Arquivo da tag: Fotografia

Câmera da Sony é reconhecida como melhor equipamento do ano pelo DPReview

Alpha α7 III foi o destaque de 2018 segundo o site especializado em avaliações
de aparelhos fotográficos

O site DPReview acabou de divulgar os melhores equipamentos fotográficos de 2018. A α7 III, da linha Alpha da Sony, foi eleita a melhor câmera do ano de acordo com o portal conhecido em todo o mundo como especialista na avaliação de aparelhos para o mercado de fotografia.

A α7 III conta com um sensor de 24,2 megapixels retro iluminado, com estabilização de imagem óptica de cinco eixos. Seu processador de imagem Bionz X faz com que a câmera seja capaz de disparar até 10 frames por segundo em RAW ou JPEG, assim como gravar vídeos em 4K HDR. Quanto à bateria, suporta 710 cliques com uma única carga e ainda apresenta dois slots de cartão.

Câmera da Sony recebe prêmio. (Foto: Divulgação)

O modelo captura imagens com intervalo dinâmico de até 15 stops e produz arquivos RAW de 14 bits. Além de gravar vídeos em 4K HDR, registra imagens de alta velocidade de 120 quadros por segundo em 1080p e é capaz de capturar nos perfis de cores cinematográficos S-Log 2 e 3. O modelo conta ainda com 693 pontos de autofoco que cobrem 93% do quadro e apresentam desempenho duas vezes mais rápido do que o modelo anterior (A7 II). Mais informações sobre o aparelho podem ser encontradas em http://bit.ly/sony-a7III.

“Esse reconhecimento atesta nossa preocupação em oferecer uma câmera com todas as funcionalidades para uso profissional, em linha com a demanda do mercado”, comenta Marcelo Gonçalves, gerente de Marketing e Comunicação da Sony Brasil. “Estamos felizes com a aceitação que esse equipamento, lançado no início deste ano, obteve entre os fotógrafos e vídeo makers de todo o mundo”, adiciona.

DOUTOR ESTRANHO IMPRESSIONA COM VISUAL ALUCINANTE

As aventuras do Doutor Estranho nos quadrinhos sempre contaram com incríveis cenários surrealistas e realidades alternativas, uma tradição que vem sendo seguida à risca no novo filme da Marvel Studios. Para isso, o departamento de arte de Doutor Estranho, longa que estreia em 3 de novembro no Brasil, fez uma profunda imersão nos trabalhos de Steve Ditko, o primeiro artista a desenhar as HQs do herói. Na produção do filme, 49 profissionais se desdobraram para criar mais de 3 mil artes conceituais e 40 maquetes de sets, seguindo padrões geométricos que tornaram os cenários alucinantes.

Fotografia de "Doutor Estranho" impressiona. (Foto: Divulgação)
Fotografia de “Doutor Estranho” impressiona. (Foto: Divulgação)

As filmagens de Doutor Estranho se dividiram entre Londres, Nova York, Katmandu (Nepal) e Hong Kong. Para criar o clima ideal de magia, foram construídos 21 enormes e detalhados sets o maior deles, o dos jardins e ruas de Kamar-Taj, contou com mais de 1.200 m2. Algumas cenas internas também foram captadas no histórico Exeter College, que faz parte da Universidade de Oxford, onde J.R.R. Tolkien, entre outros notáveis, estudaram.

Todo esse cuidado com o visual é realmente importante pois já nos anos 1960 Steve Ditko investia toda o seu talento em paisagens distorcidas e mundos fantásticos nas aventuras do Doutor Estranho. Esses conceitos surreais somados às tramas metafísicas do roteirista Stan Lee transformaram as aventuras do Mestre das Artes Supremas um sucesso entre os universitários da época. Muitos leitores até defendiam que a aparência do herói lembrava o ator Vincent Price, que interpretou um poderoso mago no filme O Corvo, lançado em 1963, com direção de Roger Corman.

Outra curiosidade: um detalhe de uma revista do Doutor Estranho apareceu camuflada na capa do disco A Saucerful of Secrets, lançado pelo grupo inglês Pink Floyd em 1968. A arte psicodélica do resto da imagem, aliás, também era uma referência às diversas dimensões visitadas pelo herói nas HQs.

Pelas ruas da Índia…

Exposição “Ritos e Ruas”, do street photographer Glauco Tavares, traz para o Shopping Ibirapuera retratos do cotidiano da mística Índia, captados pela lente de um celular

O mundo da fotografia mobile invadiu o Shopping Ibirapuera até 17 de abril, o street photographer Glauco Tavares, apresenta no piso Jurupis a mostra “Ritos e Ruas”. Uma exibição inédita que une dois pontos: o tradicional x tecnologia. O resultado pode ser apreciado pelo público nas 40 imagens, com curadoria da mObgraphia Cultura Visual, que trazem todas as cores e a verdadeira essência de diferentes cidades da Índia, eternizadas pela lente de um celular e apenas ressaltadas com belos efeitos.

Exposição “Ritos e Ruas”, do street photographer Glauco Tavares. (Foto: Divulgação)
Exposição “Ritos e Ruas”, do street photographer Glauco Tavares. (Foto: Divulgação)

Ao longo de nove anos, nove viagens e muitas imagens que retratam um país colorido e cheio de segredos, o fotógrafo Glauco Tavares pela primeira vez, adotou uma nova ferramenta no seu ofício, as lentes de um celular. Munido apenas com este simples objeto agora tão comum no nosso cotidiano, Glauco fechou seu foco no dia a dia das ruas, nos personagens sociais despidos de qualquer encenação, com olhares espontâneos e de forma natural, já que o celular não assusta nem intimida, trazendo um recorte fiel daquele momento,  de cidades como Delhi, Jaipur, Agra, Varanasi, Sarnath, Amritsar, Dharamsala e Rishikesh.

“As ruas da Índia funcionam como uma manifestação, a céu aberto, da fé e crença de um povo, tanto pelo modo de se vestir, pelos adornos, pelos banhos no sagrado Rio Ganges, pelos rituais de cremação e pelas atitudes cotidianas em função de uma fé que está além deste plano”, conta Glauco, que se especializou em fotografia de rua e documental, por meio das lentes de uma câmera Leica e agora pelo celular.

A mostra conta com a curadoria da mObgraphia Cultura Visual, movimento pioneiro na fotografia mobile brasileira (ou mobgrafia como é chamada aqui no Brasil), que desde 2013 organiza festivais, prêmios, exposições e eventos que buscam ampliar e fortalecer o poder de contar histórias no momento em que acontecem. “O celular é uma ferramenta fabulosa e Glauco Tavares nos mostra um resultado impecável da prática e adoção deste movimento democrático, inclusivo e poderoso”, observa Cadu Lemos, um dos organizadores e também curador da mostra inédita.

Com esta nova vertente da fotografia, Glauco presenteia os visitantes com uma exibição quente, humana e verdadeira permitindo o público passear pelas emblemáticas ruas das cidades indianas como se estivesse lá.

Serviço: Exposição Ritos e Ruas, de Glauco Tavares

Período: de 17 de março a 17 de abril.

Horário: das 10h às 22h.

Local: Piso Jurupis

Visitação Gratuita

 

Shopping Ibirapuera

Av. Ibirapuera, 3.103 – Moema (SP)

Tel: (11) 5095 2300

Twitter: @Ibirapuera

Facebook: facebook.com/ibirapuera

Instagram: @shoppingibirapuera

www.ibirapuera.com.br

Horário de funcionamento:

Segunda a Sábado: das 10h às 22h

Domingos e Feriados: das 14h às 20h (lojas) – das 11h às 22h (alimentação)