Arquivo da tag: E-sports

HyperX lança no Brasil o seu primeiro mouse para gamers

Novo HyperX Pulsefire FPS se destaca pela precisão e desempenho e completa a linha de periféricos de alta performance da HyperX

Reconhecida no mercado de periféricos gamers e com headsets, teclados e mousepads utilizados pelos principais atletas profissionais de e-Sports do mundo, a HyperX,divisão da Kingston focada em produtos de alta performance para gamers, overclockers, casemodders e entusiastas de tecnologia, anuncia o lançamento no Brasil  do seu primeiro modelo de mouse, o HyperX Pulsefire FPS, que promete melhorar o desempenho dos jogadores durante partidas de tiro em primeira pessoa. A partir de amanhã (25), o mouse HyperX Pulsefire FPS estará em pré-venda no KaBuM! até 29 de maio pelo preço promocional de R$ 299,90. Após 30 de maio, o produto será vendido com exclusividade por mais 60 dias no próprio KaBuM! pelo preço sugerido de R$ 349,90.

image006.jpg

Projetado para atender às necessidades de profissionais e aspirantes a jogadores competitivos, o mouse Pulsefire FPS conta com sensor PixArt 3310 para rastreamento preciso e botões com switches Omron que oferecem alta velocidade de resposta e resistem a até 20 milhões de cliques em cada botão. Vencedor da edição 2017 do prestigiado prêmio Red Dot Design pelo seu design, o Pulsefire FPS foi desenvolvido nos laboratórios da HyperX e testado e aprovado por grandes jogadores profissionais de FPS (First Person Shooter) do mundo.

“Há mais de cinco anos temos total apoio da HyperX e estamos muito felizes por também utilizar o novo mouse gamer Pulsefire FPS”, diz “Edward” Sukhariev, jogador de Counter-Strike: Global Offensive da equipe NAVI, da Ucrânia. “O mouse Pulsefire FPS nos atende perfeitamente e nos permite jogar CS:GO em alto nível. Além disso, tem um design muito confortável, ideal para jogar durante horas.”

O Pulsefire FPS tem um design ergonômico e leve que facilita o encaixe da mão e fornece quatro predefinições de resolução (400, 800, 1600 e 3200 DPIs), que podem ser alternadas com o simples toque de um botão e atendem a maioria dos jogadores de FPS. O mouse da HyperX pesa apenas 95g, o que possibilita movimentação rápida e com precisão em movimentos fundamentais nos jogos de tiro em primeira pessoa. Ele ainda tem laterais antiderrapantes e tecnologia de switches Omron nos seis botões, que garantem maior durabilidade e uma resposta tátil muito sensível a cada clique. Por fim, o Pulsefire FPS tem com um cabo trançado flexível e mouse skates grandes que proporcionam deslizamento suave e eficiente.

“Estamos muito felizes em lançar nosso primeiro mouse com a qualidade, conforto e alto desempenho característicos da HyperX. Completar nossa linha de periféricos gamers com mais um produto elaborado, desenvolvido e 100% testado em nossa fábrica é um orgulho e dará real vantagem competitiva para os jogadores de FPS”, diz Paulo Vizaco, diretor executivo da Kingston/HyperX no Brasil.

O mouse HyperX Pulsefire FPS tem garantia de 12 meses, suporte técnico local gratuito e a confiabilidade da marca HyperX. Para mais informações sobre a HyperX, visite http://www.hyperxgaming.com/br

Hitbox e Azubu completam integração de plataformas e se transformam na maior empresa independente de transmissão de e-Sports fora da Ásia

Agora como Smashcast, companhia revela nova unidade de produção de conteúdo de última geração em Viena, na Áustria

A integração das plataformas e a fusão corporativa das ex-líderes em transmissão online de videos em tempo real, Hitbox e Azubu,  acaba de ser concluída e o resultado é a Smashcast, maior empresa independente de transmissão de games e e-Sports fora da Ásia.

image003.png

A Smashcast, que surge como forte concorrente para o Twitch já está fazendo transmissões ao vivo com centenas de broadcasters, entusiastas de games e milhões de espectadores ativos pelo site www.smashcast.tv. A nova plataforma também está disponível para download gratuito na App Store e no Google Play como Smashcast e todo o tráfego que era destinado a www.hitbox.tv/ ou www.azubu.tv/ está sendo redirecionado para a Smashcast. Já as atualizações para dispositivos móveis serão automaticamente redefinidas para a nova plataforma e seu conjunto de recursos.

Além de um novo visual limpo e mais acessível, a Smashcast também está lançando um recurso de engajamento do espectador chamado de Hype-O-Meter, que foi criado para permitir que os fãs de e-Sports torçam por suas equipes favoritas durante os torneios e aproxime ainda mais a relação entre os streamers e sua comunidade.

 “Estamos muito felizes em anunciar a conclusão da fusão entre Hitbox e Azubu, juntamente com o lançamento do novo nome da empresa e a nova  marca Smashcast”, disse Mike McGarvey, CEO da Smashcast. “O novo recurso de cheering para o engajamento de espectadores é apenas o primeiro passo em nossa visão de longo prazo para criar a melhor experiência de livestreaming para o espectador de e-Sports e jogos competitivos”.

Hoje, a Smashcast anuncia também o lançamento de  um estúdio de produção de conteúdo de última geração em Viena, na Áustria, fundamental para a estratégia da empresa de se integrar mais plenamente dentro do universo dos e-Sports e jogos competitivos e garantir que tanto  sua tecnologia como o fluxo de conteúdo no serviço sejam da mais alta qualidade possível.

“A nova unidade de produção de Viena é um passo importante para nós, garantindo a qualidade do suporte que fornecemos aos nossos parceiros de streaming e publicação”, comentou Martin Klimscha, da Smashcast Europa. “Queremos assegurar que nos diferenciamos dos nossos concorrentes não apenas por nossa plataforma e excelência tecnológica, que inclui o suporte total a 4k e 360 ​​VR, mas também pela qualidade do conteúdo em streaming”.

A nova organização Smashcast está preparada para monetizar os mais de 200 milhões de fãs de e-Sports, de novas e inovadoras formas. Considerando que hoje a publicidade representa 70% da receita, com assinaturas e doações em 15%, a companhia está direcionando novos produtos em marketing afiliado, publicidade interativa, vendas de bens virtuais, patrocínios e apostas em jogos para fechar a lacuna no ARPU (media de receita por usuário) entre o crescente mercado de e-Sports e outros mais tradicionais e profissionais como empresas desportivas em todo o mundo.

Com infraestrutura técnica e de serviços de menor custo e um pico mensal de usuários ativos em torno de 20 milhões em 2016, a empresa tem como alvo um crescimento significativo na audiência ativa por meio de uma combinação de 1) Experiência aprimorada do usuário de livestream para espectador; 2) conteúdo de alta qualidade produzido internamente; e 3) Soluções tecnológicas diferenciadas e de menor custo.

GEEK & GAME RIO FESTIVAL TERÁ ARENA DE E-SPORTS COM 900M2

Com uma área total de 900m2, um palco de 40m2 e R$ 200 mil em prêmios, Gamer Stadium será a maior arena do Rio de Janeiro e terá desafio de LoL, CS: GO e Rainbow Six Siege

Uma megaestrutura dedicada aos esportes eletrônicos e R$ 200 mil em prêmios. É isso que os fãs dos e-Sports irão encontrar no Geek & Game Rio Festival, evento de games e cultura pop que irá acontecer de 21 a 23 de abril, no Riocentro, no Rio de Janeiro. O festival irá contar com a maior arena suspensa montada na Cidade Maravilhosa.

Sem títuloNa Gamer Stadium, de 900 metros quadrados, equipes conceituadas de cyberatletas profissionais irão competir em torneios dos jogos mais disputados atualmente. Os ingressos para o evento estão disponíveis através da internet, no site oficial www.ggrf.com.br, ou em algum dos postos de venda autorizados.

Os visitantes poderão acompanhar torneios de Tom Clancy’s Rainbow Six Siege, da Ubisoft, no primeiro dia (21), jogo de ação em primeira pessoa que tem tido um crescimento considerável na cena dos e-Sports; Counter Strike: Global Offensive, no sábado (22), clássico da Valve e um dos pioneiros nas competições profissionais; e League of Legends, no domingo (23), aclamado MOBA da Riot que acumula legiões de fãs em todo o mundo.

A Arena

O projeto da Gamer Stadium é ousado. O protagonista é um palco de 40 metros quadrados, no centro. É nele que os times irão se enfrentar e toda a ação será transmitida em um telão gigante. A estrutura suspensa permite aos torcedores, acomodados em seis arquibancadas com capacidade para 500 pessoas, ficar mais próximos dos cyberatletas.

A arena se completa com uma cabine de transmissão profissional em que ficarão os narradores e o comentaristas responsáveis por passar a emoção das partidas para o público. Tudo será transmitido ao vivo pela internet, contribuindo para a atmosfera de competição. Uma câmera especial, no centro, transmitirá imagens em 360º através do site Periscope. Tudo digno dos maiores torneios do gênero.

O idealizador de todo o projeto é Samuel Byron, diretor da Supernova, uma das maiores empresas de esportes eletrônicos do país. “O destaque dessa arena é que ela trará uma atmosfera de estádio para as competições e os cyberatletas irão sentir essa proximidade com o público”, diz. “Teremos grandes equipes femininas de CS:GO e estamos felizes em proporcionar a oportunidade de competirem em um palco desse nível”, conclui Samuel, que já foi narrador profissional.

O estudante de arquitetura Natan Gama, de 26 anos, é o responsável por executar o projeto. Amante da cultura geek e jogador amador de e-Sports, o carioca viu no projeto a oportunidade de unir suas principais paixões. “É como um filho para mim”, diz Natan, que verá o projeto posto à avaliação de cerca de 70 mil pessoas, público estimado do Geek & Game Rio Festival. “Como trabalho, como estudante e como amante de seriados e jogador, vai ser um sonho realizado”, completa.

Os torneios

Cada competição irá seguir uma programação distinta. O torneio de Rainbow Six Siege, na sexta, será uma melhor de cinco entre os times Black Dragons e Santos Dexterity, que terá início às 10h. Após os jogos, os torcedores poderão conhecer e tirar fotos com os integrantes do Black Dragons, entre eles a capitã Nicolle “Cherrygums” Merhy e Leo “Zigueira” Duarte, em uma sessão de Meet & Greet. A equipe terá um estande próprio no evento.

No sábado, quatro times irão entrar na competição de Counter Strike: Global Offensive, com narração ao vivo de Diego “Hads” Coutinho e comentários de Guilherme “Legolas” Barbosa. Serão duas equipes masculinas, Team One e ProGaming, e duas femininas, ProGaming e um time de estrelas da categoria que terá o nome anunciado durante o evento. Eles irão disputar melhores de três durante todo o dia.

Já a disputa de League of Legends ocorrerá no domingo, entre INTZ e-Sports e ProGaming. As duas equipes subirão ao palco para um embate melhor de cinco. O encarregado a levar aos torcedores a emoção das partidas será o narrador Luigi “Kaov” Mataratzis.

Serviço:
Geek & Game Rio Festival 2017
http://www.ggrf.com.br/
Data: 21 a 23 de abril de 2017
Local: Riocentro
Endereço: Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro

Mais informações sobre ingressos: http://www.ggrf.com.br/ingresso.php

Brasil Game Cup: Finalmente um grande evento de games no Rio de Janeiro

Por Luciano Mynssen

Após muitos anos, a cidade do Rio de Janeiro finalmente sediou um grande evento de games: A Brasil Game Cup ou como muitos conhecem, a BGC. Desde 2012, quando foi realizada a Brasil Game Show, as terras cariocas não viam grandes eventos voltados para a cultura geek e de gamers, tão grande quanto este, aliás, a Brasil Game Cup deste ano, foi a primeira a realizar seu evento fora da BGS, ou seja, ela ganhou vida própria e para nossa felicidade, ela foi realizada na cidade do Rio de Janeiro.

A BGC já existia desde a sua primeira edição em 2014, onde já realizava grandes torneios de esportes eletrônicos como de Counter strike e Dota 2, sendo este último, considerado o maior torneio da América latina, no entanto, pela primeira vez, o evento tinha a sua própria autonomia, sendo feito de forma independente da Brasil Game Show, E foi realizado no Centro de Convenções SulAmérica, localizado no centro da cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 7, 8 e 9 de abril.

17799252_652599461609139_383956490465684418_n
Torneio de e-sports agitou a Brasil Game Cup. (Foto: Luciano Mynssen)

Este grande evento contou com a participação de diversas empresas, como a Hyper X, Zion, Rádio Transa América, Fluminense Football Club, Saraiva, Playstation, Blizzard, entre outros, não deixou nem um pouco a desejar.

O evento contou com as mais diversas e variadas atrações possíveis e no palco principal, sob o comando da apresentadora Nyvi Estephan, houve a realização dos torneios de Overwatch, Dota 2, Counter Striker, concurso de cosplayers, Showmatches de Hearthstone, entre outras atrações.

A apresentadora nos contou com exclusividade sobre os preparativos de seu desempenho para o evento: “Geralmente quando eu tenho que subir no palco, eu tenho que me preparar na pauta, para eventualmente eu não falar outra coisa. Tenho preparo de voz é claro, exercício vocal, não pode beber coisa gelada para não se estragar a voz”, ela falou um pouco também sobre a sua expectativa sobre o evento que está incrível”. disse Nyvi super animada.

O evento

Por saber que o evento se realizaria no Centro de Convenções SulAmérica, já imaginava que seria bem parecido com as primeiras BGS realizadas na cidade ou seja um grande encontro geek e nerd, para um espaço suficiente para atender a demanda.

Logo assim que cheguei percebi que não havia muito público no início, mas constatei que por se tratar de um dia útil na semana, realmente seria menos cheio que os demais, o que de certa forma me deu liberdade para aproveitar mais as atrações dos eventos em si e poder circular melhor pelos stands e locais.

De cara eu devo confessar que uma coisa que me chamou a atenção foi o simulador de vôo de asa delta, trazido pela empresa Zion, escola de entretenimento, e fui um dos primeiros a testar o simulador que com uma tecnologia bem realista, era possível você voar sobre as montanhas, manuseando o equipamento de forma bem precisa, mas ao mesmo tempo difícil de controlar, o que transmitiu um pouco a emoção de um jogo baseado em realidade virtual, mercado esse que se mostra promissor para as próximas gerações futuras.

Ao conversar com Paulo, diretores da Zion, ele me explicou um pouco sobre o simulador: “Na verdade o que trouxemos hoje foi a experimentações do mercado de hoje. A realidade virtual, é uma coisa muito real, hoje é um setor que compõe medicina, arquitetura, design e nós temos um curso que ensina o aluno e fornece materiais para criar VR”, conta.

Além das diversas atrações, uma delas, a área dos arcades e fliperamas, não só deram um ar retrô como também possibilitou uma grande diversão entre os mais velhos, lembrando com nostalgia pura os jogos da década de 90 como “The king of fighters”, “Cadilac Dinossaurs” entre outros e particularmente, por ser dessa época, confesso que me diverti muito relembrando os velhos tempos.

17861771_652599408275811_6404006568433786068_n
Visitantes puderam ver verdadeiras batalhas em Dota2, Counter Strike e LoL. (Foto: Luciano Mynssen)

A BGC não foi só incrível pelas atrações, mas também por ter um evento dentro de outro evento. Estou falando da Brasil Game Jam, onde basicamente um evento a parte em que consistiu em uma equipe criar um jogo dentro de 48 horas com o tema do Rio de Janeiro. Conversei com um dos participantes do evento, onde ele contou um pouco com exclusividade a equipe do Diversorio sobre o desafio: “ O Brasil tem crescido no mercado de jogos, pois estão disponibilizando alguns recursos do governo para a produção e na BGC produzimos com uma tranquilidade, tem um bom espaço para produzir e a gente está com um bom suporte e essas 48 horas são um pouco rigorosas para gente , pois na parte de programação, precisaremos estar com tudo em funcionamento para a apresentação”, relatou um dos participantes.

Dois outros grandes destaques podemos dar é ao museu do vídeo game, uma exposição em que mostrava a evolução de todos os consoles desde o seu primeiro criado na década de 70 até os seus dias atuais, mais uma vez fazendo relembrar com nostalgia as mais variadas épocas, além disso o evento teve a corrida dos drones, mostrando a diversidade do ramo do competitivo para o mercado de jogos.

Apesar de inúmeras palestras, jogos de arcade e consoles, o que realmente prendeu a atenção de todos foram as grandes competições que foram realizadas no palco principal. Times profissionais das mais diversas modalidades e jogos vieram mostrar que os esportes eletrônicos têm sido tomado por um real cenário competitivo e que conquistou seu espaço no ramo esportivo de vez. Torneios de Overwatch, Dota 2 e Counter Striker, foram realizados com muita torcida e emoção e mais uma vez o favoritismo mostrou-se presente com as vitórias das equipes: BGH (Overwatch), SG- E-Sports (Dota 2) e Ilha da macacada (Counter strike).

Apesar de o evento ter sido muito bom de maneira geral, logicamente era de se esperar que o mesmo apresentasse alguns pontos negativos.  Problemas técnicos e falta de lançamentos e novidades para os consoles, mas nada tão agravante. De fato, durante algumas partidas de competitivos e na showmatch de hearthstone, houve falhas nos servidores ou na transmissão do jogo para os telões durante certo tempo, o que deixaram muitos torcedores apreensivos e de certo modo frustrados, mesmo assim os bugs e as falhas eram corrigidas sem prejudicar muito a harmonia do evento.

Em suma, para um primeiro evento do ramo fora da Brasil game Show e fora de São Paulo, a Brasil Game Cup soube se superar em diversos aspectos e veio para mostrar que não é só as terras paulistas que dominam o mercado de jogos e esportes eletrônicos, mas que em todo Brasil, existe um potencial muito grande para esse mercado que mesmo com toda a crise, não para de crescer, afinal já sabemos que jogar deixou de ser brincadeira de criança há muito tempo.

Smite ganha aventura por tempo limitado com modo de jogo e mapa inéditos

“Vale da Vitória de Nike” é o primeiro conteúdo de uma série que será renovada ao longo do ano e manterá a comunidade do jogo envolvida em eventos exclusivos

image001.jpgUma aventura inédita e muito conteúdo diferente para renovar a experiência de jogo. É assim que Smite, game do gênero MOBA desenvolvido pela Hi-Rez Studios e distribuído no Brasil pela Level Up, vai ampliar a diversão dos jogadores ao longo de 2017. Por meio das Aventuras de Smite, uma série de modos de jogo gratuitos que serão lançados periodicamente, usuários de PC poderão aproveitar o game sempre com muitas novidades. A primeira aventura, “Vale da Vitória de Nike”, já está disponível nos computadores e até 28 de março coloca os gamers em confrontos PvP (player versus player) de captura de bandeira.

Ambientado no mitológico universo de Smite, “Vale da Vitória de Nike” é disputado em times de cinco contra cinco e o vencedor é aquele que capturar a bandeira adversária e levá-la à própria base sem deixar que os adversários capturem a sua. Uma vez com a bandeira em mãos, os jogadores podem usá-la como uma arma para se defender e atacar ou mesmo entregá-la a um companheiro em melhores condições para proteger o estandarte.

Além do novo modo de jogo, a aventura apresenta o mapa Vale da Vitória, um grande templo construído em homenagem aos “Campeões” de Smite. O ambiente tem duas bases conectadas por construções gregas e uma série de locais que interferem nas condições dos personagens, como velocidade, saúde e resistência.

Pacote de atualizações

Os jogadores de Smite também podem aproveitar os benefícios da atualização 4.3, que já está disponível e adicionou ao jogo melhorias como o balanceamento de personagens e segurança de dados dos usuários, além de itens como as novas aparências dos “Deuses” Kukulkan, Zeus, Thanatos, Nike, Susanoo e Guan Yu.

Mais informações sobre a aventura “Vale da Vitória de Nike” e o pacote de atualizações estão disponíveis no link.

HyperX Cloud Stinger conquista iF DESIGN AWARD 2017

Modelo venceu a categoria headset do prestigiado prêmio realizado pela iF International Forum Design GmbH, organização de design independente, com sede em Hannover, Alemanha

image002.jpgA HyperX, divisão da Kingston focada em produtos dealta performance para gamers, overclockers, casemodders e entusiastas de tecnologia, acaba de anunciar que o HyperX Cloud Stinger venceu a categoria headset do iF DESIGN AWARD, renomado prêmio mundial de design que, na edição 2017, recebeu mais de 5.500 inscrições, de 59 países. O HyperX Cloud Stinger conquistou o selo de excelência pela perfeita combinação entre conforto, qualidade de som e detalhes de design.

“Projetamos um headset para gamers com um ótimo custo-benefício, que pode ser utilizado por todos os tipos de jogadores e em qualquer plataforma. O HyperX Cloud Stinger faz o jogador casual se sentir como um profissional”, afirma  Paulo Vizaco, diretor executivo da Kingston/ HyperX do Brasil. “Para o desenvolvimento do Cloud Stinger, nos concentramos nos elementos essenciais do design: conforto, qualidade sonora e fácil utilização, atributos que foram determinantes para a conquista do prêmio e chamaram a atenção do júri, composto por 58 especialistas mundiais em design”, diz Vizaco. Segundo ele, o Cloud Stinger conta com espumas com a exclusiva tecnologia Memory Foam e drivers direcionais de 50mm, oferecendo uma experiência sonora confortável e de alta qualidade por um ótimo preço.

“O sucesso do Cloud Stinger é compartilhado por toda a equipe global de pesquisa e desenvolvimento da HyperX, que trabalhou com o objetivo comum de ter a melhor qualidade e design para um headset gamer, e por um preço acessível. O prêmioiF DESIGN AWARD 2017 é um reconhecimento a esse esforço”, finaliza Vizaco.

O iF DESIGN AWARD é realizado desde 1953 pela iF International Forum Design GmbH, organização de design independente, com sede em Hannover-Alemanha.

Para mais informações sobre a HyperX, visite http://www.hyperxgaming.com/br

Brasil Game Cup (BGC) anuncia “Campeonato Retrô” para sua primeira edição carioca

Primeiro título revelado é Street Fighter II; público poderá se inscrever gratuitamente e disputar prêmios em competições de jogos antigos

A Brasil Game Cup (BGC), competição nacional de esportes eletrônicos que será realizada entre 7 e 9 de abril no Rio de Janeiro, acaba de anunciar mais uma grande atração para sua primeira edição na cidade maravilhosa: campeonatos de games retrô, que serão abertos ao público do evento e colocarão em destaque diversos jogos e consoles que marcaram os fãs de videogame.

 O primeiro campeonato revelado é do clássico jogo de luta Street Fighter II, mas outros games serão anunciados em breve. As inscrições serão gratuitas e deverão ser feitas no local da competição. A BGC Rio contará também com a área Evolução do Videogame, exposição com mais de 150 consoles que representam cada uma das oito gerações dos videogames. Esta área já é conhecida pelo visitante da Brasil Game Show (BGS), maior feira de games da América Latina, organizadora da BGC.

image012.jpg

Na BGC Rio de Janeiro ainda será possível acompanhar de perto as partidas da final do torneio de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) e visitar áreas como a Cosplay Zone – palco para concursos de cosplayers com premiações diárias –, a Área Indie – espaço dedicado aos desenvolvedores independentes e que terá 26 estandes de estúdios brasileiros –, o Indie Meeting – área exclusiva para apresentações e palestras dos indies participantes –, o Meet & Greet – onde fãs poderão pegar autógrafos e tirar fotos com alguns ídolos do universo dos games – e a loja oficial, com milhares de produtos licenciados da BGC e da BGS.

 Para visitar a primeira edição da Brasil Game Cup Rio de Janeiro os visitantes devem adquirir suas entradas em www.brasilgamecup.com.br . Mais informações sobre ingressos e combos para o evento estão disponíveis também neste vídeo.

Brasil Game Cup (BGC) anuncia torneio Counter Strike: Global Offensive para sua primeira edição no Rio de Janeiro

Evento acontecerá de 07 a 09 de abril e contará com grandes torneios, Brasil Game Jam, Cosplay Zone com premiações diárias, Área Indie, Indie Meeting, Arena Free Play, Meet & Greet, exposição Evolução do Videogame, loja oficial com produtos licenciados e muito mais

A Brasil Game Cup (BGC), competição nacional de esportes eletrônicos organizada pela Brasil Game Show (BGS), maior feira de games da América Latina, anuncia a realização do campeonato de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) em sua primeira edição carioca, que acontece entre os dias 7 e 9 de abril no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro. O torneio do game, um dos mais populares no cenário de jogos de tiro em primeira pessoa, terá classificatórias online e a grande final será no palco da BGC. Todas as partidas serão transmitidas ao vivo nos canais oficiais da BGC no Twitch e YouTube.

download (1).jpg

Além do torneio de CS:GO e de outros jogos que serão revelados em breve, a BGC Rio contará com atrações já conhecidas pelo visitante da Brasil Game Show, como a Cosplay Zone – palco para concursos de cosplayers com premiações diárias –, Área Indie – espaço dedicado aos desenvolvedores independentes e que terá 26 estandes de estúdios brasileiros –,Indie Meeting – área  exclusiva para apresentações e palestras dos indies participantes –, Evolução do Videogame – exposição com dezenas de consoles que representam cada uma das oito gerações dos videogames –, Meet & Greet – onde fãs poderão pegar autógrafos e tirar fotos com alguns ídolos do universo dos games –, Brasil Game Jam – competição em que estudantes universitários têm 48 horas para criar um jogo – e a loja oficial, com  milhares de produtos licenciados da BGC e da BGS.

A BGC Rio também contará com uma atração lançada com exclusividade no evento: a Arena Free Play, onde os fãs de games para PC poderão jogar à vontade. Mais detalhes sobre a primeira edição carioca da Brasil Game Cup estão disponíveis emyoutu.be/n8FU9mpDKeA e novas atrações serão reveladas em breve.

Os interessados em conferir de perto as partidas das finais de CS:GO e as demais atrações da BGC Rio devem garantir seus ingressos em www.brasilgamecup.com.br/ingressos/. A meia-entrada individual para um dia do evento custa R$ 49, enquanto o pacote para os 3 dias sai por R$ 98, também a meia-entrada, até o dia 17/02. Têm direito ao benefício aqueles que doarem 1kg de alimento não-perecível na entrada do evento, estudantes, idosos, professores e pessoas com deficiência.

HyperX anuncia na CES 2017 o Pulsefire, seu primeiro mouse gamer, e três novos teclados

Lançamentos oferecem todos os recursos para proporcionar real vantagem competitiva durante as partidas e reforçam compromisso da marca com jogadores e comunidade de e-Sports

 

A HyperX, divisão da Kingston focada em produtos de alta performance para gamers, overclockers, casemodders e entusiastas de tecnologia, acaba de revelar na CES 2017 – a principal feira de tecnologia do mundo, que acontece em Las Vegas/EUA -, a expansão de  sua linha de periféricos gamers, que, entre outras novidades, passa a contar com o primeiro mouse fabricado pela marca, o Pulsefire. Completam a lista de lançamentos na CES os teclados Alloy RGB – topo de linha com tecnologia de retroiluminação customizável –, o Alloy FPS com switches mecânicos Cherry MX Red e o Alloy FPS com switches mecânicos Cherry MX Brown. Todos os novos produtos foram totalmente projetados nos laboratórios da HyperX e rigorosamente testados por jogadores profissionais e casuais de esportes eletrônicos antes de serem anunciados.

“Com o lançamento do mouse Pulsefire a HyperX passa a contar com uma linha completa de periféricos gamers, que já incluía headsets, teclados e mousepads. São produtos de extrema qualidade e que fazem com que o jogador casual se sinta como um profissional, diz Paulo Vizaco, diretor executivo da Kingston / HyperX Brasil. “A HyperX é totalmente comprometida com o desenvolvimento dos melhores produtos gamers do mercado e com a oferta de soluções que atendam tanto jogadores ocasionais como jogadores profissionais.”

 

  • Pulsefire Projetado para jogadores profissionais, o primeiro mouse da HyperX oferece os recursos ideais para jogos competitivos, tem sensor óptico e quatro configurações predefinidas com indicadores LED de 400, 800, 1600 e 3200 DPIs, que podem ser alterados sem a necessidade de um software.

 

  • Alloy RGB O novo teclado premium da HyperX tem um sistema de retroiluminação de LED com 16 milhões de opções de cores, que permite  customizar e controlar os efeitos das cores com diferentes níveis de brilho. O Alloy RGB possui botões de mídia (play, pause e controle de volume), área com descanso de punho e estrutura de liga metálica que proporciona maior durabilidade e resistência.

  • Alloy FPS Red e Brown – A primeira versão do teclado alloy FPS foi lançada em 2016 com switches mecânicos Cherry MX Blue (teclas mais resistentes e com clique auditivo). A família de teclado gamers agora ganha outras duas versões: uma com switches mecânicos Cherry MX Red – teclas lineares, leves de pressionar e sem o clique auditivo – e Cherry MX Brown – com teclas silenciosas e que produzem feedback tátil a cada vez que o usuário pressiona uma das teclas. Os novos modelos Alloy FPS contam com estrutura em metal reforçada e tamanho compacto, que libera mais área para a movimentação do mouse, fundamental em jogos de tiro em primeira pessoa. Ambos vêm com teclas adicionais W, A, S e D (as mais usadas em partidas de jogos de tiro) texturizadas e vermelhas, cabo trançado destacável, entrada USB para carga de celular na parte de trás do periférico e uma bolsa de malha para proteção, armazenamento e transporte. Além disso, todas as teclas são retroiluminadas com LED vermelho com cinco níveis de brilho e modos personalizáveis.

 

Além dos novos periféricos, a HyperX também apresenta na CES um kit de memórias Predator DDR4 com retroiluminação em LED, o primeiro da marca. Os módulos de memória DDR4 contam com sistema de cores RGB, que podem ser emparelhados com placas-mãe habilitadas com a mesma tecnologia de controle de cores, como, a Asus Aura Sync, a Gigabyte RGB Fusion e a MSI Mystic Light Sync.

Com o anúncio dos novos produtos, a HyperX passa a oferecer a melhor combinação possível de produtos gamers e a maior vantagem competitiva para jogos, reforçando seu compromisso com os jogadores e a comunidade de e-Sports de todo o mundo. Ainda não há previsão de chegada dos produtos ao mercado brasileiro.

Para mais informações sobre os produtos da HyperX, visite http://www.hyperxgaming.com/br

HyperX apresenta o Cloud Revolver S, seu primeiro headset com som surround Dolby 7.1 Plug-and-Play

Novo periférico possui botão que ativa a função Dolby e permite ao usuário jogar, assistir filmes e ouvir música com qualidade de áudio de cinema sem ter que instalar um software

A HyperX, divisão da Kingston focada em produtos de alta performance para gamers, overclockers, casemodders e entusiastas de tecnologia, acaba de anunciar à véspera da CES 2017 – principal feira de tecnologia do mundo, que acontece em Las Vegas/EUA – seu mais avançado headset, o HyperX Cloud Revolver S, que conta com som surround Dolby 7.1 Plug-and-Play. Na prática, isso significa que basta aos usuários apertarem um único botão para alterarem o sistema de som do periférico para surround Dolby 7.1, que simula a presença de sete alto-falantes e proporciona sons precisos com sensação de distância e profundidade.

image003.jpg

Além da qualidade sonora, o Cloud Revolver S conta com arco de cabeça ajustável e a exclusiva tecnologia de espuma de alta densidade Memory Foam em suas conchas auriculares, que oferece máximo conforto mesmo durante longos períodos de uso. O novo headset premium da HyperX  possui suporte multiplataforma, palco sonoro de estúdio com drivers direcionais de 50mm e microfone com redução de ruído, características ideais para gamers profissionais e equipes de e-Sports.

Com o realismo sonoro gerado pelo som surround Dolby 7.1 e a premiada qualidade dos headsets da linha Cloud, o HyperX Cloud Revolver S garante absoluto bem estar e excelente desempenho ao gamers, em especial aos que jogam games de tiro em primeira pessoa (FPS) e de mundo aberto, em que os sons nítidos e amplos do Cloud Revolver S representam uma real vantagem competitiva. O ambiente de som surround de 7.1 canais individuais proporciona uma experiência de jogo imersiva, simulando um áudio típico de cinema e que coloca os jogadores no meio da ação do jogo.

“O headset HyperX Cloud Revolver S oferece som premium ao clique de um botão e atende perfeitamente desde os jogadores iniciantes até os profissionais. Jogar, assistir a filmes ou ouvir músicas com o Cloud Revolver S é como estar em uma sala de cinema”, diz Paulo Vizaco, diretor executivo da Kingston / HyperX Brasil.

O palco sonoro com qualidade de estúdio do novo headset da HyperX e os drivers direcionais de 50mm permitem aos jogadores escutar com extrema clareza e precisão os sons reproduzidos ao seu redor em diferentes ângulos e distâncias. O headset ainda conta com três configurações de equalizador predefinidas: boost, que realça os graves em jogos, filmes e músicas; flat, que equaliza todas as frequências sonoras, e vocals, que destaca a voz para melhor comunicação durante jogos, chats e chamadas online.

O Headset HyperX Cloud Revolver S estará disponível no mercado brasileiro ainda no primeiro semestre de 2017.

 Para mais informações sobre os produtos da HyperX, visite http://www.hyperxgaming.com/br

Características do HyperX Cloud Revolver S:

  • Som surround Dolby 7.1 – Nova placa de áudio USB para som surround com tecnologia plug-and-play e placa de som embutida de alta qualidade
  • Desenvolvido para Gamers – Três ajustes de equalizador predefinidos, volume independente e botões de mudo do microfone e LED retroiluminado para verificar rapidamente os modos ativos
  • Novo design – Arco de cabeça mais largo, acabamento preto fosco e espumas com exclusiva tecnologia Memory Foam
  • Máximo desempenho – Não exige software ou caixa de áudio separada para entregar som com qualidade de estúdio, ao contrário de outros fones comercializados no mercado

 

Especificações do HyperX Cloud Revolver S:

Headphone

Driver: Dinâmico de 50mm com magnetismo neodímio

Tipo: Circumaural fechado

Frequência de resposta: 12Hz–28,000 Hz

Impedância: 30 Ω

Nível de pressão sonora: 100.5dBSPL/mW at 1kHz

T.H.D.: < 2%

Potência de entrada: Avaliado = 30mW, Máximo = 500mW

Peso: 360g

Peso com microfone: 376g

Comprimento do cabo: Headset: 1m

            Caixa de controle de áudio: 2.2m

            Cabo de extensão para PC: 2m

Tipo de conexão:

            Headset: 3.5mm plug (4 pole)

            Caixa de controle de áudio: USB

            Cabo de extensão para PC: 3.5mm estéreo e tomadas de microfone

Microfone

Elemento: Microfone do condensador do Electret

Padrão polar: Bidirecional com redução de ruído

Frequência de resposta: 50Hz-18,000 Hz

Sensibilidade: -44dBV (0dB=1V/Pa,1kHz)