Arquivo da tag: Grecin

Eles e elas: conheça as diferenças na hora de tonalizar os fios

Por Grecin*

Os homens brasileiros podem se tornar os principais consumidores de cosméticos do mundo em 2019, segundo pesquisa da Euromonitor Digital. Cada vez mais produtos específicos a eles são idealizados e vendidos. Ao contrário das mulheres, porém, muitos não sabem por onde começar. É grande a quantidade de homens que colorem os fios brancos dos cabelos e da barba, mas ainda é maior o número que desconhece que um bom resultado pode ser alcançado com facilidade. Na verdade, o processo é muito mais simples do que parece. Confira as principais diferenças entre elas e eles na hora de tonalizar fios:

image007.jpgimage006.jpg

Complicação

Nada de potinhos diversos, pincéis e misturas de diferentes tinturas para alcançar uma coloração. Se para elas isso pode ser uma consequência natural do ato de colorir os fios, eles não sofrem com esse inconveniente. Basta optar por produtos que oferecem a melhor tecnologia existente para disfarçar os grisalhos presentes no cabelo e na barba – ficando livres de bagunça após a aplicação.

Facilidade

No momento de tonalizar, as mulheres já sabem que podem passar horas no salão e contar com a ajuda de profissionais, fazendo deste um ritual agradável e bem-vindo. Eles, porém, dificilmente estão dispostos a investir energia da mesma forma. Por isso, os melhores produtos tonalizantes masculinos são muitos simples, tanto para adquirir (em qualquer farmácia), quanto para o manuseio e a aplicação.

Tempo

A simplicidade também engloba o quesito tempo. Enquanto as mulheres podem passar horas nos cuidados com os cabelos, eles conseguem finalizar todo o processo de 5 a 10 minutos ao utilizarem o produto correto.

Tons

Para elas, o ruivo, o loiro e as cores escuras, como castanho e preto, estão entre os tons preferidos, justamente para dar novos tons às madeixas. Eles, por outro lado, beneficiam-se da coloração natural de seus fios, ou seja, se forem de boa qualidade, os produtos tonalizantes para quem é parcial ou totalmente grisalho funcionam mais como um “reversor” à cor original do cabelo e da barba – o que eles apreciam muito.

Resultado

Costuma-se dizer que uma mulher não muda a cor de seus cabelos, mas muda de fase na vida. E talvez seja bem por aí: enquanto a maioria delas deseja que qualquer mudança no visual seja notada e apreciada – principalmente nos fios –, eles preferem um ajuste mais discreto e natural, o que, graças às tecnologias empregadas nos produtos de alta qualidade voltados a esse público, está cada vez mais fácil de alcançar.

*Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.

Eles chegaram! Como lidar bem com os cabelos grisalhos

Por Grecin*

A chegada dos primeiros fios brancos muda a textura e aparência dos cabelos dos homens e esta adaptação pode ser um pouco difícil para eles. Veja as dicas de especialistas para ficar numa boa.

Grecin dá dicas para manter os cabelos saudáveis e grisalhos. (Foto: Divulgação)
Grecin dá dicas para manter os cabelos saudáveis e grisalhos. (Foto: Divulgação)

Amarelou: sujeira, poluição, raios do sol e até mesmo a fumaça do cigarro são vilões para quem quer manter o estilo alvo. Com o passar dos dias, aquilo que era branco apresenta tons amarelados. A melhor solução, nesse caso, é ter em mãos o tonalizante. Eles são mais sutis do que as tinturas e cobrem parcialmente com escalas de cinza, e, dependendo do produto, é possível conquistar um semblante charmoso em apenas 5 minutos e sem sujeira.

Fios grossos: a perda dos melanócitos – células que produzem melanina, responsáveis por dar a cor aos fios –, dá espaço para o ar que deixa os cabelos com aspecto grosso e seco. Um aliado nessa hora é a aplicação de óleos, principalmente aqueles com base de Argan, que promovem brilho e maciez.

Queda: quem deseja assumir o grisalho precisa de cuidados extras com a hidratação. Condicionadores potentes, livres de petrolatos ou silicones insolúveis, além de máscaras de tratamento aplicadas duas vezes por semana, se tornam indispensáveis.

Volume: é natural que com a idade os cabelos percam um pouco de seu volume natural, logo é recomendado evite alguns hábitos como uso de secadores e chapinhas, por exemplo, que danificam os fios.

Modelagem: por estarem em sua fase mais porosa e fraca, pode ser difícil domar cabelos e pelos rebeldes. Então, tenha sempre um gel ou fixador como apoio – se possível, aqueles modeladores que não agridem tanto o cabelo, não deixam resíduos e nem com o aspecto engordurado.

*Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.

Timeline da barba: o estilo através dos tempos

Por Grecin*

Barba e bigode fazem parte do look masculino desde a Idade Antiga até os atuais Millennials, o estilo está presente nos rostos dos homens, e não vai embora tão cedo. Essa galeria mostra a evolução – e as principais mudanças – dos barbados nos últimos 100 anos. Confira:

Ø  Década 1920 

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A moda é feita de movimento e contra-movimento, com uma geração sempre contestando a outra. Nos anos 20 os abastados bigodes da virada do século foram substituídos por um discreto bigodinho. Quem não se lembra do visual dos rapazes na novela “O Cravo e a Rosa”?

Ø  Década 1930

Como uma continuação do estilo anterior, o visual masculino nessa década contava com um ar mais blasé, pegando carona no sucesso dos filmes Hollywoodianos. Clark Gable – o astro de “E o Vento Levou…” encabeçava a lista de celebridades mais copiadas no período.

Ø  Década 1940 

Quase sumido na época da Segunda Guerra Mundial (já que a referência principal era a militar, de cara limpa), o bigodinho ainda encontrava adeptos no início da década, mas caiu em desuso, também por conta da impopularidade de Adolf Hitler, o líder nazista cujo bigode se tornou seu símbolo.

Ø  Década 1950 

Nos anos 1950 o rosto masculino permanece quase totalmente liso, com exceção das longas costeletas, que caíram no gosto das pessoas graças à grande influência do Rei do Rock, Elvis Presley.

Ø  Década 1960

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A explosão da contracultura – que aconteceu mais para o fim da década inspirada por artistas como os Beatles e outras bandas e artistas de ideal mais libertário – trouxe cabelos longos e barbas cheias para o dia a dia do homem moderno.

Ø  Década 1970

Com o auge da cultura Hippie nos primeiros anos e a inspiração no movimento Pop Art do pré-80, a época de afinou a silhueta dos rapazes, apostou nos coloridos, nos cortes de cabelos mais ousados e no retorno – ainda tímido – dos bigodes. Mick Jagger e David Bowie alçaram ao patamar de mitos do estilo.

Ø  Década 1980 

Exagero e ostentação foram marcas registradas do período, que trouxe os já estabelecidos punks ao cenário mainstream – que, mais tarde, inspirou o nascimento do rock alternativo. Freddie Mercury e o grupo Village People são os maiores ícones com o visual bigodudo da época.

Ø  Década 1990

O rock alternativo foi absorvido pela juventude e deu vazão aos cabelos desgrenhados, camisas xadrez e barbas por fazer. O grungeencontrou a televisão e, logo, o estilo inspirava o visual da maioria dos jovens. Kurt Cobain, do nirvana, tornou-se o arquétipo do rebelde anos 90.

Ø  Anos 2000

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A primeira geração nascida e criada em meio à Internet repercutiu a absorção de referências da cultura pop sem precedentes na história. Como os ídolos teen viveram seu auge nessa época, as barbas ficaram um pouco sumidas dos rostos dos mais jovens. Entre os ídolos, destacaram-se as boy bands e estrelas do futebol.

Ø  Anos 2010

A palavra lumbersexual entra para o dicionário de estilo dos homens, e barbas cada vez mais compridas e cheias ocupam a vida das pessoas. A capacidade de “misturar” tendências, misturando o retrô com novidades do momento, cai como uma luva entre os diferentes estilos de vida moderna.

*Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.

Os 7 pecados no cuidado com a barba

Por Grecin*

Ter uma barba exige muito mais do que atitude e cara de mal. O estilo está em alta, mas se não souber cuidar, a barba fica desleixada e esquisita. Confira os 7 principais erros de quem quer manter o visual barbado – e veja como evitá-los:

Barba desenhada

image006

Apesar de ser um complemento perfeito ao estilo e à aparência, a barba definitivamente não serve para testar nossos dotes artísticos – a não ser no mundo da ficção, como o personagem Seneca Crane (Wes Bentley) da série de filmes Jogos Vorazes. Usar os pelos do rosto para formar desenhos acaba em tragédia estética. A simplicidade, na maioria das vezes, é a melhor opção.

 Barba de bode

image007

Além de datado, o look não cai bem para a maioria dos homens por ser o “centro das atenções” no rosto – nem para o galã Brad Pittficou bem o “bodinho”. A barba perfeita tem que manter o equilíbrio natural com os outros elementos para não se sobressair além do normal.

Queixo liso

image008

O contrário também não é recomendado para os homens que buscam um visual atraente (a menos que você seja o Frank Zappa). Deixar a parte do queixo sem nenhum pelo, enquanto o restante do rosto tem a barba cheia é um dos erros de quem quer inovar. Uniformidade, às vezes, é a alma do look.

Grama selvagem

image009

Cuidado é tudo quando o assunto é barba. É preciso apará-la, nutri-la, higieniza-la, até mesmo harmonizar a cor dos fios com produtos específicos para isso, enfim, dedicar-se para que ela não se transforme em algo descontrolado e fora dos padrões estéticos – como chegou a fazer o ganhador do Oscar, Matthew McConaughey. Ou seja, não basta apenas deixar crescer, tem que participar!

Acessórios

image010

Laços, presilhas, piranhas, lacinhos, elásticos e chuquinhas. Se você acha que algum desses itens combina com seu look barbado, pense novamente. A barba não serve para ser enfeitada com acessórios coloridos e chamativos, pois eles desvirtuam o potencial de beleza dessa aliada dos homens.

Barba sem bigodes

image011

Se em algumas ocasiões é aceitável (e até recomendável) esbanjar um belo bigode, o contrário não segue a mesma lógica. Exibir um rosto barbado sem bigode dá a impressão de que algo ficou de fora na hora de montar o visual. E, com a barba, a regra é clara: melhor sobrar do que faltar.

Pescoço peludo

image012

Deixar a barba “escapar” para o pescoço demonstra uma falta de cuidado com o corte final. Em muitos casos, a barba cresce no pescoço da mesma forma que no rosto, mas não pode ser cultivada assim – o ideal é tira-la com a maquininha e, para quem quer ter um aspecto mais formal, finalizar com a lâmina de barbear.

BÔNUS! Estilo Náufrago

image013

Quem teve a paciência, o cuidado e a dedicação de deixar os pelos faciais crescerem por anos também precisa seguir algumas regras básicas. O look se torna uma marca registrada, o que pode ser um problema caso… Não, na verdade, se alguém conseguir chegar nesse estágio, não há nada que outros mortais possam opinar: ele é o Senhor da Barba.

*Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.

Abandone o careta em você: 5 dicas para vocês apostar no look moderno

Por Grecin*

O estilo dos homens muda com o passar do tempo, e o que há alguns anos era novidade, já pode estar se tornando antiquado. Confira 5 dicas simples para atualizar o visual e o guarda-roupa e ficar alinhado às tendências mais modernas do look masculino:

O cantor Justin Timberlake aposta na barba cerrada. (Foto: Divulgação)
O cantor Justin Timberlake aposta na barba cerrada. (Foto: Divulgação)

Barba

O estilo lenhador ainda tem muitos adeptos, mas já pode ser substituído por algo mais comportado e sutil. O look de barba do momento é aquele que a deixa cheia e bem aparada – geralmente feita em um barbeiro. Também é importante cuidar da tonalidade da barba e usar um produto para deixá-la natural e uniforme, caso fios brancos estejam aparecendo.

Chris Hemsworth ajusta o look com seus óculos de sol e relógio de pulso. (Foto: Divulgação)
Chris Hemsworth ajusta o look com seus óculos de sol e relógio de pulso. (Foto: Divulgação)

Acessórios

Esqueça pulseiras e colares chamativos! O segredo dos acessórios está na sutileza. Os óculos de Sol sempre se dão bem com um belo relógio de pulso, por exemplo, mas não devem ser os atores principais da composição.

Elegância nos sapatos do ator Tom Hiddleston. (Foto: Divulgação)
Elegância nos sapatos do ator Tom Hiddleston. (Foto: Divulgação)

Calçados

Se o sapatênis ainda é presença recorrente no seu look, talvez seja hora de inovar um pouco mais. Com diferentes opções para cada ocasião, os sapatos modernos – sejam mocassins, clássicos, de camurça ou de couro – podem dar um charme extra e trazer elegância. Variando no preto ou marrom para ocasiões gerais, o calçado na cor branca também funciona, se combinado a um vestuário na mesma paleta de cores claras.

O astro Jared Leto sabe bem como modelar seus cabelos. (Foto: Divulgação)
O astro Jared Leto sabe bem como modelar seus cabelos. (Foto: Divulgação)

Cabelos

Para que o visual esteja sempre atual, é ideal valorizar seus tons e modelagem com discrição e naturalidade, usando produtos adequados. Já existem no mercado produtos para diversos fins, feitos especialmente para o cabelo masculino e que são de aplicação rápida e fácil.

Estilo social e moderno se combinam no visual de Daniel Craig. (Foto: Divulgação)
Estilo social e moderno se combinam no visual de Daniel Craig. (Foto: Divulgação)

Roupas

O corte das peças de roupa é de suma importância para a composição do estilo do homem. Atualmente a moda pede a exata medida, ou seja, escolher o tamanho certo para que as peças (sejam calças, camisas e outras) não fiquem muito justas nem muito largas. Não é porque terno e gravata ainda fazem parte do figurino padrão para muitos homens que este look não possa ser modernizado. No caso das roupas sociais, vale a pena investir em ternos feito sob medida para ocasiões especiais.

Tribos urbanas influenciam o look e o lifestyle dos jovens

Por Grecin*

 Se as tendências de estilo ocorrem em ciclos, uma das mais marcantes nos últimos anos foi a onda hipster – que mistura tatuagens, barbas compridas e cheias, cervejas artesanais, entre outros pontos marcantes. O sucesso do look (e do lifestyle) reverberam na dia a dia dos brasileiros, mas logo devem dar lugar a um novo representante: o Yuccie.

image008

Nascido da sigla YUC (de young urban creatives, algo como “jovens criativos urbanos”), o neo-hipster mantém muitos traços do estilo antecessor – principalmente no visual, já que as barbas, as boas roupas e as referências culturais nas tatuagens e estampas de camisas permanecem com força total –, mas com algumas diferenças cruciais, como a aderência aberta às vantagens tecnológicas.

Graças às novas vertentes que circundam a Geração Y, palavras como smartphone, streaming e Uber entram no vocabulário de forma definitiva, mesmo no Brasil. Até as profissões preferidas dos jovens estão se voltando para algo mais “pé-no-chão”: no lugar das oportunidades como freelancer e as pretensas carreiras artísticas, eles têm preferido um emprego fixo (principalmente na área de tecnologia) para garantir estabilidade nas finanças. O estilo, porém, ainda é prioridade para todas as tribos.

 *Grecin é a marca líder mundial em coloração masculina instantânea.