Arquivo da tag: Elenco

Com ingressos esgotados, primeiro dia da CCXP19 reuniu fãs em busca das novidades da cultura pop

Margot Robbie, de Aves de Rapina, foi o grande nome de Hollywood nesta quinta-feira, 5. Junto com o elenco do filme, encontro totalmente feminino no auditório Cinemark XD deixou fãs alvoroçados

 A abertura de portas da CCXP19 foi um momento de grande expectativa dos fãs que compareceram em peso e lotaram o maior festival de cultura pop do mundo. Os ingressos esgotados já reforçavam a espera do público pela sexta edição do evento e a fila do lado de fora dos portões deram o tom do que a organização do evento pode aguardar para estes dias de muita festa… contagem regressiva, cosplayers e uma corrida para garantir os melhores lugares nos auditórios e acessos aos espaços que permaneceram lotados durante todo o dia.

Entre painéis, exibições de filmes, experiências sensoriais, sessões de fotos e autógrafos, performances, campeonatos de games e muito mais, algumas pessoas se destacavam. O casal de namorados Tais Lisboa, 23, e Kaique Monteiro, 18, ambos de São Paulo, veio fantasiado de Arlequina e Joker. “Vim pela exposição dos 80 anos do Batman e gostaria de acompanhar um dos painéis. Mas também temos a expectativa de encontrar as celebridades”, disse Tais. Já a aposentada Denise Duarte, 52, acompanha a CCXP há três anos e revela que a emoção de estar no evento é indescritível. “Virei aos quatro dias e em dois virei de cosplayer, a secretária da Mulher Maravilha e a Professora Sprout, de Harry Potter”, afirma lembrando que esta edição já superou suas expectativas por trazer artistas que estão no elenco de Star Wars.

O festival reúne diversas áreas do universo da cultura pop. Uma delas é a oportunidade de artistas exporem seus trabalhos para o público apaixonado pelo mundo dos games, filmes de super-heróis e quadrinhos no Artists’ Alley. Cainã Fontes, 24 anos, é ilustrador e designer e está pela primeira vez se aventurando no espaço. Trouxe, entre outros trabalhos, um quadrinho feito por sua amiga Amanda Martinelli e ilustrado por ele. Fontes contou que já participou de outras edições e já no primeiro dia o evento teve suas expectativas superadas. “Só de estar na CCXP já é um grande passo para a carreira de todos os artistas que estão aqui”, comentou. Hayu Marca, quadrinho feito por ele e sua amiga, é protagonizado por uma personagem transexual. O projeto visa doar metade do valor arrecadado no festival para a Casa Sem Preconceitos, localizada em Campinas, que dá apoio e auxílio à comunidade transexual.

Palco Creators dá espaço às vozes da internet

Com muita interação, o humorista Rafa Cortes e a youtuber do canal Depois das Onze, Gabi Fernandes, fizeram a abertura do palco Creators by Trigg. Os apresentadores anunciaram um show de ilusionismo com Henry Vargas e Klaus Duraes, que transformam as representações do clássico Houdini em brincadeiras com o público. “Aqui na CCXP todos os mundos se encontram. Se pudesse escolher, em qual estaria?”, questiona Klaus. O ilusionista chamou uma das participantes para abrir uma caixa com as respostas dentro. A estudante Isabella Dutra, de Minas Gerais, foi a escolhida. A jovem de 18 anos achou tudo impressionante. “Eu esperava algo diferente e eles conseguiram superar todas as minhas expectativas. Fiquei muito nervosa no palco, mas estou amando tudo”.

Esta é a segunda vez que a CCXP organiza o Creators Stage. A ideia é gerar espaço para conteúdos espontâneos de influenciadores e personalidades televisivas. “Neste ano, trouxemos mais conteúdo de bandas que também estão no meio digital e de influenciadores”, explica Roberto Fabri, curador do espaço. Outro destaque foi a acessibilidade. O palco contou com um intérprete para traduzir todo o conteúdo para libras. Predominantemente tomado por youtubers e figuras da internet, o palco usou o lançamento do clipe Feelings, do feat Zeeba, Le Bid e Pontifexx, para debater como as redes impactam a vida do jovem, a conexão entre o real e o virtual. “A letra de feelings, que tem um contexto de amor e boas vibrações, norteou todo o clipe”, comenta Le Dib sobre a produção. O DJ Pontifexx conta que as gravações foram ao encontro da letra, pois eles literalmente se desligaram do universo virtual para se sincronizarem. “Para estar com seus amigos e sua família, você precisa estar presente. É impressionante como as redes sociais te distraem do que é real. No clipe tivemos a oportunidade de ver como estes momentos são necessários”, comenta Pontifexx.

Não foram só figuras da internet que marcaram presença no palco Creators. O ator Duda Nagle mediou um bate-papo com dois dublês famosos: Bobby Holand Hanton – Thor, Capitão América e 007 – e Renan Medeiros, que fez o filme brasileiro Aldo. “Queremos trazer esta cultura da ação do cinema e promover mais dublês no Brasil”, conta Nagle. Durante o papo, eles explicaram, no entanto, que o grande desafio é tornar a profissão segura mesmo nas cenas mais intensas.

Uma das atrações mais esperadas da noite e que animou o público, foi a presença dos irmãos Castro, do famoso canal do YouTube Castro Brothers. Com a ajuda da plateia, o elenco improvisou a apresentação com palavras aleatórias e fizeram inúmeros trocadilhos reproduzindo o quadro de maior sucesso do canal e quem risse primeiro perdia o jogo. Para fechar a primeira noite, a banda Far From Alaska deu um show de rock n’ roll com seu repertório mais aclamado.

Quadrinhos, técnicas de desenho e homenagens marcam o Auditório Prime

O Auditório Prime, terceiro maior da CCXP19, recebeu o quadrinista gaúcho Rafael Albuquerque, desenhista exclusivo da DC Comics, para uma masterclass da técnica aguada, parecida com a aquarela, mas à base de água. O artista mostrou como desenhar o Batman, um dos personagens mais icônicos dos quadrinhos. Em seguida, foi a vez de Laerte e Rafael Coutinho, dois dos mais respeitados artistas do país, subirem ao palco para conversar sobre a relação dos quadrinhos com a política. Num bate-papo descontraído, eles responderam perguntas sobre o papel do humor enquanto formador de opinião, como os memes falam sobre política e a participação das redes sociais no processo de inclusão. Depois de mais de uma hora de troca de ideias com a plateia, Laerte e Rafael deixaram o auditório aplaudidos de pé.

André Dahmer, um dos principais desenhistas do país e criador da tirinha Malvados, teve uma conversa cheia de humor com o público sobre como a internet está interferindo na sociedade. Depois, o músico Chorão foi homenageado em um dos momentos mais esperados, no bate-papo com João Gordo, Sarah Oliveira, Hugo Prata e Felipe Novaes sobre o filme “Chorão – Marginal Alado”. Eles contaram histórias do eterno vocalista da banda Charlie Brown Jr. e falaram sobre as emoções que sentiram durante as gravações.

Andreza Delgado, Leo Hwan, Jefferson Costa e Debs fecharam o dia no Auditório Prime conversando com o público sobre a representatividade em toda cultura pop. Os convidados falaram e responderam perguntas sobre preconceito contra negros, asiáticos e mulheres no universo geek. Isabela, de 25 anos, formada em Relações Públicas, foi até o painel porque se sentiu representada. “Eu como mulher, fã de cultura pop e bissexual, senti total sinergia com o tema. É muito importante falarmos disso, porque não é algo muito pautado na cultura pop.”

Campeonatos universitários animam a Oi Game Arena na CCXP

Nesta quinta-feira, na Oi Game Arena, numa disputa individual, universitários da AAA Vulcano e da INSPER MadFox se enfrentaram em busca do título de campões do Clash Royale no TUES (Torneio Universitário de E-sports). O representante da AAA Vulcano, Randall, e o da INSPER MadFox, Hindenburg, fizeram um belíssimo confronto. Com uma disputa acirrada do começo ao fim, Randall se sagrou bicampeão de Clash Royale no TUES, por 2×1.

Já as disputas entre equipes começaram com o embate entre TECMACK – Universidade Presbiteriana Mackenzie e a Universidade Positivo CAPYBARAS. Com seis representantes em cada time, alguns jogadores comentaram um pouco de sua experiência de jogar dentro da CCXP. Isabela Burrato, “Isinha”, como é conhecida a atleta do time da CAPYBARAS, relatou sobre o sentimento de estar competindo no evento. “Dá um friozinho na barriga pela quantidade de gente assistindo e o tamanho do palco. É uma experiência surreal”.

Na competição, o TECMACK derrotou o CAPYBARAS por 7×5 e 7×1 e se sagrou campeão do Rainbow Six Siege no TUES. Apesar da derrota, Eduardo Felisberto, o “Yuriza1” da CAPYBARAS, também falou sobre a chance de competir na CCXP19. “É uma oportunidade incrível. Muito bacana a iniciativa da CCXP de trazer a universidade aqui para dentro. Para nós, vira o melhor evento do ano”, comentou o atleta.

Na última competição da noite, League of Legends, o Falkol Storm, da UFABC, derrotou por 2×1 o DAEG Mackenzie e sagrou-se tricampeão da CCXP e hexacampeão da TUES.

Trajetória e novidades no Auditório Ultra

O auditório Ultra recebeu os quadrinistas do Stout Club que falaram sobre a trajetória do selo e a importância da HQ Mondo Estranho para eles. Entre os próximos projetos do grupo está uma parceria com a plataforma de streaming ComiXology para a produção de quatro títulos 100% feitos por brasileiros. Trabalhando com grandes nomes do cenário mundial como Grant Morrison e Mark Millar, o segundo a subir no palco foi Frank Quitely. Ele revisitou suas principais obras e comentou sobre a oportunidade de desenhar personagens da DC Comics. O artista ainda falou sobre sua nova série na Netflix, Jupiter’s Legacy.

Para fechar o dia, a dona das estátuas e colecionáveis mais cobiçadas da CCXP, a Iron Studios mostrou dioramas e comentou o processo de criação de peças que envolvem personagens da Marvel, Thundercats e Harry Potter. Em uma votação com o público para escolher qual será o colecionável produzido pela Iron Studios para a próxima edição da CCXP, os argumentos de um menino de nove anos definiram que Killer Croc, o Crocodilo inimigo do universo Batman da DC Comics, será o personagem trabalhado. A empresa apresentou ainda projetos envolvendo Mortal Kombat, God of War e Stan Lee.

Auditório Cinemark XD é um dos espaços mais disputados

As duas primeiras pessoas da fila para o auditório Cinemark XD, o mais concorrido do festival, estavam empolgadas. Amanda dos Santos Aragão, 23, estagiária de Letras, planejava passar o dia inteiro dentro do espaço para não perder seu lugar nos painéis do dia. Thais Oliveira Matos, 23, publicitária, contou que elas chegaram às 9h nos portões da CCXP. Foram direto para a fila do auditório. As duas esperavam ver o painel da Warner, programado para as 20h, com as estrelas do novo filme Aves de Rapina, entre elas a vencedora do Oscar de melhor atriz, Margot Robbie.

A abertura do auditório Cinemark aconteceu de modo especial com a presença de Cao Hamburger falando sobre os 25 anos do Castelo Rá-Tim-Bum. Cao contou que foram produzidos dois programas antes de chegar ao formato final apresentado. Na época da estreia, houve a procura por canais internacionais querendo comprar os direitos globais da história criada, porém não houve negociação. Marcelo Forlani conduziu o painel resgatando vários momentos marcantes do programa, que faz parte da cultura pop nacional. O momento mais emocionante foi o clipe da música do banho, cantada pelo ratinho de stop-motion e acompanhada por todos os presentes.

Em um segundo momento, André Marques foi chamado para trocar de lugar com Forlani e apresentar o novo projeto de Cao Hamburger, a série A5 five – spin-off da temporada de 2017 de Malhação Viva as Diferenças, que estreará pela plataforma de streaming Globoplay. As protagonistas se juntaram aos dois no palco para explicar as diferenças entre os formatos de série e novela. A nova história se passa com um salto de seis anos na história original e já conta com 12 episódios gravados, com estreia para 2020 e uma segunda temporada já confirmada.

Os painéis Rei Leão: Dando Vida à Savana e Homem-Aranha: Desbravando o Aranhaverso trouxeram os incríveis Julien Bolbach e Pav Grochola, respectivamente, para falar sobre os efeitos visuais para a criação dessas duas superproduções. Bolbach, especialista em efeitos especiais disse que O Rei Leão só foi possível depois de aprimorarem várias técnicas de Mogli. Já Grochola, supervisor da divisão de animações da Sony, se orgulha das novas técnicas desenvolvidas para o Aranhaverso e pede que os fãs continuem apoiando iniciativas inovadoras.

Os painéis mostraram várias etapas da animação dos personagens, do cenário, bem como várias técnicas que foram criadas ao longo do processo, para a finalização dos filmes.

Takashi Shimizu, diretor que fez história nos filmes de terror com O Grito, participou de um painel de arrepiar. Shimizu dirigiu as versões originais japonesas do filme Ju-On (1 e 2), e contou que foi uma surpresa quando os produtores americanos o chamaram para dirigir a versão que fez sucesso mundial em 2004, ficando em primeiro lugar por duas semanas nos EUA. O diretor, que veio pela primeira vez ao Brasil, compartilhou, entre risadas, um fato pessoal curioso. Ele não consegue ver sangue e passa mal até ao fazer exames. Quando perguntado sobre como é seu processo criativo, Shimizu explicou que usa muito de seus medos de criança para se inspirar. Explicou que foi uma criança muito medrosa e começou a usar, em seus filmes, todas os pensamentos que o assustavam no seu imaginário.

O painel da Riot Games trouxe muitas novidades para os fãs de League of Legends. Depois de celebrar uma década do famoso jogo multiplayer, a empresa desenvolveu uma nova vertente chamada Riot Forge que, em parceria com vários produtores, está criando novos modos de jogar e explorar a aventura. O foco agora é lançar mais jogos single player e aumentar o storytelling para várias plataformas e contar a sequência da história, após todos esses anos.

Um dos painéis mais esperados desta quinta-feira foi o Batman 80 anos. A abertura da Banda Leela contou com as músicas tema do personagem por toda a história, enquanto imagens dos filmes, séries e desenhos mais marcantes passavam na tela. Foi um início espetacular para um painel importantíssimo, já que o Homem-Morcego é justamente o homenageado desta edição do festival. Neal Adams tomou conta da narrativa, trazendo muito de sua experiência e brilhantismo para a conversa. Rafael Grampá, que está produzindo uma nova história do Batman junto com o gênio Frank Miller, faz parte da atual geração de quadrinistas brasileiros que estão ganhando o cenário internacional. Mikel Janín, conhecido pela controversa história onde Batman “se casa” com Mulher-Gato, tentou definir o famoso herói como uma pessoa comprometida com sua promessa. “O Batman não pode ser feliz e ser Batman ao mesmo tempo”, declarou. Frank Quitely garante que, mesmo depois de 80 anos, sempre haverá um jeito novo de interpretar a história do herói. “Batman é um personagem que sempre vai existir”, finalizou.

O painel mais animado da quinta-feira foi, sem dúvidas, o da Warner. Aves de Rapina juntou as protagonistas e a diretora em uma conversa animada com Marimoon. A primeira frase que Margot Robbie resumiu o painel inteiro: “You guys are insane!” ou “Vocês são insanos!”, já que a animação demonstrada por todos, mesmo no fim do dia, foi enorme. A gritaria atingiu altos níveis quando a cena de abertura e um teaser exclusivos foram apresentados para o auditório lotado. Com o discurso forte de empoderamento feminino, o filme estreia no começo de 2020 e promete muita ação com atuações marcantes.

CCXP19  

Datas: 5 a 8 de dezembro de 2019   

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)  
Ingressos: ESGOTADOS

Horários: quinta-feira e sexta-feira, das 12h às 21h; sábado, das 11h às 21h; e domingo, das 11h às 20h.

HBO ANUNCIA O ELENCO DA SÉRIE ORIGINAL ‘PÁTRIA’

Com estreia prevista para 2020, as filmagens começam na próxima semana, na Espanha

O elenco que vai interpretar os protagonistas da primeira série original espanhola da HBOPÁTRIA, já está todo confirmado. A produção é uma adaptação do romance homônimo de Fernando Aramburu, um fenômeno editorial de público e crítica que ganhou o Prêmio Nacional de Narrativa 2017.

Elena Irureta será Bittori, viúva de Txato, interpretado pelo ator José Ramón Soroiz. Seus filhos Xabier e Nerea serão interpretados por Iñigo Arambarri e Susana Abaitua. Ane Gabarain viverá Miren, mulher de Joxian, papel de Mikel Laskurain. Os três filhos do casal serão interpretados por Jon Olivares (Joxe Mari), Loreto Mauleón (Arantxa) e o ganhador do Goya de melhor ator revelação Eneko Sagardoy (Gorka).

Elenco de “Pátria. (FOTO: BEGOÑA RIVAS)

PÁTRIA contará com oito episódios de uma hora cada, com roteiro e produção de Aitor Gabilondo. A série é uma produção original da HBO Europe com participação da HBO Latin America. As filmagens começarão ainda em março e serão realizadas principalmente em Soraluze, Elgoibar e San Sebastoán, no País Basco, tendo também algumas locações em Madri.

Para acessar fotos de parte do elenco, clique aqui.

A história

PÁTRIA se desenvolve ao longo de três décadas em Euskadi (País Basco). Por meio dos seus protagonistas – duas famílias divididas pelas consequências do terrorismo –, a série mostra como as pessoas comuns vivem no contexto de um conflito que, apesar de ser local, tem diversos elementos semelhantes aos de outros confrontos em muitos lugares do mundo.

A vida de Bittori e da sua família muda completamente no dia em que o ETA mata seu marido, Txato, na porta de casa. As relações com a família da sua amiga Miren, cujo filho milita no grupo terrorista, são cortadas. Ao mesmo tempo, todos terão que lidar com o luto e as contradições morais, enquanto a vida segue seu próprio curso, colocando no caminho novos elementos que também determinarão o futuro. Será que um dia eles serão capazes de perdoar, eliminar os conflitos e se unir novamente?

HBO ANUNCIA ELENCO DA SEGUNDA TEMPORADA DE ‘O JARDIM DE BRONZE’

Trama traz o reencontro de Fabián Danubio com o seu passado

A HBO confirmou a lista de atores que acompanharão Joaquín Furriel (Fabián Danubio) na segunda temporada da série original O JARDIM DE BRONZE. Boa parte do elenco da primeira temporada se reencontrará nas filmagens: Luis Luque (César Doberti), Julieta Zylberberg (Lidia Blanco), Maite Lanata (Moira), Claudio Tolcachir (Iván Rauch), Rodolfo Ranni (Ernesto Danubio) e Fernanda Callejón (Julia Doberti). Juntam-se a eles novos nomes, como Paola Barrientos, Claudio Rissi e Marcelo Subiotto.
A nova história, criada por Gustavo Malajovich – autor do best-seller “El Jardín de Bronce”, que inspirou a primeira temporada – junto com Marcos Osorio Vidal, começa algum tempo depois do reencontro de Fabián Danubio com a filha, Moira. Os dois têm que aprender a conviver enquanto tentam deixar para trás o passado de sofrimentos que os colocou diante de uma verdade brutal: ela não é sua filha biológica. Como construir uma vida juntos e superar os fantasmas?

maxresdefault.jpg
HBO confirma elenco de 2ª temporada de “O Jardim de Bronze”. (Foto: Divulgação)

Ao mesmo tempo em que o passado não pode ser apagado, o presente está vivo e traz algo inesperado: a mãe de um garoto de 15 anos desaparecido procura Fabián em busca de ajuda. Inicialmente, ele se recusa a colaborar. Ao saber que o investigador Doberti tinha deixado o caso de lado para se dedicar à busca de Moira, Fabián se sente responsável e acaba se envolvendo.
Os novos episódios começaram a ser gravados em Buenos Aires. A direção de O JARDIM DE BRONZE é de Hernán Goldfrid e Pablo Fendrik, os roteiros são de Gustavo Malajovich e Marcos Osorio Vidal, e a produção executiva é de Luis F. Peraza, Roberto Ríos e Paul Drago, da HBO Latin America Originals, e de Adrián Suar e Diego Andrasnik, da Pol-Ka.
Desde a estreia da primeira temporada, em 2017, O JARDIM DE BRONZE recebeu diversos reconhecimentos na Argentina e no exterior, entre os quais se destacam cinco prêmios Telly (3 de Ouro, 1 de Prata e 1 de Bronze) e várias indicações aos prêmios Platino, prêmios Tato e prêmios Condor de Prata.
A segunda temporada de O JARDIM DE BRONZE está sendo produzida no momento em que se comemoram 15 anos de Produções Originais da HBO na América Latina. A primeira série original, EPITÁFIOS, foi realizada na Argentina em 2003 e definiu os altos padrões de qualidade para todas as produções que a HBO desenvolveu posteriormente na região.

ELENCO DE STAR WARS: EPISÓDIO IX É ANUNCIADO

STAR WARS: EPISÓDIO IX começará a ser filmado em Pinewood Studios (Londres) em 1º de agosto de 2018. J.J. Abrams retorna para dirigir o episódio final da saga de Skywalker. Abrams co-escreveu o roteiro com Chris Terrio.

O elenco que está de volta inclui: Daisy Ridley, Adam Driver, John Boyega, Oscar Isaac, Lupita Nyong’o, Domhnall Gleeson, Kelly Marie Tran, Joonas Suotamo e Billie Lourd. Algumas das adições ao elenco de STAR WARS: EPISÓDIO IX são Naomi Ackie e Richard E. Grant. Além disso, a história terá a participação dos atores veteranos como Mark Hamill, Anthony Daniels e Billy Dee Williams (em seu papel como Lando Calrissian).

size_960_16_9_star-wars2.jpeg
Episódio IX de Star Wars tem elenco definido. (Foto: Divulgação)

O papel de Leia Organa será interpretado novamente por Carrie Fisher, usando imagens inéditas feitas para STAR WARS: O DESPERTAR DA FORÇA. “Nós amamos enlouquecidamente a Carrie Fisher”, diz Abrams. “Encontrar uma conclusão verdadeiramente satisfatória para a história dos Skywalker sem a presença dela era impensável. Nós nunca faríamos um novo casting para esse papel, nem usaríamos um personagem de computação gráfica (CG). Com o apoio e a bênção de sua filha, Billie, encontramos uma forma de honrar o legado e o papel de Carrie como Leia em STAR WARS: EPISÓDIO IX usando o material que filmamos juntos para STAR WARS: O DESPERTAR DA FORÇA.

O compositor John Williams, que criou a música de todos os episódios da saga de Star Wars desde STAR WARS: UMA NOVA ESPERANÇA, em 1977, retorna à galáxia muito, muito distante como o responsável pela composição deste episódio. 

STAR WARS: EPISÓDIO IX será produzido por Kathleen Kennedy, J.J. Abrams e Michelle Rejwan, com produção executiva de Callum Greene e Jason McGatlin. A tripulação inclui Dan Mindel (diretor de fotografia), Rick Carter e Kevin Jenkins (designers de coprodução), Michael Kaplan (figurinista), Neal Scanlan (efeitos especiais para criaturas e dróides), Maryann Brandon e Stefan Grube (editores), Roger Guyett (supervisor de efeitos visuais), Tommy Gormley (primeiro assistente de produção) e Victoria Mahoney (diretora da segunda unidade).

STAR WARS: EPISÓDIO IX chegará aos cinemas em dezembro de 2019.

HBO ANUNCIA NOVIDADES NO ELENCO DA QUARTA E ÚLTIMA TEMPORADA DE ‘O NEGÓCIO’

A HBO Latin America traz novidades para a temporada final da sérieO NEGÓCIO, que estreia em 18 de março, às 21h, no canal HBO. Os astros Eduardo Moscovis, Rodrigo Pandolfo e Dalton Vigh se juntam às protagonistas Rafaela Mandelli, Michelle Batista, Juliana Schalch e Aline Jones, com papeis de destaque na trama.

Eduardo Moscovis interpreta o charmoso âncora de um programa de televisão chamado “Confronto”. Conhecido por suas ideias conservadoras, ele entrevistará Karin (Mandelli) sobre o lançamento do livro em que ela expõe sua vida a fim de combater o preconceito contra as garotas de programa.

ViewImage.jpg
Elenco de “O Negócio” terá novidades no elenco. (Foto: Divulgação)

Rodrigo Pandolfo entra na série no papel de Camilo, o melhor amigo de infância do Oscar (Gabriel Godoy). Inteligente e divertido, mostrará ser um grande golpista que vive no mundo da malandragem. Já Dalton Vigh vive Rodolfo Sherman, um promotor vaidoso e ambicioso que, em defesa “da moral e dos bons costumes”, entrará em conflito com Karin.

ELENCO DA NOVA AVENTURA DE “ANIMAIS FANTÁSTICOS” AMBIENTADA NO MUNDO BRUXO™ DE J.K. ROWLING TEM NOVOS NOMES REVELADOS

Atores se unem ao elenco liderado por Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Dan Fogler, Alison Sudol, Jude Law e Johnny Depp

A Warner Bros. Pictures anuncia novidades para o elenco da nova aventura que se passa no Mundo Bruxo™ de J.K. Rowling, o segundo de cinco filmes da série que começou com Animais Fantásticos e Onde Habitam. O longa, ainda sem título, está sendo dirigido por David Yates.

Entre as confirmações do elenco estão Carmen Ejogo, retornando ao papel de Seraphina Picquery; Wolf Roth como Spielman; Victoria Yeates como Bunty; Derek Riddell como Torquil Travers; Poppy Corby-Tuech como Rosier; Cornell S. John como Arnold Guzman; e Brontis Jodorowsky como Nicolas Flamel. Fiona Glascott e Jessica Williams também estão confirmadas no longa, em papéis a serem revelados.

Retornando aos seus papéis do sucesso mundial Animais Fantásticos e Onde Habitam estão o vencedor do Oscar Eddie Redmayne (“A Teoria de Tudo”), estrelando como o magizoologista Newt Scamander; Katherine Waterston como a Auror Tina Goldstein; Dan Fogler como o Não-Maj Jacob Kowalski; Alison Sudol como Queenie Goldstein; e Ezra Miller como Credence. O indicado ao Oscar Johnny Depp (filmes “Piratas do Caribe”, “Em Busca da Terra do Nunca”) retorna como o poderoso bruxo das trevas Gerardo Grindelwald e o também indicado ao Oscar Jude Law (“O Talentoso Ripley”, “Cold Mountain”) interpreta o professor de Hogwarts Alvo Dumbledore.

Completando o elenco principal estão Zoë Kravitz como Leta Lestrange; Callum Turner como Teseu Scamander; Claudia Kim como uma mulher em um circo bruxo; William Nadylam como Yusuf Kama; Ingvar Sigurdsson como Grimmson; Ólafur Darri Ólafsson como Skender; e Kevin Guthrie como Abernathy.

animais-fantasticos-e-onde-habitam
“Animais Fantásticos e Onde Habitam – 2” tem novos nomes do elenco divulgados (Foto: Divulgação)

J.K. Rowling escreveu o roteiro do filme, que se inicia em 1927, alguns meses depois que Newt ajudou a desvendar e capturar o abominável bruxo das Trevas Gerardo Grindelwald. No entanto, como havia prometido, Grindelwald fez uma fuga dramática e tem reunido mais seguidores para a sua causa, elevar os bruxos a uma categoria acima à de todos os seres não mágicos. O único que pode detê-lo é o bruxo que um dia foi seu mais querido amigo, Alvo Dumbledore. Mas ele precisará da ajuda do bruxo que frustrou Grindelwald uma vez, seu ex-aluno Newt Scamander. A aventura reúne Newt, Tina, Queenie e Jacob, mas sua missão também testará a lealdade deles conforme forem enfrentando novas ameaças em um Mundo Bruxo™ cada vez mais perigoso e dividido.

O filme expande o Mundo Bruxo™, indo de Nova York a Londres e Paris. Há também surpreendentes alusões às histórias de Harry Potter, que encantarão os fãs dos livros e filmes da série.

David Heyman, J.K. Rowling, Steve Kloves e Lionel Wigram estão produzindo o filme, com Tim Lewis, Neil Blair, Rick Senat e Danny Cohen como produtores-executivos.

Colaborando com Yates nos bastidores, as equipes de criação são lideradas pelo diretor de fotografia vencedor do Oscar Philippe Rousselot (“Nada é Para Sempre”); pelo designer de produção três vezes vencedor do Oscar Stuart Craig (“O Paciente Inglês”, “Ligações Perigosas”, “Gandhi”, filmes “Harry Potter”), pelo editor três vezes vencedor do BAFTA Mark Day (os últimos quatro filmes “Harry Potter”, “Intrigas de Estado”), a figurinista quatro vezes vencedora do Oscar Colleen Atwood (“Animais Fantásticos e Onde Habitam”, “Chicago”, “Memórias de uma Gueixa”, “Alice no País das Maravilhas”), além do supervisor de efeitos visuais vencedor do Oscar Tim Burke (“Gladiador”, filmes “Harry Potter”), e o supervisor de efeitos visuais indicado ao Oscar Christian Manz (“Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”).

A nova aventura está sendo filmada nos estúdios Leavesden da Warner Bros., que tem sido o lar cinematográfico do Mundo Bruxo™ desde o primeiro filme “Harry Potter”.

Previsto para ser lançado no Brasil em 15 de novembro de 2018, o filme será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment.

REVELADO O ELENCO DE “ALADDIN”, ADAPTAÇÃO EM LIVE ACTION DIRIGIDA POR GUY RITCHIE

 O elenco de “Aladdin”, adaptação em live action do clássico animado, está completo e a produção está em andamento no Longcross Studios, na região de Londres.

image003.jpg
Elenco de Aladdin é divulgado (Foto: Rede Social Will Smith)

O elenco de “Aladdin” inclui: o indicado duas vezes ao Oscar®, Will Smith (“Ali”, “Men in Black”) como o Gênio que tem o poder de conceder três desejos a quem possui sua lâmpada mágica; Mena Massoud como Aladdin; o morador de rua que se apaixona pela filha do Sultão; Naomi Scott (“Power Rangers”) como a princesa Jasmine, a bela filha do sultão que não aceita as ordens do pai; Marwan Kenzari (“Assassinato no Expresso do Oriente”) como Jafar, um feiticeiro maligno que tem um plano nefasto para governar Agrabah; Navid Negahban (“Homeland”) como o sultão, o governante de Agrabah que está ansioso para encontrar um marido apropriado para sua filha, Jasmine; Nasim Pedrad (“Saturday Night Live”) como Dalia, donzela e confidente da princesa Jasmine; Billy Magnussen (“Into the Woods”) como Prince Anders, um pretendente de Skanland e marido potencial da princesa Jasmine; e Numan Acar (“Homeland”) como Hakim, o homem da mão direita de Jafar e o chefe dos guardas do palácio.

“Aladdin” tem direção de Guy Ritchie (“Sherlock Holmes”, “The Man from UNCLE”) e roteiro de John August (“Dark Shadows”, “Big Fish”) com base no filme de animação de 1992e nas histórias de “Mil e Uma Noites”. O produtor é Dan Lin (“The LEGO Movie”) com o ganhador do Globo de ouro Marc Platt (“La La Land”), Jonathan Eirich (“Deathnote”) e Kevin De La Noy (“The Dark Knight Rises “) como produtores executivos. O compositor vencedor do premiado pelo Oscar, Alan Menken (“Beauty and the Beast”, “The Little Mermaid”), prepara novas gravações das músicas originais escritas pelos letristas Howard Ashman (“Menken” e “Pequena Loja de Horrores”) e Tim Rice (“O Rei Leão”), bem como duas novas músicas escritas pelos compositores vencedores do Oscar® e Tony Award®, Benj Pasek e Justin Paul (“La La Land”, “Dear Evan” e “Hansen”).

Homenagem a Spock, Milla Jovovich e novidades em séries da Globo: confira destaques do segundo dia da CCXP 2016

Fox, Netflix e produtor de Dragon Ball também apresentaram conteúdos exclusivos no maior evento de cultura pop da América Latina
Filho de Leonard Nimoy, o Spock, faz homenagem aos 50 anos do personagem na CCXP 2016

CCXP 2016
Homenagem a Spock levou público as lágrimas. (Foto: Daniel Deak)

A terceira edição da CCXP – Comic Con Experience (www.ccxp.com.br) trouxe, em seu segundo dia, Adam Nimoy, filho de Leonard Nimoy, o eterno Sr. Spock, de “Star Treck”, para falar do filme “For the love of Spock”, inédito no país, que conta sobre a vida e carreira de seu pai.

“Esse foi um projeto que eu comecei com ele, em novembro de 2014. Assim que falei que precisamos fazer algo para celebrar os 50 anos do Spock, ele topou”, contou Adam. O documentário traz um olhar aprofundado sobre a vida de um dos maiores astros da cultura pop.

A produção, dirigida pelo filho de Leonard, conta a vida e carreira do astro que deu vida ao personagem vulcano, desde quando ele decidiu sair da casa dos pais para estudar teatro, passando pelos diversos cargos que exerceu enquanto sua carreira de ator não decolava, até o momento em que, após a morte do Sr. Spock em “Star Trek III”, começou a trabalhar como diretor de cinema.

O longa também conta com depoimentos do elenco original da série, e traz gravações feitas com Leonard ainda em vida, logo quando ele e o filho começaram a planejar o filme.For the love of Spock não é só sobre Spock, mas sim sobre a vida de Leonard e seu legado”, afirma Nimoy.

Junto de David Zappone, produtor do documentário, Adam revelou que Leonard foi convidado para participar do mais recente filme “Star Trek: Sem Fronteiras”. “Pela primeira vez, meu pai disse não para um projeto de Star Trek. Ele já estava muito doente e ficou muito triste, mas entendeu que não seria possível”, explica.

Esbanjando simpatia, Nimoy encerrou o painel dizendo em português uma das frases mais marcantes do personagem Spock: “Vida Longa e próspera”.

Milla Jovovich exalta a independência das mulheres na CCXP 2016

CCXP 2016
Milla Jovovich falou sobre a situação das mulheres e Resident Evil. (Foto: Daniel Deak)

Fãs da série Resident Evil nos videogames, a atriz Milla Jovovich e o diretor Paul W. S. Anderson vieram ao Brasil para falar sobre o desfecho da saga nos cinemas em “Resident Evil 6: O Capítulo Final”, no painel da Sony na CCXP – Comic Con Experience 2016. Com muita simpatia, a atriz exaltou a força e a coragem da heroína Alice, que representa a independência das mulheres.

“Sinto uma conexão com a personagem, fico feliz em interpretar uma mulher forte, que não depende da aparência, e orgulhosa por falar por todas elas”, disse a atriz. “Alice toma decisões, é destemida e tem honra, qualidades que uma mãe, como eu, deve ter. Claro que não sou louca como ela, mas sim, ela faz parte de mim”, completou.

Anderson, que é marido de Milla, contou que o filme foi adiado por um ano devido à gravidez da atriz, e encerra um ciclo em grande estilo. “Esta produção traz criaturas novas que em breve o público verá nos jogos, e foi intenso combinar a ação com a verdade que a Alice finalmente encontra em um grande final”, afirmou o diretor.

Além de uma cena inédita de “Resident Evil 6”, o painel da Sony exibiu um teaser exclusivo de “Spiderman: Homecoming” e um vídeo com os astros de “Jumanji”, Dwayne Johnson e Kevin Hart, respondendo a perguntas de internautas brasileiros. O público conferiu, ainda, trailers de “Trainspotting 2”, “Smurfs e a Vila Perdida”, “Passageiros”, com Jennifer Lawrence e Chris Pratt, e “Vida”, com Jake Gyllenhaal e Ryan Reynolds.

Marcelo Adnet apresentou a nova programação da Globo ao lado de convidados famosos

CCXP 2016
Marcelo Adnet apresentou novas séries da Globo. (Foto: Daniel Deak)

Adnet foi o mestre de cerimônia do painel (Re) Globo, no Auditório Cinemark. O carioca abriu com imitações de Tonho da Lua, Agnaldo Timotio, João Dória e ainda arriscou um rap: “Comic Con é papo reto, tá lindo esse bagulho. Quem é nerd mesmo faz barulho”, rimou o apresentador. Os primeiros convidados foram Tony Ramos, Mônica Iozzi e o roteirista Alexandre Machado que apresentaram a Vade Retro. A trama escrita em parceria com Fernanda Young estreia em abril e acompanha a saga do Diabo (Tony Ramos) em busca de uma advogada (Mônica Iozzi) que beijou o papa, para ajudá-lo em uma difícil missão.

Outra atração é a série Carcereiros, inspirada no livro homônimo de Drauzio Varella. A história mistura realidade com ficção e relembra os anos vividos dentro do presídio do Carandiru pelos olhos dos agentes penitenciárias. Parte das filmagens têm participações ilustres como de Caio Blat, Toni Tornado, Rodrigo Lombardi, Gabriel Leone, por exemplo. Mas o criador Fernando Bonassi e o diretor José Eduardo Belmont complementaram com imagens documentais da época.

A ideia de Filhos da Pátria veio de Bruno Mazzeo e conta a história do Brasil. Não por acaso, a estreia acontece um dia após do feriado da Independência do país e tenta explicar como a democracia teve início do governo. Interpretados por Fernanda Torres, Alexandre Nero, Matheus Nachtergaele, Marcos Caruso e fala de assuntos atemporais como o machismo, racismo e corrupção.

Todos os trailers foram exibidos em primeira mão dentro da Comic Con Experience 2016, com exceção de Zózimo que ainda não teve as gravações iniciadas, mas algumas inspirações foram exibidas. A comédia aborda a trajetória de um ex-policial que trabalha como detetive particular na década de 50. O autor Mauro Wilson e os atores Vladimir Brichta e Airton Graça estiveram presentes no palco.

Fox Studios apresenta novidades no segundo dia de CCXP

daniel_deak_-2774
Érico Borgo e Damien Walters interagiram com o público. (Foto: Daniel Deak)

Érico Borgo mal apareceu ao palco e já disparou: “Desliguem os celulares, porque o que vocês verão aqui é inédito”. O anúncio foi seguido por gritos animados dos fãs que puderam conferir o novo trailer de Assassin’s Creed, produção da 20th Century Fox.
“O mais legal desse resultado é saber que os responsáveis tentaram ao máximo trazer a realidade para o longa. O uso de computação gráfica foi dispensado na cena favorita dos admiradores da franquia que é o The Leap of Faith”, revelou Borgo, um dos fundadores do portal Omelete (www.omelete.com.br) e da CCXP. Conhecido também como o salto da fé, trata-se de um pulo de cerca de 38 metros e foi realizado pelo ginasta britânico Damien Walters.

A DreamWorks Animation também marcou presença na atração e trouxe cenas nunca vistas pelo público. O Poderoso Chefinho é um bebê falante que une forças contra o irmão mais velho. Outra novidade é a animação brasileira Lion que acompanha o cotidiano de um animador de festas infantis que passa por uma transformação surpreendente.

Netflix traz diretores e roteiristas da série “3%” em seu primeiro painel

flavio_battaiola-8860
Elenco de 3% invadiu o painel de roteiristas e diretores da série. (Foto: Flávio Battaiola)

Primeira produção original brasileira exibida pela Netflix, “O Mundo e 3%” foi o tema do painel da plataforma de streaming no segundo dia de CCXP – Comic Con Experience 2016, com os roteiristas e diretores da série.

O diretor geral César Charlone, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia por “Cidade de Deus”, esteve acompanhado do roteirista criador Pedro Aguilera, e dos roteiristas e diretores Dani Libardi, Daina Giannecchini e Jotagá Crema. Eles falaram das dificuldades – e da conquista –, ao levar uma websérie independente de sucesso no Youtube à ser produzida pela gigante Netflix.

Ao final, uma surpresa: alguns dos atores da série “invadiram” o palco e saudaram o público, convidando todos os presentes a pedirem por uma segunda temporada e conferirem o painel especial da Netflix no domingo, com astros e estrelas de “3%”, “Sense 8” e “Desventuras em Série”.

Homem Borracha é escolhido para ser a nova peça da Iron Studios em painel da CCXP 2016

No painel “Iron Studios – DC Comics Série 3 by Ivan Reis”, o público pôde escolher entre três personagens da DC Comics para ser o novo boneco desenhado pelo quadrinista da Chiaroscuro Studios para virar o próximo colecionável da Iron Studios: o Homem Borracha foi unanimidade entre os presentes. Logo após a decisão, Ivan desenhou alguns modelos do super-herói e apresentou para a plateia.

Ao final do painel foi revelado o novo Diorama da Iron Studios, o Batman Vs Bane DC Comics Serie 2. A peça retrata a icônica cena do homem morcego socando Bane, um de seus maiores inimigos.
Kozo Morishita conta os bastidores de Dragon Ball na CCXP 2016 e afirma: “Freeza é meu vilão favorito”

O painel Dragon Ball Z – Toei Animation Oficial contou com Kozo Morishita, conceituado produtor e diretor no mundo da animação. O profissional da Toei Animation atuou na franquia de séries e filmes baseada nos mangás de Dragon Ball, de Akira Toriyama, como Dragon Ball Z e Dragon Ball GT.
Durante o bate-papo no Auditório Ultra, Kozo contou os bastidores de um do animes mais famosos do mundo. “Senti mais pressão em fazer Dragon Ball como produtor do que fazer Cavaleiro dos Zodíaco como diretor de animação. Não é simples a tarefa de adaptar um Mangá para a televisão. São mídias completamente diferentes”, explicou.

Quando perguntado sobre quem era seu vilão favorito da saga, o produtor não hesitou em dizer que era Freeza. “Majin Boo e Cell eram ótimos, mas Freeza me convencia pela voz. A dublagem original era fantástica, e me dava certeza que o personagem estava completo”.
Moroshita revelou que toda historia de Dragon Ball GT foi desenvolvida pela Toei Animation, com profissionais não seriam aproveitados pela empresa. O diretor da Toei levou os fãs à loucura e decretou: “O lendário Super Sayajin é Son Goku. Criamos Brolly, um personagem fortíssimo com a intenção de colocar um grande obstáculo para ele. Mas Brolly não é o lendário Super Sayajin que Freeza tanto temia”.

Por fim, deixou em aberto a possibilidade de participação de Bardock e Brolly em Dragon Ball Super; “O futuro é imprevisível. O trabalho do Akira Toriyama é marcado por ser imprevisível”.

ELENCO DE BATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA FALA SOBRE OS SUPER-HEROIS

Longa dirigido por Zack Snyder está em cartaz nos cinemas brasileiros

Batman vs Superman: A Origem da Justiça já superou a marca de U$ 680 milhões após o lançamento mundial nas bilheterias e a Warner Bros. Pictures divulga vídeos (link abaixo) com depoimentos do elenco e diretor sobre os personagens Clark Kent/Superman e Bruce Wayne/Batman.

Sobre o filme

Do diretor Zack Snyder chega aos cinemas Batman vs Superman: A Origem da Justiça, com Ben Affleck (“Argo”) atuando como Batman/Bruce Wayne e Henry Cavill, repetindo seu papel como Superman/Clark Kent em seu primeiro encontro na tela grande.

Preocupado com as ações de um super-herói com poderes quase divinos e sem restrições, o formidável e implacável vigilante de Gotham City enfrenta o mais adorado salvador de Metrópolis, enquanto todos se questionam sobre o tipo de herói que o mundo realmente precisa. E com Batman e Superman em guerra um com o outro, surge uma nova ameaça, colocando a humanidade sob um risco maior do que jamais conheceu.

Dirigido por Zack Snyder, o filme conta ainda com a indicada ao Oscar Amy Adams (“Trapaça”) como Lois Lane, Jesse Eisenberg (“A Rede Social”) como Lex Luthor, Diane Lane (“Infidelidade”) como Martha Kent e Laurence Fishburne (“Tina”) como Perry White; os vencedores do Oscar Jeremy Irons (“O Reverso da Fortuna”) como Alfred, e Holly Hunter (“O Piano”) como a Senadora Finch; e Gal Gadot como a Mulher-Maravilha/Diana Prince.

Snyder dirige o longa a partir do roteiro de Chris Terrio e David S. Goyer, baseados nos personagens da DC Comics, incluindo Batman, criado por Bob Kane, e Superman, criado por Jerry Siegel e Joe Shuster. O longa é produzido por Charles Roven e Deborah Snyder, com Wesley Coller, Geoff Johns e David S. Goyer como produtores executivos.

A equipe criativa de bastidores de Snyder inclui o diretor de fotografia Larry Fong (“300,” “Watchmen – O Filme”) e o designer de produção Patrick Tatopoulos (“300: A Ascensão do Império”), e de sua equipe de “O Homem de Aço” estão o editor David Brenner, o figurinista Michael Wilkinson, o supervisor de efeitos especiais John “DJ” DesJardin e o compositor vencedor do Oscar Hans Zimmer (“O Rei Leão”) trabalhando ao lado do compositor Junkie XL (“Mad Max: Estrada da Fúria”).

A Warner Bros. Pictures apresenta Batman vs Superman:  A Origem da Justiça, uma produção da Atlas Entertainment/Cruel and Unusual, com direção de Zack Snyder. O longa, da Warner Bros. Pictures, uma empresa da Warner Bros. Entertainment, está disponível em IMAX, Dolby Cinema, 3D e 2D em cinemas ao redor do mundo.