Arquivo da tag: Editora

Quadrinhos mensais da Disney voltam ao mercado brasileiro em março

A Editora Culturama é a nova responsável pela publicação das histórias em quadrinhos mensais da Disney no Brasil. A empresa vai publicar, em um primeiro momento, cinco revistas, todas com aventuras inéditas. Entre os personagens principais estão Mickey, Minnie, Donald, Tio Patinhas, Pateta, Margarida, Peninha, entre outros.

As primeiras revistas começam a ser comercializadas em março e iniciarão do número 0. “Pensamos em zerar as edições, pois queremos marcar esse novo momento pelo qual as HQ’s estão passando. Sabemos que esse produto tem uma tradição e não vamos acabar com isso. Convidamos o Paulo Maffia, ex-editor da Abril, para fazer parte da equipe, pois ele tem conhecimento e experiência. Nossa ideia é manter os pontos positivos das revistas que eram produzidas e acertar os pontos negativos”, afirma Fabio Hoffmann, diretor da Culturama.

Quadrinhos da Disney voltam a ser publicados no Brasil. (Foto: Divulgação)

No futuro, a editora pretende ter uma produção própria de histórias em quadrinhos Disney. “Hoje, a maioria das histórias vem da Itália e da Dinamarca, por isso, estamos analisando a possibilidade de criar roteiros aqui no Brasil, principalmente do Zé Carioca, que é um personagem muito querido pelo público” acrescenta Hoffmann.

Sobre as edições colecionáveis em capa dura, que eram produzidas anteriormente, Hoffmann esclarece  que esse tipo de produto não está contemplado no contrato firmado com a Disney. “Temos algumas ideias além das revistas mensais, mas tudo precisa ser aprovado previamente”.

Artista e editora de quadrinhos, Amy Chu retorna ao Brasil para participar da CCXP 2017

Artista de Girls Night Out e The VIP Room participa da quarta edição do evento, que acontece de 7 a 10 de dezembro em São Paulo

CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que se tornou a maior comic con do planeta em 2016 ao reunir um público recorde de 196 mil pessoas, confirma a presença da artista e editora de quadrinhos Amy Chu na quarta edição do evento, que acontece de 7 a 10 de dezembro no São Paulo Expo. A quadrinista encontrará os fãs no Artists’ Alley, espaço dedicado aos quadrinhos.

img.jpg
Amy Chu estará na CCXP. (Foto: Divulgação)

Formada em Design Arquitetônico no MIT, Estudos da Ásia Oriental na Wellesley College, e com um MBA da Universidade de Harvard, Amy, além de ser escritora de quadrinhos, é uma fomentadora do trabalho das mulheres nesse meio, como cofundadora da Alpha Girls Comics, que publica sua própria série antológica Girls Night Out e a série de horror e mistério The VIP Room, além de outros trabalhos criados por mulheres.

A artista já realizou diversos trabalhos para as editoras DC Comics, Vertigo e Image, com: Poison IvyAnt-ManDeadpoolSensation Comics Wonder Woman eX-Files, além de Red Sonja e KISS para a Dynamite Entertainment. Ela volta ao Brasil após participar da CCXP 2015, onde lançou a nova série em quadrinhos daHera Venenosa, um dos principais personagens femininos da DC.

CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br), que reuniu 196 mil pessoas em 2016 e bateu o recorde de público em comic cons no mundo, terá sua quarta edição entre 7 e 1o de dezembro de 2017 no São Paulo Expo e espera receber mais de 220 mil visitantes. Os ingressos de sábado (9/12) e o pacote para os quatro dias já estão esgotados. Os ingressos para quinta, sexta, domingo, Full Experience, Unlock e Epic Experience estão à venda pelo site com preços a partir de R$ 99,99.

“The Ghost in The Shell”, da Editora JBC, vence o HQMix na categoria Edição Especial Estrangeira

A Editora JBC, a única dedicada exclusivamente à difusão da cultura japonesa no Brasil, foi vencedora do 29º Troféu HQMix​, na categoria Edição Especial Estrangeira com o mangá ‘The Ghost in the Shell​’. O prêmio, que é considerado o “Oscar” das Histórias em Quadrinhos e Humor no Brasil, foi anunciado no último dia 31 de agosto.

4e825999-a448-4dd5-beb1-62463f9d6816

The Ghost in The Shell ​é um dos grandes clássicos da ficção científica, escrito entre 1989 e 1991 por Shirow Masamune​. Essa foi a primeira vez que a obra é publicada no Brasil. Para seu lançamento, o mangá passou por uma remasterização de todas as suas páginas, artes e até das notas de rodapé, tudo sob a supervisão do próprio autor. A edição da JBC serviu de referência para as novas versões do mangá lançadas no mundo inteiro.

A edição de 2017 do HQMix ​incluiu um processo diferente dos anos anteriores, com uma primeira etapa de inscrições dos títulos. Até então, os próprios organizadores eram responsáveis pela seleção dos concorrentes. Na fase final, participaram mais de mil profissionais da área de quadrinhos para votar nas obras inscritas.

A cada ano a estatueta do troféu homenageia um personagem – e seu autor – dos quadrinhos brasileiros. Em 2017, o artista Olintho Tahara criou o troféu com os personagens de Chopnics,​ ​desenhados pelo quadrinista Jaguar.

A entrega do prêmio para todos os vencedores se realizará no dia 17 de setembro, domingo, às 18h, no Sesc Pompeia, em São Paulo. O evento irá disponibilizar as senhas de acesso, a partir das 17h, uma hora antes do início da cerimônia, na bilheteria do SESC Pompeia. A entrada é franca.

Amor e mitologia em um guia de relacionamentos

image003.jpgEm “O guia mitológico do namoro”, Francesca Lia Block analisa os relacionamentos através das lentes da mitologia. Ao comparar o namoro com uma floresta encantada cheia de criaturas com hábitos e comportamentos peculiares, a autora traça a personalidade de homens e mulheres e a associa com os seres mitológicos.

Segundo a autora, uma “mulher duende”, por exemplo, costuma ser divertida e despreocupada, apaixonada por atividades ao ar livre. Mas aquelas que são mais sensíveis do que aparentam e adoram uma vida noturna agitada, são consideradas “mulheres vampiras”. A mesma análise também é feita em perfis masculinos. Homens charmosos, embora tímidos, são considerados “lobisomens”, enquanto os “sátiros” são aqueles calmos e controlados.

Entre centauros, ninfas, dríades e espíritos da floresta, Francesca aposta em uma linguagem ousada e divertida para proporcionar ao leitor uma abordagem diferente e inusitada sobre o amor. Tudo dentro do mundo da mitologia. Ela ainda apresenta combinações para cada ser mitológico e explica como eles podem se relacionar.

Francesca Lia Block é autora de best-sellers de ficção, não-ficção e poesia, com obras publicadas no mundo inteiro — desde a pioneira série para jovens adultos Weetzie Bat a uma coleção de literatura erótica mágico-realista. Seus diversos prêmios incluem o Margaret A. Edwards Award pelo conjunto da obra de literatura jovem adulta.

História prende o leitor, mesmo com enredo clichê

Por Rodrigo Bocatti

download.jpgUm garoto que leva uma vida normal, mas uma hora descobre que pertence a outro mundo completamente diferente e começa a explorar essa nova vida. Esse contexto pode parecer de Harry Potter, Percy Jackson só para citar dois exemplos, porém a narrativa conta sobre Alekssander.

A autora Shirley Souza retrata com muitos detalhes a atual vida que o menino indo na escola e convivendo com os amigos. Porém uma noite tudo começa mudar, quando ele tem um sonho em que ele se encontra em um labirinto de caixas, onde é perseguido por algo desconhecido e é resgatado por uma pessoa que ele nunca tinha visto, porém misteriosamente no dia seguinte essa mesma menina aparece em seu colégio, como aluna nova.

Curioso com a situação, Alek tenta descobrir algo sobre a menina, porém não consegue descobrir nada e fica ainda mais confuso sobre sua vida. Ainda mais com a chegada de uma “prima distante”, Garib. Sua avó Leila, que guarda o segredo da família, fica meia contrariada com essa vinda da parente, porém não consegue reverter a situação.

Garib se torna protetora do Alek, e até ajuda ele e seus amigos em um trabalho de colégio. Porém, Abhaya (a nova aluna) causa um desconforto na guardiã. E logo se descobre que ambas não se dão bem e com isso o novo mundo é descoberto e nosso protagonista é levado.

Com isso novas habilidades são descobertas por ele e com o tempo vai descobrindo o verdadeiro significado de sua vida. A guerra está prestes a estourar nesse novo mundo e apenas Alek pode acabar com isso.

Ano início a história é meio lenta, porém com o desenrolar do enredo a autora aumenta o ritmo e começa a te deixar com vontade de devorar o livro e descobrir os mistérios que cerca Alek. Ao fim da leitura, você vai se deparar com uma página fechada, que é uma “cena pós-créditos”, que dá uma pista para a continuação.

LeYa lança biografia de Bruce Springsteen

Ídolo do rock lança autobiografia que está entre os livros mais vendidos do momento em todo o mundo

image004 (2).jpgApós sete anos de dedicação, Born to run chega às livrarias para cristalizar a unanimidade que é Bruce Springsteen no cenário cultural. Cantor, compositor, guitarrista e dono de uma presença de palco inigualável, ele vem há mais de 40 anos compondo canções que asseguraram seu papel como um dos grandes cronistas da vida urbana. Não impressiona, portanto, que agora Bruce se revele escritor dos mais talentosos. Suas memórias – obra que o The New York Times chamou de “intensamente satisfatória” e a revista Rolling Stone classificou como “absolutamente única” – narram desde a infância católica nos subúrbios de New Jersey à luta contra a depressão que surpreendeu os fãs habituados à sua persona pública vigorosa, revelando as faces do filho, marido, pai e amigo para além do ídolo.

Pelos temas que aborda e pela forma como conduz a narrativa, Born to run é um livro para quem gosta e também para quem não gosta de rock. Não à toa, no New York Times, o livro chegou a ocupar o topo da lista na categoria não-ficção de capa dura e o segundo na categoria geral, incluindo e-books. Também está entre os mais vendidos na Amazon. Além disso, teve seus direitos de edição vendido para mais de 21 países e foi considerado um dos 20 melhores livros do ano pela Publishers Weekly, o maior veículo do mercado editorial dos EUA.

Em quase 500 páginas, a autobiografia de Bruce é como a versão literária de seus shows antológicos que chegam a ter quatro horas de duração: uma performance virtuosa capaz de passar de rocks robustos a baladas melancólicas sem perder o ritmo ou deixar de empolgar até o acorde final. Como os muitos grandes clássicos de seu repertório, o livro é engendrado pelo lirismo de um compositor original que mergulhou fundo em suas próprias experiências.

“Escrever sobre si mesmo é uma tarefa estranha. Mas, num projeto como este, o autor faz uma promessa: mostrar sua mente ao leitor. Foi o que tentei cumprir nestas páginas”, afirma. Com franqueza e um senso de humor apurado, Bruce detalha as histórias por trás de suas canções mais famosas (como “Thunder road” e “Born in the USA”, além da faixa que empresta nome ao livro), o início de sua paixão pelo rock and roll (assistindo pela TV à icônica performance de Elvis Presley no The Ed Sullivan Show), os percalços do caminho até o sucesso, batalhas pessoais, motivações, esperanças, angústias, inseguranças e demônios.

Acima de tudo, muito mais que um enfileiramento de fatos sobre a trajetória espetacular de um astro do rock, a obra traz em primeiro plano o olhar único de alguém que soube contemplar como poucos o mundo ao seu redor. Por tudo isso, a autobiografia de Bruce Springsteen tem o poder de cativar tanto seus fãs quanto qualquer tipo de leitor – seja ele artista, louco ou simplesmente uma pessoa comum que a tenha a música como parte essencial da vida.

Bertrand publica clássico da literatura finlandesa

Betrand Brasil lança livro clássico da Finlândia. (Foto: Divulgação)
Betrand Brasil lança livro clássico da Finlândia. (Foto: Divulgação)

Kaarlo Vatanen, jornalista, sente-se exausto, cansado da vida urbana. Em uma noite de verão, durante seu trabalho, atropela acidentalmente uma pequena lebre que atravessava uma estrada do campo. Ele, então, sai em busca da criaturinha ferida. Este pequeno incidente se torna uma experiência transformadora para Vatanen, que decide se libertar dos grilhões do mundo: larga o emprego, deixa a esposa, vende suas posses e parte em uma jornada pelas selvas finlandesas com sua nova companhia. Suas aventuras envolvem grandes queimadas, sacrifícios pagãos, jogos de guerra, ursos assassinos e muito mais.

Publicado originalmente em 1975 e traduzido para dezenas de idiomas, O ano da lebre é uma instigante mistura de farsa, crise de meia-idade e livro de viagem, além de uma fábula sobre liberdade, compromisso e sobrevivência. Considerado uma obra-prima da literatura mundial pela UNESCO Collection of Representative Works, foi ganhador do Prix Littéraire Air Inter (1989), do Pro Finlandia (1993) e do Premio Letterario Giuseppe Acerbi (1994), além de ter sido adaptado duas vezes para o cinema, em 1977 e 2006.

“Dançando no ar”, romance sobrenatural da best-seller Nora Roberts, ganha nova edição pela Bertrand Brasil

Bertrand Brasil lança nova edição de "Dançando no Ar", de Nora Roberts. (Foto: Divulgação)
Bertrand Brasil lança nova edição de “Dançando no Ar”, de Nora Roberts. (Foto: Divulgação)

Para se livrar de um marido extremamente violento, Helen forja a própria morte e foge. O melhor lugar para recomeçar não poderia ser outro senão uma pacata ilha. Agora, com o nome de Nell Channing e com uma nova fisionomia, ela vai morar na Ilha das Três Irmãs que, apesar de aparentemente ordinária, é uma ilha mística, sob uma terrível maldição.

Por força da magia ou apenas de um golpe de sorte, Nell encontra um emprego na loja “Livros e quitutes”.  A dona, Mia Devlin, é descendente de uma das irmãs que dão nome à Ilha e, de imediato, percebe duas coisas. A primeira é que Nell realmente precisa de ajuda para se recuperar. E a segunda é que a nova moradora também é descendente das Três Irmãs.

Quando Nell começa a se sentir à vontade com esta nova vida, o passado a encontra. Agora ela precisará confiar em seus poderes recém-descobertos para vencer.

Em novembro a Bertrand Brasil relança, com uma nova identidade visual, ”Dançando no ar”, primeiro volume da “Trilogia da magia”, de Nora Roberts. Publicada originalmente em 2003, a série já vendeu mais de 60 mil exemplares no Brasil. Nora é considerada uma das autoras mais bem sucedidas de todos os tempos. Nesta obra ela fala sobre relacionamentos abusivos e mostra como a força de uma mulher é capaz de vencer qualquer situação.

Nora Roberts já escreveu mais de 200 romances, muitos deles presentes em listas do New York Times. Com mais de 300 milhões de livros vendidos, ela é hoje uma das mais adoradas autoras de ficção do mundo.