Arquivo da tag: Gotham City

Elenco de “Aves de Rapina (Arlequina e sua emancipação fabulosa)” falam sobre o filme, em coletiva

Por Luigi Buratto e Thuane Piccolo

Na quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019, a CCXP abriu o seu primeiro dia, com ingressos esgotados, o evento contou com a presença de diversas e ilustres celebridades. Dentre elas, o elenco de “Aves de Rapina”, novo filme produzido pela diretora Cathy Yan, e estrelado por ninguém menos que Margot Robbie, a nossa anti-heroína favorita, a Arlequina. 

O filme mostra a trajetória da Harley Quinn após os acontecimentos de “Esquadrão Suicida”, a suposta separação entre ela e o Coringa e, então, sua emancipação fantabulosa, onde ela tenta descobrir sua própria identidade e acaba conhecendo um grupo de garotas com um mesmo objetivo. 

No dia seguinte, tivemos a oportunidade de participar da coletiva de imprensa, reunindo todo o elenco novamente, produtores e diretora. 

“Me apaixonei pela personagem desde Esquadrão Suicida, e senti que ela merecia ser melhor explorada”, disse Margot Robbie ao ser perguntada sobre o retorno da personagem. 

Durante a coletiva de imprensa com o elenco de Aves de Rapina, a diretora Cathy Yan, e produtores. (Foto: Thuane Piccolo)

Ainda completou “Foi uma honra trabalhar com a roteirista Christina Hodson, ela tem a capacidade de pegar ideias abstratas e dar um jeito de fazê-las acontecerem.”   

A atriz nos conta como foi o processo para dar vida a uma Gotham colorida e animada, mostrada de dia, diferente das versões sombrias da cidade de Bruce Wayne, que estamos acostumados a ver. 

FÃS COMO A GENTE

Quando perguntadas sobre como se sentiam participando desse icônico universo da DC nos cinemas, as atrizes se dividiram em respostas que remetiam suas infâncias, os filmes do Batman, as HQs e antes de tudo, como já eram fãs desse universo. “Eu conheci a Canário Negro pela primeira vez, jogando Injustice 2, no videogame”, disse Jurnee Smollett-Bell, mostrando seu lado nerd, falando sobre sua personagem no filme e como ela se sentiu honrada com o convite para interpretá-la. 

Rosie Perez complementa: “O fato de sermos mulheres fortes, independentes e estarmos arrebentando pela cidade, é a cereja do bolo” 

PREPARAÇÃO FÍSICA 

A diretora contou um pouco sobre como foram feitas as cenas de ação do filme. As atrizes tiveram um treinamento árduo, trabalharam por cinco meses, deixando as cenas muito mais realistas e bem coreografadas. Elas foram instruídas a fazer o máximo de cenas que conseguissem sozinhas, entretanto, o elenco foi auxiliado pela 87 Eleven, uma ótima companhia de dublês, que já trabalhou com grandes filmes como John Wick.  

Rosie comentou “Eu já tenho uma certa idade e no primeiro dia de treinamento, eu senti meu joelho falhar… Fui aconselhada a ser levada para o hospital ou então continuar treinando e fortalecendo meus outros músculos, e me senti inspirada a continuar …foi uma experiência transformadora. Eu estou numa forma física muito melhor do que já estive em 15 anos” 

As atrizes contaram como foi difícil realizar algumas cenas, pois a diretora insistia para que elas gravassem lutas de um a dois minutos ininterruptos e caso alguém errasse, seria necessário que gravar tudo novamente. Jurnee lembrou de uma vez, na qual haviam gravado uma longa cena, várias vezes, e Cathy dizia “Meninas, me perdoem, mas eu vou precisar que vocês gravem mais uma vez” e Margot respondia indignada “Porquêêê?”. A diretora reiterava que fazia as cobranças, pois sabia que as garotas eram capazes de aguentar. 

ÍCONES DE EMPODERAMENTO

De uns tempos pra cá, as mulheres estão cada vez mais se tornando um símbolo de justiça, igualdade e resistência. Nós podemos observar isso através do cinema, quando vemos grandes filmes sendo estrelados  por personagens femininos.

Margot nos fala que nunca imaginou que a personagem dela um dia pudesse virar um ícone de luta pelo feminismo, pois a Harley é emocionalmente desequilibrada, e acabou de sair de uma relação tóxica, tão cheia de falhas. 

“É difícil porque eu me sinto responsável por sempre passar uma mensagem positiva para este mundo, em todos os meus projetos, eu sempre tento ser a melhor pessoa que posso, e ao mesmo tempo, temos que nos manter fiéis aos personagens, à nossa história… Então eu ainda não entendo o porque as pessoas se identificam com a personagem, eu sei o porque elas a amam, mas talvez seja justamente por causa das suas imperfeições. E talvez seja exatamente isso que o cinema precisa mostrar com mais frequência, as falhas e imperfeições dos personagens principais”, falou Margot

Perez menciona como foi interpretar sua personagem, a detetive Montoya, em um cenário machista, onde ela precisava se reinventar todos os dias, ser forte e nunca desistir. Por várias vezes, ela era dispensada dos casos, se sentia frágil e injustiçada. Acho que a melhor mensagem sobre o feminismo é justamente o fato dela não desistir, ela continuava indo para o trabalho todos os dias, e então, ela finalmente achou as forças necessárias para se demitir, e fez isso de cabeça erguida. Feminismo não é só sobre as mulheres. É sobre igualdade”

MATERIAL FIEL AS ORIGENS?

Cathy diz que o filme não é totalmente baseado em alguma edição específica dos quadrinhos, porém teve suas inspirações nos Novos 52, e que o grupo Aves de Rapina segue uma linha de roteiro original, sem perder os traços dos personagens.

A diretora e roteiristas tiveram o trabalho de trilhar uma aventura inédita que tivesse sentido nessa nova fase do universo DC e da personalidade de Harley. “A Arlequina é uma anti-heroína, porém ela não é má.” diz Margot Robbie, citando uma de suas HQs favoritas, Blue Eyes, e fazendo relação com sua personagem.

Finalmente temos O Coringa

Por Henrique Moita

O TEXTO PODE CONTER SPOILERS

Sim, é isso mesmo que você leu no título. Depois de um Coringa memorável do Heath Ledger, mas que vamos concordar, não chega a ser um Coringa de verdade, com todo o seu pensamento anarquista, mas ainda assim, sendo uma excelente atuação; e depois de um outro, também memorável, mas de uma maneira não tão boa, do Jared Leto, finalmente podemos falar que temos “O Coringa” que todos esperávamos, o tão aguardado e tão elogiado Coringa de Joaquin Phoenix.

Eu digo isso por um simples motivo, o Coringa é um personagem que é “apenas” louco e que não se importa com as consequências dos seus atos e mata simplesmente porque quer e “pode” fazer isso.
Porém, pode ser que você se saia um pouco frustrado do cinema. Tudo isso porque esse filme é aquele velha história de origem, porém diferente, por se tratar do vilão, sem mostrar o seu principal antagonista, o Batman. Então ele é aquele longa no qual você fica esperando ele finalmente se tornar o Coringa, sendo que isso só acontece bem no fim. Antes disso vemos todas as consequências que levaram ele a se tornar um dos terrores de Gotham. Mas o filme mostra também que ele já não era uma pessoa normal, já apresentava sinais de loucura ao longo dos anos, mas que muitas vezes passam desapercebidas.

Joaquin Phoenix entrega um Coringa brilhante. (Foto: Divulgação)

Uma coisa a se elogiar, e muito, é a atuação de Joaquin Phoenix e a amostra de como ele se entregou, emagrecendo tanto que chega a ficar até meio esquelético. Ele nos entrega um Coringa perturbado, que até queria ser bom e fazer o bem, mas a cidade e as pessoas com a qual ele convivia não facilitaram as coisas.

Por fim, Coringa é sim tudo que você já ouviu, as partes boas e as partes ruins (que, pelo que eu vi, chegam a ser boas para quem é o personagem principal do filme). Mas vamos com calma. Ganhar o Oscar, como muitos apontam como favorito, acho muito difícil, mas pode sobrar uma premiação para Phoenix, com toda certeza. Dessa vez, sendo realmente merecida.

Warner Channel celebra os 80 anos do Batman com maratona especial de filmes NESTE SÁBADO!

Três longas de diferentes épocas relembram os lendários momentos do Homem-Morcego salvando Gotham City do crime

Em comemoração à primeira aparição do Batman nos quadrinhos, a Warner Channel exibe no próximo dia 30 de março (sábado), às 17h20, uma maratona especial com produções que relembram todo o talento, rigor e mente tática do Homem-Morcego ao longo de diferentes épocas. O Especial Batman – 80° aniversario celebra o herói mais humano de toda a história, alguém em quem a cidade de Gotham confia todos os días para combater a corrupção e a onda de crimes.

Produzido e dirigido por Tim Burton, “Batman: O Retorno” (1992) inaugura a celebração às 17h20, com Bruce Wayne enfrentando dois novos e peculiares criminosos de Gotham City: o diabólico e sinistro Pinguim, uma criatura solitária e estranhamente deformada, que busca ser aceito socialmente e se tornar dono da cidade; e a sedutora, intrigante e mortalmente perigosa Mulher Gato. Com atuações de Michael Keaton, Michelle Pfeiffer, Danny DeVito, Christopher Walken, Michael Gough e música marcante de Danny Elfman, o filme foi indicado aos Oscars de Melhores Efeitos Visuais e Melhor Maquiagem.

Em seguida, às 19h40, “Batman – O Cavaleiro das Trevas” (2008) invade as telas. Com a ajuda do Tenente Gordon e do novo promotor público Harvey Dent, Batman deve destruir o crime organizado de Gotham City de uma vez por todas. Os três começam bem nessa missão, mas logo se veem perseguindo uma nova mente criminosa conhecida como Coringa, que tenta instalar a anarquia na cidade, forçando Batman a cruzar a linha entre ser um herói e um vigilante. Dirigido por Christopher Nolan, o filme conta com Christian Bale, Heath Ledger (que venceu postumamente o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante pelo papel), Morgan Freeman, Gary Oldman, Michael Caine, Maggie Gyllenhaal e Aaron Eckhart no elenco.

O histórico crossover da família DC encerra a festa com chave de ouro a partir da 22h30. Em “Batman X Superman: A Origem da Justiça” (2016), o confronto entre Superman e Zod em Metrópolis faz com que a população mundial se divida acerca da existência de extraterrestres em nosso planeta. Enquanto muitos consideram o Superman como um novo deus, há aqueles que consideram extremamente perigoso que haja um ser tão poderoso sem qualquer tipo de controle. Bruce Wayne é um dos que acreditam nesta segunda hipótese. Com isso, sob o manto de um Batman violento e obcecado, eles se enfrentam enquanto o mundo se pergunta que tipo de herói precisa. Com Ben Affleck como Batman e Henry Cavill como Superman. No elenco, Amy Adams, Jesse Eisenberg, Diane Lane, Laurence Fishburne, Jeremy Irons, Holly Hunter, Lauren Cohan e Gal Gadot.

A maratona de aniversário dos 80 anos do Batman vai ao ar no sábado, 30 de março, a partir das 17h20

Alienígenas de ‘Bugigangue no Espaço’ invadem Gothan City em teaser

ANIMAÇÃO DA 44 TOONS! DUBLADA POR DANILO GENTILI E MAISA SILVA SERÁ LANÇADA DIA 23 DE FEVEREIRO

Repleta de ícones da cultura pop, como o ET de Varginha, o Seu Madruga, o Chupa Cabras e o ET de Steven Spielberg, a animação “Bugigangue no Espaço” faz sua estreia nacional dia 23 de fevereiro. Para divulgar o longa, a produtora 44 Toons! acaba de divulgar um teaser em que um alienígena, vestindo um uniforme semelhante ao do Batman, tenta agir como o super-herói. Outros vídeos com referências a personagens de sucesso do cinema serão lançados até a estreia.

Com roteiro e direção de Ale McHaddo, da 44 Toons!, o filme “Bugigangue no Espaço” será distribuído pela Imagem Filmes em versões 2D e 3D. Na história, um grupo de amigos luta contra o vilão Gana Golber que, após tomar o poder da Confederação dos Planetas, está ameaçando o equilíbrio do universo. Entre os dubladores estão o Danilo Gentili e a Maisa Silva.

Parte dos personagens do longa foram apresentados ao público em 2010 no curta-metragem “Bugigangue – Controle Remoto”, a primeira produção nacional em 3D.

Sinopse

Enquanto Gustavinho (voz de Danilo Gentili), Fefa (voz de Maisa Silva) e os demais integrantes do clube Bugigangue estão preocupados com os trabalhos da escola, nem imaginam que em um ponto distante da galáxia o vilão Gana Golber tomou o poder da Confederação dos Planetas, ameaçando a paz do universo. Expulsos da confederação, sete Invas, alienígenas atrapalhados e ingênuos, conseguem escapar ao cerco de Gana, mas na fuga sua nave é danificada e cai na Terra. Logo os Invas fazem amizade com as crianças do clube, consertam a nave e embarcam juntos numa aventura intergaláctica para restaurar a paz do universo.