humano de Val, não sabe sobre o lado vampiro dela, mas a aceita como ela é – tendo um papel fundamental no processo de aceitação de Val consigo mesma. Além disso, o curta mostra também como é mais fácil encarar os problemas quando se está acompanhado de pessoas que te apoiam.

UM OLHAR POR DENTRO DE STAR WARS: THE BAD BATCH, A SÉRIE ORIGINAL DISNEY+ DA LUCASFILM

No dia 4 de maio, data em que o mundo inteiro comemorou o #StarWarsDay, foi lançado no Disney+ Star Wars: The Bad Batch, uma Série Original Disney+ da Lucasfilm sobre a Força Clone 99, um esquadrão de clones experimentais de elite que estão abrindo caminho em uma galáxia que muda rapidamente, e que se passa logo após as Guerras Clônicas. Os membros da Força Clone 99 – Hunter, Wrecker, Tech, Crosshair e Echo – possuem habilidades únicas e excepcionais que os tornam soldados extraordinariamente eficientes.

Para aqueles que ainda não assistiram, compartilhamos 6 curiosidades sobre a produção:

1.       UMA EQUIPE DE OUTRA GALÁXIA

(Foto: divulgação)

Devido à sua trajetória no cinema e na televisão, a equipe criativa por trás de Star Wars: The Bad Batch tem vasta experiência em STAR WARS. dream team é liderado por Dave Folini, criador e produtor executivo da série, que também é produtor executivo da Série Original Disney+ The Mandalorian e fez parte da equipe responsável pelas séries Star WarsA Guerra dos Clones  e  Star Wars Rebels.Athena Portillo, produtora executiva de Star Wars: The Bad Batch, também fez parte da equipe das séries da animação Star Wars: A Guerra dos Clones Star Wars Rebels e é produtora executiva de Star Wars: A Resistência. Brad Rau, produtor executivo e diretor supervisor da nova série, dirigiu vários episódios de Star Wars Rebels Star Wars: A Resistência, e atuou como diretor supervisor da coleção de curtas Star Wars: Forças do Destino. Jennifer Corbett, produtora executiva e roteirista principal, escreveu episódios de Star Wars: A Resistência. Josh Rimes, produtor, é diretor de desenvolvimento de animação da Lucasfilm e tem ampla experiência na produção de histórias de animação de STAR WARS.Por último, Carrie Beck, coprodutora executiva, desempenhou esse papel em várias séries de animação e live-action STAR WARS, de The Mandalorian LEGO Star Wars: As Aventuras dos Freemaker. Todos os conteúdos estão disponíveis no Disney+.

2.  O LUGAR DA HISTÓRIA NA CRONOLOGIA DE STAR WARS

Os fãs conheceram a Força Clone 99 (autodenominados “Os Mal Feitos”), o esquadrão protagonista de Star Wars: The Bad Batch, na última temporada da série  Star Wars: A Guerra dos Clones. Nessa história, a Guerra dos Clones estava chegando ao fim quando Capitão Rex se encontrou pela primeira vez com esse grupo de clones experimentais de elite. A nova série, então, acontece na era vertiginosa do pós-guerra, forçando a equipe a se adaptar rapidamente às constantes mudanças que estão por vir.

(Foto: divulgação)

3. UM GRUPO ÚNICO

A Força Clone 99 é composta de clones com variações genéticas de seus irmãos do Exército de Clones. Hunter, o líder do grupo, trabalha sob pressão como ninguém. Projetado com sentidos aguçados, é um rastreador especialista com habilidade para detectar locais específicos de qualquer lugar por meio de frequências eletromagnéticas. Wrecker é grande, curioso e extremamente forte, é o músculo da equipe. Com habilidades especiais para ciência e tecnologia, Tech é o especialista em computação do grupo pensa e fala mais rápido do que qualquer um. Crosshair é o pragmático e introvertido atirador da equipe. Por último, Echo é a mais nova adição ao grupo. Metade dróide e metade clone, ele é a dupla perfeita do Tech, pois combinam seu conhecimento técnico e habilidades especiais para se infiltrar em qualquer rede ou sistema.

(Foto: divulgação)

4. FORÇA CLONE 99: A ORIGEM DO NOME 

O número de unidade da equipe é uma homenagem a um clone chamado 99, apresentado no início da terceira temporada de Star Wars: A Guerra dos Clones. Considerado inadequado para sua função devido às suas limitações físicas, resultado de malformações, o clone 99 serviu fielmente à República nas tarefas de manutenção e limpeza em Kamino, em vez de estar no campo de batalha. No entanto, seu exterior fraco ocultava um espírito sábio e resiliente em seu interior. Seu forte censo de dever, raciocínio rápido e tenacidade ajudaram a salvar a instalação de clones em Lamino de um ataque separatista. 99 deu a vida para defendê-la, orgulhoso de ter servido como soltado ao lado de seus irmãos.

(Foto: divulgação)

5.  UMA EQUIPE DE VERDADEIROS FÃS

A equipe de produção e Star Wars: The Bad Batch não só tem vasta experiência profissional no desenvolvimento de séries da Lucasfilm, como também são fãs assumidos de STAR WARS desde jovens. Athena Portillo, por exemplo, começou sua carreira na Lucasfilm como estagiária e juntou à equipe de desenvolvimento de animações quando a placa do seu carro, que fazia referência àquele emprego, chamou a atenção de Dave Filoni. Brad Rau, por sua vez, sonhava em trabalhar para STAR WARS desde que, em 1980, assistiu STAR WARS: EPISÓDIO V – O IMPÉRIO CONTRA-ATACA em uma pequena sala de cinema da sua cidade. Já Jennifer Corbett é fã da franquia STAR WARS graças a grande fascinação de seu irmão pela série Star Wars: A Guerra dos Clones e Star Wars Rebels.

(Foto: divulgação)
  1. UMA VOZ COM GRANDE TALENTO

Na versão em inglês de Star Wars: The Bad Batch, as vozes da equipe são feitas pelo talentoso Dee Bradley Baker, um dos dubladores mais versáteis e procurados de Hollywood. Ao longo de sua extensa carreira, Baker emprestou sua voz a vários filmes de STAR WARS e projetos das séries Disney+ e Lucasfilm. Em The Mandalorian, por exemplo, é a voz de um casal de sapos apresentado na segunda temporada. Outra curiosidade? A voz de Baker pode ser ouvida em duas atrações dos parques da Disney: ele interpretou o papagaio na atração de Pirates of the Caribbean no Magic Kingdom e o personagem de Boba Fett em Star Tours The Adventures Continue, no Disney’s Hollywood Studios 

Star Wars: The Bad Batch está disponível exclusivamente no Disney+ e lança novos episódios todas as sextas-feiras.

ESTREIAS DESTA SEMANA NO DISNEY+

Todas as sextas-feiras os assinantes podem curtir novos conteúdos originais exclusivos

A partir de 9 de junho, toda quarta-feira haverá estreia de um novo episódio

LOKI

Série Original Disney+ da Marvel Studios
Episódio 1

(Foto: divulgação)

Em “Loki”, da Marvel Studios, o temperamental vilão Loki (Tom Hiddleston) retoma seu papel como o Deus da Trapaça nesta nova série, que ocorre após os eventos de “Vingadores: Ultimato”. Direção de Kate Herron e roteiro de Michael Waldron.

NOVOS EPISÓDIOS

Star Wars: The Bad Batch

Série Original Disney+ da Lucasfilm
Episódio 7

(Foto: divulgação)

Star Wars:The Bad Batch, uma nova série animada sobre os clones de elite experimentais do Lote Estragado (que apareceram pela primeira vez em Star Wars: A Guerra dos Clones), enquanto abrem caminho em uma galáxia que está mudando muito rápido, imediatamente após a Guerra dos Clones. Os integrantes de O Grande Lote – um lote especial de clones com variações genéticas em relação a seus irmãos da Armada dos Clones – cada um com uma habilidade única e excepcional que os converte em soldados extraordinariamente eficientes que formam um esquadrão formidável.

High School Musical: A Série: O Musical

Série Original Disney+
Temporada 2 – Episódio 5

Na segunda temporada de High School Musical: A Série: O Musical, os Wildcats de East High, que estão se preparando para apresentar “A Bela e a Fera” como seu musical de primavera, confrontam a escola rival, North High, para vencer uma prestigiada e voraz competição de teatro estudantil.

Curtas Animados Zen

Temporada 2
Episódio 1

A série que cria uma experiência sonora de consciência com cenas de filmes de todos os tempos da Walt Disney Animation Studios, retorna com uma segunda temporada. Desfrute de momentos de mais de oito décadas de filmes de sucesso, incluindo cenas do primeiro longa-metragem da Disney, Branca de Neve e os sete anões até momentos nunca antes vistos de Raya e o Último Dragão. Desconecte-se, relaxe e renove seus sentidos com as paisagens sonoras de Curtas Animados Zen dos estúdios de animação da Disney, uma homenagem aos artistas de som que criaram o legado dos filmes de Walt Disney Animation Studios. Criados e editados por David Bess. Com produção executiva de Amy Astley

OUTRAS ESTREIAS NO DISNEY+

Séries

Mano a Mana

Temporadas 1 a 3

Manny, Mãos à Obra

Temporadas 2 e 3

Os Ursinhos Gummi

Temporadas 1 a 6

Casamentos De Conto De Fadas Disney

Temporada 1

Emergência Animal

Temporada 1

Documentário

Frank e Ollie