Arquivo da tag: Gal Costa

IZA GRAVA COM CAETANO VELOSO

Entre um show e outro da turnê de “Dona de Mim”, IZA entrou em estúdio para gravar uma canção especial. Ao lado de Caetano Veloso, a cantora regravou “Divino Maravilhoso”, música consagrada na voz de Gal Costa.

O single ganhou também um clipe com cenas da dupla no estúdio de Caetano, no Rio de Janeiro, lançado hoje, dia 18 de janeiro. O curta, que mostra a interação de IZA e Caetano durante o encontro, está disponível na página oficial da cantora no Youtube.


“Foi inacreditável para mim gravar com meu ídolo, Caetano Veloso. Eu não sei nem como explicar como foi estar ao lado de um artista que representa tanto o Brasil e que representa uma realização profissional pra mim”, conta IZA Essa é uma das músicas mais bonitas que o Brasil já ouviu, além de ser muito necessária ainda hoje”, completa.

“Tive a felicidade de receber um convite de IZA para participar da gravação de “Divino Maravilhoso“, canção tropicalista escrita por mim e por Gil, e gravada por Gal em 1968. IZA é uma mulher lindíssima e cantora excelente. Com sua figura, seu jeito e sua voz, representa muito da essência da nova geração. Termos “Divino Maravilhoso” cantado por ela é uma espécie de revelação da atualidade de expressão poética da canção”, comenta Caetano.

A música foi produzida por Dudu Marote, a convite do Google, utilizando a base musical extraída  do software de Inteligência Artificial de propriedade do Google.  A direção e edição do vídeo é de Gustavo Tolhuizen, da Ferrorama TV e as imagens são também de Gustavo em parceria com Fernando Neumayer.

Gal Costa lança DVD Estratosférica Ao Vivo em shows, dias 23 e 24 de fevereiro, na Casa Natura Musical

Em duas únicas apresentações, shows fazem parte do projeto Biscoito da Casa

Na sexta, 23, e no sábado, 24 de fevereiro, às 22h30, na Casa Natura Musical, a cantora Gal Costa, apresenta show de lançamento do DVD Estratosférica Ao Vivo. Este é o segundo de uma série de shows do projeto Biscoito da Casa, uma iniciativa da Biscoito Fino com a Casa Natura Musical que promoverá shows com o consagrado elenco de alta qualidade da gravadora. O projeto estreou com Angela Maria e as Canções de Roberto e Erasmo (em 17 de janeiro) e tem, entre suas próximas atrações, nomes como Angela RoRo (sexta, 2 de março), Francis e Olivia Hime e Fabiana Cozza.
Estratosférica ao Vivo não é apenas o registro de um show de Gal Costa. É, mais ainda do que isso, o retrato da artista ao alcançar os 70 anos de vida, 50 deles dedicados à música. Com direção geral de Marcus Preto e produção musical dePupillo (Nação Zumbi), o espetáculo estreou no Teatro Castro Alves, em Salvador, em 27 de setembro de 2015, o dia seguinte ao aniversário da cantora. A gravação do álbum ao vivo aconteceu quase dois anos depois, em 24 de junho de 2017, na Casa Natura Musical, em São Paulo. A direção do DVD é assinada por Joana Mazzucchelli (Polar Filmes).Estratosférica ao Vivo marca a chegada de Gal Costa à gravadora Biscoito Fino.
ViewImage.jpg
O roteiro, criado por Marcus Preto, presta-se muito bem a essa ideia. Costura canções de Caetano Veloso (Objeto Não IdentificadoComo 2 e 2),  Tom Zé (Namorinho de Portão), Luiz Melodia (Pérola Negra), Jards Macalé e Waly Salomão (Mal Secreto), Carlos Pinto e Torquato Neto (Três da Madrugada), Roberto Carlos e Erasmo Carlos (Meu Nome É Gal) — uma série de obras tropicalistas e pós-tropicalistas que até hoje servem de referência e alimentam as novas gerações da música.
Traz também alguns clássicos que nunca haviam chegado à voz de Gal, como Cartão Postal, rock de Rita Lee e Paulo Coelholançado originalmente em 1975, e Os Alquimistas Estão Chegando os Alquimistas, um Ben Jor da fase Jorge Ben. E a volta de Arara, um diamante pop de Lulu Santos lançado por Gal em 1987 que merecia desde sempre uma leitura tonificada.
Completando o repertório, Por um Fio (que, quando o show foi gravado, ainda se chamava Pelo Fio), uma bossa nova inédita de Marcelo Camelo, escrita especialmente para a voz de Gal. Além, é claro, do repertório que sustentou oEstratosférica de estúdio, composto por um pessoal da pesada, de todas as gerações: de Mallu Magalhães a Milton Nascimento, de Tom Zé a Zeca Veloso, de João Donato a Criolo, de Thalma de Freitas a Caetano Veloso.
Nestes shows na Casa Natura Musical, Gal será acompanhada no palco pelos músicos Serginho Machado (bateria),Mauricio Fleury (teclado), Fábio Sá (baixo) e Guilherme Monteiro (guitarra).
Gal Costa
Show de lançamento do DVD Estratosférica Ao Vivo, no projeto Biscoito da Casa
Quando: sexta, 23, e sábado, 24 de fevereiro, às 22h30
Abertura da Casa: 21h
Ingressos:
Meia-entrada para todos os setores
Pista: R$ 100 (lote 1), R$ 130 (lote 2) e R$ 160 (lote 3)
Bistrô inferior: R$ 100
Bistrô superior: R$ 230
Camarote: R$ 270
Lotação para este show: 710 lugares
Classificação etária: 12 anos (menor de 12 acompanhado pelos pais ou responsáveis)
Casa Natura Musical
Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo
Ingressos sem taxa de conveniência na bilheteria da Casa
Horário da bilheteria: todos os dias, das 12h às 20h (dinheiro, CC e cartão de débito)
Vendas de ingressos: Eventim
SAC Eventim: 4003-6860, das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira
Vendas para pessoas com deficiência: 4003-6860

Gal Costa grava novo DVD ao vivo na Casa Natura Musical

Show da turnê “Estratosférica” será registrado nos dias 23 e 24 de junho

Em duas únicas apresentações na Casa Natura Musical, a cantora Gal Costa grava ao vivo o DVD da turnê “Estratosférica”, nos dias 23 e 24 de junho, sexta-feira e sábado. O repertório mescla canções de seu último disco, como “Dez Anjos”, de Milton Nascimento e Criolo, “Quando Você Olha pra Ela”, de Mallu Magalhães, “Por Baixo”, de Tom Zé, e “Por um Fio”, de Marcelo Camelo, faixas de outras fases da carreira da artista, como “Meu Nome É Gal”, e versões de músicas como “Os Alquimistas Estão Chegando”, de Jorge Ben Jor.

Gal_IMPRESS170601_110217.jpg
Gal Costa grava novo DVD. (Foto: Divulgação)

Dirigido por Marcus Preto, o espetáculo mostra uma Gal com pegada mais leve e jovem. Para o disco “Estratosférica”, que dá nome à turnê, Gal e Preto chegaram a recolher um baú de 150 canções inéditas. “Quando entramos em estúdio, um ano depois do primeiro encontro, Gal disse (e depois repetiu muitas vezes) aos produtores musicais Kassin e Moreno Veloso: ‘Enlouqueçam nos arranjos. Não quero nada careta. Quero um disco arrojado’”, conta Preto.

Gal será acompanhada no palco pelos músicos Pupillo (bateria), Mauricio Fleury (teclado), Fábio Sá (baixo) e Guilherme Monteiro (guitarra).